As Crônicas do Ninja

Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty As Crônicas do Ninja

Mensagem por Bakujirou em Qui Jan 26 2012, 13:27

WARNING!
Este post contém códigos de HTML e BBcode! As Shurikens e Kunais tem frases escondidas nelas, deixe o ponteiro do mouse sobre as imagens para lê-las!

EDIT: coloquei spoilers pelo grande número de chapters que possam espantar as pessoas. Pra revelar o texto, clique sobre o spoiler e pra fechá-lo novamente, clique no spoiler.


Clique nos links a seguir, pra ser redirecionado pras páginas adicionadas!Status
Propriedade de Bakujirou

Post #1: Pequena biografia de vida
Post #2: Pallet finalmente!
Post #3: Primeira lição ninja, treinamento de taijutsu
Post #4: Descobertas e um refrescante descanso
Post #5: Aprimorando o treinamento com kunais
Post #6: Dias sempre verdes, ânimos sempre verdes
Post #7: Ensinando novas técnicas!
Post #8: Estudos
Post #9: Pequenas e tristes memórias...
Post #10: Encomenda e preparativos
Post #11: Batalha de Contest
Post #12: Um dia concentrado
Post #13: Sorte ou foi o acaso?


A Equipe


Hiori, o CharmanderChidori, o SpearowHazuki, o TyrogueKikuri, a BunearySatori, o SilcoonZangoose?

As Páginas


Post 1: Pequena biografia de vidaDia #, Mês @

Spoiler:
Olá, sou Bakujirou, um jovem ninja de uma cidade desconhecida pelos continentes de pokémon, pois a vila fica localizada na extremidade esquerda, logo abaixo da península de Johto, mais precisamente a uns 95 kms à sudoeste da Cianwood City. A vida do povo da pequenina "cidade" de Aoi no Sora (Azul do Céu) é bem humilde, vive de suas pequenas plantações de arroz e outras poucas leguminosas que foram cultivadas, com muito esforço pelo povo da cidade. Como a vida por lá não é muito fácil, eles então, resolveram treinar pessoas da cidade, pra se tornarem guerreiros ninja, capazes de realizar uma diversidade de missões e assim, trazer mais dinheiro pro povo da cidade (pois o comércio por lá é muito baixo). E assim, é que nasceu a Academia de Ninjutsu Pokémon. Nesta academia, existe um sensei bem rígido com os alunos, muito poucos conseguem permanecer na academia até que se graduem como ninjas.
Bom, voltando um pouco mais ao passado, vou explicar como eu sai da academia e vim parar em Pallet Town.
Quando eu completei 8 anos de idade, meu pai me inscreveu na academia, na esperança de que eu pudesse ter algum sucesso e também ser um orgulho pra família, já que o meu irmão mais velho (chamado Kyo) saiu da cidade após se graduar como ninja. Mas, enquanto eu estive estudando na academia, meus pais não me disseram se o meu irmão mais velho tinha mandado notícias ou não, até que um dia, ao retornar da academia, encontro meus pais discutindo sobre uma carta que leram do Kyo. Eles não me perceberam chegar e então escutei eles falando de que o Kyo se tornou um capanga nas mãos da Equipe Rocket e ao invés de ajudar o nosso povo, ele estava simplesmente ignorando a sua raiz, largando a todos nós e se juntando numa organização do mal, por pura ganância. Isso me deixou irado, prometi a mim mesmo que procuraria por ele e então, acertaria as contas com ele numa batalha pokémon. Dai então, treino duro pra conseguir exceder as expectativas de todos e procuro sempre me manter calmo, pois não posso ficar irritado/zangado por pequenas coisas, pois fico irracional. Os anos se passaram, consegui uma graduação da cidade, porém não posso carregar um pokémon comigo, pois, segundo o que sensei me disse, eu preciso ir a pé, até a cidade de Pallet Town, numa perigosa viagem que inclue até atravessia no mar, florestas aterrorizantes e montanhas escuras... Depois de uns 8 meses (e chegando perto da data do meu 18º aniversário) eu consigo chegar na cidade de Viridian. Agora, estou aqui, na minha barraca, a meio passo da Pallet Town e estou escrevendo este pequeno caderno pra recordar-me da minha trajetória de vida... Me deseje boa sorte.


Post 2: Pallet finalmente!Dia #1, Mês @

Spoiler:
Bom dia, caderno (é eu sei, não devo narrar minhas trajetórias num caderno mas esqueça esta parte, amo cadernos capa-dura). Hoje é um dia excelente pra se visitar o laboratório do Prof. Carvalho. Bom, tirando a parte de ter desabado um mundo de água lá fora e que eu não estou curtindo tanto assim, a aguaceira em que está lá fora... Despertei muito cedo hoje. Ainda deu tempo de levantar a barraca antes de você virar papa de papel molhado. Que sorte a minha! Consegui arrumar um espacinho NADA confortável, num tronco de árvore, pra poder rabiscar o meu péssimo começo de dia. Eu não tive nem tempo de apreciar as campinas largas e muito extensas, da Pallet Town, por exatamente, estar correndo que nem um doido, se refugiando de chuva. Está tão cedo e está chovendo tanto, que eu vou esperar aqui no "quintal" do Laboratório do Prof. Carvalho, a espera de alguém ou abrirem as portas do Laboratório. Você não sabe O FRIO QUE ESTOU SENTINDO NESTE MOMENTO CADERNO! Eu estou todo úmido, com água nas sandálias e o forte vento dá uma sensação nada agradável de frio. Acho que só penso em pegar qualquer pokémon logo e me proteger da chuva em algum lugar. Logo depois de ver as luzes do laboratório ligando, eu sai correndo do esconderi.. -- Ehrm... Voltando. Eu sai correndo e fui pra dentro do laboratório, anciossísimo em pegar meu primeiro pokémon, pra complementar o treinamento ninja que recebi e então derrotar o meu desagradável irmão mais velho... O velho simpático que esbanjava jovialidade, me comprimentou, pediu pra que eu escolhesse entre um dos pokémon: Bulbasaur, Charmander, Squirtle ou Eevee. Foi a escolha mais difícil de minha vida. Gosto de todos, poderia criar perfeitamente qualquer um deles. Mas eu resolvi ficar com o Charmander, porque ele é do tipo fogo e ele vai me ajudar bastante. Eu agradeci o professor Carvalho pelo pokémon e, depois de agarrar a Pokébola do Charmander, o velho me ofereceu uma Pokédex, uma Fashion Case (pra quê isso?) e umas 5 Pokébolas. Além de tudo isso (não sabia mais onde guardar os apetrechos "comuns") ele me deu uma potion. De imediato, perguntei se isso era pra mim, o Prof. Carvalho disse que me daria uma potion apenas pra me precaver, em caso de emergências e curar meu pokémon. Pois bem, depois de guardar os apetrechos nos bolsos internos do meu casaco vermelho, sai do laboratório e fui atrás de um abrigo, o mais próximo possível. É um passo difícil, no meio da intempérie. Como será que será o meu próximo passo? Só lhe contarei, depois de descrever pra você caderno. Inté mais tarde!


Post 3: Primeira lição ninja, treinamento de taijutsuDia #2, Mês @

Spoiler:
Bom dia, caderno! Hoje vou fazer algo diferente. É... Vou deixar de escrever um pouco, pra poder treinar o meu pokémon agora.
"Fecha o caderno e guarda a caneta"
...
O dia foi bem interessante, diário. Hiori - como apelidei o meu Charmander - é um pokémon de fogo medroso. Até onde eu sei, pokémon de fogo não gosta de água. Por isso tentei animá-lo e ajudá-lo a não temer tanto a água. Nós estávamos prontos pra primeira lição de ninjutsu: testar as capacidades de luta corpo-a-corpo ou conhecido como o taijutsu. É esquisito treinar com um lagarto laranja crescido, mas achei bem divertido. Eu fiz ele aprender a usar o seu golpe mais básico, Scratch, mas com um salto bem alto. [LINK DA IMAGEM DOS CORTES NA ÁRVORE]
Eu conheci os ataques dele, apenas examinando a Pokédex, é um acessório muito prático ela... Quando terminamos de treinar os saltos, almoçamos e então esperamos a chuva ceder...
Dai, foi a hora do aquecimento. Hiori usou os ataques Scratch sobre mim, mas eu conseguia desviar rápidamente e também usava a Kunai pra defender-me de seus ataques. Algumas poucas tentativas depois, ele conseguiu acompanhar o ritmo dos meus movimentos e arrancou parte de minha calça. Agora terei de costurar ela, quando eu me levantar mais cedo amanhã... Durmimos despreocupadamente, mas, por azar, um relâmpago quase torrou a barraca e nós dois também. Hiori desesperadamente me desperta e então, pudemos escapar daquela perigosa tempestade de relâmpagos. Mas no caminho, apareceram Rattatas e um deles nos parou no meio do caminho. Foi uma luta tensa, mas conseguimos derrotá-lo. Em seguida, retornei pra Pallet Town, em busca de refúgio e resolvi passear e conhecer o local melhor...


Post 4: Descobertas e um refrescante descansoDia #3, Mês @

Spoiler:
...
"Momentos depois da última luta desesperada pela noite tempestuosa na Route 1, eu resolvi retornar pra Pallet, procurar o primeiro abrigo que houver, antes que eu vire torreminho."
- Rapaz, nunca me imaginei estar correndo deste jeito, no meio da chuva. Espero que tenha algum lugar aberto a estas horas da madrugada...
"Não demorou muito, volto a ver as colinas de Pallet Town. Não muito distante de onde estava, existia uma cabana, ou seja lá o que for, feito de madeira"
- É, vou entrar ali. Tudo o que preciso fazer é passar a noite aqui.
...
Bom dia caderno! Ahhhh... Que sono. E que noite. Acho que eu acordei um pouco tarde, também... Passar a madrugada correndo que nem um alucinado numa chuva de trovões e relâmpagos é algo assustador. Só mesmo sendo ninja pra ser capaz de escapar da morte assim... Ah é, eu sou um ninja graduado. Enfim...
Hoje está mais calmo que a noite de ontem, tá chovendo bem fino. Já que passei a noite aqui, é melhor dar uma volta por toda a Pallet Town.
"Depois de tomar café-da-manhã na cabana de madeira, começo a perambular pela cidade. Tinha um ar primaveril muito bunito, jardins com flores diversas, muitas casas singelas e muito bem espaçadas entre si... E um tipo de falha geológica numa área afastada ao lado sudoeste atraiu a minha atenção. Com muito esforço, consigo escalar um paredão de pedra e chegar numa entrada da caverna, que não é tão bem iluminada assim. Com a ajuda da chama na ponta do rabo do Hiori, consegui chegar no final dos corredores da caverna e então..."
- Veja, isto... é um salão? E tem estátuas? Olha veja esta... Aqui diz: "Green Okido(Oak) / オーキド・グリーン".
"Depois de examinar os inscritos sobre Green Oak, começo a tomar uma simpatia pelo champion da Elite 4"
- Ele é uma pessoa que teve muitas dificuldades e também conquistou muitas honras, apenas pelo seu conhecimento. E é neto do Prof. Oak. Inacreditável! Algum dia, quem sabe, eu possa o conhecer?
"Logo em seguida, eu examino as outras duas estátuas sobre Lance / ワタル (Wataru) e RED / レッド. Após um bom tempo lá dentro, eu saio e desço a parede escarpada de pedra."
- È... Quem sabe um dia meu nome não entra ali? Já imaginou? Seria uma honra pra todos de meu vilarejo. Pois bem, vou continuar a explorar a cidade...
"Em seu passeio pelas estradas verdes, casas e jardins floridos, ele vê um velho estabelecimento, que estava bem movimentado, por sinal."
- Boa tarde, moça! "Eu cumprimento a atendente do local" O que é exatamente este lugar?
- Este, caro treinador, é um local de Descanso. Aqui nós oferecemos o local para as pessoas e pokémons se banharem nas fontes termais, totalmente de graça. E o melhor, ainda temos um professor que ensinará umas aulas de Yoga e fará o seu pokémon aprender o golpe Headbutt pra ser usado nas batalhas!
- Muito obrigado pelas informações. Estarei indo agora mesmo pras fontes termais!
"Não demorou muito pra se chegar nas fontes termais. Vários treinadores e diversos tipos de pokémon se divertiam. Eu procuro uma atendente que possa me indicar o tal professor de Yoga e ensinar o golpe Headbutt ao Hiori. Depois de encontrar um dos professores, tiro a pokébola do Hiori do bolso e solto-o. Enquanto eu assistia (e participava) da aula de Yoga com o Hiori, o professor ensina o golpe ao meu pokémon. Depois de restaurar nossas forças, eu saio do local. Porém..."
- HEI, VOCÊ!
- Opa, alguém está querendo atenção.
"... Depois de me virar e procurar a fonte do chamado, vejo uma linda garota simpática, com cabelos castanhos. Eu aponto pra mim mesmo, pra ter certeza de que estava falando comigo, ela balança a cabeça de forma afirmativa e me aproximo."
- Eu percebi que você estava de saida... Vim me apresentar, sou a Daisy Oak, neta do Professor Oak e irmã do campeão, Green.
- Puxa, É SÉRIO? Eu acabei de visitar o Hall da fama, eu acho ele um incrível treinador!
"Ela deu risadinhas do meu comentário e em seguida, fala"
- Bom, eu sou uma das pessoas que trabalha voluntáriamente aqui no centro de descanso, sou formada em enfermagem pokémon.
- O dono deste lugar me contratou para dar aos jovens treinadores um Town Map, curar pokémons e se você tiver uma insignia dar um Rare Candy.
- Muito obrigado pelo Town Map, eu estava precisando de um destes. "Eu agarro o pequeno objeto quadrado num dos bolsos internos da minha jaqueta" - A propósito, eu estou de partida, Hiori já foi tratado por uma atendentes daqui. Espero que não fique muito zangada por isso, você é uma pessoa realmente... "sussurro linda" EHrm... Simpática e gentil. Acho que voltarei aqui em breve, até mais ver!


Post 5: Aprimorando o treinamento com kunaisDia #8, Mês @

Spoiler:
"Bom dia caderno! Esta fazendo um dia brilhante lá fora! Bom, bem lá detrás das nuvens sempre carregadas de chuva tem um Sol esplendorosamente forte, porque eu to vendo até a circunferencia do Sol daqui de baixo. Enfim... Depois de muitas lutas loucas que fiz nestes ultimos três a cinco dias atrás, resolvi retornar a minha jornada pra Viridian. Se os espíritos me permitirem, chego lá tranquilo. E ah, o Hiori está ficando mais corajoso, acho que ele apenas teme água, tanto quanto eu detesto ficar em locais gelados. Enfim... Vou parar um pouco de escrever, preciso dar uma aula especial pro Hiori, será de extrema importância e..."
- Hiori? Onde cê foi? Você não estava aqui do meu lado?
"Sai da pequena barraca e sai atrás do pokémon. Ele começou a perseguir algums pequenos insetos. Não, não eram pokémon..."
- Você gosta de brincar né? Que legal! Bom, eu vou pegar umas coisas ali na barraca, já volto.
"Rápidamente busco alguns equipamentos ninja. E encontro um pequeno 'álbum', com desenhos de círculos redondos e um pequeno círculo minúsculo no centro. È um álbum com desenhos de treino de pontaria [como estas placas de treino de pontaria], perfeitos pra ocasião de treinamento ninja. Também peguei uma pequena bolsa, com Kunais, armas similares a adagas com dupla ponta, de lâminas negras e com uma 'haste' com um pequeno anel nele [como uma destas aqui]."
- Hiori, aqui estou. Hoje vamos treinar pontaria com as Kunais. Pegue, segure uma!
"Eu tiro uma das armas de dentro do bolso e entrego na pata do Charmander, que começa a ficar curioso com o objeto e o fareja de perto. Enquanto ele segura a Kunai, eu me movo até uma árvore próxima, colo um dos desenhos de treino de pontaria e então chamo a atenção do Hiori."
- Eu primeiro, preciso saber se você tem boa pontaria usando a Kunai. Ela serve pra atirar, assista atentamente e veja como eu faço.
"Eu me posiciono, giro a kunai com a ponta do dedo e em seguida, lanço-a no desenho. A kunai atinge um ponto um pouco afastado do 1º anel. Mais um pouco e eu acerto na mosca"
- Bom, agora é sua vez. Basta atirar a kunai nesta imagem. Se acertar aquela bola no centro do alvo, sua pontaria é muito boa. Hiori, boa sorte.
"Hiori faz um aceno com a cabeça e em seguida, faz um pequeno movimento com as patas dianteiras, lançando a kunai sobre o alvo e... Ele acerta no 1º anel também."
- Nada mal. Você tem uma pontaria que nem a minha. Hiori, pegue, continuaremos a treinar a pontaria com as Kunais. É divertido lançar as kunais né?
"Charmander assentiu"
- É... divertido e perigoso também. Kunais são armas ninja. Elas são perigosas, mas como eu gosto de treinar com as Kunais, achei interessante chamá-lo pra poder aprender a usá-las também. Sabe... Pro caso de alguma situação grave, emergências ou... Lutas desesperadoras. Mas não se preocupa. Não o forçarei a usá-las em combate.
"Charmander ouviu atentamente e quando menos eu esperava, Charmander estava atirando kunais, tão bem quanto eu. Precisava aumentar a dificuldade."
- Bom, acho que já está muito bom atirando kunais parado. O que acha de fazermos isso, em movimento? Aqui, pegue esta kunai.
"Eu entrego uma das kunais pro Hiori. Em seguida, instrui ele a tentar me atacar, usando as kunais."
- Como você pode ver... Serei seu alvo móvel. Atire as kunais em mim, não se preocupe, eu também estou armando, vê?
"Eu ergo o meu braço, onde estava segurando uma kunai"
- Eu precisava de alguém pra poder me ajudar a esquivar de kunais. Tente me acertar, venha me pegar!
"Eu começo a pegar distância e corro entre as árvores e arbustos, de modo paulatino. Charmander começou a ficar um pouco confuso, mas claro, não demorou muito pra ele conseguir progressos. Até antes do meio-dia, já tínhamos treinado bastante. Eu estava cansado e Hiori ainda estava brincando com as kunais."
- Bom, Hiori, acho melhor deixar a aula com kunais pra outra hora, venha, vamos arrumar algo para almoçar.
"Logo depois do almoço, coletamos algumas Pechas Berries e comemos (tem ainda duas na bolsa). Eu e Hiori descansamos um pouco debaixo da sombra relaxante das àrvores da route 1. Até que do nada, um pokémon chama a atenção do Hiori, que começa a grunir, vendo a cena mais de perto, percebi a presença de Rattatas e... O que faz um pokémon voador dando uma rasante? Ele estaria mirando em Hiori? ..."
- Hiori, olhe as suas costas! Cuidado com o golpe daquele pokémon voador!
"Eu grito para Hiori desavisado. Percebendo que ele não atendia o chamado, peguei uma kunai e rápidamente atiro em direção ao chão, ao lado do Hiori pra chamar a atenção dele, pra evitar que ele seja alvo do golpe aéreo. Hiori dá um salto pro lado, assustado e a ave passa raspando. Ufa, foi por pouco.
...
A luta se extendeu e foi ai que descobri que não era um Pidgey, como havia imaginado. E sim, um Spearow irritado por alguma coisa que fizeram pra ele. No meio da luta a chuva começou a cair. Hiori estava indo bem, até o momento em que ele fica confuso e se debatendo. Depois de muitos gritos e de chamar a atenção com a kunai, Charmander volta a si e então nocauteia o oponente. Em seguida, uso a Pokébola nele e o capturo-o. Meu primeiro pokémon... A primeira coisa que pensei em fazer depois de capturá-lo é restaurar a saúde de ambos os pokémon. Resolvi seguir adiante, pra Cidade de Viridian.
...
"Logo depois de ver a pokébola se fechar, corro até ela e a seguro nas mãos. Depois de um tempo refletindo, decidi que seria uma boa ideia passar pela Viridian City, recuperar a saúde de Hiori e do Spearow... Eu olho pra pokébola do primeiro pokémon capturado"
- Spearow. Ainda vou pensar no que posso fazer com este aqui... Bom, vamos indo...
"O treinador sai em disparada pra Viridian City, atrás de algum local pra recuperar a saúde dos pokémon e se abrigar da tempestade que assolava as campinas na route 1"
... Foi uma corrida alucinada, eu estava querendo me abrigar da tempestade que assolava a route 1 e ia correndo em direção para algum local e restaurar a saúde dos pokémon, chegando lá, no Centro Pokémon de Viridian, procuro alguém no balcão de atendimento, pra socorrer os seus pokémon feridos."
- Alguém?
- Olá jovem. Nossa, você estava pegando chuva agora de noite, acho melh...
"Eu interrompi ela, revelando as pokébolas de Hiori e do recém-pego Spearow"
- Estes aqui precisam de atenção. Um deles eu acabei de capturá-lo agora no final da tarde.
- Tudo bem então, vou tomar conta deles, espere um momento, que eu já volto.
"A enfermeira levou as pokébolas em sua bandeja, eu preocupado, resolvi me sentar num dos sofás do estabelecimento. Uma Chansey veio e me entregou uma toalha, enxuguei o rosto e meu cabelo. Não demorou muito, a enfermeira estava retornando"
- Seus pokémon logo estarão bem, Charmander ficou um pouco indisposto com a umidade do ar, acho melhor ele ficar descansando até amanhã. Enquanto isso, porque não janta e descansa?
- Ah sim, claro. E a propósito, me chamo Bakujirou.
"Aquela noite estava tranquila, excepto apenas pela tempestade caindo lá fora e pelos poucos raios que desenhavam no céu noturno. Eu adormeci com o diário fechado em meu peito..."


Post 6: Dias sempre verdes, ânimos sempre verdesDia #9, Mês @

Spoiler:
"No dia seguinte, me levantei, preparei o café-da-manhã e peguei meus pokémon de volta. Eu estava pronto pra poder sair e então..."
- Bakujirou já está de saida? Você não gostaria de participar de uma competição Contest que será realizada na cidade? As inscrições vão até amanhã, acho que você poderia participar delas.
- Ah sim claro, obrigado por tudo.
- E, antes de ir, tome este Pokéblock Case. Ele serve pra guardar os doces Pokéblock, feitos a partir das Berries.
"Eu pego o item, agradeci a enfermeira pela hospitalidade e por tratar dos meus pokémon e sai do Pokémon Center."
...
"Depois de agarrar os itens com a enfermeira, sai em busca do local de inscrições de contest. Um grande prédio com letreiros rosa indicava o local do Contest Hall. Não demorei muito, cheguei na atendente e logo fui me inscrever"
- Bom dia, eu gostaria de me inscrever neste evento, o que eu preciso?
- Bom, apenas me diga o seu nome e em seguida vamos inscrever seus pokémon. Você usará que pokémons no contest?
- Eu apenas possuo um Charmander e um Spearow. Meu nome é Bakujirou Chiura.
- Certo, tudo bem então Bakujirou.
"Ela digitava algumas coisas no teclado."
- O torneio acontecerá em breve?
- Amanhã vamos começar, acho melhor se preparar... "De repente, vira o rosto pra mim e disse" Prontinho. Você está inscrito na competição. Melhor treinar e não se atrase!
- Tudo bem então, muito obrigado!
"Não muito tempo depois... é aberto o segundo contest da cidade de Viridian"
As Crônicas do Ninja EyZclTheyh1b1OFl-Hs--MHK4xywh4p8Zy37X4cnVYuiUGo45glxH6TDvTt1DCtenFptHdGrXY7pgOmB4PqSK8ecAAWXZjan6gQfriBmdV8zXkwdotJCZ_zdFii_gSLm
- Bem vindos ao Segundo Contest de Viridian!
Os participantes
1- Marc
2- Bedendo.
3- Fonseca11
4- Gallade 101
5- SUPER HACHER
6- Bakujirou
7- Daisy Oak
8- Primo

O Método
O método desse contest será de duplas.
Aqueles que tem uma dupla estão prontos.
Aqueles que não tem receberão um pokémon aleatório do banco de dados e com nível igual ao outro pokémon.

Round 2
Lutas em dupla

Premiações
1000 pontos de EXP distribuída igualmente
1000Pk$
Fita Verde
As Crônicas do Ninja Smartmasterribbon


- A minha apresentação no palco foi uma pequena peça teatral ensaiada (ou melhor dizendo, improvisada de última hora), usando o Hiori e o Chidori (meu Spearow). Eu percebi que muitos dos competidores se deram bem, como a Robin e sua dupla, Ditto+Sewaddle. Eu realmente estou temeroso, meus pokés não estão nem um pouco treinados, mal sairam do nível 5... Não precisei aguardar muito tempo, até que anunciaram os resultados do contest:

Fonseca11 foi desclassificado por primeiramente usar um pokémon e depois re-enviar sua apresentação com dois.

Semi-Finais
Como apenas quatro participantes concorreram corretamente os quatro estarão nas Semi-Finais

Chaves
SH vs Robin Riot
Gall vs Bakujirou


"EU passei, fiquei feliz em ter visto o meu nome ali. Bom, acho que terei de me arrumar e fazer um treino de última hora..."


Post 7: Ensinando novas técnicas!Dia #10, Mês @

Spoiler:
"Bom dia diário, opa queria dizer, caderno! Hoje eu resolvi dar uma voltinha pela Viridian City, me deparo com o Mercado local. Não que eu realmente esteja precisando, mas algo me chamou a atenção, dois jovens Move Tutors que estavam ensinando técnicas bem interessantes aos pokémon dos treinadores..."
- Ow, vocês são move tutors? Mas... O que vocês estão ensinando pra estes pokémon?
- Bom, ensinamos algumas das técnicas que acabaram de cair das listas oficiais de TMs (as chamadas Technical Machines)... Por isso, nos dedicamos a ensinar pokémon, por uma pequena quantia pelo serviço.
"O moço responde"
- Nossa, isso é muito legal. E quanto tempo leva mais ou menos, pros pokémon aprenderem as técnicas.
"Pergunto empolgado. A moça toma o lugar do jovem e responde"
- Não muito tempo, só leva alguns 10 a 15 minutos. Ou menos tempo, caso os pokémon tenham alguma prática... Bom, quais pokémon desejaria que treinássemos?
- Na verdade, não tenho muitos... Apenas estes dois "Mostrando as duas pokébolas com a mão direita". E como eu estou me dirigindo pra um Contest que irá acontecer em breve, preciso me preparar...
- Então o jovem se inscreveu num concurso de pokémon? Puxa rapaz, sou fã destes espetáculos. Além de ser uma arte de batalha, ainda deixam-nos impressionados com a forma com que os ataques podem ser inventados ou melhorados... Mostre-nos os seus pokémon, teremos um maior prazer de ensiná-los! Depois de vê-los, diremos que ataques eles poderão aprender.
"Não demorou muito, lancei as pokébolas e os dois pokémon saem delas, olhando com curiosidade, para os dois jovens. Eu apresento os pokémon aos move tutors e pergunto a eles se estão dispostos a aprender algum movimento novo, ambos ficaram animados e concordaram simultâneamente. Dai me dirijo a jovem e pergunto os tipos de movimentos que eles poderiam aprender"
- Seu Charmander poderá aprender Fury Cutter, Mud-Slap e Swift, enquanto que o seu Spearow apenas aprenderá Mud-Slap e Swift.
- Interessante... Me pintou outra dúvida, os pokémon perdem alguma técnica que foi recentemente ensinada? O meu Charmander tem quase 4 técnicas, como apontava na Pokédex, na última vez...
- Não se preocupe, os pokémon apenas atendem a 4 golpes por luta e os demais golpes ainda ficam na reserva, para o caso de precisar, o pokémon mesmo pode usar técnicas que cairam em desuso com o tempo...
- Ah bom... Então... Como Charmander é um pokémon de fogo e ele ainda não aprendeu nenhuma técnica de chamas, acho que deixarei ele com os golpes: Fury Cutter, Swift, Mud-Slap e Growl. E para o Spearow: Peck, Swift, Growl e Mud-Slap.
"Eu resolvi esperar uma resposta. Os dois jovens então se pusseram a terminar de ensinar as técnicas pros dois outros pokémon que estavam aprendendo ataques novos... Mesmo não podendo fazer nada além de esperar, me pego imaginando como poderia usar os golpes de Hiori (Charmander) e de Chidori (Spearow) ao retornar pro contest... Dai, percebo que os dois jovens tutores finalizam o serviço, pegam os dois pokés e então entregam para os ansiosos treinadores. Eles se viraram em minha direção e chamou por eles. Foi ai que eu parei de viajar em pensamentos e os ordenei que fosse com os tutores. Chidori ficou treinando o Swift com a garota e o Charmander estava aprendendo o Fury Cutter com o garoto. Enquanto eu via a cena, o garoto, começou a conversar comigo, mas ele não desgrudava a atenção dos movimentos do Charmander."
- Acredito que este seu Charmander não é muito bem treinado...
"Eu apenas confirmei isso, mas adiantei que ele era bem esforçado e que aprende rápido. Mal disse estas palavras e o jovem se assustou quando o Hiori simplesmente faz um corte profundo numa árvore. O jovem tutor se surpreendeu, nem bem passou-se 5 minutos e Charmander já aprendera um ataque em pouco tempo."
- Puxa, este Charmander é bem esforçado mesmo... Acho que ele deve ser bem parecido com o dono. E... Aquele Spearow, também aprende rápido. Ele acabou de ser capturado?
- Bom... Como soube?
- Dá pra perceber isso, só de ver. Ele está louco pra fatiar algum pokémon. "O jovem instrutor cede um pouco da atenção do Charmander que está tentando aprender o Swift pelo Spearow que estava ali ao lado, arremessando lama para todo lado."
- Ele me parece um tanto agressivo. Mas, espero que consiga se relacionar bem com o jeitinho dele...
- Nossa, falando assim, deu pra perceber isso...
"Depois de algum tempo, todos os dois pokémon aprendem os ataques e eu agradeci muito aos dois jovens instrutores pelo ensinamento e me ajudaram a conhecer um pouco melhor o Spearow que foi recentemente capturado, no fim das contas, este não foi um dia tão agitado. Fora um assistente do Professor Oak, que surgiu no Market, anunciando uma super atualização que o Prof. Oak promovia às nossas pokédex. Não perdi a oportunidade e entrei na fila de espera pra atualizar a minha pokédex. Tinha apenas uns 6 treinadores, não demorou muito e atualizei a minha pokédex e agradeci ao assistente ao sair. E assim terminou o meu dia. Ah... Amanhã... Eu tenho tantos planos pra amanhã caderno. Inclusive já desenvolvi um plano de batalha contra a próxima chave da competição de contest."


Post 8: EstudosDia #15, Mês @

Spoiler:
"Bom dia caderno. A partir de ontem, resolvi voltar a treinar a sério. Ou melhor dizendo, ESTUDAR à sério. Acho que estou ficando fascinado com o universo pokémon. Desde o dia em que eu comandei um Nidoking numa competição que possuia o golpe Confusion. Eu fiquei horas estudando na Academia Pokémon em Viridian, revirando todas as infos possíveis sobre Nidoking e sua família inusitada. Daí, encontrei uma citação num velho livro, numa biblioteca. Aliás, era uma baita enciclopédia pokémon cheia de informações, chamada BULBAPEDIA BOOK, onde havia a citação: - ... Quando uma Nidoran♀ bota um ovo pokémon, há uma chance de chocar um Nidoran♂ ou um Nidoran♀. Então, parei pra pensar. Se, de tantos pokémon que existam, como um ser pequeno assim, aprende um golpe tão inusitado quanto Confusion? E já pequeno. Porque andei pesquisando sobre o assunto, procurando assistir todas as aulas possíveis. Puxa, me fez lembrar de anos estudando na Academia Ninja em minha cidade... Estou com saudades de lá sabes... Muitas saudades."
- Sabe, diário... Já estou a uns quatro dias por aqui em Viridian, praticamente me adaptei ao ritmo da cidade. Vários treinadores passam por aqui, mas eu estou me focando mesmo em como obter um destes Nidorans de breed. Ainda me pergunto se um dia encontrarei "ele".
- Ih diário, quase esqueci de dizer. Parece que a competição de contest ainda tá rolando. Estou atento a qualquer atividade por lá. Deve ser anciedade acumulada ou nervosismo. É eu sei, eu mesmo não paro de falar ou de dar voltas... "Olha pra pokébola do Hiori e do Chidori" E estes dois, tenho muitos planos com eles...


Post 9: Pequenas e tristes memórias...Dia #18, Mês @

Spoiler:
"Depois de saber que as chaves do concurso foram canceladas, fui tristemente me dirigir na Rota 22, foi quando começo a sentir algo estranho. Depois de dar mais alguns passos em direção de um bosque que estranhamente não terminava, eu me deparo com um tipo de portal. Um portal brilhante, por entre as árvores."
"Ao atravessar o portal, me deparo com um local muito bonito. Era um vale perdido e não muito longe dali, tinha uma montanha, estranhamente, estava NEVANDO."
- Mas, neve? Como pode... Ainda estamos na primavera... Mas que local é esse?
"Foi ai que encontro a placa do local, na entrada da floresta: Happiness Forest. Enquanto caminhava na direção da floresta, a neve fazia uma pequena camada no chão. Era possivel ser ouvido ao fundo da floresta sons, eram de pokémons."
"Virei-me e continuei a trilhar no meio da mata, apesar de não estar mais tão frio a neve continuava a cair. Ele continuava a caminhar, de repente, percebi que os sons não pareciam ser grunidos, mas sim, alguma coisa acertando um pedaço de madeira."
"Um pequeno pokémon, ele treinava num tronco de árvore e o som das batidas dos chutes e socos eram reproduzidos. O pokémon treinava arduamente. Quando ele percebeu a minha presença, lançou com um poderoso e rápido Mach Punch que acerta a árvore meu lado do treinador. O pokémon olhava sério, não gostava da presença de humanos e iria lutar com ele se fosse necessário para expulsa-lo daquele lugar."
"Depois de se safar por pouco do Mach Punch usado pelo pokémon de luta, coloco a mão dentro do meu bolso interno da jaqueta, na pokébola do Charmander"
- Ou, calminha ai campeão! Não acho justo você lutar comigo, então o seu rival será ele... Hiori, vamos!
"Faço um ligeiro movimento com o braço e lanço a pokébola que faz um arco no ar e então, dela saiu a criatura reptiliana bípede."
...
"Aquela foi uma luta intensa e meu Hiori aprendeu a usar uma combinação de golpes ali também, o Swift+Mud Slap. Com o golpe Fury Cutter consegui nocauteá-lo. Charmander começa a comemorou e nesse momento, pequenas brasas começam a sair de sua boca, ele estava para aprender Ember."
"Depois de olhar pro Tyrogue estirado no chão, puxo uma das Pokébolas do meu bolso interno da jaqueta e lanço-o no pokémon, na tentativa de o capturar."
- Você seria muito bem-vindo à equipe, caso assim quissesse, Tyrogue...
"Observo atentamente a pokébola fazendo um movimento arqueado no ar, em direção ao pokémon lutador..."
"Depois de ver o Tyrogue sendo capturado, rápidamente me deu um forte impulso, corro até a pokébola e a seguro, dai dei um largo sorriso."
- É... Charmander, temos um pokémon lutador na equipe. O que acha de irmos embora agora?
"Olho pro Charmander ao meu lado, orgulhoso e soltando algumas brasas pelo focinho. Dai, pego a pokébola e chamo o pokémon de volta e procuro uma estrada que me levará pra saida da floresta encantada... E fico me imaginando o que o Tyrogue estava fazendo num lugar destes e treinando por tanto tempo sozinho..."
"E então, foi quando passamos por um portal brilhante e chegamos na Viridian City. E aqui acabou mais um dia..."


Post 10: Encomenda e PreparativosDia #19, Mês @

Spoiler:
Bom dia caderno... Puxa, nem parece que eu acabei de presenciar uma das coisas mais intrigantes de minha vida (mas ainda não supera a minha surpresa de saber que Nidorans machos aprendem Confusion). Depois de sair da Happiness Forest, me deparei novamente em Viridian City. Nem pareceu que eu tinha entrado no plano da Happiness Forest há algumas horas atrás.
Enquanto eu perambulava em direção à saída que leva pra Route 2, me deparei com um lugar que chamou a minha atenção. Uma casa pequena com as paredes coloridas de azul. Me dirigi à ela e chamei a atenção de um jovem rapaz que estava durmindo com um pokémon no colo. Depois de Golurk chamar a atenção do seu treinador, ele se dirigiu a mim enquanto conversava. O homem se aproximou e me cumprimentou com um aperto de mão.
- Acho que posso verificar se tem uma encomenda pra você, poderia esperar um pouco aqui? Eu já volto.
- Tudo bem então. Eu estarei esperando aqui mesmo.
Não demorou muito e então o Marshal retornou e trouxe consigo o Hippopotas que carregava um pequeno embrulho em suas costas. Nele tinha uma Pokébola Premier, uma simples pokébola mas na cor branca listrada de vermelho. Dela, saiu um Buneary shiny, em seguida, sai pra dar uma volta no Pokémon Center e verificar a saúde dos meus pokémon. Acho que dois deles precisam de atenção médica.

"Logo depois de receber a encomenda eu me dirigi ao Pokémon Center. Precisava cuidar do Tyrogue recém-capturado e do Charmander, que precisava descansar um pouco da batalha que travamos na floresta. Depois de um tempo a enfermeira retorna e trouxe as pokébolas. Passei a perambular na cidade procurando notícias sobre um novo Contest e enfim, consegui encontrar um poster falando sobre o concurso que ocorrerá dentre a poucos dias. Fui correndo até o local das inscrições, parece que ainda não tinha muitos candidatos... Assim acaba outro dia cansativo e cheio de expectativas."


Post 11: Batalha de ContestDia #20, Mês @

Spoiler:
"Já no dia marcado pra acontecer o contest, eu começo a me preparar para a apresentação. Começo a ficar um pouco nervoso e ancioso pra apresentação, pois o público está bem movimentado hoje (o que dava pra perceber pela gritaria lá fora). Eu fiz o possível pra poder respirar calma e lentamente pra por meus pensamentos em ordem, enquanto estava olhando pras pokébolas de Chidori e um pokémon curioso que capturei não muito tempo atrás, Hazuki (apelido de meu Tyrogue). Quando já me sentia mais calmo, chamaram o meu nome para fazer a apresentação. Antes mesmo de entrar no palco, lanço uma kunai com um pequeno mas prático dispositivo de fumaça, no centro do palco. Eu adentrei em alguns saltos diante da kunai e preparo a minha posição de apresentação inicial."
- Prazer em vê-los pessoal, sou o ninja Bakujirou e estes serão os meus pokémon de hoje, Chidori e Hazuki! - em seguida, lanço as pokébolas para o ar e revelam Tyrogue e Spearow, que se posicionam um diante do outro.
- Chidori, comece com o seu golpe Suna no Shuriken para o alto e Hazuki, prepare-se! - logo depois da ordem, Chidori se aproxima do chão e invoca um grande jato de lama (com o movimento das asas) e lança-a para o alto, em seguida, estrelas do Swift surgem ao redor da ave e partem pra cima do jato de lama. No momento em que fizeram contato, a lama endureceu-se e formou pequenas estrelas sólidas que ainda pairavam no ar. Já Hazuki, estava atento, apenas aguardando ordens.
- Agora Chidori, lance as Shurikens de Areia no Hazuki! - comandei e em seguida virei-me para o pokémon lutador - Agora destrua elas usando o seu Mach Punch! - Hazuki fez um sinal positivo e em seguida se dirigiu até as estrelas que estavam voando em velocidade alta. Hazuki preparou-se para fazer o seu golpe e quando esteve prestes a se chocar com as estrelas, seus punhos se moviam rápidamente, fazendo a poeira se distribuir por todo o palco, à medida que as estrelas de argila eram destruidas.
- Agora, vamos pro ato final. Chidori, voe pro alto e então, mergulhe em toda a velocidade para atingir o Hazuki com o Peck! - Spearow agora levantou voo e começou a ganhar alguns metros acima do palco. Hazuki observava o pokémon pássaro, mas parecia que também não conseguia enxergá-lo, assim como as pessoas no palco.
- Hazuki, no meu sinal, você se defenderá usando o Fake Out, ok?
“Assim que a ave ganhou uma altitude aceitável, começou o seu mergulho num perigoso Peck, mirando o pokémon lutador, como uma águia faz para caçar um alvo que recém avistou. Quando eu percebi que a distância entre eles estava curta, gritei”
- Hazuki, AGORA! - Tyrogue se posicionou com as duas palmas espalmadas adiante de seu corpo e apenas esperava o impacto do golpe pra tentar interceptá-lo com o Fake Out. Assim que a ave estava prestes a atingí-lo, Hazuki agarra o perigoso Peck com as duas patas, imobilizando-o.
- Bom, muito bom! - Bato palmas e então me despeço do público com uma reverência. Meus pokémon fazem o mesmo, então retiro-os usando as pokébolas dos mesmos.

"Lilian entra no palco, onde estão várias pessoas de toda Kanto e de outras regiões também. A mestre-de-cerimônias erguesse e levanta a sua mão dizendo."
- Um caminho que continuamos a percorrer. Um caminho ao qual a história vai mudando. Eu, Lilian, estou em Viridian para apresentar a fase de batalhas em duplas do Torneio Contest de Viridian. Finalmente chegamos até a batalha final do Pokémon Contest de Viridian. De um lado, Gus Fonseca! Do outro, Bakujirou Chiura! - a platéia vibra ao ouvir os nomes. - O tempo limite é de cinco minutos! Comecem!
(Condições: Poste a entrada dos Pokémon no palco e seus primeiros movimentos. Cada Pokémon pode usar até dois moves. Não será permitida o uso de itens e cada player usará dois Pokémon. Não é permitido usar golpes que retire algum Pokémon do palco para dentro da Pokéball. O coordenador que usar esse tipo de golpe será desclassificado. O coordenador que tiver o seus pontos zerados ou tiver todos os seus Pokémon fora de combate perde, dando a vitória para o que remanescer.)

"Usando o Tyrogue e Charmander contra o Squirtle e Butterfree do oponente, consegui uma reviravolta tensa, no final da luta. Estava muito empolgado, confesso. Acho que não saberia como dizer isso, só escrevendo. A luta foi muito dura, mas valeu os esforços e conquistei uma fita de concurso, uma das primeiras conquistas que fiz! Estou muito feliz hoje diário, muito. Sou capaz de dar um presente só pelas graças! Logo depois de participar do contest, resolvi dar uma volta novamente no Pokémon Center, apenas pra reestabelecer a saúde dos pokémon, entrego as pokébolas de Charmander, Tyrogue e do Spearow que estavam um pouco cansados. Depois de pegar de volta, eu avisto uma garota chegando."
- Oes, como vai passando? Me chamo Baku!
"A garota se identificou-se como Angelly, percebi que ela tinha poucos pokés e que ela também estava interessada em participar de contests"
- Sabe, eu já participei de um contest ainda a pouco e fui vitorioso, por um acaso poderia tomar conta deste pokémon pra mim? É uma buneary especial que recebi de presente do Prof. Oak. Acho que será de boa serventia pra sua equipe. O que acha?
"Estendo a pokébola de Buneary e a garota fica muito contente com o presente. Quem sabe, construimos uma amizade mais tarde? Hoje era um dia de novos inícios para a pequena Buneary. Eu mesmo não tinha outro destino melhor do que esse pra ela. Fiquei igualmente feliz pela pokémon e pela coordenadora."


Post 12: Um dia concentradoDia #21, Mês @
Spoiler:
"Dias se passam e eu ainda estava hospedado no Pokémon Center em Viridian City. Como não via mais nenhuma novidade (o centro pokémon, o mercado e a academia) resolvi ir atrás de alguma coisa pra fazer. Fiz uma luta inesperada na noite de ontem com um tal de 'Carlos'. Como reparei na falta de experiência (do meu Tyrogue e no próprio poké do rival) e pretendo treinar um pouco mais o Tyrogue. Além dele, eu também estava ficando um pouco preguiçoso, mal me exercitava, já era hora de partir pra mais uma seção de treinamento ninja. Eu me dirijo (novamente) para a saída que leva até a Route 22 e de lá, consegui finalmente visualizar direito a estrada. Ela era cercada por duas montanhas rochosas enormes, era impossível escalar elas, tendo este tipo de contexto tornava o local bem frio, pois não havia tanta luminosidade do sol. Havia um caminho de terra batida rodeada por grama alta e algumas árvores, a cerca de cinqüenta metros a frente havia um lago enorme.
Eu começo a correr e a percorrer a estrada até me aproximar um pouco do lago e também, das árvores, que avistei logo que visualizei a paisagem da estrada. Quando eu cheguei, comecei a procurar alguns tipos de equipamentos em minha 'bolsa de viagem' (na verdade, não uso uma bolsa muito pesada. Boa parte do equipamento levo dentro de bolsos secretos das calças ou da jaqueta). Dentro da bolsa, retiro uns dois pares de Garras Manuais Shuko - instrumentos compostos por uma espécie de anel com dentes pequenos que fica ligado ao tecido de fixação dos punhos.” Link ilustrativo
- Acho que é a hora perfeita de treinar com eles... Já que possivelmente vamos passar por uma floresta, acho mais válido testar eles antes. E... Qual dos meus pokémon se interessaria? - fiquei uns segundos analisando, até que me decidi e então escolhi uma das pokébolas presas dentro da jaqueta. - Hazuki! Eu quero lhe mostrar alguma coisa! Venha, venha mais perto. - o Tyrogue logo depois de sair da Pokébola, ficou observando curioso pra aqueles equipamentos todos espalhados no chão e se aproximou com as ordens do jovem ninja.
- Você sabia que eu sou um guerreiro treinado na arte do ninjutsu, caro Hazuki? Bom, se não sabia, agora vai poder presenciar um pouco do treinamento ninja. Bom, se quiser, sente-se e assista. Veja como é que se faz pra escalar árvores, no melhor estilo ninja! - faço uma pose, cruzando os dois punhos na frente do corpo, enquanto observava uma árvore com uma média de uns 6 metros de altura.
“Vou em disparada até a árvore e espalmo as mãos contra o tronco e fixo-me feito uma largatixa na parede. A sensação de se estar preso na árvore é legal. Começo a subir um pouco, usando as mãos com presas pra poder auxiliar na subida. Em seguida, salto para um dos galhos da árvore e me oculto no meio da vegetação das folhagens. De lá, grito pro Hazuki pra que ele também escale usando as garras nos seus punhos. Fiquei observando-o lá de baixo, ele vestiu as garras e escalou a árvore, um pouco desajeitado com o equipamento...”
- Tente apenas usar as palmas das mãos, só precisa ter um pouco de impulso nas pernas pra poder escalar. Vamos, você consegue! - tento animar o pokémon lutador na sua pequena tarefa. Tyrogue fez como o ordenado e escalou a árvore até onde eu estava.
- Hazuki, você já está cansado? Eu tenho uma proposta pra te fazer agora. Porque não usamos alguns pesos e então escalamos a árvore ao mesmo tempo? Quem chegar primeiro ganha! - Tyrogue de prontidão, concordou com a proposta. E este foi o nosso treinamento do dia. Eu equipei o Tyrogue com alguns pesos nas pernas dele e pus também os pesos em minhas próprias pernas, pra poder dificultar a subida. Quando eu dei o sinal pra começar a escalada, nós dois corremos até a árvore (de forma com que nós dois não ficarmos disputando espaço pra subir nela) e escalamos a árvore. A primeira subida eu me dei bem, enquanto o Tyrogue caiu algumas vezes. Já na segunda, eu estava um pouco cansado e acabei tropeçando e por pouco, não machuco o braço. Me reergui e tentei recomeçar e quando eu me vi lá em cima o Tyrogue estava me esperando. Já na terceira subida, o pokémon teve mais sorte e fizemos mais umas duas escaladas numa partida “melhor-de-três”.
“No fim do treinamento, eu e ele nos sentamos pra poder comer alguma coisa enquanto conversávamos.”
- Sabe, acho que você é um pokémon parecido comigo... Você é bem esforçado e dá o melhor de si pra poder vencer algum obstáculo. Eu gostei de saber disso. - Tyrogue ficou um pouco corado ao pronunciar aquilo.
- Mas também estou um pouco pensativo... Você sozinho naquela floresta estranha... O que será que aconteceu com você? E o que mais me intriga é como você foi parar lá, na Happiness Forest? Eu fui procurar relatos e livros sobre isso noutro dia, na academia... Eu achei muitas poucas informações... Isso me deixa um pouco curioso. - Tyrogue abaixou a vista, parece que ele não gostou de lembrar daquele lugar onde ele estava.
- Seja o que for que aconteceu contigo, um dia descobrirei. Eu também tenho os meus problemas pessoais, acho que vamos poder nos ajudar, não concorda? - O pokémon assentiu, lentamente.
- Muito bom! Olha, que tal descansarmos um pouco antes de continuarmos ao treinamento? - Eu me deito e passo a apoiar a cabeça com as duas mãos espalmadas. - O céu pode parecer muito nublado hoje, mas é um belo dia, não concorda Hazuki?
"Depois deste treinamento, um ruído estranho despertou nosso interesse e fomos investigar a fonte. Era um Wurmple que estava roendo umas folhas de uma árvore de Sitrus B. Eu chamei a atenção do pokémon inseto e ele nem ligou muito, o Hazuki então... Não tinha a menor intenção de lutar contra ele virou as costas e então resolvi também ignorá-lo. Em seguida encontro a garota chamada Mara na beira do lago. Eu me aproximei e tentei animá-la e perguntei se ela precisava de alguma coisa. Ela me revelou que precisava ser levada até a Academia Pokémon em Viridian. Eu prontamente me ofereci a ajudá-la e então uma coisa estranha aconteceu e um Wurmple e um Weedle selvagens nos atacaram. Eu chamei Hiori e ordenei que Hazuki ficasse na dianteira enquanto nós dois ficávamos na retaguarda protegendo a Mara. A luta durou quase o fim da tarde toda e então finalmente os derrotei. Tanto Hiori como Hazuki estavam cansados da luta e eu acabei capturando um novo integrante (Wurmple). Levei a Mara de volta ao local que ela pediu e ela me presenteou com 10x Sitrus B. Assim que cheguei em Viridian, voltei a atenção até a Pokémon Center para recuperar a condição física de meus pokémon e foi quando eu reencontro a Angelly que eu havia presenteado com o Buneary e ela me devolveu."


Post 13: Sorte ou foi o acaso?Dia #22, Mês @
Spoiler:
Ao acordar naquela manhã, decidi me dirigir até o Pokémon Mart, para comprar Pokébolas e outros mantimentos para uma viagem e decidi retornar para o Pokémon Center, pois eu partiria no meio da noite... Horas mais tarde, coloco os meus pés na Rota 2, mas o fiz de modo furtivo, me movendo na cola das árvores, tentando disfarçar os meus passos... E então eu encontro um sujeito vestido de preto batalhando contra um guarda que estava em desvantagem com um Growlithe. Como eu precisava treinar um dos meus pokémon (Spearow) resolvi ajudá-lo usando ele. Foi uma luta incrível, mesmo tendo um pokémon com imunidade aos golpes de Fantasma, ele ainda assim, conseguiu fazer vários estragos em meu Pokémon. Por sorte, consegui fazer uma técnica brilhante (sim, bastante luminosa por sinal) que o derrubou. Em seguida o guarda me deu uma recompensa na vitória e enfim, cheguei na Viridian Forest.

Dia #23, Mês @
Naquela madrugada, resolvi passear um pouco, usar uma de minha Sitrus Berry no Spearow machucado e em seguida eu fui acampar para renovar as energias. Levantei cedo naquela manhã, preparei algo para comer e então eu saí novamente em minha jornada. Naquela manhã, tive um pressentimento ruim de alguma coisa que possa acontecer e então eu vi uma mulher sendo atacada por um pokémon voador! Eu imediatamente fui em sua direção e afugentei o pokémon com a minha kunai. Em seguida eu percebi que ela se tratava de uma senhora de idade (bem conservada por sinal) e me agradeceu me oferecendo uma TM como presente (Flash)!

Algumas horas depois de tanto caminhar ali dentro da floresta, eu encontro um pokémon estranho, rápido e com olhos ferozes. Um Zangoose! Eu imediatamente gelei, ao ver o olhar de instinto assassino dele, então começou o embate! A luta demorou bastante, mas depois de algumas baixas na equipe (como o Charmander caído) eu finalmente o derrotei e o capturei! Seja bem-vindo à nossa equipe, caro Zangoose (ainda preciso pensar num nome pra ele... /hmmm)

Ah sim, não posso esquecer que agora, o Satori evoluiu pra Silcoon depois da luta contra o Zangoose. Foi uma boa hora pra ver uma evolução acontecendo. /hihi É a primeira vez que vejo um pokémon meu evoluindo! Bom, logo depois desta aventura, ainda tive que passar por mais outra prova difícil...

No retorno pra Rota 2 pra voltar pra Viridian e recuperar a minha equipe, percebi que a temperatura ambiente estava um tanto elevada e por conta disso, me esgueirava nas sombras das árvores, pra evitar o calor. E então, um pokémon incomum (Aipom) começa a brincar, lançando algumas frutas em cima de mim. Não sabendo se era um pokémon selvagem ou não, lancei o meu pokémon em direção dele e ele se refugia nas costas do seu treinador (um homem de meia-idade que tinha um avental sujo de tinta). Ele se desculpou pela atitude de seu pokémon travesso e me chama para uma batalha. Eu não tinha muitas opções. Mas mesmo assim aceitei e uso uma Sitrus B. no Tyrogue para poder participar da luta de duplas (Tyrogue e Buneary VS Chikorita e Aipom). Foi uma luta bem árdua e calorosa, mas saí vitorioso dela e enfim, consigo retornar pra cidade. Uff. Dia exausto. Passei na Pokémon Center, bebi água e descansei.

Dia #24, Mês @

No dia seguinte, resolvi fazer um passeio pela cidade e encontro um amontoado de pessoas no Market, fui conferir o que se tratava e então fiz algumas compras.

Continua no próximo post-guia...

As Metas


  • Encontrar Kyo (um ninja também treinado em minha cidade natal), meu irmão mais velho, membro da Equipe Rocket;
  • Treinar todos os pokémon em Ninjutsu;
  • Treinar com os pokémon, usando meus conhecimentos;
  • Aprender novos Ninjutsu;
  • Buscar ensinar os pokémon a usarem armas, kunais, espadas ninja e shurikens;



Última edição por Bakujirou em Sex Nov 09 2012, 01:53, editado 16 vez(es) (Razão : editado)
Bakujirou
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por NicoRobin em Sex Jan 27 2012, 10:05

A história ficou boa e de facil leitura gostei bastante do seu diario vou sempre estar lendo ele.
Imaginando a cena de um charmander com Kunai, muito engraçado e perigosa como um ninja. Daqui a poco o seu Charmander vai aprender Katon – Ryuuka no Jutsu Very Happy
Pode comentar aqui né?
NicoRobin
NicoRobin
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Bakujirou em Sex Jan 27 2012, 11:07

@NicoRobin escreveu:A história ficou boa e de facil leitura gostei bastante do seu diario vou sempre estar lendo ele.
Imaginando a cena de um charmander com Kunai, muito engraçado e perigosa como um ninja. Daqui a poco o seu Charmander vai aprender Katon – Ryuuka no Jutsu Very Happy
Pode comentar aqui né?

Sim sim, pode vir comentar quando quiser. Fiz mais algumas edições, acho que meus posts são enormes, mesmo pra um resumo dos treinamentos que faço. Tem algumas coisas que acrescentei agorinha, se quiser, pode verificar!
Bakujirou
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Marc em Sex Jan 27 2012, 11:20

Olá, provavelmente você não me conhece, mas sou a Greeny, vim aqui comentar no seu diário.
Muito legal a sua história de ninja, seu diário com certeza ganha esse mês.
Ass.: Greeny
Marc
Marc
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Tobie_black em Dom Fev 12 2012, 10:19

Gostei muito do seu diário,vou continuar acompanhando as cronicas de um ninja,sir Bakujirou!
Tobie_black
Tobie_black
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Bakujirou em Dom Fev 12 2012, 12:27

- Foram adicionados agora a pouco, páginas #6 e #7. Espero que curtam!

Hihihi, finalmente encontrei o caderno que procurava. E adicionei no tópico.

https://redcdn.net/ihimizer/img715/668/snote.jpg


Post #8 e #9 adicionados...
Bakujirou
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Lock Rotasu em Sex Jul 06 2012, 13:45

Li os 2 primeiros capítulos, vou ler o resto mais tarde.

Por enquanto eu estou gostando bastante da história... É bem original, nunca tinha visto nada misturando ninjas e pokémons, parece que vai ser engraçado... Inclusive to curioso pra saber como você pretende fazer essa mistura porque ficou um pouco vago na minha cabeça. Você escreve bem e nesses 2 capítulos eu só prestei atenção em 3 erros de escrita, o que é bom. xD

O tamanho dos capítulos também está legal, não ta pequeno demais nem grande demais.

Só pra dar uma reforçada, na minha opinião, o que você poderia tentar melhorar... No segundo capítulo você escreveu umas 20 palavras em caps lock, e eu achei isso bem desagradável, acho que deixa feio o texto, mesmo que a intenção tivesse sido de mostrar que ele estivesse gritando/irritado.

Os dois erros de português foram bem pequenos, a única coisa que eu acho que todos devem ter notado é que no primeiro você escreveu Veridian. xP

É isso, posto depois de novo com o comentário do resto.
Lock Rotasu
Lock Rotasu
Membro
Membro

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Noah Agron em Sex Jul 06 2012, 13:47

Bem, li um pouco do seu diário e achei interessante, apesar de não gostar muito de história de ninjas... Mas parabéns de qualquer forma!
Noah Agron
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Bakujirou em Sex Jul 06 2012, 13:57

Lock' escreveu:
Li os 2 primeiros capítulos, vou ler o resto mais tarde.

Por enquanto eu estou gostando bastante da história... É bem original, nunca tinha visto nada misturando ninjas e pokémons, parece que vai ser engraçado... Inclusive to curioso pra saber como você pretende fazer essa mistura porque ficou um pouco vago na minha cabeça. Você escreve bem e nesses 2 capítulos eu só prestei atenção em 3 erros de escrita, o que é bom. xD

O tamanho dos capítulos também está legal, não ta pequeno demais nem grande demais.

Só pra dar uma reforçada, na minha opinião, o que você poderia tentar melhorar... No segundo capítulo você escreveu umas 20 palavras em caps lock, e eu achei isso bem desagradável, acho que deixa feio o texto, mesmo que a intenção tivesse sido de mostrar que ele estivesse gritando/irritado.

Os dois erros de português foram bem pequenos, a única coisa que eu acho que todos devem ter notado é que no primeiro você escreveu Veridian. xP

É isso, posto depois de novo com o comentário do resto.

Que bom que se interessou na minha história! Sabe, acho que só o fato de ter "tido a ideia de montar um treinador ninja" foi um desafio imposto pra mim mesmo, pois quase nunca se vê ninjas usando armas e nem nada nos animes. Agora aqui eu uso e como tracei as metas no meu diário, ensinarei ninjutsu (naruto based) pros meus pokémon. Quero ver como vai ser quando eu tiver um charizard usando uma ninjato ou uma katana com uma bandana naruto no braço direito. /HIAHIAHIAHIA

Aliás, suas críticas me foram importantes, não tinha reparado o erro de Veridian escrito nos posts. Bem, espero que retorne logo.

@Noah Agron escreveu:Bem, li um pouco do seu diário e achei interessante, apesar de não gostar muito de história de ninjas... Mas parabéns de qualquer forma!

Agradecido pela vinda. Dei muito duro pra poder montá-lo.

Atualizado, com o Post#10.
Edit: Editei o Post#10 e adicionei o Post#11. Penso em colocar spoilers pra esconder o texto, acham viável? Porque são VÁRIOS chapters diferentes e o post está gigante. Also... Se tiver uma Page 2 deste tópico, acho que ia salvar a minha vida. /hihi
EDIT2: Coloquei spoilers. Muito grande o número de posts.
EDIT3: Fiz um desenho random a muito tempo, renderizei (na verdade, refiz) no Paint. Assim ficou ele. [LINK]. O desenho é referente ao treinamento dentro do Post#3.


Última edição por Bakujirou em Sab Jul 07 2012, 02:24, editado 3 vez(es) (Razão : editado)
Bakujirou
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Bakujirou em Ter Ago 07 2012, 12:31

Foi adicionado o #Post 12 no diário! Atualizações e melhor formatação. Agora com os membros da Equipe...
Bakujirou
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Bakujirou em Sex Nov 09 2012, 01:51

Post de número 13 adicionado! Alguém me faz o favor de me ajudar a chegar na página 2 deste tópico?

Já abarrotei o máximo que pude de chapters no main post desta página, mas agora já tá mais do que suficiente. Please, necessito chegar na próxima página do tópico... /y.y'
Bakujirou
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Davi em Sex Nov 09 2012, 08:21

Não li todos os capítulos por pura preguiça, mas digo que é um bom diário. Só acho que deveria ter algo a mais. Esse último capítulo foi meio sem-sal. Mas se fosse eu também não sei o que eu encaixaria ai.

Boa sorte tentando completar as páginas /hehe
Davi
Davi
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Fêfê em Sex Jan 04 2013, 01:51

Assim como o Davi eu sou um preguiçoso, e não li tudo. Mas eu tenho que dizer que seu diario é muito bom. Mod besteira on: Eu só acho que seria legal se você explorasse mais o "universo ninja" sei la e.e'. Mod besteira off: mas realmente achei legal oque li do seu diário.
Fêfê
Fêfê
Treinador
Treinador

Alertas :
As Crônicas do Ninja Left_bar_bleue0 / 100 / 10As Crônicas do Ninja Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Crônicas do Ninja Empty Re: As Crônicas do Ninja

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum