Primeira Estação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Primeira Estação

Mensagem por Yuichi em Ter 19 Maio - 20:58

Todas as atenções nos últimas dias nas mídias como televisão e rádio estavam voltadas ao começo da jornada pokemon de milhares de jovens ao redor do continente. Um grande fluxo de pessoas estavam indo até Pallet para buscar das mãos do professor Carvalho seu pokemon inicial, um gesto simbólico em respeito ao criador da pokedex. No dia anterior ao dia principal, eu não estava disposto ou decidido a partir até lá e disputar algum inicial com outros que já tinham sonhos e sonhos, eu não tinha a ambição de atrapalhá-los. Mas, na mesma noite, eu me vi na janela de casa observando de longe o caminho que levava até lá.

No dia seguinte, logo de manhã, não tive dúvidas. Peguei uma mochila vazia para coletar o que eles me dessem ou até mesmo algo de interessante que eu achasse no caminho, era um tanto infantil olhando de um ângulo, mas essa trilha até lá tinha um sentindo mágico para mim. Botei roupas leves, um boné para proteger do sol e parti até o laboratório. Minha mãe conseguiu me arranjar uma bicicleta emprestado de alguém que morava por Pallet mesmo, e alguns repelentes para que eu pudesse passar com segurança por locais complicados. Ao por os pés para fora, a sensação de dar adeus a Celadon não era nada comparado a emoção de estar partindo para uma aventura tão desejada desde cedo. Me sentei na cela da bicicleta e pedalei num ritmo acelerado pela rua livre para chegar o mais rápido possível até o local determinado, o laboratório do professor Carvalho.

O caminho foi bem tranquilo e sem perigos. Os repelentes me deixaram com os olhos fora de alcance para pokemons novos e raros, na sua maioria perigosos, e então só conseguir observar os que eu sempre vi na televisão ou do horizonte da rua. Cruzei rapidamente as cidades sem nem mesmo olhar bem para suas construções e detalhes, queria ver tudo mais de perto no caminho de volta. Passei 1 noite dormindo ao relento, para que na manhã seguinte eu estivesse bem próximo de Pallet, e e cheguei bem cedo no mesmo num ritmo bem acelerado. Casas simples e um ambiente visivelmente pacífico, mas o destaque era o quase monumental laboratório. Era visível a movimentação do dia anterior pela bagunça nos arredores. Desta maneira eu só me sentia cada vez mais longe de ganhar um pokemon para iniciar meu caminho como treinador.

Desci da bicicleta com cuidado e já fui me sentando próximo ao portão do laboratório, minhas pernas estavam exaustas e eu estava um tanto ofegante. Ainda estava cedo da manhã, e ao primeiro sinal de movimento lá próximo a porta me alertaria para tentar me comunicar. Mas quando abaixei o boné para cobrir os olhos e descansar um pouco ouço uma voz sutil ao meu redor:

- Posso Ajuda-lo? - Disse um homem próximo a mim, vestido com um jaleco, uma calça comum e sapatos pretos.

Não era visível quem era, a aba cobria sua feição, e na esperança que fosse o próprio professor carvalho retirei o boné rapidamente e o coloquei no colo. Na verdade era somente um provável estagiário dali, e eu sabia exatamente o que dizer:

- Desculpe o incômodo, mas eu vim aqui hoje em busca dos itens dados aos novos treinadores, e ao pokemon.

O homem nem precisou responder com palavras, sua expressão corporal já foi de desapontamento em relação ao pedido. Ele sabia que  provavelmente todos os kits foram entregues ontem aos treinadores novos, e era improvável que houvesse mais deles, isso sem nem mesmo contar os iniciais, que são ainda mais reduzidos em número. Eu abaixei um pouco a cabeça e minha feição de felicidade foi aos poucos desfalecendo. Mas, antes que eu dissesse algo a respeito, ele disse eufórico:

- Quem sabe eu possa ter algo ainda lá dentro. Em relação ao inicial, alguma restrição?

- Grama por favor, se houver como, claro.

Ao ouvir meu pedido ele entrou dentre os limites do laboratório e caminhou até a porta bem rapidamente. Aguardei com olhos curiosos a volta dele, observando o que acontecia lá dentro pelas passagens do homem nas janelas do edifício. Era possível ouvir alguns ruídos de caixas sendo movidas e portas sendo abertas, isso tornava a situação cada vez mais tensa, até que ele colocou os pés para fora do laboratório, e em suas mãos uma caixa. Eu não conseguia descrever minha euforia, eu estava louco para pôr as mãos no meus novos equipamentos. Ele atravessou o portão principal e veio de encontro a mim com uma sensação de dever cumprido. Ele somente fez uma ressalva:

- Não tinha exatamente um inicial tradicional de um treinador. Eu só posso te garantir que ele é do tipo grama e apenas. é completamente aleatório. - Com as mãos na bolso do jaleco.

Se ao menos pestanejar, eu disse:

- Não tenho como te agradecer por isso. Independente de qual pokemon esteja aqui, sou grato por sua ajuda. - Segurando as caixas entre um dos braços cruzados e na mão do outro braço a pokebola.

Guardei o que recebi na mochila, coloquei a pokebola no bolso e parti com uma despedida ao homem. Andei com a bicicleta até a casa determinada pela minha mãe do real proprietário da mesma, deixei a mesma lá e retornei ao centro da cidade a pé. Eu já tinha mais nenhum repel, então agora eu só possuía a mim mesmo e ao meu novo companheiro desconhecido para atravessar o continente nessa nova primavera.
avatar
Yuichi
Monotrainer - Grass
Monotrainer - Grass

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Primeira Estação

Mensagem por Nerkon em Ter 19 Maio - 21:05

Inicial entregue, pode prosseguir.
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum