Ficha - Jonas Sanscriputto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha - Jonas Sanscriputto

Mensagem por Castanholas em Qui Jul 16 2015, 17:42


Jonas Sanscriputto


Nascimento: 2000-05-03 - Pewter City

Carreira: Treinador

Idade: 14

Altura: 1,64 m

Peso:  
66 kg
Descrição física:  Jonas é um jovem rapaz de pele cor clara, puxada para o moreno, sua altura é mediana, e seu peso está normal, apesar de ele ter um começo de volume no abdômen. Ele tem bochechas "magras", levemente para dentro, com algumas espinhas no rosto oleoso - apesar da maioria localizada na testa ser coberta por seus cabelos negros. Seus olhos, marcados por olheiras aparentes, são de uma cor  avelã. Suas mãos tem calos, e ele tem um tique de tosse graças a fumaça de sua casa
  Ele não tem muita preferência pelo que vestir, geralmente usa sua camisa gasta (com a estampa de um Rhyhorn rugindo manchado de café) e sua calça jeans. Nas costas, carrega uma mochila bege com alguns livros de sua mãe e um pouco de comida.


Personalidade:  É um menino esperto, por crescer lendo livros  e anotações, apesar de nunca ter estudado em uma escola. Também é o tipo de pessoa extrovertida, que fala com tudo e todos, fazendo comentários em todo tipo de situação (é, na maioria das vezes, feliz, por assim dizer).
 Ele tem uma grande paciência - mas quando se aborrece fica muito irritado- e não é muito impulsivo, analiza bem uma situação e só age  quando realmente for necessário. Se nota que ele tem um desleixo com suas coisas, por conta de sua preguiça, e se apega facilmente a algo, seja pessoa ou objeto. Anseia pelo conhecimento, seja ele qual for, tal motivo de sair para uma jornada


Biografia:  O menino nasceu em uma casa simples repleta de vasos, esculturas e pratos; a humilde olaria da família Sanscriputto, em Pewter. A família -Mirlo, pai do menino, e Héfita, mãe dele, que se esforçavam ao máximo para continuar o negócio -  dependiam da venda de seus produtos para viver, coisa que não dava muito lucro.
Enquanto o pequeno Jonas ainda tinha três anos, Héfita ficara muito doente, pela produção desenfreada na olaria. (também acharam que, por não poder exercer seu sonho - Há muito tempo, antes de se casar com Mirlo, ela era escritora - contribuíra também) e com esse adoecimento, Mirlo já não conseguia sustentar a olaria sozinho, e o desespero tomou conta dele.
 Para pagar a conta do hospital onde sua esposa se encontrava e sustentar o pequeno Jonas, o oleiro decidiu acabar com a olaria e arranjar outro emprego. Então os dois partiram rumo à Celadon, em uma viagem que levou, mais ou menos, umas duas semanas. Mirlo conseguiu uma vaga no departamento de Celadon, e também alugar uma casa - melhor, inclusive, que sua antiga - na cidade, para ele e seu filho. Assim os anos se passaram, e em toda a oportunidade que aparecia eles visitavam Héfita.
 Quando Jonas tinha 7 anos, infelizmente, sua mãe veio a falecer por uma falha grave no pulmão. Por vários meses a palavra felicidade era desconhecidade pelo menino e seu pai naquele lar; até um dia em que o rapaz, saindo para dar uma caminhada pelas ruas comprar o pão atinal, achara uma rocha em formato estranho, então observou mais atentamente e percebeu que não era uma rocha, era um Geodude, com sua cabeça um tanto amassada, e uma corda amarrada em seu rochoso braço direito. Parecia ter sido abandonado ali - por quem, não se sabe. Quis cuidar dele, então tirou a corda e o segurou, mas logo desistiu de o segurar (''por isso a corda'') e o levou para casa o puxando, esquecendo do pão que ia comprar. Em casa, mesmo relutante, seu pai permitiu a permanência do pokémon na casa, porque sabia que o filho precisava de uma distração.
  Pouco a pouco, o Geodude - agora nomeado Goles, por Jonas - foi se  familiarizando com os dois, fazendo-os aos poucos lidar melhor com a morte de Héfita. Nesse período de tempo, Mirlo já havia juntado dinheiro suficiente, então abandonou seu emprego e abriu uma segunda Olaria Sanscriputto, agora mais moderna (com equipamentos de modelagem em torno e tudo mais) e com alguns empregados, dentre eles Goles, que também ajudava na modelagem e no forno, com seus braços ágeis.
 O tempo passou, e com quatorze anos, Jonas já havia crescido e amadurecido bastante. Sentia que já era hora de sair para conhecer o mundo, aquele seu mundo em Celadon era pequeno demais. Ele alimentava um desejo de conhecimento sobre os pokémons desde que encontrara Goles, então arrumou sua mochila com vários suprimentos para viagem. Seu pai reconheceu, mesmo com lágrimas amarguradas, que ele precisava fazer como os jovens da nova era, e despediu-se dele com um longo abraço. Uma semana depois (seu pai pedira um tempinho a mais) , ele e Goles estavam lá, preparados para desbravar o novo mundo, tendo como ponto de partida Celadon.



avatar
Castanholas
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha - Jonas Sanscriputto

Mensagem por -Ord em Qui Jul 16 2015, 20:48

Olá, estarei avaliando sua ficha.

Muito bem, a partir de agora ela se encontra aprovada. Siga as instruções abaixo:

- Crie uma box e espere um moderador completá-la;

- Crie uma storage e espere um moderador fechá-la; (passo opcional)

- Crie seu tópico inicial em "Começo de Jornada" para pegar seus itens iniciais.

Qualquer dúvida nossa equipe estará a disposição.

Boa sorte.

PS: Cheque minha MP.
avatar
-Ord
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum