Rote 121 - Todos contra o tempo

Página 10 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12  Seguinte

Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Seg Out 12 2015, 14:16


Aquela sala começava a me assustar e eu queria logo ir embora dali. A decoração não tinha nada demais, mas aquela sala sim. Estava ouvindo alguma coisa, mas não sabia o que era. Mas sabia que estava perto.

- T-tem alguém ai?

Olhei para Pignite esperando uma resposta como se ele já tivesse farejado o visitante.

Então escutei sons altos demais e gritei com Hércules. Mr. Pig estava rindo de nós e logo vejo porque. Era a pessoa presente na sala. Me acalmei e sorri para ele.

- É bom te ver também.. Eu estou perdido. Você não estava no andar de cima? Enfim, eu achei coleções enormes de livros como este sobre mitos e contos de fadas. Curiosidades e anomalias em várias regiões diferentes. Ah, e muita bedida... tantas quanto os livros.

Tirei o livro de mitos e entreguei a Daisuke e lembrei das folhas perto da lareira.

- Ah sim, e essas folhas, mas não consegui decifrar... E você encontrou alguma coisa além daquele enigma? Nos não tivemos nenhum sinal do Flying, desculpe.

_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Seg Out 12 2015, 14:48




Rotom estava feliz circulando a equipe de Matthew, vi que tinha um novo Pokémon junto dele, o pequeno Tepig havia evoluído para Pignite, provavelmente durante alguma batalha ou esforço grandioso. Não pude deixar de notar:

- Uou! Seu Pokémon evoluiu, muito legal! - Elogiei. - Estava olhando aquelas armaduras, mas já passei por uma biblioteca e três quartos, além de uma sala de chá...

Enquanto falava, busquei o CD que havia conseguido quando desvendei o mistério do cartão, o mostrei o TM e disse todo feliz, afinal, mesmo tendo um encontro estranho e incrivelmente assustador com um Sableye aquele CD havia sido a recompensa:

- Esse é o TM Taunt, consegui desvendando o código, se quiser pode ensinar a algum monstrinho... - Logo olhei para Hippo que parecia curioso com as armaduras, puxei Matthew até as três armaduras e lhe disse - Isso é muito estranho, foge completamente do padrão desse lugar, vamos ter que mexer nessas armaduras.

Diferente de quando cheguei eu estava mais tranquilo, talvez aquele lugar fosse amaldiçoado, mas naquele momento a única coisa que me passava na cabeça era como aquelas armaduras eram esquisitas.  
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Nerkon em Seg Out 12 2015, 17:59

O reencontro foi tão inesperado que ocupou por completo a atenção dos treinadores, os quais finalmente colocavam alguns assuntos em ordem. À princípio, eles não olharam bem para os arredores, pois Mathew fez questão de mostrar algumas de suas descobertas para o outro adolescente, porém quando se deram conta, ambos perceberam a presença de uma porta metálica na parede ao oeste de onde estavam. Os rapazes encontravam-se entre tal porta e as armaduras medievais, sendo que notaram que cada uma carregava uma espada e, no geral, possuíam aparência bastante realista, sugerindo que eram armaduras verdadeiras. Também tinha um escudo enorme acima da porta, além de um leitor de cartão e teclado numérico no lugar onde ficaria a maçaneta, de maneira similar à porta que Daisuke abriu mais cedo.

Claro, as boas notícias terminaram aí, pois a dupla e seus Pokémon sentiram uma presença forte na sala - mais forte ainda do que a de Sableye ou Banette. Subitamente, as armaduras e esculturas começaram a balançar, mas foi possível perceber que a armadura do meio foi a que mais balançou, até que a espada que "segurava" simplesmente escapou de suas mãos e acertou seu capacete, amassando-o e o jogando para longe. Após o golpe, a tremedeira dos objetos inanimados cessou, mas a espada começou a levitar e "virou-se" para os rapazes, revelando possuir o que parecia ser um olho, além de duas fitas presas à sua guarda mão que ela movimentou como mãos. Como se não bastasse, o escudo que estava preso na parede soltou-se e voou até a espada, que o segurou e mostrou que fazia parte de seu corpo. Era um Pokémon. Um dos piores possíveis, cuja mera presença fazia os ossos dos treinadores e seus Pokémon tremerem, por mais que nem todos ali soubessem que criatura era aquela.

E, claro, estava mais do que óbvia qual era a razão para aquela parte da casa estar em tão bom estado... nenhuma criatura inteligente teria entrado ali por conta própria.


Spoiler:

Off: Pelo menos agora a Calyce não vai ser a única a ter velório. =D


♦ HPs e Status
• Combee: 10/18 ☺
• Heracross: 26/31 ☻ Burned
• Rotom: 52/68 ☺

• Eevee: 29/40 ☺
• Elekid: 50/73 ☺
• Pignite: 50/86 ☺
• Tropius: 10/28 ☺

♦ Mathew - Itens
• Penas de Fletchling x3
• Papéis: A; B.
• Livro - Contos e Mitos populares de Hoenn
• Colar de pérolas.

♦ Daisuke - Itens
• Crucifixo
• Diário - Anabel
• Chaveiro - Chaves A e B
• Chave C
• Cartão azul
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Seg Out 12 2015, 18:54




A alegria de ter reencontrado Matthew foi por água abaixo quando vi a cena que me deixou um tanto chocado, a presença daquele Pokémon era até mais macabra do que a de Sableye, me senti estranho demais, aquela sensação vinha das armaduras. Quando me dei conta a espada já estava flutuando no ar, o capacete fora destruído de uma hora para outra e o escudo acima da porta de ferro recém descoberta foi em direção a espada, que naquele momento se mostrava um fortíssimo Pokémon.

Apontei a Pokédex e descobri do que se tratava o Pokémon, era um tipo metálico e fantasma e se tratava de um ´Pokémon extremamente poderoso:


Aegislash Blade Forme
Girguard Blade Forme



O corpo de Aegislash é composto de uma espada de ouro com a lâmina que aponta para baixo. A extremidade da lâmina é branca e um serrilhada. O seu único olho, que é roxo, fica onde a lâmina se encontra com o punho. Dois braços de pano emergem dos lados do cabo. Ele carrega um escudo ornamentado em pelo menos um de seus braços.


Me senti pequeno diante aquele Pokémon que, mesmo se quisesse, não poderia ir contra ele. Instintivamente peguei a Pokébola de Carbink e lancei em campo, a pequena Diamond me olhou um pouco confusa com a visão daquele Pokémon. Estava assustada! Olhei para Chi e Hippo, eles estavam confusos, pareciam bobos diante daquela figura, mesmo assim, me olharam com compreensão, iriamos encarar o bicho:

- Carbink, erga uma barreira e proteja a todos, use Protect! Logo depois use Reflect e aumente nossa defesa contra os ataques dele. - Comandei Diamond e logo me foquei em Chi e Hippo. - Chi, use Scald duas vezes e Hippo, Yawn seguido de Bite!

Com isso, esperava bota-lo para dormir ao mesmo tempo que tentava usar Scald e tentar deixa-lo queimando, aquele monstro era deverás poderoso e eu sabia que provavelmente nós não sairíamos dali até derrubarmos o Pokémon metálico e encerrar de vez aquela sensação de estarmos sendo esmagados vivos. Me senti pequeno diante daquele monstro, mesmo assim eu tinha total certeza que aquilo seria um massacre. Tentei me focar e ignorar a tremedeira e o coração acelerado.

avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Seg Out 12 2015, 21:47


Engolia em seco. O que era aquilo? As coisas aconteciam tão rápidas que eu sentia o mundo dando voltas sem mim. Escutei as informações da Dex de Dai e então olhei melhor ao redor. Suspirei pesado e olhei para baixo, falando baixinho:

- ... É claro. Hércules, Mr. Pig. Lembra quando disse a vocês que eu realmente me assustaria se visse uma parte desta casa que não estivesse destruída. Olhem bem. Este comodo se encaixa, mas porquê? O que esse guardião esconde?

Agora sim pensava em Marianne. Qual teria sido o destino da pobre menina, que "sozinha", vivia naquela mansidão de casa.

- Dai, manda o Rotom possuir o sistema da porta. Se ele não fizer isso, Elekid arrombará as portas com uma boa explosão.

Meu olhar de determinação não visava outra coisa de não passar pelo guarda e entrar como um fantasma. Sacando a esfera de Feraligatr e tocando no ombro de Pignite encarava o Steel.

- Trabalhem juntos. Flame Charge e Crunch. Quero sincronia com nossos aliados. Fera, divida um novo Crunch com o Bite de Hippo. Pignite, não tenha pena, ele não terá de você. Continue com Flame Charge.

Ainda esperava uma resposta de Daisuke e Elekid só esperava minhas ordens. Apenas de brincalhão ele parecia preocupado com Pignite. Tinha acabado de sair de uma luta e entrado em outro possivelmente mais violenta. Pensei melhor e lancei o pequeno Eros pedindo que agisse com Helping Hand em Pignite e em seguida distrair o guarda com Baby-Doll Eyes.

Não queria que aquilo se estendesse. Não queria, mas desta vez ficaria atento caso ouvisse vozes.

_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Seg Out 12 2015, 22:01





Como sempre Matthew era o que pensava com mais calma, eu não estava nem ligando para a porta enquanto ele já pensava em como destruí-la. Pensei bem e percebi que talvez a chave para tudo aquilo fosse aquela porta, segurei firme na alça da mochila e olhei para Rotom, o pequeno estava parado me olhando com confusão e como se perguntasse "eu terei mesmo que invadir esse sistema?"

- Rotom, você vai ter que invadir esse sistema, peço desculpas, mas é o jeito.

Vi o desgosto do fantasma em fazer aquilo, logo vejo o fogão ao meu lado todo destruído e Rotom passando direto por todos e indo diretamente ao sistema elétrico daquela porta, pronto para desvendar o segredo e abri-la. Fiquei bastante preocupado com meu Pokémon, mas logo meus olhos voltaram a batalha, tremi um pouco diante daquele Pokémon que provavelmente seria o maior desafio de toda a minha jornada.
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Nerkon em Ter Out 13 2015, 05:28

Com o início da batalha, os Pokémon de Daisuke e Mathew inicialmente hesitaram para agir, pois o maior temor de todo o grupo era que Aegislash os surpreendesse com algum ataque, porém a maior parte do medo se esvaiu quando Carbink pôs sua barreira em campo, protegendo toda a equipe dos treinadores.

Entretanto, o fantasma era esperto, sem contar que se dessa vez havia alguma voz, ela definitivamente não pretendia ser ouvida pelos rapazes ou seus parceiros. Aegislash ergueu o escudo para a frente e criou uma barreira poderosa com uma das técnicas defensivas mais potentes de todo o mundo Pokémon: King's shield. Não só era uma barreira tão forte quanto o Protect, como também prejudicava todos aqueles que entrassem em contato com ela.

Sem entender o que aquele movimento significava, os Pokémon dos treinadores continuaram com seus ataques. Eevee usou Helping Hand em Pignite, que cobriu o próprio corpo com fogo antes de correr na direção da barreira do fantasma, porém após atingi-la tudo que ele conseguiu foi ser lançado para trás pelo próprio impulso. Coisa similar se repetiu com Feraligatr, que machucou a gengiva ao tentar quebrar o King's shield com seus dentes. Ambos tiveram seus ataques físicos consideravelmente enfraquecidos. O Scald de Wartortle também não fez nem mesmo um arranhão naquela barreira, porém ao menos a tartaruga não sofreu o tipo de efeito que seus aliados. Já Hippopotas conseguiu usar seu Yawn com sucesso, deixando seu adversário sonolento.

Na próxima rodada, Aegislash voltou a usar King's Shield, erguendo uma nova barreira que restaurou qualquer dano sofrido pela anterior. O resultado foi que mais uma vez Feraligatr e Pignite caíram na palma da mão de Aegislash, o qual acabou por destruir o poder ofensivo de ambos em apenas dois turnos. Scald também não funcionou, porém ao menos o olhar feito por Eevee com seu Baby doll eyes foi algo que afetou a espada possuída. Por fim, Reflect foi posto em campo por Carbink, embora fosse difícil deduzir quanto aquilo ajudaria a equipe dos treinadores. Por último, o Bite usado por Hippopotas apenas machucar a mandíbula do Pokémon, que também teve seu Attack reduzido.

Por sorte, Aegislash caiu no sono graças ao Yawn, contudo tal notícia boa foi imediatamente anulada quando o Pokémon absorveu uma espécie de energia. Talvez fosse algum item, mas a dupla de rapazes não sabia o que havia sido aquilo e teriam de descobrir por conta própria. Como se tudo aquilo não bastasse, Rotom estava com dificuldades para abrir o sistema da porta, enquanto a areia que saía do corpo de Hippopotas havia causado uma pequena tempestade dentro daquele lugar, ferindo todos os Pokémon em campo com a exceção de Carbink, Hippopotas e Aegislash!

Aegislash:
Normal.
Stance Change:
Shield Forme

lv 50 Aegislash


110/110

lv 41 Feraligatr


114/121
lv 27 Pignite


81/86
lv 14 Eevee


38/40
lv 30 Carbink


70/70
lv 30 Wartortle


71/76
lv 30 Wartortle


81/81
Torrent - Feraligatr:
Normal
Blaze - Pignite:
Normal
Adaptibility - Eevee:
Normal
Torrent - Wartortle:
Normal
Sturdy - Carbink:
Normal
Sand Stream - Hippopotas:
Ativado
Feraligatr:
Sandstorm (-7 HP); -4 Attack.
Pignite:
Sandstorm (-5 HP); -4 Attack.
Eevee:
Sandstorm (-2 HP)
Carbink:
Normal
Wartortle:
Sandstorm (-5 HP)
Hippopotas:
-2 Attack.

Campo: Sala de artes numa mansão. Possui formato de C, sendo que a luta ocorre na parte central da sala. Existe uma porta no lado oeste e um trio de armaduras logo à frente da porta. Não existem janelas e a sala está bem preservada. Quadros adornam as paredes e existem algumas esculturas mais distantes da área do confronto. Sandstorm em efeito graças à presença de Hippopotas. Reflect protege a equipe de Daisuke e Mathew. (5/5)



Spoiler:

Off: Essa batalha foi escrota pra montar, se tiver erro no code/narração avisem. De um jeito ou de outro, vou ter que descontar em vocês por esse trabalho que acabei de ter. -q


♦ HPs e Status
• Combee: 10/18 ☺
• Heracross: 26/31 ☻ Burned
• Rotom: 52/68 ☺

• Eevee: 29/40 ☺
• Elekid: 50/73 ☺
• Pignite: 50/86 ☺
• Tropius: 10/28 ☺

♦ Mathew - Itens
• Penas de Fletchling x3
• Papéis: A; B.
• Livro - Contos e Mitos populares de Hoenn
• Colar de pérolas.

♦ Daisuke - Itens
• Crucifixo
• Diário - Anabel
• Chaveiro - Chaves A e B
• Chave C
• Cartão azul
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Ter Out 13 2015, 12:05


Não pude crer no que via. Fera... foi barrado pela primeira vez desde que saímos em jornada. Seu ataque físico seria inútil...

- MAS QUE DROGA DE ESCUDO É ESSE? Amigão, depois te chamo. -retornei-o - Hércules, conto com você! Thunder Wave. Eros, Helping Hand em Wartotle! Pignite, Defese Curl! Eros, fique atrás dos outros e dê suporte com Helping Hand para Elekid. É agora, ELECTRO BALL! Pignite continue com Defese Curl... Proteja Elekid. Elekid... Proteja Pignite. Vocês são uma E-QUI-PE!

Disse com veemência. Olhei para Dai e disse também: Seu ataque especial mais forte! Então para o lado oposto à batalha chamei novamente meu Water:

- Fera, vai para o corredor e quero que use Surf até ficar perfeito! Destrua aquela parte da casa se for preciso. Eu preciso de você comigo, ok?

O grandão entendia o que eu queria dizer. Nossa relação era baseada totalmente na amizade. Ele era o exemplo master de laço entre Pokémon e Treinador dentro de minha equipe. Todos se inspiravam nisso e queriam conquistar esse tipo de relação.

Agora era só respirar e seguir com o plano.

_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Ter Out 13 2015, 12:36




Fomos surpreendidos, Aegislash se mostrava um Pokémon extremamente poderoso, me senti diminuto com aquela proteção usada pelo metálico, todo e qualquer ataque utilizado por nossos Pokémon foram anulados pelo imenso poder defensivo do fantasma. Infelizmente não tinhamos nada que pudesse atravessar o escudo, contudo os golpes de status ainda conseguiram o efeito.

O mais estranho de tudo aquilo era o fato de misteriosamente o sono do metálico acabar, era estranho demais. Não tinha como saber logo de cara, por isso pensei em insistir em Yawn. Aquela proteção.... Todos se machucaram com os ataques utilizados, fiquei me sentindo mal por eles, mas ainda assim eu não iria desistir.

- CHI! SCALD DUAS VEZES. - Gritei o mais alto que pude. - Hippo, utilize Yawn novamente, quero testar esse ataque novamente, depois use Bite, mas tome cuidado com aquela proteção, se ele usar não ataque, ok? Me foquei em Carbink e lhe disse. - Diamond, use Protect se prever algum ataque! Caso contrário use Hidden Power sempre que possível.

Chamei em campo Combee, ela iria nos ajudar distraindo o metálico:

- Combee, use Sweet Scent duas vezes e distraía ele. CONTO COM TODOS VOCÊS!!!

Aquela disputa não seria fácil, mesmo assim tentaria vencer aquele desafio...
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Artie em Sab Out 17 2015, 19:39

off:
Visto que Nerkon ainda não deu sinal de vida, vou prosseguir com a batalha de vocês. Se ele não voltar até a batalha terminar, libero vocês da rota para retornarem depois.
Porém, caso ele volte antes disso, ele retoma a rota e decide o destino de vocês. lol


A clara superioridade daquele Aegislash diante dos pokémons de ambos os treinadores fez com que eles sentissem uma clara insegurança com aquela batalha. Matthew foi o primeiro a tomar uma atitude, convocando seu Feraligatr de volta e chamando Elekid em seu lugar. Daisuke também decidiu envolver outro pokémon no confronto: convocou sua Combee com o simples objetivo de tirar a concentração do adversário.

Logo os sete pokémons que ficaram em campo começaram a agir em conjunto para tentar deter o grandioso Aegislash, que apenas observava todas as movimentações enquanto ficava protegido calmamente por trás de seu grande escudo. Eevee usava seu Helping Hand para fortalecer o ataque de Wartortle, que logo disparou uma forte rajada de água fervente no pokémon espada, causando-lhe um pouco de dor, visto que seu olho arregalou ao receber o golpe. O hidden power de Carbink também provocou alguns danos, mas foram leves.

Enquanto isso, Combee espalhava seu aroma doce, mas Aegislash parecia indiferente. Apenas ficava parado com seu grande escudo recebendo os golpes. Isso deixou os demais pokémons seguros para usarem suas táticas defensivas: Pignite enrolou em torno de seu próprio corpo e aumentou sua defesa, Hippopotas bocejou para o adversário, deixando-o com sono e Elekid lançou uma faísca elétrica nele, deixando-o paralisado. Quando todos enfim terminaram de atacar, eis que o grandioso pokémon agiu: retirou o escudo de sua frente e, revelando sua lâmina brilhante, deslocou até o pequeno Eevee e, com um forte corte, levou-o ao nocaute na hora. (Sacred Sword)

Aquilo deixou todos chocados. A força daquele monstro era descomunal. Mas agora sua forma original estava exposta, ficando vulnerável aos ataques adversários, certo? Errado! Logo após o nocaute de Eevee, o Aegislash retornou para a traseira de seu escudo, utilizando mais um King's Shield, fazendo com que Scald e Electro Ball não causassem danos e que o pequeno Hippopotas tivesse seu Attack reduzido mais uma vez.

Enquanto a batalha acontecia, Feraligatr treinava seu Surf no corredor. Parecia tenso em dominar a técnica rápido o suficiente e isso claramente atrapalhava um pouco seu desempenho. E Rotom não tinha o menor sucesso em invadir o sistema daquela porta. Ele entrava e saía da mesma diversas vezes e começava a demonstrar uma expressão de cansaço.

Por fim, o grande Aegislash acabou caindo no sono por alguns instantes e todos os pokémons que não eram dos tipos Rock, Steel e Ground foram danificados pela Sandstorm que surgiu devido a habilidade de Hippo.

Aegislash:
Paralyzed
Asleep

Stance Change:
Shield Forme

lv 50 Aegislash


98/110


lv 33 Elekid


46/73
lv 27 Pignite


40/86
lv 14 Eevee


00/40
lv 30 Carbink


70/70
lv 30 Wartortle


66/76
lv 30 Hippo


81/81
lv 5 Combee


09/18
Static - Elekid:
Normal
Blaze - Pignite:
Normal
Adaptibility - Eevee:
Normal
Torrent - Wartortle:
Normal
Sturdy - Carbink:
Normal
Sand Stream - Hippopotas:
Ativado
Honey Gather - Combee:
Normal
Elekid:
Sandstorm (-5 HP); -2 Attack.
Pignite:
Sandstorm (-5 HP); -4 Attack, +2 Defense.
Eevee:
Nocauteado
Carbink:
Normal
Wartortle:
Sandstorm (-5 HP)
Hippopotas:
-4 Attack.
Combee:
Sandstorm (-1 HP)

Campo: Sala de artes numa mansão. Possui formato de C, sendo que a luta ocorre na parte central da sala. Existe uma porta no lado oeste e um trio de armaduras logo à frente da porta. Não existem janelas e a sala está bem preservada. Quadros adornam as paredes e existem algumas esculturas mais distantes da área do confronto. Sandstorm em efeito graças à presença de Hippopotas. Reflect protege a equipe de Daisuke e Mathew. (3/5)



Spoiler:

Off: Corrigindo o HP do Pignite, visto que ele tava com 50 de HP antes da batalha começar. Mesmo motivo que Elekid e Combee não estão com vitalidade máxima.

♦ HPs e Status
• Heracross: 26/31 ☻ Burned

• Tropius: 10/28 ☺

♦ Mathew - Itens
• Penas de Fletchling x3
• Papéis: A; B.
• Livro - Contos e Mitos populares de Hoenn
• Colar de pérolas.

♦ Daisuke - Itens
• Crucifixo
• Diário - Anabel
• Chaveiro - Chaves A e B
• Chave C
• Cartão azul

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Sab Out 17 2015, 20:41


- EROS! - meu coração quase parou ao ver aquele movimento sendo usado para o mal. Quero segurar meu Normal no colo, dizer que tudo ia ficar bem e que em breve estaríamos rindo, mas eu não suportaria e provavelmente choraria. Retornei-o para sua esfera e olhei para trás. Fera ainda não estava pronto. Pignite não aguentaria por muito mais tempo e Dai igualmente. - HÉRCULEEEEEEES!

Chamava pelo nome dado ao Elétrico. Ele tinha que saber o que aquilo significava. Não era a hora que eu queria, não era o momento que eu esperava, mas era onde precisava. Ele tinha que ser... Forte!

- Pignite, aproveite o sono do Steel e avance com Flame Charge! Se ele ainda dormir, continue com Flame Charge, caso contrário use Defese Curl! Hércules, me encha de orgulho e acabe com ele! Quantos Electro Ball conseguir!

"Fera... Onde está vocês? Vamos... Eles precisam da sua ajuda..." - clamava em pensamento.

Aonde aquilo iria nos levar?

off:
Tentamos tardar o inevitável.
Elekid is evolving for...

_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Sab Out 17 2015, 21:27

Off:
Vlw Artie, logo nós te deixamos em paz.



Mesmo quando tudo parecia ir de mal a pior, as coisas pareciam se resolver naturalmente, como eu imaginava aquilo não era mágica, deveria ser justamente alguma berrie ou item que me era desconhecido. Tentei me controlar, minhas mãos ainda suavam, estava ansioso, queria acabar logo com aquilo e sair dali o mais rápido possível, queria ver Mimi, falar o quanto eu senti sua falta e dizer que eu a amava... Antes "daquilo" acontecer.

Como sempre eu me pedia durante a batalha, algo era certo ali, eu queria mesmo ver a reação da garota, porém, para isso, uma coisa eu tinha que levar em consideração, eu nunca poderia revelar meus sentimentos se estivesse morto, por isso me foquei. Cerrei os olhos, vi o desespero de Matthew em forçar a evolução de seu Pokémon, me senti um lixo em não poder ajuda-lo, ele não queria fazer isso, mas era necessário.

- Hippo, ataque com dois Bite e, caso ele acorde, use Yawn. - Ditei para Hippo. - Carbink, você vai atacar com dois Hidden Power, não se preocupe muito, não daremos muitos danos, mas já ajuda. E, Chi, se concentre e utilize Scald duas vezes, com sorte ele vai ficar queimado! Combee, continue com um duplo Gust!- Disse para os que batalhavam e, por fim, falei para Rotom descansar. - Rotom, hora de descansar, vamos deixar isso para depois ok? Observe a batalha, se algo der errado é a sua hora de intervir, mas, por enquanto, vamos nos manter afastados.

Eu não sabia como aquilo iria continuar, Aegislash era de longe meu pior inimigo e eu não poderia cair diante dele. Era a provação, depois de vence-lo, eu saberia que nada iria me abalar, tinha total confiança em mim e nos meus monstrinhos!
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Nerkon em Ter Out 20 2015, 08:29

Nem mesmo a superioridade numérica enorme - de seis contra apenas um - parecia deixar os treinadores com a vantagem. No fundo os rapazes simplesmente sentiam que caso o Pokémon de tipo Ghost despertasse, eles perderiam mais de seus Pokémon para os ataques monstruosos de Aegislash, o que serviu de motivação para que eles aproveitassem o tempo durante o qual o fortíssimo adversário estava dormindo.

Para piorar a situação, Feraligatr parecia estar se atrapalhando devido ao nervosismo e a água já estava começando a entrar naquela sala... não demoraria até que os ataques de Electabuzz se tornassem perigosos para seus aliados, portanto era necessário tomar cuidado com qualquer tipo de eletricidade criada com o Pokémon, pois em alguns segundos a água de Feraligatr iria deixar todo o piso molhado.

De volta à batalha, Aegislash permaneceu adormecido, porém - para a infelicidade de todos os outros presentes ali - estava em sua forma defensiva, com o escudo erguido e pronto para resistir a qualquer ataque que recebesse. Elekid, o mais veloz Pokémon em campo, estava furioso. Seus ataques até então haviam sido inúteis e seu treinador apenas transmitia nervosismo e ânsia para o pequeno Pokémon, o qual, assim como seu mestre, acreditava precisar ser mais forte. Seus braços, embora fortes para um bebê, haviam se tornado inúteis perante um adversário completamente evoluído e, mais do que nunca, o pequeno Elekid reconheceu que sua força atual não bastava. Era preciso mais.

Com todo o turbilhão de sentimentos diferentes e atmosfera assustadora que predominava naquela sala, Elekid surpreendeu quando começou a brilhar. A eletricidade de seu corpo transbordava de maneira perigosa, com faíscas indo até o teto e aumentando em tamanho em intesidade, ao mesmo tempo em que as antenas do Pokémon acumulavam uma quantidade enorme de energia. Não era um ataque, mas sim outro fenômeno: O mesmo que seu rival, Tepig, havia sofrido minutos atrás. Pouco a pouco o corpo do elétrico cresceu, com seus braços se tornando mais longos e definidos por músculos fortes, além de dedos similares aos de um humano, enquanto suas pernas também se tornaram maiores - mas não tanto quanto os membros superiores - e adquiriram garras afiadas. Mais visível foi a separação da cabeça e do tórax do Pokémon, antes inexistente, e o surgimento de um pescoço, acompanhado pelo crescimenot de uma longa cauda similar à de um macaco. Seus longos chifres ou antenas foram substituídos por antenas pequenas, mas que geravam bem mais eletricidade que antes. Por fim, as listras negras possuídas pelo Pokémon se tornaram mais escuras e preencheram maior parte do corpo do recém-evoluído Electabuzz. Apesar do processo relativamente demorado, ele estava pronto para lutar - assim como seus aliados, os quais deixaram de prestar atenção no fenômeno assim que o elétrico avançou na direção de Aegislash.

Com velocidade e poder de ataque muito maiores, Electabuzz não poupou energia e ergueu os braços para criar uma enorme esfera de eletricidade, a qual ele lançou na direção de seu alvo como faria com uma bola de baseball. Com a diferença de velocidade entre o monstro elétrico e a espada, o ataque adquiriu grande potência e acertou Aegislash em cheio. O dano, para a surpresa de todos, foi o bastante para ficarem visíveis alguns machucados no escudo do Pokémon. Em seguida foi a vez de Pignite, que envolveu o corpo em chamas e avançou contra o escudo, porém ao contrário de seu parceiro, o ataque de fogo mal causou danos, mesmo sendo - em teoria - efetivo contra um tipo Steel como aquele! Tal cenário se repetiu também com a mordida desferida por Hippopotas, que causou dano similarmente mínimo, e com o Hidden Power de Carbink, que praticamente nem afetou seu alvo. Já o Scald usado por Wartortle serviu para causar ferimentos maiores, mas ainda não significantes, e ainda teve o lado negativo de molhar ainda mais aquele lugar, enquanto a rajada de vento de Combee era tão fraca e insignificante que não pareceu causar dano algum, desanimando a Pokémon inseto.

Tais ataques se repetiram, com Electabuzz executando outro poderoso Electro Ball - que por sorte não matou Daisuke ou Mathew, considerando-se a água gerada por Feraligatr e Wartortle - que causou danos consideráveis no Pokémon de Kalos, seguido por ataques mais fracos que também causaram algum dano, mas não tanto quanto o esperado. Por sorte, Aegislash não chegou a acordar em nenhum momento daquela rodada, mas todos ali estavam cientes de que não demoraria até ele voltar a atacar - além de que, mesmo com todos o dano sofrido, ele ainda estava em condição boa o bastante para lutar por mais algum tempo. Por fim, a água já estava inundando boa parte do quarto, o que tornava difícil para Electabuzz atacar tão livremente quanto antes.

Aegislash:
Paralyzed
Asleep

Stance Change:
Shield Forme

lv 50 Aegislash


38/110


lv 33 Electabuzz


49/86
lv 27 Pignite


35/86
lv 14 Eevee


00/40
lv 30 Carbink


70/70
lv 30 Wartortle


61/76
lv 30 Hippopotas


81/81
lv 5 Combee


08/18
Static - Electabuzz:
Normal
Blaze - Pignite:
Normal
Adaptibility - Eevee:
Normal
Torrent - Wartortle:
Normal
Sturdy - Carbink:
Normal
Sand Stream - Hippopotas:
Ativado
Honey Gather - Combee:
Normal
Electabuzz:
Sandstorm (-5 HP); -2 Attack.
Pignite:
Sandstorm (-5 HP); -4 Attack, +2 Defense.
Eevee:
Nocauteado
Carbink:
Normal
Wartortle:
Sandstorm (-5 HP)
Hippopotas:
-4 Attack.
Combee:
Sandstorm (-1 HP)

Campo: Sala de artes numa mansão. Possui formato de C, sendo que a luta ocorre na parte central da sala. Existe uma porta no lado oeste e um trio de armaduras logo à frente da porta. Não existem janelas e a sala está bem preservada. Quadros adornam as paredes e existem algumas esculturas mais distantes da área do confronto. Sandstorm em efeito graças à presença de Hippopotas. Reflect protege a equipe de Daisuke e Mathew. [1/5]


Spoiler:

Off: Perdão pela demora pra ressurgir e tal. Agora estou reassumindo e já deixo avisado que mantive a porcentagem do HP do Elekid (63%) na mesma após evoluir. HP do Electabuzz se tornou 54 por conta disso.

E sim, eu considero o nível enorme do Aegislash comparado ao de vocês na hora de calcular o dano.


♦ Mathew - Itens
• Penas de Fletchling x3
• Papéis: A; B.
• Livro - Contos e Mitos populares de Hoenn
• Colar de pérolas.

♦ Daisuke - Itens
• Crucifixo
• Diário - Anabel
• Chaveiro - Chaves A e B
• Chave C
• Cartão azul
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Ter Out 20 2015, 11:32





Sim, as coisas estavam melhorando, por mais incrível que pareça o Elekid de Matthew evoluía e se mostrava um forte oponente, conseguindo fazer o que nenhum dos outros Pokémon estava fazendo, provocando danos realmente grandes no grande adversário. Cheguei a rir com aquela grande ironia do destino, parecia que nossos grandes Pokémon eram do tipo elétrico.

A água do treinamento de Fera estava começando a invadir a sala, o primeiro Electro Ball fora preocupante, o golpe era realmente poderoso e quase fritamos quando ele foi lançado. Os outros Pokémon até que tentaram fazer algo, porém nenhum era tão poderoso quanto Elektabuzz ali, apenas Chi, que usava Scald e acabava dando mais dano do que o esperado, contudo acabava molhando mais ainda o piso.

Por muita, mas muita sorte mesmo conseguimos sair vivos do segundo ataque desferido pelo grande elétrico de Matthew! Tentei me manter calmo, mesmo tremendo, então gritei para todos recuarem, menos Hippo que era imune a qualquer tipo de dano elétrico:

- Combee, Wartortle e Carbink! Recuem!!! Hippo, fique afastado e se perceber que ele vai acordar use yawn novamente, entendido? Carbink, nos proteja usando Protect, não quero morrer desse jeito, então certifique-se de fazer um escudo forte o bastante para nos deixar vivos, entendido? Math, eu confio em você para encerrar de vez essa batalha!

Por dentro eu estava desesperado, mas tinha que me manter firme caso quisesse mostrar aos meus Pokémon que eu confiava neles e em meu amigo!
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Ter Out 20 2015, 13:09


Me sentia estranho vendo aquele ser amarelo evoluir para uma criatura tão grande quanto eu. Meu olhos cansados deixavam escapar algumas gotas, que logo eram repreendidas, forçando a concentração.

Dai logo reunia sua turma ao invés de retornar a maioria e usava Protect de seu Carbink.

- Sobre encima do seu Ground. Essa é sua melhor defesa... - queria que ele não tivesse tanto medo, mas não deveria forçar.

Então eu estava sozinho. E meu amigão estava do outro lado da parede. Eu ouvia o barulho do mar, mas sabia que ele não estava pronto. Ao menos não era perfeito, mas eu precisava dele. ELES precisavam.

- Certo! Mr. Pig, use Defese Curl mais uma vez e fique atento. - respirei fundo olhando para o oponente e ficando atrás do Fire e então - FERAAAA! - gritava com o restante de forças que me restava - Se pode me ouvir, volte e use Crunch no Aegislash o arremessando para o teto. Hércules quero seu melhor Electro Ball depois que Fera o fizer, entendeu? Repitam se for preciso!

Tinha medo do contra ataque, mas era precisa arriscar. Eu confiava que Fera ouviria a minha voz, que viria correndo e que respeitaria meus comandos assim como devia ser. Confiava nas defesas de Pignite e o incitava para usar um novo Defese Curl, pois iríamos precisar. E mais ainda, estava pronto para saltar e pular no pescoço do meu Fire caso sentisse perigo com a eletricidade.

_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 10 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum