Meu primeiro pokemon.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Meu primeiro pokemon.

Mensagem por Sujiro em Qua Out 07 2015, 20:44

Pensamentos de desde a manhã a até agora*

Segunda de manhã e eu não conseguia de jeito nenhum chegar rápido até a escola. Os professores haviam dado me a acunha de pode atrasar mais alguns minutos do que o normal já que Yseul nunca pode me dar nenhum tipo de carona, só que mesmo assim, nao era sempre que eu podia chegar na hora.O professor de educação fisica estava esperando os alunos atrasados na entrada. Qualquer um que passasse do horario era obrigado a dar algumas voltas na quadra. Ele tinha um aviso de não me mandar correr, mas será mesmo que seria assim, tão facil?

Já estava na esquina do colégio quando ví os implicantes pagando coisas aos professores responsaveis pela entrada. Dava para ve-los de longe nas rampas. Gracas a deus meu colégio tem rampas, atualmente nao consigo descer escadas, embora subi-las seja facil.Quando cheguei ao colégio, havia um professor esperando. Eu não sabia o que havia aprontado, mas sabia que estava em problemas.
O professor nao falou comigo no caminho até a diretoria. Odeio ir a diretoria, mas quando um professor acompanha é sempre pior. Parece que ele sabe que quero fugir e esta lá só pra me segurar. E o diretor também não é dos melhores. O nome dele é Ajinomoto e não é nem um bocado justo. E ele também deixa as criancas mais ricas fazerem tudo que quiserem porque seus pais doam coisas a escola. Odeio o diretor.

A sala do diretor é injusta igual a ele. Oval e com janelas largas que o deixam observar o colégio todo. Também odeio a sala dele, mas hoje, ele parecia estar demorando. O que será que aconteceu?

**********************

-Narrador onipresente --

A porta da sala do diretor se abriu atrás de Sujiro, fazendo o garoto que esperava na compahia dos professores, dar um sobressalto. Por ali entraram o diretor Ajinomoto e seu vice assistente, Miojo. Ambos com uma expressão bastante séria.
Eles tomaram seus assentos e encararam o rapaz por alguns segundos, antes de darem um suspiro, seguido de uma pergunta:
-Sujiro- Comecou o diretor com um tom calmo que ele realmente nao parecia acostumado a usar com o menino. - Voce quer contar alguma coisa sobre o que aconteceu com a sua perna?
-Eu cai. - O menino sem olhar para o rosto do diretor.
-Quer contar por que caiu?
-Não.
Neste momento, Sr Miojo ficou irritado e levantou-se da cadeira com agilidade, derrubando ela e mais algumas coisas que estavam em suas mãos. O Sr Miojo era o braco direito e capanga do diretor. Ele inspirava medo em qualquer aluno e com Sujiro não era diferente.
-Voce caiu? - Comecou o sr Miojo após seu show particular e assustador. Os olhos dele tinham alguma coisa de fora do normal. - Voce caiu, porque estava estragando propriedade escolar! ADMITA! - Gritou dando um tapa na mesa, fazendo todos os presentes darem um pequeno pulo em suas cadeiras. Sujiro ão ousava olhar nos olhos do vice diretor. Covarde, ele continuava suas acusações.
-Já é a segunda vez que você é pêgo tentando destruir a propriedade escolar! Seus colegas de classe contaram que voce jogou lixo nos armários propositalmente. E que tem matado aulas. O que pretende assim? - Dizia o homem, sem parar de falar nem mesmo para respirar enquanto uma veia pulsava no topo de sua cabeca. Lendas locais diziam que antes de trabaljhar na escola, ele havia sido guarda em um presidio, mas que havia sido demitido por pegar muito duro com os prisioneiros. Sujiro não estava gostando do rumo da conversa. Em sua cabeça se aquilo piorasse, ele seria expulso. O garoto soltou um lamurio.
-Eu não fiz de propósito... - Disse sem forcas, numa mistura de tristesa e vergonha. - Eles me perseguiram... - A voz dele estava falhando. Nada, absolutamente nada, podia ser pior que aquilo. Nada, exeto a interrupção de Miojo, que continuava a gritar, aleatorio ao desespero da crianca.
CONTE LOGO O QUE ACONTECEU!

8888888****************pENSAMENtos88888888888888888*****

Não posso falar, nao posso falar...

-Narrador onipresente, invisivel aos presonagens, mas que está na sala-

-Eles me obrigaram- Disparou Sujiro, mais rapido que podia controlar- Eles sempre pegam no meu pé e sempre e batem e sempre me deixam irritado! E eu quebrei a perna fugindo deles, mas nao adiantou nada e eles me bateram do mesmo jeito. - Sujiro então comecou a chorar. Era a primeira vez que encarava o diretor e dizia exatamente o que tinha acontecido. Das outras vezes nao tinha dito nada com tantos detalhes, porque estava quase sempre sendo ameacado. Também foi a primeira vez que conseguiu olhar o rosto do senhor Miojo.
...
***- Pesamento**
Sorriso? ...
...
...
*Narrador onipresente, melhor que as personagens porque sabe tudo******

O senhor Miojo deu um sorriso para o rapazinho. Era a primeira vez que a veia de sua testa nao estava a mostra. Talvez fosse a primeira vez em sua vida que a veia de sua cabeca tinha sumido completamente. (Ainda aparecia um pouco). Ele nao parecia tão irritado. Ou melhor, ele parecia finalmente uma pessoa normal quando irritada. Talvez em alguns muitos anos, ele pudesse ser uma pessoa normal comum e em alguns milhares de anos ele pudesse sorrir. Talvez.

-É verdade, Sujiro? - O senhor Miojo não estava mais falando. Talvez ele nao conseguisse falar sem gritar. A voz vinha do diretor Ajinomoto. Esse não gritava, nao assustava, nao fazia nada. Os alunos nao sabiam bem qual era sua funcao na escola, além de deixar os garotos ricos fazerem o que quiserem. Ele continuou. -Sujiro, voce está aqui desde o jardim de infancia e nunca foi um mal aluno. Mas parece ter problemas com alguns encrenqueiros. Mesmo assim, nao posso deixar que seus problemas saiam de meu escritorio. Nao quero uma multidão de pais protestando, mas também não posso deixa-lo a merce dos garotos... - O Diretor Ajinomoto era um comprado. Qualquer dinheiro comprava ele e basicamente, ele havia acabado de dizer que "Sujiro, como você é pobre pra caramba e seu irmão um barraqueiro, eu nao quero que ele venha até o colégio, além disso, ele nao vai te defender mesmo e eu nao tenho tempo pra ter reuniões com os pais dos alunos ricos. Mas se voce morrer ou for pro hospital de novo minha escola vai sair na tv e eu serei demitido, então vou fazer alguma coisa pra continuar ignorando a sua existencia pateticao maximo que eu conseguir!"
-Então Sujiro... Toma pra voce. - Finalizou o diretor, colocando uma pokebola nas mãos do garoto, que ainda chorava sem entender. - Vou te dar permissão especial para traze lo a escola. Assim poderá se defender dos outros meninos. - Disse, dando as costas e então deixando que o garoto saisse. Na sala anexa, Sujiro conseguiu abrir e olhar o que tinha lá dentro. Um bulbassauro.

-Agora pelo menos, posso assustar alguém- pensou Sujiro enquanto se encaminhava para a sala de aulas.

Sujiro
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu primeiro pokemon.

Mensagem por Nerkon em Qui Out 08 2015, 23:47

Inicial entregue, prossiga.

Coloque links para Ficha, box e storage no seu perfil. Também tente melhorar a legibilidade de seus posts na próxima vez.
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum