[JDD] Murder House.

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por AllMight em Sex 20 Nov - 20:09

Não fui eu u.U No momento não suspeito de ninguém, então...

Gostaria de tentar tirar uma casquinha da Davina. Q
Dialogar com o Erick, de preferência a sós ( ͡° ͜ʖ ͡°)
Tentar dialogar com alguém.
Comer pra caralho no jantar e etc...


Última edição por Jason em Sex 20 Nov - 20:29, editado 1 vez(es)
avatar
AllMight
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Kaze em Sex 20 Nov - 20:20

Listinha:
- Tentar conversar com alguém.
- Pegar alguns diamantes.
- Tentar dar uns pegas na Davina.
- Se manter calado nos jantares e apenas observar as inimigas.
- Repudir Regina.

Suspeitos: Adryan, não tenho motivo, apenas é o Adryan.
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Noah Agron em Sex 20 Nov - 20:35

Suspeito: Kaze

Interações:
- Seduzir Davina e fazer ela rejeitar todos os outros caras;
- Sensualizar na piscina;
- Cantar uma música ao piano durante o jantar para as falsiane os migo.
avatar
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Yay em Sex 20 Nov - 20:38

Lembretes:

-> Diminuir o tom de voz, ou pelo menos tentar falar de uma forma mais amigável. Deu pra notar geral estranhando/com medo da minha voz... Sério, preciso de uns amigos mais reais... Ugh. Pena que não existe programa de edição pra vida.

-> Catar alguns daqueles diamantes... Não que seja por causa daquele jogo escroto, mas valem uns meses de contas fácil.

-> Gravar cenas interessantes e/ou estranhas.

-> Pessoas para interagir;

- Tyrant. Ele é um soldado... Soldados são maneiros.
- Sajin. Comida também é maneira.
- Erick. Éeh... Não me leve a mal, mas ele também pode ser um cara legal, apesar das primeiras aparências.

Suspeito: Davina. O que mais esperar de uma mulher que se comporta como uma vaca daquelas?

Último lembrete: Gravar possíveis nudes. Qual é... Podem ser ótimas armas psicológicas. Mesmo da Davina, que apesar de perua faz o dinheiro parecer que é linda, mesmo que só por fora dessa casca.
avatar
Yay
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário http://www.smogon.com/forums/members/gustavoyay.202363/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Artie em Sex 20 Nov - 21:16

Listinha de afazeres escreveu:- Ligar para o telefone de Gustavo passando um trote debochando da voz dele
- Encochar Davina no pé do forno enquanto o pão tá assando
- Culpar o Jason porque ele diz fazer direito, mas tá fazendo errado

Sobre o texto, apenas uma coisa me chamou a atenção. Algumas palavras estão em itálico:
- muito
- tão funda
- quem é esse? Eu não conheço ele, ele não é meu amigo. Quem é esse aqui, caras?

Não acho que seja uma pista, mas... Sei lá. q

_________________
Prateleira de prêmios do Tutu ~



avatar
Artie
Administrador
Administrador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Sajin em Sex 20 Nov - 21:49

Coisas a se fazer escreveu:- Interagir com quem interagiu comigo (-q)
- Fazer bolinhos de Mirtilo
- Tentar interagir com a Davina

Bom, tem algumas coisas que me intrigaram no texto, mas nada que me faça de fato acusar alguém já. Enfim, sem suspeitos dessa vez x.x
avatar
Sajin
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Kiaro em Sex 20 Nov - 22:42

Então, adorei o texto, queria meu personagem o mais criança possível.

O que eu queria fazer escreveu:- Usar minhas artimanhas ninjas pra chegar até o telhado e chamar pelo meu falcão. Sim Davina eu tenho um falcão, meu falcão, lide com isso.

- Deixar o meu falcão caçando ratos na mansão porque ela fede a ratos.

- Ver se eu lembrei de trazer a filhote de mamba negra que carregava no pescoço.

- Evitar interagir com esse bando de gente desconhecida

- Fazer piadinhas sobre como eu sou dono da minha fortuna e Davina vive com o luxo de familiares e terceiros.

- Tirar as minhas calças e andar de camisa e cuecas. Pq? Pq sim.

Se eu for o próximo a morrer já sei exatamente quem foi...
avatar
Kiaro
Treinador
Treinador

Alertas :
1 / 101 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Muffine em Sab 21 Nov - 0:12

Considerações Iniciais escreveu:- Post com MUITAS pistas, sendo algumas - quase que a grande maioria - falsas.
- Vocês podem debater a vontade. Não precisa ser só um post. Apontem suspeitas, discutam. Quando se sentirem prontos, votem.
- Gostei das listinhas. Continuem fazendo junto com o post de votação. Tentei aproveitar algumas coisas deles.
- Resolvi deixar o final meio misterioso. Tudo o que vocês precisam pra solucionar está no post, muito escondido, então é só procurar.
- Aproveitem. Dúvidas é só falar comigo.
- NÃO MUDEM OS SETS ATÉ SEGUNDA ORDEM. VOU ARRUMAR UM POST PRA BOTAR SÓ ELES.




Spoiler:
Capítulo 01 - Fade Into Darkness
Nothing To Fear But Fear Itself

Quando as luzes se apagaram, tudo que era bom se foi. As mentes férteis de todos os jovens se enchiam de pensamentos grotescos e horrendos, causando um grande alvoroço. Erick mesmo já estava segurando uma panela de comida em suas mãos. Porém, a luz caíra por alguns segundos. Em instantes depois tudo voltara ao normal – ou quase tudo. No fundo da cozinha era possível ouvir uma risada muito alta. Todos começavam a se encarar, tentando entender o que estava acontecendo. E então, momentos depois, Tyrant aparecia na porta segurando um aparelho semelhante a um telefone em suas mãos.

- Achei essa belezinha no galpão. Ela desliga toda a energia da casa, inclusive a gerada pelos geradores. – Ele gargalhava, batendo na mesa com as mãos de acordo com que a risada fluía. – Vocês deviam ver as suas caras!

Kiaro apenas encarava Tyrant.

- E você viu alguma coisa? Por que até onde eu sei não se enxerga nada no escuro. – O jovem se levantava, empurrando seu prato de comida para a frente. – Estou satisfeito. Uma boa noite para vocês.

Kiaro abandonava a mesa, rumando-se para a rua para pegar algum ar. O jovem era totalmente infantil: sua voz era fina, seu jeito de andar e falar lembrava de uma criança. Quando ficava bravo, seu rosto avermelhava. Porém, ele não era burro, tampouco inocente. Sabia muito bem usar as palavras a seu favor. Bastou aquele leve diálogo para calar Tyrant e o fazer subir para o segundo andar com a cabeça baixa. Era estranho que alguém recém chegado já reconhecia, ainda mais seu quarto.

Todos queriam dizer algo, mas apesar de rápido, o susto pela queda repentina de luz fora o suficiente para calar todos por bons momentos. Todos apenas se olhavam. Alguns arriscavam comer alguma coisa, mas o susto fora tanto que o apetite fora jogado para longe. O único que realmente se fartava era o estudante de direito. Parecia que a comida feita pelos cozinheiros da casa estava realmente muito boa. Gustavo e Kaze se encaravam em alguns momentos, fazendo alguns sinais com as sobrancelhas. Coincidentemente ou não, a dupla saía junto, também rumando para o segundo andar. Logo em seguida se levantavam Erick e Artie, seguindo para o mesmo lugar. Davina, Sajin e Noah se uniam na mesa para conversar. Adryan isolava-se e também seguia para o segundo andar.

- Tyrant não muda nunca. Sempre gordo, chato e fazendo essas brincadeiras sem graça. – Reclamava Davina. Enquanto ela olhava para Sajin, que encontrava-se do outro lado, Noah apertava suas cochas fortemente. – Sajin, acho que você devia falar com o riquinho do zoológico. Ele parece ter se assustado e, vamos ser sinceros, de todos aqui você é o único que consegue se dar bem com todo mundo com esse seu blablabla bonito. Depois conversamos, certo queridinho?

O cozinheiro não havia dito nenhuma palavra. O tempo todo apenas ouvia as falas de Davina com sua cabeça baixa. As bochechas rosadas eram inevitáveis – ele não resistia a nada que a jovem garota falava. Mas é claro: com aquele decote e com aquele penteado não havia ninguém que resistisse. O jovem logo afastava a cadeira e abandonava o local, rumando-se para a piscina para procurar Kiaro. Noah piscava para Davina, subindo suas mãos pela perna da garota. Em instantes, Davina estava no colo do jovem professor, rumando para os dormitórios.

- Parece que vou ter umas aulinhas essa noite, não é mesmo, senhor professor? – Provocava a menina.

- Me chame disto mais uma vez e passará com a melhor nota. – Ele brincava.

A noite estava agradável. Havia certa aragem fria, mas nada muito congelante. Kiaro estava extremamente frustrado com o que havia acontecido anteriormente. O garoto se encontrava sentado na beira da piscina, resmungando sozinho algo.

- E então ele nunca mais apareceu. – Ele olhava para o lado, como se alguém estivesse ao seu lado. – Eu nunca deveria ter o mandado embora. Agora esses piratas malditos vão me pegar. Aquela tripulação não para de me seguir, estou ficando irritado! – Ele então retirava o olhar irritado de seu rosto, colocando um brilho infantil em seu olhar. – Não mesmo, capitão.

Sajin o observava de longe. Um pequeno sorriso aparecia em seu rosto. Lentamente o cozinheiro se aproximava, sentando ao lado do jovem. Ele aparentemente se assustava com a presença do jovem dos cabelos castanhos, mas não reclamava. Apenas parava seu diálogo e ficava olhando sua miragem na água.

- Sabe, eu nem sou tão rico assim. Eu meio que fiquei cuidando de um mísero zoológico para meu pai. Mas ultimamente os negócios vem caindo, então resolvi seguir meu sonho de criança... Atuar. Eu sempre tive talento, pra falar a verdade. Sempre gostei de ser quem eu não era. Eu fantasiava cenários e falava sozinho. Infelizmente, ficar sem atuar não era uma opção. Era o zoológico ou nada. Bem, eu continuo fantasiando até hoje. Sou um pirata de uma ilha do sul conhecida por ser uma ilha especializada em comércio de matérias primas para outros alimentos, como trigo, soja, alguns cereais... Há um navio pirata me seguindo... Ele vem, vai... Vem, e vai... E então, numa tempestade do mar, tudo se apaga. E eu escuto aquela gargalhada maligna. A fonte do mal que me persegue. – O jovem suspirava, vendo o quão inútil parecia. E então o jovem começava a rir de si mesmo histericamente. – Cara, eu sou muito bom! Olha pra você, todo assustado! – Ele gargalhava – Eu estava falando com meu falcão, seu bosta. Um falcão de ouro que comprei com todo o meu dinheiro! E-ele está voando por aí! E sim, eu tenho um falcão e ela não!

Sajin não sabia o que responder, então apenas forçava um sorrisinho. Suas bochechas rosadas permaneciam no lugar. O jovem dava um tapinha no ombro de seu companheiro, se levantando e o auxiliando a fazer o mesmo. Ambos entravam para dentro da casa. Kiaro continuava rindo enquanto Sajin caminhava com sua cabeça baixa. Resolviam então chamar por algum empregado para os auxiliar a achar seus cômodos. Um mapa então foi lhes dado.


Eles seguiam rumo aos seus devidos quartos e a noite podia se dar como terminada. Bom, pelo menos para eles. Davina e Noah estavam aproveitando cada mísero minuto no cômodo de Davina, um dos mais afastados dos dormitórios. Kaze e Gustavo também permaneciam acordados, mas o jeito deles de aproveitar era outro. Vocês acham que eu vou falar pra vocês? Tch. A porta estava fechada, bobinhos! Como que eu vou dizer o que tem lá dentro? Tch.

Pois bem, vamos pular a noite! São muitas picadas de mosquitos – e de outras coisas – para narrar, então vamos apenas lembrar que após uma longa noite há um belo dia. Artie se acordava primeiro que Erick. O jovem não-assumido dormia abraçado a uma girafa de pelúcia com lacinhos cor-de-rosa. Artie dava uma leve risada, direcionando-se para o banheiro de seu quarto. Como de costume, resolvia checar as horas em seu celular. Eram... 16:00 do sábado? Eles definitivamente haviam dormido muito. Ele ignora sua higiene, chacoalhando Erick na cama.

- Ei, girafinha. Já é tarde! Levanta aí! Eu vou ver o porquê de não terem nos acordado!

Artie abria a porta do quarto. Todos os quartos estavam trancados e fechados. Haviam apenas dois quartos com a porta aberta. O primeiro era o de Kaze e Gus, que estavam vazios. As camas estavam feitas, não havia mochilas, computadores. Era como se o quarto não estivesse sendo mais usado. A única coisa que parecia ser deles naquele quarto era apenas um copo de leite com nescau, situado em um criado mudo ao lado de uma cama. E o mais estranho era a trilha de sangue que iniciava na porta daquele quarto e ia seguindo mais a fundo no corredor, ficando cada vez mais fraca e indo parar no quarto de Noah e Tyrant. Noah dormia com Calyce, então o quarto era todo do jovem gordo e sedentário, que se encontrava caído no chão. A trilha de sangue finalizava ali, ao lado do corpo do jovem.

O jovem se encontrava deitado de barriga para cima. Seus olhos estavam abertos. Seu último olhar parecia um olhar de medo, levando em consideração o jeito com que seus olhos estavam arregalados. Ele parecia aparentemente intacto se não fosse pelo ferimento causado por algum objeto cortante em suas costas. Era definitivamente um ferimento de uma faca. Não havia nenhum detalhe muito chamativo, a morte havia sido aquilo. A trilha, o corpo. Nada demais. Nada exceto um papel preso dentro de sua mão esquerda. No papel havia um desenho feito de sangue. O sangue estava seco, então já fazia algum tempo que aquilo havia acontecido. A ponta do dedo indicador da mão direita também estava manchado de sangue. Algo havia acontecido.


Artie recuava aos poucos e logo gritava, mas infelizmente ninguém acordava. Quem surgia era uma empregada. Ela possuía cabelos brancos como a neve, mas aparentava ser mais nova que Davina. Usava o traje de empregada, exceto por conter um decote extremamente chamativo. Sua saia também era mais justa e levantava. Artie olhava para ela com desespero.

- Chame uma ambulância, rápido! - Gritava.

- Eu não acho que isso vá ser possível. - Respondia a empregada, olhando fixamente para os olhos de Artie.

avatar
Muffine
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Yay em Sab 21 Nov - 0:33

Bom... Erick e Artie descartados por terem acabado de acordar, Noah e Davina descartados por terem ficado na noite até o talo. Nisso... As opções mais óbvias são Gustavo e Kaze, mas eu acredito que não teria tanto tempo pra deixar uma cena de crime assim... Chuto facilmente Kiaro. Ele é o carinha das encenações e é bem lógico ver que esse assassinato foi feito de forma bem ensaiada. Mas, em caso de dúvidas...

A CULPA É DO ADRYAN.

Vou repetir os lembretes aqui, só pra não esquecer.

Lembretes:

-> Diminuir o tom de voz, ou pelo menos tentar falar de uma forma mais amigável. Deu pra notar geral estranhando/com medo da minha voz... Sério, preciso de uns amigos mais reais... Ugh. Pena que não existe programa de edição pra vida.

-> Catar alguns daqueles diamantes... Não que seja por causa daquele jogo escroto, mas valem uns meses de contas fácil.

-> Gravar cenas interessantes e/ou estranhas.

-> Pessoas para interagir;

- Tyrant. Ele é um soldado... Soldados são maneiros.
- Sajin. Comida também é maneira.
- Erick. Éeh... Não me leve a mal, mas ele também pode ser um cara legal, apesar das primeiras aparências.

Suspeito: Davina. O que mais esperar de uma mulher que se comporta como uma vaca daquelas?

Último lembrete: Gravar possíveis nudes. Qual é... Podem ser ótimas armas psicológicas. Mesmo da Davina, que apesar de perua faz o dinheiro parecer que é linda, mesmo que só por fora dessa casca.


Última edição por Yay em Sab 21 Nov - 5:08, editado 1 vez(es)
avatar
Yay
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário http://www.smogon.com/forums/members/gustavoyay.202363/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Muffine em Sab 21 Nov - 0:47

Só lembrando que daqui pra frente é votação.

- Adryan - fulano, fulana, fulino.
- Paulo. - ciclano

Se o Adryan for o assassino, game over. Mas se for o Paulo, aí o assassino vai poder escolher mais uma vítima então, por favor, quando votarem, sigam um modelo. Obg.
avatar
Muffine
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Noah Agron em Sab 21 Nov - 8:09

Voto no Kaze ainda u.u

Nem tive tempo de atiçar o companheiro de quarto -q

Kaze - Noah;
avatar
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Shianny em Sab 21 Nov - 8:30

º Lista de Afazeres:
~> Fiquei boladaço com as coisas que rolaram enquanto semi-morria. Ò3O Só volte com sua alegria bichosa com a Davina quando ela pedir desculpas por tentar te matar!!!!!!!
~> Vira a cara pra longe do Jason por ele ter se jogado que nem manga madura em cima da gente quando eu pensei que ia tomar um ar.
~> Possibilidades de Conversa:
¹- Sajin, o Mão-Cheia Fofo.
²- Davina, a escrotiane.
~> Que medo da voz desse Gustavo!
~> Tentar esconder a girafinha do Artie e se explicar antes que ele vá embora.
~> Colar com o Artie e tentar achar mais alguém depois de ter ouvido esse grito e ver a cena.


º Suspeito N2: Oh... Céus.

Look:

Isso é um "AY" ou algo do tipo? Pareceu bastante. Se fosse considerar nick/etc como pista, temos o Gustavo, o Kaze e, do jeito que todos estão chamando... O Adryan, pelo visto. Porém, sobre esse último... Acredito que ele tenha sido o único a não se importar tanto assim com a "brincadeira" do Tyrant. Ele realmente mataria o cara?

Noah e a Davina estavam muito ocupados no quarto. Talvez já possam ser excluídos...  Também não boto mais tanta fé no Erick e no Artie mas, em todo o caso, todos eles podem ter tido tempo para fazer isso.

Os dois maravilhosos companheiros do quarto B1 estão bem cúmplices. Seriam ambos os culpados? Possibilidades a se questionar. Os dois sumirem assim de uma hora pra outra... Podem estar só se reunindo com os outros e juntando as coisas, mas... Hm.

Ele ficou assustado por qual motivo exatamente? Ele levou uma facada nas costas, certo? Algo em específico deve tê-lo feito morrer com essa cara de pavor. Ou será que ele só tentou correr? Impossível saber, hm. Veremos no próximo post, Sweeties.

Coisas óbvias demais... Complicado. É atirar no claro e pegar no escuro. Já tinha uma suspeita antes do jogo começar, mas como é um tanto quanto "ué"... Esqueçam.

ºVotação:
Kaze: 01
Yay: 01
Outro, por favor, especifique: X


Última edição por Shianny em Sab 21 Nov - 8:45, editado 1 vez(es)
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Yay em Sab 21 Nov - 8:44

Votaçãoº
Kaze: 01
Yay: 01
Sajin: 01
Outros, por favor, especifique: X

Vou votar no Sajin. Ele é bem deslocado e amiguinho de geral, mas ele foi um dos poucos que realmente ninguém sabe o que fez durante a noite.
Não que esse voto não seja pra encher linguiça.
avatar
Yay
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário http://www.smogon.com/forums/members/gustavoyay.202363/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Selene em Sab 21 Nov - 9:37

Votaçãoº
Kaze: 01
Yay: 01
Sajin: 01
Kiaro 01
Outros, por favor, especifique: X

Kiaro continua sendo o maior suspeito, por tanto ainda manterei o meu voto nele. Estou de olho em você, bitch. u_u

_________________
avatar
Selene
Estagiária de Moderação
Estagiária de Moderação

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Kiaro em Sab 21 Nov - 10:04

Votaçãoº
Kaze: 01
Yay: 02
Sajin: 01
Kiaro 01
Outros, por favor, especifique: X

Vou votar no Yay... mas ele e Kaze são os meus principais motivos, pois:

O texto mostra que havia um copo de nescau ali, e como ele é gordo deve ser o próprio copo do Tyrant, que acordar mais cedo foi para o quarto deles fazer sei lá o que.
Quanto ao "AY"  apontado por outro mais acima... O nome pode significar não apenas o culpado mas também PARA QUEM ele escrevia aquelas informações, logo Yay ou KazehAYA.

Também acredito que, (claramente golpeado pelas costas) Tyrante se arrastou ao seu quarto (visto que onde foi atingido não tinha nada além do próprio copo), decidiu se arrastar ao seu próprio em busca de papel algo ou alguém. Acredito ter algo no quarto de Tyrante que possa identificar melhor a situação.

Mas é claro é só uma suposição...


Objetivos: Deixar o meu falcão/serpente dentro do quarto do recém assassinado.
avatar
Kiaro
Treinador
Treinador

Alertas :
1 / 101 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [JDD] Murder House.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum