A primeira faísca.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A primeira faísca.

Mensagem por Pandora em Dom 29 Nov - 17:08


Iniciando a jornada!




Aos 12 anos, tudo que qualquer criança quer é certamente um pokemon. A maioria começa a jornada nessa idade, tendo que escolher seu primeiro monstrinho no laboratório da cidade e partir para a aventura que tantos anseiam... E apesar de já ter seu growlithe -apelidado de Blake-, Margot não era muito diferente dos outros jovens de sua idade. Ao contrário do que muitos pensavam, ter um pokemon não dava acesso livre ao mundo surpreendente que todos queriam desbravar. Além de toda a burocracia das pokedex, licença pokemon e outros detalhes, a jovem Longstride ainda tinha Melanie como uma protetora insegura e louca para adiar ao máximo a experiência que a pequena tanto buscava. Como mãe, essa obviamente sua função... Mas sabia que um dia teria que deixar sua prole sair do ninho. Felizmente para Marg, aquele dia era provavelmente hoje, uma segunda ensolarada que já começara claramente com o pé direito.

Despertara cedo, tomara um café reforçado antes de se arrumar e pegar sua mochila azul escuro, surrada e com a aparência meio desleixada. Um dia aquela pequena mala de pano já pertencera à Thomas Longstride, seu pai, e servira para a mesma função que a menina a usava agora: carregar o essencial para que a jornada pokemon fosse bem sucedida. Ali havia uma ou duas garrafas de água, algumas guloseimas, roupas, uma corda, alguns biscoitos que a mãe fizera para Blake, um saco de dormir, um cobertor fino... Parecia tudo bem adequado para a viagem, tudo tão perfeito quento a ruiva imaginara tantas vezes... Com um pequeno extra: um misto de ansiedade e nervosismo que fazia o estomago da jovem revirar. Nunca pensou que deixar sua casa seria tão difícil....

Suspirou, pegando sua bagagem e batendo a mão na própria perna para chamar a atenção do growlithe que se aconchegava confortavelmente ao pé da cama.
- Vamos, Grow, não quero me atrasar. - Murmurou com a voz arrastada, cobrindo a maçaneta com os dedos trêmulos, sorvendo uma quantidade absurda de ar antes de esconder seus medos o mais distante possível, assumindo uma aura calma e alegre que talvez não fosse completamente sua. Havia nadado demais para morrer na praia. Não podia desistir de tudo depois de tanto tempo para convencer Melanie.

Desceu as escadas novamente, pelo que sentia ser a ultima vez em muito tempo, e depositou um beijo na bochecha de sua gestora. Sorriu-lhe confiante, amarrando a bandana já conhecida sobre os cabelos, como uma faixa, e saindo pela porta com passos pesados e decididos, sendo seguida de perto por seu pokemon de já muito tempo. Estava na hora de fazer uma visitinha ao laboratório local.


[Um novo caminho]

Depois de uma longa introdução, o assistente do professor levou todos para uma espécie de sala, onde estavam dispostas uma série de pokebolas com uma imagem acima, representando a criatura dentro delas. Uma a uma elas eram escolhidas, seus novos donos sorriam e depois partiam com o novo animal alguns itens que lhes eram entregues... Até que chegou a vez de Margot. Seu olhar indicava que não aceitaria nada que já não lhe fosse um objetivo.

- Não vai escolher o seu? - A voz do homem grisalho era calma, suas feições pareciam apaziguadoras. Não parecia querer discutir ou forçar nada.... Menos mal.

- Eu já tenho meu próprio pokemon! Eu ganhei esse growlithe do meu pai e quero seguir minha jornada com ele. - Informou quase em forma de ordem. Diálogo e socialização não eram bem o forte da ruivinha.

- Você tem certeza? Se ele não evoluiu até hoje pode ser que ele demore muito mais... Talvez esteja acomodado com sua forma...

- Certeza absoluta! Vim só pegar os outros itens. - Cortou a jovem, com um olhar desconfiado e mal humorado, fazendo o homem rir.

Ao contrário do que ela pensava, ele apenas maneou a cabeça com um "certo, certo" resmungado baixo, entregando-lhe algumas pokebolas vermelhas com branco, um dispositivo vermelho e muito parecido com uma agenda de ferro e outros poucos materiais, permitindo que a garota saísse dali sem muita enrolação.


[Escolhendo uma direção]

Ao sair do laboratório, ela sorriu para si mesma, passando os dedos entre o espesso pelo de Blake. Afagou-lhe as orelhas e o centro da cabeça, usando a outra mão para apertar firmemente uma das alças de sua mala, e respirando como se pela primeira vez pudesse realmente sentir o ar em seus pulmões. Agora era pra valer. Não podia mais contar com sua mãe para tudo ou esperar o conforto do lar... Estava destinada a se virar sozinha, a construir a própria história.

Fitou a paisagem que a cercava, fechando os olhos por um terço de segundo antes de abri-lo com ainda mais determinação do que tivera perto de todos os outros. Sentia-se pronta para começar e já sabia como fazer isso: seguiria pela rota 107, em direção à Mountrock, onde pretendia conquistar suas primeiras batalhas.


OFF - Pokemon escolhido: caminho alternativo= Blake; Growlithe herdado; macho.


avatar
Pandora
Membro
Membro

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A primeira faísca.

Mensagem por Nerkon em Dom 29 Nov - 21:54

Inicial entregue, pode iniciar em Lavaridge, como você indicou pelo chatbox!
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum