[Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Seg Dez 07 2015, 02:47

informações da rota:
Último Centro. Foi na cidade passada, entretanto, não tive mais nenhum encontro com batalhas desde então.
Se entenderem o título da rota, eu ficarei muito feliz. C’:
Não estou muito animada ultimamente... >: Não sei como vou me sair. Então, já adiantando, sinto muito qualquer coisa, ok?

Let’s go, dude.

A primeira impressão óbvia de qualquer um que ousasse colocar os pés naquele lugar era que, bem, definitivamente não seria uma das melhores áreas para se praticar alguma atividade turística tranquila. Pelo contrário; Sequer convidativa a paisagem era. Talvez para algum grupo de pesquisadores ou historiadores interessados em aprofundar-se em teorias antigas ou mesmo para testar possíveis veracidades de lendas que cobriam todo o ambiente como uma neblina espessa na profunda madrugada de uma montanha... Do contrário, a cordilheira abalada por meteoritos por sua vasta extensão seria um dos últimos lugares que algum visitante de passagem desejaria adentrar.

Pelo menos, era assim que a ruiva considerava, visto todos os problemas que já passara até ali e também por já ter uma vaga consciência do naipe dos locais que normalmente os empecilhos despontavam, tão comuns quanto os raios de sol após as seis horas da manhã. Era uma situação irônica, visto que mesmo assim seu caminho foi traçado silenciosamente desde a cidade de Fallarbor até Mountrock e, por fim, até a cadeia montanhosa. Talvez pudesse ser considerada uma espécie inquietante e passiva de masoquismo, entretanto, nem por isso ela desistira no meio do caminho. Afinal, se o fizesse, que diferença faria ficar em casa ou se tornar uma treinadora?

O medo não é algo que desaparece – então, enfrente-o para obter pelo menos um mínimo sucesso. Se tinha um sonho, deveria correr atrás dele... E, para isso, precisaria passar por muitos obstáculos antes de fazê-lo com algum avanço significativo. Que o caminho se arrastasse, mesmo que fosse por entre dor e tristeza... Mesmo que, para que fosse capaz de trilhá-lo, necessitasse observar o assassinato de belezas e paixões de qualquer tipo.

Calma e silêncio. Já fazia um bom tempo desde a última vez que se sentia assim – e apenas isso. Sem mais lamentos a verbalizar ou martirizar a própria mente... Só atos, sem pensamentos dolorosos. O lugar em si também contribuía com isso – apesar de certa forma parecer meio assustador, não era como se estivessem ocorrendo escândalos por ali. Sem fantasmas do passado, sem companhias (só seus pokémons, de certa forma... E eles nem estavam foram de suas pokéballs ainda, então...) e sem problemas. Era possível que apenas por enquanto... Mas não era um momento de simplesmente se jogar fora assim.

Não era como se fosse tola, também. Estava tranquila, não desatenta – até por não poder de maneira alguma se perder em pensamentos. Se nem numa cidade tinha essa liberdade, imagine então num local desconhecido? Seria um projeto de suicídio; E ela não pretendia ousar tal ato infame. Os dedos se apoiavam próximos do local onde resguardava suas esferas bicolores, pronta para convocar qualquer um de seus pequeninos parceiros, caso assim fosse preciso. Quase desejava que fosse, na verdade; Nunca se podia confiar em calmaria.

Nunca.

Qual é sua verdadeira face, Meteor Falls?
Que tipo de segredos guarda em suas entranhas, afinal?
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sab Dez 12 2015, 10:47





Off:
Oi Shi, estarei assumindo sua rota, espero que possa responder a altura de sua narração, espero que possamos fazer algo legal aqui. Mãos a obra.
A jovem garota de cabelos ruivos dá seus primeiros passos para dentro do lugar chamado Meteor Falls, insegura, sem saber o que lhe esperava andava sempre com suas mãos a postos em suas pokébolas e com razão por sinal, lugares como esse sempre eram repletos de pokémons selvagens e consequentemente treinadores em busca de desafios. Provavelmente seria isso o que aguardaria Chase em suas andanças.

Era uma caverna bastante ampla, de teto alto, suas rochas possuiam uma tonalidade muito mais clara do que o normal, parecendo ser calcário até. Uma cascata não muito alta dividia o lugar em dois ambientes, apenas com um pokémon aquatico forte para conseguir carregar a treinadora para a parte superior. Já na parte inferior, diversas escadas rústicas eram visíveis, o problema era para onde elas levavam, isso já não era tão claro.

Ainda na parte inferior, uma passagem que leva ao subterrâneo é visível bem ao longe, poderia ser uma rota de acesso alternativa para o segundo ambiente, ou não e no outro extremo uma passagem iluminada que provavelmente levaria para uma saída secundária.

O que faria a seguir dependeria exclusivamente da jovem ruivinha.


♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Sab Dez 12 2015, 12:01

off:
QIWJLÇQWHIJ BED-BIGODE!!!!!!!
;u; Eu nem sabia mais se ia responder aqui, dude. Não achei que você fosse brotar aqui. Cê era estagiário ou virou agora? Nem lembro mais. –q
Minha narração não é mais lá essas coisas... xD
Espero que possa te divertir também. <3

Considerando que o lugar era uma caverna, ela não poderia ter outra coisa a dizer que não fosse para comentar da ausência da escuridão plena. Provavelmente até mesmo as tonalidades das rochas auxiliavam para essa sensação de claridade – apesar de que, obviamente, não poderia ser comparado ao lado exterior de Meteor. Felizmente, já estava num nível melhor que Mt.Moon (não, nunca tivera a exata oportunidade de adentrar aquele lugar... Quando tentara, tivera seus contratempos, huh. Mas já fora capaz de inspecionar seu interior pelo lado de fora e, sinceramente, estava feliz de não estar num lugar comparável), apesar de que o nível daquele local era, provavelmente, extremamente mais elevado que o do anterior citado. Cautela jamais seria dispensável por ali.

A cascata por ali? Também era bem chamativa aos olhos. Era uma pena pensar que provavelmente não seria capaz de passar para o nível superior da área (não por ali, pelo menos), afinal, não tinha nenhum animal com força o suficiente para atravessar aquele jorro d’água. Talvez, caso Marill evoluísse...? Bom, não era algo a se tentar agora. Quem sabe pudesse ter a sorte de transformá-la em Azumarill naquela rota e, assim, arriscar subir? Como não era uma opção viável, pelo menos até o momento, seus orbes cinzentos vasculharam o perímetro em busca de caminhos alternativos. Não foi difícil encontrar algumas novas opções – e, bem, não devo dizer que a garota realmente se encantou com a direção que mais parecia uma saída. Acabara de sair do lado de fora... Não tinha certeza de onde aquele lugar desembocava e poderia até olhar mais tarde... Entretanto, dispensava-o no momento.

Então, o único outro lugar que se apercebeu no momento era uma descida meio afastada. Ela retirou uma das esferas bicolores do lugar e a manteve na mão; Daquela maneira, seria mais fácil chamar seu Pokémon, caso assim fosse preciso – e não duvidava dessa possibilidade, do jeito que as coisas normalmente aconteciam consigo. Os passos a guiaram até aquele projeto de “segunda entrada” e a garota parou um tempinho para olhar se realmente estaria tudo bem descer...

Caso sim, não pensaria duas vezes em “mergulhar” na direção do subterrâneo. Se estava ali, que mal faria adentrar as entranhas da cordilheira, certo?

...
...
Talvez, muito mal.
Mas não era como se ela realmente estivesse ligando para tal possibilidade. Já estava brincando com o fogo... Se fosse para se queimar, pelo menos que fosse tentando fazer valer a pena, hm? Já passava por coisas o suficiente sem se arriscar voluntariamente...
Daquela vez, pelo menos era uma decisão sua, ué!
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Dom Dez 13 2015, 11:47




OFF:
HaHAH, eu entrei tem uns 2-3 meses, mas me ausentei por causa da faculdade essas ultimas semanas, agora estou de férias e voltando co tudo )o)
Tua personagem é ruiva, vai da fazer alguma coisa bem divertida, só não pensei no que ainda kk
Aliás, não entendi a referência :C

Natalie acabara decidindo se arriscar pelo caminho que descia para o parte subterrânea de Meteor Falls. Se aproximando da abertura notava-se que não era tão ingrime, um lance de escadas entalhadas em pedra com finos feixes de luz passando por entre as rochas guiando o caminho.

A jovem não precisou pensar muito tempo, já que em poucos minutos se via caindo escadaria a baixo, rolando, apenas um pequeno vulto ela conseguiu ver do topo da escada de relance, parecia uma criança. A jovem garota chegou aos pés já desacordada, com uma suas pokébolas em mãos, segurando-a com força por sinal.

Ainda meio zonza, outra silhueta, encoberta pela sombra, arrancou a pokébola da mão de Natalie e assim dando as costas e sumindo na penumbra.

O lugar era mais escuro que o ambiente anterior, o som de água correndo podia ser ouvido, assim como o barulho de pokémons selvagens correndo pel ambiente, escondidos, mas será que seria apenas pokémons que estariam escondidos naquele lugar?


♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Dom Dez 13 2015, 14:36

off:
Todo mundo de férias, menos eu (‘:
UEUHUEHUE Como assim, só por ela ser ruiva???? Tenho medo do que você pode colocar agora XD
;U; Répteis... Meteor Falls.... Morte???? ;UUUU;
Não sou paga pra ser roubada no segundo post da rota ;H;
Se não me devolver, tenho direito a um egg dos seus pokémons de grátis, não vim com meus bebês pra você fazer isso comigo no comecinho iui

...Quando ela falou que era uma decisão sua se queimar ou não... Sabe, não estava realmente esperando que isso pudesse acontecer TÃO RÁPIDO. Qual é, não podia nem entrar direito ali que já ficava toda ferrada e com outro furto na conta? Ajuda um pouco aí, universo! Não era como se fosse uma pessoa tão ruim assim para só se ferrar em cada lugar que colocava os pés, era? Acho que ninguém é malvado o suficiente para que isso aconteça repetidas vezes, huh.

Inicialmente, não foi capaz de reagir a nenhum dos estímulos do ambiente. Mesmo quando sentiu os puxões na esfera bicolor em mãos, o único reflexo foi apertar um pouquinho mais o objeto – fato que acabou não exatamente dando resultado, visto que em breve a pokéball mandou um adeus e se transferiu para seja lá o que quer que fosse que tentava tomá-la. A mente rodava, uma dor lancinante na cabeça – e mesmo assim, teve que se forçar a levantar assim que foi capaz, apoiando o corpo na parede e uma das mãos na testa, apertando as pálpebras...

Maravilha. Tinha falado cedo demais, não é? Ou pensado, no caso.

Os dedos buscaram, lentos, outra esfera que pudesse utilizar – teve que apertar ainda mais as pálpebras quando a luminosidade esbranquiçada se fez presente para libertar o que quer que estivesse lá dentro. E não foi só uma vez; Foram duas, visto que não estava realmente com uma confiança boa para trabalhar em dupla e talvez seus pequeninos pudessem resolver aquilo melhor que ela própria. De primeira, ela nem mesmo foi capaz de perceber quem é que tinha ido pra fora – entretanto, ao sentir inicialmente as patas grandes se apoiando em seu braço e a balançando levemente para ver se estava viva, pôde ter uma boa noção de pelo menos um deles.

Foi um esforço extra, entretanto, acabou se permitindo libertar os orbes foscos – graças aos céus não estava uma claridade insana por ali. Na verdade, a penumbra era até confortável. Não muito escuro, não muito claro... Um ponto ideal principalmente para alguém que não está com desejos para ser ofuscada, além dos ralados no corpo e das dores aqui e ali.

Não foi difícil para si distinguir a imagem arroxeada de seu roedor ao lado, entretanto, para definir seu outro Pokémon fora da Ball foi necessário um pouco mais de esforço... Apesar de que os olhos azulados e as manchas carmim se mostraram guias excepcionais para delimitar o corpo da pequena ali embaixo. Ela respirou fundo antes de se dar conta com os olhares preocupados... E, mesmo querendo deitar ali pra sempre e se encolher como um feto, foi obrigada a tentar disfarçar as dores. Tinha um Pokémon para salvar, além de tudo.

- ...Eu estou bem, relaxem. – Convincente? Não. Pela expressão que os dois demonstraram, menos ainda do que supunha inicialmente. Mesmo assim, ela respirou fundo e prosseguiu – Eu... Vou precisar de uma pequena ajuda agora. Deixem o resto pra depois, ok? – Um arquear na expressão do arroxeado... E ela bateu o pé – Ok. Temos um pequeno problema com um ladrãozinho aqui e eu realmente preciso da ajuda de vocês, então eu quero deixar qualquer outra coisa pra depois agora. Por favor! – Ah. Isso já rendeu um pouco mais de resultado. Os ombros do maior relaxaram de leve e as patas se afastaram do braço da treinadora, os orbes e as orelhas atentas. A raposinha ali embaixo? Ergueu as orelhas de imediato e piscou algumas vezes, emitindo um rosnado baixo logo a seguir.  – ...Mwn... Escutem.  Vejam se conseguem ouvir alguma conversa ou algo do tipo aqui por baixo. Talvez uma pessoa correndo ou algo assim? Zorua, tente farejar alguma outra pessoa ou mesmo a pokéball. – Arriscou. Afinal, a esfera teria seu cheiro, querendo ou não. Vivia consigo, afinal! Tempo o suficiente para que tal fator ocorra.

Ela? Também não ficou só esperando os dois. Mesmo meio lenta, ainda lembrava vagamente da direção que seja lá o que fosse tinha corrido... Só não sabia de seus caminhos após isso.

Os passos se arriscaram um pouco, mas sabia que dependia mais de seus pequenos do que de qualquer outra coisa. Eles tinham audições potentes e, no caso da canina, um olfato esplêndido. Se eles não fossem capazes de fazer nada ali embaixo... Bom, ela não desistiria, mas seria um sofrimento bem mais complexo para si.

Confiava neles.
Eles eram seus parceiros, ué.
Se não neles, em quem mais?
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sex Dez 18 2015, 21:17




OFF:
Ain, desculpa sumir :C
Hhahaha, adoro uma treta logo de inicio, só pra acender o fogo.

Na penumbra ainda meio atordoada, a jovem garota tentava se recompor. Nidoking e Zorua eram quem se encontravam ao seu lado naquele momento e a pedido de Natalie se concentraram em busca de algum barulho ou cheiro que os pudessem levar para algum lugar.

Passaram-se alguns minutos e nada, somente sons asas de zubats batendo e o som de água correndo. Mais uma meio hora se passou e Natalie estava recuperada e ao se por em pé um estranho silencio se instalou no ar e em um estalo, como se apenas Zorua tivesse escutado alguma coisa, saiu correndo para o lado oposto de onde haviam entrado.



♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Sex Dez 18 2015, 21:27

off:
Tinha que ser o estagiário mesmo
Desculpo não. Você me abandonou pra jogar lol. Até perdi o ânimo pra escrever um post bonitoso e grandão u.u

Não era como se ela estivesse atordoada no estilo de "meusenhorumabombaexplodiudomeulado"... Entretanto, era impossível evitar uma leve tontura, visto que não é todo dia que se sai rolando pelas escadas... Exceto se você estiver em uma novela, o que não era o caso da ruivinha.

Com o "Tic-Tac" batendo em sua mente e os minutos se arrastando, não era de se surpreender o quão preocupada ela estaria em relação ao seu pequenino pokémon. Será que ainda o acharia por ali? Cara, seria uma puta palhaçada se o perdesse daquele jeito - e, acredite, se recusaria a sair do local até ter seu animal de volta. Nem que precisasse passar até mesmo a noite em claro naquela porcaria de caverna - do fundo do coração, desejava que não demorasse tanto assim... Mas, né?

Infelizmente, a agitação não parou por aí; Isso foi bem óbvio quando deu na telha de sua raposinha que ela deveria sair correndo loucamente pra alguma direção y. Ela demorou alguns segundos para processar a situação, mas acabou sendo obrigada a perseguir a canina - e seu roedor foi logo atrás. Sorte sua que ele era bem mais rápido que Zorua e que ela própria também era capaz de alcançar a raposa, ou lá se ia outro pokémon pela caverna.

E mais essa agora. Aquele lugar fazia o universo ter a Síndrome do "VamosJogarSeusPokémonsPraTodoLado"?

Huf.
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sex Dez 18 2015, 23:50




E com a síndrome intitulada pela própria treinadora como Síndrome do "VamosJogarSeusPokémonsPraTodoLado", Zorua corria, em sua cabeça o som contínuo de sinos badalavam sem parar, ela olhava para sua treinadora e companheiros indignada de ele não parecerem perceber aquele som, como se sinos acoassem por toda a caverna, vindo das suas profundezas.

Quanto mais caminhavam mais alto parecia que ficava e em certa altura, Nidoking e Natalie também começaram a ouvir um pequeno tintilhar de sinos e assim foram diminuíndo o passo até chegar em uma câmara ampla e alta, fios de luz cortavam a penumbra deixando o ambiente mais claro. Dela originava-se duas passagens.

Enquanto olhavam o lugar, barulho de passos podiam ser ouvidos e pareciam estar se aproximando do lugar onde estavam.



♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Sab Dez 19 2015, 00:21

Apesar de ter demorado alguns metros, após algum tempo a garota pôde compreender o que exatamente atraía sua pequena canina. Era um barulho baixinho, quase abafado - entretanto, ainda existente. Aquilo eram sinos?... Mas não faria sentido aquilo soar nas estranhas de uma cordilheira, não? Que tipo de coisa originaria aqueles badalares suaves?

O cenho se franziu com sutileza. Quando o caminho desembocou em um trecho maior da caverna, ela olhou ao redor - será que o barulho era dali ou se enterrava em alguma daquelas outras duas passagens? Seria interessante tentar descobrir o culpado por aquele som que atentara sua raposinha... E ela também apercebeu-se do som de passos e atentou-se na direção de onde eles vinham. Buscou se esconder em alguma coluna ou algo assim... Se não fosse possível, paciência.

Será que aqueles barulhos vinham dos culpados que levaram sua pokéball?
Se fosse, seria uma ótima situação - ou não, né? Mas vamos torcer pelo melhor.
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Dom Dez 20 2015, 14:39





Off:
TCHARAM
O lugar possuía um teto alto e pelo lugar, poucos pedras podiam ser vistas, apenas uma delas era grande o suficiente para poder esconder Natalie e seus pokémons. Ao ouvirem os passos se aproximando correram para se esconder e aguardaram.

-  DOUTOOORR! DOUTOOORRR! Aonde ele se meteu?

Uma voz femenina pode ser ouvida, parecia com pressa e preocupada. Não houve muito tempo para que a Treinadora pudesse pensar sobre e um forte rugido ecoou pela caverna e seguido dele uma forte explosão acertou o lugar, por sorte Natalie estava longe e a rocha acabou a protegendo. Ao diminuir a poeira via um enorme dragão na entrada da caverna e uma garota loira e um Flareon envoltos com uma barreira, um Protect. Não perderam tempo e equanto a poeira ainda abaixava a dupla saiu em disparada pela segunda abertura que havia na caverna.

A garota loira havia notado a presença de Natalie, apenas deu uma piscadela para ela enquanto se perdia no seu caminho. O pokémon dragão ignorou a presença da ruiva e continuou a seguir os outros dois, de certa forma, era um alívio para a treinadora.

Não perceberam, mas o barulho de sinos agora vinha de trás do trio.


♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Dom Dez 20 2015, 17:52

off:
me dá

Tentar se esconder (e conseguir mais ou menos) definitivamente fora sua melhor opção no momento. Não pela mulher que saiu correndo alguns poucos momentos depois com seu companheiro (aquilo era um flareon?), mas pelo bicho que veio boladaço logo a seguir, lançando skills pra todo lado e... Ok. Talvez não exatamente assim, mas a explosão que ocorreu não foi algo que acalmou seu coração. Por sorte, a barreira ali resolveu auxiliá-los a não morrer; no seu caso, a pedra.

Ela reparou a piscadela, mas não se moveu do lugar quando o trio desapareceu por uma das entradas da caverna. Olha... Até estava com uma vontade insana de dar uma olhada naquilo, mas os tilintares mereciam bem mais sua atenção que aquela confusão ali. Quem sabe não podia ir atrás daquilo depois...? Tentar ajudá-la ou algo do tipo. Ainda tinha uma pequena esperança que sua pokéball fosse aparecer daquilo, apesar de tudo. Então, os passos se guiaram até os sons - acompanhada de seus pokémons, óbvio! Hurp!

... ...O que encontraria por ali, mwn?
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Seg Dez 21 2015, 17:30





Seguindo o som, ainda naquele ambiente, acharam um ser pequenino, um Pokémon, que mais parecia um sino, ele parecia ainda assustado com toda aquela agitação de momentos atrás.

Sua frustração podia ser ouvida pelo tintilhar que emitia .




♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Seg Dez 21 2015, 18:31

off:
como fazer posts legais assim ;-;

Assim que os orbes bateram no animal, a reação imediata foi checá-lo com a agenda eletrônica avermelhada, aguardando que a imagem do espécime aparecesse no visor digital para que pudesse identificá-lo sem o risco de receber alguma informação errada ou algo do tipo (não que isso não fosse possível no aparelho... Vai que ele pifava ou algo assim? Bom, era só torcer para que não ocorresse, huh).

De todo modo... Infelizmente, não parecia ser ele o culpado pelo desaparecimento de sua esfera. Não a enxergava ali, pelo menos... Na realidade, parecia até quase tão frustrado quanto ela - seria pela agitação maluca causada há alguns segundos atrás por conta daquele trio? Bom, era uma opção a se considerar.

Assim que o bicho apareceu, ao contrário de Natalie, a canina noturna saltou um pouco mais para frente e latiu para o amarelado. O lugar ali, até então, não parecia exatamente uma área muito amigável... Então não era bom confiar que qualquer espécime dali poderia brincar de ser fofinho e gentil. Zorua estava com a guarda alta e, por ter vergonha na cara, sua treinadora não podia fazer o contrário, certo? Apesar disso, se manteve quieta por alguns segundos.

- Ahn, Zorua? Só por precaução, caso seja agressivo... Se ele fizer menção de atacar, avance com Leer e Feint Attack. Do contrário, não faça nada. - Bom... Era melhor deixar aquela carta quieta na manga. Um bicho estressado... Provavelmente acabaria numa batalha mesmo - e isso seria até interessante, pra ser sincera.

Por enquanto... Se limitava a observar, huh?
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Qua Dez 23 2015, 20:33




Off:
Sim, fiz aquele post bosta só pra não passar em branco, vou melhorar a coisa agora.

Sem sombra de dúvidas aquilo era um pokémon, Natalie apenas não sabia que pokémon era aquele e por isso sacou sua Pokédex atrás de informações sobre o bichano.

Pokédex escreveu:

Chingling - O Pokémon Sino
Dentro de sua boca há uma orbe vermelha que cria sons através de vibrações, sons em alta frequencia são emitidos capazes de derrotar seus advesários.

A imagem captada pela Pokédex não parecia o estado normal do pokémon, estava realmente furioso, batia o pé frenéticamente e um som desafinado saía de sua boca. Ao  notar a presença do trio se assustou por um instante, parecia um pouco menos nervoso, só um poquinho. Fitava atentamente a jovem garota, mais precisamente seus cabelos, bufava, pulou em direção dela, obrigando ela a segurar o pokémon.

Por fim apontou uma direção com seu "laço" e pequeno braço.
Era o local de onde a garota e seu Flareon haviam vindo e junto com elas um furioso Salamance.

O Pokémon parecia não se importar mais com a presença de Nidoking e Zorua, só dava atenção mesmo para a treinadora, tão pouco pareia ser violento. O que iria fazer a seguir?


♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Qua Dez 23 2015, 23:02

Se a garota estava por um lado aliviada pela aparente passividade de Chingling - como denunciara a agenda eletrônica, que logo fora guardada novamente assim que cumpriu apropriadamente o papel que lhe fora imposto -, Zorua já não estava tão feliz assim por terem um "fim" pacífico. Não entendia aquela raposa, sinceramente - antes, batia o pé e se frustrava imensamente ao pensar numa batalha... Agora, ansiava por elas. Talvez o passar do tempo e a aparente aproximação gradual com sua evolução eram responsáveis pela mudança na personalidade da menor; afinal, quem não deseja fortificar-se e superar a si mesmo?

Enfim! O fato era que não o bicho apenas aproximara-se, como também apontava insistentemente pelo caminho que cuspira de suas entranhas o trio alvoroçado que passou anteriormente por ali. A garota franziu o cenho de leve, fitou o pokémon amarelado e também a passagem pela qual os outros se mandaram dali... E respirou fundo. Bom, pelo visto, checar aquilo ali teria que ficar um pouquinho pra mais tarde.

Já que sua canina ainda mantinha os músculos tensos e os dentes trincados, teve que pegá-la no colo e afagar suavemente suas orelhas para tentar acalmá-la, observando o bichinho ali na frente. Era engraçado pensar que aquele animal fazia um barulho tão parecido assim com sinos... Ele em si não exatamente lembrava a garota o objeto citado, mas fazer o quê?

- Ahm... Você precisa de alguma coisa? Quer ajuda em algo? - Piscou algumas vezes... Encolheu os ombros e manteve a atenção no menor. Fitou a passagem que ele apontava... - Aconteceu alguma coisa por ali com você...? Er, se quiser ajuda, vá na frente. Nós te seguimos e vemos o que podemos fazer. - Ofertou e aguardou para que pudesse ir atrás do espécime ou algo do tipo.

Afinal, poderia acabar sendo de alguma utilidade por ali...
E, cá pra nós? Vai que também encontrava seu pokémon de novo.

Não tinha nada a perder.
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum