[Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sex Dez 25 2015, 15:49





Off:
Feliz Natau :3
Sim, era isso que o Pokémon queria, na verdade queria ser carregado mesmo mas não seria daquela vez. Ainda resmungando saltou do colo de Natalie e começou a caminhar em direção a entrada de onde Salamance, a garota loira e Flareon haviam saído, era um túnel, realmente largo, final Salamance havia passado por ele voando, pequeno não poderia ser.  

O túnel era escuro e úmido, por sorte limpo, sem muitos obstáculos para desviar, caminharam por um tempo, Chingling ainda reclamava, resmungava como se todos fossem amigos a muito tempo. Chegaram ao fim do túnel, dessa vez parecia que haviam subido a caverna já que o lugar era bem mais iluminado que o anterior, novamente o som de água corrente podia ser escutado e varias rochas praticamente brancas podiam ser vistas por todo o lugar.

Em uma grande rocha, no centro do lugar, uma pessoa estava escorada nela, parecia desacordada, ela era ruiva e ao seu lado uma Nidoqueen, um Zorua e um Chimecho estavam a fitar ela com um ar de preocupação. Ao Chingling ver a pessoa, ficou mudo, olhou espantado para Natalie e depois para o corpo e novamente para Natalie e por fim novamente para o corpo. Saiu correndo em direção ao grupo, era uma mudança de postura surpreendente, de irritadiço parra medroso.

Ao encontrar o grupo, acabou também por declarar a presença do outro trio presente no recinto, a cara de espanto fora a mesma.

Qual seria o motivo para tal reação?



♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Sab Dez 26 2015, 14:59

off:
Feliz natal! )O)
Por quê?
Porque eu falo antes e depois, mas não falo no dia. GG, Shi!

...
...
QUE

Apesar de não ter muita claridade para guiá-los (afinal, não tinha desde que fora empurrada no lugar), a presença das aparentes reclamações do pokémon sino e seus passos relativamente ligeiros eram mais que suficientes para que não acabasse o perdendo. Bom, não o perderia de qualquer jeito, já que o túnel não parecia ter exatamente muitos obstáculos e caminhos alternativos. Quando este desembocou em outra galeria, a ruiva foi obrigada a apertar as pálpebras e piscar algumas vezes pelo considerável aumento da claridade; entretanto, como não fora uma situação repentina, não era como se realmente houvesse ficado ofuscada ou algo do tipo.

...Ué? Era impressão sua ou a canina em seus braços ficara mais tensa de repente?

A confusão foi óbvia no início, entretanto, ela não sabia se se dissipava ou duplicava quando bateu os olhos naquilo que aparentemente incomodava sua pequenina. Emudecer era uma reação até justificável; O queixo caiu por alguns segundos e ela piscou algumas vezes, os ombros tensos. Foi preciso algum tempo para se recompôr - tempo este que Chingling levou para alternar os olhares entre si e o outro grupo...

Mas, quando ele saiu correndo daquele jeito e com aquele receio...

As pálpebras se estreitaram com suavidade e os orbes acinzentados focaram no outro grupo. Sinceramente? Até onde sabia, não fizera nada de ruim para aquele pokémon. Se ele tinha saído daquele jeito reagindo consigo ao ver um aparente clone... Olha, então só tinha uma coisa a deduzir. Independente de toda a estranheza da situação, não poderia ficar quieta e dar o fora sabendo que aqueles ali poderiam ter feito algum mal àquele pokémon.

...E vai que eles poderiam estar com sua pokéball?

Ela não pôde conter quando sua Zorua começou a latir para o grupo ali presente. E parte de si também não desejava fazê-lo - mas não permitiu que ela saísse de seus braços por enquanto, afinal... Não queria correr o risco de que ela se jogasse entre os três ali de uma vez e tentasse arranjar briga. Seria complicado e a sua balança não estava favorável.

Nidoking, por outro lado, teve uma reação até curiosa. Piscou algumas vezes, ficou encarando o grupo... E deu um aceno quase tímido para seu reflexo fêmea - encolheu os ombros e coçou o braço logo a seguir, fitando a treinadora e alternando o olhar entre ela e Nidoqueen. Por outro lado, tinha uma consciência e sabia que não tinha motivos para Chingling dar no pé daquele jeito... Infelizmente, teria de ficar em certa defensiva.

A ruiva respirou fundo. Avançar era perigoso, recuar poderia ser fatal para o pokémon sino. Talvez dependesse mais dos possíveis acontecimentos seguintes do que de si...

Por precaução, os dedos foram furtivos e se apoiaram junto com uma de suas esferas bicolores. Caso aquilo ali fosse uma encrenca das grandes, não podia se dar ao luxo de retardar por tempo o suficiente para que eles dessem no pé, certo?
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sab Dez 26 2015, 15:50





Off:
ÉOQ!
SIM
DOPPELGANGER

Ao chegarem mais perceberam que a pessoa ali desmaiada era uma garota, aparentemente possuía a mesma altura de Natalie, a mesma cor de cabelo, a mesma pele, cor de cabelo, até o suspiro enquanto dorme era o mesmo.

Reza a lenda que em algum lugar do mundo existe outra pessoa, exatamente igual a você, exatamente, deram o nome disso para Doppelganger. E parece que esse curioso fenômeno estava acontecendo em Meteor Falls.

- O que foi isso?! - resmungou a garota. Ela começava a apalpar suas roupas a procura de algo. - Onde esta a pokébola de Shuppet? O que aconteceu aqui afinal?

A garota já não falava baixo, seus pokémons tentavam acalmar ela e apontavam para Natalie.

Agora que as coisas começariam a ficar interessantes.


♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Sab Dez 26 2015, 15:59

...Ou então, por um acaso louco do destino, ela simplesmente era uma criatura que resolveu brincar de entrar na Meteor Falls e não teve tempo de explorar absolutamente nada antes de ser jogada de sabe-se lá onde, além de roubada. Com apenas esta frase dita pela garota, os ombros se acalmaram um pouco, apesar de ainda estar desconfiada - e nem teria como ser o contrário. Acredito que só seria mais louco ainda se a garota fosse um garoto; se fosse considerar Nidoqueen, possivelmente os sexos dos pokémons já estavam todos trocados mesmos... E não tinha como aquilo ali ser só uma coincidência mais que uma coincidência comum.

Cara... Hoenn estava sendo mais interessante que o previsto. Mesmo que estivesse se dando mal no momento.

- ... ...Ok. Quem exatamente é você? - Franziu o cenho e manteve os orbes cinzentos na outra. Sério... Aquilo mais parecia uma travessura psíquica do que realidade. Vai ver acordaria daqui a pouco e teria um bicho perto gargalhando às suas custas. Considerando tudo que já presenciara, aquilo não era lá de todo impossível, né?

Mas... Quando a situação pareceu exatamente a mesma, Zuby já não precisou mais ficar tão recuado. Ou, pelo menos, achou que não, já que se aproximou de Nidoqueen como um raio e pendeu a cabeça para o lado por alguns segundos, cutucando de leve a bochecha da azulada, numa tentativa de checar se era real mesmo.

...Pfft. Tão fofinho, tão grande.

Zorua? Manteve os olhos atentos, principalmente em Chingling. Oras! Aquele cara de pau os arrastava até ali e depois tentava se mandar sem mais nem menos?! Nem vem com essa! Tinha todos os direitos do mundo de dar uma mordida nele e começar uma batalha maluca e-..

...Enfim.
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sab Dez 26 2015, 23:34





Off:

Natalie interagia com a garota, mas essa não parecia dar muita atenção, andava frenética de um lado para o outro.

- Lembre-se garota, lembre-se, o que acontece? Você estava descendo  e depois caiu, isso, alguém me empurrou ladeira a baixo. Uma criança. Deve ter sido ela que roubou meu pokémon.

Natalie foi ignorada completamente, os pokémons da estranha garota continuavam a cutucar ela. Quando a garota parou e respirou fundo notou a presença do outro trio.

- Acho que já vi você em algum lugar... - Falou ela - Te conheço?

Ela não havia percebido que eram idênticas.

- Meu nome é Camila, sou uma treinadora. Pelo visto nossos Nidos estão se dando bem. Por acaso viu alguém suspeito enquanto andava pela caverna? - Perguntou.

Apesar de que ela própria, se Natalie analisasse, poderia ser suspeita.


♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Dom Dez 27 2015, 00:08

off:
Achou que ia me baitar com esse Off? òuo

Não bastava toda a ocorrência do momento... Também era ignorada; pelo menos, inicialmente. Então, teve que assistir impotente ao ir e vir da ruiva, ouvindo silenciosamente todas as suas reclamações/reflexões. Mas, olha... Se fosse pra considerar as ações dela, bem que poderia riscá-la de sua lista de suspeitos, apesar de não ser capaz de poder ter a certeza de que realmente não fora a outra. Com a pergunta, ela apenas balançou a cabeça. Não tinha como culpá-la, era provável que ainda estivesse atordoada pela (talvez) pancada que levara ao ser empurrada.

- Todo dia, talvez. - Se é que ela olhava no espelho ou algo do tipo. Se não... Enfim. - Ehm, eu sou Natalie... - Franziu o cenho. Olha... Era até meio bizarro estar numa situação daquelas. Ainda não descartava a possibilidade de estar sendo zombada por algum psíquico, mas deixa quieto. Naquele momento, o ideal era que algumas coisas fossem explicadas, né? - ...Enfim. Sinto te falar, estamos no mesmo barco, aparentemente. De todas as visões possíveis. - Ergueu uma das sobrancelhas, correndo o olhar de alto a baixo pela garota. Huf...

Por outro lado, não era só aquela as preocupações. Os orbes acinzentados correram atrás do pequeno Chingling e ela respirou fundo. Se a versão da garota estivesse sendo verdade, poderia até supôr algumas coisas... E ela se abaixou assim que encontrou o pequeno.

- Hey, Ching. O que aconteceu, afinal? Ela caiu em você ou algo do tipo? - Encolheu os ombros. Era uma das possibilidades... E era preferível que essa fosse a opção, dentre tantas ruins que rondavam em sua cabeça. Huh!

Já Zorua? Àquela altura, já estava no chão, encarando seu clone por ali. Nunca vira na vida um de seu tipo após ser carregada de seu habitat natural na Floresta, então não era de se surpreender com a desconfiança mesclada à curiosidade. E se fosse uma ilusão, sei lá?

Não era que nem Nidoking, tentando conversar com a azulada por ali...
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Ter Dez 29 2015, 22:18





Off:

Aquele lugar habitava vários mistérios, Camila pelo visto era um deles, a garota não parecia ser perigosa, mas também não parecia ser fraca, seria um páreo duro caso ela e Natalie resolvessem se enfrentar, porém no momento não parecia ser esse o foco.

- Esse Chingling, parece ser bem forte - observou Camila - Nos encontramos por acaso na caverna, ele viu Chimecho e meio que nos persegue agora. Por que não tenta captura-lo?

Chingling olhou para Natalie, parecia interessado.


♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Ter Dez 29 2015, 22:34

De certo modo, fora ignorada. Mas não tinha tantos problemas assim com isso, visto que logo a ruivinha ali dera-lhe uma possibilidade interessante - além disso, o próprio selvagem parecia considerar bem uma captura. Piscando algumas vezes e desviando o olhar dela para o amarelado, ela suspirou e levantou, dando de ombros.

- Bom, acho que não tenho nada a perder. E já que ele parece querer.. - Encolheu os ombros e, com os dedos utilizando a esfera que apoiavam, observou o raio esbranquiçado rasgar o ar para liberar o próximo pokémon que serviria-lhe de companhia - daquela vez, a pequena coelhinha azul que estava literalmente a um passo de evoluir... Coisa bem perceptível pelo seu nível de poder. Provavelmente aconteceria numa próxima batalha, e aquela era a melhor hora. - Então, vamos pela maneira original, hm? - Esperou a resposta do pequenino... E observou Zuby apoiar-se num abraço em Nidoqueen. Enfim, de todo modo, caso a resposta fosse afirmativa, já sabia como começar a situação. - Marill... Se ele quiser a batalha, é toda sua. Se tiver o espaço, Tail Whip e Aqua Tail.
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sex Jan 01 2016, 16:32





Finalmente alguma coisa boa estava para acontecer na vida de Natalie. Uma simples batalha, aparentemente, para a captura de um novo amigo, o Chingling que até antes gritava exageradamente até pouco tempo.
A ideia dada por Camila pareceu interessar ambos e enquanto a treinadora puxava a sua pokébola e chamava Marill para fora, Chingling se colocava em posição de batalha.

Chingling começava se movimentando, parado ele abre a boca dá um forte bocejo, era um Yawn, que acerta Mariil, esse por sua vez começa a piscar os olhos, como se um cansaço repentino percorresse seu corpo. Marill por sua vez chama a atenção do pequenino usando sua cauda, abrindo a guarda do pokémon. O Pokémon psíquico não gosto do movimento e retribuiu com um Confusion, levitando Marill alguns poucos metros do chão e atirando-o contra solo, esse por sua vez logo se encontrava de pé, e seguia para o próximo movimento, sua cauda começou a emanar uma corrente de água que fora usada para acertar Chingling causando bons danos mas não o suficiente para terminar tudo em um turno.

Marill caí ao chão dormindo. Era o efeito do Yawn


Pokémon:
-1 Defesa
Trait:
Levitate

Lv.13 Chingling


17/35
Lv. 24 Marill


59/68
Trait:
Huge Power
Pokémon:
Normal

Campo: Caverna alta com a presença de várias pedregulhos em seu interior tornando o terreno cheio de obstáculos.



♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Dom Jan 03 2016, 15:54

off:
Estou interessada em participar do Black Hole. Assim que possível, faça a entrada por mim, por favor.

Se tinha uma coisa que ela realmente odiava... Você pode ter certeza que era quando algum movimento ou qualquer outra coisa era responsável por fazer seus pokémons caírem no sono no meio de uma batalha. Mas era uma raiva que infelizmente não poderia fazer passar naquele momento - cara, até tinha um medicamento para ignorar isso; entretanto, não era de grande valia usá-lo naquela batalha, principalmente se fosse considerar que Marill não aparentava de maneira alguma estar com problemas. Como já não tinha muitas coisas em posse, seria muito mais viável para si aguardar que o efeito daquele status se findasse.

- ...Ah, Marill.. - Suspirou, encolhendo os ombros. Os orbes cinzentos permaneceram focados no pequeno confronto entre os dois animais e os dedos tamborilaram no próprio braço. Ela torceu o cantinho do lábio... E também o fez para que a pequena não perdurasse naquele sono temporário. - Vamos, você consegue sair dessa... Dois Aqua Tails. - As ordens? Lançadas, mesmo assim. tinha que esperara que ela acordasse e provavelmente só poderia fazê-lo quando o fizesse, mas estavam aí, prontas.

Certo?
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Seg Jan 04 2016, 10:22





Off:
Errado Muauhauhauha.
To te mandando pro lugar lá e na volta continuamos na procura do Duskull

A princípio quanto mais tempo a garota passava naquele lugar, pior a situação parecia ficar. Agora Marill estava dormindo, não respondia a qualquer estímulo, restava apenas acreditar e torcer para que logo ele acordasse. Chingling tinha um sorriso de sucesso estampado em sua cara e partia novamente para uma sequência de ataques.

Isso era o que ele pretendia, se novamente um forte tremor não tivesse percorrido toda a caverna. A mesma garota com o Flareon cruza o recinto, dessa vez montada em um Flygon, junto dela havia um homem, deveria ser o doutor por ela qual gritava anteriormente.

- MAIS RÁPIDO ROSE!

Eles passam sobrevoando as cabeças de Natalie e Camila, logo em seguida, um casal de Salamances surge por onde haviam vindo, estavam perseguindo a garota no seu Flygon, não só perseguindo, tentando derruba-los também. Um Hyper Beam de cada fora o suficiente para um grande tremor percorrer novamente todo o recinto e um deslizamento de rochas em direção de Natalie. A batalha dos dois precisaria ser interrompida.

Não havia muito o que fazer, pedras caim por todas as partes, por sorte penas rochas, fáceis de desviar estavam se desgrudavam to teto e paredes da caverna, porém isso seria por pouco tempo, um dos raios atravessou a caverna criando um buraco grande fazendo um forte feixe de luz adentrar o local. Grandes rochas estavam à caminho.

Iluminado pelo recente feixe de luz, um anel dourado, com uma escuridão profunda apareceu em seu interior. Poderia ser uma alternativa?




♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Seg Jan 04 2016, 13:11

off:
você não sabe como machucou meu coraçãozinho
se não me devolver ele eu vou ficar muito muito triste

Um fato inegável naquele momento era que a ruiva estava ali justamente em busca de um projeto de aventura e tinha plena consciência de que, querendo ou não, investindo contra Meteor Falls, encontraria problemas que deveria resolver de alguma maneira qualquer, independente do preço a ser pago para que isso fosse possível. Não acreditava que seria tão caro tentar aumentar o nível de seus companheiros - nem que poderia até perder algum no processo... E olha que nem tinha aumentado nada. Até o momento, o único avanço fora rodar pelo local e, a única coisa que poderia lhe render uma possível evolução para Marill, agora era interrompida por um grupo relativamente raivoso e por um desabamento futuro.

De início, não entendeu muito bem quando ouviu o grito cruzar a galeria - tampouco quando o rasante do pokémon dragão passou por ali, ocasionando uma relativa ventania que sacudiu-lhe as madeixas. Os orbes acinzentados encararam o trio em fuga - espere. Aquela garota não era famil-...

Não foi preciso pensar muito de onde a conhecia, na verdade. Os rugidos que acompanharam a interrupção daqueles três em sua "batalha" eram suficientes para fazer sua espinha congelar - o rosto virou na direção dos sons a tempo de ver os clarões serem disparados numa tentativa de, pelo menos aparentemente, abater Flygon. Olha, veja pelo lado bom: Agora nem precisava mais procurar por eles e-...

Haha.
Hahaha...

Mas, se pensou que o show de surpresas acabaria por ali para dar início a uma fuga maluca, estava redondamente enganada. Foi pelo canto do olho e por um mero acaso que a visão encontrou um brilho dourado e, verificando melhor, uma escuridão profunda que levaria a sabe-se lá onde. Parecia mais um vortéx que tragava toda e qualquer luz para longe, sufocando-a e aderindo às trevas.

Nos primeiros segundos, do fundo do coração, ela hesitou - e quase preferiu entregar-se à sorte de conseguir ou não fugir das rochas que desabavam (e também dos Salamences, se estes decidissem que também parecia um alvo engraçado de perseguir). Da última vez que ousou se meter naquele tipo de passagem... Bem, era impossível para si pensar em momentos mais tenebrosos de sua vida toda. Quisera tentar a sorte em talvez encontrar uma florestas dos sonhos - pelo contrário, deu de cara com uma cidade dos pesadelos mais profundos. De lá, trouxera uma lembrança que era pesada de encarar, em todos os sentidos. Provavelmente teria sido melhor que a tivesse largado lá e voltado viva, mas... Era teimosia, era instinto de treino. E isso quase a causou uma cilada na antiga rota - felizmente, apesar de não muito bem humorado, o animal não era tão explosivo.

Irônico falar isso, já que ele realmente explodira por lá.

Não desejava, de maneira alguma, dar de cara com novos pesadelos. Os que a acompanhavam desde então já eram bem mais que suficiente - apesar de que, recentemente, uma de suas partes se quebraram com um encontro rápido com um dos rapazes que assombrou sua passagem por aquele lugar. Caso ousasse novamente para um lugar que sequer tinha pistas de onde daria, que tipo de desastre poderia ter de enfrentar?

Era um mau presságio.

...Entretanto, também era um pensamento egoísta. Arriscar não só a si, mas também seus companheiros apenas para tentar escapar do medo - que também fora sentido profundamente por Zuby, por Ryo, por Zorua... Isso só considerando os que já estavam consigo. Spinda fora destroçado naquele lugar, literalmente. Tyse ficara com o sufoco de tentar libertar seu roedor de um pedaço de gelo... Era um pesadelo para praticamente todos os seus pokémons e tinha plena consciência daquilo. Não sabia nem se seria capaz de sair outra vez daquele lugar se acabasse adentrando-o novamente - muito menos quem encontraria por lá. Fora um golpe de sorte que o rapaz que por lá habitava não quisera uma confusão, pois não tinha dúvidas que ele poderia desintegrá-la num estalar de dedos.

...
Morte por rochas ou possível morte violenta?
...
Infelizmente, tinha de arriscar.

Quando as primeiras pedrinhas começaram a cair para indicar a avalanche, ela teve de agir rápido. Retornou Marill, Zorua e Zuby para suas respectivas esferas bicolores imediatamente e, num impulso, agarrou Chingling entre os braços e zuniu na direção daquele portal, mesmo que todas as lembranças impulsionavam seu cérebro em berros inúteis de "não". Não queria, era fato, mas naquele momento era preciso.

E ela jurou que faria de tudo para retornar assim que possível, mesmo que morresse tentando. Não abandonaria seu pokémon daquele jeito. Nunca.
Mas também não poderia sacrificar seus outros pokémons por uma atitude quase egoísta.

Não sabia o que esperar quando sentiu o corpo ser devorado pela escuridão junto ao pokémon sino...
Tudo que podia fazer, entretanto, era cruzar os dedos e torcer pelo melhor.
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Seg Jan 04 2016, 19:31






Aos poucos o resto de sanidade da garota eram deixados para trás, um breu escuro e frio percorria por toda sua volta, a volta do desespero era quase palpável.

O Anel preto puxou todos para dentro, instantes antes de uma grande rocha se chocar perto de onde se encontravam, então realmente aquela era a única alternativa, mesmo que quisessem ir para outro lado não teriam chances.

Passaram-se horas? Dias? Semanas? Natalie nunca saberá, estava zonza, cansada, como se algo no lugar onde foram parar sugasse suas energias, era um lugar escuro por sinal, não como uma caverna, era de noite, podia se ver a lua no céu. Natalie se encontrava jogada ao chão úmido, coberto de limo, recobrava a consciência aos poucos, relembrando tudo que havia acontecido.

Conseguia ver pés de alguém sentado em um banco que parecia mármore. Era uma noite fria, não se sentia assim a muito tempo, era tudo muito familiar, não se sentia de tal forma desde... o Limbo.




♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Seg Jan 04 2016, 20:21

A primeira coisa que checou quando voltou a si foi se Chingling ainda estava em seus braços - caso não, se o pequenino estava aos arredores. Afinal, o levara até ali e ele se tornara automaticamente sua responsabilidade quando isso ocorreu. Caso sim, seria bom mantê-lo por perto. Do contrário, deveria ir atrás do pokémon sino. Vai saber onde ele podia ter caído naquele lugar, né?

Apesar disso, a segunda coisa que chamou sua atenção foram aqueles pés. Já que realmente não ia ganhar nada ficando parada, levantou-se imediatamente e bateu as roupas para expulsar qualquer sujeira superficial - os orbes correram para encontrar quem exatamente estaria acomodado naquele banco, apesar de também olharem ao redor para identificar onde diabos estaria.

- Ahm.. Olá?
avatar
Shianny
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Qua Jan 06 2016, 14:51





Off:
Ainda bem que não perdemo tua rota (y)

Natalie se pôs em pé, ainda cambaleava um pouco graças a turbulenta viagem. Ao conseguir abrir os olhos pode fitar quem estava diante de seus pés com Chingling em seu colo.

- Finalmente acordou hein garota, estamos aqui já deve saer umas duas horas. Não sei dizer na verdade bem precisa , desde que paramos, aqui o tempo parece correr mais devagar .

Era Camila, para o espanto de Natalie, quem se encontrava sentada, não num banco de mármore mas sim em uma lápide, Ao que tudo indicava estavam em um cemitério de algum lugar desses. Restava agora para a garota decidir o que iria fazer em seguida.



♦ The White Swan ♦ @ CG
avatar
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum