[Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Qua Jan 06 2016, 18:34

Não tinha muito a se falar em relação àquele lugar. Particularmente, a garota não tinha sequer muito desejo de falar sobre o ocorrido de agora e tampouco ficar passando pela cabeça os acontecimentos da realidade anterior que quase a manteve em cativeiro paralelo. Entretanto, toda a situação era quase tão estranha quanto - restava-lhe tentar sair daquele lugar viva, principalmente. Certo?

De início, ela permaneceu silenciosa. Os dedos afagaram de leve a face de Chingling e a garota respirou fundo, com os orbes tentando delimitar melhor a área onde se encontravam. Um túmulo? Ok. Não era sofrência acabar num cemitério e não tinha medo de algumas tumbas ou algo desse naipe. Ela também tentou arriscar pegar o pequeno pokémon sino no colo... Só para ocupar os braços de alguma forma.

Se não desse, tudo bem.

- Bom, se entramos aqui, tem que ter algum jeito de sair. E eu duvido que seja só esperando. - Deu de ombros e procurou algum caminho a trilhar... Achando, ótimo. Do contrário, era só andar, entre as tumbas ou não. Afinal, ficar mofando parada dava azar, não?

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Sex Jan 08 2016, 14:35





Querendo ou não, Natalie e Camila estavam juntas nessa. Iluminadas pela lua as garota começaram a caminhar em busca de alguma pista. A Nidoqueen de Camila estava fora de sua pokébola e Chingling acabara se acomodando em sua garupa, dormiu, afinal ele era apenas um bebê.

As garotas caminharam, muitos mausoléus podiam ser vistos por todas as partes. O vento sussurrava ao pé do ouvido delas, um vento gelado. Aos poucos nuvens começaram a parecer pelo céu, volta e meia tapando a lua, tornando tudo um breu. Uma tempestade estava por vir, precisavam apertar o passo. Poderiam se abrigar em algum dos mausoléus que haviam por ali, alguns eram realmente grandes, do tamanho de casas.

Mais longe, no topo de uma colina, uma grande mansão podia ser vista também, luz dos quartos estavam acessas. Talvez não estivessem sozinhas naquele lugar.


♦ The White Swan ♦ @ CG
Bedendo
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Sex Jan 08 2016, 23:04

Sinceramente? Era ridícula a atmosfera gigantesca de filme de terror que estava tendo que enfrentar naquele momento. Considerando as coisas que já presenciara até o momento, nem dava mais para ter tanto medo assim de um lugar daqueles, mesmo que fosse um cemitério. Era quase desanimador pensar que as coisas eram tão... Tão. Sei lá. Uma hora, fica tão repetitivo que cansa, né?

Principalmente aquela brisa relativamente fria.

- Não deve ser a primeira vez que você vem pra um lugar desse estilo, é? Você está tranquila demais pra ser. - Só... Um comentário. Seria tão irônico se ela relatasse algo igual às suas aventuras, huh?

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Seg Jan 11 2016, 21:34





A chuva começara a cair, silenciosa e fria em pouco tempo as duas garotas se encontravam molhadas.

- Na verdade - Gaguejou Camila - Sim, já estou acostumada com isso, esse lugar, aquela casa na colina, são da minha família, eles são responsáveis por cuidar desse cemitério. Porém já faz dois anos que não volto para casa. Aquela casa na colina era nossa.

Camila não parecia bem com a situação, continuaram caminhando até começarem a ouvir vozes vindas de um dos mausoléus, que eram cada vez maiores por sinal.


♦ The White Swan ♦ @ CG
Bedendo
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Ter Jan 12 2016, 00:04

Algumas pessoas tem de enfrentar medos que não se justificam - outras, o passado. Os orbes correram pela garota por alguns segundos, silenciosos; ela suspirou e encolheu levemente os ombros, observando as nuvens carregadas quando as gotas gélidas começaram a cair do céu. Bom, pelo visto, as histórias já começavam a se diferenciar por aí, pelo menos.

- É? E por que você não volta desde então? Algum motivo em especial?

A atenção, entretanto, foi sugada também pelas vozes no mausoléu. E a garota não teve de pensar muito antes de se dirigir ao local.

Qualquer fresta poderia ser uma saída, afinal. Não desperdiçaria absolutamente nada.

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Bedendo em Dom Jan 17 2016, 22:17






Camila continuava pensativa, olhava de relance para Natalie, pensando se poderia ou não confiar naquela garota, por mais que fossem parecidas fisicamente, de resto eram totalmente diferentes. Pensou por uns instantes, mas não teve tempo para achar uma respotas, já que logo ao ouvirem as vozes vindas de um mausoléu, Natalie mudou seu passo em direção a ele. Era perto de onde estavam.

O mausoléu era grande, sua frente era azul e a porta, enorme, em forma de arco. Camila ficou pálida ao ver o lugar.

- Vamos mesmo entrar nesse lugar? - Perguntou a garota, tremendo.

Natalie já estava a procura de como entrar e para sua sorte a porta de entrada estava apenas encostada. Lá dentro, um túmulo bem no centro do mausoléu, cheio de adornos, pelas paredes, diversas máscaras. A voz continuava a vagar pelo lugar e nenhum anel gigante podia ser visto.


♦ The White Swan ♦ @ CG
Bedendo
Bedendo
Mestre
Mestre

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Sex Abr 05 2019, 20:36

Talvez o pior costume que uma pessoa possa adquirir ao longo da vida é aprender a se aterrorizar com cenários obscuros, dignos de premiados filmes de terror - sejam estes do presente, ou do passado. O medo e o frio na espinha que acabam se tornando usuais ao meramente se deparar com algum lugar sombrio. De certo, um fato desse tipo de maneira alguma poderia ser datado como algum tipo de pecado - muito pelo contrário, inclusive: É aceitável e absolutamente normal que áreas tenebrosas sejam, de fato, assustadoras.

Que tipo de prosperidade teriam diretores de cinema, escritores de contos, se essas situações fossem desprezadas completamente, sem que sequer houvessem o direito de tentar seduzir o espectador à um momento em que ele se sinta forçado à segurar a respiração pela tensão que lhe corrói os ossos? Sem que, em um ápice de glória, tivessem alguma chance de entorpecer todos os sentidos de seu "cliente" e, então, o induzissem ao mais profundo pânico sem que sequer existisse a necessidade de o envolver fisicamente na cena que o aprisiona?

Não há resposta para essas perguntas.
Nunca haverá, visto que o terror há muito foi amaldiçoado com as circunstâncias expostas.

Porém, existe um outro tipo.
Um com gritante superioridade em relação aos demais, e que tão pouco é explorado sem que a tentação do clichê, de uma maneira ou outra, se projete eventualmente como uma âncora, numa tola tentativa de se fincar às raízes e manter uma margem de segurança ao sucesso da cena.

Natalie já tivera de lidar com esse tipo - mesmo que também fazendo uso de tais elementos citados. Não há pouco para ser tão vívido e desastroso, não há muito para que pudesse esquecer ou apagar os ocorridos da mente por completo. Um lugar de atmosfera seca e silenciosa, onde o vazio dava conta de paralisar cada centímetro de seu ser em toda a sua imponência - e, infelizmente, um que pôde livremente se deliciar nas travessuras contra seu psicológico, brincando com possibilidades catastróficas, inseguranças e desespero.

Talvez por isso não se encontrasse tão intimidada com o cenário ao qual foram deliberadamente jogadas daquele jeito.
Talvez o cérebro simplesmente não tivesse se dado conta da situação completa em que tinha se metido.
Talvez era apenas uma maneira de agir rápido e evitar pensar demais para não colapsar nos próprios pensamentos e temores que, no fundo, ainda rastejavam pelo seu coração.

Talvez.

Os passos, vagarosamente, pararam, à medida que o mausoléu crescia, imponente, sobre o pequeno grupo. Respirou tão devagar quanto, e soprou ar por uma mínima fenda entre os lábios. Os olhos acinzentados, que fácil perdiam em tonalidade para o enegrecido que coloria o céu, passearam pela frente da construção, supunha, antiga. Se manteve em silêncio por alguns segundos, mas virou o rosto - apenas o suficiente para, de canto, fitar seu clone espelhado ali, vivo, e aparentemente tão medroso quanto poderia ser.

— Você não precisa, se não quiser - Pausa. Balançou a cabeça, sutil, e os cachos acompanharam o movimento. — Mas não vai conseguir nada ficando parada no lugar. Você pode dizer que a casa na colina, que o cemitério, são seus, mas eu não apostaria. A menos que você considere normal chegar em casa por meio de um vórtex em uma ala de caverna desmoronando. - Talvez fosse um pouco ríspida, mas, afinal, não foi um momento em que parou para pensar a respeito.

Como já bem destacado, não queria refletir sobre todas as circunstâncias em que se encontravam, e não era realmente por mal. Veja bem: Alguém teria que tomar uma certa posição de dianteira, não? Nem que fossem ambas!

...Tinha receio de que, quanto mais tempo perdessem ali, pior poderiam ser os acontecimentos a se desenrolar.

— Eu não aconselho, de todo modo. Mas, se quiser esperar aqui, é como eu disse: Sua decisão. - Então, dando por encerrado o assunto, os pés tornaram a se mover para a frente quando o rosto se dirigiu à mesma direção. Se questionou se precisaria dar a volta para encontrar alguma entrada, porém, felicitou-se ao encostar a palma sobre a superfície da porta e, com um pequeno empurrãozinho, a encontrou aberta.

Antes de entrar, porém, repousou o pequeno Chingling no chão. Os dedos alcançaram uma das esferas bicolores e, com um pequeno aperto, seguido de um feixe esbranquiçado que iluminou um raio pelo ar por meros segundos, observou a figura da raposa enegrecida se formar e tomar para si o lugar de direito no espaço - assim como teve de encarar a maneira assustadiça quando ela finalmente adquiriu densidade, seguida da confusão aliviada.

Não a culpava. Tinham escapado de um desmoronamento, afinal.
Quando conquistou sua atenção, se limitou a pedir silêncio ao apoiar o indicador em frente aos lábios.

Enfim, se aventurou porta adentro. Haviam vozes vindo dali - e, se ainda não tinha virado uma completa esquizofrênica, isso normalmente significa que existem presenças no local.

Então, foi atrás. Independente do risco que isso pudesse significar.

Estavam na chuva para se molhar, não?
...Mesmo que, ironicamente, tivesse acabado de sair dela.

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Katakuri em Dom Abr 07 2019, 02:01

OFF:
Olá Shyani! Bem-vinda de volta e espero que possa se divertir na rota. Vou tentar fazer um plot bacana ai, bem leve e cheio de luz ^^. To tbm esperando meu ovo de zorua, Elgyem e Axew. Obrigado XD.

Reptilian Murdered - Meteor Falls -


O túmulo era bastante ornamentado, cheio de detalhes em pedras preciosas e revestido em ouro..., porém diversas caveiras rodeavam ele, também estas revestidas em ouro. No centro, não podendo ver de fora, havia um grande lustre com o formato de um pentagrama vermelho, cravejado de rubis, com velas de chama esverdeada. Em uma parede atrás havia uma pintura com a imagem que provavelmente seria da pessoa no túmulo . O clima não poderia ser mais macabro... parecendo mesmo sair de um filme de terror. Apesar de Natalie ter visto muito durante sua jornada, estaria ela pronta para aquilo?

Enquanto a garota reparava no suntuoso túmulo, sua cópia vinha por trás, com os olhos arregalados e as mãos tapando a boca aberta. A menina estava perplexa – Esse... aqui... é o túmulo do criador do nosso sobrenome, Ivan Runaway. A garota passava a mão pelo caixão morosamente, como que tentando entender tudo aquilo. Chase parecia intrigada com a garota, que agora parecia mais impressionada que com medo.

Camila agora se aproximava das paredes, cheias de máscaras, para só então perceber e dar um grito estridente, ao perceber um fato... as máscaras eram rostos de pessoas, perfeitamente conversadas em alguma resina que era desconhecida pela garota. Natalie também observava o seu lado da parede e via que as máscaras também eram faces humanas, com os olhos fechados.

A jovem continuava a falar, mesmo sem ninguém perguntar – As histórias dizem que ele era verdadeiramente maligno, uns até o chamavam de reencarnação do demônio – o lustre balançava com esta última frase, espantando as presentes, até mesmo os pokemons. Continuava a garota, agora já tremendo um pouco – Ele gostava de arrancar o rosto de pessoas que ele achava feia e dizem que ele as colocava em um mausoléu - falava bem devagar, passeando pelo salão e observando as dezenas de rostos que haviam lá. – Ele gostava de torturar as pessoas por prazer e mutilar quando estava entediado. Participou de inúmeras guerras, trazendo caos e desgraça para os inimigos, o que deixou nossa família rica. Dizem que quando ele morreu, houve festas na região por dias, mas sua os boatos falam que sua alma nunca descansou, foi amaldiçoado por seus inimigos a vagar pela Terra.
 
Antes que a garota pudesse continuar, a voz voltava a falar e parecia vir de uma das faces que estava no caixão, escondida pelas pedras preciosas – Aos que aqui chegarem, abandonai toda a esperança... – o lugar começava a ficar bem frio, apesar das velas acesas e nenhum motivo aparente que causasse o frio repentino. Então a porta do mausoléu se fechou, com um forte estrondo, derrubando Camila ao chão. A face continuava – Camila Runaway... seu destino a chama, venha até aqui... – a garota estava morrendo de medo e não sabia o que fazer, começando a se arrepiar e tremer mais ainda.
(C) Ross


Progresso Geral:

- POKEMONS
> Marill [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 183MS HP: 58/67
> Zuby/Nidoking [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 034MS HP: 62/62
> Zorua [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 570MS HP: 56/56
> Elgyem [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 605MS HP: 33/33
> Ryo/Ivysaur [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 002MS HP: 54/54
> Duskull [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 355MS HP: 38/38

- CAPTURAS

- ITENS

_________________
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 3gx9zrq
Thanks KB S2
Katakuri
Katakuri
Estagiário
Estagiário

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Dom Abr 07 2019, 05:06

off:
Oioioi, Kuri!!!
Pela graça de Arceus eu vou conseguir terminar essa rota dessa vez, minha nossa senhora, como eu tô enrolando nela
...sim, luzes verdes e de trovões, haha *^*
Queria deixar registrado aqui que, se eu morrer, todos os meus pertences/pokémons vão comigo e não poderão ser reivindicados sem a presença do meu testamento.
LEMBRE-SE DISSO DURANTE A NARRAÇÃO OK
pequenas mudanças:
Então, como você já sabe, eu tenho muita coisa de personalidade que não reescrevi ainda por falta de ideias ou algo do tipo aaa
Vou tentar arranjar uma base melhor ao longo da narração, tá bem? É difícil pra mim modificar as coisas todas, principalmente se as deixei paradas por muito tempo :/
Dei uma rabiscada em uma das personalidades que ficaram pendentes de atualização, você pode alterar pra mim?
Essa é a do Zuby, o Nidoking (Ela ficou pendente desde a última evolução, e finalmente eu criei vergonha na cara pra enviar XD):
"Tamanho não é documento", "Não se julga um livro pela capa", são boas frases para se trazer à tona quando se fala deste roedor arroxeado.
Longe de fazer jus à sua aparência intimidadora, pode se mostrar um companheiro verdadeiramente dócil. Ainda é afeiçoado à refeições açucaradas, mas normalmente é capaz de controlar esses desejos sem causar confusões ao tentar morder alguém somente por se assemelhar com um doce - fato que, para grande infelicidade do próprio, aprendeu por meio da prática -. Velhos hábitos, porém, são complicados de desaparecer: E daí vêm as recaídas, e ai daquele que estiver em seu caminho durante elas. Zuby também é interessado ao novo por natureza, principalmente quando considera que algo foge ao comum. Gosta de observar mesmo pequenas casualidades, se acredita que de algum modo elas diferem daquilo que normalmente poderia acontecer.
Por estar ao lado da treinadora desde que era apenas um pequeno Nidoran, cresceu apegado à moça, e extremamente protetor para com ela. Embora agora capaz de administrar as explosões temperamentais com as quais sofria, se torna imediatamente hostil contra qualquer coisa que a deixe incomodada ou, no pior dos casos, sob ameaça. É respeitoso para com as palavras de ordem de Natalie, porém, e mesmo que fique injuriado a respeito de possíveis circunstâncias ruins, evita agressividade (a física, pelo menos) quando a jovem não está propensa para tal.
Já tô enrolando até no off, me perdoa, tô morrendo de sono bgnwejafsk
Espero que você goste do meu estilo de escrita e também espero te deixar entretido na rota, viu? <3

Com a brisa fria tornando tão convidativa a entrada do mausoléu, a ruiva se viu incapaz de contestar quaisquer possibilidades de seguir adiante - felizmente, por outro lado, o coração já havia tomado a responsabilidade para fazê-lo, de qualquer maneira.

Deixando para trás, pelo menos momentaneamente, os lamentos do céu, adentrou por fim a antiga construção azulada. Não tinha certeza se era real o cheiro abafado e antigo de morte que impregnava o ar quando respirou pela primeira vez dentro daquele cômodo, ou se eram os próprios pulmões que sofreram com delírios quando a jovem se pôs a admirar tão silenciosamente o caixão no meio do lugar.

Se por algum motivo obscuro fosse obrigada a apostar, certamente arriscaria que o túmulo à frente algum dia pertenceu a um faraó que, mesmo após ser embalado nos braços da morte, foi desafortunado o suficiente para se enganarem sobre a estilização de seu sarcófago e, então, foi sentenciado à um velho túmulo que de incomum "só" tinha os tesouros incrustados em sua superfície. Talvez não fosse a melhor hora de divagar a respeito, mas os pensamentos inevitavelmente se desviaram para refletir sobre quem inventou a necessidade de adornar caixões de maneira tão espalhafatosa, afinal, era certo que um corpo pútrido não encontraria utilidade para jóias preciosas.

Um suspiro inquieto escapou pelos lábios quando o olhar subiu à altura do quadro, e admirou o homem ali retratado. Os passos a guiaram através da estrutura, vagarosos, seguidos de perto pela raposa bicolor há pouco liberta de sua pokéball, e só interromperam a caminhada outra vez quando se viram postos diante da pintura antiga.

Hesitantes, os dedos se ergueram e tocaram com delicadeza as pinceladas cinzentas responsáveis por dar forma à barba de - soube, quando ouviu a voz da companheira novamente (e, por um rápido momento, se questionou se ela teria comentado sobre as coisas que antes dissera. Bem, talvez não estivesse prestando atenção suficiente? Mas, considerando que a ruiva estava dentro do mausoléu, talvez fosse uma resposta válida o suficiente.) - Ivan. Escorregaram tímidos até as correntes de seu colar de, supôs, ouro, e assim o fizeram até a cruz retratada à altura do peito.

Distraída com a imagem quase deslocada do resto do local, não foi capaz de prever o berro que rasgou o ar poucos segundos depois, e o rosto se voltou de imediato à origem do som com os ombros se retesando em sincronia ao movimento. Zorua também não se viu salva da gritaria repentina, e saltou no mesmo lugar, as orelhas em pé e as patas trêmulas.

A ausência de qualquer risco que a outra pudesse estar correndo, suprimiu o alívio com a frustração. Natalie balançou a cabeça em negativa, suave, e respirou profundamente outra vez.

— Ainda é cedo para escândalo, mas acho que você deve saber disso. A menos, é claro, que queira atrair sabe-se lá o que tem nesse lugar pra cá. - Censurou.

Com a continuação da narrativa da moça, os braços se cruzaram em frente ao peito, frouxos, e deu um pouco mais de atenção às suas palavras. Era inegável: Querendo ou não, era incapaz de não achar esquisito o jeito como Camila parecia intrigada e assustadiça com tudo que via sendo que, bem, não eram as terras dela? Supondo que a madame tinha crescido ali, o nível de reação era meio… Desproporcional, talvez.

Tinha quase certeza que uma chuvinha extra no fundo não seria responsável por isso.

Mas, bem, era complicado julgar, já que tinham parado ali pelo mesmo meio.
Ter um pé atrás, de qualquer jeito, podia não ser tão ruim.

Chase piscou quando Runaway narrou sobre o procedimento que Ivan aplicava contra suas vítimas - e, por um rápido momento, o olhar vagou novamente para o quadro na parede. Era difícil de acreditar que figura com expressão tão… displicente, talvez, pudesse ser acusada daquele tipo de coisa.

Não que pinturas sejam confiáveis, é claro.

A atenção se voltou ao lado oposto do cômodo em que Camila estava, observando as “máscaras” que - imaginou - vigiavam, impassíveis, mesmo com as pálpebras cerradas. Caminhou devagar para mais perto de uma delas, e o rosto se aproximou apenas o suficiente para reparar melhor no objeto - a percepção do realismo das mesmas, porém, a fizeram recuar em dois passos.

Talvez não estivesse tão errada quanto ao cheiro, afinal.

— E você, - O rosto se voltou de lado, apenas para observar a moça pelo canto dos olhos — O que acha dessa história toda do seu ancestral?

...Então, qualquer coisa a mais que pudesse planejar para seguir a conversa, foi abruptamente cortada quando a terceira voz se fez presente na atmosfera - e o silêncio sepulcral da ruiva que a acompanhou quando o olhar repousou no túmulo ao identificar que, sim, era dali a sua origem.

Rápidos, os orbes acinzentados se voltaram à entrada outra vez, e à chuva que se tornava desejável; Um passo em sua direção, porém, foi suficiente para que a porta batesse violentamente e, com os resquícios da claridade de fora se extinguindo, além do chacoalhar metálico acima de suas cabeças, provavelmente causado pelo vento, foi finalmente capaz de reparar verdadeiramente no lustre de chamas esverdeadas - e da corrente que o sustentava, causadora do barulho de há pouco -, agora bailando com suavidade pelo ar.

Ouviu Zorua rosnar ao seu lado.

Sentiu que não tinha necessidade de realmente checar se estavam presas ali.

Sentiu, ou pensou sentir, os pulmões se comprimindo por poucos milésimos de segundos. Sem a entrada aberta para fazer o ar circular com mais liberdade, a atmosfera conseguia parecer ainda mais pesada do que talvez de fato estivesse.

Sentiu, também, uma infeliz vontade de rir.
Bem vinda novamente ao Inferno, Chase, eram o que aquelas palavras pareciam querer dizer.

Olhou a moça do outro lado do mausoléu, e voltou a atenção ao túmulo.

Talvez já tivesse passado do ponto em que considerava estar louca - afinal, se fosse, ainda teria de lidar com a situação em sua cabeça de qualquer jeito. Que diferença faria, certo?



— ...Destino? - Pausa.

Pensou, novamente, nas faces que serviam de decoração às paredes da estrutura.
E então, fingiu não pensar.

— Que falta de educação, exigindo e sugerindo sem sequer uma apresentação devida, hmm?
- Ousou, as pupilas fixas na direção em que supunha que a voz vinha — O que é você, e o que quer?

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Katakuri em Dom Abr 07 2019, 14:13

Reptilian Murdered - Meteor Falls -


Camila, ainda quando indagada sobre o que pensava sobre seu ancestral, respondia – Eu acho que ele era um demônio na terra e que todo o nosso dinheiro é sujo e impregnado de sangue de inocentes! Por isso fugi dessa família... para sempre, eu espero – afirmava a garota soturnamente.
Natalie aparentou não ter visto a situação em que se encontrava sua cópia, entre fugir ou ouvir o chamado da máscara. A garota, por fim, sem auxílio ou orientação, caminhava vagarosamente até a fonte da voz. Enquanto isto, a face parecia ignorar completamente Natalie. Seu único interesse, por alguma razão era sua cópia. À medida que Camila se aproximava, as chamas verdes iam ficando mais fortes, criando uma luminosidade forte no local, somado ao ar frio, visões começavam a aparecer no ar gélido. O respirar das garotas e dos pokemons estava saindo frio, provavelmente o local estava com temperatura negativa. As imagens que apareciam eram todas de terror: pessoas tendo suas faces arrancadas ainda vivas, outras sendo empaladas, decapitadas, tendo removido seus órgãos genitais e postos nas suas bocas, matando a pessoa sufocada... entre todas as imagens grotescas, uma pessoa em comum: um homem com uma barba negra grande, cobrindo praticamente todo o pescoço, rugas por toda a face e um acessório em sua cabeça com formato de cone e ornamentado com diversas joiais. Em todas ele era o mandante ou o que praticava tais atos sórdidos.
 
Camila estava já junto ao caixão, parecia meio que hipnotizada agora, com o olhar distante, apenas caminhando na direção da máscara que continuava a fala ­– Isso... chegue mais perto. Camila parecia não sentir o frio que habitava o recinto, o mesmo não poderia dizer de Chase e Zorua, que estavam tremendo já, batendo os dentes. Camila então pegava a face em sua mão e.… colocava no rosto!! A máscara pregou-se no rosto da garota tão forte que sua cabeça fora levemente para trás. A garota permanecia estática alguns segundos, até que seus olhos abriram, com a íris da cor vermelha como sangue. Ela ergue os braços, como se se espreguiçando, com um alto bocejo – Finalmente! – A voz também havia mudado... parecia masculina agora e grossa – Esperei tanto por este momento... minha vingança será implacável para com aqueles que me amaldiçoaram! – Gritava a voz masculina, socando o túmulo – Matarei seus descendentes até não sobrar nada, extinguirei suas famílias, arrancando a face de todos! – Falava agora mais lentamente, passando a mão pelo túmulo e pegando nas pedras preciosas, enquanto escolhia uma esmeralda e elevada até perto dos olhos, admirando a beleza, com um sorriso macabro – Tudo que conquistei, o bem que fiz ao mundo, matando as pessoas desnecessárias que aqui habitavam... momentos de muita glória, sim sim.
 
Natalie observava aquela mudança abrupta na garota, parecia pasma com tudo aquilo, sem entender praticamente nada. A “nova” Camila virava para Natalie – Olha só, que jovem bonita... faz séculos que não me “alivio”, acho que você daria para o gasto... mas eu gosto quando elas já estão dominadas, então vou brincar com você um pouco Zehahahahahah – com um riso psicopata e um olhar que não passava nada de ter boas intenções para a jovem – Vou aproveitar que esta minha octaneta tem bons pokemons para fazer você ficar bem submissa e eu poder lhe usar... depois vou provocar o caos nessa Terra uma vez mais. Só para eu saber mesmo, em que ano estamos?
 
A cada frase que saia da boca de Camila, conseguia se entender menos ainda. Porém uma coisa era certa, o seu tom estava macabro ao extremo e a última pergunta parecia não fazer o menor sentido. Sem esperar a resposta, Camila libera sua Nidoqueen para campo, aparentemente estava pronta para o combate – Vamos lá, quero derrotar você em batalha e só depois lhe usar... talvez até lhe leve como minha escrava sexual pela viagem. Vou lhe aproveitar de duas formas, faz tempo que não batalho e preciso me desenferrujar.
 
Então, agora de modo claro, em meio às imagens no ar e o frio que cada vez piorava, podia-se ver uma forma negra, com olhos vermelhos bem acima da cabeça... era como se a máscara fosse uma extensão de seu corpo. Algo bizarro.
 
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Yamask

O que faria Natalie?  

(C) Ross


Progresso Geral:

- POKEMONS
> Marill [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 183MS HP: 58/67
> Zuby/Nidoking [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 034MS HP: 62/62
> Zorua [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 570MS HP: 56/56
> Elgyem [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 605MS HP: 33/33
> Ryo/Ivysaur [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 002MS HP: 54/54
> Duskull [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 355MS HP: 38/38

- CAPTURAS

- ITENS

_________________
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 3gx9zrq
Thanks KB S2
Katakuri
Katakuri
Estagiário
Estagiário

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Seg Abr 08 2019, 13:36

Absolutamente nada fazia sentido naquela situação.

Era inquietante pensar que, mesmo que Camila houvesse despejado o desgosto acerca de sua linhagem há pouquíssimo, alguma entidade, no túmulo daquele que tudo começara, insistia em clamar pela atenção e cooperação da garota. Veja bem: Se alguém (ou algo) não se abala ao observar sua falta de gosto em relação à algo - e, pelo que podia perceber, o caso de Runaway envolvia todo aquele lugar -, a probabilidade que exista alguma maneira a te convencer (ou, no pior dos casos, forçar) à tal provavelmente é colossal.

Talvez por esse receio, tenha prestado atenção em demasia na máscara que teimava em suas tentativas de persuasão para que a outra se aproximasse - e, ao mesmo tempo, sem se dar conta de que quiçá não fosse com o objeto que tivesse que, de fato, se preocupar. Não obstante, também teve um problema paralelo: O jeito como a atmosfera repentinamente ficou mais pesada, frígida, e como o ar gélido arranhou-lhe as pernas desnudas, assim como rosto e pescoço. Quem sabe, mesmo a queda de temperatura repentina naquele ambiente abafado não tinha fração da responsabilidade da distração da moça com o verdadeiro problema que poderia ocorrer?

Isso sem contar também o fato de que o olhar se desviou quando detectou o crepitar das chamas aumentando logo acima de suas cabeças, no bendito (?) lustre de origens - supunha - espectrais. Lá, porém, bem mais se demorou: As imagens que passaram em frente aos orbes cinzentos arrastaram-na para longos segundos de divagações, o olhar perdido, longe; Era fácil mesclar as memórias da experiência no Limbo entre tantos acontecimentos de teor parecido que a bombardeavam como um prato cheio para epilepsia.

Foi apenas quando um latido ecoou ao lado que, enfim, as cenas se dissiparam de sua mente, tão rápidas quanto um estalar de dedos. A ruiva apertou as pálpebras por um momento, e balançou a cabeça num sacolejo suave, e a atenção novamente se voltou ao túmulo à frente - e para sua infelicidade, somente a tempo de ver o projeto de doppelganger encaixando a máscara no próprio rosto.

— Não, Cam-...! - Mas era tarde demais, descobriu, quando repentinamente a figura começou a berrar, tal como um fantoche endiabrado, supôs, quando observou os olhos escarlates cintilarem no lugar dos cinzentos de outrora. A canina ao lado não parecia segura quanto à situação também, visto os rosnados que de repente passou a emitir.

E se tudo parecia estar começando a desmoronar, foi antes de ouvir as patifarias que se seguiram a partir de então. A expressão da moça instantaneamente se torceu em desgosto - asco, até -, mas não se permitiu tentar retrucar aquele diálogo repulsivo. Era uma situação tão patética, infame, que sequer julgou valer a pena debater, ou mesmo se aterrorizar. De tudo que já tinha passado, se poupe, nem pena conseguia ter daquele tipo de planejamento miserável.

Em contrapartida, teve de responder à altura quando o combate iminente foi anunciado e Nidoqueen foi lançada ao campo.

— Zorua, dois Fake Tears! - Não era o plano deixá-la ao longo do combate, afinal, também precisava de alguém de prontidão caso fosse necessário ter que lidar com algum outro problema daquele nível e, do fundo do coração, esperava que não chegasse a acontecer.

Os dedos, de imediato, pescaram uma das esferas bicolores de sua posse, aproveitando a pequena distração que a quadrúpede poderia causar com os movimentos. Um arremesso do objeto no ar o fez se partir ao meio, liberando um raio esbranquiçado quase ofuscante, que se chocou contra o chão e se moldou num pequeno formato arredondado.

— Marill, dois Bubblebeam!

Com o canto do olho, porém, também teve a impressão de perceber um movimento ao alto - um rápido desvio, e a imagem de uma máscara flutuante capturou sua atenção.



Aquilo era um pokémon?

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Katakuri em Seg Abr 08 2019, 19:56

Reptilian Murdered - Meteor Falls -


A garota, agora aparentemente possessa, olhava para o cachorrinho negro rosnando com risos – O pulguento estava rosnando para mim? No meu tempo, era pena de esfolamento... mas creio que os tempos mudaram, em vez de pedir o esfolamento, irei eu mesmo esfolo-a, quando terminar de esmagar esse pokemon Zehahahhaha – ao ver que o pokemon que iria desafiar seu nidoqueen, a garota retrucava -  vai mandar essa latrina me atacar? Não me julguem pela aparência dessa minha neta, no meu tempo as pessoas temiam não só minha presença, mas minhas habilidades em combate pokemon... infelizmente, somente tenho um deles aqui neste recinto e talvez o use... – ao ver que a garota dava os comandos, o espírito também comandava a Nidoqueen – Utilize o Brick Break por duas vezes! Destrua esse cachorro nojento!
 
O ambiente estava muito frio, fazendo chingling se tremer toda e ir para os braços da Natalie, observar a batalha... será que a treinadora planejaria deixar o monstrinho lutar? Independente disto, o ambiente ia se tornando cada vez mais sombrio, com as chamas verdes fazendo as faces na parede mais assustadoras do que já eram, o que parecia não afetar a treinadora, mas o pokemon agora em seus braços tinha muito medo, e escondia a face no busto da treinadora.
 
O grande pokemon azul iniciava o embate, desferindo um poderoso soco no cachorro negro, que o fazia se chocar contra uma das paredes, derrubando algumas faces que lá estavam no pokemon, que logo se assustava e corria de lá. Zorua respondia, fingindo estar chorando, o que fazia a monstra azul se compadecer dele, abaixando sua guarda. Mas o efeito não parecia durar o tempo todo, e com um grito furioso de seu “novo” treinador, a colossal pokemon desferia mais um soco poderoso em Zorua, quase o nocauteando. O cachorro negro insistia na mesma estratégia de abaixar a guarda do dinossauro azulado.
 
A treinadora então, aproveitando que Zorua havia que se sacrificado para criar a abertura, manda Marill para campo. Ao mesmo tempo, Camila não deixa barato joga outra pokebola que tinha consigo, lançando a campo um pokemon que parecia um pano branco que levitava, Chimecho! Enquanto Marill usava seus golpes em Nidoqueen, Chimeco atacava, sob ordens de seu treinador, Zorua e depois o Marill. O pokemon flutuante cria uma esfera arroxeada e desfere em Zorua, o Shadow Ball, nocauteando a pokemon negra. Marill criava bolhas e lançava sobre Nidoqueen, que mal as sentia, o pokemon era um monstro! Chimecho começava a brilhar os olhos e desferia um raio multicolorido direto no Marill, era o Extrasensory, machucando bastante. O pokemon “bola” azul ataca novamente com seu golpe de bolhas, mais uma vez surtindo pouco efeito.
 
O resultado da primeira rodada era devastador para Natalie, tinha perdido um pokemon e o que tinha em campo era muito fraco, comparado aos inimigos. Diante da hecatombe que foi aquilo, Camila falava com sua nova voz grossa – ZEHEHAHAHAHAHA, como você é fraca... é como dizem, lugar de mulher é na cozinha ou fazendo filho, batalhar não é para vocês! – Com um tom de deboche e desdém – Não se preocupe, vou lhe fazer minha cortesã, aí somente terá que se preocupar em me satisfazer!
 
Camila, aproveitando que está feliz da vida com o andamento da batalha, já comandava novamente seus pokemons – Nidoqueen, utilize dois Poison Jab no Marill, se ele já tiver morrido, use no outro pokemon que minha futura escrava sexual irá mandar. Chimeco, utilize duas Shadow Ball no Marill, se já tiver sido nocauteado, utilize no próximo que estiver em campo.
 
 A jovem mascarada estava presunçosa e achando que a vitória já estava em mãos. O que faria Natalie?

(C) Ross







Pokémon 1:
-4 Defesa Especial
Pokémon 2:
Normal
Hold Item 1:
---
Hold Item 2:
---
Trait 1:
Poison Point
Trait 2:
Levitate

lv24 Nidoqueen


73/77
lv24 Chimecho


70/70
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Nidoqueen

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Chimecho
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zorua

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Marill
lv26 Zorua


00/56
lv24 Marill


45/67
Trait 1:
Illusion
Trait 2:
Huge Power
Hold Item 1:
Black Glasses
Hold Item 2:
---
Pokémon 1:
Nocauteado
Pokémon 2:
Normal

Campo: Grande Mausoléu, iluminado por fantasmagóricas luzes verdes e bem frio (-2).

Progresso Geral:

POKEMONS
> Marill [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 183MS HP: 58/67
> Zuby/Nidoking [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 034MS HP: 62/62
> Zorua [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 570MS HP: 56/56
> Elgyem [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 605MS HP: 33/33
> Ryo/Ivysaur [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 002MS HP: 54/54
> Duskull [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 355MS HP: 38/38

CAPTURAS

ITENS

_________________
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 3gx9zrq
Thanks KB S2
Katakuri
Katakuri
Estagiário
Estagiário

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Ter Abr 09 2019, 02:56

No momento em que ouviu a ofensa à quadrúpede, por muito pouco não desejou que o insulto fosse verdade - apenas para que pudesse catar cada uma das pulgas e arremessá-las na figura do bastardo. Infeliz ou felizmente, porém, acabaria acertando Camila, que não tinha culpa direta no cartório, e Zorua não sofria com esse tipo de parasitas.

Não foi capaz de pensar nisso por muito tempo, porém, visto que os pensamentos foram interrompidos com a aproximação de Chingling em busca de aconchego e, quem sabe, proteção contra a temperatura que parecia sofrer de quedas quase contínuas a cada milésimo que se passava - ou talvez fosse só uma impressão sua por conta da falta de costume com aquele tipo de situação? De qualquer jeito, não recusou o acalento ao pokémon amarelado, e os braços formaram ninho ao animal, junto de uma pequena carícia no topo de sua cabeça.

Observando de outro ângulo, não seria impossível afirmar que a minúscula distração fosse culpada pelo susto inevitável que arrancou-lhe de reação um discreto retesar de ombros quando a canina foi atirada através da sala, atingindo a parede e, céus, quase sendo soterrada por aquelas faces eternizadas em uma única expressão ao longo do tempo: Para seu infortúnio, não parou por ali o espancamento de sua pobre raposa, e a rinha que se estendeu por poucos segundos foram o suficiente para tingir com receio o seu coração. Fraquejar diante daquele ente não era uma opção plausível, mas era complexo ter de lidar em suprimir as emoções que ribombaram dentro do peito quando em tão pouco tempo a quadrúpede foi à nocaute e todo o esforço em abrir as defesas do roedor azulado pareciam tão fúteis quanto como se tentasse usar um magikarp contra um vileplume.

Os dedos, sutis, se apertaram de leve contra o corpo do animal nos braços.

Silenciosamente, o coração rogou por auxílio aos rostos imóveis na parede.



Respirou uma, duas vezes.

Era patético o jeito como a criatura insistia tão veemente sobre insultar não só a si, como aos seus pokémons. De tanta coisa que já tivera de aguentar, repentinamente se via regredindo para lidar com um tipo de palerma esquisito e retardado - não, talvez datá-lo de tal modo fosse uma ofensa para as pobres almas inocentes que poderiam sê-lo. Inevitavelmente, por outro lado, aquele tipo de atitude sacudia em seu âmago a vontade de estraçalhá-lo como pequena lição: E não sabia se tinha tempo para isso, mas certamente possuía o mínimo de recursos para tal.

...Só precisava de uma chance…

Sem querer perder muito mais tempo, no passo rápido em que se aproximou de Zorua (e pousou Chingling no chão), a ruiva sacou outra das esferas bicolores ainda disponíveis e, então, o costumeiro raio esbranquiçado rasgou o ar, impondo sua presença magistral e, ao crescer na grande forma bípede - cuja cauda movimentava-se com suavidade por trás do corpo - que logo retomou suas cores arroxeadas de direito, também se fez mostrar imponente. Por um momento, o animal fez uma careta inquieta ao se deparar com a azulada que, da última vez que vira, parecia amigável - porém, seu semblante se fechou de vez ao se dar conta do circo montado na estrutura do mausoléu.

— Marill, por favor, um Helping Hand para o Zuby! - Afinal, provavelmente não teria chance de fazê-lo depois. Logo após o comando, esperou que o animal realizasse a ação, para então agarrar a oportunidade de o retornar à pokéball e tentar protegê-lo pelo menos da segunda investida da rainha venenosa — Zuby, acerte o Chimecho com um Mega Horn. Se não conseguir, repita e tente outra vez - se conseguir, substitua por um Leer na Nidoqueen. Também quero que a bloqueie e não permita que ela consiga alcançar e fazer os outros de alvo! - Um pouco arriscado, talvez. Literalmente era pedir pro companheiro segurar e apanhar o que quer que a outra tivesse a oferecer. Mas, bem, tinha a sensação de que o grandalhão era um dos, senão o único, que poderia aguentar uma troca com a azulada: Além disso, por mera observação, arriscava dizer que o seu pequeno gigante maníaco por doces tinha uma capacidade de movimentação relativamente superior à da fêmea - e extremamente superior aos demais que tinha conhecimento -, o que julgava ser suficiente para conseguir barrá-la dos demais.

Tinha que tentar.

No entanto, não parou por aí: E mais uma esfera saiu de seus pertences. No mesmo estilo das outras vezes, a bola da vez era Ryo. Após a liberação da gramínea, que floresceu no campo tão elegante quanto o botão de lótus que carregava nas costas, revirou os próprios pertences em busca de um de seus Full Restore, o qual imediatamente usou para tratar de Zorua. Naquela situação, não podia permitir a queda da canina, de maneira alguma!

— Ryo, sua vez: Por favor, um sleep powder em Nidoqueen. Se falhar, faça mais uma tentativa: Se der certo, quero que use também nela um Leech Seed! - Um segundo para tomar fôlego, e checou o estado da pequena raposa bicolor, que aparentemente estava disposta após o medicamento. A jovem segurou um suspirou aliviado, e os dedos afagaram sua pelagem antes de se afastar novamente — Zorua, eu também preciso de você. Invista no Chimecho com um Feint Attack!

Agora sim.
Talvez fosse tudo ou nada.

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Katakuri em Ter Abr 09 2019, 15:37

Reptilian Murdered - Meteor Falls -



Natalie havia sofrido um revés grande em sua disputa contra Camila. Nesse ponto, não pareciam cópias da outra, Runaway parecia entender melhor sobre batalhas..., mas sera mesmo? A ruiva também estava desgostosa com a surra que seu cachorro preto sofrera, afinal ninguém gosta de ver seus animais serem espancados com tanta força. Quando Zorua foi nocauteado, somente lhe sobrou a tristeza.... E também pensar em uma nova estratégia e rápido!
 
A jovem então lançava para o campo seu monstro lilás, Zuby! O nidoking olhava feliz para a nidiqueen, mas ao ver que esta não estava de papo, logo parou, um pouco triste pela possível colega (ou algo mais) o tratasse daquele jeito e ainda por cima, teria que lutar contra ela. Zuby, com as instruções de sua treinadora, parecia entender seu papel ali: proteger seus companheiros e revidar com fúria nos adversários!
 
Chase não parava por aí. Recuperava totalmente a vida de seu Zorua só pra apanhar novamente XD e o mandava a campo, assim como liberava Ryo, o Ivysaur! Já havia um grupo poderoso do lado de Natalie para salva-la de Camila... ainda por cima, o pequeno chingling levitava perto da moça, apontando com raiva para o campo de batalha. Parecia querer ajudar, o que Natalie faria?
 
Camila, rindo do fato de sua cópia mandar mais pokemons para o campo, também fazia o mesmo..., mas primeiro ia até uma das caveiras ao redor do túmulo e a quebrava, pegando um pokebola negra, onde deveria ser vermelha, e lançando no campo o Scyther! O pokemon tinha um semblante nefasto e suas lâminas pareciam exalar o aroma de sangue e morte por todo o local, deixando tudo ainda pior, como se não fosse aterrorizante o suficiente o local – Este é Battousai, meu pokemon favorito... ainda bem que o botaram no túmulo antes de eu partir, como eu mandei zehahahaha. Ele já matou tantos pokemons e pessoas que já até perdi a conta, não é, Battousai? – O pokemon respondia com um grosso cry, bem diferente de um emitido por um Scyther normal. Em seguida, lançava seu Zorua no campo.
 
Battousai, utilize Focus Energy e Bug Bite no Zorua. Zorua, use Taunt no Ivysaur e Scary Face no Nidoking.
 
Assim a batalha seguia. Marill liberava uma forte energia azul entre seus aliados, aumentando seu poder.  Scyther começava a brilhar com uma aura verde, focalizando sua energia. Em seguida era a vez de Zuby, que fazia se chifre brilhar e investia contra Chimecho, ferindo o pokemon brutalmente. Nidoqueen, aproveitando a brecha, desfere um soco envenenado em Marill, o jogando nas paredes, mas por sorte não envenenou. Chimecho também agia, desferindo outro raio multicolorido em Marill, deixando-a quase nocauteada. Zorua macho, de Camila, chama a atenção de Ivysaur, não o deixando usar o move que queria.
A batalha continuava. Scyther agora, com as lâminas muito mais perigosas, atingia Zorua em cheio com diversos cortes, fazendo o pokemon até sangrar em alguns pontos, além de muito machucado. Battousai lambia as lâminas com o sangue de zorua, parecendo se saciar com aquilo. EM seguida vinha Nidoking, com seus olhos ferozes, intimidava todos os pokemons inimigos. Nidoqueen novamente ia na direção de Marill, mas a treinadora havia sacado o pokemon, então bateu em King, que estava próximo a ela, com o soco envenenado. Zorua fêmea corria na direção de Chimecho, investindo contra esse quando não estivesse olhando. Ele responde, desferindo seu raio multicolor contra Nidoking, que sente bastante. Zorua, também mirando em Nidoking, o olha com pavor, fazendo o grande pokemon lilás sentir medo! Ivysaur, como mandado pela treinadora, tenta mais uma vez o sleep powder, mas falha novamente devido ao taunt.
 
Agora a batalha estava acirrada, o que faria Natalie?

(C) Ross



Pokémon 1:
-4 Defesa Especial; Defesa -1

Pokémon 2:
-1 Defesa

Pokémon 3:
-1 Defesa; +2 de Crítico

Pokémon 4:
-1 Defesa
Hold Item 1:
---

Hold Item 2:
---

Hold Item 3:
---

Hold Item 4:
---
Trait 1:
Poison Point

Trait 2:
Levitate

Trait 3:
Technician

Trait 4:
Illusion

lv24 Nidoqueen


73/77

lv24 Chimecho


09/70

lv26 Battousai


72/72

lv26 Zorua


56/56
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Nidoqueen

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Chimecho

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Scyther

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zorua
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zorua

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Nidoking

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Ivysaur
lv26 Zorua


12/56

lv20 Zuby


38/62

lv20 Ryu


54/54
Trait 1:
Illusion

Trait 2:
Poison Point

Trait 3:
Overgrow
Hold Item 1:
Black Glasses

Hold Item 2:
---

Hold Item 3:
---
Pokémon 1:
Normal

Pokémon 2:
-2 Velocidade

Pokémon 3:
Taunted (2/4)

Campo: Grande Mausoléu, iluminado por fantasmagóricas luzes verdes e bem frio (-2).

Progresso Geral:

POKEMONS
> Marill [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 183MS HP: 07/67
> Zuby/Nidoking [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 034MS HP: 62/62
> Zorua [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 570MS HP: 56/56
> Elgyem [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 605MS HP: 33/33
> Ryo/Ivysaur [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 002MS HP: 54/54
> Duskull [Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 355MS HP: 38/38

CAPTURAS

ITENS
- -1 Full Restore.

_________________
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 3gx9zrq
Thanks KB S2
Katakuri
Katakuri
Estagiário
Estagiário

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Shianny em Ter Abr 09 2019, 18:37

off:
Só pra deixar anotado: Bed já tinha pré-determinado duas skills do Ching, mais cedo: Confusion e Yawn.

Maravilha.

Não bastasse ter que aturar o jeito como o agora fantoche reagia à cada pequena circunstância que acontecia, também tinha que lidar com o fato de que os pokémons alheios obviamente tinham uma força superior aos próprios - e, pior, seu próprio time estava em desfalque e as opções cada vez mais se mostravam extremamente limitadas.

Toda aquela situação começava a dar-lhe mais e mais dor de cabeça.

O olhar se desviou por meio segundo do campo de batalha, enquanto o turno se desenrolava, quando Chingling praticamente batia o pé e apontava para a rinha que se desenvolvia. Não tinha certeza se por indignação ou por qualquer outra coisa, mas o pokémon parecia disposto a tomar seu partido: E, vamos combinar, não estava muito em posição de recusar algum tipo de auxílio.

— ...Você quer entrar também? - Buscou confirmação. O cenho da jovem se franziu por meio segundo como resposta, incerto, e ela respirou devagar. — ...Pode, se quiser. - O tom de voz baixou, inquieto. Talvez pudesse contar com a distração do homem para que a entrada do sino fosse surpresa, mas, não tinha como garantir. — ...Chingling? Você pode tentar um Yawn no Scyther, e também na Nidoqueen? - Sussurrou, quase um segredo ao animal.

Mas não era só com ele que tinha que se preocupar.

Após se dar conta da investida sangrenta de Scyther, emitiu um assobio agudo para chamar a atenção de Zorua - que não demorou em atender ao chamado. Sem demora, mas também sem saber se seria útil o suficiente para aguentar durante o turno, tirou uma Potion dos pertences para tratar das ferias da raposa.

Então, também tirou as duas últimas esferas e liberou os pokémons ainda restantes: Devolvendo Marill ao cômodo, e libertando de sua jaula Elgyem.

— Zorua, por favor, quero que tente um Feint Attack contra Chimecho. Marill, eu preciso de você mais uma vez: Dois Helping Hand, um para Zuby, outro para Elgyem. - Respirou fundo. Céus, como aquilo ia acabar? — Ryo, lide com esse Scyther: Headbutt! - Por céus, precisava tirar aquele inseto da cola de Zorua, fosse por bem ou mal. Para falar a verdade, a escolha de palavras era uma pequena tentativa de lurar o animal para a gramínea. Podia estar errada, mas aquele tipo de homem, junto com o bicho, pareciam do estilo que detesta ter de lidar com um ego ferido, e torcia poder jogar com aquilo por pelo menos um único turno.

Mas, como antes mencionado: Tinha medo de estar ficando sem opções.

— Zuby, eu quero que você use um Mega Kick em Zorua! Se errar, tente novamente, mas se conseguir, veja se também consegue um Mega Horn. Se conseguir derrubá-la e houver possibilidade, quero que vire no Chimecho, se ele ainda tiver como continuar a batalha. - Aliás, não que fosse impressão sua, mas não estava começando a ficar apertado em demasia naquele bendito mausoléu? — Ryo, se Zorua ainda estiver de pé, quero que a atinja com um Headbutt: Do contrário, faça-o no Scyther. Elgyem, use dois Confusions em Nidoqueen.


_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Zeu0QEE
Awards:

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 X8CiA0c
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 AmfIeHk
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 S0VhG2V
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 A8MPG3J
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Bwv3ggV
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 NzcamXa
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 QdG0v0p
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 IpH0IzM

Shianny
Shianny
Estagiária
Estagiária

Alertas :
[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Reptilian Murdered] – Meteor Falls – - Página 3 Empty Re: [Reptilian Murdered] – Meteor Falls –

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum