O início!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O início!

Mensagem por 'Lord em Qui 25 Fev - 15:33


Sneasel
Um pouco de ar fresco é bom para a saúde. Assim como o vinho
Bezarius estava em viagem com a família. Seu pai fotógrafo de pokémons, desta vez ele fotografava os aquáticos. Digamos que o que era férias para o menino, era trabalho para o pai.

Andando pelo convés da embarcação, ouviu grunhidos vindo de alguma das cabines. Assustado, abriu uma das portas e encontrou um gato (?) azul com uma orelha normal e a outra igual a de um coelho, só que vermelha. Suas garras tentavam cortar uma corrente pequena que deixava-a presa ao pé da beliche, mas sem sucesso.

O garoto, com sua vontade apontando a coisa certa a fazer, foi até um dos trabalhadores que estavam ali por perto e pediu um alicate. Depois de ter que explicar uma mentira bem formada o garoto conseguiu o que pedira, mas era notório que o trabalhador não acreditara na conversa.

O menino, com a ferramenta em mãos, seguiu para a cabine que estava, já, iluminada. Ouviu a voz masculina e resolvei não entrar, mas deixou marcado na cabeça o número do quarto e o andar que ele ficava.
--
Algum tempo se passou e todos os dias ele passava pelo quarto, arrombava a porta e dava de comer para o pokémon. Sim, agora ele descobrira o que era, pesquisou em um livro que o pai levara junto na viagem. Seu nome era Sneasel, mas Oscar chamava-o de Snif, que era o barulho que ele fazia quando a criança chegava para alimentá-lo.

Bezarius, com o alicate no bolso, adentrou a porta da cabine e conseguiu, com muito - muito mesmo - esforço, arrebentar a corrente. Pegou o Sneasel nos braços e saiu dali direto para seu quarto.

Felizmente era o último dia da viajem. O garoto colocou um casaco grande do pai, mesmo fazendo um calor bem intenso. Sob o casaco verde musgo encontrava-se o pokemon escondido. E graças a sua esperteza o garoto conseguiu levá-lo para casa e conseguira seu primeiro pokémon de muito que viriam, é claro. Agora pelo menos não precisaria ganhar um Pokemons do professor, ele já estava pronto para começar sua jornada que seria à alguns dias.
--
Foi uma semana bem difícil de esperar. Snif estava tão apreensivo quanto seu dono. Foram mais ou menos duas noites sem dormir, mas no terceiro dia Bezarius não aguentou, desabou no sofá abraçado ao pokémon. A mãe, não querendo acordá-lo, apenas colocou a coberta sobre ele. Fora a noite mais aconchegante da vida do moleque, ele amava - mesmo em tão pouco tempo - aquele animalzinho belo.

Mais um dia se passou e o nervosismo começava a alcançá-lo, ele partiria no dia seguinte e já começava arrumando sua mochila azul celeste. Colocou algumas peças de roupas e uma torta de maçã que a mãe dele fazia muito bem. Colocou o relógio para despertar bem cedo, ele queria ser o primeiro a chegar no lugar combinado. Naquela noite ele dormiu cedo.

Naquela manhã ocorreu tudo certo. Levantou, tomou um banho, perfumou-se e comeu um bom pedaço que sobrara da torta de maçã que a mãe fizera no dia anterior. Pôs a mochila nas costas e seguiu, junto da mãe, do seu companheiro e de seu pai, que levaria os quatro para o laboratório do professor Birch.

Foram de carro até o estacionamento do laboratório. Bezario abraçou a mãe e ela beijou-lhe as bochechas. Seu pai afagou-lhe os cabelos ondulados e acertou um beijo na testa. Após isso ele afastou-se na direção da porta do laboratório. Antes de entrar olhou para trás sorrindo. Sua mãe olhava-o com os olhos molhados, estava lutando para não chorar. Seu pai abanava freneticamente, e logo bateu uma foto do filho abanando de volta.
--
Bezarius chegou e deparou-se com três crianças. For o quarto a chegar. As crianças seguravam alguns itens bem divertidos - pelo menos era o que pensava. Cinco bolas vermelha com branco; uma espécie de vara de pescar; uma pokedex e mais meia dúzia de coisas que o professor ia explicando para que servia. Diferente dos outros, ele recebeu uma bola vazia para fazer seu pokemon ser capturado.

O animal não gostou muito da ideia, mas deixou ser capturado. Mas Oscar realmente gostava da companhia do pokémon, então logo cuspiu ele para fora.

-Estão liberados! Podem seguir em suas jornadas, garotos. - Falou o professor. O moleque apenas deu de ombros enquanto agradecia com um berro.
avatar
'Lord
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O início!

Mensagem por Nerkon em Qui 25 Fev - 19:44

Inicial entregue, pode iniciar sua jornada em Littleroot.
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum