O Início

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Início

Mensagem por Władysław em Qui Maio 26 2016, 02:31

INÍCIO


Aperto a extremidade grossa de pano da touca em minha cabeça e a deslizo para fora do crânio. Sinto meus cabelos respirarem a leve brisa que atravessa a floresta. É gélida e lhes dá um momento de frescor. O sol, impetuoso, maneja sua claridade por dentre as folhas. Pela posição em que o astro-rei se mantém, suponho que estejamos no meio da tarde. Sim, ele e eu. Solrock. Por fim, conseguimos finalmente pôr em prática nosso maior sonho: Uma Jornada pelo mundo Pokémon. Saímos do laboratório em que o Professor Birch nos encontrara e em nenhum momento sequer paramos ou fraquejamos. Claro, há momentos de real necessidade de descanso, como este. Estamos acampados em uma área florestal pertencente a pequena cidade de Litleroot, nosso primeiro ponto turístico após várias horas de caminhada. Estamos excessivamente animados, todavia ao mesmo tempo já exaustos e famintos. Infelizmente, nenhum espécime cruzara nossa visão até o momento para que pudesse animar de alguma maneira o trajeto, apesar do local estratégico em que nos asseguramos permanecer. Parece um ótimo local para capturas.
A árvore em que sucumbimos apresenta uma estrutura dilatada e grossa, mas que ainda assim, consegue alcançar um ponto de elevação razoavelmente alto. Seus galhos são bem compridos e ocupados por incontáveis levas de ramificações e folhas largas, o que felizmente nos torna alvo de uma sombra grande e bem comportada.
— E aí, amigão. Acha que estamos indo bem até agora? — Movo a visão para minha esquerda e me deparo com Solrock infligido em um sono tão profundo que, ironicamente, assemelha-se a uma rocha. Decido não acorda-lo. Mesmo que flutuar pareça ser um deslocamento um tanto quanto infatigável - não que já tenha experimentado -, nada o impede de debilitar-se ao próprio peso. 
Assim como ele, decido perecer ao momento de convalescênça que essa floresta nos presenteara. Antes encostado no tronco da árvore, mexo meu corpo e me deito sob as fortes raízes que perfuram a terra e circundam a mesma. A borda da raiz é sólida e bem desconfortável, sendo assim, boto a touca como um amparo de repouso.
É como uma dádiva da própria natureza nos inspirando com seus mais belos fenômenos  naturais em nosso primeiro dia de jornada. A sinfonia dos pássaros. O uivo da brisa dando vida e movimento ao gramado ao meu perímetro. Até mesmo as folhas parecem emitir um leve ruído enquanto debatem-se umas contra as outras em função do vento. É perfeito. Ainda no céu, consigo desvendar algumas figuras em um desfile eterno sob o vão azulado. Algumas reconhecíveis, outras nem tanto.
Então, rodeado por um campo de reflexão, deixo meus olhos ocultarem o profundo tom cinza que os possui e levarem-me ao longo de um cochilo. Deitado numa cama de grama e rodeado por arbustos e, por fim, à vigia de um novo reinado astronômico. Como nos velhos tempos.
avatar
Władysław
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Início

Mensagem por Ran em Qui Jun 02 2016, 22:13

Após receber seu inicial no laboratório e tornar-se oficialmente um treinador, o jovem saiu pela cidade em busca de sua primeiro aventura em uma longa jornada. Ao seu lado um inicial um tanto quanto divergente, um majestoso Solrock. Sem duvidas um inicial como esse deixaria a jornada do novo treinador um tanto quanto diferente das outras.

Após uma longa caminhada pela pequena cidade, o Władysław não encontrou nenhuma grande aventura ou no mínimo um Pokémon selvagem para desafiar. Assim, ambos pararam a sombra de uma árvore, as folhas no chão já sem vida serviam de colchão para que o Władysław tirasse um cochilo.

Aquele sem duvidas não era nenhuma hotel cinco estrelas, mas pare algumas pessoas um chão coberto de folhas, na sombra de uma árvore, com uma aragem refrescante eram mais do que suficientes. E dessa forma, o pequeno cochilo se transformou em um sono que foi se aprofundando cada vez mais.
Władysław acordou com as gotas de uma forte chuva batendo em seu rosto. Talvez demorasse um pouco pare perceber, mas logo notaria que Solrock não estava por perto.
avatar
Ran
Administrador
Administrador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Início

Mensagem por Władysław em Sab Jul 02 2016, 20:12

~Estava com um problemão no PC e por isso não postei antes.~

Algo escorre incessavelmente em uma trilha irregular pelo meu rosto. Suponho que sejam gotículas de chuva. A mesma chuva que me assustara durante as tardes de incursão pela floresta localizada ao lado de minha casa. Afinal, estou sonhando? Vejo meus pais a minha espera bem ao lado do portão de madeira surrado. Começo a correr. Mas há algo de errado com minha visão, ela está contorcida e muito turva. O caminho aos meus pais se desfaz, e então despenco  diretamente  num solo em chamas. Estou gritando mas minha voz não dispõe de nenhum som. Movo a visão para cima e enxergo-o, flutuando em minha direção numa velocidade que jamais havia visto. Ele está me alcançando, porém não antes que uma parede de fogo se erga do chão e me devore. Ao fim, apenas consigo formar seu nome segundos antes de...

 Solrock!  Frio. Está tudo muito em contraste à situação que eu estava enfrentando segundos atrás. Minha pele está gelada e minha roupa parcialmente encharcada. Olho para o mesmo céu que antes dispunha de um belo palco azulejado com diversas apresentações geométricas e  aprecio um triste e cinzento lençol encobrindo toda majestosidade solar. Concluo que dormi mais que o necessário. Mais que o aceitável. Me movo desorientado pelo perímetro ainda encaixando e lembrando de todas peças de um quebra-cabeça que martela meu consciente. Não demora muito para que meu pé encontre a raiz da árvore e prenda a extremidade do sapato em uma mini fresta da mesma. O impacto me causa um reboliço repentino e é então que percebo a ausência dele. 

Estou de pé agora, correndo sem trajetória definida pelo solo alagado em busca de qualquer indício caloroso do corpo dele. Minha touca acaba por ser enfiada em um espaço entre meu cinto e cintura. Clamo pelo seu nome sem me preocupar com o forte patamar investido em minhas cordas vocais. Não tarda para que meu corpo pereça à consequência de minha descontrolada movimentação. Mas não importa, não agora. Solrock nunca foi de desaparecer sem deixar rastros, embora ele sempre me concedera ao luxo de dormir sem interrupções, ele sempre ficara a posto de minha presença. Sempre. 

 Solrock! Solrock! SOLROCK! Onde você está, amigo?  Acabo por sucumbir encostado num tronco derrubado e desgastado pelo tempo. Ali mesmo já sinto meus sintomas de ansiedade explodirem por todo meu corpo. Talvez fosse melhor acalmar-me, é provável que ele tenha simplesmente decidido dar uma volta pela floresta que, aliás, é um habitat que ele conhece tanto quanto conheço a palma de minha mão. Mas afinal, onde ele está?

avatar
Władysław
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Início

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum