Ficha - Cédric-Remi Le Blanc

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha - Cédric-Remi Le Blanc

Mensagem por Cédric-Remi em Qua Jun 29 2016, 14:30


Cédric-Remi Le Blanc


Nascimento: 11/06/1998 - Lumiose City - Kalos

Carreira: Treinador

Idade: 16

Altura: 1,76m

Peso:  
61kg
Descrição física:
"Oh baby darling how I'd love, to become your suicide blonde"

Sendo até alto para a sua idade, Cédric tem um corpo que a maioria consideraria como “magro”, mas ainda assim atlético e definido, muito por conta da intensa rotina da ginástica e de seu esforço no ballet, duas coisas que também trouxeram resistência e elasticidade para o corpo do menino. Suas pernas são longas, assim como os braços, fazendo com que Cédric acabe parecendo mais alto do que já é. Uma parte do corpo curiosa que chama a atenção no moço fica por parte de suas mãos, com dedos finos, mas ainda assim macios e que possuem unhas extremamente bem cuidadas.

O rosto do garoto não é dos mais incomuns, mas sua delicadeza acaba chamando a atenção. Sua pele quase pálida, é macia e bem cuidada e praticamente sem nenhuma mancha, o que é extremamente incomum principalmente entre adolescente. Sua sobrancelha é bem desenhada, seus olhos são de uma belíssima tonalidade turquesa, seu nariz e seus lábios são pequenos, mas ainda assim bem definidos, dando uma incrível harmonia para a feição do garoto, harmonia que talvez só seja quebrada pelos cabelos ondulados de um loiro tão claro que quase chegam à uma tonalidade pastel.

Suas roupas sempre variam conforme a necessidade, mas sempre mantendo a praticidade e o conforto, sem dispensar a beleza visual que geralmente é trazida por meio de cores pasteis, já que que por sua vez elas fascinam o menino. Geralmente um chapéu ou uma boina acompanham os looks de Cédric.

Personalidade:
"It almost feels like a joke to play out a part when you are not the starring role"

É difícil achar um único termo para resumir uma personalidade cheia de nuances, na verdade é bem provável que seja impossível achar uma única palavra para resumir o menino Cédric, mas talvez “livre” seja um bom inicio, já que é como o rapaz gosta de se sentir. Obrigações? Regras? Sim, Cédric sabe que essas são necessárias, mas ele simplesmente não gosta delas, o moço gosta de seguir a vida, de experimentar coisas e disso ele não tem medo, não que ele seja um desses “destemidos corações valentes”, na verdade muito pelo contrario já que o mesmo possui vários medos, baratas, ser visto logo após acordar, perder o seu relógio favorito, ser considerado ordinario. Mas medo de experimentar coisas? Com toda certeza isso ele não teme. Cédric gosta de coisas novas, ele não consegue ficar parado, o tédio é o seu maior inimigo e ele não hesita em mata-lo, por esse motivo é seguro dizer que desafio talvez seja uma das palavras favoritas do loiro, já que ao mesmo tempo que ele ama provar que pode ser um dos melhores em tudo que faz, ele também odeia perder, o que o torna muito dedicado em tudo que faz.

A segunda palavra chave para descrever sua personalidade ironicamente é algo completamente diferente de “livre”, já que seria “possessão”. O mais jovem dos Le Blanc não gosta muito de dar a sua tão amada liberdade para outras pessoas, principalmente se ele considerar essas pessoas “suas”. Não, Cédric não é um desses loucos que proíbem seus amigos de falarem com outras pessoas, nem que quer controlar seus passos, mas ele sente muito ciúmes daquilo que tem importância pra ele. Talvez seja o medo de perder algo tão valioso, ou de que aquilo acabe danificado. Seja pessoa, Pokémon ou objeto, se for importante para o garoto, ele vai fazer de tudo para garantir a proteção para a tal “coisa”. Mas garantir esse “cuidado” do jovem Le Blanc é algo tão fácil quanto achar um diamante no meio da rua, afinal sempre acostumado a ter tudo na mão, a receber a atenção de todos, Cédric acabou se acostumando a simplesmente enjoar das pessoas, então pra se tornar alguém valoroso para ele, a pessoa tem que realmente cativa-lo, do contrario ele irá trata-la apenas como uma colega ou simplesmente “mais um na lista”.

“Insegurança”, definitivamente essa não é uma palavra para definir a personalidade do nativo de Kalos. Cédric é um menino bonito, e ele sabe disso e não tem receio de mostrar isso para os outros, chegando muitas vezes a soar como arrogante e prepotente, mas o moço não vê mau nenhum em ter o seu ego inflado, antes se sentir bem consigo mesmo, do que viver na sombra dos outros por insegurança, o menino simplesmente valoriza a sua existência e acredita que todos deveriam fazer o mesmo. Remi sente muitas vezes a necessidade de mostrar os seus talentos, seja com a dança, acrobacias ou com seu canto – um Tenor leggero de voz angelical – e se sente muito insultado caso não seja elogiado, não por isso afetar sua confiança, mas sim por considerar que as pessoas não souberam apreciar seus talentos. A vaidade está muito presente na vida de Cédric,  coisas como sair de casa sem perfume, com o cabelo desarrumado ou sem protetor solar são como leis para o menino.

Se perguntarem pra qualquer um que conhece Remi qual é o pior ponto de sua personalidade, muito diriam que é o fato dele ser “frescurento”. Poeira, roupa suja, mau cheiro, pessoas suadas, mau halito, e mais uma centena de coisas fazem o jovem ficar super incomodado a ponto de muitas vezes até mesmo fazer um escândalo por segundo ele “não aguentar esses absurdos”.

Com a língua e o pensamento tão rápidos quanto Mercúrio, Cédric-Remi é o famoso “língua afiada”, ou seja, para o bem ou para o mal, comunicação é o seu grande forte. Por conta disso, nunca teve muitas dificuldades em conhecer novas pessoas e nem de expor suas ideias – que são muitas e de diversos assuntos – e é uma das coisas que o deixa mais irritado é ser contrariado ou impedi-lo de expressar o que sente por meio de palavras. Cédric não tem dificuldades para criar histórias e nem tem remorso em fazer isso, afinal quem nunca usou uma mentira pra se salvar, mas ele também sabe o valor da sinceridade, o menino entende o poder da comunicação e sabe a hora certa para usar cada um dos seus polos. Um dos pontos fortes em Cédric é o fato de que ele ama falar, principalmente dele mesmo, o que pode assustar algumas pessoas no inicio, mas no geral isso não é um problema, apenas quando a pessoa tem pensamentos conservadores, já que esses assuntos são os que mais o irritam e facilmente acaba levando a conversa para um lado mais agressivo.

Em relacionamentos o garoto sempre procura mais uma conexão entre os papos do que uma atração física. Cédric apenas vê sentido em manter algo com a outra pessoa se ele continuar animado com ela, ele nunca vai manter algo simplesmente pra não ferir os sentimentos do outro, ele se coloca em primeiro lugar em tudo, inclusive em suas relações, sejam elas românticas ou simplesmente amizades. Uma coisa que irrita o jovem Le Blanc em um relacionamento é tentar ser limitado, afinal ele ama a sua liberdade mais do que ele ama qualquer pessoa, entretanto infelizmente ele não considera a liberdade do outro tão importante quanto a sua e sempre que possível quer estar em controle. Apesar de ser muito bem resolvido com a sua sexualidade, quando vê um rapaz bonito, Cédric fica totalmente sem jeito, chegando a perder até mesmo as suas habilidades com comunicação e frequentemente gaguejando, ficando cada vez com mais vergonha conforme vai se atrapalhando.  Ele considera sua mãe e Pierre como as pessoas mais importantes de sua vida, enquanto considera seu pai a pessoa mais difícil de lidar.

Existem algumas coisas interessantes sobre o rapaz de Kalos, como a sua fascinação por boinas e relógios, inclusive tendo uma coleção desses em sua casa – sendo o relógio mais precioso para ele o que ele recebeu de sua mãe no seu aniversário de 15 anos. Sua cor favorita é a turquesa, o que faz o garoto amar a gema de mesmo nome, assim como seus olhos. Cédric tenta manter uma dieta saudável, mas seu ponto fraco são os doces, principalmente se for um delicado Macaron ou um belo Gelato. Ele ama decorações e roupas em tons pasteis, pois de alguma forma elas o acalmam e segundo o próprio é “impossível algo pastel ser feio”. O objeto de maior valor pra ele é a pulseira que Pierre lhe deu. Antes de ser obrigado a iniciar uma jornada, Cédric via pokémons apenas como “pets fofinhos” (ou criaturas nojentas, dependendo de qual fosse o pobre bicho).

Mesmo estando apenas a alguns dias em Hoenn, não ter explorado quase nada e mal iniciado a sua jornada, o jovem já afirma com todas as palavras que odeia o lugar e que nunca terá o charme de Kalos. Apesar de tudo, o garoto planeja fazer de Hoenn o inicio do seu sucesso em uma carreira que apesar dele não ter escolhido, ele tem confiança de que no final vai lhe dar a sua desejada e merecida fama, já que ele não costuma falhar naquilo que se dispõe a fazer.

Biografia:
"All I ever wanted was the world"
Após duas filhas seguidas, a família Le Blanc ansiosamente esperava por um filho, principalmente Jean, o já pai de duas meninas e que estava prestes a ver o nascimento do seu filho nesta noite de Julho. Durante todo dia a ansiedade tomou conta do homem, que nem ao menos parecia sentir o frio daquela noite. Finalmente, por volta da segunda hora do dia seguinte que a ansiedade deu lugar para outro sentimento dentro de Jean, uma sensação que era uma mistura de felicidade, orgulho e até mesmo alivio, afinal, de fato a criança era um menino. A alegria era tanta que no primeiro momento que teve de segurar o filho, praticamente tomou ele das mãos de sua esposa Margot e falou um pouco atrapalhado “Cédric-Remi Le Blanc”, como se ali mesmo já estivesse batizando seu filho.

O sonho de Jean finalmente tinha se realizado, um homem entre os seus herdeiros, alguém que ele iria poder compartilhar suas paixões, conversar sobre esporte, ver outro “eu” crescer diante de seus olhos, mas infelizmente para Jean, a vida nem sempre sai como planejamos.



O tão esperado filho da família Le Blanc apenas trazia felicidade em seus primeiros anos de vida, até mesmo suas irmãs mais velhas não sentiam ciúmes dele. A mais velha, Héloïse, com seus oito anos de idade, já cuidava do irmão quando ele tinha apenas dois anos, enquanto a mais nova Amélie, esperava ansiosamente com seus cinco anos o dia em que ela tomaria o lugar de sua irmã e ajudaria a cuidar do pequeno Cédric.  Margot nunca teve muito trabalho com seu filho, e apesar de receber a ajuda de sua filha e também de uma auxiliar de lar, sempre fez questão de estar perto do seu filho a maior parte do tempo, deixando até mesmo a sua carreira de lado para desfrutar melhor os momentos com seu filho.

Já o pai de Cédric enchia o garoto de brinquedos, desde brinquedos educativos até bugigangas grandes demais para uma criança de dois anos, só que o presente favorito dele para o filho eram todos relacionados a futebol, a grande paixão de Jean, praticamente a cada mês a criança recebia pelo menos três bolas de futebol que ele mal conseguia chutar. Mesmo com o incentivo do pai, Cédric sempre preferiu brincar com ursos de pelúcia com Pierre, filho de Estelle, matriarca da família Saint-Claire e melhor amiga de Margot, na verdade com apenas meses de diferença na idade, as crianças já tinham se acostumado uma com a presença da outra, afinal, praticamente estavam juntos desde o nascimento.

Por muitos anos a vida de Remi se manteve sem muitos problemas, tendo boa condição financeira, saúde e se relacionando muito bem com a maioria dos pequenos de sua idade, o menino tinha tudo que uma criança precisava. Isso até os sete anos de idade, quando a visão do pai em relação ao menino foi mudando ao poucos, onde a cada ano que se passava ele ficava mais cansado de esperar Cédric despertar interesse pelos seus gostos, pois ao invés de querer entrar em um curso de artes marciais, o menino preferiu estudar ballet e canto, ao invés de jogar futebol ele preferia brincar com seus bonecos. Ironicamente quem mostrava interesse pelos esportes era a filha mais nova, Amélie, essa que a todo custo buscava aprovação do pai, só que não recebia o que desejava, pois Jean parecia ter todo o seu foco em transformar seu filho em uma versão mais nova dele, o que foi fazendo com que a ex-caçula ficasse cada vez com mais ciúmes do irmão.

Foi por volta de novembro de 2006 que Jean teve sua primeira atitude agressiva em relação aos gostos do filho, proibindo ele de brincar com todos seus bonecos e pelúcias, guardando os brinquedos em um lugar onde o garoto não alcançaria. Apesar de Margot ter retornado para sua carreira na medicina, Cédric ainda era paparicado por Héloïse, que querendo ajudar o irmão pegava toda noite seus brinquedos e dava para ele escondido, guardando-os todo dia meia hora antes do horário em que o pai empresário chegava do trabalho.

Nas primeiras semanas o plano parecia ser um completo sucesso e muito provavelmente teria sido, se não fosse por um fator que atendia pelo nome de Amélie. Para o azar da dupla, a irmã do meio acabou vendo Cédric brincar com seus bonecos e ao invés de ameaça-los e suborna-los para tirar proveito da situação, a menina apenas voltou às suas atividades e fingiu que não tinha visto nada. Tudo parecia normal, até Amélie ver Jean chegar do trabalho e sem pensar duas vezes meteu a língua entre os dentes, contando tudo que tinha visto. Uma raiva tomou conta do homem, que por pouco se controlou para não bater nos dois filhos. Quando Margot chegou à residência uma discussão rapidamente começou, com os dois lados muito exaltados. A argumentação durou por mais de trinta minutos, e após muito esforço a mãe conseguiu convencer o pai de que o filho deveria permanecer nas aulas de canto e ballet, só que ainda assim Jean estava certo que os bonecos e as pelúcias deveriam ser jogados fora, e apesar de relutante, Margot acabou cedendo no final, doando os brinquedos do filho.  Apenas após cerca de sete meses as coisas pareciam já ter voltado ao normal, inclusive Cédric tinha convencido os pais de o deixarem ingressar nas aulas de ginástica da escola.

Os anos foram se passando, e parecia que a obsessão de Jean com os gostos de Cédric também, o homem aparentava finalmente estar aceitando as coisas e aos poucos compartilhando seus gostos com Amélie, essa que era extremamente obcecada com esportes e era uma das melhores jogadoras de Futebol da escola, fazendo com que ela perdesse o ciúme que sentia do irmão.

Outro relacionamento que evoluiu ao longo desses anos foi o do rapaz Le Blanc com o seu melhor amigo Pierre. Apesar dos gostos diferentes eles eram praticamente inseparáveis e sempre andavam juntos na escola, ficando longe um dos outros apenas quando tinham atividades extracurriculares. Pierre sempre era visto assistindo as apresentações de Cédric nas primeiras fileiras, torcendo como se fosse um irmão mais velho do rapaz, apesar dessa não ser a forma como Remi queria que seu melhor amigo o visse. O loiro por sua vez sempre que podia assistia as competições de matemática que o filho de Estelle participava, mesmo achando-as as coisas mais chatas do mundo.

Conforme o tempo passava e Cédric ficava mais velho, ele apenas ia aperfeiçoando suas habilidades artistas, dominando praticamente todos os musicais da escola e conseguindo qualquer papel que desejava. Os professores viam um belo futuro artístico para o Tenor leggero, enchendo sua mãe de orgulho e lhe rendendo vários admiradores na escola, chamando a atenção de varias meninas, que prontamente eram todas dispensadas pelo rapaz do cabelo pastel.

Apesar de só ter um real amigo na escola, Cédric sempre foi muito popular, então colegas era algo que não faltava pra ele, o que resultou em sua festa de quinze anos lotada, onde todos do colégio desejavam receber um convite, era praticamente o evento do ano. A decoração estava linda, as luzes brilharam como nunca naquela noite, comida não faltava e nem musica agitada para que todos dançassem. Remi estava mais do que animado naquele dia, ele aproveitou até o ultimo momento, sempre com um sorriso no rosto. A festa durou até pouco mais da segunda hora do dia seguinte, e foi apenas após todos irem embora que Cédric receberia o presente dos seus pais. O presente de Margot foi um relógio que tinha sido do Avô do rapaz. O loiro ficou apaixonado pelo presente e até mesmo emocionado, afinal nunca tinha conhecido nenhum dos seus avós, tanto maternos como paternos. Já o presente de Jean foi algo muito mais simples e superficial, como não tinha a maior das intimidades com o filho, resolveu presentea-lo com uma quantia de dinheiro para que o ele escolhesse o próprio presente, só que logo após dar o agrado, Jean deu um aviso inesperado para Remi, o de que se ele não desistisse da vida sem futuro de artista em um ano o pai daria um jeito de o filho desistir. Cédric claramente ficou nervoso com aquilo, mas simplesmente ignorou a ameaça vazia do pai, indo dormir tranquilo com o sucesso de sua festa.

Os meses seguintes continuaram a serem incríveis na vida do performer, sua técnica vocal e presença de palco só melhoravam, cada vez ele estava mais popular e também mais próximo de Pierre, tudo ia de vento em popa e o Le Blanc tinha certeza que aos dezessete anos ele conseguiria uma bolsa com facilidade em uma grande universidade de artes e em alguns anos estaria estrelando musicais no mundo todo. O tempo passou tão rápido quanto o vento e em um piscar de olhos o 16º aniversario de Cédric batia em sua porta. Dessa vez a festa conseguiu ser ainda maior que a ultima, com mais pessoas, mais luzes, mais comida e obviamente como era de se esperar, mais glamour.

A noite não poderia ter sido melhor, o rapaz definitivamente estava aproveitando cada segundo, saboreando tudo até o final da festa. Ao chegar exausto em casa junto com a sua família, ele rapidamente foi para o seu quarto descansar, mas foi surpreendido quando seu pai também entrou no local, e trazendo novamente uma novidade ruim para seu filho. Jean não hesitou em dar a noticia de que em sete dias o filho estaria viajando para Hoenn para viver com alguns parentes por mais de um semestre para iniciar uma jornada como treinador Pokémon, sem luxos e sem mordomias, sendo esta a sua punição por ter abraçado a vida artística. Aos berros e gritos, Cédric praticamente expulsou seu pai do quarto, ele simplesmente não conseguia acreditar e nem ao menos aceitar o que estava acontecendo. Como o pai dele considerava justo obriga-lo a abandonar o seu sonho, a sua paixão, o que seria do jovem Le Blanc sem os aplausos do público. Além do mais ele teria que viver longe de sua mãe, longe do seu melhor amigo, pior, estaria longe de Pierre sem nem ao menos ter mostrado seus verdadeiros sentimentos pra ele. As lagrimas não paravam de correr naquela noite, o menino mal conseguia respirar em meio ao choro e os soluços, parecia que pela primeira vez ele não sabia o que iria fazer da vida.

O caminho para o penúltimo dia de Cédric em Kalos foi difícil, durante a semana ele sentia uma angustia e uma agonia inconfundível, ele já tinha dito para Pierre que teria que se despedir, mas não conseguiu falar sobre o seu amor pelo garoto Saint-Claire, a tarefa parecia mais fácil na teoria do que na pratica, pois pela primeira vez o rapaz de cabelos loiros sentia o medo de tentar algo novo, ele simplesmente estava temendo ser rejeitado pelo amado. Com a chegada do penúltimo dia de estadia em Kalos, Remi teve que tomar uma decisão, por bem ou mal, com medo ou não, ele estaria contando para Pierre sobre os seus sentimentos essa noite. O ultimo dia de Cédric chegou ao fim, e com ele se viu obrigado a falar com seu amigo, era agora ou nunca, e então ainda tenso, o loiro tentou de tudo, mas simplesmente não conseguia, ele gaguejava, sua mão estava fria e ao mesmo tempo suando, ele não conseguia entender o motivo daquilo acontecer com ele, e ao invés de um “eu te amo” sair de sua boca, um simples “vou sentir sua falta” tomou lugar seguido de um abraço e uma simples despedida, deixando o Le Blanc decepcionado consigo mesmo.

Na manhã seguinte, Cédric estava calado, desanimado, mal conseguia comer, apenas queria ir para Hoenn o mais rápido possível para assim acabar o quanto antes com essa viagem. Acompanhado de Margot e Héloïse, Remi estava a prestes a embarcar, quando acabou avistando um rosto familiar, tal face nunca teria passado despercebida pelo Le Blanc, já que ela carregava os traços de quem ele ama. Praticamente correndo até Pierre, Cédric não fez nada a não ser abraçar seu amigo, que prontamente falou nos ouvidos do loiro “Eu sei o que você queria dizer ontem... e... eu vou esperar por você, então eu espero que você volte como o melhor treinador de todos”. Quase que imediatamente, Remi sentiu seu olho ficar pesado por conta da água, e engolindo seco, fez o seu melhor para segurar o choro e com a voz ainda tremula deu uma resposta rápida “É obvio que eu vou ser o melhor, então é melhor eu não me atrasar”. Com a cabeça baixa, mas de forma que Pierre ainda via o sorriso formar na face do rapaz, Cédric só sentiu um beijo em sua testa e aos poucos se afastou do Saint-Claire, correndo para perto de sua mãe, e após uma rápida despedida embarcou rumo a Hoenn.

A primeira semana de Cédric em Rinshin já foi tensa, seus parentes conseguiam ter ideias mais conservadoras que as do seu pai, o apartamento era pequeno, feio e mal arrumado, além de que a própria cidade não tinha charme algum para o jovem. Sem nem ao menos vontade de falar com seus tios, Remi já não aguentava mais ficar ali, e assim que conseguiu se estabilizar emocionalmente, decidiu que era hora de partir em sua aventura como treinador, disposto a dar o seu melhor por Pierre, mas também por si mesmo, afinal “Cédric-Remi Le Blanc definitivamente não nasceu para ser ordinário”.


Última edição por Portia em Sex Jul 01 2016, 14:18, editado 1 vez(es)
avatar
Cédric-Remi
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

(BOX) Cédric-Remi Le Blanc

Mensagem por Cédric-Remi em Sex Jul 01 2016, 20:29

~ Pokémons ~

Apelido / Mudkip:

Mudkip Apelido
Lv. 05 [O/104]
Trait: Torrent
Hold Item: ---
Happiness: 5
MOVESET
- Tackle
- Growl
- Water Gun
- -x-
- -x-
- -x-
STATS
HP: 50
Atk.: 70 + 0
Def.: 50 + 0
Sp. Atk.: 50 + 0
Sp. Def.: 50 + 0
Speed: 40 + 0
Altura/Peso:
Particularidade:
Personalidade:
Último Cruzamento:

Apelido / Espécie:

Espécie Apelido
Lv. OO [O/O]
Trait: ???
Hold Item: ???
Happiness: ???
MOVESET
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
STATS
HP: Base
Atk.: Base + 0
Def.: Base + 0
Sp. Atk.: Base + 0
Sp. Def.: Base + 0
Speed: Base + 0
Altura/Peso:
Particularidade:
Personalidade:
Último Cruzamento:

Apelido / Espécie:

Espécie Apelido
Lv. OO [O/O]
Trait: ???
Hold Item: ???
Happiness: ???
MOVESET
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
STATS
HP: Base
Atk.: Base + 0
Def.: Base + 0
Sp. Atk.: Base + 0
Sp. Def.: Base + 0
Speed: Base + 0
Altura/Peso:
Particularidade:
Personalidade:
Último Cruzamento:

Apelido / Espécie:

Espécie Apelido
Lv. OO [O/O]
Trait: ???
Hold Item: ???
Happiness: ???
MOVESET
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
STATS
HP: Base
Atk.: Base + 0
Def.: Base + 0
Sp. Atk.: Base + 0
Sp. Def.: Base + 0
Speed: Base + 0
Altura/Peso:
Particularidade:
Personalidade:
Último Cruzamento:

Apelido / Espécie:

Espécie Apelido
Lv. OO [O/O]
Trait: ???
Hold Item: ???
Happiness: ???
MOVESET
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
STATS
HP: Base
Atk.: Base + 0
Def.: Base + 0
Sp. Atk.: Base + 0
Sp. Def.: Base + 0
Speed: Base + 0
Altura/Peso:
Particularidade:
Personalidade:
Último Cruzamento:

Apelido / Espécie:

Espécie Apelido
Lv. OO [O/O]
Trait: ???
Hold Item: ???
Happiness: ???
MOVESET
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
- -x-
STATS
HP: Base
Atk.: Base + 0
Def.: Base + 0
Sp. Atk.: Base + 0
Sp. Def.: Base + 0
Speed: Base + 0
Altura/Peso:
Particularidade:
Personalidade:
Último Cruzamento:
avatar
Cédric-Remi
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha - Cédric-Remi Le Blanc

Mensagem por Matt em Sex Jul 01 2016, 20:33

~ Mochila ~
Key Itens:
- Pokedex x01
- Old Rod x01

Itens:
- Pokeball x05

Itens Medicinais:
- Potion x01

Berries:
- xx Berry x00

TMs:
- TMX Move x00

Dinheiro: Pk$1000
avatar
Matt
Monotrainer - Dark
Monotrainer - Dark

Alertas :
4 / 104 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha - Cédric-Remi Le Blanc

Mensagem por Matt em Sex Jul 01 2016, 20:34

~ Progressos ~

Capturas:
Spoiler:
- Iniciou a jornada com um Mudkip;
EXP:
Spoiler:
- [Número] de EXP dada para {POKÈMON} na {ROTA XX}
Locais:
Spoiler:
- Iniciou a jornada em Littleroot Town;
- [url=Link do Local]Nome do local[/url]
avatar
Matt
Monotrainer - Dark
Monotrainer - Dark

Alertas :
4 / 104 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha - Cédric-Remi Le Blanc

Mensagem por Matt em Sex Jul 01 2016, 20:34

Insígnias/Fitas:
Spoiler:
----
Contatos:
Spoiler:
- [url=Link da Ficha do Player]Nome do personagem[/url]
Relações:
Spoiler:
[url=Link da Ficha do Player/NPC]Nome do Char[/url] - Rivalidade Amigável;
[url=Link da Ficha do Player/NPC]Nome do Char[/url] - Inimizade;
[url=Link da Ficha do Player/NPC]Nome do Char[/url] - Parceiro;
Informações importantes:
Spoiler:
[url=Link da rota]Rota X[/url] - Fez tal coisa;
[url=Link da rota]Rota X[/url] - Explodiu uma casa com a ajuda de pessoa X;
Habilidades Disponíveis:
Spoiler:
- Matéria X • Aula: 1/2
- Matéria X • Aula: 1/2
avatar
Matt
Monotrainer - Dark
Monotrainer - Dark

Alertas :
4 / 104 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha - Cédric-Remi Le Blanc

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum