O segundo passo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O segundo passo

Mensagem por VitorX em Sab Jul 30 2016, 20:11

Após sair de LittlerootCity, Vitor percebeu que estava anoitecendo, e decidiu que dormiria naquela rota. Chegou perto de uma grande árvore, e verificou o local, atrás da árvore, encontrou uma clareira, com pouco mato ao redor. Vitor então montou sua barraca naquele local e acendeu uma pequena fogueira, para afastar Pokemons selvagens. Pegou algumas berries nas árvores proximas e libertou Gastly. Depois de comerem, Vitor começou a arrumar as coisas e Gastly saiu flutuando por aí, procurando alguém para assustar, e sem sucesso, o pokemon gasoso retornou e deparou-se com Vitor preparando-se para dormir.

-Você vai querer dormir? - perguntou o garoto ao seu pokemon, ja sabendo a resposta

Gastly negou balançando sua "cabeça". Afinal, era um pokemon fantasma e preferia a noite. Então Vitor entrou na barraca e resmungou um Boa noite de lá e dentro. O espírito pokemon ficou vagando em volta do acampamento enquanto seu dono dormia. Passaram-se alguns minutos e o garoto que estava quase dormindo, foi desperto pelo seu pokemon, que fazia barulho la fora. Vitor saiu da barraca e deparou-se com um outro pokemon, que estava atacando Gastly e fazendo barulho. O garoto então, preparou-se para batalha.

Off: Eu gostaria de fazer um treino com Gastly, batalhando contra esse pokemon, que deixarei para sua escolha.
avatar
VitorX
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O segundo passo

Mensagem por Dinho em Seg Ago 08 2016, 11:41



A journey begins


Agora em Hoenn, longe das garras de sua tia maluca, Vitor podia sentir o vento da liberdade, a essência da natureza. Estava diante da rota cento e um, o primeiro caminho para novatos em Hoenn. Ao seu lado, o Gastly que o salvou.

O treinador havia chegado em um momento um pouco delicado na rota. Era noite de um sábado quente, devido as altas temperaturas da semana vindas de uma massa de ar quente. A temperatura estava na média, entre vinte e cinco a trinta graus.

O local era trilhado por um chão de terra batida, cercado por uma grama alta e bem verde. Algumas árvores podiam ser vistas no horizonte, indicando as florestas dos arredores. O caminho era longo e, provavelmente, o jovem não o cruzaria em um dia, ainda mais a noite.

Vitor, então, decidiu acampar. Encontrou uma clareira e armou sua barraca e uma fogueira, enquanto seu amigo fantasma sobrevoava o local. O rapaz tentou procurar algumas berries na redondeza, mas sem sucesso. Até que, em um certo momento, ouviu um som estranho, algo que podia ser um pokémon. Ele caminhou até o barulho, na companhia de seu Gastly que recém voltara, e deu de cara com uma criatura selvagem.

O pokémon era pequeno, avermelhado, semelhante a uma minhoca. Possuía um chifre bege em sua cabeça e outros dois no final da extensão de seu corpo. A centopeia se assustou com o humano e usou um fio de teia para subir no galho de uma árvore.

O que Vitor faria?

Off: Olá, desculpe pela demora, eu serei seu narrador nesta aventura. Para começar, gostaria de avisar que, seguindo as regras do forum, você não pode dizer se viu algum pokemon ou personagem. Isto fica a critério do narrador, tudo bem? Como está começando, vou deixar passar, mas que isso não se repita, ok? Você pode dizer que viu alguma árvore - se o ambiente condizer com isto - como se sente, o que seu pokemon fez, mas berries, pokemon e locais ficam tudo a critério de quem estava narrando.
Katiau
avatar
Dinho
Treinador - Criador
Treinador - Criador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum