Um começo diferente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um começo diferente

Mensagem por LCunha em Qua Jan 18 2017, 23:47

OFF: Eu sou um membro antigo que havia pegado o inicial ainda em Kanto, mas não tinha uma rota ativa. Falei com alguns ADM's e eles disseram que eu poderia fazer a transição para Petalburg como os membros fizeram na época, então, irei fazer isso. :v

Logo após Daisuke pegar seu inicial no laboratório do professor Oak, uma chuva densa caiu sobre Pallet e depois de algumas horas de chuva, o Professor recebe uma ligação dos irmãos de Lisanna, dizendo que o teto da casa de seus avó havia desabado e eles vieram a falecer.
Isso foi um choque, tanto para Daisuke quanto para Lisanna, isso fez com que adiassem a jornada que eles iriam começar naquele dia. Fizeram um funeral as pressas para os seus falecidos avós e, por mais que tenham avisado os seus pais, estes não compareceram ao funeral de seus avós. Indignados, os irmãos Rayd se recusam a ir morar com seus pais, logo, os pais de Daisuke oferecem para que eles vão morar com eles.
Passada uma semana, Kanto volta a sofrer com a chuva, e ainda desolada com as mortes de seus avós, Lisanna não sente vontade de fazer nada e a sua Glameow, que foi dada por sua vó, é uma constante lembrança da falta que a mesma faz.
Indignado com tal situação e com o fato de que morar em Kanto estava ficando perigoso devido as chuvas, o pai de Daisuke sugere que eles vão morar em Petalburg novamente. A ideia, inicialmente, assusta Daisuke um pouco, porém, ao olhar para Lisanna e de se lembrar de tudo que eles passaram juntos, ele concorda.
5 após os ocorridos, os país de Daisuke, o próprio Daisuke, Lisanna, Mirajane e Elfman (os irmãos da garota) se mudam para a antiga casa em Petalburg.
A casa era relativamente grande, porém, estava imunda devido ao fato de ter ficado fechada por anos. Ela contava, no total, com 5 quarto, sendo que 3 eram suítes. Após alguns dias, Lisanna apresentava melhoras, e Daisuke não se frustrava com os pesadelos de seu irmão. Ele não os tinha mais.
Agora, após 5 meses de terem se mudado para Petalburg, Daisuke e Lisanna resolvem, finalmente, tentar sair em uma jornada. Por hoje, eles apenas circulariam pela cidade, porém, amanhã partiriam em direção a Petalburg Woods.
Eram aproximadamente sete horas quando Daisuke e Lisanna saem de casa. O dia estava ensolarado e não havia uma nuvem no céu. O garoto estava empolgado com uma possível primeira luta com sua Pokémon, e, devido ao fato de ter passado bastante tempo com seu Pokémon, Daisuke já tinha familiarizado com sua Bulbasaur, a qual ele havia apelidado carinhosamente de Zhár.
Ao sair de casa, Daisuke leva Zhár no ombro, devido ao fato de ela ser uma Bulbasaur bem menor do que a média, e Lisanna carrega sua Glameow nos braços, eles começam caminhando pacificamente e vagarosamente pelas ruas de Petalburg, uma vez que eles haviam acabado de comer, enquanto conversavam trivialmente sobre assuntos aleatórios.
avatar
LCunha
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um começo diferente

Mensagem por Surik em Qui Jan 19 2017, 09:41


OFF:
Olá, meu jovem, estarei assumindo sua rota!

Percebi que sua Bulbasaur ainda não tem uma personalidade. Gostaria de criar uma para ela?


Uma nova manhã se iniciava em Petalburg, e com novos moradores caminhando pelas ruas. O céu estava claro, bonito e azul, totalmente favorável para uma caminhada pela cidade. Na verdade, era um dos motivos pelos quais a dupla - ou melhor, quarteto - estava ali.

A cidade em si estava pacata como sempre. Tudo ia muito bem, com moradores cordialmente se cumprimentando pelas ruas, alguns poucos lojistas abrindo as portas de seus estabelecimentos, tendo também um belo sorriso estampado no rosto.

Uma placa logo acima de suas cabeças indicava o caminho para as famigeradas Petalburg Woods, que na verdade era o grande destino da maior parte dos treinadores que pisavam naquela cidade. À direita da calçada onde caminhavam, puderam avistar um belo lago, cujos raios solares de uma ainda tímida refletidos na água causavam um realmente belo espetáculo.

Logo após o lago estava a entrada para a grande floresta, e os treinadores estavam já chegando perto, alguns minutos de caminhada depois.

Foi quando saíram da entrada da floresta dois homens, correndo desesperadamente. Um deles era um pouco maior e musculoso que o outro. Este, na verdade, estava carregando um rapaz muito jovem em seus braços, que estava desacordado e com a camisa dramaticamente ensanguentada. O outro trazia uma bolsa nas mãos, além de uma mochila nas costas.

- Rápido, rápido, não temos tempo, ele não vai aguentar muito mais!

- É, eu sei, mas a ambulância ainda não chegou! Liga de novo pra eles!

Aquele que carregava a bolsa e a mochila sacou um telefone do bolso e tocou na tela algumas vezes, logo levando o aparelho ao ouvido. Estavam impacientes, andando de um lado para o outro, apenas a alguns passos de distância da nossa heróica dupla.

- Será que podemos os ajudar de alguma forma? - completava Lisanna, logo após Glameow saltar de seus braçose concentrar seu olhar à frente, preocupada. O que Daisuke faria?
avatar
Surik
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um começo diferente

Mensagem por LCunha em Qui Jan 19 2017, 16:32

OFF: Olá! o/
OFF2: Sim, por favor. Pode colocar que a Zhár é muito apegada ao Daisuke e super protetora, além de ter muito ciúmes de seu treinador, ela não mantém uma boa relação com Lisanna, porém, é muito amigável com os Pokémon da mesma e de seu próprio treinador.

Novamente, Petalburg trazia mais sangue a vida de Daisuke. Aquele visão o perturbou e os fez lembrar da imagem de seu irmão morto na frente de sua casa. Ele congelou durante um tempo, porém, se lembrou de todas as coisas que usava para se fortalecer e, naquele momento, ele teve apenas uma certeza: Não queria ver mais ninguém morto naquela cidade. Não seria um fraco novamente, ainda mais diante da lembrança de seu irmão e da pessoa que tanto o ajudou.

Daisuke, sem falar nada com Lisanna, se aproxima rapidamente dos dois homens, ainda acompanhado pela menina e os Pokémon. Logo, nosso grande protetor diz:
- Onde fica o hospital mais próximo? Sou praticante de atletismo, posso levá-lo até lá rapidamente.
avatar
LCunha
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um começo diferente

Mensagem por Surik em Sex Jan 20 2017, 17:50


Aquela já não seria uma visão agradável sob nenhuma hipótese, ainda mais se Daisuke já tivesse experimentado algo do tipo. Era impossível evitar pensamentos negativos, e era impossível também negar ajuda. Foi o que nosso herói fez, buscando ajudar da melhor forma possível.

- Certo, certo. Sim, já estou te vendo!

Naquele mesmo instante, um automóvel se aproximava e parava ao lado deles. O indivíduo que carregava aquele rapaz ensanguentado respondia de forma cordial:

- Obrigado, nossa carona já chegou. Não entrem nessa floresta sozinhos, pelo menos não agora. É perigoso!

Os homens entravam no carro que logo não demorava a sair. A companheira do rapaz dava dois passos na direção do veículo enquanto ele saía, um gesto automático de quem está obviamente preocupado.

- Estou realmente chateada com essa situação toda. Como podemos descobrir o que está acontecendo? E se tiver mais gente correndo perigo na floresta?
avatar
Surik
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um começo diferente

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum