[Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Sab Abr 01 2017, 23:27

O quarentão duvidava totalmente dos contos contados pelo garoto. Na tentativa de desmascarar o que ele acreditava ser mentira, pediu para que fosse levado até aqueles homens de preto enquanto tentava novamente gesticular os braços, porém era uma tentativa falha de se enturmar.

-Levar até eles? - O garoto pensou um pouco, mas logo respondeu. -Tá bom, só vim comigo. A gente vai pro porto.

Alberto não esperava por aquilo, as chances de ser algo real subiam drasticamente. Saíram da escola e foram ao destino, poderiam cortar caminho pelo mato próximo ao litoral, mas havia uma placa onde estava escrito "Cuidado, tinta fresca". Ao chegarem, Alberto dois caras de preto de costas para ele olhando para o mar e gesticulando. O que faria?

_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Just Norman em Dom Abr 02 2017, 22:06

Férias


Para a surpresa de Alberto, o garoto realmente o levou até as tais pessoas de preto, depois de não cortar caminho pelo matagal litorâneo pois havia uma perigosa "tinta fresca" á solta naquele local. Sim, eu também posso fazer uma ou duas piadas. Porém, mesmo olhando aquelas pessoas de longe, na mesma descrição que o garoto deu, o barbudo ainda era incrédulo. " Tudo bem, as pessoas que ele citou existem, mas tenho certeza que elas não devem nem conhecer ele moleque que cabula aula. Se eu continuar puxando essa mentira, vai ficar claro como o dia a realidade", pensa aquele homem mal-intencionado que queria estragar as ilusões de uma criança.

Tentando manter-se calmo e em personagem, o quarentão diz ao menino:


- Alá maluco! Por um momento, eu duvidei de você, mas agora consigo ver que tu é mesmo um moleque maneiro. Daqui de longe já da pra ver que aquela galera é maneira. Bem, bora lá ver eles, mandar aqueles estilos livres morou? - agora que ele possuía uma referencia visual de gesticulações, ele tentava gesticular que nem aquelas pessoas de preto, mas a distância aliada ao mau ângulo não o deram uma referência muito boa, resultando em um movimento de braços e mãos fraco e brega.

Não é Normal
avatar
Just Norman
Monotrainer - Normal
Monotrainer - Normal

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Seg Abr 03 2017, 13:13

-Beleza, tô indo lá.

O garoto foi aos caras vestidos de preto e começou a falar com eles, logo começou a fazer gestos com os braços parecidos com os deles mostrando para Alberto que ele provavelmente seria derrotado por uma criança em qualquer competição do tipo.

Eles viraram-se e vieram ao treinador lentamente enquanto estalavam os dedos dizendo algumas coisas.

-Yo, yo, yo! Então você é o cara que tá duvidando do pirralho?

-Acho que ele não sabe como as coisas funcionam por aqui.

-Vamos dar uma lição a ele.


Parece que o garoto não mentia, pelo menos não quanto a isso. O que faria a seguir?

_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Just Norman em Seg Abr 03 2017, 19:11

Férias


Olha só, quem diria! Por uma incrível coincidência, Alberto se viu com a verdade, e coincidentemente, essa verdade batia com o relato do garoto. Vai ver ele não era mesmo um mentiroso e nosso protagonista foi influenciado a acreditar o contrário. Mas que pena não? E para piorar ainda as coisas, a má escolha de palavras dele, que eram para ser apenas um breve comentário sem muita importância, levou aquelas pessoas que ele duvidava da própria existência a se voltar contra ele. Que reviravolta, não?

Por dentro, o barbudo estava bem nervoso. Eles rimavam no meio da rua, vai saber se eles não eram algum tipo de gangue que habita a periferia da cidade? Bem, ao menos essa era a conclusão preconceituosa de quarenta anos dele. Mas, com seu jeito malandro, talvez ele conseguisse falar a mesma língua deles e sair dessa sem nenhum hematoma e sem violência.


- Hey bros, não precisam ficar nervosos. Eu sou dos seus, usando o rap e as rimas para mostrar as falhas da nossa sociedade injusta. Não tem porque sair na porrada se todos estamos no mesmo time, morou? - Dessa vez, ele tenta imitar os movimentos deles, misturando com umas liberdades criativas. Ele estava pegando o jeito nesse negócio de mexer os braços e gesticular. Mas não sei se ficou convincente o suficiente.

Não é Normal
avatar
Just Norman
Monotrainer - Normal
Monotrainer - Normal

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Qui Abr 06 2017, 00:54

Alberto precisava sair da enrascava na qual havia se metido. Enquanto a dupla se aproximava, o quarentão gesticulava e tentava explicar a situação. Ainda disse que utilizava o rap como forma de criticar a sociedade injusta, mas...

-Acho que você se confundiu, tio, eles não fazem rimas pra isso.

Alberto se exaltara quanto a isso, o treinador agora se via em uma situação que poderia ser perigosa devido à atitude que tomou. A dupla já estava próxima a ponto de parar para falar com Alberto.

-Yo yo yo, então tu tá falando que sabe soltar umas rimas, velhote?

-Você só parece mais um cara sem objetivo como nós, mas mostra o que sabe, vovô.

_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Just Norman em Qui Abr 06 2017, 20:03

Férias


O menino o havia corrigido, pelo visto eles não eram exatamente a ideia de "rappers" que ele conhecia. Enquanto deixava aquelas pessoas falarem, ele observava mais os detalhes deles, suas roupas, vestimentas, movimentação, qualquer coisa que ele talvez tivesse alguma ideia de identificar o porque eles andavam por aí soltando rimas com garotos que deviam estar na escola.

"Então, na verdade eles são vagabundos?", pergunta-se o treinado. Bem, ao menos se isso fosse verdade, eles teriam algo em comum. E não, você não é um treinador profissional, você parece nem se importar na classe que você escolheu, parece mais que usou essa desculpa para sair pelo mundo causando encrenca! De qualquer forma, aquelas pessoas se identificaram com ele de algum jeito, mas pediram para ele provar, soltando algumas rimas.

"Eu sei tocar um cavaquinho como ninguém, não deve ser difícil bolar rimas, olha só, já até pensei em uma ou duas...", diz o homem que não conhecia muito bem o conceito de rimas "freestyle" para o seu narrador. Bem, eu não botaria muita fé nele...

Bolando a sua meia dúzia de rimas prontas e seu vocabulário dos anos 80, o barbudo se prepara para soltar as rimas mais insanas desse lado do arquipélago de Alola, ou ao menos é o que ele esperava. Durante todo o ato ele continuou fazendo alguns gestos:


- Yo... Yo, yo... Tá duvidando do velhote, muito errado meu "fióte", as rimas do vovô são "pesada", então cuidado pra não tomar chifrada, eu já rimava antes de ao mundo irem vocês, então pode acreditar que já domino o português, minhas rimas são o maior barato, dá até pra servir num prato, se não gostaram da rima é porque estou enferrujado... mas errar não é... pecado? - Ele não pensou muito bem em um final marcante, digamos assim.

Não é Normal
avatar
Just Norman
Monotrainer - Normal
Monotrainer - Normal

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Sab Abr 08 2017, 14:51

Começou bem, mas o final não teve a mesma qualidade do começo. Ficou na esperança de que aceitassem suas rimas para não apanhar dos jovens sem rumo. Um olhou para a cara do outro e Alberto teve sua resposta.

-Yo, As rimas do velhote foram uma porcaria.

-Isso aí, bro, usou as "giría" de velho.


Parecia que não havia conseguido agradá-los, mas...

-Isso aí, velhote.

-Solta mais rimas aí.


Ele voltaram a gesticular e pedindo para que o quarentão continuasse com as rimas, parece que ele fazia o estilo deles. Enquanto isso, o garoto ria ao fundo.

_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Just Norman em Dom Abr 09 2017, 09:53

Férias


Por um lado, o homem se sentiu mais aliviado que não seria agredido pelos locais. Por outro, ele teria que fazer mais uma sessão de rimas enquanto pelo visto era motivo de zoação. Por acaso eles eram críticos para saber se as rimas dele foram fracas? Ele queria acabar logo com aquilo, ou pelo menos parar de ser motivo de chacota por impressionar eles. Mas como impressionar eles em uma área onde ele não tinha talento?

Foi nesta hora que ele se lembrou de certa ocasião onde conversava com seu filho, que deveria ser da mesma idade daquelas pessoas de preto, e este lhe mostrou um clipe musical de um tal de "Emilcem", "Emilmem", algo do tipo, a tal da música se chamava "Deus do Rap", e em determinado trecho, o tal músico começa a rimar um milhão de coisas ao mesmo tempo sem nem respirar. Seu primogênito lhe disse que aquilo era incrível, mesmo Alberto não entendendo nada que ele ouviu o tempo todo. Assim, o barbudo conclui: "Os jovens de hoje em dia ficam impressionados com qualquer coisa,
é só falar um monte de coisas sem sentido algum, mas muito rápido, que irei conquistar essa dupla de críticos.".

Seu plano era feito, e ele só precisava bolar algumas rimas iniciais e ele se virava no meio com improviso. Teoricamente era metade do esforço criativo. Seu maior problema seria se eles conseguissem entender o que ele falava, por isso ele já se preparava mentalmente para falar o mais rápido possivel. Esse esforço, porém, seria ás custas de sua incrível gesticulação (então na verdade talvez até melhore).


- Hu, hu, agora não é mais brincadeira, não vai mais ter rima fuleira, se prepara pra explosão, é melhor ficar no chão, porque essarimaépesadanãopagoentradanãoviropiadamadrastaafogadalinguiçaqueimadacalçadaasfaltadapessoabrigadapareceumaossadanão
durmoempousadamanadasedadalinguagemrebuscadarespostagrifadavirarnoiteacordadaemumajornada - ele pausa para respirar brevemente - carnavaldeolindaoficialdesprevinidavagemrecolhidafreiradeprimidacasadestruídaturistaenjoadaviagemestragadabrincadeirasaparte... aqui também é arte - ele termina tudo cruzando os dois braços e reclinando a coluna um pouco para trás. Ele tentava manter a compostura, mas ele estava ofegando pelas narinas.


Não é Normal
avatar
Just Norman
Monotrainer - Normal
Monotrainer - Normal

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Sex Abr 14 2017, 23:20

Off: Desculpe o atraso, fiquei meio apertado esses dias.

-----

Pensando que os jovens curtiam uns raps na velocidade máxima, Alberto começa a rimar de um modo que nem este narrador ficou com vontade de ler tudo. Mas isso não foi o que aquela dupla pensou, eles ouviam bem o que ele dizia com suas caras marrentas. Ao terminar...

-Yo, yo... Bro, você não acha que ele é quem eu tô pensando?

-Só pode ser, bro. O rapper Eminente. Vamos contar pra galera.


Passaram por Alberto correndo e sumiram na primeira curva que viram. O garoto voltou pra perto do treinador.

-Eaê, tio, vai voltar pra escola agora?

_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Just Norman em Sab Abr 15 2017, 08:43

Férias


Pelo visto, o plano dele havia sido, de certa forma, concluído com sucesso. E a melhor parte: Ele não apanhou no final, o que é algo incrível por si só sair dali como um grande mentiroso e ainda com o respeito deles. Porém, aquelas rimas que ele havia feito o haviam cansado, e muito, mas tudo bem, porque ele não precisaria mais rimar, ou ao menos era o que ele esperava.

Por algum motivo, eles o haviam confundido com um tal de Eminente, e assim que eles foram embora, eles falaram que iriam "contar pra galera". Isso significava duas coisas: primeiro, que eles tinham mais amigos, e segundo, ficaria ainda mais difícil mentir para mais pessoas e sair ileso, isso sem contar que apanhar de duas pessoas seria melhor que apanhar de dez.

Para a sua sorte, o garoto que matava aula o perguntou se ele iria voltar para a escola, agora que eles foram embora, seria uma boa oportunidade para dar no pé, e foi exatamente isso que Alberto... "Espera um minuto, eu não posso fazer isso ainda! Pensa bem: talvez isso seja mais um teste, além disso, eu achei que você não gostava quando eu saía de uma missão secundária sem terminar ela", interrompe o barbudo, cortando a linha de pensamento de seu narrador.

Mas você mesmo disse que, para acabar com aquilo logo, iria mandar aquela rima enorme que nem eu li direito, não? Então porque ainda quer ficar aqui, esperando por mais um bando de malucos aparecer? "Eu não me conecto assim com a juventude desde aquela tal Battle Factory onde eu falei umas três vezes com um garoto de cabelo engraçado, eu até aceito ser chamado de velho se eu parecer 'maneiro' na cabeça deles".

Pode falar a verdade, você quer saber onde eles compraram as roupas deles, não é? "Com esse tipo de roupa, todo mundo iria olhar para mim com respeito, além do mais, eu não estou desprotegido, eu tenho meus colegas animais que eu acho que podem botar medo neles, apesar que todos são bem fofos...". Então o que vai responder pra esse garoto? Seu monólogo interno não leva a nada, sabia? Sem pestanejar, o homem segue com alguma desculpa:


- Ah, eu sei lá, eles falaram que iam contar pra galera, provavelmente vão voltar aqui, mas não deve ser tão ruim né? Eles já são quase meus "broders". Mas me diz, você conhece o resto do pessoal ou só esses dois? Eu vi que os dois estavam de preto, eles fazem parte de um grupo ou algo assim? Porque deve ser uma brasa, mora?

Não é Normal
avatar
Just Norman
Monotrainer - Normal
Monotrainer - Normal

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Qua Abr 19 2017, 00:07

-Eles são a Team Skull, tio. O pessoal que não conseguiu vencer o Trial de Alola e agora só saem por aí fazendo malandragem. Meu avô fala que são baderneiros, mas eu não sei o que é isso.

A pergunta dele estava respondida. Aquele grupo não parecia ser gente boa, resolver esperar por eles mostrou ser uma má ideia. A melhor ideia seria sair dali antes que se envolvesse com gente barra pesada, mas antes que pudesse fazer isso...

-Ali tá ele, bros.

Alberto virou para trás e viu um grupo de oito caras com a mesma vestimenta, o diferencial é que agora percebeu o que parecia uma caveira em suas camisas. Saíam em disparada para perto do quarentão, ao chegarem perto mandaram umas rimas tão rápidas e emboladas que eu não vou colocar aqui. Falavam todos ao mesmo tempo fazendo com que o treinador não entendesse nada. Foi o garoto quem interveio para ajudá-lo.

-Aê, o tio precisa me levar pra escola de novo, deixa ele ir.

-O Rapper Eminente vai fazer uma apresentação naquela escola?

-Yo, melhor a gente ir, bros, vamos levar o cara em segurança.

Com isso, Alberto só piorava sua situação. Ele sairia correndo na tentativa de fugir da situação que ele mesmo criou ou encararia o problema?

_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Just Norman em Qua Abr 19 2017, 19:24

Férias


A situação que já havia quase se resolvido teve uma virada inesperada de eventos, quando aqueles homens voltam com ainda mais amigos e é dado para Alberto a informação de que aquelas pessoas que ele estava se associando eram baderneiros. Não contente com isso,
o garoto, talvez tentando livrar aquele homem daquela situação que ele se meteu, tentava arranjar uma desculpa para sair dali, porém, tudo piorou ainda mais, pois agora ele tinha uma escolta o levando até uma escola cheia de crianças. Quais as chances disso dar errado?

Mas não tinha como ele sair correndo, pois além dele ser mais lento que eles, o menino estava sob sua proteção, por mais surreal que isso pareça.
Por esse motivo, ele deveria agir como um adulto e criar algum plano para se livrar daquela turma bagunceira. Talvez, se aproximando da escola, ele estivesse próximo da delegacia, e consiga se manter seguro, só precisava enrolar eles até lá.


- Parece uma boa, morou? Vocês parecem gente fina, então não vejo problema. Vamos então?

Você ainda não desistiu da roupa, não é? "Eu já lidei com situações piores, eles são só uns delinquentes, se algo der errado, eu ainda tenho esses monstros mágicos pra me proteger...", pensa o barbudo. Mas eles também tem pokémons, eles são tipo uns criminosos mesmos! "Sério?! Por quê você não me avisou isso antes? E AGORA? Eu poderia já ter gritado polícia e corrido!".

Eu não achei que seria importante. Além do mais, a culpa é sua por não se informar sobre costumes de uma região.


Não é Normal
avatar
Just Norman
Monotrainer - Normal
Monotrainer - Normal

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Dom Abr 23 2017, 13:46

Com toda sua esperteza e habilidade para perceber quando iria se meter em encrenca, Alberto prefere não sair correndo já que acabaria se metendo em uma confusão maior ainda, ainda havia uma delegacia por perto. Porém a sorte não o tornou feliz já que, um pouco antes do seu destino, havia um atalho.

-Aê, bros, vamos passar por aqui que é mais rápido.

Abriram a pequena porta daquela cerca de ferro e foram em direção ao norte. Quando menos esperava, Alberto via-se em frente à escola. Um dos Grunts estava pensativo e falou para o grupo.

-Yo, não era hoje que a gente tinha umas lutas pra fazer aqui?

-Yo, yo, a gente ia esquecer de novo? Eminente salvou nosso dia.


-Então eles entraram junto do garoto, mas antes que o protagonista pudesse meter o pé a diretora apareceu.

-Então você trouxe eles pra cá, não é? Hoje é dia de batalhas por aqui, se você quiser participar é bem-vindo.

_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Just Norman em Seg Abr 24 2017, 16:39

Férias


Pode mentir o quanto quiser, mas, no fundo, Alberto estava gritando internamente quando eles disseram que iriam cortar um caminho e não passar pela delegacia. Quanto mais próximo ele se encontrava da escola, mais desesperado ele se tornava, pois temia pela segurança das crianças por lá.

Porém, para a sua surpresa, ao chegar lá, a diretora pelo visto sabia da vinda deles, e os próprios haviam se lembrado que teriam um evento naquele dia naquele local. "Então quer dizer que minha visão preconceituosa de um turista que não conhece o país que visita estava totalmente errada, e eu não precisava me preocupar com nada?", questiona-se nosso protagonista. Pelo visto, essas gangues não são de todo mal, pelo menos naquela região.

Se esta fosse uma rota séria, esse seria o momento onde o personagem principal revê os seus conceitos sobre o bem e o mal, e percebe que nem tudo é preto e branco, e que, ás vezes, há escalas menores de maldade ou bondade. Além de tudo, ele poderia perceber que mesmo pessoas da linha de frente não são pessoas sem sentimentos, tanto que ás vezes elas podem apenas querer se divertir como todo mundo.

Mas isso não é uma rota séria. "Apesar que essa linha de pensamento é bem interessante e..." Como eu disse, não é uma rota séria. "Ok, entendi, preciso me centralizar. Meu objetivo é único: Conseguir uma daquelas bandanas, e talvez treinar um ou dois pokémons.. Depois de entender o propósito dele naquele local, ele sabia o que deveria dizer:


- Pode crêr, parece uma boa ideia.

O único receio dentro do ex-alpinista era se os seus companheiros pegariam leve com as crianças ou se eles iriam pegar bem pesado e fazer alguém chorar. Na pior das hipóteses, ele pelo menos tinha o apoio daqueles bagunceiros.

Não é Normal
avatar
Just Norman
Monotrainer - Normal
Monotrainer - Normal

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Tyrant em Sex Abr 28 2017, 23:10

Após aceitar entrar no torneio mirim que era composto por maior parte entre jovens e um semi-idoso, Alberto foi dirigido a uma quadra de esportes que seria o local do campo de batalha. Não seria um dos primeiros, quem daria início ao pequeno torneio seria um dos grunts e uma garotinha. Enquanto ele começava com um genérico Drowzee de Kanto, ela lançava sua pokébola que de dentro saía um pokémon que lembrava uma âncora. Não demorou muito para que ela vencesse.

Logo em seguida Alberto fora chamado e ele lutaria contra outro Grunt, o que era óbvio já que o número dele era o bastante para ocupar uma batalha cada. Ele se posicionou ao lado oposto do quarentão.

-Yo, yo, Eminente, vou mandar um pokémon que represente. Depois que essa batalha acabar vou desse torneio te tirar.

Após mandar as rimas, lançou seu pokémon.



_________________


Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Gestor
Gestor

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo Filler #1] Férias no paradisíaco arquipélago de Alola

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum