Recomeço...

Ir em baixo

Recomeço...

Mensagem por Luch em Qui Dez 28 2017, 11:31

Recomeço...

Que venha Hoenn!

Faziam poucos meses que Luch e sua família se mudaram às pressas de Unova para Hoenn e depois de passado o medo inicial de terem sido seguidos, a família Drac começava a interagir melhor com seus novos vizinhos. Como dizem alguns sábios, "há males que vem para o bem", e talvez esta fuga tenha sido a realização de um sonho para os pais deste rapaz. Verdanturf, a cidade dos doces ventos, era realmente o sonho de vida do casal Drac, tão próxima da natureza quanto da cidade grande, gerando o equilíbrio ideal para uma família feliz. Entretanto, Luch não pensava totalmente assim. Para o jovem, a culpa era forte demais e dormir bem a noite não parecia possível sem uma redenção real. Ele sabia que os pais já o haviam perdoado, mas entre um perdão e a permissão para que ele seguisse adiante com seus planos pessoais existia um abismo. Secretamente então, há três semanas, o rapaz enviou uma carta endereçada ao Laboratório do Professor Birch - responsável pela entrega de Pokémon iniciais e Pokédex para os jovens treinadores de Hoenn - no Vilarejo de Littleroot, pedindo que ele enviasse algum representante do Laboratório para o Vilarejo de Verdanturf a fim de conversar com seus pais em busca da permissão, além de lhe trazer os equipamentos necessários para o início da jornada. Na carta ele também deixou bem claro que não aceitaria um Pokémon Inicial, pois sua meta só estaria completa se começasse sua nova jornada com o principal personagem do início de sua mudança pessoal, Meo-Mey, seu Meowth.

Como fazia quase todos os dias, assim que seus pais saíam para trabalhar ou fazer compras em Rustboro, Luch e Meo-Mey escalavam o sobrado da família e se empoleiravam sobre o telhado, observando as possíveis rotas de chegada do assistente do Professor Birch. É fato que essa rotina começava a cansar os dois, mas a certeza de que o grande dia chegaria era o que mantinha a dupla esperançosa. Foi em uma bela tarde de quinta-fera que a esperava finalmente chegou ao fim. O rapaz ouviu o barulho característico da lata-velha dirigida pela sua mãe atravessando o Túnel Rusturf e apertou os olhos para ver melhor. No banco do carona, com largos óculos redondos reluzindo a luz do Sol, havia um rapaz de jaleco branco aparentemente desconfortável com as sacudidas do terreno irregular, só podia ser uma pessoa! - Vamos Meo-Mey, é hoje! - E segurando na calha da lateral de sua residência, Luch desceu como um bombeiro pronto para o trabalho, sendo seguido velozmente pelo jovem Meowth. Com toda a euforia, a dupla conseguiu interceptar a mãe, agitando os braços no com um sorriso no rosto, assim que ela entrou com o automóvel no terreno da família Drac. Após as boas-vindas e uma troca de olhares preocupados entre Luch e sua mãe, todos entraram em casa. A Senhora Drac fez um café com bolo para o jovem assistente, pois todos aguardariam a chegada do pai para decidir o futuro daquela empreitada... Enquanto aguardavam, Luch e o Assistente conversaram um pouco sobre o passado e o futuro:

- Essa sua... tatuagem... É so...sobre o que comentou na carta? - Perguntou de forma tímida o pesquisador, ajeitando seus óculos e se inclinando para olhar melhor o pescoço de Luch - Você garantiu que isso ficou no passado, vai cuidar bem de seu Meowth e não vai sujar o nome do Professor Birch, não é mesmo?! A Pokédex é sua identificação e também um marco para o laboratório de origem. Se for pego fazendo algo de errado trará graves consequências para todos nós por aqui... - Completou, agora mais decidido, antes de tomar mais um gole da xícara de café. Luch ouviu os questionamentos em silêncio, mas semi-cerrou seus olhos com certo incômodo pelo tom das perguntas. Contudo, não era hora para discussões sobre sua índole, sua jornada estava em risco ainda - Se... Ou melhor, QUANDO, você conseguir convencer meus pais de que minha jornada é segura e bem-vinda, eu prometo que não colocarei o nome de todos vocês em qualquer enrascada... Ah, você leu a carta, eu quero deixar tudo isso para trás! Eu preciso equilibrar o jogo... Enquanto houverem pessoas como os Filhos de Giratina por aí querendo causar destruição e dor, é preciso terem criadores e treinadores que fazem de tudo pelo bem dos Pokémon. Você sabe bem disso, não é? - Luch disse quase em tom ameaçador, porém o assistente entendeu aquilo como apenas um forte estado de espírito e atitude do rapaz, retrucando apenas com um sorriso e terminando seu café junto da última mordida no pedaço de bolo. Foi nesse instante que o pai de Luch abriu a porta com um estrondo, assustando e engasgando o cientista e deixando um clima meio desconfortável e ao mesmo tempo engraçado no ar.

Passado o susto inicial e após alguns goles de água para desengasgar, o assistente de Birch pode finalmente conversar com o casal Drac e explicar os pormenores de uma nova jornada. Ele não escondeu os riscos, mas fez questão de engrandecer as qualidades de uma aventura como esta, principalmente em questão de responsabilidades e amadurecimento. Os pais de Luch ouviam com atenção, desviando o olhar às vezes para o menino. Já o rapaz segurava firme em seu Meowth e parecia torcer internamente para o melhor desfecho desta história. Concluído a explicação, a decisão de seus pais ficou no ar, não houve uma conclusão. Luch só conseguia imaginar que estava tudo perdido, mas o assistente olhou para o rapaz e deu uma piscada, apontando a Pokédex para ele e tirando uma foto. O aparelho então respondeu com uma voz robótica: "Registrando... Luch Valassa Drac. Classe: Treinador. Origem: Vilarejo de Verdanturf. Pokémon: Meowth. Apelido: Meo-Mey. Registro Concluído!". E então se virou para o casal Drac - Deixarei a Pokédex pronta para uso, assim como todos os itens necessários para uma viagem segura aqui. Vocês podem pensar melhor sobre o assunto durante a noite e se tudo estiver certo, Luch parte em uma jornada amanhã. Caso contrário é só me enviarem por correspondência tudo isso. Certo? - Dito isso, o Senhor Drac levou o rapaz até Rustboro para pegar o último transporte até Littleroot e Luch partiu para o seu quarto após se despedir.

Uma ponta de esperança ainda alfinetava o rapaz e seu Meowth no fim deste dia, mas mesmo com toda a ansiedade do mundo eles não resistiram ao cansaço e acabaram apagando. Durante a madrugada, finalmente o garoto conseguiu ter uma noite de sono completa, tendo apenas um único sonho bom. No sonho, Luch dava seu primeiro passo com Meo-Mey para fora de Verdanturf e logo era rodeado por diversos Pokémon selvagens, com quem travava uma intensa e divertida batalha cheia de emoções. Por fim, o garoto avistava no céu um rastro rosa que o deixava curioso, seria um Mew vindo dar as boas-vindas? Antes mesmo de qualquer reação ele acabou acordando, com um sorriso no rosto e dando de cara com sua mãe e seu pai segurando sua mochila e roupas limpas para o início de sua jornada. Em seus rostos era possível ver preocupação, mas também alegria, pois seu filho partiria numa jornada de auto-conhecimento e amadurecimento. Eles teriam feito um excelente trabalho e tudo seria demonstrado a partir de agora. Luch saltou da cama e abraçou os dois bem apertado e lágrimas não puderam ser contidas dos olhos destes três membros da família Drac, ou melhor, quatro! Pois Meo-Mey também sentia como aquele momento era especial. Durante toda a manhã, o rapaz arrumou todas as suas coisas e se preparou finalmente para partir. Fez sua última refeição com a família e logo após o almoço partiu em sua jornada ao lado do Meowth após uma despedida dolorosa. - Sim, mãe, vou enviar um Cartão-Postal de todos os lugares que eu visitar e lembrarei de ligar todos os dias, ou quase... - Respondeu o garoto aos questionamentos da Senhora Drac e após um forte abraço, afastou-se decidido. Seu rumo ainda era incerto, mas começaria indo para Mauville, a cidade mais a leste de onde residia, através da rota 117. O primeiro capítulo de sua nova vida estava prestes a começar.

Origem: Verdanturf Town  // Pokémon inicial: Meowth (Meo-Mey)
avatar
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recomeço...

Mensagem por Tyrant em Qui Dez 28 2017, 22:54

Inicial entregue. Já pode começar em Verdanturf ou em uma rota adjacente.

_________________
Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


avatar
Tyrant
Administrador
Administrador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum