003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Página 2 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Ter Jun 19 2018, 17:55

Após ver a parte inicial da música nova, Luch se deu conta do leve fiasco que havia sido o treinamento. Ainda assim, não era agora para se desesperar. Era a primeira vez que a equipe ouvia aquela música e com tantas anatomias diferentes, era compreensível a dificuldade em manter a sincronia.

O treinador decidiu que Luci seria a líder da equipe, dançando no centro, enquanto as felinas ficariam de um lado e os bebês dos outros. Ao elogiar a evolução da garota na dança, o treinador a comparou com pokémons do tipo inseto que evoluem rapidamente, mas a jovem parecia não ter entendido muito bem a analogia, tanto é que deu uma resposta engraçada:


- Caterpie? Weedle? Wurmple? Nenhum deles, eu sou igual a um Aerodactyl! - Respondeu a garota, abrindo os braços e soltando um "rugido" fofo.

Após novas orientações, ficou decidido que o quinteto iria dançar a música de forma parcelada, até que a coreografia fosse dominada em sua totalidade. A primeira tentativa após as novas orientações demonstravam uma certa melhoria na equipe, mas ainda assim não estavam com um desempenho satisfatório. Budew e Cleffa tropeçaram um no outro em alguns momentos, isso quando não tropeçavam em si mesmos.

Meow e Délia, por sua vez, causaram intriga por uma virada de jogo. A Skitty agora conseguia executar bem seus passos, chegando a ofuscar a Meowth, que acabou cometendo alguns erros e perdeu o foco ao ficar irritada com sua "rival" levando a melhor. Como lidar com essa briga de egos?

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Luch em Ter Jun 19 2018, 19:20


As coisas não pareciam estar melhorando tanto como eu estava esperando, talvez os Pokémon começassem a ficar entediados muito em breve com a sessão de dança se não evoluíssemos. E por falar em evolução, a atual líder da equipe parecia não ter entendido muito bem minha piada sobre evoluções e Pokémon insetos, bradando em bom som que na verdade era um Aerodactyl. Gargalhei de forma bastante espontânea com a ingenuidade da garota e até um pouco de lágrimas se formaram no canto dos meus olhos, essa menina era realmente uma figura! Limpei meus olhos e dei duas batidinhas na cabeça dela — Isso aí, é poderosa! Vamos então dar um jeito nesses nossos Pokémon. Eles parecem estar ficando um pouco cansados, por isso erram mais... Vamos orientá-los! Vamos descobrir quem tem mais dificuldade e os demais vão dançar sincronizados a ele e não o inverso! Se a gente é bom em dançar perfeitamente, vai ser mais ainda em dançar com leves imperfeições... Você me ajuda com Délia e Cleffa? Eu cuido de Budew e Mey!

Comecei a orientação pelos bebês, apesar de uma melhoria, eles ainda estavam tropeçando demais uns nos outros, inclusive neles mesmo, se é que isso pudesse ser possível. Eu não podia negar que até falhando na dança eles eram extremamente fofos, o que tornava tudo menos frustrante e mais divertido. Contudo, se eu quisesse ver resultados no treino era preciso superar essas distrações. Aproximei-me de Buddy, aquele que teve um maior salto de habilidade desde o dia que o encontrei tendo suas danças epiléticas no lago da Rota 117 — Buddy, amigão, você tá indo muito bem, ok? Lembra de quando nos conhecemos e as Roselias estavam zoando sua dança? Agora elas teriam que engolir as críticas! Você é incrível como Budew e vai arrasar ainda mais quando evoluir, não é isso que quer? — Fiz uma carícia no Pokémon, enquanto falava. Queria ver ele sendo o melhor dançarino! Tenho certeza que isso vai ajudá-lo na autoestima e até mesmo nos combates quando dominasse suas habilidades. — Eu quero que você dê o seu melhor, ok? Não precisa se preocupar em me imitar, faça o mais parecido com o passo e da melhor forma possível. Nós vamos te acompanhar e vamos mandar muito bem!

Era bem claro que Cleffa e Budew eram os que possuíam a maior dificuldade em imitar passos humanos, por isso eles seriam a nossa base para as mudanças na coreografia. Os passos que eles conseguissem fazer seriam os passos que todos faríamos. Se tudo desse certo, Luci estava fazendo a mesma coisa com Cleffa, tentando achar os melhores passos dela para seguirmos. Agora restava conversar com Mey, que estava tendo uma batalha de egos com Délia e no momento parecia estar levando a pior. — Mey, o que tá havendo? Você e Délia não precisam disputar... Vocês são parceiras de dança. Certo? Enquanto não se unirem para dançar em sincronia a gente não vai chegar a um bom resultado. Agora bate aqui e vamos fazer uns passos parecidos com os dos bebês, tudo bem? Tenho certeza que você consegue! — Completei dando um Hi-five em Mey e assumindo a minha posição, esperando Luci ter a mesma conversa sobre parceria com Délia.

Eu havia deixado a Skitty aos cuidados de Luci pois acreditava que elas tinham bastante em comum e esse "poder feminino" faria bem a elas. Esperava estar certo! Para finalizar a orientação dessa rodada, troquei de posição os membros dessa equipe. Luci continuaria no meio, mas os bebês se afastariam, deixando cada um deles de um lado da garota. Eu havia notado que os erros deles se acumulavam quando estavam juntos. Já Mey e Délia também ficariam separadas... Mey ao lado de Buddy e Délia ao lado de Cleffa. Todos nós tentaríamos imitar os bebês em seus melhores e mais seguros passos, logo em seguida trocaríamos de música, independente do resultado positivo ou não. Contudo, se tudo desse certo poderíamos passar para algo mais difícil, caso contrário procuraria um estilo diferente mas no mesmo nível. Quando todos ficaram prontos, apertei o play novamente!

Música Tocando: Bar, bar, bar

avatar
Luch
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Sex Jun 22 2018, 17:01

Off:
Hey Luch, peço desculpas pela demora para postar (de novo).
Sou professor e estou em época de avaliações... Acredite, professor também fica sobrecarregado nessa época!
Não temos que estudar, mas temos que planejar o antes e depois das provas, o que é bem mais difícil do parece...
Mas logo as férias escolares começam e eu fico mais tranquilo, então poderemos até marcar uma maratona um dia desses, te aviso quando isso for possível!


As frustrações no fim das contas fizeram com que Luch acabasse criando e desenvolvendo ainda mais estratégias para que o treino continuasse de forma eficiente. A equipe de dançarinos passaria a ficar dividida em trios, o que permitiria que Luch e Luci pudessem cuidar melhor o desempenho de seus pokémons, além de resolver todo e qualquer conflito. O segundo passo, fundamental para a melhora do treino, foi passar a usar Budew e Cleffa como "líderes" da dança, já que eram a dupal com maiores dificuldades.

Logo "Bar bar bar" voltou a tocar a todo o volume e a dança começou do zero. Com maior cautela, intrigas resolvidas e uma animação sem igual de Budew e Cleffa, o número acabou se tornando um sucesso! A primeira parte da música foi executada com maestria e o mesmo pode ser dito a respeito dos refrões posteriores.

O único problema da dança em si foram nos versos intermediários, já que Luch havia pensado em dividir a dança em partes e aqueles versos não haviam sido tão aprofundados. Mas, no fim das contas, a melhora foi significativa. Apesar de começarem a demonstrar alguns sinais de cansaço - todos estavam suando - estava bem claro que a equipe estava disposta a tentar mais uma música! Qual seria a escolha do treinador?

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Luch em Ter Jun 26 2018, 01:47

OFF:
Olá! o/ Peço desculpas também pelo sumiço, essas três semanas agora vão ser difíceis e vou tentar postar pelo menos em algum dos posts que tenho que fazer por dia. Estou fazendo mil trabalhos/provas/lágrimas e ainda tenho estágio de professor de matemática, então sei bem como é essa vida de professor, só correria! Não vejo a hora de chegarem as férias para colocar tudo em dia e sair postando a todo vapor! Mas vamos lá!

Aparentemente minha esperança não havia sido em vão, pois os avanços de todos do grupo depois das mudanças eram bem expressivos, mesmo com certas dificuldades sendo encontradas nas partes intermediárias das músicas. Algo compreensível! Afinal ensaiar uma dança assim em partes fazia o "encaixe" entre elas ser bem mais difícil... Entretanto, não estaríamos competindo em algum Torneio de Dança por enquanto e não precisaríamos ser perfeitos, apenas nos divertir e aprendermos a ser velozes com o "jogo de pés", mesmo que com alguns errinhos pelo percurso — Isso! Isso! Todos foram incríveis! — Comentei enquanto apertava o botão de stop, fazendo a música atual parar. Os Pokémon, assim como Luci, estavam esbaforidos, suados e começando a chegar no limite, mas surpreendentemente felizes e isso era meu maior prêmio — Vocês são demais! Bate aqui pessoal! — Completei, colocando uma mão no ar para que todos batessem juntos, inclusive os babies que precisavam dar um salto para chegar junto no Hi-Five.

Apesar de não ter dito nada para eles, eu tinha uma música na manga para o final desde o início e era uma música extremamente difícil, até mesmo para mim. Eu jamais tinha conseguido uma nota maior que B nela e isso me corroía por dentro. Talvez se eu explicar para eles um pouco dessa história eles se sentissem mais estimulados a buscarem sua motivação interna — Então pessoal... A última música que reservei para esse nosso treino de hoje é uma mistura de várias músicas... Eu a chamo de The Utimate Mega BLASTER Remix, o que seria algo como Um Samba do Crioulo Doido!! — Comentei, seguido de uma rápida gargalhada que certamente os deixou confusos, mas que talvez arranque uma risada... — Eu nunca consegui aperfeiçoar-me nela, então não poderei cobrar de vocês qualquer tipo de perfeição, mas quero que façamos isso juntos, já que nunca pude voltar até Nimbasa para jogar mais... — Completei finalmente. Apesar de todos os risos e diversões, eu realmente me sentia emocionado em dançar de novo essa música, afinal significava para mim muito do que deixei para trás em Nimbasa e de como dificilmente voltaria para lá depois de minhas burradas. Mas enfim! Não havia tempo para tristeza!  — Bem, eu quero fazer algo diferente nesse final, tudo bem?

Depois de perguntar se todos aceitariam algo diferente, esperei a resposta para continuar falando. Minha ideia era deixar que todos ficassem livres para liderar uma parte da música, sendo cada parte uma versão reduzida de uma música completa, mas todas em um ritmo bem acelerado. — Ok, temos pelo menos três partes diferentes, cada uma com um estilo único, então quero que vocês se dividam em duplas, podem bagunçar bem nessa escolha! Em cada parte da música uma das duplas vai liderar e os outros vão seguir, eu só precisarei explicar um pouco o básico dos passos antes e depois fica por conta de vocês interpretarem do seu jeito, contanto que deem o melhor de vocês e sejam RÁPIDOS — Expliquei, frisando bem as regras que eu mesmo desenvolvi. O tipo de passo realmente não era tão importante, contanto que todos ali soubessem fazer qualquer coisa com velocidade, o que ajudaria não apenas no uso de golpes futuramente, mas também na esquiva! — Estão prontos? — Perguntei novamente e assim que recebesse a confirmação, apertaria mais uma vez o play!

Música Tocando: The Ultimate Mega BLASTER Remix

avatar
Luch
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Qui Jun 28 2018, 02:19

Off:
Você faz licenciatura em matemática? Me solidarizo com você. É um cursinho bem sofrido, hein?


O fim de uma parte do treinamento foi motivo de sobra para comemorações. Mas algo que nunca passou pela cabeça do quinteto era a insanidade que estava por vir.

Todos haviam achado engraçado o comentário do treinador em relação ao "Samba do crioulo doido", mesmo que Budew e Cleffa não tenham entendido ao certo o que seria aquilo. Sabiam que a música era difícil e ficaram intrigados com a proposta de dança. Era uma dinâmica super diferente!

Logo as duplas se separaram, fugindo um pouco do óbvio: Luci formou dupla com Meowth, Skitty se juntou a Budew e, por último, Luch e Cleffa. As instruções iniciais foram dadas e então o treinador apertou o play.

A cara de espanto de todos ao ouvirem a música foi hilária. Todos esperavam uma música rápida, mas não tãooo rápida assim! Os felinos nem sequer se moviam ao tentar processar o que ouviam. Isso acabou desfalcando as duplas e mais uma vez o efeito dominó persistiu. Apenas Cleffa, Budew e Luci dançavam, mas completamente fora de ritmo.

Passado o susto inicial, como Luch poderia melhorar o grand finale?

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Luch em Qui Jun 28 2018, 03:07

OFF:
Na verdade eu fiz Engenharia Química, me formei e agora estou só fazendo uma complementação com as disciplinas de licenciatura para dar aula de Matemática... (Eu podia escolher entre Matemática e Química com a minha graduação, mas preferi Matemática) xD

Assim que a música começou, todos os meus "pupilos" entenderam que minha história sobre a insanidade daquela música não era conversa fiada. A confusão mental causada por ela era tamanha que as felinas, Délia e Mey, simplesmente congelaram no tempo. Apesar disso as duplas tentaram fazer o que eu havia instruído e, a cada sub-música diferente, uma das duplas ditava os movimentos da dança. Como esperado, a bagunça dos passos foi ainda mais incompreensível do que a própria música. Luci e Budew que haviam tirado a Meowth e a Skitty, respectivamente, para dançar acabaram sozinhas na dança. A única dupla que realmente tentou ser uma dupla de fato foram Cleffa e eu, mas a verdade é que não fomos tão melhores do que as Pokémon gatas estáticas e com cara de assustadas...

— Chocante e... Desastroso, mas engraçado! — Comentei esboçando um sorriso no momento em que apertei o stop. Precisava colocar ordem nessa bagunça sem deixar a parte lúdica do treinamento. O mais curioso é que depois dessa rápida sessão de dança eu até começava a entender melhor alguns padrões de movimento para cada espécie de Pokémon, com suas facilidades e dificuldades. Seria assim que um Coordenador trabalha com seus companheiros? De certa forma não é tão diferente quanto treinar para batalhas, procurando pontos fortes e fracos nos Pokémon e nos golpes — Ok, vou deixar as felinas ouvirem a música toda primeiro. Vocês duas podem ensaiar um pouco sozinhas para se acostumar com a música enquanto nós quatro dançamos livremente, mas algo bem informal! Quando estiverem prontas a gente tenta algo diferente e divertido, pode ser? — Avisei para todos, mas mais especificamente para Mey e Délia.

Após mais uma confirmação, principalmente das dua felinas, reiniciei a música insana. Podia ver o rosto carregado de dúvidas das duas, mas tinha confiança de que iriam pelo menos tentar mais dessa vez. Enquanto isso, juntei-me aos outros três e ficamos repassando alguns passos, principalmente das partes mais difíceis. Existia uma, um pouco antes da metade da faixa que sempre me pegava desprevenido e precisava marcá-la bem para não me perder. Luci, por ser humana, tinha uma boa vantagem, mas era praticamente uma prodígio e se eu bobeasse acho que me venceria fácil nas máquinas de dança. Já Budew e Cleffa praticamente só estavam ali pela diversão, pois os passos eram desencontrados e irregulares. Felizmente eles já conseguiam testar movimentos novos e mais rápidos por conta própria sem tropeçar tanto nos próprios pés, o que certamente contribuiria em algum momento que precisassem correr de algo ou alguém. Nesse modelo de treinamento, continuamos até mais um fim de repetição da música.

Música Tocando: The Ultimate Mega BLASTER Remix

avatar
Luch
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Dom Jul 01 2018, 22:48

Off:
Que legal, você é colega então! ^^
Sou graduado em química, bacharelado e licenciatura. Estudei em federal, então não dava para puxar licenciatura de outra área como matemática assim fácil, não. Mas confesso que se eu pudesse faria, matemática tem a vantagem de poder ser trabalhada em todas as séries e a demanda de trabalho é bem maior.
De qualquer forma, parabéns pela coragem e boa sorte na carreira que escolher! o/


A música havia sido chocante demais para todos, mas as reações foram diferentes. Passado o susto inicial, Luch então decidiu organizar a bagunça, fazendo com que todos se familiarizassem um pouco com a canção.

As felinas ouviram a música inicialmente, enquanto o restante dos dançarinos ficou improvisando os passos e dançado por conta própria. Era visível a felicidade de Budew ao seguir a lida dos passos, pois ele fazia questão de se jogar... literalmente. Em alguns momentos parecia que ele estava tendo um ataque epilético, mas era apenas dança mesmo.

Quando a música retornou para a última estrofe, que repetia a mesma música da primeira parte, Skitty e Meowth então retornaram para a dança, arriscando alguns passos improvisados também. Todos estavam longe da perfeição, mas era bem claro que sentiam-se seguros.


- Luch, eu tô muito cansada! - Afirmou Luci, ofegante. Era possível perceber que seus cabelos estavam bagunçados após a dança. - Podemos fazer uma pausa depois da próxima tentativa?

Com essa frase, Luci deixava bem claro que esperava mais uma tentativa antes de realizar uma pausa. Pela reação dos pokémons, parecia haver um consenso. Diante dessa situação, como Luch conduziria o treinamento?

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Luch em Seg Jul 02 2018, 00:25

OFF:
É, eu fiz Engenharia na Federal, mas agora to fazendo a complementação aos sábados em uma particular mesmo! Estou gostando bastante desse negócio de dar aula, apesar de todos os professores da escola onde estagio serem bem desmotivados. Apesar de tudo entendo eles... Ah! Sobre essa rota, depois do treinamento podemos usar a rota no Swarm? Estou em busca de berries porque devo ser criador especializado em Craft quando chegar em Rinshin, algum dia xD

O olhar de Mey e Délia nos segundos finais da música era de maior confiança, um quadro bem melhor do que o desespero que estampavam anteriormente. Enquanto isso eu me divertia demais com os movimentos epiléticos de Budew, convulsionantes, mas belos! Imaginava o pequeno broto demonstrando toda essa habilidade pós-moderna em um Contest de Hoenn, certamente seria o vitorioso ou o último. Contudo, mesmo com essa animação inabalável de Buddy era notável nele e em todos os outros um desgaste muito grande. Isso indicava que meu treinamento precisava cessar em breve ou teríamos que voltar para o Centro Pokémon para recuperarem as energias até o dia seguinte... Quem bateu o martelo final nessa decisão foi Luci, quando a menina veio me pedir para pararmos depois dessa última repetição. Apesar de estar me divertindo como nunca aqui, ela estava sendo muito sensata e ainda me surpreendia pela capacidade de aguentar uma última tentativa. Tínhamos muito em comum pelo visto, era realmente como uma irmãzinha mais nova.

— Pode deixar Luci, vamos parar sim. Yuri e Lira também devem estar querendo interagir com a gente, né? Depois a gente pode dar um mergulho no rio talvez, tirar o suor... Vocês dois devem ter roupas de banho, certo?  — Perguntei, mesmo sabendo que eu não tinha uma roupa de banho e teria que improvisar para mergulhar ou teria que me secar ao ar livre, como havia feito depois do treinamento em Mauville — Vamos todos nos preparar, venham aqui e fechem uma rodinha. Essa será a nossa última tentativa de dança por hoje, mas não se sintam pressionados, lembrem-se que estamos aqui para nos divertir. Mas isso não nos impede de dar o melhor de nós mesmos, não é? — Então sorri para todos e fiz um sinal de positivo com o polega, antes de me aproximar novamente do aparelho de som. — Acho que todos evoluíram bastante nesse treinamento e isso certamente nos aproxima... Buddy e Cleffa, lembrem-se de evitar esbarrar uns nos outros e afastem bem os pés para não se machucarem. Délia e Mey, lembrem-se que equilíbrio é o primeiro passo para dançar e Luci, mantenha o bom trabalho, ok? Vamos sem regras complexas dessa vez, apenas dançando o mais próximo do correto, mas principalmente, o mais rápido possível. Quero ver esses pés se movendo como Jolteons que estão atrasados para a hora do almoço, preparados?

Ainda não tinha pensado no que fazer depois dessa rodada de treinamentos. Primeiramente trocaria de roupa e tentaria tomar um banho. Depois precisávamos comer algo, pois já estávamos quase roxos de fome. Por último creio que gostaria de avançar mais por essa rota, quem sabe explorar um pouco as margens daquele riacho ali atrás... Mas enfim, precisava focar minha mente aqui e agora, enquanto deixava o dedo sobre o botão de play aguardando ordens. Assim que todos assentiram, um pouco menos intensos do que antes, mas mesmo assim animados, apertei o botão e deixei a música começar. Também dei o máximo de mim nos passos, mas com a consciência leve de que o principal prêmio não era o resultado final e sim todo o aprendizado do processo.

Música Tocando: The Ultimate Mega BLASTER Remix

avatar
Luch
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Seg Jul 02 2018, 04:10

Off:
Quanto a usar rota para swarm, já estava nos meus planos, fica tranquilo. Hahahaha


A tão desejada última dança havia chegado. Luch até então não havia se dado conta, mas ele também estava cansado com aquele exercício. Mas era bem claro que aquilo acontecia também devido a ação de fatores externos também. Já devia ser próximo do meio dia, o que indicava que o sol estava perto de seu pico, causando bastante calor e suor.

Mas aquilo não era momento de se preocupar tanto com esses fatores. O treinador havia apertado o play e a última dança enfim começava. Era visível o quanto todos estavam mais afiados desde o princípio, apesar do cansaço atrapalhar um pouco o desempenho de todos.

Luci mostrava seu talento natural para dança, seguindo passos que claramente eram de bailarina, conduzindo sua Cleffa a repetí-los. A pequena estrela rosada adorava aquilo e fazia questão de ficar na ponta dos pés.

Buddy seguia próximo de Luch com um sorriso em seu rosto. A planta permanecia cuidadosa com seus pés, mas as vezes dava alguns tropeços, que viravam passos de dança excêntricos. Meow, por sua fez, se divertia tanto com sua dança que em certos momentos não percebia que suas garras retráteis saíam, quase que arranhando os colegas a sua volta. Por fim, Délia e seu ponto de equilíbrio eram um sucesso e ela finalizou a música de forma interessante: girou em torno de seu próprio corpo, terminando em uma pose triunfal.

Ao fim da dança, Luci aplaudiu a todos e os monstrinhos vibraram com tudo aquilo, animados. Enfim havia chegado o tão esperado momento: um intervalo! Seria um bom momento para tomar um banho de rio e até mesmo almoçar. Mas tudo estava silencioso... Até demais... Teria acontecido alguma coisa?

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Luch em Seg Jul 02 2018, 12:35

OFF:
Então beleza! o/

A última repetição da música absurdamente difícil foi uma despedida linda para o melhor treinamento de todos, até o momento. Cada um de nós utilizou o que sabia de melhor e, mesmo com o cansaço batendo a porta ou melhor, esmurrando a porta mesmo, ninguém desistiu de completar o treinamento até os segundos finais: Luci com seu Balé, os bebês com sua fofura, Mey com suas garras e Délia com seu equilíbrio. Aproxime-me do aparelho de som e finalmente apertei o botão Stop pela última vez, entregando o equipamento para a menina, afinal era melhor guardá-lo antes que alguma coisa acontecesse ao coitado. Já estávamos por volta de meio-dia, era hora do almoço e meu estômago parecia estar se contorcendo e autodigerindo, já que a cada passo que eu tava sentia um ronco diferente e aquela dor bem chata. Esfreguei a região do abdome e tentei disfarçar a cara de dor antes de me dirigir a todos ali — Todos vocês me deixaram muito orgulhoso! Desempenho sensacional! — Elogiei os Pokémon e também Luci, que foi quem começou a puxar as palmas. Acompanhei ela e logo todos os Pokémon estavam fazendo uma zoeira, cada um do sei jeito. Era merecido...

Terminada essa sessão, minha mente passou automaticamente a pensar no que deveria fazer. Primeiro eu mandaria que Luci levasse os Pokémon até o rio para se lavarem, depois veria se encontrava algo para comermos dentro das bolsas e mochilas que trouxemos. — Luci, melhor ir com os Pokémon até o seu irmão, pode ser? Vão se lavando que vou preparar algo aqui pra gente comer, aí vou até o rio também  — Pedi para a menina, na presença de nossos companheiros. Entretanto, havia algo muito estranho no ar... Um silêncio curioso que contrastava demais com a barulheiras que estávamos fazendo agora há pouco. A única coisa que eu conseguia pensar era em Lira e Yuri, pois já fazia um tempinho que eu não conferia como os dois estavam indo lá no riacho. Uma certa intuição bateu no meu coração, o que me fez largar tudo e ir atrás de Luci para ver o que havia acontecido lá - Lira?! Yuri!?!

avatar
Luch
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Ter Jul 03 2018, 01:21

Off:
Eu me esqueci de dar a exp do treino no post passado, desculpas!
Como estou no celular agora, prometo atualizar seu box na próxima postagem, ok?


Ao perceber todo aquele silêncio nas proximidades, a intuição de Luch logo fez com que ele sentisse que havia algo de errado. Devido a sua concentração na dança, acabou se esquecendo de Yuri e Lira por alguns instantes e pelo visto eles haviam sido suficientes para causar problemas.

O jovem não escondeu sua reação e logo Luci ficou tomada pelo nervosismo. No final das contas, o sexteto completo seguiu em disparada até a árvore onde haviam parado e enfim ficaram de frente para o riacho. Felizmente, Yuri ainda estava ali.

Porém, logo a situação ficou desesperadora quando Luch se deu conta que Yuri não estava nada contente. Ele não chorava, mas sua expressão claramente mostrava uma mistura de tristeza e culpa.


- Lira... Foi pro fundo do riacho... Perdi de vista e fiquei com medo... Desculpe... - Dizia Yuri, soluçando.

O que poderia ter feito Lira fugir? E como Luch prosseguiria? Pelo visto o bendito almoço teria que esperar.

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Luch em Ter Jul 03 2018, 01:47


Os passos que dava na direção da árvore e depois ao riacho me faziam pesar com pedra. Fiquei imaginando mil quadros possíveis e todos eles eram desastrosos. Como eu explicaria para a influente família Machiatto que eu havia perdido o filho deles ou algo pior... Além disso, como viveria sabendo que uma criança desapareceu, se acidentou ou morreu sob a minha guarda? Meus olhos arregalados e os gritos por Yuri e Lira logo despertaram a curiosidade de Luci e os outros Pokémon. Pelo meu tom de voz ficava evidente que algo estava errado, muito errado. Sendo assim, uma caravana se formou atrás de mim conforme eu caminhava na direção do riacho. Na minha frente ainda haviam algumas árvores, o que não me deixava ver o que acontecia, mas assim que contornei uns galhos pude ver as costas do menino Yuri, estático observando a lâmina d'água. Contornei o garoto rapidamente e o segurei pelos ombros, encarando seu rosto. Sua expressão era triste...

— Tudo bem com você? Tá machucado? Alguém fez alguma coisa? Deixa eu ver! — Dizia, levantando o cabelo dele em busca de algum galo ou corte, ou qualquer coisa parecida. Porém, enquanto eu falava, o garoto começou a explicar o que havia de errado. Era Lira, que havia sumido da vista dele e o deixou com medo. A Pokémon havia ido para o fundo do riacho. Virei-me então rapidamente para o rio, dando as costas para o menino e abaixei-me, conforme entrava de roupa e tudo na água. O nível do córrego estava já na altura da minha coxa e eu procurava pela Magikarp fujona — Lira? Lira! Cadê você?! Estava se sentindo triste por não estar dançando? Eu prometo que a próxima vai ser especial para você, por favor... Volte pequena!

Gritava para a pequena carpa, enquanto vasculhava a água com as mãos. Dali mesmo voltei novamente a atenção para o garoto — Yuri, aconteceu algo para ela correr? Algum Pokémon selvagem ou humano por perto? — Questionei, mas sem deixar de vasculhar o riacho com os olhos. Magikarp são Pokémon bem subestimados, mas conseguem sobreviver a tudo, pelo menos de acordo com a Pokédex. Eu não me preocupava muito com algum perigo que ela pudesse sofrer, confiava na carpinha. Entretanto, poderia ter sido um motivo perigoso que a estimulou a se esconder e aí o problema era maior e envolveria a todos. Parei um pouco a procura e olhei para os Pokémon e Lira na beira do riacho. Estavam assustados e eu não estava contribuindo para acalmá-los, mesmo que internamente eu estivesse em um turbilhão — Ok, ok. Sem problemas! Lira foi apenas passear, mas... Ela vai voltar. Não se preocupe Yuri. Lira é corajosa!


avatar
Luch
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Qui Jul 05 2018, 12:06

Exp:
- Meowth recebeu 1050 pontos de experiência, 10 pontos de felicidade e 3 pontos de Speed! Subiu para o nível 16!
- Skitty recebeu 525 pontos de experiência, 10 pontos de felicidade e 3 pontos de Speed! Subiu para o nível 10 e pode aprender Attract. Deseja esquecer algum movimento?
- Budew recebeu 1500 pontos de experiência, 15 pontos de felicidade e 3 pontos de Speed! Subiu para o nível 21!
- Cleffa recebeu 375 pontos de experiência, 15 pontos de felicidade e 3 pontos de Speed! Subiu para o nível 7! Aprendeu Sing!


Assustado e preocupado com a situação de Yuri, Luch ficou aliviado ao saber que o garoto estava bem, apesar de assustado. Luci logo ficou tranquila também, pois havia ficado apreensiva ao ver que seu irmão podia estar correndo perigo.

A primeira reação do treinador de Lira, a Magikarp desaparecida, foi entrar na água e procurar por ela, mas aquilo apenas ampliou a tensão no ambiente. O jovem Malassa logo se deu conta disso e tentou amenizar o clima, já que estava bem claro que a carpa não deveria ter ido para o fundo, já que o riacho era bem raso naquele trecho, ficando pouco acima da cintura dele.

Após ouvir a afirmação de que Lira voltaria, Yuri ficou mais calmo. O garoto logo explicou o que aconteceu para Luch de forma mais detalhada, para que o treinador soubesse melhor como agir.


- Nós estavamos conversando um pouco, mas aí eu ouvi um barulho e fiquei assustado. Acho que gritei na hora e isso deixou Lira assustada. Ela foi pro fundo do riacho e nadou naquela direção!

Yuri então apontou para um trecho do riacho que ia em direção a um bioma um pouco diferente. A presença de pedras era maior ali. Seria aquele um ambiente seguro? E Lira? Estaria bem?

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Luch em Qui Jul 05 2018, 23:04

OFF:
Felicidade muito bem vinda! Quase chorando de emoção do Buddy estar "crescendo" tão rápido. ahuauhahuahua E sobre o ataque da Skitty, troco Growl por Atract

Conforme Yuri explicava melhor a situação eu conseguia compreender o ocorrido. O menino se assustou com algo e sua reação deve ter afugentado Lira... A coitadinha sempre foi assustada, principalmente depois de sua captura meio aterrorizante. Eu não a culparia se ela fugisse de todo esse clima hostil, afinal duas crianças costumam fazer bastante barulho, mesmo que sem querer... Mas enfim, agora eu tinha um problema duplo nas costas, Lira desaparecida e um "barulho estranho", que poderia ter sido ou não produto da imaginação do pequeno Machiatto — Relaxa Yuri... Lira se assustou bastante durante a captura quando enfrentou Mey, depois disso ela acaba ficando nervosa com qualquer barulho forte ou qualquer surpresa... Mas vamos encontrá-la juntos! — Comentei para todos que estavam observando, esboçando um sorriso tranquilizador. Yuri havia apontado para um local, indicando que a Magikarp havia partido naquela direção depois de ir mais pro fundo, então precisava investigar...

Andei na direção indicada e pude notar que o terreno se transformava um pouco, dando lugar a um bioma bem diferente, com algumas pedras e tudo mais. Era difícil prever se Lira estava bem, mas sendo tão pequena, era possível que conseguisse se esconder com facilidade entre as rochas. Seria difícil para predadores pegarem ela, mas também complicado achá-la. Parecia que nosso almoço teria que ficar para depois e minha barriga já tava roncando! — Pessoal, vamos juntar tudo e seguir o caminho por onde a Lira deve ter ido, tudo bem? Desculpe atrasar nosso almoço, mas essa Karp é minha amiga e não vou deixar ela para trás... — Comentei de forma obstinada. Adiantando-me em recolher as coisas espalhadas no nosso pré-pique-nique. Ordenei que Délia e Buddy voltassem para dentro da Pokébola e deixei apenas Mey do lado de fora. Para maior segurança, pedi para Yuri e Luci ficarem lado a lados, entre mim e Mey. Eu andava mais próximo do rio, sempre observando em busca de Lira, enquanto Mey cuidava de visualizar o outro lado e vigiar nossa retaguarda. Ainda não estava satisfeito sobre aquela conversa de "barulho estranho" e sinto que algo ainda se revelaria....


avatar
Luch
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Artie em Sex Jul 06 2018, 22:01

Off:
Sua interpretação foi boa, o treino durou praticamente duas páginas e você fez algo que combinava com a personalidade do Budew. Achei justo esse valor de felicidade. Sem falar que o bichinho já tá num ponto que não compensa mais subir de nível sem evoluir, pois deixa de aprender golpes bons. =/


Logo Yuri explicou melhor a situação e Luch conseguiu compreender melhor o que aconteceu. Lira provavelmente estava assustada, o que não parecia ser novidade. Porém, o que preocupava o treinador era o barulho que havia assustado Yuri. Seria algum pokémon? Alguém o estava perseguindo? Ou seria só coisa da cabeça dele?

Luci logo se deu conta que eles iriam caminhar e explorar a rota, então pegou sua Cleffa no colo, enquanto observava Luch retornar os pokémons. Era visível o quanto ela estava em pânico com aquela situação, talvez até mesmo mais do que Yuri.

Felizmente o jovem Valassa soube como se portar naquela situação e amenizou um pouco tudo aquilo, fazendo parecer que o problema não era tão grave assim. Com aquela mudança de postura, os irmãos Macchiato logo ficaram mais tranquilos e começaram a seguir seu tutor.


- O almoço pode esperar um pouquinho! Aposto que a Lira está com fome também!

A caminhada foi tranquila por boa parte do trecho. O riacho continuava fluindo tranquilamente e a água era límpida e refletia o sol. Porém, aos poucos o corpo d'água foi se incorporando ao cenário rochoso, até que Luch, Luci e Yuri encontraram um ponto interessante da rota: o riacho se desviava para dentro do rochedo, onde eles conseguiam ver de longe uma espécie de lago coberto.

- Se eu fosse um Magikarp e estivesse assustado, provavelmente eu iria me esconder ali. - Disse Yuri, ainda com um pouco de culpa em sua voz. - Ela está bem mesmo, né Luch?

Porém, antes que eles pudessem ir até o trecho coberto do lago, o trio pode ouvir um barulho curioso. Parecia uma espécie de zumbido. Luci foi a primeira a se assustar, deixando um grito escapar, o que fez com que Yuri e Cleffa também gritassem e Mey ficava com os pelos de seu pescoço completamente arrepiados. Mas Luch e Mey observaram os arredores e não encontraram ninguém. Quem poderia ter feito aquele som? Seria melhor investigar sua origem ou explorar o lago coberto primeiro?

_________________
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 003 - Companhia Inesperada: Um Novo Norte!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum