RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Carllos em Sab Fev 18 2012, 17:47

Saudações.

Estou abrindo este tópico para debater sobre os diferentes tipos de RPGs existentes, suas vantagens e desvantagens.
Só para evitar confusão, não estou interessado em indiretas ou qualquer coisa do gênero, quero apenas um debate saudável.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa.

Hoje vemos aqui a existência de 4 gêneros de RPG, e são eles: RPG de Mesa, RPG Eletrônico, RPG Live e RPG Net, cada um com suas vantagens e desvantagens.

RPG de Mesa

É o mais antigo de todos os RPGs e o percussor dos mesmos, no RPG de mesa um grupo de pessoas se reune para jogar, o número varia entre 3 a 6 jogadores, mas as vezes pode ser jogado em dupla assim como pode-se encontrar mesas enormes com muitos jogadores e mestres jogando e narrando simultâneamente.
Normalmente o RPG de mesa é jogado usando-se fichas de personagens, livros de regras e dados, mas isso não chega a ser uma regra, existem mesas de RPG onde os jogadores apenas interpretam e não usam nem fichas ou até mesmo dados.
A grande vantagem do RPG de mesa é o contato humano direto, você está ali, com outras pessoas, está vendo sua linguagem corporal, a maneira como se portam. Isso as vezes pode ser extremamente divertido. Outra vantagem do RPG de mesa é que ele não se limita a linguagem escrita, o RPG de Mesa tem a vantagem de poder usar a linguagem falada, a escrita, a linguagem corporal e ainda por cima usar tabuleiros e miniaturas para auxiliar na narrativa.
Isso sem mencionar que as vezes os narradores e/ou jogadores podem ainda usar fantasias e acessórios para tornar o jogo ainda mais divertido.

Apesar de todas essas vantagens o RPG de Mesa é o que possui as maiores desvantagens, primeiro vem o problema de achar um mestre competente e jogadores, depois vem o problema do tempo, o problema do lugar e é claro, alimentação.

Muitas mesas de RPG acabam justamente por causa disso, ou porque um jogador parou, ou um mestre, falta de tempo, falta de lugar para se jogar etc, com o avanço da idade e com as responsabilidades da vida cobrando, o RPG de mesa acaba desaparecendo na vida da maioria dos jogadores.

Na minha opinião pessoal, este é o MELHOR e mais DIVERTIDO estilo de RPG.

RPG de Eletrônico

RPGs eletrônicos são jogos onde normalmente você assume o papel de um personagem e tem como objetivo a evolução do mesmo. Dependendo do jogo você pode ou não participar de grandes guerras ou duelos, mas de fato essa não é uma regra geral e varia muito de jogo pra jogo.
A vantagem do RPG eletrônico é que você pode jogar sozinho, você está vendo ali, um cenário e pode interagir com ele diretamente.

As desvantagens é que o RPG eletrônico destroi completamente a interpretação do personagem que é de fato o elemento mais importante dos RPGs, todo o contexto, história, personalidade etc do personagem é substituido pelo interesse de ganhar números: XP, dinheiro, itens e poder.
Outra desvantagem é que ele não estimula a criatividade, como os problemas e suas soluções são pré-definidos você não encontra variáveis, não existe a possibilidade do jogador realizar outra façanha que venha da sua cabeça, você só pode fazer o que está escrito e ponto.

Na miha opinião pessoal, RPG eletrônico nem deveria carregar essa sigla, RPG.

RPG Live

O RPG live é uma mistura de RPG de Mesa com teatro e festa a fantasia, no Live os jogadores jogam RPG mas de uma forma diferente, normalmente não existem planilhas ou dados e as poucas "rolagens" feitas pelos jogadores são decididas pelos metres ou em disputas de papel-pedra-tesoura.
O Live é justamente o que o nome propõe, RPG ao vivo, você vai, se fantasia de seu personagem da forma mais parecida que puder e interpreta tentando agir como ele.
Normalmente os lives são realizados em locais privados, em casas, salões de festas e etc.

A principal vantagem do live é que você se diverte bastante, você realmente incorpora o personagem e brinca, além disso todo live parece uma festa!

As desvantagens costumam ser as mesmas do RPG de Mesa com o adicional de que é difícil conseguir gente pra jogar porque os lives costumam ser feitos com muitos jogadores, ainda tem o incoveniente das pessoas que não sabem o que está acontecendo acharam que a brincadeira é uma reunião de loucos.

RPG Net

O RPG net é muito parecido com o RPG de mesa, basicamente é como jogar RPG de mesa pela internet, seja em fóruns, salas de bate-papo ou até mesmo no MSN. O lado ruim do RPG net é que ele está limitado apenas ao uso da palavra escrita a não ser quando você joga pelo skype ou programas de comunicação similares.
Eu não sei ao certo mas eu tenho o palpite pessoal de que o RPG Net surgiu com a queda da popularização do RPG de Mesa, jogadores de RPG começaram a ficar sem mesas pra jogar e viram na net uma oportunidade de continuar jogando sem muito compromisso.
E de fato o RPG net foi a salvação para muitos rpgistas pois no RPG net o fator tempo, local e pessoas não atrapalham, com 15 minutos diários você posta e joga sem dificuldade. Outra coisa que eu acredito que levou as pessoas a procurarem o RPG net foi o fato de sentir a necessidade de jogar com as amizades virtuais, realmente muitos jogadores conhecem pessoas interessantes pela net, pessoas que gostariam de jogar, mas por morarem longe não podem.
Então jogam RPG Net.
Hoje os motivos que atraem as pessoas a jogarem o RPG Net ainda podem ser os mesmos, mas eu acredito que a onda dos desenhos e quadrinhos japoneses tenha influenciado a vinda de mais jogadores, de fato muitos praticantes de RPG Net são otakus que jogam porque querem se sentir no universo de seus personagens, querem fazer parte da ação e não apenas assistir.
É claro que os motivos podem ser muitos outros.

As desvantagens do RPG net são gritantes, primeiramente, as vezes você tem que esperar muito tempo pra jogar e isso não depende só dos GMs, depende também dos jogadores que estão na mesma cena que você. Outra desvantagem é o uso exclusivo da linguagem escrita, tudo bem que podemos usar imagens da internet para ajudar na descrição de locais, itens e criaturas, mas mesmo assim isso não deixa de ser um limitador.


Bom pessoal, opinem e digam o que acham no geral sobre isso tudo.


Última edição por Carllos em Dom Fev 19 2012, 00:33, editado 1 vez(es)
avatar
Carllos
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Fêfê em Dom Fev 19 2012, 00:20

Eaw manolo Staffer Carllos, gostei bastante da sua ideia de explicar pro pessoal, ficou tudo bem explicado, nos miiiiiiiiiiiiniimos detalhes, eu adorei isso vai ajudar bastante os novatos em RPG.
avatar
Fêfê
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Bakujirou em Dom Fev 19 2012, 01:46

O post é realmente interessante... Eu vou opinar apenas o que me interessasse...

Eu serei franco. Nunca conheci o rpg de mesa, até o ano de 2005/2006. Foi por ai que eu comecei a entender porque se usam os dados e fichas em "rpg de mesa". O que me veio na mente, era que a brincadeira era uma bagunça e uma baita forma de expressar-se como um ator incorporando personagens em teatro.

E francamente, sou muito bom no primeiro, a menos que tenha pegadinhas e outras coisas que me façam usar o meu lado racional. E esta parte eu peco. E nisso o mestre se beneficia e mata todo mundo. E fim da história.

Eu consigo comandar mesas (mestrar) e meu melhor momento, eram as mesas de improviso, nos 10 a 15 minutos de intervalo da escola. Eu fazia mágica. /hihi Mas, por conta do tempo, do espaço e dos compromissos, me afastei de todos os meus amigos...

Dai encontro na internete, formas de participar de rpgs e isso muito me contentou. Minha primeira aventura foi pelo fórum de pokemon. O que, de fato, eu gostava de unir minha louca e insana vontade de jogar e interpretar e o meu gosto exótico de postar em fóruns. Mas, após vir um fórum morrer por falta de atividades e do excesso de overpower, a interação com os demais jogadores se tornou uma guerra de poderes e isso gerou confusão.

Talvez se eu não tivesse conhecido o aplicativo de chat no site do portal RPG Online: http://www.rpgonline.com.br/ , eu não teria aprendido a dominar e melhorar a minha escrita e a digitar comandando os sentimentos que não podem ser interrompidos... E, por tempo também e por discussões, me afastei daquele ambiente.

... Agora os rpg eletrônicos ficou tão vago quanto falar que você vai fazer gelatina e não diz o sabor dela.

... Venho acompanhando os rpgs que são lançados para os "consoles caseiros". Alguns deles me agradaram pela forma que apresentou as histórias e o andamento do jogo: Breath of Fire, Fire Emblem, Final Fantasy series, Final Fantasy Tactics, FFT Advanced (e Advanced 2), Ogre Battle, Ogre Tactics e outros mais. A máxima destes jogos de rpg é ou era pra ser, derrotar o mal e então, conseguir destravar todos os adicionais pro game, conseguir itens poderosos em quests e tudo o mais.

E, além destes "rpgs de console caseiro", ainda tem os malditos MMORPG. Malditos que, como sabem, são pesados, levam eternidades pra atualizar e depende, muitas vezes, que haja um server BR para se jogar, por conta das TRAVAS DE OUTROS PAISES QUE ELIMINAM A CHANCE DE UM BR JOGAR!
E claro, por conta das travas e da dificuldade de baixar estes jogos não costumo jogar nada online. Apenas em exceções excepcionais...

... E, mesmo dando concordância ao post acima, se Minecraft é um jogo onde você precisa sobreviver colhendo materiais... então ele é tão limitante que a pessoa não possa fazer muito até a linha do pensamento do mesmo?
avatar
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Carllos em Seg Fev 20 2012, 02:52

Bem Baku, eu não conheço o Minecraft! Quando me referi ao RPG eletrônico, quis dizer que, acho que ele não devia levar a sigla RPG, ou jogo de interpretar personagens, pois eles somente são baseados em coleta de dados, como acumular XP, dinheiro, mesmo o Ragnarok que possui sistema de casamentos e alguns outros.

Interpretação mesmo não se tem nada ou quase nada, pois as QUEST'S são definidas e não possuem meio termo, um único que joguei em que tive mais liberdade foi Suikoden de PS ONE, esse game foi o único que me dava umas 4 opções, para cada coisa que o personagem deveria fazer.

Não vou negar que gosto de alguns deles, só acho que não deveriam possuir a sigla RPG, isso é só minha opinião!
avatar
Carllos
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Rike em Sex Jul 20 2012, 09:31

Nossa cara, esse topico tá ótimo parabéns, não é a primeira vez que eu o vejo, já vi umas 10 vezes, mas toda vez que via esquecia de posta ou não dava tempo, mas vamos a minha opinião, os que eu mais gostei desses Rpg's por ordem são:
1- Rpg
Eletrônico
2- Rpg Net
3- Rpg de Mesa
4- Rpg Live
Bom, o motivo por eu escolher Eletrônico e Net como os que eu mais gosto, deve ser por que são os únicos que eu já joguei e/ou participei, mas sinto muita vontade de jogar e/ou participar dos outros dois, e sempre que leio esse topico dá mais vontade ainda, se um dia eu tiver o previlegio de jogar e/ou participar deles quem sabe minha opinião mude ^^.

avatar
Rike
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Bakujirou em Sab Jul 21 2012, 01:29

Existe uma citação bem explanativa sobre RPG de mesa. Nos modelos do RPG conhecido como Narrativo e o outro como Simulacionista. Eu nem saberia onde ou como publicar... Mas aquie apareceu a chance (e eu nem me lembrava mais deste tópico):
""""""
Contando histórias

RPG é sobre contar histórias. Criar uma narrativa sobre personagens criados por nós mesmos. É a saga de personagens dos jogadores e seus companheiros PdMs (Personagens do Mestre). É algo único, e duas histórias jamais serão iguais.

Mas nessa brincadeira de faz-de-conta, existem regras. Há mais do que um simples "disparei e acertei" ou "o bandido me acertou, sorte que eu estava de colete à prova de balas". Você sabe quando acerta, e tem anotado na ficha seu colete à prova de balas.

Alguns RPGs têm regras frouxas e simples, outros têm regras densas e complexas. São quase duas "tendências" de RPG. E quem está certo? Os narrativistas ou os simulacionistas?


RPG e Narrativa

Em jogos narrativistas, o mais importante é o desenvolvimento dos personagens, o desenrolar da história, a narrativa coesa e constante. A interação dos personagens entre si e o mundo à sua volta é central, principalmente quando faz avançar a história e traz elementos divertidos e interessantes.

As regras normalmente não são tão importantes quanto a história em si. Na maior parte das vezes, se resumem a umas poucas linhas gerais de como solucionar um problema quando o bom senso não é suficiente - ou quando o bom senso precisa mesmo de uma regrinha pra encerrar uma possível discussão.

O papel do mestre é dar o pano de fundo para a criação de personagens, o ponto de partida de onde a história começa. E também manter a história fluida, encaixando o desejo dos jogadores na narrativa como um todo. O dos jogadores é tanto ligar o histórico de seus personagens a história em si quanto interpretá-los frente às revelações da campanha enquanto a narrativa avança, de acordo com sua personalidade. Muitas vezes, nem mesmo há divisão entre jogadores e mestre: todos narram e todos jogam, e as regras ditam quem está em qual papel a cada momento. Por isso, os jogos de narrativa podem acabar parecendo algo "diferente de RPG" - ou pelo menos do RPG tradicional. Grandes exemplos são Fiasco (recentemente lançado em português pela editora Retropunk) e o antigo Barão de Munchausen. Quando Barão foi lançado, nem mesmo era chamado de RPG!

Os combates muitas vezes são rápidos, e o mais importante não é só derrotar o inimigo, mas fazê-lo com estilo e de maneira que engrandeça a história para todos. E nem sempre o objetivo do combate é vencer: talvez você narre seu próprio personagen sendo derrotado, para que a história fique mais interessante e instigante. O foco é tornar a história épica e divertida para o grupo inteiro, seus "leitores", "autores", "atores" e "espectadores".


RPG e Simulação

Em jogos simulacionistas, o foco também é o desenvolvimento dos personagens e o desenrolar da história, também é manter a narrativa coesa e constante. Mas são as regras que dão suporte para a maior parte das situações.

Nesses jogos, o sistema de regras - e seu cumprimento - é tão importante quanto a história em si. Conhecer as regras e usá-las de maneira a engrandecer seu personagem (principalmente para que ele engrandeça a história) é parte do jogo tanto quanto manter a narrativa em movimento.

O papel do mestre é tanto de narrador quanto de árbitro. Ele julga o uso das regras, aprova e reprova possíveis abusos e manté a história em movimento. Cria momentos em que as regras de cada personagem podem aparecer - há o combate contra mortos-vivos do clérigo, o guardião que só pode ser enganado com a invisibilidade do mago, as armadilhas desarmadas pelo ladino. O papel dos jogadores é tanto casar as regras com a história de seus personagens quanto manterem-se atentos à narrativa e participar dela.

Situações que exigem rolagem de dados e permitem o uso de muitas habilidades dos personagens são centrais. Afinal, as regras estão ali para serem usadas. "Estilo" aqui é mais do que apenas a narração, também é o suporte dado pelas regras que garante o caráter épico de cada ação. A história muitas vezes fica realmente incerta; nem mesmo o mestre sabe como ela terminará, porque os dados podem decretar a morte prematura de um personagem ou seu sucesso inesperado. Embora muitos considerem essa abordagem chata e monótona, ela concede bastante emoção, pois o resultado dos desafios é desconhecido para todos, e os jogadores precisam de muita habilidade pra vencer!


E quem está certo?

Ambos os estilos de jogar RPG estão certos. O que você e seu grupo preferem é o estilo certo. RPG não é apenas sobre regras, mas também sobre a história contada em cada sessão. E RPG não é só sobre a história mas também sobre os críticos rolados em momentos decisivos, aquela magia certa quando ela era mais necessária.

Quando contando "causos" de sessões de jogo, aparecem tanto situações narrativas quanto mecânicas de regras. O que fica sempre é a diversão.


Experimentando

E qual o seu estilo? Como você gosta de jogar?

Seja qual for seu estilo, experimente o outro lado da moeda. Se você gosta de regras, experimente deixá-las de lado por um tempo. Jogue como se estivesse conversando, e peça boas ideias em vez de rolagens de dados.

Mas se você gosta apenas de contar histórias, dê uma chance para as regras. Veja como elas ligam-se umas nas outras, como também dão segurança ao jogo. No lugar de permitir que qualquer teste dê certo, conceda um bônus de +2 - e experimente a emoção de ser bem-sucedido em um teste importante para seu personagem e para a história.

Independente de como você gosta de jogar, não deixe de ver as vantagens do outro lado. Afinal, o RPG - em todas as suas versões - não é uma competição.
Fonte: DragonSlayer #34, Notícias do Bardo, pág. 1 e 2, direitos reservados à Editora Escala.
avatar
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Carllos em Ter Jul 24 2012, 20:28

Como mestre e jogador de RPG, amigo Baku acredito que não existe quem esteja certo ou errado.
Existem vários sistemas e estilos de RPG como também existem vários tipos de jogadores e todos eles possuem a mesma regra de ouro "Não importa se você esteja seguindo as regras, jogando certo ou não, desde que você esteja se divertindo.'
avatar
Carllos
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Bakujirou em Ter Jul 24 2012, 22:25

Carllos escreveu:Como mestre e jogador de RPG, amigo Baku acredito que não existe quem esteja certo ou errado.
Existem vários sistemas e estilos de RPG como também existem vários tipos de jogadores e todos eles possuem a mesma regra de ouro "Não importa se você esteja seguindo as regras, jogando certo ou não, desde que você esteja se divertindo.'

Pois é Carllos... como te comentei uma certa vez no msn, eu sou um típico jogador que segue as regras ferrenhamente, até que um dia eu acabei perdendo uma amizade com um carinha que conheci em mesas de chat IRPG, tudo discutindo por conta das regras. Além de perder uma amizade, perdi contatos com um cara que narrava muito bem, mesas online/ de chat... Nós levamos um pouco a sério a conversa e assim foi... /u.ú
avatar
Bakujirou
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Bielziski em Ter Out 09 2012, 16:25

Eu prefiro PES 2010.
rsrsrs
Nunca joguei rpg de mesa. >:
avatar
Bielziski
Treinador - Ranger
Treinador - Ranger

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RPG's; Mesa x Eletrônico x Live x Net

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum