Bastardos Inglórios

Página 1 de 12 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte

Ir em baixo

Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Dom Dez 02 2018, 20:44

off:

Olá narrador! Seja bem-vindo, vamos fazer uma boa Rota ^^
Objetivo Principal: Participar do Swarm e têm mais dois descritos no poste.
Objetivos secundários: Ajudar no GM3 e vamos evoluir esse Dewott e essa Meditite o/

Ultima passagem no CP: http://pokemyrpg.forumeiros.com/t13741p90-centro-pokemon#283222
Esclarecimento: meu personagem não está sabendo da notícia do treinador que abandonou os filhotes. Sim, ele não leu os jornais. Logo, não estranhe eu não mencionar nada a respeito.

Granite Cave!
_____________________________________________________

- Finalmente estamos aqui. – Disse um treinador animado para os dois Pokémon ao seu lado, frente a um monólito de granito com a passagem para as cavernas. – Nosso objetivo é encontrar shards. Como essas. – Will puxou de dentro de sua mochila uma sacola plástica transparente contendo as poucas shards que ainda lhe restavam, deixou que Quilladin e Deino as observasse e depois as guardou, colocando a mochila nas costas. – Nossa prioridade são Blue shards, mas qualquer tipo que encontrarmos vai ser bem útil, principalmente as red e green. Fiquem atentos.

O carateca ajeitou seu capacete de minerador, um item especial com lanterna que tinha comprado na cidade junto com uma Picareta e luvas para evitar calos nas mãos quando fosse trabalhar com a ferramenta. Em sua faixa preta, que fazia papel de cinto, trazia uma lanterna de led tipo lampião, um equipamento parecido com uma luminária que clareava em 360º. Poderia ter trazido Charizard para essa exploração, mas grande como era e sendo um tipo voador, sabia o quanto ele ficava desconfortável em cavernas.

- Vamos indo, pessoal. – Enquanto Will conferia seus equipamentos, Kron e Thorin pareciam discutir amigavelmente sobre um assunto que o treinador jamais saberia qual era. Mas assim que foram chamados, ambos se colocaram ao lado do treinador. Desse modo o artista marcial deu o seu primeiro passo na Granite Cave. – Já ia esquecendo. Ouvi boatos sobre Pokémon bem forte aqui, isso vai ser ótimo para treinarmos. Vou aproveitar para procurar duas espécies que habitam essa área, quem sabe conseguimos sair daqui com um Mochoke e um Hariyama! Eles serão bons membros para nossa equipe.

_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Luch em Dom Dez 09 2018, 01:02

OFF:
Olá! Eu serei seu narrador Arkan! Tudo bem? Vou tentar seguir seus objetivos na medida do possível, além de desenvolver o plot do swarm devagarzinho, já que seu personagem nem sabe do que tá rolando. Já aviso que gosto de criar suspense, então vai demorar um tempo até entender qual vai ser o seu Pokémon do Swarm. No mais, vamos nos divertir! Lá vai o/

Obstinação de Granito

Retornar a Dewford era sempre um momento incrível para fãs de praia e Sol, ao mesmo tempo que poderia ser um tormento para os que fogem desse tipo de clima. Curiosamente, os motivos para tais reações vinham dos mesmos fatores: da maresia, que poderia ser estimulante para os mais positivos ou tremendamente enjoativa para os "anti-", do excesso de sal no ar que poderia ser agradável para alguns e incômodo para outros, do calor que traria certamente uma energia a mais para os veraneiros (e Pokémon planta ou fogo) e irritação para os amantes do inverno e etc. Era difícil saber que tipo de pessoa Will era, afinal o carateca parecia muito focado em seus objetivos e tinha vindo extremamente preparado, com equipamentos "até os dentes" para uma exploração segura e direta!

O rapaz havia vindo por uma longa caminhada na praia até chegar, o que certamente não desmotivaria alguém de seu porte, mas poderia cansar um pouco alguns Pokémon. Thorin e Kiron comentavam entre si alguma coisa antes de entrarem todos na caverna, mas Will jamais saberia se estavam criticando alguma atitude ou simplesmente contando uma amistosa piada entre si. De todo modo, não demonstravam insatisfações em seus rostos e isso era uma excelente sinal de que tudo ia bem, principalmente por terem vindo rapidamente para perto do treinador ao primeiro chamado. Com tudo pronto, o rapaz poderia finalmente dar seu primeiro passo na Caverna de Granito e assim o fez.

A entrada da caverna era um túnel inteiramente feito de Granito, o que dava nome ao local. Seu formato seguia a mesma ideia das nuvens. Oficialmente não havia nenhuma forma, mas cada um via ali o que achava mais interessante. Alguns diziam parecer uma cabeça de Hariyama, outros que parecia a boca de um Salamence, mas ninguém nunca chegava em um consenso, e isso realmente era irrelevante; O que importava de fato na entrada era a sua descida inicial, bem íngreme e bastante ramificada.

Assim que Will entrasse no lugar e apontasse sua lanterna adiante, notaria a presença de três túneis secundários. Um deles descia vertiginosamente, quase em um ângulo de 90º, o segundo possuía entalhes naturais, semelhantes a uma escada de degraus nada homogêneos, que fazia uma curva quase em espiral para a esquerda. Por fim havia um túnel menor e de mais fácil acesso, mas que possuía um teto tão baixo, que era necessário andar quase engatinhando para passar, um problema para alguém tão cheio de equipamentos. O que Will faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Dewott (Netuno): HP: 97/97
- Heracross (Aquiles): HP: 69/69
- Quilladin (Thorin): HP: 61/61
- Meditite (Shiva): HP: 54/54
- Deino (Kiron): HP: 58/58

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-

Capturas:

-

Itens:

-
Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Dom Dez 09 2018, 10:57

off:

Blz Luch o/ Vlw por pegar a Rota, vamos curtir ^^
Já tinha passado o olho em algumas Rotas que vc narrou de outros players. Parabéns, sua narração é muito boa!

Então, tbm curto um suspense, apesar da curiosidade, mas tipo, estava pensando em usar o filhote para ajudar no GM3, por isso vim com um slot vazio na party... Fica a seu critério. Flw!

Granite Cave!
_____________________________________________________

Will avançou pela entrada da caverna sentindo-se espremido, aquela sensação de claustrofobia sempre lhe corria pelo corpo quando mergulhava na terra, um pensamento de ser espremido pelas paredes ou por um desmoronamento do teto. O carateca afastou a ideia e tomou coragem para dar mais um passo. Atrás dele, Deino, pareceu olhar o monólito por um tempo a mais, como se tentasse entender a forma daquela entrada. O treinador percebendo sua ausência, virou-se, vendo-o em seu momento de reflexão. – Bem estranho, não é? Juro que me senti entrando na boca de um Pokémon, com certeza de um Tipo Dragão... Vamos Kron, precisamos continuar!

Virou sua cabeça para frente fazendo o feixe de luz da lanterna em seu capacete iluminar uma bifurcação, o caminho se dividia em três. Aproximou-se e iluminou cada um, vendo qual seria a sua melhor opção. – Esse aqui está fora de questão! – Falou para seus companheiros depois que viu como o chão sumia sob seus pés. – Acho que nem consigo ver o fundo... – Para piorar, percebeu que tinha esquecido um equipamento bem importante, cordas e itens para alpinismo. Poderia voltar a cidade para comprar, mas já estava ali e não queria perder mais tempo fazendo toda a viagem de volta e depois de retorno. Balbuciou um xingamento e iluminou o próximo túnel.

– Esse aqui é uma boa opção, vamos por ele... – apontou a luz para o último túnel e viu o quanto ele era menor, andar ali exigiria que ele praticamente engatinhasse, o que ainda não era uma opção, tinha acabado de começar e ainda não estava desesperado para encontrar um veio de shards. – Essas escadas não parecem um bom lugar para um quadrúpede, quando chegarmos lá embaixo eu te libero da Pokebola novamente, tá ok Kron!? – Will não deu muita opção ao seu Pokémon, não queria que ele se ferisse em um acidente bobo, assim o retornou para a sua Ultraball.

Antes de descer pela escada, acendeu a lanterna de led tipo lampião para iluminar toda a área. Segurando-a com a mão esquerda, usou a mão direita para se apoiar na parede enquanto seguia sua trajetória. – Tome cuidado, Thorin. Desça devagar!

_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Luch em Dom Dez 09 2018, 12:18

OFF:
Sobre o elogio, muito obrigado! \o/ Sobre o fato de usar o Poké para ajudar no GM, ótima ideia. Vamos tentar encontrá-lo o quanto antes então. o/

Obstinação de Granito

Will era recebido pela arquitetura complexa da Granite Cave e precisava decidir sobre qual caminho seguir. Apesar de parecer uma escolha difícil, para o treinador se mostrava uma decisão bastante fácil, já que dois dos trajetos levavam para túneis muito perigosos ou claustrofóbicos e apenas um seguia uma estrutura mais facilmente transponível. Por ser a opção mais tranquila, era esperado que fosse a mais utilizada por outros treinadores e isso se revelava verdade através das inúmeras marcas de pés em cada um dos degraus, que já pareciam gastos pelo tempo. Para completar o cenário, também havia uma constante goteira que escorria pelo teto de granito e aos poucos molhava, gota-a-gota os degraus, agora enlameados e escorregadios. Até que o caminho mais fácil não era tão seguro assim. Prevendo o que encontraria, Will havia recolhido seu Deino para a cápsula, afinal não era um ambiente propício para quadrúpedes e assim que o manteve em segurança, começou a descer ainda com Thorin ao seu lado.

Will apoiava-se na parede e avançava passo a passo, sempre iluminando o caminho com a lanterna de seu capacete. Já Thorin o seguia aos saltos, porque as pernas curtas dificultavam passos largos. Quando o treinador já havia descido uma quantidade razoável de degraus, ouviu um som que lhe chamou a atenção vindo detrás da parede. Primeiro foi um sonoro baque bastante forte, como se uma pedra tivesse caído de uma altura razoável e simplesmente parado no chão, sem rolar. Depois, foram batidas ritmadas, como o de uma rocha menor batendo contra uma parede de granito. Esse som era constante e parecia se distanciar dele, pois ficava cada vez mais inaudível, até desaparecer. Seria uma pessoa? Pokémon? Enfim... Como a única opção era descer, a dupla continuava o trajeto, até o último degrau.

Ao fim daquela "escada", havia uma espécie de patamar bastante largo, que terminava em dois possíveis caminhos: um deles era uma outra escada para um espaço mais aberto, uma caverna secundária e larga, de teto alto e espaçoso, mas com o fundo tão escuro que a lanterna não conseguia iluminar muito bem. O outro era uma trilha bastante estreita, à direita, de cerca de trinta centímetros de largura. Não havia lugar para se apoiar em qualquer um dos lados e um escorregão levaria o treinador e seu Pokémon diretamente para um precipício. Entretanto, esse caminho tinha menos de três metros de comprimento e levava para uma gruta bastante convidativa. O que Will decidiria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Dewott (Netuno): HP: 97/97
- Heracross (Aquiles): HP: 69/69
- Quilladin (Thorin): HP: 61/61
- Meditite (Shiva): HP: 54/54
- Deino (Kiron): HP: 58/58

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-

Capturas:

-

Itens:

-
Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Dom Dez 09 2018, 14:46

OFF escreveu:Flw, vamo q vamo o/


Granite Cave!
_____________________________________________________

– Humm… Parece que outras pessoas passaram por aqui. - Comentou para o gramíneo quando viu as pegadas na escada de pedra. – Será que são recentes? – Já descendo pelas escadas, alertou seu Pokémon quando percebeu a goteira e os degraus molhados. - Cuidado ao descer, Thorin. O chão está molhado, pise devagar e firme, evite as áreas escorregadias.

- O que foi isso? – Perguntou para o seu Pokémon quando ouviu um som estranho de algo se chocando contra o chão. Quilladin deu de ombros e o treinador percebeu que estava olhando para o teto, temeroso de alguma pedra ter se desprendido. Quando notou que isso não tinha acontecido, aproximou o ouvido da parede para ouvir. Seja o que fosse, parecia vir do outro lado. – Pelo som, acho que é um Pokémon, se fosse um humano estaria gemendo de dor com a queda... Será que caiu daquele caminho lá em cima? – Will conversava com Thorin, mas ele parecia tão perdido quanto o seu treinador. Após notarem que o som se afastava, seguiram em frente.

Felizmente, nenhum acidente ocorreu e se viram novamente com uma nova escolha a fazer. – Cara, como os Pokémon conseguem viver nessa escuridão? Eu entendo que alguns se adaptam bem, mas imaginar um Hariyama aqui embaixo é bem difícil... – O comentário do jovem saiu de forma espontânea depois de ver a escuridão que se seguia na “nova” caverna. Estava em dúvida para onde ir, qual lugar seria o melhor para escavar minério? Quilladin percebendo a hesitação de seu treinador caminhou até a passagem estreita a direita e apontou adiante. – Você quer ir por aí? Vamos lá, então... só tome cuidado, pise lentamente e com calma. Abra os braços para manter o equilíbrio. – Will foi logo atrás do seu Pokémon seguindo suas próprias instruções para não cair dali. Não conseguiu evitar de dar uma olhada para a escuridão, imaginando qual seria altura daquilo. Afastou o pensamento pessimista e seguiu em frente.
 

_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Luch em Dom Dez 09 2018, 15:20



Obstinação de Granito

Will se perguntava como certos Pokémon podiam viver em ambientes tão estreitos e escuros, mesmo que tivessem um metabolismo adaptado a tal situação. Pois bem, a resposta para esse e outros mistérios certamente viria até o fim dessa exploração... Mas para tal, o treinador e seu Pokémon precisavam escolher os caminhos com sabedoria para que não acabassem se acidentando no decorrer do percurso. Novamente o rapaz estava diante de uma bifurcação no trajeto e, seguindo a orientação de Thorin, resolveu seguir pelo que parecia mais perigoso. Will pediu para Quilladin ir na frente e abrir os braços para que mantivesse o equilíbrio, seguindo pelo mesmo lugar logo em seguida, usando de sua própria instrução.

O Pokémon de grama chegou à metade do trajeto e ao pisar em uma das laterais da estreita trilha, quase desequilibrou-se, tendo que deitar no chão para voltar ao equilíbrio. Um susto para seu treinador. Uma vez que voltou à segurança, Thorin virou-se para Will e fez um sorriso de conforto, terminando o trajeto ainda engatinhando para evitar maiores problemas. Em poucos segundos Quilladin já havia alcançando a outra extremidade e agora aguardava o seu treinador. Enquanto isso, o rapaz ia se equilibrando passo a passo, apontando sua lanterna presa ao capacete sempre em frente, na direção da gruta que pretendiam explorar.

A cada novo passo a luz da lanterna conseguia iluminar com mais precisão o caminho, mostrando que era até plano e com um teto alto o suficiente para não ficar preso, apesar de ser uma passagem estreita. Entretanto, essa mesma iluminação que servia para o bem da exploração, também passaria a mostrar-se perigosa, uma vez que focou diretamente num grupo de Zubats que se encontravam dependurados. Os Pokémon Morcegos ficaram extremamente irritados, iniciando uma revoada ameaçadora. Thorin, ao perceber o que acontecia, jogou-se no chão e cobriu as mãos com a cabeça. Contudo, Will não tinha muito espaço para manobras e precisaria de outra estratégia para evitar ser derrubado dali quando os Zubats começaram a voar ao seu redor, tentando atacá-lo. O que o treinador faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Dewott (Netuno): HP: 97/97
- Heracross (Aquiles): HP: 69/69
- Quilladin (Thorin): HP: 61/61
- Meditite (Shiva): HP: 54/54
- Deino (Kiron): HP: 58/58

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-

Capturas:

-

Itens:

-
Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Dom Dez 09 2018, 20:07


Granite Cave!
_____________________________________________________

– Cuidado, cara! – O coração do treinador quase subiu pela garganta quando viu seu Quilladin se desequilibrando. O pior de tudo era que não poderia fazer nada para impedir a sua queda caso ele não conseguisse se manter firme. O susto foi grande, mas ele tinha conseguido se recuperar, fazendo o treinador dar um grande suspiro de alívio. – Isso, melhor não dar sorte para o azar! – Encorajou o Pokémon quando o viu engatinhar.

Nesse meio tempo o treinador tinha estagnado, com medo de que seus passos de algum modo desequilibrasse o seu companheiro. Quando Thorin chegou em segurança do outro lado, Will voltou a andar, cauteloso e sempre olhando para a trilha, não queria dar a bobeira de pisar em falso na beirada da mesma. Em quanto andava, vez ou outra levantava a cabeça para enxergar mais à frente e também verificar seu Pokémon, mas para sua infelicidade, a luz de sua lanterna atingiu alguns Zubats que descansavam, despertando-os de seu sono para criar uma revoada furiosa.

Quando as criaturas vieram em sua direção, o treinador não pensou duas vezes, se abaixou, sentando na trilha, deixando as pernas soltas uma em cada lado da passagem. Inclinou o tronco a frente colando o rosto no chão como um Cavaleiro montado em um Rapidash disparado em velocidade. Tentou permanecer imóvel para ver se os Zubats desistiam dele, mas caso isso não ocorresse, não daria muito tempo a eles para chupar seu sangue. Sacaria a Ultraball do Deino de seu bolso, miraria ao lado de Thorin para que o feixe luminoso o liberasse em segurança, isso tudo ainda "montado" na trilha. – KRON, USE ROAR PARA AFASTÁ-LOS. – O rugido de seu pequeno seria ensurdecedor para criaturas que dependiam do som, quando esses ficassem desorientados, era a sua chance de levantar e correr para fora da trilha para um chão mais firme.

_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Luch em Seg Dez 10 2018, 17:33



Obstinação de Granito

A revoada de Zubats oferecia riscos reais do treinador cair daquele penhasco, mas Will brilhantemente procurou ficar o mais baixo possível para abaixar o seu centro de gravidade e poder se equilibrar melhor. Além disso, lançou a Pokébola de seu companheiro Kron, ao lado de Thorin para que o dragão utilizasse de seu golpe Roar nos Pokémon morcegos, afastando-os dali e mantendo a região segura. Em poucos segundos não haviam mais ameaças e Will podia se levantar novamente. Entretanto, o rugido lançado por Deino, propagava-se pelos túneis e grutas da caverna, em um longo e curioso eco.

Thorin incomodava-se com aquele som, colocando as mãozinhas em seu próprio ouvido a fim de abafar o barulho. Já o treinador certamente não se incomodaria tanto, e aproveitou para terminar o pouco do trajeto que ainda restava, ficando em segurança. Entretanto, Will notou algo curioso no meio desse eco todo. Ao final do fenômeno sonoro, dois dos rugido que vieram se propaganda pela caverna, já em um volume bem mais baixo, não pareciam ter vindo de Kron. Um deles era ainda mais grave e parecia pertencer a um Pokémon de porte maior, enquanto o outro era mais agudo e estava misturado a um rosnado de criatura menor. De qualquer modo, ambos os sons vinham da mesma caverna que Will pretendia entrar. Valeria a pena seguir por ali? O que o treinador faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Dewott (Netuno): HP: 97/97
- Heracross (Aquiles): HP: 69/69
- Quilladin (Thorin): HP: 61/61
- Meditite (Shiva): HP: 54/54
- Deino (Kiron): HP: 58/58

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-

Capturas:

-

Itens:

-
Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Seg Dez 10 2018, 18:15


Granite Cave!
_____________________________________________________

– Funcionou? – Comentou para ninguém em especial quando tirou as mãos do ouvido e olhou ao redor para ver onde estavam os Zubats. As criaturas tinham fugido perante ao som do pequeno Deino, que apesar de pequeno tinha um baita de um rugido. Will se levantou cautelosamente, usando as mãos como apoio até se equilibrar em pé, depois com passos rápidos, porém seguros, cruzou o restante da trilha. – Ufa! Essa foi por pouco, valeu Kron, você foi incrível. – O treinador acariciou a cabeça de seu dragãozinho e sentou ao lado de seus Pokémon para retomar o fôlego e escutar os ecos do rugido do Deino.

- Você tá bem, Thorin!? Abra a boca como se estivesse bocejando, depois feche-a, repita algumas vez que seus ouvidos logo voltam ao normal. – Sem tempo para descanso, o jovem ouviu um som curioso seguido do eco de seu Pokémon. Levantou em um pulo, sua mente trabalhou rápido, deduzindo que algum Pokémon de grande porte tinha encurralado uma criatura menor. O confronto parecia vir da gruta a frente e Will sem pensar duas vezes avançou para ela. – Vamos, pessoal. Sigam-me! – Com pressa, o treinador se deslocou com passadas rápidas, mas evitou correr para não tropeçar no escuro.

_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Luch em Seg Dez 10 2018, 20:15



Obstinação de Granito

Quando Will conseguiu atravessar e tudo parecia mais calmo e seguro, ele tratou de conferir o estado de Thorin, sugerindo ao Pokémon de grama que fizesse uma série de bocejos para que o som voltasse. Confiante em seu treinador, o Quilladin fez exatamente como ele havia dito e em pouco tempo já ouvia muito bem de novo. Qui! Qui! Din! Reagiu o Pokémon, fazendo um sinal de positivo com sua mão e já virando-se de forma bastante engraçada para encarar o caminho que pretendiam seguir. Deino também parecia contente por estar fora da Pokébola novamente e participando da ação, comemorando de forma mais amena se comparada à Thorin, mas ainda assim, bastante feliz.

Seguindo um conjunto de sons que indicavam uma perseguição entre um Pokémon maior e outro de menor porte, Will resolveu entrar com tudo naquela caverna para investigar e assim o fez, sendo seguido pelos seus dois companheiros. O lugar era mais confortável do que os túneis anteriores por onde havia passado. Tinha altura suficiente, era uma descida suave com algumas curvas e não tinha muitos obstáculos pelo caminho, o que facilitava a caminhada. Entretanto, ao andar por uma distância razoável, Will encontrou uma espécie de trifurcação. Um dos caminhos era o do meio, apenas seguindo o túnel onde já estava. Os outros dois pareciam produto de alguma criatura grande, que possivelmente fez esses buracos com um golpe Dig, mas era muito difícil saber se o Pokémon havia vindo da direita para esquerda ou vice-versa.

Enquanto Will pensava no trajeto a seguir, Kron parecia ter sentido algo vindo do caminho do meio e acabou caminhando naquela direção por alguns passos, fazendo um som de curiosidade No? No? Dei? Questionou-se Deino, segundos antes de um grande estrondo vir daquela direção, possivelmente do mesmo Pokémon de grande porte que ouviram antes. Uma nuvem de fumaça subiu pelo túnel  e deixou a visão bastante conturbada para o rapaz e seus companheiros, mesmo com a luz da lanterna. Parecia que alguns pedaços do teto estavam caindo naquela caverna e um desses escombros revelou um curioso brilho sob a luz da lanterna do treinador. Seria um Shard ou algo precioso? Valeria a pena arriscar-se a seguir nesse caminho para descobrir? O que Will decidiria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Dewott (Netuno): HP: 97/97
- Heracross (Aquiles): HP: 69/69
- Quilladin (Thorin): HP: 61/61
- Meditite (Shiva): HP: 54/54
- Deino (Kiron): HP: 58/58

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-

Capturas:

-

Itens:

-
Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Seg Dez 10 2018, 21:40


Granite Cave!
_____________________________________________________

– Droga, esse lugar é um labirinto. – Bufou quase em agonia quando viu o caminho se dividindo em três. Sabia que não devia interferir na vida selvagem da maneira que pretendia, mas seu instinto protetor gritava por urgência. – E agora? Para onde vamos? – Will se abaixou e colocou o ouvido no chão, tentando ouvir algum barulho que pudesse vir de algum dos túneis. O som se propagava melhor no sólido, por tanto, recorria a essa artimanha da Física na esperança de conseguir um novo rastro. Mas antes de ouvir algo, Deino deu sinais de ter percebido alguma coisa.

- Tem certeza, garoto? Consegue ouvi-los? – O treinador não deu tempo para o seu Pokémon responder, levantou-se e começou a andar em direção ao túnel indicado por Kron, mas antes que pudesse se aproximar um estrondo veio pelo túnel levantando poeira pelo caminho. Sem poder avançar, Will recuou pedindo que seu Pokémon fizessem o mesmo. Esperou que as coisas se assentassem/acalmassem e voltou a se aproximar para verificar a situação do túnel. – As coisas estão ficando perigosas por aqui. O teto parece meio instável... – Comentou desanimado, poderia tentar um túnel lateral, mas não fazia ideia de onde ele iria dar. Já estava perdendo as esperanças em poder ajudar a criatura que lhe pareceu encurralada. – O que vocês acham? – Perguntou aos dois Pokémon e virou-se para conferir o túnel mais uma vez. Mas agora, a luz de sua lanterna pareceu refletir em algo. Will estreitou seus olhos para ver, mas não tinha certeza do que era. Seria o mineiro do qual veio atrás.

O Carateca liberou mais um Pokémon de sua esfera, dessa vez era Dewott, o seu pequeno Samurai. – Ei, Net, será que você consegue congelar esse teto com Ice Beam? Não precisa fazer uma camada muito grossa, apenas o suficiente para estabilizar o teto para podermos passar... Tá vendo aquilo ali? – Apontou a luz para o objeto que brilhava. – Não o congele, faça o gelo rodeá-lo. Quero ver de perto o que é.  – Will deixou seu aquático trabalhando junto da lanterna de led tipo lampião e pegou uma pedra dos escombros. Voltou alguns passos e fez uma marcação em “X” na parede do túnel pelo qual tinha vindo. – Não queremos nos perder aqui, melhor marcamos nosso caminho. – Comentou, no caso de Deino ou Quilladin estarem curiosos a respeito da atitude de seu treinador.

Terminando ali, guardou a pedra no bolso e voltou para perto do Dewott, avaliando para ver se era seguro entrar no “novo” túnel. Caso fosse, iriam avançar, os quatro, mas antes de seguir em frente, Will tentaria identificar o que tinha refletido a sua luz. Se fosse o minério que procurava, iria retornar depois para tentar extraí-lo, mas agora, a prioridade era chegar nos Pokémon que se enfrentavam. – Observem bem o teto, se verem qualquer pedra caindo, usem o Protect na horizontal acima da gente para nos proteger.


_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Luch em Seg Dez 10 2018, 23:32



Obstinação de Granito

Não era possível dizer com certeza se a Caverna de Granito era sempre assim tão instável, mas no momento a única certeza que Will podia ter é que segurança não era um dos fortes desse lugar. A sensação que se tinha por ali é de que qualquer passo em falso poderia ser o último e mesmo com os equipamentos certos (ou não), era um cenário de difícil transposição. Entretanto, Will não tinha apenas apetrechos ao seu favor, mas sim a sua inteligência e seus companheiros Pokémon bem treinados. Assim que ele notou a fraqueza do teto daquela caverna, o treinador trouxe para fora de mais uma cápsula o seu Pokémon aquático, Dewott. A criatura com um quê de samurai seguiu fielmente as ordens de Will e, como solicitado, forrou as rochas mais frágeis do teto com uma camada suficientemente grossa de gelo para que ficassem estáticas.

Como salientado pelo seu treinador, Net congelou tudo ao redor, menos o objeto brilhante que se destacava em meio a tanta poeira e lama, deixando-o em evidência. Em quanto ele trabalhava, Will recolheu uma pedra e voltou um pouco pelo caminho que fizera, marcando a passagem com X, a fim de não se perder com tantas bifurcações, trifurcações e etc. Thorin e Kron pareciam interessados no que ele fazia e portanto, o treinador explicou suas motivações para tal, voltando para ver como Dewott estava se saindo. Felizmente tudo ia muito bem e demoraram apenas mais alguns segundos para o trabalho estar concluído De...woooot! Comentou o Pokémon aquático, fazendo uma saudação para seu treinador quando estava terminado o serviço.

Agora com o túnel mais resguardado, Will e sua equipe podiam avançar juntos pelo túnel recapeado internamente. Thorin até mesmo apressou-se em alguns passos e saltou sobre uma placa de gelo que havia se formado no solo, deslizando de forma bastante lúdica, até alcançar novamente um solo de terra firme. Já Deino e Dewott preferiam caminhar lado a lado com seu treinador, atentos às novidades que surgiriam. Quando Will passou bem perto daquele ponto brilhante, notou que ele era de uma coloração avermelhada. Deino também notou que se tratava de um Red Shard e começou a rosnar baixinho para seu treinador, dando pulos no mesmo lugar. Apesar de constatar que o objeto era o que queria, o foco agora seria encontrar o Pokémon que estava sendo perseguido e ajudá-lo de alguma forma, portanto o rapaz deixou o objeto ali para voltar mais tarde e buscá-lo.

O quarteto de treinador e Pokémon, continuou pelo túnel por alguns metros adiantes, fazendo uma curva para direita e depois outra para esquerda. De vez em quando o Pokémon aquático até fazia umas paradas por conta própria, assumindo a responsabilidade de proteger um ou outro ponto do teto que parecia frágil, mesmo sem Will mandar. E nesse ritmo eles chegaram a um ponto de bloqueio no trajeto. Havia uma infinidade de rochas amontoadas de diversos tamanhos, desde poeira até grandes pedregulhos maiores do que o próprio rapaz. Entre essas rochas maiores era possível passar uma mão ou até uma cabeça, mas a melhor forma de saber o que havia do outro lado era só espiar com a ajuda de uma lanterna.~

O treinador até poderia tentar abrir caminho com a ajuda de seus Pokémon, mas se achasse perigoso, só lhe restaria voltar e tomar outro caminho. Contudo, antes de tomar qualquer decisão, o rapaz ouviu novamente um rugido de uma criatura grande, agora mais perto do que nunca, seguido de leves pancadas metálicas e rosnados da criatura menor. A cada novo rosnado, uma batida de rocha contra rocha em uma posição diferente, como se algo estivesse desviando pesadamente de outra coisa maior.

Tudo era bem curioso, mas o que mais chamou a atenção dos presentes não eram os sons desconhecidos, mas sim uma voz. Humana! — Você pode se esconder o dia todo, mas não vai escapar. Quebrar rochas é o meu trabalho, então não tem onde você possa se esconder para sempre por aqui, parceirinho. Venha até aqui fora! — Dizia uma voz grave masculina, ecoando levemente pela caverna, possivelmente do outro lado daquelas rochas. Infelizmente era difícil ver quem era e o que mais havia ali, não sem chamar a atenção do estranho. O que Will faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Dewott (Netuno): HP: 97/97
- Heracross (Aquiles): HP: 69/69
- Quilladin (Thorin): HP: 61/61
- Meditite (Shiva): HP: 54/54
- Deino (Kiron): HP: 58/58

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-

Capturas:

-

Itens:

-
Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Ter Dez 11 2018, 12:08


Operação Extração!
_____________________________________________________

– Cuidado, Thorin! Aqui não é lugar para brincar... – Repreendeu seu Pokémon com a voz amena, quando o viu surfar sobre a camada de gelo no chão. – Sim, Kron, parece que encontramos um Red Shard. Agora a dúvida que fica é se ela é um fragmento ou um pedaço de uma peça maior. – Will acariciou seu Pokémon agitado pela descoberta e continuou. – Bem, primeiro vamos ajudar o carinha mais a diante, depois voltamos...

A equipe avançou com cautela, Netuno se mostrou proativo congelando possíveis partes do teto que poderiam ameaçar o grupo e assim logo eles encontraram um bloqueio no caminho. – Temia que isso fosse acontecer... Parece que chegamos a um beco sem saída. – Will avaliou o amontoado de pedras e apertou os lábios decepcionado. A estrutura parecia frágil e firme ao mesmo tempo, tentar rompê-la a base da força poderia significar morte por soterramento. – Vamos ter que voltar! – Concluiu decidido, antes mesmo de ouvir os sons curiosos que se seguiram do outro lado do bloqueio. – Parece que estávamos enganados... O Pokémon não estava sendo ameaçado por um predador. É apenas um treinador persistente. – Will não saberia dizer com precisão, mas que direito um treinador tinha de interferir na captura de outro? O homem não soou ruim e isso era mais do que suficiente para decidir. – Nosso trabalho aqui acabou. Desejo boa sorte ao pequeno em escapar desse cara. Vamos! Vamos lá extrair aquela Red Shard... Net, conto com você para manter o teto estável.

Assim ignorou os possíveis sons que vinham pela abertura do bloqueio e voltou ao local da shard, posicionando-se na parte segura de onde tinha vindo anteriormente, próximo ao local em que marcou o “X” na parede. – Vamos precisar de precisão, quero derrubar aquela shard com o pedaço de pedra que a segura. – Will deixou a lanterna tipo lampião acessa e mirou de longe, com a luz de sua lanterna presa no capacete, o shard preso no teto. Pediu que Deino e Dewott ficassem para trás e chamou Quilladin para o seu lado. – Acho que estamos a uma distância segura. Thorin, quero que use Seed Bomb ao redor da Shard, vamos tentar tirá-la de lá! – Se o trabalho mais delicado não funcionasse, usaria o Dragon Rage de seu Deino para tentar quebrar aquele pedaço de teto. Depois seria a vez de Dewott congelar novamente o teto com Ice Beam para só então voltar àquela passagem para extrair o shard da pedra no chão. Se fosse necessário usar a picareta, tentaria diminuir o tamanho da pedra e arrastá-la para uma parte mais estável para só depois trabalhar em tirar o Shard da rocha. Será que seu plano funcionaria?

_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Luch em Ter Dez 11 2018, 18:42



Obstinação de Granito

Depois de entender que todos os sons que ouviu eram apenas de uma batalha normal de treinador contra um Pokémon selvagem, Will resolveu voltar por onde veio, bastante decepcionado. Restava agora buscar o artefato que havia deixado enterrado em meio ao gelo do túnel. Assim que ele e seus Pokémon deram meia-volta, não demorou mais do que alguns segundos para que retornassem até o ponto de onde partiram, bem evidenciado por um grande X que havia feito na parede. Com a cabeça um pouco mais tranquila, o rapaz podia se dedicar a extrair o possível minério com a ajuda de seus companheiros Pokémon e assim o fez, utilizando-se da exímia pontaria de Quilladin, enquanto mantinha Deino e Dewott para trás, em segurança.

Com um belo e inteligente uso do golpe Seed Bomb, Thorin metralhou a região do túnel onde o minério estava preso. Alguns acertavam bem nas proximidades e geravam uma rachadura cada vez maior, outros acertavam o próprio minério fortemente ligado ao granito, deslocando um pouco o fragmento prestes a sair. Depois de algumas tentativas, finalmente um bloco razoavelmente grande se descolou e caiu no chão, com uma pancada seca. Ao analisar o pedaço de rocha era notável que de um lado da pedra havia um Red Shard, como já observado anteriormente, mas do outro havia um Green Shard. Ou seja, havia sido uma estratégia muito útil derrubar a pedra junto. Infelizmente só havia um de cada, mas onde há a fumaça há fogo... E a caverna ainda era bem grande para ser explorada.

       

Enquanto Will utilizava sua picareta para o "ajuste fino" da extração de minérios, finalmente conseguindo retirar os dois shards, ele e seus Pokémon ouviram novamente sons estranhos vindo da caverna. Dessa vez eram dois uivos bem longos e de arrepiar, seguidos de um barulho de pedra contra metal por muitas vezes. Então surgiu a mesma voz humana de antes, mas muito mais desesperada do que Will já havia ouvido — Não! Não! Eu... Eu... AAAAH! Soc...  — E o dono parecia ter sido abafado ou nocauteado, pois o último som que se ouviu foi o uivo novamente se afastando rapidamente do local. Teria o treinador sido atacado por algo mais perigoso do que imaginava e agora estava em maus-lençóis ou a verdade era mais sombria do que aparentava? O que Will faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Dewott (Netuno): HP: 97/97
- Heracross (Aquiles): HP: 69/69
- Quilladin (Thorin): HP: 61/61
- Meditite (Shiva): HP: 54/54
- Deino (Kiron): HP: 58/58

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-

Capturas:

-

Itens:

- Will encontrou um Red Shard e um Green Shard. [+1 Red Shard][+1 Green Shard]
Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Arkan em Ter Dez 11 2018, 20:27


Granite Cave!
_____________________________________________________

O plano de extração funcionava muito bem, principalmente por causa de Thorin, que com sua precisão, foi escavando o teto com o Seed Bomb até um bloco se desprender. Quando acreditou ser seguro, o treinador colocou a “mão na massa”. Calçou as luvas, desprendeu a picareta da mochila e começou o trabalho. Depois de partir o bloco em pedaços menores, pegou um cinzel de sua mochila e talhou a pedra até libertar as Shards. – Nada mal! Parabéns, pessoal! – Comentou satisfeito com o trabalho, secando o suor da testa e mostrando o minério aos seus Pokémon.

– Eu não sabia que as Shards eram encontradas assim, avulsas. Bem interessante. Pensava que os mineradores achavam grandes blocos e os quebravam em vários pedaços. Agora entendo o motivo de não as ver facilmente no merca... – Antes que pudesse terminar seu comentário, novos sons chamaram a atenção do grupo. Mas dessa vez, o treinador que Will pensou anteriormente se tratar de um predador, parecia levar a pior. – Acho que a caça virou o caçador. – Comentou sério. Sua reação natural foi levantar imediatamente com a intenção de começar a correr para socorrer o homem. Mas antes de sequer dar um passo, lembrou do caminho bloqueado. – Não podemos fazer nada, espero que o Pokémon não o tenha matado, apenas usado a força necessária para vencer... – Além do mais, seja lá o que tivesse acontecido, já havia ocorrido, o silêncio que se seguiu confirmou sua teoria.

O Carateca então arrumou suas coisas e olhou para a passagem que o trouxera até ali. Poderia retornar e tentar aquela caverna maior depois da “trilha” ou continuar em frente. Pensou um pouco e optou por pegar um dos túneis laterais. – Vamos pela direita. Talvez encontremos um bom lugar para explorar. – Recolheu Dewott para sua Pokébola e seguiu em frente com Kron e Thorin, tentando afastar o pensamento do que tinha acontecido com o outro treinador.

_____________________________________________________
TEAM


Arkan
Arkan
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastardos Inglórios

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 12 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum