Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Divergência inesperada.

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Mask em Sab 28 Set 2013, 17:34

Enquanto o jovem liberava sua dupla de Pokémon a Morte riu, tão alto quanto as estrelas no céu, fazendo com que um gélido ar tomasse conta do local e da mente do seu oponente.

O suspense ainda jazia no clima pesado, Gabriel, Ayako e Raichu estavam ansiosos para descobrir que monstro poderia ser o algoz da equipe naquele lugar, mas a Morte sabia como brincar com as pessoas. O tempo tenso cessou apenas quando o treinador, ignorando o monstro, ainda não revelado e forçando a Morte a descobri-lo, finalmente o rapaz fazia algo que sem dúvidas não se arrependeria.

A Morte revelou o seu Pokémon, era em poucas palavras uma máquina mortífera, possuía tenebrosos chifres e uma espécie de armadura, alternando em partes de aço e outras de pura rocha, com um estranho elmo na cabeça, rugiu, congelando a alma dos três oponentes.

Divergência inesperada. - Página 2 228px-306Aggron

Então, a Morte também fez suas ordens, curtas, rígidas, inflexíveis.

- Vamos lá Jack Stripador, use Ice Beam seguido de Iron Head.

Sem hesitar todos começaram a fazer seus movimentos, a pequena florídea desferiu logo suas sementes mais desenvolvidas que portavam o maldito pó da paralisia, enquanto o gigante apenas rugia, intimidando todos no local. Quando o monstro finalmente resolveu atacar, abriu a boca, um raio azul e gélido saia dela, congelando as sementes, que ainda não haviam chegado no seu destino e, fez Roselia agradecer, já que o resto do dano, metade, ficou com ela e Ayako sabia que não suportaria a carga total do poder. (Sementes da Discórdia / Ice Beam)

A fêmea estava atordoada com tamanho poder, perdia o fôlego, mas talvez possa ter sido apenas do grande dano tomado, que ferrara com sua vitalidade, mas ainda assim queria continuar batalhando, detestaria desapontar seu adorado treinador.

Novamente a rodada de bate-rebate começara, a Pokémon de Gabriel enviara então suas sementes comuns, sem nada de mais, enquanto o destemido Aggron rugia e corria com sua pontiaguda cabeça de aço, pronto para derrotar sem dúvidas quaisquer a flor, mas graças a corria do movimento físico o monstro entregou-se ao Leech Seed, ainda atacando Roselia e tirando grande dano. No fim, as sementes surtiam efeito esperado e recuperavam alguma pouca porcentagem do HP da Pokémon de Gabriel. (Leech Seed / Iron Head)


Hora da Batalha
Campo: Uma cabana de porte médio, antes com feras venenosas no chão, revelado ser ilusão da Morte. Algumas mobílias estragadas como um sofá e uma cama de solteiro estavam aos cantos, o meio, do tamanho de um estádio de lutas da Liga Pokémon jazia totalmente sem empecilhos.

Divergência inesperada. - Página 2 315
Vs.
Divergência inesperada. - Página 2 306
Roselia ♀
Trait: Natural Cure
Lv. 16
10%
Status: Normal
Aggron ♂
Trait: Rock Head
Lv. 26
94%
Status: Sobre o efeito do Leech Seed
Mask
Mask
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Nerkon em Dom 29 Set 2013, 05:09

Nada bom, realmente nada bom! Assim que ele surgiu eu pude reconhecer com clareza o pokémon adversário, aquilo era literalmente uma monstruosidade mortífera... um Aggron. Conheço esse pokémon muito bem, bem o suficiente para saber que subestimá-lo seria uma grande estupidez. De fato, o medo me levava a sentir calafrios - o que aconteceria caso eu não pudesse vencê-lo? Um pokémon de tão alto nível não é algo de se brincar, por isso ainda que eu possa aproveitar suas fraquezas fatais não irei tratar essa batalha como algo fácil de se vencer... minha vida depende disso.

É, se eu já estava aterrorizado Ayako estava absolutamente tensa. Seu primeiro ataque era neutralizado por um movimento de gelo que, de quebra, a atingia e apenas seu segundo ataque acertava o monstro, mesmo que isso não fosse o suficiente para impedir o próximo ataque de Aggron. Ao término da sequência Ayako não era a mesma que há apenas uns segundos atrás, ela estava cansada, ferida e acima de tudo assustada, nunca enfrentara adversário com tamanha força e era evidente que ela cairia, tais fatos a abalavam emocionalmente ao ponto de deixá-la com uma tonalidade pálida em seu corpo... a pokémon estava assustada mas com medo de me decepcionar, para ela continuar na batalha e perder era a pior coisa a acontecer.

Deixei que um suspiro fraco escapasse de minha boca enquanto momentaneamente cerrei as pálpebras dos olhos, tinha de cuidar da minha preciosa pokémon e fazer seu esforço valer a pena... não deixaria Ayako em campo, ela é muito frágil para enfrentar esse adversário por uma grande quantidade de tempo. Peguei a pokebola de Ayako e fitei a pokémon, recebendo sua atenção quando ela percebera o que ocorria. Ao mesmo tempo Raichu dava alguns passos para frente, nervoso e desejando lutar contra o pokémon blindado.


- Ayako, bom trabalho... E me desculpe, mas não posso te deixar aí para continuar a enfrentar esse monstro... descanse bem, você já fez um bom trabalho, é o suficiente. - Falei enquanto falsificava um sorriso, ficando evidente que eu também estava abalado, e retornava a gramínea para sua respectiva pokebola. Não tinha ideia se minhas palavras foram suficientes para confortá-la, mas o faria vencendo essa coisa monstruosa... Guardei a capsula de minha flor e logo tirei outra, esticando meu braço e pressionando seu botão, mais à frente saía um pequeno e baixo pokémon, sua cabeça era de tamanho desproporcional ao corpo e eram bem visíveis as fortes e afiadas presas em sua boca quando quer que ele a abrisse, a coloração dominante de todo o seu corpo era a alaranjada, esse pokémon era meu Trapinch, contra a força bruta de Aggron eu usaria a força bruta da formiga... ainda que ambos não fossem exatamente comparáveis em seus estados atuais, mas tenho que prosseguir com o que possuo e confio em Trapinch.

Meu intuito principal com escolher aquele pokémon ao invés de simplesmente permitir Raichu atacar, no entanto, não era apenas causar um bom dano com ataques do tipo terrestre: Trapinch também era capaz de reduzir a precisão de Aggron com um de seus movimentos e caso o fizesse os meus outros pokémons - e principalmente Raichu -  teriam boa chance de esquivarem-se do Iron Head ou do Ice Beam, como também de outros movimentos que necessitassem de uma boa visão ou capacidade de direcioná-los na direção correta.

Com essa estratégia em mente alternei minha atenção para Raichu, o roedor estava levemente irritado com minha escolha, acreditava que seria o próximo, mas eu não podia arriscar colocar meu pokémon mais forte para enfrentar um adversário daquele nível sem antes amplificar suas mais visíveis vantagens - tais como a velocidade. Pus meu braço à frente do pokémon elétrico, como um sinal para que ele se contesse, ao menos por enquanto a balha pertencia à Trapinch.


- Raichu, contenha-se. - Ordenei, voltando a focar-me no campo de batalha... não haviam muitas coisas que pudesse fazer, não haviam muitos obstáculos em campo e a principal característica de Trapinch que eu podia usar era sua velocidade na escavação... mas fazê-lo seria estúpido. Primeiro, Aggron mal se machucaria caso Trapinch usasse a tática de morder o oponente após surgir por baixo da terra, segundo, caso ele soubesse Earthquake eu estaria literalmente ferrado. Meu nervosismo era evidente, mas eu tinha de dar as ordens ao pokémon terrestre... seriam simples e diretas, apenas precisava acertar os movimentos.

- Trapinch, é a sua vez de batalhar, então quero que vá à frente e use seu Mud-Slap em Aggron, acerte-o bem no rosto! Não quero que pare, continue a lançar lama e terra com outro Mud-Slap, acabe com a visão dele! - Ordenei, acho que ao menos caso um dos ataque falhe o campo terá uma boa quantidade de lama... Posso usar isso para minha vantagem depois.
Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Mask em Dom 29 Set 2013, 08:22

Aquela segunda troca fora a segunda vez que Gabriel fizera algo que a Morte não conseguia prever, confundiu-a, arriscaria palpitar que este sim fora o movimento da vitória, só que não.

- Vamos lá Jack, chute a formiguinha para força-la a ir alto, em seguida cabeceia com Iron Head, finalize então com um poderoso Ice Beam!
Resmungara a Morte para seu monstro que possuía o nome de outro, mas o calmo treinador apenas pediu que seu Pokémon realizasse os comandos, o que fez, sem hesitar.

Logo o formigão começava a correr em volta de Aggron, esperando o momento perfeito para transformá-lo numa preia graciosa de um movimento lamacento que carregava em seu inconveniente cabeção. Tolo seria quem acreditasse que Aggron daria a cara a tapas de graça sem tentar revidar, o gigante de aço estava irritadiço e invejoso com os movimentos ágeis daquele bichinho, então, após a lama tocar e aderir-se a sua face e ignorando o que a Morte ordenara o maldito titã oferece ao chão uma forte pisada - que causou pouco dano a Trapinch e Raichu – acabou abalando tudo que estava no local, criando rachaduras na cabana, que começou a ruir, junto ao chão, novamente afundavam. (Mud-Slap / Earthquake)

Agora estavam em uma caverna fria, de teto alto, muito espaçosa, as paredes pareciam degraus para o topo da caverna, repleto de perfeitas estalactites que se assemelhavam a chifres de unicórnios, mesmo assim o topo do local daria espaço para dois Aggrons, um em cima do outro ficassem lá sem tocar nas pontas dos chifres. Das paredes-escadas haviam furos por onde água percorria, e, à beira do campo havia uma falta de nível simétrica, que fazia com que a água desse voltas e voltas, incontáveis antes de subir e afogar todos no local. Nenhuma saída era vista, a luz que vinha era apenas da abertura superior feita pelo Pokémon de aço. O eco era perfeito, o som, ao ser exclamado repetia-se dez vezes mais antes de aquietar-se. O cerco estava se fechando.

Por fim, após a queda, as sementes e vinhas envoltas aos chifres de Aggron surtiam efeito, enviando um pouco de vida à formiga, necessitada.



Hora da Batalha
Campo: Uma caverna fria, de teto alto, muito espaçosa, as paredes pareciam degraus para o topo da caverna, repleto de perfeitas estalactites que se assemelhavam a chifres de unicórnios, mesmo assim o topo do local daria espaço para dois Aggrons, um em cima do outro ficassem lá sem tocar nas pontas dos chifres. Das paredes-escadas haviam furos por onde água percorria, e, à beira do campo havia uma falta de nível simétrica, que fazia com que a água desse voltas e voltas, incontáveis antes de subir e afogar todos no local. Nenhuma saída era vista, a luz que vinha era apenas da abertura superior feita pelo Pokémon de aço. O eco era perfeito, o som, ao ser exclamado repetia-se dez vezes mais antes de aquietar-se.

Divergência inesperada. - Página 2 328
Vs.
Divergência inesperada. - Página 2 306
Trapinch ♂
Trait: Arena Trap
Lv. 18
66%
Status: Normal
Aggron ♂
Trait: Rock Head
Lv. 26
78%
Status: Sobre o efeito do Leech Seed
-1 Accuracy
Mask
Mask
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Nerkon em Dom 29 Set 2013, 08:55

Quando Trapinch acertou Aggron o pokémon parecia furioso ao ponto em que praticamente ignorou o que lhe fora ordenado e ao invés disso pisou no chão com um Earthquake. A força do tremor não era normal, ao mesmo tempo em que apesar de me derrubar não destroçava minhas pernas o movimento provava ser capaz de destruir o chão onde estávamos, fazendo o lugar todo cair no interior do que parecia ser uma caverna. Raichu e Trapinch haviam, sem dúvida alguma, sofrido dano e minhas pernas doíam, mas poderia ter sido muito pior a julgar pelo estrago causado no lugar...

Mas se tinha algo positivo quanto a esse evento era o fato de que já ssabia três dos movimentos da criatura, Ice Beam, Iron Head e Earthquake, além de provar que essa tal "morte" não era tão poderosa como se mostrava, uma vez que o pokémon conseguira escapar do controle do ser estranho, caso Trapinch conseguisse continuar a enfurecê-lo acredito que ele iria agir baseado apenas em seu instinto, em sua raiva. Me ergui e assegurei de que os pokémons estavam bem e próximos, meus oponentes ainda estavam lá e creio que planejavam prosseguir... Analisei meus arredores, notando características do local tal como as estalactites e a água presente que aumentava em quantidade, após a análise optei por erguer a voz, direcionando-a ao meu oponente.

- Oh, parece que você não tem um controle muito bom dessa criatura aí... - Provoquei, zombando de meu inimigo, a voz era seguida por um eco que provavelmente não era agradável ao ser estranho.  Após o zombamento fitei Trapinch que, como sempre, estava indiferente apesar de tudo que ocorria na batalha. - Trapinch, use um Sand-Attack para se ocultar e confundir Aggron, a visão dele está prejudicada, então aproveite disso para não ser atingido e lançar outro Mud-Slap em seu rosto!

Após minhas ordens tornei minha atenção para Raichu, que estava um pouco ferido após o ataque potente causado por Aggron, me aproximei do roedor e agachei-me, pegando uma Potion de minha mochila e borrifando seu líquido nas suas feridas... Raichu iria ser meu próximo pokémon, é ele quem é o mais forte da equipe e é ele quem é capaz de derrotar aquele pokémon, a presença de água aqui apenas ajudou para isso... mas a água pode ser usada para nossa vantagem, não é? Talvez eu devesse usar algum pokémon capaz de manipulá-la... ou talvez isso não seja necessário, uma vez que ela pode ser manipulada por um pokémon que estivesse, por exemplo, em meus braços.

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Rayssa.bolt em Sex 11 Out 2013, 20:47

Off: OI Nerk, espero que goste de minha narração



Graças a escuridão daquele local e do fato da figura afastar a iluminação Gabriel não fazia idéia do localização exata da figura escura, mas ela certamente havia caído junto com o jovem e os pokemons, pois quando falou, sua voz foi ouvida por toda a caverna, graças ao eco.

-Insolente! Como ousa falar assim com a morte! E você, criatura idiota, não ouse mais me desobedecer! Mas o que ocorreu me deu uma idéia, mas que não se repita, sabe muito bem o que acontece com aqueles que me desobedecem. Use o Iron Head duas vezes, sem distrações dessa vez!

A raiva que a figura sentia se tornava quase que palpável com cada palavra proferida por ela, mas Aggron, agora já recuperado da queda, Ruge em uma fúria descontrolada, seus olhos brilham em vermelho, nesse momento, Trapinch se aproveita do descuido do gigante e lança sobre ele o ataque para o qual se preparara pouco antes de cair naquela caverna, cuspindo uma grande quantidade de areia bem nos olhos do adversário, mas aquilo também fez a fúria do gigante atingir níveis críticos, pisoteando o cão da caverna descontroladamente (Earthquake 2x).

O forte tremor que Aggron causou fez com que várias estalactites se soltassem do teto acertando a quase todos. Trapinch ao ver aquilo corre se afastando do gigante, mas é pego pelas estalactites que se desprendem do teto, nesse instante, Raichu, que recebia o medicamento de seu treinador, o empurra para que não sejam acertado por uma das estalactites que se soltou, o olhando para o lado, vê que o mais afetado pelo breve desmoronamento foi o pokemon descontrolado, que bufava de dor e raiva. O Pokemon de Gabriel vê a oportunidade perfeita de usar seu mud slap, e com um brilho, se recupera um pouco, graças ao Leech seed


Hora da Batalha
Campo: Uma caverna fria, de teto alto, muito espaçosa, as paredes pareciam degraus para o topo da caverna, com pouquíssimas estalactites restantes as que restaram estão rachadas, prestes a cair.  

Divergência inesperada. - Página 2 Spr_b_5b_328
Vs.
Divergência inesperada. - Página 2 306

Trapinch (M)
Trait: Arena Trap
Hold Item: none
Lv. 19
20%
Status: Normal

Aggron (M)
Trait: Rock Head
Hold Item: none
Lv. 26
50%
Status: Acc -3
leech seed


Última edição por Rayssa.bolt em Sex 18 Out 2013, 02:02, editado 1 vez(es)

_________________
Divergência inesperada. - Página 2 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Nerkon em Sab 12 Out 2013, 02:48

Off: Tentarei não decepcioná-la, apesar de que esses dias não tenho estado muito orgulhoso de minha narração :<

Apesar do momentaneo perigo pelo qual tive de passar, sendo salvo por Raichu na hora H, pude notar que o controle exercido por meu inimigo sobre seu pokémon era frágil. Mesmo após palavras afiadas o grande titã de metal não parecia interessado em obedecer aos comandos de seu mestre, simplesmente afundava sua consciência num estado frenético e incontrolável. Um sorriso perverso emoldurava-se em meus lábios à medida em que uma palavra escapava de minha boca num tom baixíssimo e incapaz de ser ouvido pelos adversários: "Perfeito."

Sem uma boa coordenação em seus ataques o lado oponente tornava-se amplamente mais vulnerável, somando-se essa vantagem ao atual estado da visão de Aggron, que havia sido devidamente prejudicada por uma combinação de lama e areia, era possível começar a erguer minha confiança, pela primeira vez eu verdadeiramente me sentia capaz de vencer essa batalha.

Entretanto eu tinha de fazer uma concessão quando observava o atual estado de Trapinch, apesar de ter suas energias levemente recarregadas graças aos efeitos positivos do Leech Seed, a formiga estava exorbitantemente cansada, como demonstrava em sua postura nada elegante - ou ainda menos elegante que o usual - e em sua respiração conturbada. Minha conclusão era de que aquela criatura não podia permanecer em campo, tinha de dar lugar à outro pokémon... àquele que seria capaz de derrotar Aggron.

Arriei a mão esquerda e senti minha pele tocar a superfície da agora vazia esfera bicolor, arrancando-a do lugar onde estava e logo após erguendo meu braço, apontando o botão da cápsula para meu pokémon terrestre.


- Trapinch, retorne! - Ordenei. Em seguida o feixe de luz partia da pokebola em direção ao pokémon, envolvia-o e depois o trazia de volta ao interior da cápsula. Após o gesto tornei a olhar para Raichu, fitando o roedor em seus olhos e transmitindo a mensagem desejada... era a vez dele. Meu pokémon mais forte era confiante, sentia prazer em enfrentar desafios e daria o seu melhor contra aquela máquina assassina de metal, confiava nele mais que em qualquer outro para pôr um fim àquela batalha.

- Raichu... está na hora de acelerarmos o fim dessa batalha! Inicie usando seu Double Team para confudi-lo, faça movimentos ousados e velozes para evitar que ele consiga acertar você ou os clones falsos, aproxime-se e por fim acerte um belo Dynamicpunch no rosto daquele Aggron! - Após dar a ordem fechei o punho enquanto socava o ar à minha frente, como se aquilo fosse um gesto de incentivo ao meu pokémon... completamente desnecessário, mas meu impulso tinha a voz maior no momento.
Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Rayssa.bolt em Dom 13 Out 2013, 01:47

Off: Que nada to adorando seus posts, inclusive, eu acabo demorando pois quero para para pensar em algo a altura ^^
Off2: espero que esteja gostando


Aggron, ao ver seu oponente sumir, ruge em comemoração, assumindo ser o vencedor, a figura sombria, que já havia perdido completamente o controle do pokemon, grita com ela mais uma vez.

-Criatura Imbecil! A luta ainda não acabou! Me escute seu idiota, nós ainda não atingimos nosso propósito, seu inútil, você devia ser uma ferramenta sob meu controle, meu total controle, nada além disso!

Gabriel ainda não conseguia identificar exatamente estava o ser escuro, mas Aggron se virou e se abaixou para agarrar algo no chão da caverna. Era aquele que lhe dava as ordens, ele desmembrava a figura de sombras, pelo visto havia um corpo palpável debaixo daquela escuridão toda, uma das partes passou raspando pelo jovem treinador, mas sua atenção esta voltada para Raichu, que corria usando Double Team, e movimentos rápidos para se aproximar do seu oponente.

O Rato elétrico consegue sem dificuldades chegar até o gigante, que estava mais preocupado em desmembrar aquele que a instantes atrás lhe dava ordens, e quando percebeu, jogando o tronco para um lado, era tarde demais para esquivar, Raichu acertou um fortíssimo Dynamicpunch em seu oponente, que mais uma vez urrava de dor e ódio e pisoteava o chão causando novamente um enorme tremor, e fazendo cair o que restava das estalactites.
Aggron era novamente atingido pelo efeito colateral de seu ataque, o pokemon do jovem no entanto se aproveitou de alguns movimentos rápidos para minimizar os danos, mas não conseguira desviar completamente do golpe devastador, levando danos sérios, no teto começava a se formar grandes rachaduras, ameaçando desabar se os tremores continuassem.

Nesse momento, algo bate no pé de Gabriel, que se vira para ver o que é, ficando pálido com o choque da revelação, era a cabeça daquele que Aggron desmembrara, era o rosto de uma pessoa mais velha mas uma cicatriz não deixada dúvidas, era Gabriel, uma versão mais velha do jovem treinador...


Hora da Batalha
Campo: Uma caverna fria, de teto alto, muito espaçosa, as paredes pareciam degraus para o topo da caverna, que já não ostenta mais nenhuma estalactite, mas ameaça desabar  

Divergência inesperada. - Página 2 26
Vs.
Divergência inesperada. - Página 2 306

Raichu {shiny} (M)
Trait: Static
Hold Item: none
Lv. 22
60%
Status: Evasive +1

Aggron (M)
Trait: Rock Head
Hold Item: none
Lv. 26
5%
Status: Acc -3


Última edição por Rayssa.bolt em Sex 18 Out 2013, 02:01, editado 1 vez(es)

_________________
Divergência inesperada. - Página 2 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Nerkon em Dom 13 Out 2013, 03:15

U-uma cabeça? Apesar de todo o ódio que eu antes senti pelo ser responsável por me jogar aqui nesse lugar, agora que sua cabeça havia literalmente rolado até meus pés passei a sentir meu estômago revirar... eu não era capaz de dizer em palavras o quão perturbadora eu considerava tal visão, era visível até mesmo a forma como o pescoço havia sido rasgado e os danos que Aggron conseguira causar na pele...

Meu corpo respondia àquilo com uma leve náusea, levando-me a dar alguns passos para trás enquanto eu tentava me recompor. Novamente olhei para aquela cabeça e notei algo que me fazia estremecer verdadeiramente, o rosto de meu inimigo parecia ser familiar e em sua testa estava uma cicatriz muito similar à minha... Tudo era tão similar que a criatura atualmente morta assemelhava-se à uma espécie de versão mais velha minha... O que isso tudo significa? Mais parece que estou num mundo psicodélico que tenta me enlouquecer com uma infinita mistura dos mais variados sentimentos. Não sabia se deveria sentir ódio ou felicidade, se devia rir ou chorar, se devia temer ou me manter confiante... tudo era tão confuso, mas a náusea irritante permanecia.

Tomei alguns segundos e reuni as forças necessárias para voltar a assumir uma postura ereta e digna de um ser humano, estava um pouco melhor que antes apesar de ainda me sentir uma merda. Dei alguns passos para o lado esquerdo tentando me distanciar daquela cabeça aleatória e quando senti que estava longe o bastante parei, mais uma vez olhando para a batalha.

Analisei o mais rápido que pude e logo percebi que estava em vantagem, Aggron aparentava estar um tanto cansado e alguns ataques podiam ser suficientes para acabar com o gigante de aço. Em contrapartida Raichu havia sofrido danos consideráveis, não aguentaria lutar uma batalha prolongada e tinha de fazer todo uso de sua velocidade para superar seu oponente...

Fitei o roedor elétrico cujo corpo estremecia, talvez de medo, talvez de excitação para com a batalha, talvez ambos, a aura transmitida ainda era uma de guerreiro, estava disposto a continuar a lutar... mas eu não, eu queria fugir ou no mínimo acabar com tudo o quanto antes. Por pouco não sucumbia novamente, dessa vez conseguindo apoiar meus braços em ambos os joelhos de forma a conseguir equilibrar meu peso o suficiente, minha visão ficava focada no chão, me trazendo alguma insegurança... não, eu realmente não sentia medo do Aggron, eu estava com medo é de vomitar. Sempre odiei vomitar e sempre continuaria a odiar essa sensação, por isso fazia o possível para evitá-la, mesmo durante aquele momento.

Reerguendo meu rosto mais uma vez e tomando algum fôlego, decidi tentar falar algo que pudesse se assemelhar a uma ordem.


- Acabe com ele... acabe com ele Raichu, você sabe o que fazer... - Proferi, minha voz possuía um tom de incerteza ganho pelos eventos recentes, toda a batalha estava nas mãos de meu roedor elétrico. Conhecendo ele sua escolha seria o de atacar com seu ataque principal, o Thundershock... é, provavelmente seria isso mesmo, uma sequência de raios lançados em seu oponente até que ele chegue ao nocaute. Enfim, olhei para o teto fragilizado e fechei meus olhos... literalmente rezava para que tudo não desmoronasse e tornasse todos os nossos esforços futilidades.


Off: Relaxa, está bom sim.
De forma a deixar o mais claro o possível: Raichu usará dois Thundershocks para tentar derrubar seu oponente.
Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Rayssa.bolt em Seg 14 Out 2013, 01:10

Off: que bom que está curtindo a rota ^^

Aggron, por mais ofegante e cansado que estivesse não se controlava tendo um inimigo em campo, e os tremores por ele produzidos não cessavam, mas o treinador não estava passando bem, e não estava conseguindo definir muito bem o que via, apenas algumas imagens eram registradas por seus olhos, mas seu cérebro não parecia dar a devida importância ou era apenas parcialmente analisadas.

Gabriel ainda assim passava algumas fracas ordens a seu pokemon, que passa de obstinado a preocupado, se virando descuidadamente, por sorte, a visão prejudicada de Aggron não permitiu que ele acertasse o Elétrico, que vendo o que ocorria, e o estado do teto, correu em direção de seu treinador.

Pela mente do jovem, passavam várias cenas sem que ele se prenda a nenhuma, parece que tudo está em câmera lenta, O Titã bufando descontrolado, agora de cansaço e dor, mas continua a fazer estremecer a caverna, Raichu correndo em sua direção, com uma expressão de extrema preocupação, as rachaduras aumentando, caindo em cima dele e do elétrico, tudo começava a ruir, e o jovem perdia a consciência.

Mas ao fechar os olhos, sem mais aguentar, tudo o que via era luz. teria o garoto morrido naquele lugar terrível? Estaria finalmente se libertando daquele tormento? Teria ele enfim sido resgatado por um anjo piedoso? Em meio a tantas dúvidas em sua mente desgastada, ele começa a distinguir um contorno, delimitando uma figura branca, sem rosto ou formas muito bem definidas, esta abre um sorriso perturbador, aproxima seu “rosto” do treinador e diz

Divergência inesperada. - Página 2 A%2Bverdade%2BFullmetal%2BAlchemist%2BBrotherwood
Divergência inesperada. - Página 2 Fma59-22

-Não se esqueça do que viveu aqui, viver significa uma constante batalha contra o mal que há dentro de todos nós, amigos e parceiros são importantes para que nosso lado bom brilhe iluminando nossa existência. Mas no fim, o lado vencedor, é aquele que cultivamos

Ao acordar, se vê rodeado de escombros, Raichu ao seu lado, despertando de um desmaio também, com ajude de seu parceiro Gabriel consegue, com muito esforço, se desenterrar, mas como se aquele lugar não tivesse lhe reservado situações estranhas o suficiente, o treinador se vê novamente em uma caverna, porém diferente da primeira esse possuía um chão arenoso e teto liso, em uma primeira inspeção, algo salta os olhos do jovem, um pequeno Aron o observava com olhos curiosos

Hora da Batalha
Campo: Uma caverna fria, de teto alto, muito espaçosa, as paredes pareciam degraus para o topo da caverna, que já não ostenta mais nenhuma estalactite, mas ameaça desabar  

Divergência inesperada. - Página 2 26
Vs.
Divergência inesperada. - Página 2 306

Raichu {shiny} (M)
Trait: Static
Hold Item: none
Lv. 22
60%
Status: Evasive +1

Aggron (M)
Trait: Rock Head
Hold Item: none
Lv. 26
0%
Status: Derrotado
Raichu ganha 1.242 de exp, sobe 2 leveis, ganha 6 de Happiness
Roselia ganhou 1242 de exp, sobe 2 leveis, ganha 6 de Happiness
Trapinch ganhou 1242 de exp, sobe 1 level, ganha 3 de happiness

nova caverna: http://rasca.com.br/adm/img/upload/entrada%20da%20caverna.jpg

_________________
Divergência inesperada. - Página 2 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Nerkon em Seg 14 Out 2013, 03:38

Off: FMA! \o/
Aron *w*


Apesar de meu desejo ter ficado claro, Raichu ignorava Aggron completamente quando notava meu estado nada agradável. O monstro de aço, descontrolado, passava a causar tremores ainda maiores cujo resultado era o início do desmoronamento da caverna, era o fim? Olhei de forma preocupante para meu pokémon enquanto ele aproximava-se de meu corpo, ao mesmo tempo os rugidos do titã ecoavam pelas paredes do local e por meus ouvidos enquanto uma grande quantidade de rochas caía em direção ao chão, era o fim.

Dizem que quando você está prestes a morrer tudo se passa lentamente ao mesmo tempo em que sua mente faz um reprise dos eventos de sua vida... era isso o que eu vivia agora. Rostos de amigos e famíliares, tempos felizes e tempos tristes, dificuldades, incertezas, até mesmo paixões... tudo passava à frente de meus olhos numa questão de segundos. Tudo isso somava-se à coletânia de eventos recentes que já causavam sofrimento a mim, causando um grande aumento da pressão sentida por minha conturbada mente. Sucumbi às adversidades, perdi a consciência.

Antes que pudesse notar encontrei-me num lugar dominado por um branco infinito, não haviam outros seres ou objetos ali, apenas o branco. Era isso a vida após a morte? Inúmeras questões como essa surgiam em minha mente, mas após alguns segundos - se é que existia uma noção de tempo naquele lugar - passei a enxergar uma figura da mesma cor que o ambiente ao seu redor, separada do mesmo apenas por uma espécie de contorno escuro que a dava uma forma humana. Esse ser estranho não detinha quaisquer atributos físicos que pudessem o definir bem, seu "corpo" parecia ser completamente liso e era notável a ausência de características sexuais, logo o ser revelava possuir uma boca, sorrindo de forma pertubadora, e aproxima-se de meu rosto.

A tensão aumentava enquanto eu aguardava por algum gesto do desconhecido, não sabia se ele me atacaria, falaria algo ou tentaria se comunicar através de movimentos, e minha incapacidade para me movimentar ali preocupava-me. Finalmente o ser passou a falar algo, gradualmente trazendo uma espécie de calma à minha mente por meio de suas palavras... uma lição? Ele não me atacou, não me fez mal, apenas compartilhou palavras comigo, ao término do que ele tinha a dizer fiz um discreto gesto afirmativo com minha cabeça, como se confirmasse que eu o havia escutado.

Não percebi o que aconteceu logo após aquela estranha aparição, uma vez que assim que pude perceber estava caído no chão e acordando, visualizei toda a cena ao meu redor apenas para descobrir que estava rodeado de escombros. Felizmente encontrei Raichu ao meu lado, acabando com quaisquer preocupações de que a vida do roedor pudesse ter entrado em perigo, e com sua ajuda consegui tirar alguns dos escombros de cima de meu corpo, reuní forças para me levantar enquanto o roedor me observava com um olhar preocupado, decidi respondê-lo antes de prestar mais atenção em aonde estávamos.


- Não se preocupe, estou bem melhor que antes... não me machuquei muito, agora vamos, precisamos encontrar uma saída. - Quando o rato ouviu o que eu tinha a dizer ele liberou um sorriso aliviado e disse seu nome em voz alta, confirmando que estava pronto para continuar. Enfim voltei a analisar os arredores, notando a diferença tremenda na estrutura da caverna onde eu agora encontrava-me em relação à que Aggron havia destruído... quer dizer, talvez fossem a mesma caverna, mas agora eu estava num local bem diferente. Enfim, aprontei-me para sair dali quando notei a presença de uma pequena criatura nas proximidades, olhei para o ser com mais atenção e percebi do que tratava-se: Um Aron. Pokémon nativo de Hoenn e bastante raro, seria uma adição perfeita para meu time mas... não sei nem se é um ser vivo ou se ele possui algum dono maníaco por aí, não conheço algo sobre esse lugar.

Apesar de possuir algumas dúvidas quanto ao que eu deveria fazer decidi tentar uma aproximação com aquele pokémon, abaixando-me e olhando com atenção para ele.


- Olá, o que você está fazendo aqui? - Era um pouco inútil fazer tal pergunta para um pokémon, mas tentava soar o mais amigável possível antes que Raichu pensasse que nós iríamos ter de atacá-lo... claro, não abaixei a guarda, afinal esse lugar é cheio de surpresas desagradáveis.
Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Rayssa.bolt em Ter 15 Out 2013, 23:25

Com uma análise mais aprofundada, Gabriel observa que o pequeno trazia em sua boca uma pedra comum, mas de mesmo tamanho e formato aproximado de uma pedra de evolução, quando o treinador faz uma pergunta ao Aron, que surgira em uma encruzilhada, ele corre, tenta despistar o garoto, mas em vão, na verdade foi o oposto, ele perdeu o garoto de vista, e segue tranquilo para onde que que estivesse indo.

O pequen pokemon para na beira de um precipício, e joga lá a pedra que coletara, caso o jovem se aproxime nesse momento, ele pulará assustado, e "rosnará" para você, caso permaneça escondido escondido, ele seguirá novamente por onde veio, lhe dando a opção de olhar no precipício ou continuar a segui-lo


Off: OMG primeiro post pequeno O.O gomen...


Última edição por Rayssa.bolt em Sex 18 Out 2013, 02:00, editado 1 vez(es)

_________________
Divergência inesperada. - Página 2 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Nerkon em Qua 16 Out 2013, 00:08

Off: Não ligo de um post ser pequeno caso necessário, como quando se passa durante um pequeno intervalo de tempo ou com poucos eventos, é muito melhor que posts que incluem enrolation demais só para ficarem grandes... esse meu post também ficou pequeno por não ter muito o que dizer nele xP

Só cuidado com os problemas de português. =P


Apesar de inicialmente o pequeno pokémon ter se assustado comigo e tentado me despistar ele logo voltou a caminhar com calma - provavelmente havia acreditado que havia me perdido de vista - duma forma que permitiu-me segui-lo até seu destino: Uma espécie de precipício onde ele lançava sua pedra por motivos até então desconhecidos por mim.

As opções que logo notei eram duas: Surpreender o pokémon e tentar batalhar contra ele ou aguardar até que ele se distraísse para que eu pudesse dar uma olhada no precipício o quanto antes. Minha curiosidade falou mais alto e logo decidi que esperaria para ver o que Aron planejava e também o motivo para ele ter jogado uma pedra ali... Enquanto aguardava virei-me para Raichu, sussurando num tom de voz baixo.


- Vamos esperar mais um pouco e ver o que tem ali, depois podemos tentar interagir com a Aron ou batalhar contra ela, não creio que ela tenha um dono. - O roedor respondeu-me com um gesto afirmativo e logo retornei minha visão para Aron... assim que possível descobriria o que existia no fundo do precipício, se necessário fazendo uso da eletricidade de Raichu para iluminar o local, e depois iria atrás de Aron e da saída desse lugar esquisito.
Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Rayssa.bolt em Qui 17 Out 2013, 22:50

Gabriel resolveu aguardar o pequenino terminar seus afazeres e, quem sabe, se afastar do local para obter mais informações sobre o que ele fazia naquele local inóspito. o garoto aguardou bastante tempo, o pokemon jogara sua pedra no precipício, demorou um longo tempo por lá, de início chamando por algo, depois o chamado se tornou um lamento, depois disso se afastou lentamente e voltava para a caverna de onde viera.

Depois que Aron se afastou o treinador foi ver o que havia ali, em busca de alguma pista a respeito do pokemon que avistara. Ao se aproximar do precipício o jovem vê várias pedras como aquela, formando uma pilha, parece que o pokemon já esta jogando pedras lá ha um bom tempo, mais uma olhada identificou algo mais abaixo na borda onde estava, parecia uma mochila, estava fora do alcance dos braços de Gabriel, mas felizmente as vinhas de Ayako alcançavam perfeitamente. dentro dele havia poucos itens de acampamento, uma picareta pendurada e um pequeno caderno.

abrindo o caderninho, Gabriel percebe que se trata de um diário, citava um Aron, e pela forma que aquele Aron estava agindo falava dele, estavam em busca de uma pedra de evolução para outro companheiro do treinador, e acabaram em um lugar sombrio, assim como Gabriel, tudo indicava que o antigo treinador daquele Aron caíra daquele penhasco, a certeza só aumentava ao ver uma perna junto a pilha de pedras. Nesse momento, Aron retorna, esta com uma nova pedra na boca, e não parece nada satisfeit com a situação, e começa a rosnar para o garoto

_________________
Divergência inesperada. - Página 2 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Nerkon em Sex 18 Out 2013, 02:48

Off: O nome da antiga treinadora eu confirmei com a Moon, era uma personagem da Yui Wink

Assim que obtive a oportunidade de me aproximar e ver o que estava ali no precipício surpreendi-me, levei a mão esquerda ao peito enquanto observava aquela cena. Inicialmente vi apenas uma mochila no lugar, mas colocando-se todos os fatores em consideração pude deduzir que ali estava um corpo e, de fato, após uma análise mais detalhada eu era capaz de notar um membro humano fora da pilha de pedras.

Conseguindo acesso à mochila com a ajuda de meus pokémons eu passei a vasculhar o que havia ali e logo encontrei o que aparentava ser um diário. Levemente toquei em sua capa enquanto olhei para meus arredores com cuidado, temia ser encontrado lendo o objeto pessoal de um morto, e logo abria e começava a ler o que existia ali. Pulei as páginas redundantes, minha curiosidade demandava saber o que havia ocorrido com aquela pessoa e por qual motivo ela estaria ali, numa dimensão diferente da de onde provavelmente havia vindo. Descobri. Descobri que aquele corpo era o da treinadora anterior de Aron, uma garota cujo nome era Ume Nakamura, e que ela buscava por uma pedra evolutiva, explicando bem a história por trás da pokémon metálica... Era triste, mas a pokémon não aceitara com facilidade o que havia acontecido com sua mestra e por tal motivo parecia buscar chamar sua atenção ao encontrar pedras que acreditasse serem desejadas pela garota, pobre alma. Será que Raichu, Ayako e os outros ficariam assim caso eu tivesse morrido aqui?

Logo Raichu interrompia minha leitura, chamando minha atenção para algo. De imediato pude deduzir o motivo para isso e confirmei minhas suspeitas ao ver Aron aproximar-se com outra pedra em sua boca. Ela estava inquieta, talvez até furiosa conosco por termos bisbilhotado objetos pessoais de sua antiga dona, mas nada disso importava mais, eu desejava sair daquele lugar estranho e tinha selado minha decisão quanto à criatura selvagem: Eu a levaria comigo. Saquei uma de minhas pokebolas, a de um dos pokémons mais aptos a enfrentar tal adversária, e a lancei para o alto, liberando um grande e forte besouro azulado... era Heracles, meu Heracross.

Fitei minha provável adversária com frieza, não toleraria aquela atitude da pokémon... não busco por simpatias, busco apenas pelo poder que me permitirá proteger a mim e a meus amigos, e a impedir que eu acabe na situação daquela pokémon, essa é minha vida, é assim que eu aprendi a ser após perder amizades pelo que considero minha própria fraqueza...


- Por que você insiste? Ficar aqui não te fará bem algum... - Questionei, não recuando ou retirando minha atenção da pokémon. - Não sou a pessoa que te treinava e tampouco a conheço, mas quero te levar comigo de volta para nosso mundo... não se prenda às sombras de quem se foi, eu entendo bem como é perder uma amiga... não por ela ter morrido, mas por ter se transformado noutra pessoa. Você é como eu, venha comigo ou... eu te levarei à força.

Com essa escolha de palavras eu provavelmente teria pisado no calo daquela pokémon e precisava me precaver. Tornei a olhar para Heracles e dei minhas ordens com alguma certeza em meu coração, encontrava uma dose anormal de força para combater tal oponente.

- Caso ela ataque iremos acabar isso rápido... Sofra os ataques dela e revide com seu Revenge, prossiga com mais uma sequência do mesmo ataque virando a força dela contra ela mesma, sua vantagem e força são grandes o suficiente para acabarmos com isso rapidamente... por favor, não me deixe mais ver essa pokémon ser torturada por seu passado, vamos levá-la conosco. - O pokémon inseto assentiu com sua cabeça e logo recebeu uma dose adicional de encorajamento por parte de Raichu, ele era forte e capaz de acabar com isso rapidamente... voltei-me a virar para Aron, quanto mais rápido isso acabasse menos aquela pokémon sofreria nesse lugar.
Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Rayssa.bolt em Sab 19 Out 2013, 14:43

Gabriel estava determinado a levar Aron consigo, tirá-lo daquela situação angustiante mesmo que a força, começou argumentando com o pequeno, que em momento algum parava de fazer "cara feia" para o treinador. Era de fato muito triste ver como aquela fatalidade estava torturando aquele pokemon.

Não vendo outra saída, o jovem deu seus comandos a Heracross, que se posicionou, aguardando o golpe do inimigo, Aron, ao ver que aquele estranho estava disposto a bloquear sua passagem, e havia um oponente posicionado para batalha, disparou na direção do inseto com sua cabeça posicionada a frente, uma aura azul envolve seu corpo, atingindo Heracles (head smash), que apesar de ter se preparado para o golpe, chega a ser empurrado pela força do golpe, mas logo se livra empurrando seu oponente para baixo, tomando impulso para voar e se jogar em cima do oponente com suas garras envoltas em uma aura laranja (revenge), que se mostra um golpe quase tão poderoso quanto. Aron, no entanto, se mostra valente e ainda disposto a lutar e rapidamente ataca com uma cabeçada (headbutt), novamente acertando o pokemon besouro, que não tarda em revidar com mais um golpe de suas garras novamente envoltas em uma aura laranja (revenge)


Hora da Batalha
Campo:
A luta se passa em uma pequena clareira ao lado de uma modesta cabana de madeira, o local é cercado por arvores negras e apodrecidas, o chão é rachado e cheio de folhas mortas e secas.
Divergência inesperada. - Página 2 214
Heracross {Heracles}
Trait: Guts
Lvl: 12
Status: Normal
HP: 44%
----------------------

Vs
Divergência inesperada. - Página 2 304
Aron
Trait: Rock Head
Lvl: 15
Status: Normal
HP: 50%
-------------------------
Ambos os pokemons tinham levado golpes muito fortes, e tivaram suas forças extremamente abaladas, mas estava claro que nenhum dos lados iria ceder.

_________________
Divergência inesperada. - Página 2 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Divergência inesperada. - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Divergência inesperada. - Página 2 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Divergência inesperada. - Página 2 Empty Re: Divergência inesperada.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum