Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Dom Out 27 2013, 23:30

CHAPTER #2 ♥


Finalmente rota 1! Agora realmente minha jornada estava começando… Estou tão ansiosa, mas, ainda assim tão feliz! Meu sonho finalmente iria se realizar... Bom, já estava se realizando. Agora eu tinha meu primeiro Pokémon! Um adorável Bulbasaur que a cada segundo, conseguia conquistar-me ainda mais. O fitei levemente graças a esse pensamento, percebendo o quão hesitante eram seus passos e quão atentamente olhava ao redor da rota. Bom, acho que o compreendo.

Éramos dois iniciantes nessa grande aventura que era a vida...

Suspirei, fitando o céu sem parar de caminhar... O que me esperava a minha frente? Gosto de acreditar que seja um futuro brilhante, mas, as dúvidas são assustadoras! A vida toda sendo protegida excessivamente, como uma boneca de porcelana... E agora estava apenas eu e meu Pokémon, ter que cuidar de nós dois sem nenhuma ajuda... Em parte era assustador, mas, também era incrivelmente excitante.

Senti uma leve brisa bagunçando meus cabelos, me distanciando um pouco daqueles pensamentos conflituosos. O que está feito não pode ser mudado, simples assim... Agora eu só devo concentrar-me em meus objetivos e em Vee-kun! Voltei minha atenção ao pequeno Pokémon de grama e o vi já lá na frente. Santo Arceus! Como consigo ser tão lerda?!

- Vee-kun! Espere! – Exclamei em passos apressados até alcança-lo. – P-por favor não fique longe de mim ok? - Sorri levemente para o Pokémon, que sorrira de volta. Vee-kun realmente era um Pokémon bem independente...

- Saur... – Ele pareceu meio ansioso, será que se sentia como eu?! Abaixei-me para ficar frente a frente ao Pokémon e lhe fiz uma leve carícia.

- Ei... Não fique assim! Estamos juntos agora não é?! Prometo-te que vamos nos divertir bastante juntos ok? – Falava com carinho e sinceridade dessa vez. E acho que Vee confiava em mim, pois, parecia iluminar-se. Aquilo me dava uma satisfação que nunca havia sentido antes.

Levantei, batendo a poeira das roupas antes de voltarmos a seguir pela rota. Lado a lado, treinadora e Pokémon ansiosos pelo o que nos esperava.

Off: Narração em primeira pessoa bem podrinha, mas, acho que vou melhorando hue :V
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Tyrant em Qui Out 31 2013, 15:35

Off: Panda owo/ Altura/Peso, particularidade e personalidade de seus Pokémon, por favor :3
Off2: Não ligue se a narração sair ruim. Estou em uma fase péssima para narrar ç-ç




Chegou na Rota 1 ao lado de Vee, seu Bulbasaur. O pequeno parecia asioso com a jornada que lhes aguardava. Lena até teve que apressar seus passos para alcançar o pequeno que estava se distanciando.

Levantando-se, a treinadora seguiu seu rumo por essa pequena rota. Foram poucos minutos de caminhada para que algo de interessante lhe fosse visto. Um avião passava pelo local, mas o que havia de tão interessante em um avião? Uma caixa havia caído dele, um tipo de para-quedas lhe fazia planar pelo ar até ia ao encontro do chão no meio de árvores.

Se isso poderia despertar a curiosidade da garota, algo mais estranho estaria por vir. O som de música vinha da direção de onde o objeto havia caído. Retornando sua atenção ao seu companheiro, Lena via Vee andando em direção ao local, o pequeno não parecia perder tempo mesmo. Ele já estava a uma boa distância de sua treinadora e se afastava cada vez mais.

_________________
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  NF6H32IChapter #2 - Não irei mais hesitar!  LVQ7Qib

Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Qui Out 31 2013, 21:26

Vee-kun:
Altura: 0,9 metros
Peso: 7,5 kgs
Peculiaridade: --
Personalidade: Vee é um Bulbasaur bem independente, calmo e super curioso, sem medo de enfrentar novos desafios ou proteger quem ama. É incrivelmente fiel a Lena e tem tendência de querer agir como um "pai" para ela e seus outros Pokémon, podendo encarar qualquer coisa para protegê-los, sendo até um pouquinho ciumento em alguns casos. Seu altruísmo é realmente notável e seu espírito, nobre até mesmo com os desconhecidos. Por ser um Pokémon maior e mais robusto que os Bulbasaurs comuns, se sente responsável em cuidar dos que são menores e mais frágeis, mas, isso não faz dele um Pokémon ingênuo, muito pelo contrário. É um líder nato, e muito sensato quando, mas, ainda sim tem seu lado sensível e amoroso, cujo revela apenas para a treinadora. Como Lena detesta ficar sozinho apesar de sua independência, por isso detesta ficar dentro da Pokéball e faz amizades com muita facilidade.  

~ ♥ ~


A caminha continuava sem muitas surpresas, mas, a tranquilidade do local me satisfazia se bem que...

Era estranho estar tão quieto para um lugar cheio de treinadores e Pokémon...

Distanciei esse pensamento da cabeça, voltando o olhar para Vee que respondia com um pequeno sorriso. Correspondi o mesmo com leveza até um barulho chamar nossa atenção e voltarmos nosso olhar para o céu claro.

Um avião atravessava a rota, nada muito espetacular, porém, algo nos chamava a atenção. Uma caixa havia caído do mesmo, com um tipo de para-quedas acoplado o que fazia flutuar levemente em direção ao chão. O que diabos?! Como do nada alguém resolve jogar uma caixa com um para-quedas?! Seria uma encomenda? Uhn... O objeto caia em meio as árvores e logo uma música vinha da direção de onde o mesmo tinha caído. Wow! A cada minuto mais aquela caixa parecia misteriosa!

Uma onda de curiosidade percorria meu corpo, o que será que havia ali dentro?! Bom, poderia ser um tipo de entrega e se eu fosse fuxicar talvez irritasse o dono... E-e se pensassem mal de mim por ser uma intrometida?! M-mas eu queria tanto saber se era daquela caixa que vinha essa música! Ah!

E nessa luta mental idiota, demorou um bom tempo para perceber que Vee-kun já tomara a frente, pronto para explorar em meio das árvores a procura da música. Oh my holy Arceus!

- Saur saur! – Ele parou um pouco apenas para virar-se e me fitar com essas pequenas "palavras" e sua expressão bem... Era como se dissesse "O que está esperando?! Vamos logo!". Aquilo me fizera soltar um belo suspiro e ceder na hora. Por quê raios eu estava me preocupando tanto?! Era apenas uma caixa! Isso não iria matar ninguém... Eu acho...

- E-estou indo! – Exclamei para o pequeno correndo atrás dele, teria que me enfiar no meio daquelas árvores e poderia perder-lo caso não me apressasse. Aumentei a velocidade, dando uma ou outra tropeçada. É... Que jeito esquisito para começar uma jornada...
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Tyrant em Sex Nov 01 2013, 20:28

O que seria aquela caixa? Estaria aquela música vindo dela? A única coisa da qual sabia era que aquele som estava bem desafinado e os instrumentos estavam fora do ritmo, isso ficava claro cada vez mais que se aproximava do local.

A melodia, se é que assim podia ser chamada, começava a ficar bem irritante. Antes que parasse e retornasse, pôde ver algo entre ar árvores. Era um grupo de pessoas que tocavam alguns instrumentos, tambores e flautas, enquanto outros dançavam.

Uma caixa estava atrás deles, a mesma que havia sido jogada do avião. Não restava dúvidas de que eles saíram de lá de dentro, mas por qual motivo? Para descobrir seria só indo até eles e perguntar.

Se ela conseguisse. Os que dançavam começaram também a cantar, e desafinavam tanto quanto a melodia tocada pelos instrumentos. Aquilo estava horrível, Vee já parecia não estar mais aguentando aquilo.

O que Lena faria agora? Correr ou interromper a festinha?

_________________
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  NF6H32IChapter #2 - Não irei mais hesitar!  LVQ7Qib

Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Sex Nov 01 2013, 22:46

 ~ ♥ ~


No fim acabei alcançando Vee-kun e fomos juntos seguir essa melodia. Seguíamos em meio as árvores e a cada segundo a música ficava mais alta, bom isso era sinal que estávamos chegando perto, porém... Nossa! Com certeza, seja lá quem estivesse tocando, não tinha nenhum gosto nem talento para a música. A melodia era desafinada e estridente, incrivelmente desgostoso aos ouvidos, mas, continuava a segui-la, pois, a cada acorde mal feito, maior era minha curiosidade e também era de Vee-kun como eu podia ver.

Cada vez mais nos aproximávamos da música, mas, não encontrei nada em meio aquilo tudo, nem a caixa nem a origem, além que a música ficava cada vez mais insuportável! Vee-kun já começava a se afastar, tamanho era seu descontentamento. Acho que ele percebeu que procurar a fonte daquela música horrível não daria em nada... Acabei deixando um suspiro escapar e já ia me virando, quando vi algo em meio às árvores. Como não tinha visto isso antes?!

- Vee-kun... Acho que achei de onde vem essa música... – Fui para mais perto do local onde vinha a mesma, mas, me mantinha escondida atrás das árvores. Bem que eu pensei, a caixa estava lá, logo atrás de um monte de pessoas que dançavam e tocavam tambores e flautas. Meu Arceus! Deixa ver se eu entendo... Um avião jogou uma caixa... CHEIA DE PESSOAS?! No meio da rota 1... Isso não tinha sentido! E como ainda dançavam naquela situação e ao som daquela música horrível?! Estavam eles bêbados?! Por que eles estavam ali? Uh são tantas perguntas!

Acho que eu deveria perguntar...

Não! Estou ficando maluca?! Se eles forem loucos ou estivessem mesmo bêbados e minha interrupção os deixassem hostis?! Ah não, era melhor deixar pra lá... Com certeza seria o melhor e...

- Bulba! Bulba bulbasaur! – Vee exclamou quando aqueles malucos começavam a cantar ainda mais desafinado que os próprios instrumentos... É... Minha suspeita que estavam bêbados ou eram malucos era ainda maior... Incrível como me lembravam das bacantes da mitologia antiga... Um grupo de mulheres que dançavam e cantavam o dia todo como num desfile sob o efeito das loucuras de um Deus. Se bem que com certeza essas mulheres seriam bem mais... Harmoniosas...

- Xiiiu! – Fiz para Vee, cobrindo a boca com o dedo indicador num sinal de silêncio. – Se eles nos perceberem que estamos aqui pode ser pior... Vamos voltar! – Disse determinada e Vee-kun acabou concordando meio desolado, com certeza ele esperava encontrar algo menos desagradável. Sorri um pouco na tentativa de animá-lo e me virei para finalmente voltarmos a trilha normal. Seria ótimo... Isso se a minha sorte resolvesse mudar de vez...

Uma pedrinha no lugar errado, um passinho em falso e... Pow! Um belo escorregão digno das vídeocassetadas da televisão, tudo sob a visão assustada de Vee-kun. Acabei me deixando gritar, acho que isso acontece quando você ganha o tombo do milênio né... O impacto foi bonito, e acabei me deixando bem exposta aos malucos. Vish... Vee-kun veio rapidamente atrás de mim, pouco se importando com a presença dos “festeiros”.

- A-ano... – Me levantei rapidamente, ignorando as dores da queda. Meu rosto estava vermelho ao verdadeiro extremo! Não sabia o que dizer ou falar, apenas me curvar num pedido de desculpas, mesmo sem saber se ao menos notaram minha presença no meio daquela “música” toda.
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Tyrant em Dom Nov 03 2013, 15:06

Que azar o de Lena. O grito pelo seu tropeço foi o bastante para chamar a atenção daquele grupo desafinado. Vee ficava próxima a garota para protegê-la caso necessário, enquanto isso a galera vinha em sua direção. Pelas suas expressões não pareciam querer nada de ruim, logo um dos homens se aproximou e estendeu a mão para Lena.

-Você está bem, garotinha? Se machucou com a queda?

Dando a mão ao homem, ela foi ajudada a se levantar. Educadamente, ele começou a explicar do que aquilo se tratava antes que ela precisasse perguntar.

-Parece que você viu nossa música. Deixe-me explicar... - disse antes de ser interrompido por uma de suas companheiras.

-Eu falo aqui, entendeu? Somos um pequeno grupo que leva a música por toda Kanto. Um avião lança uma caixa com um para-quedas na parte de cima, então caímos levemente e começamos a tocar após sairmos da caixa. - Pegou então nas mãos da garota - Você gostou de nossa melodia... Não gostou?

Com uma expressão assustada, o homem puxou a companheira para longe da treinadora. Vindo do local em que estavam cantando, um chamado para lanchar foi ouvido. Sendo educado novamente, ele a convidou para comer. Restava a ela aceitar ou não a proposta.

_________________
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  NF6H32IChapter #2 - Não irei mais hesitar!  LVQ7Qib

Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Dom Nov 03 2013, 17:20

 ~ ♥ ~


Para meu azar eles perceberam nossa presença... Oh céus... Lena o que você fez?! Vee-kun estava do meu lado, fitando as pessoas que se aproximavam de nós numa tentativa de parecer ameaçador, realmente estava tentando me proteger e se eu não estivesse tão assustada, acho que me sentiria muito emocionado com tal ato.

Porém, acho que todo aquele azar tinha mudado de repente. As expressões daquelas pessoas não eram maníacas ou algo assim, na verdade pareciam pessoas comuns... Acho que estava só paranoica demais... Um dos músicos aproximou-se estendendo a mão na qual timidamente aceitei, mesmo com o rosto mais vermelho que o mais maduro tomate.

-Você está bem, garotinha? Se machucou com a queda? –

- N-não... E-eu estou bem... – Respondi num fio de voz, praticamente me forçando a falar no meio de uma situação tão constrangedora. – O-obrigada... –

-Parece que você viu nossa música. Deixe-me explicar... – Uh uma explicação sobre toda aquela loucura realmente seria bem vinda, mas, acabou que o pobre homem fora interrompido por uma de suas parceiras.

-Eu falo aqui, entendeu? Somos um pequeno grupo que leva a música por toda Kanto. Um avião lança uma caixa com um para-quedas na parte de cima, então caímos levemente e começamos a tocar após sairmos da caixa. – Pegou as minhas mãos e veio com a pergunta que eu realmente queria evitar. - Você gostou de nossa melodia... Não gostou? –

- A-a-ah... É... E-eu realmente... –Eu não sabia o que dizer... Ela era assustadora! As palavras não saiam da minha boca até mesmo para mentir logo. Até que, graças a Arceus, o homem gentil que havia me ajudado a puxou para longe de mim... Sua expressão era assustada...

Logo após esses acontecimentos, um chamado para o lanche foi ouvido por todos. O homem mais uma vez tomou a palavra, me chamando para o mesmo.

Engraçado como as coisas haviam mudado do nada... No fim não eram bêbados ou malucos e todos pareciam tão gentis... No fim só eram músicos... Péssimos músicos, mas, eram bons e gentis... E corajosos, pois, se jogarem de um avião numa caixa é algo não muito seguro de se fazer.

- Ah... Etto... – Não sabia se aceitava ou não... Bem, todo esse tempo todo eu sempre quis fazer amigos numa jornada... Eles pareciam tão gentis... Virei meu olhar para Vee-kun, ele parecia bem animado com a ideia de conseguir algo para lanchar. Acabei sorrindo com isso. Desde criança meu sonho foi seguir uma jornada e fazer novos amigos, e se essa fosse uma oportunidade, não podia deixar minha timidez vencer. Eu não iria mais hesitar! – A-acho que seria bom... Muito obrigada. – Disse por fim, com o melhor sorriso que pude. No fim estava os seguindo para onde estavam dançando. Vee-kun vinha ao meu lado todo contente, acho que ele deve estar com fome mesmo...

- A-ah! – Me lembrei num impulso. Céus Lena como você é mal educada! -  E-eu sou Helena. É um prazer conhece-los. – Parei um pouco para fazer uma pequena reverência, antes de voltar a segui-los.[/color]
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Tyrant em Ter Nov 05 2013, 21:08

Off: Demorou um pouco, mas adicionei a personalidade @w@




Aquele grupo pareceu ser bem gentil. Além de ajudarem a garota, ainda lhe convidaram para um bom lanchinho. A garota aceitou e foi com Vee para o local onde fariam a refeição.

Na mesa havia de tudo que ela poderia imaginar para se deliciar, era muita coisa para pouca gente, mas isso não importava, assentou-se e começou a comer ao lado das outras pessoas, nunca esquecendo dos bons modos. Vee também comia um lanchinho especial. Durante a refeição, Lena sentiu um pouco de soso, e, em seguida, caiu no chão desmaiada.

Ainda tinha um pouco de consciência, então conseguiu sentir quando estava sendo carregada para algum lugar. Logo perdeu a consciência por completo.

Recobrou-a ao poucos, percebendo que havia uma imensa falta de luz no local, mas ainda era possível ver algo pela claridade que entrada por uma pequena janela. Lena estava em uma cama, um pouco suja por sinal, mas isso não era o importante, havia uma pequena mesa com duas gavetas no local. Uma única chave estava em cima da mesa, e estas gavetas estavam uma ao lado da outra.

Ainda poderia vasculhar embaixo da cama para caso queira procurar por algo. A porta parecia ter uma única fechadura. Caso fosse utilizar a chave, teria de escolher entre a gaveta da direita, da esquerda e a porta.

_________________
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  NF6H32IChapter #2 - Não irei mais hesitar!  LVQ7Qib

Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Qui Nov 07 2013, 21:51

 ~ ♥ ~


Aquelas pessoas estavam realmente sendo tão gentis... Levaram a mim e Vee-kun até o grupo que estavam numa mesa e nos ofereceram um lanche que parecia realmente uma delícia... Mas, era tanta coisa e pouquíssimas pessoas... Tanta comida e uma mesa colocada ali em tão pouco tempo... Eles eram bem mais organizados do que esperava. Além de me perguntar como eram patrocinados.

E novamente me questionava o quão estranha estava sendo esse início de jornada. Até sentir o estômago reclamar de fome e ver que Vee-kun já atacava seu lanche. Acho que agora não tinha como voltar atrás, seria uma grande desfeita com aquelas pessoas. Acabei comendo um pouco, sem perder a compostura e os modos é claro, e logo sentia meu corpo pesar involuntariamente. Uh?! Estou com... Tanto sono, como queria a minha cama agora... Espera! Isso n-não é normal, c-como do nada?! Droga e-e-eu... Não consigo nem... Pe-pensar...

Meus olhos se fecharam e sentia minha consciência indo embora aos poucos, mas, ainda conseguia sentir que estava sendo carregada por alguém... Até finalmente apagar.

~ // ~

Ugh... Que dor de cabeça... Ué... Por que está tão escuro?! Tudo está tão turvo na minha mente e... Vee-kun! Onde ele está?! Levantei-me abruptamente, dando de cara com um quarto escuro. Meu Arceus o que estou fazendo aqui?! Eu me lembro de que tinha encontrado os músicos e... Os músicos! E-eles tinham me trazido até aqui?! T-tudo aquilo foi uma enganação?! E o que diabos eles querem de mim?!

Aos poucos minha mente finalmente clareava, e as lembranças passavam a ser completas... Mas, ainda não conseguia entender direito o que objetivo ou o sentido de tudo aquilo, mas, a única conclusão que cheguei é que me meti numa enrascada.

Meu primeiro dia de jornada e já estraguei tudo...

Deixei um ganido desesperado escapar. Aqueles pensamentos nem duravam, eram logo tomados pelo desespero de encontrar Vee. Tinha que acha-lo de qualquer jeito! Meu olhar percorreu pelo quarto o analisando. Apenas uma pequena janela fornecia claridade ao local, tinha uma cama suja onde antes estava, e uma única mesa com apenas duas gavetas. Aproximei-me da mesma, encontrando uma única chave em cima dela.  A segurei com a ponta dos dedos, meio hesitante. Pelo tamanho com certeza deveria abrir uma daquelas gavetas...
Mais minutos de puro silêncio se passaram. Estava ali parada de frente para a mesa, atônita com tudo que estava acontecendo... O que aconteceria a partir de agora?! Era tão estranho deixarem uma chave ali aparentemente sem nenhum motivo... E se fosse outra armadilha?! Mas, ficar aqui esperando para ver o que podem fazer comigo não parece uma ideia muito inteligente.

Lágrimas corriam pelos olhos teimosamente por mais que eu tentasse me conter, as limpava sem muito sucesso. O sentimento de culpa e medo me tomava, mas, tinha que decidir o que fazer rápido. Vee precisava de mim. Olhei ao redor... Essa chave poderia ser da porta ou das gavetas e talvez fosse a única chance que tinha de sair dali... Da porta?! Mas, por que se dariam o trabalho de me trancar se deixassem a chave logo ali?! Só se quisessem que eu a abrisse, mas, isso ainda soava muito estranho...

Voltei o olhar novamente para a gaveta. Será que a chave abriria as duas? Tinha que tomar cuidado, pois, parecia ser delicada... Mas, um plano B... Olhei para o chão do quarto onde vi minha bolsa ali jogada. Provavelmente devo ter algum grampo de cabelo para tentar forçar a fechadura, mas, acho que devo primeiro usar a chave mesmo.

Mas, qual gaveta eu tentaria primeiro? Olhei para a esquerda... Bom, agora eu estava arriscando na sorte, mas, tinha que tomar cuidado para não forçar a chave e tentar destrancar a próxima. Minha mão tremia um pouco e não tinha firmeza, mas, acabei conseguindo enfiar a chave na fechadura, agora era descobrir se daria tudo certo... Ou não...
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Tyrant em Sab Nov 09 2013, 12:36

Que situação desagradável aquela em que Lena se meteu. Sem Vee-kun para lhe ajudar, ela se viu decidindo o que faria com aquela chave que encontrou. Sua visão direcionou-se para a gaveta da esquerda, pegou a chave e a colocou na fechadura, girando com todo cuidado devida a fragilidade que o objeto aparentava ter.

Um barulho fora ouvido, parece que a gaveta já poderia ser aberta. Retirando a chave e colocando-a novamente sobre a mesa, a garota abriu aquela gaveta, achando o que havia dentro dela. Uma Pokébola, uma única Pokébola. a mocinha obtia o objeto esférico em suas mãos olhando para ele.

Para lhe causar um grande susto, um grito ecoou pelos corredores até que chegou aos seus ouvidos. Foi o bastante para fazê-la largar o que segurava e dar um pequeno pulo para a frente, acertando a mesa e derrubando aquela chava. Ao mesmo momento que a Pokébola se abria, a chave se partia ao entrar em contato com o chão. O que poderia tirá-la de lá agora se tornava inútil.

Quanta a Pokébola, um raio escarlate saía dela no momento em que acertaca o chão, revelando um Pokémon conhecido pela treinadora. Era Vee-kun. Um pouco sonolento ainda, mas já recobrando sua consciência.

Voltando totalmente a si, o pequeno viu sua treinadora e não hesitou em correr para perto dela, esfregando sua cabeça nas pernas na jovem. Ela abaixou-se e pegou a Pokébola de seu parceiro, guardando-a em segurança. Agora que estavam juntos novamente, Lena teria de pensar no que fazer para sair daquele lugar.

Gritos voltavam a serem ouvidos, mas estavam mais altos e pareciam ser de mais pessoas dessa vez. A cada segundo o volume do desespero diminuía, até que parou por completo. O processo começava a se repetir... E repetir... E repetir. Se não quisesse descobrir o que lhe aconteceria, seria melhor dar um jeito de escapar rapidamente. Nada na sala mudou, continuava com a cama suja, a mesa com uma gaveta trancada e aquela porta que poderia lhe levar ao corredor da morte.

_________________
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  NF6H32IChapter #2 - Não irei mais hesitar!  LVQ7Qib

Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Ter Nov 12 2013, 23:10

 ~ ♥ ~


Havia tido sucesso ao escolher a gaveta, que logo fora destrancada com um “click” a abri meio hesitante, medo do que poderia encontrar naquela gaveta, mas, ali apenas havia uma Pokéball. A segurei com cuidado, me perguntando se teria algum Pokémon dentro... E se fosse...  Estava pronta para pressionar o botão que abriria o objeto, mas, um grito estridente foi capaz de me dar um grande susto, como se o lugar já não fizesse o bastante, acabei deixando a Pokéball cair no chão com o pulo que dei para frente, a mesa cambaleou com o impacto e a chave caiu numa rapidez que mal pude acompanhar. Por mais que a queda não tenha sido tão alta, a chave estava tão velha e frágil que se partiu ao alcançar o chão.

- Não... – Sussurrei fitando a chave, aquela chave poderia ser minha única chance de sair daquele inferno! E-eu realmente sou uma azarada! As lamentações acabaram quando ouvi a Pokéball chocar-se com o chão e liberar um raio escarlate revelando. Vee-kun! Estava sonolento, mas, a me ver logo foi até mim esfregando a cabeça em minhas pernas. Ajoelhei-me na hora para lhe abraçar bem forte. Era um alívio o ter comigo, naquele momento pude desabafar por completo e lágrimas, um pouco mais alegres, escorriam livremente pelo meu rosto, mas, esse momento não demorou a acabar. Ainda tinham de sair daquele lugar horrível.

A chave estava partida, e para nosso terror aqueles gritos continuavam cada vez mais estridentes e desesperados até que o volume diminuía e parava, para logo começar de novo como um eterno ciclo. Logo seria minha vez...  Tinha que sair dali, era hora de finalmente agir de verdade, antes que fosse tarde demais.

Mas, aqueles gritos... Torturavam-me! Tampei os ouvidos e fechei os olhos com força, só queria que eles parassem... Pelo menos tinha Vee comigo, e não sentia mais aquela solidão agoniante.
O que fazer?!
...
...
...

O QUE FAZER?!

Respirei fundo, não me desesperar naquele momento. Olhei ao redor novamente, procurando listar opções.

1. Encontrar alguma coisa que pudesse destrancar a porta e tentar sair sem ser percebida;
2. Arrumar um lugar para me esconder;
3. Enfrentar meus algozes de alguma maneira.

Ok as duas última pareciam horríveis em minha mente, onde eu me esconderia?! As opções eram muito poucas, só se eu inventasse de me esconder debaixo da cama como uma criancinha... E a outra... O que eu teria para me defender?! Vee-kun era forte eu sabia, mas, ainda assim nem tínhamos batalhado alguma vez para conseguir experiência! E bem... Não acho que meu guarda-chuva pudesse machucar alguém de verdade, tendo em conta que seria a única “arma” disponível...

Sobrava-me a primeira opção, provavelmente a mais sensata, tirando o fato de que o que poderia me esperar atrás dessa porta fosse algo muito pior... Mas, eu tinha de arriscar, era o único jeito! Destampei os ouvidos, tentando ignorar os gritos e afastando os pensamentos pessimistas de que seria a próxima. Voltei meu olhar ao Bulbasaur, tentando me manter firme e disse:

- Vee-kun, por favor, me ajude a procurar alguma coisa que possa nos ajudar a sair daqui... Qualquer coisa de anormal que encontrar pode me mostrar ok? – Sorri meio que forçadamente. Também tinha que procurar algo, qualquer coisa que eu achasse poderia ser útil... Um grampo ou um clipe de papel... Se não encontrasse nada que me beneficiasse no quarto ainda tinha a minha mochila, duvidava que não houvesse dentro dela pelo menos um daqueles itens... Ah, também havia a pequena janela, única que fornecia pelo menos um pouco de claridade ao local, mas, era tão pequena...

Suspirei levemente e peguei minha mochila, guardando a Ball de Vee e pegando uma lanterna, antes de finalmente começar minha busca por debaixo da cama em meio a poeira do local.


Off: Ficou super lixoso e encheção de linguiça pq estou meio enrolada ç-ç mas, espero que tenha servido de algo ~
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Tyrant em Qui Nov 14 2013, 12:56

Off: Nem tá ruim çwç melhor que as minhas -q




Com a chave quebrada, a única esperança da garota seria sair daquele local com algo encontrado na sala ou em sua mochila. Dela foi tirada uma lanterna que ajudaria Lena a procurar algo embaixo da cama, enquanto o pequeno Bulbasaur procurava por algo de diferente.

Vee-kun olhava com cuidado por onde passava, mas sem encontrar nada de interessante. Isso não o fazia deixar de procurar algo que ajudasse sua treinadora, a qual mostrou mais eficiência em sua busca. Saiu de baixo da cama com um tipo de fotografia em suas mãos, para vizualizar melhor, a colocou contra a direção em que a luz entrava pela sala.

Era uma imagem um tanto quanto estranha. Grande parte estava coberta pelo que parecia lama seca. Não importava o quanto tentava, não conseguia tirar, estava mais colada que cimento. Só restava a outra parte. Via-se um homem caído sendo visto apenas de sua cintura para cima, passava o pensamento de que tentava escapar de algo, mas do que? Não parecia ser nada bom. Haviam manchas vermelhas em seu rosto e em sua roupa... Sangue, talvez.

Não teve muito tempo para "apreciar" a fotografia, pois ouviu o barulho de uma porta se abrindo. Um homem passou por ela, chegando até Lena e lhe puxando pelo pescoço de forma violenta. Pegou Vee com seu outro braço e os arrastou, quase enforcando a mocinha.

Fora levada a força pelo corredor, passando por várias outras portas. Talvez houvesem outras pessoas do outro lado, mas o mais importanto era o que aconteceria com si. Aquele que os "acompanhava" começou a rir, falando em seguida.

-Calma, garotinha. Logo você não irá mais sofrer.

Logo chegaram em frente a uma porta no final do corredor. O homem os largou deixando com que caíssem no chão enquanto ele destrancava a porta. Dos dois lados do corredor haviam duas portas abertas, caminhos livres, assim como o corredor pelo qual passaram. Não tinha como saber para onde eles levariam, mas se quisesse escapar essa era a hora.

_________________
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  NF6H32IChapter #2 - Não irei mais hesitar!  LVQ7Qib

Aggron's Mountain:

All who enter his mountain lair.
From their body, the skin will tear
With his claws, as strong as iron
Even grown men, will be cryin

You will not, leave this place.
Without knowing, what's beneath your face.
You will drown, in your blood.
While he stomps, you in the mud.

There is no way out of here.
Your final wish, will soon be clear.
To die real fast, and take away your fear.
The sounds are louder, he is almost near.

You cannot run, you cannot hide.
All who have come, will surely die.
If you come across his mountain path,
there is no escape from Aggron's wrath.


Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Sex Nov 22 2013, 20:31

 ~ ♥ ~

Não tinha sido bem sucedida em sua busca, não encontrando nada nem com a ajuda da lanterna, mas, acabou que Vee-kun tinha se saído melhor e trazia algo quando saiu de debaixo da cama. Era uma foto! Ele me entregou e a fitei meio confusa. Uma boa parte estava coberta de lama seca, e por mais que eu tentasse a retirar estava realmente colada na foto! Coloquei a fotografia perto para janela e sua luz para poder visualiza-la descentemente. Tinha um homem caído nela, só podia o ver da cintura para cima, parecia que ele queria fugir de algo e... Isso era sangue?!

Deixei a foto cair de minhas mãos, atônita, enquanto Vee-kun me fitava confuso. Nem tive tempo para dizer nada, quando a porta se abriu abruptamente. Um homem robusto aparecia e por mais que eu quisesse me afastar, meu corpo pesava devido ao medo. Segurou meu pescoço e pegou Vee o colocando de baixo do braço livre, e por fim, nos arrastou por um corredor.

O ar me faltava durante o processo e senti várias vezes o meu rosto queimar enquanto tentava puxar o ar com toda minha força e tentar afrouxar-lhe a mão a puxando sem muito sucesso. Ele não ligaria nem um pouco se eu morresse ali mesmo. Acabei fitando um pouco o corredor mesmo naquela situação... Tantas portas... Eram dali que vinham aqueles gritos?! Mas, então... Por que tanto silêncio?! Devem ter feito com aquelas pessoas, o que pretendem fazer comigo...

Mal este pensamento tinha me atingido, o homem começou a rir com escárnio, dizendo logo em seguida:

-Calma, garotinha. Logo você não irá mais sofrer. - Uma onda de repulsa ainda maior percorreu meu corpo, mas, me mantive firme, tentando não parecer assustada, sem gritar nem chorar, não querendo assustar Vee mais do que já deveria estar.

Logo parecemos chegar ao fim do corredor e o homem nos largou, e caí no chão tocando o pescoço que deveria estar vermelho devido à mão do homem, puxando o ar com força. Vee-kun logo veio até mim, estava assustado, como eu... O homem estava voltado para a porta no fim do corredor, provavelmente a destrancando. Vi as portas de relance, aquele era o momento de tentar fugir, mas, eu não era muito rápida e seria facilmente pega se simplesmente corresse como uma louca... Tinha de ter uma garantia! E Vee-kun... Ele ficaria mais seguro na Pokéball e... Uh... Acho que já sei o que fazer. Olhei para o homem, especificamente para suas pernas, supondo mais ou menos qual seria maior fonte de apoio do mesmo.

Não precisei mexer muito na minha bolsa para achar a pokéball. Mantive-me silenciosa sem chamar atenção e me abaixei o bastante para poder sussurrar ao ouvido do Pokémon.

- Use o headbutt, ali... Força total. – Apontei-lhe a perna do homem, especificamente sua fossa poplítea. – Não se preocupe, vamos sair daqui... – Disse tentando lhe demonstrar confiança, por mais que eu estivesse num poço de nervosismo. O Pokémon concordou logo já entendendo o que eu queria fazer. Levantei-me rápida e cautelosamente, pronta para não chamar atenção e rapidamente fiz um sinal com a cabeça para que Vee atacasse.

A intenção era clara, desequilibrar ou atordoar o homem e mandar Vee para a Pokéball assim que este terminasse o ataque e correr, correr como nunca. Foi uma decisão impulsiva devido à pressa, mas, pra mim era uma ideia a ser considerada, então, fora isso que aconteceu. Saquei a Pokéball e pressionei o botão o mais rápido o possível, e a rajada vermelha logo trazia o Pokémon inicial para dentro. Me virei para a porta da direita sem hesitar e segui correndo o mais rápido o possível, procurando qualquer lugar que eu pudesse usar para o despistar, qualquer coisa que pudesse usar de obstáculo. Era meio óbvio que mais ou mais tarde seria perseguida, e com certeza não era só eu e o homem que estávamos naquele local, não... Qualquer pessoa poderia aparecer do nada e me pegar desprevenida. Eu tinha que tomar cuidado e nunca, NUNCA mais agir por impulso. Não era só a minha pele que estava em risco, Vee-kun não merecia padecer de tudo isso. Eu ia dar um jeito de sairmos daqui em segurança... É uma promessa!

Off: Post mega-hiper zoado e escroto u-u mas, tá aí ç-ç tava enrolando demais... e-e
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Tyrant em Sex Nov 22 2013, 22:25

Off: No problem o/ Vamos começar com a diversão.




Lena sabia que não poderia vencer aquele homem na corrida, portanto pensou em uma forma de atrasar o homem que lhe arrastou até aquele lugar. Falou em um tom baixo para Vee utilizar seu Headbutt no homem que destrancava a porta a sua frente. Assim fez o Pokémon. Uma cabeçada forte desequilibrou o homem que caía para trás. Só não atingiu o pequeno Bulbasaur porque a garota o retornou antes para sua Pokébola.

Tendo a chance, a garota correu para a porta escolhida encontrando um caminho escuro e longo. Para saber por onde ia, ela colocou sua mão em uma das paredes enquanto corria, percebendo que o estreito corredor fazia uma curva.

Percebeu também que o único som de passos que ouvia era o que vinha dos seus. Onde estaria o homem? Não seria uma boa ideia voltar para descobrir, portanto apenas continuou até chegar ao final do corredor e encontrar uma porta de aço um pouco aberta, que foi por onde passou até chegar em uma sala totalmente aberta.

Árvores espalhadas por todo lado, assim como alguns arbustos um pouco grandes e poucas pedras do mesmo tamanho, com outras pedras pequenas espalhadas pelo campo. Ao centro, via-se um lago com uma parte de terra no centro. Um homem parecia estar amarrado com um outro totalmente livre ao seu lado.

O homem preso pelas cordas estava gritando de desespero como se fosse morrer. O outro pegava uma Pokébola de seu bolso, lançando-a e, em seus braços, revelando um Pokémon. Da posição em que estava não era possível ver o que era, então deu alguns passos para o lado, mesmo estando um pouco assustada, enxergando o Pokémon.

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  132

Seu treinador pareceu injetar algo nele com uma seringa. O Pokémon rosado mudou seu comportamento de um ser calmo para alguém agressivo. Deu um pulo naquele que estava amarrado e começou a envolvê-lo com seu corpo. Mesmo estando longe foi possível ouvir o som de algo quebrando, provavelmente os ossos, que não era abafado nem mesmo pelo grito do homem. Além disso, o sangue escorria até chegar na água do lago, misturando-se e deixando-o avermelhado. Lena não aguentava ver a cena e acabou por cobrir seus olhos com suas mãos até que os gritos pararam.

Voltando a olhar para o local onde antes havia dois homens e um Pokémon, encontrou apenas os que seria óbvio continuarem ali. Não fora apenas isso, o Pokémon parecia estar se transformando em um humano. Como se fosse um feto, começou a tomar uma forma humana, muito parecida com aquele que devorou momentos antes, estando também com as roupas. Não demorou e voltou à forma original.

O ser humano que estava de pé olhou para a garota e seu Bulbasaur que começavam a tremer de medo, e gritava para os dois.

-Não se preocupem. Logo vocês não irão mais sofrer. Conhecerão a ganância de alguém que deseja mudar o mundo e criar uma nação perfeita.

O que ele queria dizer com isso? Talvez controlar "humanos" como mostrou antes. Se ele fez com uma pessoa, não teria medo em fazer com outra, e provavelmente aquela não havia sido a primeira vez. Tomou um pouco de distância e correu dando um salto em seguida para fora da parte isolada do lado, na direção em que estavam Lena e Vee. Aproximou-se deles enquanto retornava seu Pokémon e liberava outro da mesma espécie. Como antes, injetou-lhe algo com uma seringa, um líquido transparente, fazendo-o mudar seu comportamente para igual ao anterior.

Pulou ficando de frente para Helena e a encarando, fazendo com que ela dessa alguns passos para trás. Tentou voltar pela porta pela qual veio, mas percebeu que essa, de alguma maneira, havia sido trancada. O homem falou algo antes de dar ordem de ataque.

-Aquela cabeçada doeu, mas sua tentativa de fulga foi falha. Agora, deixe com que tenhamos seu corpo... E emoções.

Então aquele homem era o mesmo de quem ela havia escapado anteriormente. Talvez aquela sala desse para este local. Talvez ela quem tivesse sido devorada caso não tivesse "escapado".

Agora ela estraria em uma situação complicada. Poderia entrar em uma batalha Pokémon, mas sabia do que o oponente seria capaz caso tudo desse errado. Poderia correr, mas não parecia haver uma saída do local. Mesmo não tendo um teto, as árvores não ultrapassavam as paredes alta. Mesmo se conseguissem a Lena as escalasse, não tinha garantia de que passaria ao outro lado, ou de que cairia de forma confortável caso o fizesse com sucesso.

Era hora de se decidir. O oponente não esperava para atacar. Ele já avançava na direção de Helena.
Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Panda em Sex Dez 06 2013, 19:42

 ~ ♥ ~


Vee dava sua cabeçada com força e raiva, um fator bastante compreensível, fazendo o homem cair para trás assustado. Este poderia até machucar o Pokémon se eu não tivesse sido mais rápida, pressionado o botão central da Pokéball, o puxando para dentro da mesma num raio escarlate. Não pedi tempo e corri, corri com toda a minha energia. Não fiz questão nenhuma de olhar para trás, apenas correndo pelo longo e escuro corredor. Ok... Um corredor escuro quase nunca premeditava algo bom, mas, o que eu faria agora? Não tinha outra opção senão seguir em frente. Diminuí a velocidade um pouco quando meus olhos tentavam se adaptar a escuridão, colocando uma das mãos na parede na tentativa de me guiar. Estava fazendo uma curva e me perguntava onde aquilo tudo daria.

Percebi que apenas o som de meus passos podia ser ouvido naquele corredor... O homem não me perseguia?! Bom, isso era de toda forma um alívio, porém, poderiam ter outras pessoas... A qualquer momento poderia aparecer algum algoz pronto para me levar de volta para aquela maldita sala... Cheguei ao final do corredor encontrando uma porta de aço entreaberta. Ponderei um pouco na hora de abrir... Mas, que mais poderia eu fazer? Passei pela porta, dando de cara com uma sala totalmente aberta. O que?! Tinham várias árvores e arbustos pelo local, além de um lago com uma parte de terra no centro... E no meio estava... AQUELE HOMEM! Céus! Junto a ele havia um homem amarrado e institivamente me escondi atrás de uma das árvores. Poderia estar correndo de volta a todo o vapor, mas, estava tão curiosa...

O prisioneiro gritava em desespero como se fosse morrer a qualquer momento e, de certa forma,
compreendia sua dor... Poderia ser eu naquele momento e isso me deixava ainda mais desolada. Seu algoz pegou uma Pokéball e liberou um que não pude ver na posição que estava obrigando-me a me expor mais um pouco. Quando vi o Pokémon demorou um pouquinho para reconhecê-lo, mas, sabia qual é... Ditto o Pokémon cópia, como dizia meu tio... O que será que ele queria com o Pokémon ainda mais um como Ditto... O que diabos ele planejava?!

Meus olhos arregalaram-se ao vê-lo segurar uma seringa e injetar algo no Pokémon rosado cuja expressão tornou-se do nada agressiva e assustadora. Conti uma exclamação cobrindo minha boca com uma das mãos. Não podia acreditar ao vê-lo pular no homem amarrado, o envolvendo com seu corpo gelatinoso. E o apertava... Tão forte que podia ouvir os ossos se partindo e os gritos abafados. Todo aquele sangue escorrendo... Não aguentava e fechava os olhos com as mãos até que os gritos cessaram. Abri os olhos deparando-me com apenas um homem, um Pokémon e o que tinha sido um pobre desafortunado. Mas, tinha algo estranho, o Ditto...

Ele estava se transformando!  Ele estava se transformando no humano que “engoliu”! Uma gigantesca onda de repulsa atingiu meu corpo, me fazendo dar alguns passos para trás. Nesse momento senti algo cair da minha bolsa e atingir o chão. Era a Pokéball de Vee, que automaticamente o liberava devido ao impacto. O Pokémon ao olhar para a treinadora, exclamou feliz até reparar no que acontecia, se assustando ao ver o homem e aquele líquido vermelho que chegava a manchar parte do lago com sua cor. Fora necessário apenas aquele descuido para que o homem reparasse nossa presença.

-Não se preocupem. Logo vocês não irão mais sofrer. Conhecerão a ganância de alguém que deseja mudar o mundo e criar uma nação perfeita. –

De novo aquela coisa de não mais sofrer... Mas, o que diabos ele está fazendo?! Talvez  seu objetivo fora usar os Dittos para controlar os humanos, mas, isso não fazia nenhum sentido! Pelo menos não em minha cabeça... O homem tomou um pouco de distância, apenas para dar impulso para um salto em nossa direção. Ele agora iria fazer isso conosco?! Eu tenho que sair daqui! Rápido! O homem se aproximava pegando outra Pokéball e mandando mais um Ditto. Como era de se esperar injetou novamente aquela droga esquisita no mesmo, o tornando tão agressivo quanto o anterior. Dei passos para trás, afim de sair pela porta que entrei, mas, de alguma forma esta estava trancada.

-Aquela cabeçada doeu, mas sua tentativa de fulga foi falha. Agora, deixe com que tenhamos seu corpo... E emoções. -  

Minha situação naquele momento era  a mais das delicadas. Por mais que eu pensasse em algum jeito de sair daquele lugar, logo a própria lógica retirava as minhas esperanças. Poderia batalhar, mas, a situação era frágil e caso perdesse... O que seria de mim e de Vee?!

Tinha que me decidir rápido, mas, estava tão aterrorizada que nada saia de meus lábios e meu corpo não fazia nada além de tremer. O Pokémon rosado não iria perder tempo ele já ia em nossa direção para me atacar. Até que, fora interrompido por algo, não! Por Vee-kun que desferia, ou pelo menos tentava um headbutt em nossa defesa. Vee-kun queria me proteger... E nem ao menos pude seguir minha promessa de cuidar dele descentemente... Eu sou uma inútil. Estar aqui é culpa minha... É-é tudo culpa minha...

Fitei o bulbasaur novamente, ele queria lutar... Não iria desistir e eu também não o faria. Se temos uma chance... Ela não pode ser desperdiçada.

- S-s-seu... – Sentia a palavra descer pela garganta, ainda não era corajosa o suficiente para tal... – Não entendo o que você pretende fazer mas saiba que não vou deixar que você faça nada conosco sem lutar! – Tentei falar da maneira mais firme que podia e dessa vez o medo se esvaiu um pouco, sendo substituído puramente por raiva. Aquele homem tinha de pagar por tudo o que fez, e se o primeiro passo fosse derrotar aquele Ditto...

... Que assim seja!

- Vee use o Growl, sei que é nossa primeira batalha, mas, tente manter-se firme e fique atento a desviar qualquer ataque de Ditto... – Não sabia se naquelas condições o Pokémon poderia se transformar... Na verdade não fazia ideia do que poderia ocorrer a seguir, mas, eu não iria me entregar tão facilmente!
Panda
Panda
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Left_bar_bleue0 / 100 / 10Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Chapter #2 - Não irei mais hesitar!  Empty Re: Chapter #2 - Não irei mais hesitar!

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum