Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Uma jornada de engrandecimento

Ir em baixo

Uma jornada de engrandecimento Empty Uma jornada de engrandecimento

Mensagem por Ashe em 03.02.19 2:12


#001

   Thirteen, após pegar as suas coisas, saiu depressa do laboratório. Isso porque as pessoas já se davam conta de quem ela era; irmã mais nova de Francis! E, sabendo como era a índole do irmão, ela não queria ficar ali até que pessoas começassem a fazê-la pagar pelos erros dele. Sim, ela queria pagar pelos próprios erros (que, se conhecendo como se conhecia, e tendo noção do seu próprio senso de responsabilidade e seu desleixo completo por regras, seriam muitos) e não pelos erros de um idiota loiro e de cabelo ensebado. Rapidamente as suas pernas curtas se deslocaram para o lado de fora do laboratório, onde ela poderia respirar em paz, e cuidar um pouco melhor de si mesmo. Respirou fundo e fechou os olhos enquanto o pequeno Spark descia dos seus ombros e caminhava na frente, como se fosse um tipo de batedor. Riu de canto de boca; riso difícil de se ver por aí...  Como um Pokémon lendário, diria o seu avô.

  Suas mãos ossudas rapidamente foram ao bolso do fundo das suas calças jeans surradas e rasgadas nos joelhos e que vinham até o meio das canelas, e tatearam, a procura do item que seria bem precioso nesse momento. Sorriu consigo mesmo e com a sua astucia e perspicácia quando encontrou o pequeno pedaço de papel que, outrora, estava e enquadrado na sala de jantar do sitio do seu avô. Ela iria precisar muito disso. Os seus olhos cintilantes percorreram todo aquele pedaço de papel estendido em sua frente, enquanto Spark estava de volta, no seu ombro, com os olhos amendoados fixos naquele mapa. – É melhor tomarmos cuidado. – ela disse afastando o mapa das patinhas sujas do Pokémon – Não podemos estragar essa coisa. Ela vai ser o nosso guia. – disse enquanto Spark balançava as mãozinhas para se livrar do excesso de poeira. – E temos que ir embora antes que o vovô Harvey descubra que eu destruí o quadro para pegar isso. – Spark deixou escapar um ganido enquanto concordava com a cabeça.

  O mapa era mais difícil do que parecia. Sim, aquela coisa era mais complicada do que parecia ser. Thirteen coçou a cabeça por debaixo da touca beanie cinza e tentava entender como diabos ela se encontraria ali. Ela não queria, de forma nenhuma, se aventurar em nenhuma rota sem saber, ao menos, para onde estava indo. Mas, como se lia um mapa? Será que tinha que se procurar um norte ou coisa do tipo? Será que era necessário usar terminologia náutica ou espacial? Só Arceus sabia... Thirteen, que ainda caminha, encontrou uma pedra grande e resolveu parar ali, e sentar-se um pouco; Seus olhos ainda percorriam o mapa quando ouviu um resmungo do seu Pokémon. – Só fique alerta. – disse sem tirar os olhos do mapa – Se acontecer alguma coisa, me avise. – Seu olhar perdido tentava se encontrar dentro daquele maldito mapa que, pelo visto, era seu avô que tinha confeccionado. E, de repente, como se tudo estivesse mais claro, ela falou em voz alta. – Será que eu tô olhando essa bosta de cabeça pra baixo?  
Ashe
Ashe
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Uma jornada de engrandecimento Left_bar_bleue0 / 100 / 10Uma jornada de engrandecimento Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma jornada de engrandecimento Empty Re: Uma jornada de engrandecimento

Mensagem por Luch em 07.02.19 6:03

OFF:
Seja bem vinda Ashe! Serei seu narrador na sua primeira rota, uma responsabilidade e tanto q
Vamos por partes porque tenho que dar muitas informações para você, ok?

1. Talvez já tenha lido sobre isso por aí, mas vou falar assim mesmo. Uma Rota é uma sequência de postagens entre um ou mais players e um narrador, que irá propor/instigar/desafiar os jogadores com situações-problema para que resolvam desafios a fim de avançar no fórum, seja ganhando experiência para os monstrinhos, itens para o treinador ou puramente diversão. O narrador também é o responsável por registrar tudo o que acontece com seu persoangem e seus Pokémon. Informações importantes, como EXP, capturas e o local onde se encontra ficam registrados na sua Ficha, tudo com link para os lugares importantes, assim se houver algum problema mais tarde e apagar algo na sua BOX ou Storage, a gente pode rever seus passos e saber o que houve para consertar. Então fique ligada! Se seu Narrador (inclusive eu), esquecer de atualizar sua ficha com alguma coisa, peça a ele pra fazer isso.

2. Quando você entra em uma rota, você pode - se quiser - propor ao narrador algum objetivo pessoal (encontrar algum Pokémon do bioma daquela rota, conseguir dinheiro, itens, treinar, ensinar TMs e etc.). Entretanto, não quer dizer que o narrador TEM que fazer o que você quer. Geralmente, se o pedido é consistente com sua narração, imersão no plot e etc., o narrador não vai se opor. Claro que pode demorar algumas muitas páginas para conseguir, mas é possível ser direcionada para seus objetivos.

3. Uma dica pessoal que eu dou é APROVEITE OS EVENTOS! Por exemplo, no momento está rolando dois eventos interessantes: Evento dos Delibirds que dará 10% a mais de EXP, 25% de desconto nos Poké Marts, Dobro de Velocidade ao chocar ovos, tudo isso até dia 16 desse mês. E também tem o Evento dos Meltans (que já te inscrevi para participar), onde você pode encontrar esses lendários e ganhar presente deles, além de batalhar com eles. Dica: eles dão bastante EXP se derrotados!. Alguns outros eventos podem surgir, como Swarms, onde Pokémon super raros surgem e você tem a chance de capturar em sua rota. Mesmo que não goste do Pokémon que aparecer, eu aconselho capturar assim mesmo. Depois, pela raridade dele, você pode tentar trocar com outro player que queira, por um Pokémon que você deseje.

4. Eu geralmente não estou presente nos finais de semana porque dedico totalmente à minha namorada, então nem costumo ficar online. Apenas em raras exceções. Contudo, pelo menos em Fevereiro, eu estarei online com certeza no final da Terça até a tarde de Sexta. 99% de certeza que eu faça um post por dia pelo menos, mas é bem comum eu fazer bem mais, depende da sua presença e ritmo. Depois de março esses meus dias vão mudar, mas vou te informando direito até lá.

5. Não desanime se a rota demorar! Às vezes por incompatibilidade de horários as postagens acabam sendo bem lentas, coisa de 1 post por dia apenas, então é comum que uma Rota dure 1 ou 2 meses. Entretanto, se um narrador sumir por mais de 2 dias e não avisar ou você não gostar desse ritmo de mais de 2 dias de espera, você pode solicitar uma troca de narrador. É um direito seu, ok? Inclusive se quiser me trocar de narrador, caso eu suma por algum motivo por mais de 48 horas.

6. Todo Pokémon aqui pode ter uma Personalidade única! Você pode pedir para dar sua própria personalidade para a criaturinha, escrevendo um textinho que seja do seu gosto e pedindo para o narrador atualizar ou você pode pedir que o próprio narrador dê. Para seu inicial, é trabalho inteiramente seu descrever uma personalidade se desejar. Agora alguns capturados podem já vir com uma base ou descrição de acordo com o Plot, se o narrador assim desejar.

7. Por último e não menos importante, lembre-se de não tentar dominar a situação. Não diga que conseguiu fazer algo incrível ou derrotou algo, isso é responsabilidade do narrador avaliar e afirmar. É claro que o player também tem grande importância nas coisas que acontecem e tem total liberdade pra seguir por onde quiser, não sendo obrigado a seguir um caminho que o narrador obrigue. É tudo questão de bom senso e tenho certeza que vamos nos dar bem. Qualquer dúvida, envie uma MP! o/

Ufa, acho que é só. Agora vamos nos divertir xD

Um mapa para se encontrar...

Ashlynn havia dados seus primeiros passos como uma verdadeira treinadora Pokémon, ao lado de sua animada Pichu! As duas fizeram uma breve passagem pelo Laboratório do Professor Birch e conseguiram os acessórios necessários para todo início de jornada, incluindo as funcionais e tão sonhadas Poké Balls. Em seguida, a menina dispersou-se rapidamente do lugar e foi dar um passeio pela cidade, enquanto encarava o seu tão protegido e valioso Mapa. Certamente seu avô não ficaria nada feliz com isso e em breve estaria pelas Ruas de Littleroot atrás da netinha 'rebelde'.

Tudo estaria bem encaminhado para um início rápido e certeiro da jornada se não fosse a grande dificuldade da garota em interpretar aquele pedaço de papel com rabiscos. Sim, pois era exatamente o que o Mapa significava para Ashlynn já que não sabia lê-lo. Ele poderia muito bem estar de ponta a cabeça e a garota não entenderia. Pichu também não parecia ser uma cartógrafa e apenas mantinha sua pose imponente de guarda-costas da menina, apesar de estar tão confusa quanto ela ao olhar os desenhos. Foi nesse instante que uma figura surgiu por trás da garota. Era um rapaz, de traços bem simples e comuns, mas com um sorriso faceiro.

Ele aparentava ser pelo menos dois ou três anos mais velhos do que ela e estava de braços cruzados, encarando o Mapa com muita curiosidade, até que a treinadora notou sua presença e ele desatou a falar – Que legal, um mapa bem antigo esse seu. É uma raridade, sabia? Meu pai sempre diz que quer um desses, mas nunca acha...  – Comentou de forma despretensiosa, como quem toca no assunto inocentemente. Para finalizar, ainda fingiu uma surpresa ao ver que a garota o notou e sorriu para ela – Ah! Você... É uma treinadora que estava no Laboratório há alguns minutos, não é mesmo? – Questionou o rapaz sem se apresentar, apenas analisando Ashlynn de cima a baixo. O que a garota faria a respeito?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu (Spark): HP: 17/17


Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-


Capturas:

-


Itens:

-

Luch
Luch
Administrador Bronzeado

Administrador Bronzeado

Alertas :
Uma jornada de engrandecimento Left_bar_bleue0 / 100 / 10Uma jornada de engrandecimento Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma jornada de engrandecimento Empty Re: Uma jornada de engrandecimento

Mensagem por Ashe em 08.02.19 23:43


#002

    A coisa ficava cada vez mais simples de se entender. Simples? Okay... Simples não é, precisamente, a palavra que a garota descreveria a situação aterradora (e quase cômica) que ela estava passando naquele momento. Mas, a verdade, era que ela estava tentando complicar algo que não deveria... O fato era que ela sempre tinha a tendência de complicar as coisas! As vezes, por mais simples que fosse uma tarefa, Thirteen conseguia transformar tudo aquilo em uma tragédia grega ou uma novela mexicana... É digno de nota dizer que o mapa não tinha a popular rosa dos ventos! Então, localizar qualquer lugar era muito difícil. E, para uma garota de treze anos que terminara de sair de casa, era mais difícil ainda.

  Enquanto estava absorta em seus pensamentos e completamente perdida, tentando se encontrar dentro daquele mapa (sério, ela estava a ponto de colocar o mapa no chão e subir nele, para ver se isso ajudava) sentiu a pata peluda de Spark tocar a região sensível do seu pescoço; teve um pequeno frio na espinha e apenas resmungou. – Para com isso. – sua voz era áspera – Não tá vendo que estou ocupada! – O humor dela era rude, sempre fora. Mas, a coisa piorava mais ainda quando o seu intelecto, que ela julgava como superior, estava sendo colocado em cheque... Spark resmungou.

  Ela não deu atenção. Meneou, levemente os seus ombros e não tirava os olhos do mapa. Aquilo precisava de atenção, e ela não desperdiçaria o seu tempo com quaisquer outras leviandades... Foi quando ela notou uma pequena sombra se formar na frente do mapa... Sombra essa que não estava lá a minutos antes. Ela virou o mapa de um lado para o outro; virou até a cabeça... Foi quando se deu conta que aquela sombra pertencia a uma outra pessoa... Uma outra pessoa que estava atrás dela! Engoliu a seco... Ao que parecia, era sobre isso que Spark estava tentando te alertar. Será que os problemas já tinham a encontrado antes mesmo dela chegar a se encontrar?

  Ele falou... Ótimo! Ou já sabia que foi notado ou não queria passar despercebido. Qualquer uma das duas opções fazia com que Thirteen, de certa forma, se sentisse um pouco mais segura. Ela se levantou e ficou de frente para o rapaz da voz, que exibiu um sorriso esquisito; Thirteen, por sua vez, exibiu um sorriso igualmente estranho; aquele tipo de sorrio que você não mostra nenhum dente. Um tipo de sorriso que, de alguma forma, todo mundo sabia que aquilo não era um sorriso. – É do meu avô. – disse estendendo o mapa para frente – Quer dizer... Era do meu avô. – ela deu de ombros e sorrio de verdade; um sorriso bobo, que mais parecia um soluço, mas, um sorriso – É muito mais complicado de ler do que eu imaginava. – a frase foi dita com decepção; afinal, se ela soubesse que era tão difícil assim, ela teria dedicado uns dias a mais para estudar mapas.

 Thirteen exibiu o sorriso doido de novo com a pergunta dele; pelo visto a ideia de passar incólume estava completamente comprometida. Mas, de fato, ela sabia que seria impossível sair dali sem ser vista; Ela só não esperava que as fezes dos outros respingassem nela... – Sim. – respondeu de maneira seca; afinal, não havia gostado nem um pouco de como o sujeito acabara de olhar para ela. – E como você pode ver, não tenho a intenção de ficar aqui por muito tempo. – ela disse levantando o mapa e chacoalhando no ar; e não pretendia mesmo! Queria se escafeder dali antes que desse ruim por causa daquela bosta de mapa. – Por quê? Eu posso te ajudar em alguma coisa?


oFF:
Então... Vamos por parte, diria Jack o Estripador. rs'

Primeiro, estou ciente das regras, mas obrigado por avisar. A parte do mapa não seria incluso como uma parte da trama, mas acho que seria interessante ter colocado. Ela afanando o mapa seria uma boa história. Infelizmente não pensei nisso. Mas, como era uma coisa pequena mesmo, não darei muita importancia. E como eu não sabia se eu podia ou não ter um mapa do jogo, deixei que vocês parrassem ou não. Por isso ela teve dificuldade de ler o mapa; eu tava dando a oportunidade da adm me barrar, ou não. Smile)

Ela sabe ler mapa. Então apartir do momento que recebo o aval, ela pode dar o fora tranquilamente. Outro pequeno adendo; Se houver como escolher, Spark é macho, e não fêmea, okay?

Devo assumir que eu nunca gostei de Pokémon dessa forma. Acho que sobrecarrega muito quem narra, e termina que as coisas não acontecem com a fluência que poderiam acontecer. Já joguei em uns três desse tipo, e não deu certo. Espero que com esse seja diferente. Logo, boa sorte e bom jogo para nós dois. :DD
Ashe
Ashe
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Uma jornada de engrandecimento Left_bar_bleue0 / 100 / 10Uma jornada de engrandecimento Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma jornada de engrandecimento Empty Re: Uma jornada de engrandecimento

Mensagem por Luch em 13.02.19 5:36

OFF:
Então vamos em frente, voltei hoje para casa e estou colocando tudo em dia. Nas férias eu tenho um final de semana bem estendido! Mas acho que a gente consegue dar uma avançada boa durante esses dias. Sobre o mapa, estou o considerando meramente interpretativo. É como um dos mapas que se encontra na parede do Centro Pokémon.

E sobre a Pichu, isso é sorteado pela Staff mesmo, então não pode mudar. Entretanto, posso mudar sim o apelido se quiser.

Um mapa para se encontrar...

A menina havia demorado a se dar conta daquele garoto se aproximando. Entretanto, quando o notou, ela não se diminuiu perante o jeitão estranho dele e soube lidar muito bem com a situação, apesar de acabar sorrindo de verdade e numa forma bem boba ao lamentar a dificuldade em interpretar o mapa. O incômodo real talvez tenha vindo apenas quando o rapaz a olhou de forma estranha, pois sua atitude perante ele mudou para uma expressão mais enérgica e direta, questionando o que ele queria por ali e deixando bem claro que, diante da situação, ela não pretendia ficar muito tempo na cidade.

– Eu? Bem... Eu estou interessado em um mapa como esse. Por quanto me vende?  – Disse o rapaz, com as mãos no bolso agora. Ele olhou de soslaio para os lados e depois encarou novamente a menina – Por 50 Pokédollars? Que tal? Ou então... Melhor! Eu acabei de começar a minha jornada Pokémon e estou louco por um combate! Se me vencer em uma batalha Pokémon eu posso te dar 150 Pokédollars. Se eu perder você me dá o mapa. Vai ficar lindo na parede do escritório do meu pai! – Disse ele, sorrindo com a proposta feita para Thirteen. Spark, ao lado da garota, parecia desconfiada demais com o garoto e seu papo, mas observava tudo ainda em silêncio. Ashlynn deveria aceitar o desafio? O que a menina faria?  

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu (Spark): HP: 17/17


Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

-


Capturas:

-


Itens:

-

Luch
Luch
Administrador Bronzeado

Administrador Bronzeado

Alertas :
Uma jornada de engrandecimento Left_bar_bleue0 / 100 / 10Uma jornada de engrandecimento Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma jornada de engrandecimento Empty Re: Uma jornada de engrandecimento

Mensagem por Luch em 23.03.19 1:29



Rota trancada por inatividade!
Para reabri-la, peça no S.A.M..!

_________________
Probabilidade da disponibilidade para narração, por dias:

  • Domingo: 5%
  • Segunda: 70%
  • Terça: 90%
  • Quarta: 98%
  • Quinta: 70%
  • Sexta: 40%
  • Sábado: 20%
Luch
Luch
Administrador Bronzeado

Administrador Bronzeado

Alertas :
Uma jornada de engrandecimento Left_bar_bleue0 / 100 / 10Uma jornada de engrandecimento Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma jornada de engrandecimento Empty Re: Uma jornada de engrandecimento

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum