Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

PvPzin da rapeize

Página 4 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Matt em Qua Nov 06 2019, 20:04





PvPzin da Rapeize!!

Seth e Winnie


Off:

Meganium recebeu 2917 de EXP, mantendo o lvl.
Lv. 38 [7.662/13.387] > Lv. 38 [10.579/13.387]


Teddiursa recebeu 2917 de EXP e 3 pontos de felicidade, subindo ao lvl 29. TEDDIURSA pode aprender Slash. Prentende ensinar? Se sim, por qual golpe planeja trocar?
Lv. 28 [2830/4555] > Lv. 29 [1192/5148]


Growlithe recebeu 2777 de EXP e 3 pontos de felicidade, subindo ao lvl 24. GROWLITHE pode aprender Heat Wave. Prentende ensinar? Se sim, por qual golpe planeja trocar?
Lv. 23 [54/2429] > Lv. 24 [402/2794]


Koffing recebeu 2777 de EXP e 6 pontos de felicidade, subindo ao lvl 20. KOFFING pode aprender Sludge. Prentende ensinar? Se sim, por qual golpe planeja trocar?
Lv. 17 [828/924] > Lv. 20 [241/1597]


Assim que os comandos eram dados aos monstrinhos, estes logo se adiantavam ao centro do "campo de batalha", que ali, em verdade, era apenas a rua mesmo. Meganium, conforme já comprovado anteriormente, era a mais ágil das criaturas em campo, de forma que fora a primeira a demonstrar seu movimento, disparando um Giga Drain em Growlithe, que apesar de possuir certa resistência a tal tipo de golpe, encontrava-se fragilizado o suficiente para sequer resistir ao mesmo, de forma que assim que fora atingido pelo lampejo verde revigorante, terminara por cair imóvel ao asfalto enquanto o que lhe restara de energia era então drenado de volta à gramínea. Bom... Azar de Seth, vez que, caso Growlithe se mantivesse em pé, ele seria o próximo a atacar, mas como isto não era possível, restava a Teddiursa finalizar o último monstrinho de Seth, Koffing. Assim, com ambas as criaturas do jovem derrotadas, restara configurada a vitória de Winnie.

Bom... A sorte do rapaz fora que Winnie, desde o início, apesar de preferir impedir sua fuga, preferira dar o privilégio da dúvida, de forma que não acreditara plenamente, mas também não duvidava de suas palavras. Assim, ao fim do combate, a garota caminhava até Seth, de maneira a estender-lhe a mão, como em um ato de confiança, como se o rapaz não fosse assim um vândalo como retratado pela dupla de jovens. Ao fim, Winnie se voltava aos jovens, e de certa forma, os colocava contra a parede, questionando-os se já não bastava o caos em que a cidade bastavam. - Humpf... - Zombava a garota, visivelmente entediada, como se seus planos tivessem funcionado em partes, mas não tivesse então causado o efeito desejado. Parecia querer mais... Desejava que Winnie o agredisse mais... Que enquanto fosse um "Vândalo", assim por ela retratado, ele fosse punido, e ela pudesse assistir a tudo isto em primeira mão. - Que chatice, isto. - Prosseguia ela, com um fantasma de sorriso em sua face enquanto ela chutava uma pequenina pedrinha à sua frente. - Que tipo de sonsa é você, em garota? "Não faça isso!", "Já não causou problemas demais?" Até parece uma velinha ranzinza. - Continuava ela, a fazer careta em cada uma de suas imitações de Winnie.

- Perdedores, isto sim. - Bradara o segundo rapaz, que tranquilamente caminhava até emparelhar-se com a garota. - Tsc... Além de perdedores, não possuem nenhum senso de diversão. - Finalizava o rapaz, já a revelar também uma criatura a seu lado, PELLIPER. - Que tal vermos como eles se saem em um combate, Tônia? - Deixara sua última deixa, enquanto que após um rápido olhar, a garota então reconhecida como Tônia, voltava a fazer uma última careta para Winnie, na qual mostrava sua língua, e até mesmo fazia um gesto obsceno com sua mão. - O que acha, perdedora? - Finalizava, em tom claro de deboche. - A não ser que se sinta superior o suficiente para não aceitar o desafio... Ou talvez por que sabe que perderá.




Pokémon 1:
Normal
Pokémon 2:
Normal
Hold Item 1:
Dark Gem
Hold Item 2:
---
Trait 1:
Levitate
Trait 2:
Intimidate

lv17 Ichi


0/40
lv23 Fang


0/58
PvPzin da rapeize - Página 4 KoffingPvPzin da rapeize - Página 4 Growlithe
PvPzin da rapeize - Página 4 TeddiursaPvPzin da rapeize - Página 4 Meganium
lv28 Loki


5/71
lv38 Tyr


82/108
Trait 1:
Quick Feet
Trait 2:
Overgrow
Hold Item 1:
Groundium-Z
Hold Item 2:
Heat Rock
Pokémon 1:
-1 Atk
Pokémon 2:
-1 Atk

Campo: Descrição do campo de batalha e clima. SUNNY DAY ATIVADO ( 4/8 )

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 BfRwn6x
PRÊMIOS!:

PvPzin da rapeize - Página 4 SON6K6W

PvPzin da rapeize - Página 4 NlCiU1z

PvPzin da rapeize - Página 4 JiIZuVC

PvPzin da rapeize - Página 4 YivC9BEPvPzin da rapeize - Página 4 BZCxGBf
Matt
Matt
Designer

Designer

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Seth em Qua Nov 06 2019, 21:59


FORINA CITY
prologue: pacify her
OFF:
Como disse no discord, a Fang não aprende Heat Wave mess lvl não, na o Sludge pode substituir por Asssurance no Koffing.

Era claro que minha derrota estava decretada, e eu tinha plena noção disso, mesmo que tentasse atacar com mais força ambos os Pokémon da garota eram mais rápidos, e com isso me finalizaram sem demora; ainda assim, estava feliz com meu desempenho contra uma dupla tão forte e sabia que perder fazia parte do processo. Também, depois de perder tantas vezes ja nem me importo mais, quer dizer, eu gostava de ganhar mas a derrota para mim acontecia com bastante frequência, desde que iniciei minha jornada; felizmente, isso era algo que eu vinha mudando pouco a pouco. Cada batalha, cada troca, cada encontro, tudo era culminando para que eu pudesse me fortalecer pouco a pouco, garantir minha força de forma sofrida mas que com certeza valeria a pena no final. Com o pensamento la na frente, sequer vi quando os dois inimigos deram fim em meus Pokémon, sendo minha única reação a de retorna-los para suas devidas pokebolas.

Estranha mente, a moça de cabelos rodados começou a andar em minha direção e eu comecei a questionar o porque de tudo aquilo, se ela queria apenas uma batalha poderia ter pedido ao inves de meter dois Earthquake em mim, não? Bem, eu entendia o lado dela em desconfiar de mim já que também o fazia contra ela, e acreditava que não duraria muito tempo tendo em vista meu interesse anterior. - Muito observadora você. - Sorri com o canto da boca, disfarçando o cinismo por trás da frase. - Aceito a recompensa, contanto que ela seja ver eles dois derrotados. - Respondi ao fim, cruzando os braços e cedendo espaço para que ela fosse confrontar os garotos. Não queria, e não iria, me intrometer mais naquilo; ser um espectador tinha grandes vantagens e a principal delas era manter os meus outros bichinhos muito bem descansados.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 3bAneK9

THANKS KOIZITO
Seth
Seth
Especialista Poison I

Especialista Poison I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Victoria em Qua Nov 06 2019, 23:10



A batalha enfim acabava como os... previra numa segunda tentativa? Pois bem, cantar vitória da primeira vez não adiantara mas da segunda foi algo mais certo. A mão estendida fora bem recebida e logo mais o garoto me dava algumas palavras de incentivo. Continuaria minha missão: derrotaria aqueles dois mas, antes disso, uma pausa amigável, tentando reaver os nervos que haviam se queimado durante o processo de confusão:
- Eu sou Winnie - Comecei - Você é?!

Sei que é uma pergunta ampla, há muito o que se responder com um "você é?!", ele podia apenas responder destro ou homem, ao invés de dizer um nome, mas esperava, do fundo do coração, que não o fizesse. Este era a hora que eu me virava aos dois baderneiros que não cansavam de tagarelar em hipótese alguma:
- Eu conheço pessoas que fazem mal aos outros - Introduzi, num típico discurso justiceiro que eu tanto adoro mas que a maioria acha já demodê - Mas o sadismo nesse nível me enoja. É sentir prazer por absolutamente tudo que machuca e isso eu não suporto. Isso me da nojo.

Era fato que eu nunca suportara aquele tipo de vilão; o que não tem motivo. Sei que parece estúpido mas, quando pergunto "porque você fez isso?" gosto de ser respondida com uma razão descritível. Há uma empatia na racionalização. O caos a partir da perversão, a maldade pela maldade, era insustentável para meu senso moral e, por isso, não o deixaria assim. Larguei Eevee na linha de frente e dei a ele um presente que Nicholas deu a Loki; talvez ele ficasse com ciúmes mas o pequenino gostara muito da Z-Stone que ganhou. Além de que, ele estava tão machucado que preferi retomá-lo a esfera. Ao lado do Eevee florido pedi que Tyr se preparasse: ele entraria em outra luta.

OFF:
Lutando com Meganium e Eevee. Equipando Eviolite no Eevee mas não precisa editar na box, é só para essa luta mesmo. Equipando Power Anklet em Meganium também, mas não precisa editar na Box, é só por agora também.


Última edição por Victoria em Ter Nov 12 2019, 13:54, editado 1 vez(es)

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 W3d8a39
Victoria
Victoria
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Shianny em Qui Nov 14 2019, 19:58

off:
OI GENTE, estou belíssima assumindo essa rota aqui de vocês
Quero deixar pontuado duas coisas, só de lembrete: Ann, você só vai poder usar o Z-Move de novo na página 6, ok?
E... Eu resolvi interromper esse plot aqui e já, então não vou considerar alterados os hold itens, tudo certo? <:
Como é só o (meu) post inicial no meio da bagaceira, vou tentar manter ele simples, e depois dou mais atenção pra narração. Tentei ajudar também pra que o Seth e a Winnie se entendessem, espero que dê certo Q
Beijos, amo vocês.

A metamorfose no comportamento da menina, que até então se passava por vítima, era mais que repentina. Não apenas o deboche se carimbava com firmeza em suas palavras e ações, mas o desgosto de não possuir em mãos a oportunidade de assistir um pouco mais de pressão contra Schiller por parte de Freda era explícito em seu olhar. Foi exatamente esse último fato, aliás, o responsável por esfacelar entre seus dedos a encenação há pouco montada e, vendo essa situação, o rapaz que a acompanhava (não muito mais velho) logo se pôs ao seu lado para servir de auxílio contra a fortíssima treinadora que se punha contra a menina: Muito provavelmente não da melhor forma, porém, considerando que seu desafio foi o estopim para que a batalha se tornasse iminente.

— Você me dá nojo. — Retrucou a menina, com um riso embebido de sarcasmo. — O que que tu acha que é, alguma super heroína de quadrinhos? Madre Teresa de Cinnabar? — Debochou, enquanto os dedos pescavam uma brilhante esfera azulada entre os dedos. Parecia disposta a levar o combate em frente, mas o monstrinho dentro do objeto foi segurado mais um tempo quando a jovem enxergou a raposinha sendo arremessada em campo. — Um eevee?! Tu só pode tar de sacanagem! — Gargalhou, apoiando as mãos na barriga.

— Essa pateta só tá querendo fazer uma imagem, isso sim! — Acompanhou o garoto, com um riso esnobe. — Só tem um pokémon evoluído, o resto é tudo um bando de pigmeu banana! — Provocou. — Pena que o fracassado ali conseguiu ser ainda mais fracote que ela, e não deu nem pra gente se divertir... — Reclamou, apontando para o loiro há pouco derrotado. — Você devia ter vergonha de ser um treinador, pateta! — Foi o que gritou para Schiller, e o jovem Pelipper à sua frente guinchou e bateu as asas em concordância.

Tão absortos nas provocações estavam, entretanto, que não repararam na enorme figura que se aproximava por trás de ambos, mas que Winnie e Seth certamente perceberiam. Era um homem musculoso, altíssimo, de longos cabelos castanhos presos por um rabo de cavalo. Freda ainda se preocupava em começar a troca dos itens que seus companheiros seguravam quando o moreno apoiou com peso as mãos nos ombros das crianças, impondo pressão entre os dedos: Não o suficiente para machucar, mas com uma firmeza óbvia mesmo para quem apenas observava.

— Antônia Ferreira e Rômulo Silva, eu não acredito que vocês começaram essa palhaçada de novo. — Pronunciou-se, delatando enfim as identidades dos meninos, a voz soturna e uma chama de frustração cintilando em seu olhar. A zombaria que se seguia até então de repente murchou na garganta da dupla, e as expressões se modificaram para o susto inevitável, tal como digníssimas crianças pegas no flagra enquanto faziam travessuras. Quantas vezes eu já não conversei com vocês? — Questionou, os orbes castanhos focados nos menores com seriedade indescritível, tal como a que adornava suas feições.

— Eu... Quer dizer... — Balbuciou o menino, virando o rosto na direção do homem. Parecia incapaz de formular alguma desculpa rápida mas, bem, não foi preciso. Tônia, ou Antônia, tomou a frente, apontando de imediato para o até então parceiro:

— Não foi culpa minha! Foi ele quem me obrigou! — Afirmou, os ombros encolhidos diante da presença do adulto. Irônico, considerando o quão "saidinha" parecia até poucos segundos antes...

— Quê?! — Exclamou Rômulo, a atenção voltando para a companheira. — Tua bunda! Você quem me arrastou pra essa merda, se lascou com os caras e sobrou pra mim pra tu não apanhar, e agora tu vem com essa, sua retardada?! Vai se foder! — Berrou. Sua frustração, porém, foi contida com um aperto mais firme do homem não somente em seu ombro, como também no da menina.

— Eu não quero saber quem inventou. Eu já tinha avisado vocês. — Afirmou, o cenho franzido e os lábios curvados em resposta à patética cena montada pelas crianças. Com a mesma calmaria, as mãos se afrouxaram em seus ombros, e o homem tomou a frente ao caminhar na direção de Winnie e Schiller, a expressão finalmente se suavizando, embora o desânimo ainda fosse explícito em suas ações. — Eu sinto muito. Espero que esses dois não tenham causado muitos problemas pra vocês. — Pediu, esfregando o rosto com uma das mãos. — Se eles causaram algum prejuízo, por favor, me digam. Nós podemos resolver isso de maneira pacífica, tudo bem? — Pediu, o olhar pairando entre o casal de desconhecidos. — Meu nome é Fernando, inclusive. — Apresentou-se, aguardando então a reação que receberia em retorno. Parecia disposto a resolver a situação de uma vez por todas e, bem, certamente era mais educado que os mais novos atrás dele...

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
PvPzin da rapeize - Página 4 Zeu0QEE
Awards:

PvPzin da rapeize - Página 4 X8CiA0c
PvPzin da rapeize - Página 4 AmfIeHk
PvPzin da rapeize - Página 4 S0VhG2V
PvPzin da rapeize - Página 4 A8MPG3J

PvPzin da rapeize - Página 4 WVpeL22

PvPzin da rapeize - Página 4 2pH6RHk

PvPzin da rapeize - Página 4 WL5BZPt

PvPzin da rapeize - Página 4 DqszD3a

PvPzin da rapeize - Página 4 Bwv3ggV
PvPzin da rapeize - Página 4 NzcamXa
PvPzin da rapeize - Página 4 QdG0v0p
PvPzin da rapeize - Página 4 IpH0IzM
Shianny
Shianny
Ace Trainer I

Ace Trainer I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Seth em Sex Nov 15 2019, 04:51


FORINA CITY
prologue: pacify her
OFF:
Poxa olha o amor da minha vida vulgo melhor narradora do fórum vulgo escritora do ano vulgo staffer do ano vulgo princesa de fortal <3

Sem qualquer outro ato, deixei que a rosinha cuidasse dos dois abençoados que haviam causados tantos problemas para mim e para ela, mas ela parecia tão interessada quanto eu em manter uma futura amizade entre nós, e isso ficou claro com sua apresentação repentina e logo antes de atacar com sua raposa e seu dinossauro. – Seth. – Pronunciei, com tom neutro e acenando com a cabeça para menir um cumprimento; um pequeno sorriso desabrochava no canto de meus lábios, como se estivesse feliz com tudo que acontecera, até mesmo a derrota de seus dois monstrinhos. E realmente estava. Lutar com ela só havia trago vantagens e tinha consciência de que mais poderia vir, ela realmente era uma treinadora forte, e isso significava tanto Pokémon fortes para trocas, quanto TMs e outros itens que eu poderia me aproveitar um pouco; é claro, sabia que não seria de graça, mas já tinha alguns artefatos em mente que poderia oferecer em troca de uma ajuda simples.

De qualquer forma, não tive tanto tempo para admira-la batalhando mais uma vez; as crianças zombaram de nós um pouco mais de tempo, consumindo o que poderia ser dedicado ao combate, e logo em seguida, seu pai apareceu. Uma figura alta com um rabo de cavalo tanto quanto estranho e, bem, bem forte; naquele momento, soube que não haveria mais 2x2 algum. Winnie não deveria querer arranjar encrenca com um cara daquele tamanho, ainda mais com as crianças dele ao lado, mas não poderia garantir o mesmo pensamento vindo dele. Por sorte, o homem era bastante calmo e aparentava realmente envergonhado pelo que suas crianças causaram; se fosse o Seth de um ano atrás, provavelmente brigaria com ele, não deixaria barato o desafiando para uma batalha e perderia feio. Mas, felizmente, o novo Seth sabia pensar, e não seria idiota para cair nisso; do contrário, tomei a iniciativa de me colocar ao lado da minha mais nova futura companheira, e encarar o homem com olhos suaves, quase caindo durante o processo.

– Que isso, eles não causaram nada demais. Tentaram me eletrocutar? Tentaram. Tentaram me fazer sair como vilão? Também; mas pegue leve com as crianças. – Um grande e falso sorriso tomou conta de minha feição, fazendo com que eu fechasse os olhinhos durante o ato e parecesse bem mais cínico do que era de costume. Virei-me para a garota, lançando uma encarada que buscava traduzir meu sentimento de: não vamos arranjar briga com esse babaca, fica suave. Esperava que tivesse conseguido convence-la, e mais importante, que as crianças não fizessem a cabeça do grandalhão contra nós.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 3bAneK9

THANKS KOIZITO
Seth
Seth
Especialista Poison I

Especialista Poison I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Victoria em Sex Nov 15 2019, 12:37


A figura cortara minha euforia-patológica como uma Faca do Chef 42 cm, PRO Zwilling, de cabo preto. Pois é; sabe aquela galera que diz que o importante é o faqueiro e não a faca? Completamente errado. Facas boas de fato cortam sozinhas, não precisam de mãos. Pois bem; aquele homem era uma faca que não precisava de mãos. Cortara tudo: meu clima, o dos garotos e até mesmo o mal-estar de Seth parecia ter sumido. Ao lugar do meu sentimento de asco veio aquilo de mais óbvio; uma risada. Eu não queria desrespeitá-los mas eu não conseguiria conter a risada! Por dentro daquela capa de chuva amarelada saiu o som guinchado de um riso sincero. Sempre soube que não tinha a melhor risada do mundo: eu puxava o ar num agudo irritante e soltava camadas e sons sem sentido. Ora ou outra eu interlaçava o puxar com o assoprar e me confundia toda, até mesmo um soluço baixo saia ao meio disso. Ok, não era uma risada icônica; infelizmente eu não roncava como um porquinho ou soluçava como um sapo, talvez por isso, ela era irritante e pouco interessante.

Ri... ri por tanto tempo que meu abdômen já não aguentava mais! Encolhi-me para frente - como quem flexiona para não doer -, apoiei os braços sobre meu joelho e sustentei todo o meu peso ali, tirando do tórax esse papel: agora meu maior dorso & torso se responsabilizava apenas por rir! Esta sim, companheiros, é uma tarefa complicada. Minha bochecha já doía e eu não conseguia parar! Por um momento ordenei ao meu cérebro "pare agora" e ele me ouviu... por alguns segundos. Cheguei a respirar fundo, ficar ereta novamente e, após o fim da contagem regressiva que minha mente esquisita fizera, voltei a rir. O ar saiu como um vazar; o vento do riso escapava pelos meus lábios fechados - porém frouxos - e eu ainda não estava pronta para parar rir.

Loki estava na esfera mas, caso não estivesse, sem dúvidas se preocuparia comigo. Eevee me encarara com um olhar confuso e Tyr tinha certeza de que eu estava só sentindo-demais mais uma vez. O olhar de Meganium era um corte tão forte quanto o do pai dos garotos; seus olhos baixos e cantos dos lábios apontados para baixo demonstrava vergonha. "Era está minha treinadora mesmo?", se perguntava o pokemon. Era óbvio que não era uma decepção severa; não me julgara menos apta para tal mas as vezes, só as vezes, Tyr se pergunta como foi parar ali. Era nestas horas que um "tsk, tsk, tsk" vinha a tona, como quem dizia: você não tem jeito.

Acho que o desagradar da pokemon foi meu melhor remédio; veja só, Meganium está comigo desde sempre, é sempre animado e divertido e para ele tudo está bom. Se minha atitude parecia indevida é porque de fato eu exagerara. Nesta hora senti vergonha; quanto tempo passei rindo? Não sei ao certo; provável minutos poucos mas para mim pareciam horas! Quando dei por mim da real situação corei por completo! Isso deixara Eevee ainda mais confuso. Seu olhar se tornara penoso e o pokemon agora já parecia com pena de mim. Aproximara-se da minha perna e, em um esfregar gracioso tentou me animar. Era engraçado porque desanimo não era bem o que eu sentia; eu devia portar-me melhor. Deixei que a conversa toda rolasse com minha risada de plano de fundo e, ao ouvir a resposta de Seth, quis acrescentar algo nela, como quem adiciona um elemento à uma receita já especial:

- E quebrou o centro da cidade toda - Fora esta a questão primordial que quis falar; minha timidez pós risada me fizera falar baixo, talvez se tornasse inaudível para os três opostos mas tenho certeza que meu então aliado ouviu. Numa consciência póstuma, decidi aumentar o tom de voz desta vez. Aquela frase havia morrido sem nem ecoar! Ainda que falasse meio agarrando na garganta, tentei ser clara na minha ideia - Acho que vocês ao menos deveriam ir ao Centro Pokemon pedir desculpas. No caminho você vai ver o estrago que causou. Eu mesma não quero nada de ti; só quero treinar meus pokemons em paz.

Esta última frase era chave; porque eu estava treinando neste clima? Não há Netflix e Chocolate Quente em algum leito do Centro Pokemon? Dei por mim algo que já se tornara um fato sem eu nem mesmo refletir: estava me preparando para ir atrás de Nicholas! O garoto ainda não me acionara em nenhum meio de comunicação. Ainda que fosse, não iria com meu time enfraquecido. Tendo isto em mente desde o princípio, eu precisava sair dali e treinar. Olhei para Seth e encarei-o como quem dizia com o olhar "vamos voltar logo". Minha ideia era retomar ao centro antes que algo mais esquisito acontecesse.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 W3d8a39
Victoria
Victoria
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Seth em Sex Nov 15 2019, 14:07


FORINA CITY
prologue: pacify her
 Meu olhar se mantinha em Winnie, esperando sua reação, não sabia se ela seria idiota o suficiente para desafiar todos ali para um batalha, mas era o que parecia; pelo que havia entendido, ela havia me atacado apenas para conseguir uma batalha, provavelmente queria treinar alguém, e agora não seria diferente com aquela dupla (Eevee e Meganium). Talvez ela só desafiasse o grandão e depois derrotasse ambos, como um verdadeiro berserker, atacando tudo e todos só para conseguir treinar seu Pokémon, e quem sabe isso até se virasse contra mim; me lembrava de todas as vezes que eu achei estar bem, e que a situação tomou um rumo onde eu me fudi no final. Quer dizer, todas as vezes que eu tentei fazer algo, né.

Ao contrário de qualquer uma das minhas expectativas, a garota começou a... rir. Mas não foi pouco, ela gargalhava, sem conseguir parar e fazendo sons irritantes durante o processo; eu estava quase dando um soco nela, mas minhas orbes levaram meu rosto a se virar para o homem, tentando interpretar sua reação e esperando que aquilo não o desrespeitasse. Devo admitir, ele parecia tão confuso quanto eu, e isso era refletido até mesmo nos rostos das duas crianças que o acompanhavam, o que ainda assim era melhor do que a linha do tempo onde ele ficava completamente puto e varria o chão com nossos Pokémon. Aos poucos a garota foi tomando vergonha e ficando corada, logo interrompendo a risada, e eu sentia por ela; odiava quando só eu achava graça das coisas e crises de riso não eram tão frequentes para mim, mas já aconteceram e também eram horríveis. Respirei fundo, coçando a nuca e pensando no que falar para nos tirar da circunstancia embaraçosa, mas Winnie já fez isso por conta própria e começou a falar como uma pessoa normal falaria; iria apenas completar para que pudesse sair dali o mais rápido possível e nos livrar deles.

- Bom... – Meu braço passou pelo pescoço da garota, abraçando-a e fazendo um aceno rápido com a mão livre. – Podemos ir, não nos deve nada. – Sorri de forma falsa uma vez mais e virei com a garota ainda em meu braço, começando a caminhar com ela para longe dali, até virarmos num beco qualquer e eu finalmente a soltar. Nesse momento eu notei o quanto não gostava mais de garotas, mas ainda era algo a se pensar; assim que me desvencilhei, fiquei frente a frente com ela, tirando a capa de chuva que não se fazia mais necessária visto o cessante da trovoada de antes. – Crises de riso são frequentes com você? – Questionei, erguendo uma sobrancelha e colocando as mãos nos bolsos da calça enquanto analisava a garota de cima a baixo mas de uma forma discreta.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 3bAneK9

THANKS KOIZITO
Seth
Seth
Especialista Poison I

Especialista Poison I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Shianny em Sex Nov 15 2019, 20:39

off:
Awwww, assim eu fico sem jeito <333

Se por um lado a presença do homem se tornara uma âncora em cima do comportamento atrevido das crianças, a reação que de algum jeito arrancaram de Freda fizera o mesmo com todos os presentes. O olhar desanimado de Fernando se metamorfoseou de maneira quase brusca, esvaindo-se do desânimo e mergulhando de cabeça em uma aura surpresa que não existia antes e que explicitava acima de tudo a maneira como a moça o havia pego desprevenido. Seus orbes escuros passearam pela jovem de cabelos róseos enquanto esta se contorcia e retorcia em guinchos sem fôlego que talvez se aproximassem bastante de uma foca asmática: Até mesmo o jeito repentinamente retraído das crianças se estilhaçou em resposta à tão inesperada reação, destruindo por completo o fio da meada do trio em relação às palavras anteriormente ditas por Schiller.

— Que merda é essa? — A menina perguntou, franzindo o cenho numa expressão confusa. — Ela tá parecendo aqueles brinquedo de apito quebrado! — Exclamou, embora prontamente repreendida pelo homem à frente.

— Mano, ela tá morrendo! Alguém chama uma ambulância! — Disparou o menino, levando as mãos aos cabelos e os bagunçando, em um ato que beirava pânico. — A gente matou ela? Não foi isso, né? — Perguntou, virando o rosto para a (aparentemente) irmã, que se limitou em responder com um dar de ombros e um "ué, eu sei lá".

A reação do mais velho, entretanto, foi diferente. Ainda que inicialmente sua feição se mesclasse entre a surpresa e até mesmo o estranhamento, a duração prolongada das gargalhadas escandalosas e grasnadas de Winnie vagarosamente atiçaram a sombra de um sorriso divertido entre seus lábios, o qual o fisiculturista se deu ao luxo de ocultar parcialmente com uma das mãos ao apoiá-la sobre a parte inferior do rosto. Era o único, porém: Mesmo os pokémons da menina pareciam julgá-la, fato que levou ao estopim do "retomar de rédeas" de seu controle e, como prova principal, a treinadora não se demorou em retornar ao assunto interrompido.

— ... ..Ah! — Exclamou, apertando as pálpebras uma vez e retirando a mão da frente do rosto, ainda que com um pouco de dificuldade de controlar a curvatura labial. — Então, eu... — Começou. O rapaz precisou de um segundo, entretanto, para se dar ao luxo de uma respiração profunda na tentativa de reorganizar os próprios pensamentos. — ...Você quer treinar? — Perguntou, de repente, quando reparou que Schiller já se movimentava para escoltar a menina dali. — Veja bem, eu vou tentar resolver as coisas que... — Voltou de leve o rosto para o lado, encarando as crianças de rabo de olho, antes de voltar a atenção para o casal. — ...esses dois aprontaram. Mas, acho que você também foi atrapalhada, certo? — Observou. — Não é muito, mas o mínimo que posso oferecer pra você é uma batalha, se tiver interesse. — Sugeriu, esfregando de leve um dos braços com a mão. — ...Você também, se quiser. — Comentou por fim, o olhar passeando brevemente por Seth.

Era uma oferta simples mas, de qualquer jeito, estava de pé.
O que a dupla decidiria?

_________________
O amanhã é efeito de seus atos. Se você se arrepender de tudo que fez hoje, como viverá o amanhã?
PvPzin da rapeize - Página 4 Zeu0QEE
Awards:

PvPzin da rapeize - Página 4 X8CiA0c
PvPzin da rapeize - Página 4 AmfIeHk
PvPzin da rapeize - Página 4 S0VhG2V
PvPzin da rapeize - Página 4 A8MPG3J

PvPzin da rapeize - Página 4 WVpeL22

PvPzin da rapeize - Página 4 2pH6RHk

PvPzin da rapeize - Página 4 WL5BZPt

PvPzin da rapeize - Página 4 DqszD3a

PvPzin da rapeize - Página 4 Bwv3ggV
PvPzin da rapeize - Página 4 NzcamXa
PvPzin da rapeize - Página 4 QdG0v0p
PvPzin da rapeize - Página 4 IpH0IzM
Shianny
Shianny
Ace Trainer I

Ace Trainer I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Victoria em Sex Nov 15 2019, 21:02


Devo admitir: muito provavelmente meu ataque de riso me fizera perder algo de importante. Eu sabia das ofensas dos dois jovenzinhos e não me importara mas... quando foi que aquele homem cresceu tanto? Sinceramente, não lembrava-me do tamanho de seus músculos e muito menos daquele rabo de cavalo enorme.  Talvez por isso tive coragem de falar como falei! Mal conhecia Seth mas estava certa de que, desta vez, ele fora muito mais sensato que eu. Meu pedido soara bem mais um desafio do que uma reconciliação! Talvez toda essa adrenalina me deixara doida; é Teddiursa me perturbando o dia todo, é Nicholas indo embora nessa chuva infernal, é vandalismo, é  batalha.... é menino com capa de chuva amarela pedindo socorro. Sei lá, cansei! Oh deus, não posso explodir aqui. Tenho que consertar meu pedido indevido, antes que uma batalha termine em socos e nocautes pessoais.

Abriria a boca sem nem ter esboçado um discurso em mente se não fosse por Seth! Oh, existe um detalhe que eu não contara até então: demorei absorver toda aquela história e, quando enfim aconteceu, tive um insight bastante feliz, ele não era meu inimigo e eu devia-lhe desculpas! Tanto não era que provou suas virtudes; entendeu meu olhar desesperado e, num misto de pressa, preocupação e medo, trouxe-me com ele para uma corrida. Essa era a deixa certa para sair desse tal problema! Oh, obrigada por isso, rapaz! Deixei que ele me levasse pelos ombros e, caminhando em direção ao fim do ato, disse de costas, com a cabeça virada para o lado direito, como quem fala sobre o ombro, alto e claro, para ser ouvido:
- Ah, quer saber? Deixa para lá! Não precisa não moço, estamos de saída - Disse, com um risinho completamente sem graça - Foi bom te conhecer, ta?! Fica pra próxima.

Esse era o fim? Esperava que sim. Era meu desejo pós-surto sair daquele lugar e Seth o realizara para mim. Fora só ao me dar conta disso que voltei à mim. Tyr vinha atrás de nós e Eevee continuava emaranhado em minha perna, como um pompom enxercado que grudara no meu corpo. Olhei para baixo e para trás, me certificando de suas presenças; feito isso olhei para a esquerda, no intuito de encontrar o rosto do meu novo aliado:
- Obrigada por isso e...... acho que te devo algumas desculpas, né?! - Introduzi a ele - Interpretei completamente errado. Me perdoa por isso... vamos ao centro pokemons? Acho que lá podemos conversar melhor. Eu ando meio preocupada, isso não me faz agir igual gente normal. Ah e... não, não é comum. Eu juro que não é comum essas crises! - Emendava uma resposta na outra, o que só demonstrava minha ansiedade patológica de resolver tudo de uma vez. Felizmente desta vez não troquei os pés pelas mãos e não atropelei nada, nem ninguém.

Esperava caminhar consigo até o centro sem mais problemas. Talvez Seth quisesse parar e batalhar mas eu realmente acreditava que esta não era sua intenção; se fosse, que me falasse. Eu voltaria e lutaria ao seu lado.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 W3d8a39
Victoria
Victoria
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Seth em Sab Nov 16 2019, 01:29


FORINA CITY
prologue: pacify her
Era no mínimo estranho toda a situação, o rapaz aleatoriamente demonstrou interesse por nós e queria batalha contra ambos pra compensar nossa “perda”; não ficaria ali, nem fudendo. Da última vez que me aproximei de mais de um cara fortão num beco eu levei uma pedrada; saudades Mr. Abe. Eu levantei uma sobrancelha quando ele nos interrompeu e estava torcendo para que Winnie não decidisse voltar la para lutar com ele; estava com sorte, e aparentemente ela estava na minha. Depois de nos certificarmos que ele não havia nos seguido, ela me respondeu, finalmente.

- Talvez... – Dei de ombros, passando a mão por meus cabelos molhados, arrumando de uma forma bagunçada. Ela parecia cada vez mais traumatizada com a situação, quase como se o homem a tivesse deixado hipnotizada, mas eu estava tranquilo quanto a isso; já lidara com gente pior e ainda mais maluca que uma garota de cabelo rosa que da risada da cara de um grandalhão. – Centro Pokémon? Com aquele doido a solta? Me parece uma ótima ideia. – Sorri ao final, quase rindo, mas me contendo. – Olhei uma vez mais para o lado de fora do beco e constatei nossa solitude, para puxar a garota e começarmos a caminhar uma vez mais. – Você me parece interessante, Winnie... – Meu tom de voz era explicitamente de interesse, mas não de forma sexual, apenas mantendo uma curiosidade sobre a menina.

Andávamos de forma calma, não muito lento para garantir que o doido não nos notaria, mas também sem correr; o sol do golpe de Meganium estava prestes a desaparecer, o que significava que não tínhamos tanto tempo sem chuva, mas para nossa sorte estávamos mais próximos do que parecia, e a algumas ruas de distância era possível avistar a lateral do prédio avermelhado. Não disse uma outra palavra, mesmo sobre o meu próprio comentário de antes, e assim me contive como o “misterioso”, que era uma reputação que eu considerava extremamente necessária para um Rocket; quem sabe se fosse mais discreto, teria evitado muita merda na minha jornada. Depois de alguns minutos em silencio, adentramos o local que já se recuperava do apagão e voltava a funcionar, pouco a pouco (apagão este que eu sequer sabia da existência, até agora); me sentei com a garota em uma das mesas do café dali, buscando conhece-la melhor, mesmo que não pudéssemos ficar ali muito tempo.

- É aqui a parte que eu te roubo? – Franzi o cenho, caindo em uma risada tanto quanto estranha e parando aos poucos.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 3bAneK9

THANKS KOIZITO
Seth
Seth
Especialista Poison I

Especialista Poison I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Victoria em Sab Nov 16 2019, 02:03


A resposta do rapaz se tornara quase que uma campainha para mim; fui forçada ir até a porta de entrada, encarar, re-descobrir e reconhecer a face daquela figura enigmática. Era neste exato momento que lhe ilustrava o rosto; o momento que olhava e de fato via. Sua pele ainda mais pálida que a minha e as pequenas olheiras por baixo de seus olhos emolduravam uma profundidade assustadora. Olhá-lo me sugava para dentro de si por um tempo imensurável; pouco de fato porém muito para mim. Os instantes que gastei contemplando as marcas da idade e descobrindo que o rapaz era mais novo que eu me custou quase que eternidades de tempo-atemporal. Tão alto e com uma rouquidão tão gostosa! Oh; a cada ponto que olho encontro um contraste ainda mais bizarro e atraente.

Passaram-se alguns segundos mas meu julgamento levara décadas luz para ser processado: Seth era estupidamente bonito para mim. Óbvio que não afirmo nada disto por uma questão sexual! Longe de mim sentir atração por um rosto que estampava adolescência, ainda assim preciso registrar aqui a combinação contrastada de seu moletom encharcado, seu corpo já lapidado e rosto pálido-até-demais. O sorriso sombrio caíra nele como uma luva e, de dentro do obscuro moletom, o garoto se fazia entender como ninguém! Aos poucos eu conseguia imaginar e projetar que interesse era este que o rapaz tinha por mim.

Não sou nova na estrada e talvez por isso conheça esta expressão melhor que ninguém: Seth queria algo de mim e era sobre pokemons. Melhor que isto, ele parecia saber que não me ganharia em hipótese alguma e, por isso, achou que a melhor razão era negociar. De fato achou certo; me poupa tempo e energia e... bem, minha moral e consciência não lhe permitiria ir para longe sem receber nada de mim. Fora assim que solucionei - em minha cabeça veloz-demais - o interesse do rapaz. Assenti com a cabeça sua expressão, sabendo exatamente o que ele queria dizer com isso. Acompanhei-o calada; ele até cogitou que o golpe de Tyr fosse acabar numa hora próxima mas errou por pouco, o Heat Rock em seu pescoço prolongou os raios por mais um tantinho e o caminho até o centro fora bastante tranquilo.

Da entrada até o café fora tudo no piloto automático. Tão automatizado e repetitivo que já não posso mais descrever a vocês como houve; apenas tomei consciência quando já estava ali, com a xícara na mão e um aliado à frente. Sua frase fora no mínimo curiosa; era claramente uma piada e não deixaria por menos que isto:
- Pode ser, se você não se importar de sair com todos os seus pokemons nocauteados e sem nada para compensar - Parecia ríspido para mim; tornou-se costume meu cantar vitória sobre Seth?! Era óbvio que não achava que seria tão fácil assim, mesmo assim o tom brincalhão me permitiu exagerar - Vai... diz ai... o que tu quer de mim?

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 W3d8a39
Victoria
Victoria
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Seth em Sab Nov 16 2019, 03:04


FORINA CITY
prologue: pacify her
Meus olhos acompanhavam cada movimento da garota como um Mandibuzz caçando carniça, realmente atento a sua presa e gravando todos os detalhes antes de abocanhar; podia ser feio para outras pessoas serem comparadas a um Pokémon tão “repugnante”, mas eu admirava tão fortemente a Pokémon urubu, que aquilo para mim era de fato um elogio NEVER FORGET MANDY. Winnie parecia fazer o mesmo comigo, deixando olhares longos sobre meu rosto e meu corpo, buscando sinais que poderiam sabe-se lá o que, gravar meus atos? Ela parecia ser o tipo de pessoa que realmente pensava antes de agir e eu não buscava julgá-la pelo que acontecera anteriormente, de fato não estava na sua melhor fase e com certeza era bem mais esperta do que alguém que ria na cara de outras pessoas sem sentido. A cada segundo eu considerava ser mais interessante estar com ela, talvez pudéssemos formar uma dupla, mas não como um romance, mais como algo mais... costurado a mão.

Por um segundo eu achei que conseguiria trata-la como fazia com os outros que realmente havia passado a perna anteriormente, mas num passe de mágica nada aparente, eu sabia que ela tinha certeza de meus planos; eu queria muito convence-la, afinal eu não costumava andar de mãos vazias e muito menos saia de situações sem algo em troca. Sem dúvidas minha lábia estava em cheque ali, e tudo dependia da maneira como eu prosseguiria com nosso papo. – Você não seria tão rápida... – Minha mão passeou pela mesa até alcançar a dela e desenhar o formato de seus dedos com o indicador. – Me acusando assim, sem nem me levar para jantar? – Afastei meu corpo e soltei outra gargalhada sinistra e rouca, arrumando meu cabelo (que agora estava mais seco) para o lado novamente. – Digamos que você tenha algo que eu possa querer, mas ainda não sei se quero.

Meus olhos vermelhos naturais encararam o rosto pálido da garota, quase sem vida pelo frio da chuva, mas ainda rosado por um rubor natural; seus traços do rosto eram perfeitamente desenhados e simétricos, quase que esculpidos. Eu podia jurar que vi um sorriso passar pelo rosto da garota, mas mantive o meu estático de uma forma maníaco-comum, para mim; minha mão foi até meu bolso e eu retirei uma certa quantia de dinheiro que coloquei sobre a mesa de forma discreta. 1500 PK$, para ser exato. – Eu tenho isso aqui, para você, se você tiver algo que eu quero e me deixar usar alguns de seus CDs... – Segurei mais firme a grana abaixo de meu palmo e trouxe um pouco mais a perto também. – Nada demais, como pode ver. Mas tem um porém. – Minha voz tornou-se ainda mais rouca, e eu desfiz o sorriso que habitava meus lábios antes. – Eu fiquei sabendo de uma sociedade... algo como um grupo de pessoas que se uniram para se ajudarem e tornar-se mais fortes juntos. Eu quero estar nela. – Eu falava de forma ríspida, mas sedutora, como quem quisesse demonstrar a seriedade do assunto, mas ainda assim deixar meu charme encanta-la. De certo não era tarefa fácil, mas eu confiava em meus próprios talentos.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 3bAneK9

THANKS KOIZITO
Seth
Seth
Especialista Poison I

Especialista Poison I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Victoria em Sab Nov 16 2019, 03:40


Meu olhar saíra do rosto de Seth assim que mais uma risada cortou a conversa; para alguém que me criticara outrora, o garoto ria bastante até. Talvez sua crítica fosse mais empática do que pensei; até sugerira um tom de empatia ao fazê-la mas agora... bem, agora eu entendo que a risada seja um elemento importante para ele.

Corri meus olhos sobre suas mãos e seu desenho não fora entendido de imediato; está ele apenas ilustrando coisa qualquer? Levei um tempo para matutar, em minha mente nada visual, que aquilo seria um apontar de dedos e, se tivesse prestado mais atenção em sua fala à posteriori, teria entendido sem mais problemas o que queria dizer.
- Eu tenho quem seja por mim - Respondi de início, me referindo à velocidade que o rapaz questionara. Deixei que o continuasse e, só ao fim de tudo voltei a falar - Acredito que também não saiba se tenho... né?! - Respondi, finalizei o primeiro bloco de diálogos.

Antes da finalização o dito fora recebido por mim com um sorriso lateral, junto de um morder de lábio inferior rápido; meu rosto condizia com um breve "xiii... lá vem". Talvez pudesse parecer algum tipo de nervosismo mas não era! O desacelerar do adolescente me fizera acalmar bastante os nervos e agora tudo vinha muito mais claro a mim! Aquele olhar era o complacente que já espera se arrepender pela decisão antes mesmo de tomá-la. Estava certa de que, em algum momento, eu me daria mal.

Negociações nunca foi algo que eu dominei; nunca fiz questão também. De uma forma muito estranha aprendi a vida nômade por meio de luta e muita resistência; nunca fui de pechinchar ou correr atrás de alternativas mais... capitalistas? Acho que posso chamar assim. Nunca capitalizei de fato! Não sou boa em dar-para-receber e muito menos negociar isto! Veja bem senhores; para uma menina sem experiência, mil e quinhentos pokedólares e um CD parecia mais que o suficiente para emprestar seja lá o que ele quisesse! É claro que aceitaria isto! Levantei minha mão esquerda num reflexo rápido e num ritmo diminuto levei-a até as mãos de Seth. Repousei ali por míseros milésimos até completar o ato simbólico; com o dedo anelar desenhei-lhe o esboço do seu dedo indicador, projetando-se para mim:

- Acho que posso fazer isso por ti - Meu esboço terminara e o refiz, num loop de duas ou três voltas. Ao fim destas, tirei a mão rapidamente da mesa e agarrei minha bolsa. Meus TMs sempre estavam de fácil acesso - Imagino que isso seja suficiente para você. Tanta gente vem me procurar por isso que já ando me acostumando.
A bolsa de CDs que revelava não era uma bolsa qualquer; era possivelmente a maior que Seth já vira na vida. Sei que tenho CDs demais; alguns até penso em vender mas... eu tenho um apreço e história com cada um, confesso que é difícil me desprender. Bem... os CDs já estavam resolvidos, eu podia brincar com o tema central:

- Ouviu falar da Circulus? Porque se foi dela queria saber como soube da gente - Talvez esta fosse a pergunta central para continuar minha relação com ele; eu sabia que a Circulus havia sido acionada para tratar de assuntos com grupos de guardas e clandestinos. Seth estaria se referindo a isso?! Eu não havia como saber sem perguntar-lhe! E veja bem; o seu pedido caíra a mim como um balançar de ombros inútil, eu já pretendia chamá-lo de qualquer jeito para integrar à CV. Agora meu convite estava à prova: Seth passaria por isso?

Meu posicionamento na mesa mudou: agora meus ombros se projetavam para frente e eu apoiava o torso do corpo no móvel, com o antebraço deitado e cotovelo bem pressionado. Olhava-o nos olhos e me aproximava devagar, com um semblante brilhoso e manso, completamente transparente; menos investigativo e mais presente. Completamente curiosa. Reparei na expansão desnecessária que minha aura sofreu; eu e Seth acabamos por tomar espaço demais naquela sala! Quase todos os clientes olhavam para gente hora ou outra e só agora dei por mim! Fora num embalo que decidi levantar. A mão direita agarrava a bolseta de Técnicas e Golpes, já a esquerda convidava Seth para vir comigo até o campo de treinamento:
- Não da para botar nosso time para fora aqui, nesse café.

O caminho até o campo podia não ser longo mas certamente passava por uma máquina de cura; usaria-a para restaurar meus dois pokemons feridos: Loki e Tyr. Saí dali para que o rapaz pudesse falar mais livremente; haviam coisas que talvez não devessem ser ouvidas por cidadãos comuns. Principalmente sobre o alarmante caso de Chuvas Torrenciais no Monte Pyre.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 W3d8a39
Victoria
Victoria
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Seth em Dom Nov 17 2019, 12:50


FORINA CITY
prologue: pacify her
Winnie parecia cada vez mais interessada no que eu havia a oferecer, tanto física quanto emocionalmente e isso estava explicito no olhar que ela direcionava a mim, como quem tentava decifrar uma obra de arte na parede do Louvre; e não, não era me superestimar ao comparar com uma pintura. Eu realmente me achava bastante profundo, e nem era tão coisa de adolescente, depois de passar por tanta coisa, não tinha como ser uma pessoa rasa, certo? Bem, até tinha, e eu sou em alguns momentos, mas na maior parte do tempo profundidade era algo que eu entendia e expressava bem (tome a peça como exemplo). Rápida como uma faca, ela retrucava tudo que eu dizia, como quem realmente entendesse o tamanho de minha intenção ali, o que eu não duvidava; como pensei antes, ela era inteligente e sua astúcia se mostrava mais presente a cada segundo de conversa. Deixei as retrucadas de sua parte no ar, apenas para manter a curiosidade ativa.

Quando notei o olhar dela sob as notas e sua reação de imitar meu movimento, eu soube que aquela presa era minha e que poderia dar o bote sem medo de fuga; talvez ela não fosse tão esperta quanto eu pensava, mas era o suficiente para aceitar e reconhecer que aquilo era uma ótima oferta. Conforme ela tirava a bolsa e a colocava sobre a mesa eu senti meus próprios olhos brilharem; aquela era definitivamente a maior quantidade de cds que eu já vi junto na vida e devo admitir que ela me tinha completamente em mãos naquele momento. Deixando o sorriso desbocado aparecer no lugar do discreto e malicioso, eu já estava pronto para fechar qualquer negócio que ela oferecesse, mas ela voltou-se ao assunto que eu não queria discutir, a sociedade, e havia um simples motivo para isso: eu menti. Não fazia ideia de que ela realmente pertencia a uma, mas ouvi boatos de que realmente treinadores se uniam agora em grandes grupos de 15 a 20 pessoas e que até mesmo alguns membros da organização estavam infiltrados entre elas; eu tinha de fato o objetivo de ficar mais forte com a ajuda de outras pessoas, mas se pudesse usar aquilo a favor dos Rockets, seria ainda melhor. Mesmo eu mentindo e “jogando o verde”, ela caiu como um patinho e até mesmo me falou o nome da guilda; obrigado por facilitar minha vida Winnie, de verdade. – Eu tenho contatos. – Foi a única coisa que respondi antes de ser interrompido uma vez mais por ela.

Era claro que a essa altura ela já estava muito mais interessada em mim do que o contrário, mas sabia que ainda tiraria bastante proveito da situação, como pudesse; coisas assim chamavam a atenção e pela reação da garota, ela também já havia notado que não poderíamos ficar ali sem revelar coisas que não eram para serem reveladas a pessoas não apropriadas, e numa movimentação mútua, levantamos e começamos a caminhar para fora do local (passando para curar os Pokémon com a enfermeira antes, é claro); não era nada longe o campo que todo Centro Pokémon oferecia para os viajantes, e em poucos minutos estavámos do lado de fora, atrás do prédio vermelho encarando as nuvens acinzentadas que vinham do Pyre.

Sentei-me num dos bancos que havia ali, esperando que ela fizesse o mesmo, e eu pudesse voltar a lhe oferecer o dinheiro de forma discreta, como antes. – Imagino que isso seja suficiente para os TMs... e alguma adição a minha equipe. – Com essa frase eu setava o que seria a troca definitiva, e o que eu havia planejado de inicio: os CDs e um ovo pelos 1500 pokédolares. Não era muito, mas de certo o suficiente para que ambos saíssemos felizes desse encontro. – Imagino que tenha alguns bem poderosos com você. Ou algum que eu realmente goste. – Dei de ombros, apenas completando para que ela entendesse que ela precisaria de uma contraproposta para fechar negócio, e que ela envolvia nomes de Pokémon que ela poderia me oferecer. Não seria tarefa difícil a de trabalhar com Winnie, e isso estava se mostrando cada vez mais vantajoso.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 3bAneK9

THANKS KOIZITO
Seth
Seth
Especialista Poison I

Especialista Poison I

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Victoria em Dom Nov 17 2019, 18:52


Seth tinha... contatos?! Que resposta mais genérica; quem não tem? Porque diabos um adolescente se faz tão misterioso? Era horrível continuar aquela conversa sem saber o que ele sabia ou não! Era quase que pisar em ovos; era impossível ter certeza do que eu deveria ou não falar. Ele podia ao menos ter falado "jornais" ou "internet"! Contato pode ser até mesmo um adversário ou concorrente. Oh deus, esse menino não sabe mesmo tirar informação de alguém...

Franzi o cenho enquanto ouvia sua resposta veloz (e suspeita) e seu mudar de assunto repentino. Ele queria algo de mim e... esse algo não era informação; ele não demonstrara tanto interesse assim no ponto sobre sociedade (que ele mesmo levantara!) e isto por si só se tornara um grande embaralhar para mim: tu se importa ou não com isso, Seth??! Era óbvio que nenhuma das minhas suspeitas seriam externadas. Eu manteria minhas inseguranças quanto ao rapaz bem guardadas, ao menos até saber de fato seu interesse.

Decidi que em primeiro momento fingiria demência; não questionaria seu retomar repentino e os sinais que me dera sobre sociedade. Continuei o dito final antes de retomar ao que me interessa, até porque, havia sim um consenso de que ele queria meus discos e pokemons:
- É... eu acho que tenho algum ovo que possa lhe dar - Minha introdução fora pensativa; eu realmente precisava rememorar! Há tantos ovos que fiz na última semana! - Acho que de Houndour já está pronto... é interessante para ti? Para agora só devo ter isso - Era um fato. Ainda não havia mentido.

Aquele era um ovo que eu realmente não tinha planos; guardei para uma ocasião como esta. Admito que tenho muitos filhotes para cuidar e Hati nunca fora lá uma mãe atenciosa. É melhor deixar com Seth; ele não tem muitos pokemons para supervisionar e provavelmente daria a atenção necessária ao pokemon recém-nascido. Fora uma decisão rápida e fácil de fazer e, já tendo assegurado ela na fala, assenti com a cabeça, reforçando a possibilidade dessa troca:
- Além disso... você precisa ficar mais fortinho se quiser ser útil para alguma sociedade - Meu tom não era deboche; era verdade - Pode pegar meus TMs e meu ovo e... sim, eu preciso do seu dinheiro. É pra viagem... sabe?! - A medida que falara meu rosto se fechou; minha última frase fora acompanhada de um "dar de ombros" e um apontar pra trás, como quem sinalizava estar indo em direção à tempestade.

Ainda que quisesse lhe emprestar os CDs não o faria sem supervisão. Soltei dois dos pokemons mais fortes que estavam comigo; Gliscor e Meganium. Seth já conhecia Tyr mas era bom ele ver Jormungand, o mais grosseiro dos meus pokemons. Não havia nada de fofo no morcego, muito menos de sociável; ele apenas erguera vôo e ficara ali, a encara Seth sem pudor algum. Era disso que eu precisava, uma demonstração clara de vigilância terceirizada, uma câmera-viva! Ao menos por tempo o suficiente para passar no PC e fazer uma pequena alteração.
- Acho que devemos resolver isso logo... quero te ver treinar depois - Sugeri a Seth, dando a deixa para ir ao tal Centro Pokemon.

Eu precisava passar lá; minha fala era soava como convidativa mas era uma convocação obrigatória. Levantei do banco, larguei ali a bolsa de TMs e deixei que ele a tocasse.
- Agora... falando sério, o que te faz achar que é merecedor de entrar numa sociedade? - Introduzira o assunto enquanto caminhava em direção ao centro. Nesta hora cogito que fomos meio burros; saímos sem findar o negócio e por isso precisávamos voltar.

_________________
PvPzin da rapeize - Página 4 W3d8a39
Victoria
Victoria
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
PvPzin da rapeize - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10PvPzin da rapeize - Página 4 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

PvPzin da rapeize - Página 4 Empty Re: PvPzin da rapeize

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 11, 12, 13  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum