Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Luch em Qua Maio 13 2020, 19:38



Valley of Steel, Hoenn, 5:30 a.m.

Enquanto o Sol ainda não surgia de verdade por trás das geométricas montanhas feitas de puro aço do Valley of Steel, um grupo de quatro jovens finalmente deixava para trás o terreno hostil de Meteor Falls e alcançava o solo preto e acinzentado do vale, composto por diferentes minérios em forma de pó, espalhados por todo o lugar. Essa característica marcante do local parecia incomodar especialmente um dos membros do grupo, que avançava a passos pesados na frente dos demais e resolveu sentar em uma pedra para retirar o tênis e deixar escoar uma quantidade assustadora de limalha de ferro para fora dos calçados...

– Você tem que se acalmar, Gold, a gente já avançou bastante e passou por bastante coisa, mas não parece ter ninguém seguindo a gente e estamos agora bem próximos... – Dizia Yellow, com sua voz mansa e um sorriso sempre amigável, sentando ao lado de Gold naquela pedra estranhamente quadrada. Ao seu lado o inseparável Pikachu lhe saltava sobre a cabeça, quase arrancando o chapéu. – Aliás, Silver! Esse mapa vai mesmo guiar em segurança? Devemos confiar?

– Na verdade, não. O mapa é antigo e todo o terreno já mudou ao longo dos anos. – Afirmou categoricamente o rapaz de cabelos vermelhos, enquanto fitava de forma fria a menina. Ele compartilhava um mapa de papel, claramente antigo e frágil, com uma menina de cabelos azul-esverdeados e roupas de cores quentes, contrastantes, que ao notar o rosto apavorado da mais nova, tomou as rédeas da situação – O que ele quis dizer é que essa é a nossa melhor chance, teremos que ser criativos!

A resposta mais amigável arrancou um sorriso e corou as maçãs do rosto da jovem Yellow, que parecia armazenar consigo toda a esperança do grupo de treinadores, talvez por ser a mais nova ou simplesmente por ser a mais "sensitiva" às emoções. Depois disso, um breve silêncio tomou o quarteto, até que o primeiro rapaz, após vestir novamente seu calçado, saltou da pedra e pegou uma Poké Bola, parecendo entusiasmado para agir.

–  Eu já estou cansado de apenas esperarmos! Acho que perdemos muito tempo participando daquele Evento, a Battle Tower. Vocês mais tentaram se divertir do que disfarçar nossas reais intenções em Hoenn... De todo modo, eu e Exbo vamos chegar até o lugar que precisamos, vamos derreter esse metal todo do vale se for preciso e...

A frase empolgada e carregada de um sentimento de protagonismo inconsequente comum às histórias infanto-juvenis foi interrompida por, literalmente, uma pedrada - pequena, mas certeira - da menina mais velha, que fez Gold arregalar os olhos e todos assustarem-se, atentando-se a ela.

– Fique quieto! Nós não iríamos entrar em uma competição e não dar o melhor de nós, não é questão de diversão ou não. Não seria justo com os outros competidores.

–  Além do mais eu precisava de tempo para pegar esse mapa você-sabe-de-quem... Ele iria notar o sumiço se não trocássemos por uma réplica realmente semelhante...  – Complementou Silver, semi-cerrando os olhos ao observar o mapa em tons de sépia. – Há chances de estarmos sendo seguidos e temos que ser sutis, então não usaremos Pokémon, não por enquanto...

– Calma Gold! Eu tenho fé que vamos conseguir nosso Desejo... Vamos ser os primeiros a encontrar ele... Agora que as águas recuaram, será ainda mais fácil pedir a renovação de tudo. Só precisamos achá-lo... Eu sinto, é no Vale do Metal que iremos achar o Jirachi! – Finalizou Yellow, cerrando os punhos e fazendo uma expressão de empolgação, além de uma certeza quase sobrenatural. Mas todo esse otimismo seria alcançado?

Luch
Luch
Administrador Bronzeado

Administrador Bronzeado

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Sajin em Qua Maio 13 2020, 19:45



Lilycove, Hoenn, 10 anos atrás

A visão era embaçada, principalmente em suas bordas, como uma moldura feita inteiramente de fumaça ou gelo seco sublimando... Entretanto, o calor era estranhamente conhecido... Familiar. Aquele ambiente acolhedor, de móveis requintados e um cheiro impregnante de carvalho queimado poderia ser reconhecido a qualquer momento, em qualquer época. O detentor da visão em primeira pessoa, como um controlador de jogos eletrônicos, tinha locomoção limitada entre uma lareira na esquerda e a porta impecavelmente envernizada na direita, provavelmente de um escritório. Entretanto, o que realmente chamava atenção vinha da frente, de uma imagem peculiar encerrada numa espécie de moldura de obra-de-arte, pendendo da parede cor de creme. Parte da imagem estava oculta por uma nuca e por cabelos, bastante deles, pertencentes a um senhor que finalmente deixava de falar com um outro alguém. A figura retirava o telefone das proximidades do rosto e o substituía por outra coisa em seus lábios. Imediatamente depois, um cheiro irritante de ervas roubava a cena daquela madeira gentilmente carbonizada.

– Sabe...? – Iniciou o homem, desta vez em uma conversa real com o dono da consciência desta lembrança – Se tem algo que precisa saber para se tornar um homem, é que não deve esperar pelas oportunidades. Não deve agarrar-se às esperanças e sim fazer sua própria oportunidade! – Complementou a figura de voz firme e até mesmo assustadora, pelo menos no tom utilizado – Você sabe por que estamos aqui? É lógico que não, não é mesmo...? Estamos aqui investigando uma suposta Lenda, que claramente é mais do que apenas isso... Há cerca de vinte empregados, caros e inconvenientes. Eles me ligaram simplesmente para dizer que não há qualquer meio de alcançar o objetivo. E eu posso permitir isso? – Questionou de forma vazia, aparentemente apagando o agora notável charuto em um cinzeiro de vidro, ou de cristal, localizado em uma mesa ao lado. Em seguia, ele ergueu-se e parou ao lado da pintura conhecida, em tons de sépia e quase desbotando-se por completo.

– Aproxime-se... – Disse secamente, ainda de costas. Esta frase fez o dono da visão em primeira pessoa levantar-se e aproximar-se, apesar da altura dos olhos não bater nem mesmo na cintura do homem mais velho. Com esforço, ergueu a face e consequentemente a visão até poder observar o quadro bem de perto. Era claramente o mapa de Hoenn pertencente agora ao quarteto de treinadores de Tohjo – Nossa família desconhece o impossível... Este mapa leva a um tesouro. Você pode ter três desejos concedidos em um estalar de dedos, mas para isso precisa achar o Tesouro e dobrá-lo a sua vontade... Entretanto, isso só acontece de mil em mil anos. O momento ideal é um completo mistério, mas rumores indicam que estamos próximos desse dia. Com um maldito intervalo de pelo menos cinquenta anos. Eu apostaria tudo que não é hoje, mas será em breve... E você deve estar preparado para agir na hora certa se seu pai não puder, custe o que custar Silver... – Disse o homem, finalmente virando o rosto para o dono da visão. Seu rosto era carrancudo e duro, digno de um Líder impassível. Entretanto, o foco do olhar desta criança não era nos olhos duros daquela figura, mas sim no vistoso R vermelho estampado em seu peito...

Sajin
Sajin
Ace Trainer I


Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Rayssa.bolt em Qua Maio 13 2020, 20:00



Valley of Steel, Hoenn, 7:04 a.m.

O início desta aventura ainda em plena madrugada, sem vestígios de Sol, mostrava-se mais do que acertado com o passar das horas. Eram apenas sete horas da manhã, mas o calor naquela região mostrava-se insuportável. Os minérios das paredes reflexivas de ambos os lados do Vale funcionavam como espelhos e rebatiam qualquer mínimo raio de Sol, concentrando-os na direção de qualquer coisa que estivesse por lá. Não era à toa que não havia qualquer rastro de vegetação no local, não havia como sobreviver aos picos de luz próximos do meio-dia e se o grupo de aventureiros não se cuidasse, também passariam tempos difíceis por lá.

–  Estamos andando em círculos! – comentava Gold, pisando "duro" à frente do grupo, como já vinha fazendo há um bom tempo. Logo atrás dele estava Silver, que não deixava o mapa de lado por nada e o consultava literalmente a cada passo dado. Ele tentava ignorar as constantes reclamações de Gold, enquanto afrouxava a gola de sua roupa, obviamente incomodado com o calor crescente da região – Eu sei que já passamos por aqui mais de uma vez, mas não é questão de andar em círculo por estarmos perdidos. Há algo por aqui que não estamos vendo...

Enquanto o misterioso e perspicaz rapaz tentava decifrar essa "charada", Yellow e Crystal vinham logo atrás. A primeira, abanando-se com o seu grande chapéu, enquanto parte do cabelo agora livre, colava em sua testa com o suor que acumulava-se. Além disso, a pele alva enrubescia com o fluxo aumentado de sangue em seu rosto, mais uma obra do calor infernal do Vale do Metal – Vamos dar um descanso pessoal... A Yellow vai acabar passando mal se não formos para uma sombrinha mais amena... – Comentou Crystal, apontando para uma área escavada das "paredes" do vale, onde os minerais que o constituíam eram cinzentos e havia um certo padrão de cristais reluzentes cravejados. Depois de dar a sugestão e compreender a concordância dos rapazes, a jovem mais alta foi levando a menor até uma dessas grandes pedras cinzas para sentar-se e descansar.

– Venha cá Gold... Talvez a gente precise da sua... Digamos, explosividade. – Disse Silver, respirando fundo e depois revirando os olhos ao ter que solicitar alguma coisa do rapaz mais "desesperado". Imediatamente Gold saltou de onde estava e aproximou-se de seu colega, já segurando a Poké Bola de Exbo em mãos, caso realmente tivesse que usá-lo para alguma coisa. Os dois então ficaram observando o mapa antigo e discutiam de maneira acalorada - pelo menos por um lado - os próximos passos, enquanto as meninas relaxavam e Yellow finalmente recuperava sua coloração normal, conseguindo conversar normalmente, apesar de ainda manter sua voz bem baixinha – Eu já não sei.. Eu... Não sei se a gente está fazendo a coisa certa...

O Pikachu da menina que corria ao seu redor, notava a preocupação estampada em seu rosto, saltando sobre a rocha para fazer um carinho na sua bochecha, arrancando um sorriso. Em seguida, o Pokémon simplesmente aconchegou-se ao seu lado ouvindo o que conversavam – Eu sei, também me preocupo com o que o Silver disse, mas nós vimos como a situação da nossa casa está e quantas pessoas sofreram e ainda estão sofrendo. Se tivermos a chance de ajudar, é melhor agirmos! Com cuidado é claro... – Comentou Crystal, segurando a mão de Yellow e apertando-a, como uma demonstração de carinho e companheirismo.

– Ok, acho que entendi... Eu e Exbo vamos usar o Lança-Chamas para a abrir um buraco para baixo e ver se tem alguma caverna, certo? Alguma caverna que tenha sido soterrada por areia e cascalho com o passar dos anos. Hmm... Moleza! – Disse enfim o garoto, ajeitando o boné amarelo e preto sobre a cabeça e preparando-se para enfim lançar seu Typhlosion para fora da Poké Bola. Entretanto, sua ação empolgada foi interrompida por uma sombra que ocultou o Sol que maltratava seu rosto. Isto fez com que Gold olhasse para o céu e ficasse boquiaberto com o que via. Silver, ao notar essa reação espantada, também virou-se rapidamente e agindo mais friamente, chamou a atenção das garotas imediatamente – Vocês duas, levantem-se! Isso não é uma pedra, é um Onix e dos grandes! – Esbravejou o garoto, quase ao mesmo tempo que o gigantesco Pokémon de pedra revelou-se com um estrondoso e longo berro que arrancou gritos de surpresa por parte das garotas.

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Onix

Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Cunha em Qua Maio 13 2020, 20:15



Valley of Steel, Hoenn, 7:07 a.m.

O Pokémon ergueu-se de uma só vez, arrastando o pesado corpo de pedra pelo ambiente do Vale. Quase que imediatamente uma nuvem de poeira tomou o cenário, deixando a visão de todos extremamente prejudicada. Por sorte, Crystal e Yellow tiveram reflexos velozes em saltar do corpo daquele Pokémon e correr para as proximidades de Silver e Gold. Como não podiam ver a criatura em si, o quarteto de treinadores passou a guiar-se pelo som. Ao que tudo indicava, a serpente mineral agitava-se pesadamente ao redor do grupo, cercando-os em uma armadilha de rochas.

–  Estão todas bem? Temos que agir... Esse Pokémon não é normal, olhem o tamanho dele! – Dizia Gold, desesperado com a incerteza do combate. Eles eram quatro, mas isso não significava que um possível combate seria fácil, ainda mais sem conseguir enxergar muito bem o que acontecia ao redor. O Treinador de olhos dourados resolveu então trocar a Poké Bola que estava em mãos por outra, do seu colega Polibo – Polibo, disperse essa poeira com seu Rain Dance! Depois acerte o Onix com seu Bubble Beam!

– Eu... Cof Cof... Estou bem! – Dizia Crystal, segurando Yellow pelas costas para lhe dar apoio – Também estou bem... Temos que ajudar! – Complementou a garota de cabelos loiros, buscando uma de suas esferas, assim como a mais velha. As duas deixaram sair de suas cápsulas um Meganium e um Seadra, que uniu-se a Polibo no combate – Certo, vamos todos manter a calma e ficar costas-a-costas para cuidarmos da maior parte possível do campo de visão. Ele pode vir por qualquer lado... – Comentou Silver, segurando uma de suas Poké Bolas entre os dedos da mão, finalmente lançando-a para libertar o seu característico e poderoso Gyarados vermelho.

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Politoed [Rota Especial] Um Desejo Inquietante Meganium [Rota Especial] Um Desejo Inquietante Seadra [Rota Especial] Um Desejo Inquietante Gyarados


– Megaree! Light Screen e Reflect!
– Seask! Scald e Protect!
– Gyarados! Duplo Aqua Tail!



Onix:
-1 Attack
Hold Item:
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Metalcoat
Metal Coat
Trait:
Sturdy (Ativo)

Lv. 60 Onix


1/112
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Onix
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Politoed
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Meganium
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Seadra
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Gyarados
Lv. 34 Polibo


99/105

Lv. 36 Megaree


98/104

Lv. 24 Seask


60/60

Lv. 31 Gyarados


70/100
Trait:
Water Absorb

Trait:
Leaf Guard

Trait:
Sniper

Trait:
Intimidate
Hold Item:
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Sitrusberry
Sitrus Berry


Hold Item:
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Lumberry
Lum Berry


Hold Item:
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Scopelens
Scope Lens


Hold Item:
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Sitrusberry
Sitrus Berry

Politoed:
Normal

Meganium:
Normal

Seadra:
Normal

Gyarados:
Normal

Campo: Tempestade de Areia (1/6). Light Screen (2/6) e Reflect (1/6) Ativos. Estreito "corredor" de rochas no Vale do Metal. As paredes de rochas ao redor parecem ser cravejadas de metais magnéticos reluzentes, saltando de algumas rochas.

O quarteto de treinadores unia-se contra o inimigo em comum. Como Gyarados era mais rápido, foi o responsável por acertar um golpe na direção de onde o som vinha, acertando em cheio o Onix. Polibo aproveitou a distração do adversário para produzir chuva, dissipando aquela tempestade de areia. Isso permitiu que Megaree agisse com mais tranquilidade ao levantar uma barreira de proteção e também contribuiu para um golpe certeiro de Seask, ao lançar água fervente na direção do oponente. A combinação de golpes foi arrasadora para o Pokémon, que apesar dos grandes danos sofridos, não recuou e acertou com tudo o chão, fazendo uma sequência de rochas pontiagudas surgirem do chão, acertando Gyarados e o jogando para trás. Enquanto o Meganium e o Seadra recuavam ofensivamente, Polibo seguiu o já recuperado Gyarados Shiny para um combo de golpes que derrubaram o Pokémon de Pedra sobre um monte, causando um "rasgo" na parede de pedras. Os quatro mantiveram as esperanças de que aquilo havia acabado, mas... Do buraco formado no relevo pelo pesado corpo do Onix, uma nova tempestade de areia surgiu, acertando em cheio cada um dos Pokémon em campo.

Cunha
Cunha
Estagiário

Estagiário

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Luch em Qua Maio 13 2020, 20:30



Valley of Steel, Hoenn, 7:10 a.m.

A união do quarteto era avassaladora e isso ninguém poderia negar. Contudo, a esperteza e vontade de vencer do Onix também era igualmente especial. O Pokémon aproveitou o afastamento dele para o grupo de Pokémon e criou uma nova tempestade de areia que levou a visão dos treinadores a praticamente zero. Em seguida, "mergulhou" nas paredes de rochas, escavando-as como uma minhoca. Sua movimentação gerava um som ensurdecedor que reverberava na estreita passagem do Vale, dificultando identificar sua direção, além de fazer detritos voarem na direção de todos. Era preciso lidar com o problema usando inteligência e um trabalho em equipe bem coordenado.

– Se ficarmos parados, vamos ser soterrados! – Dizia em voz alta Crystal, usando o braço para proteger o próprio rosto e impedir ferimentos mais grave, principalmente nos olhos. A tempestade de areia chicoteava partículas em alta velocidade no corpo de todos, não apenas dos Pokémon. Yellow usava seu chapéu para se proteger e tinha dificuldades até de manter-se de pé com a força do vento – Gold! Não dá pra usar de novo a Dança da Chuva? – Questionava a garota, agarrando-se com seu Seadra, que também lutava para se manter no lugar.

–  Eu vou tentar... Silver! Prepare-se para acertar ele assim que a tempestade parar! – Comentou Gold, cuspindo um pouco de areia que havia engolido antes de dar ordens ao seu Pokémon, Polibo – Vamos lá, mais uma vez Polibo! Rain Dance! – Ordenou Gold, enquanto seu Politoed saltava na direção do "olho da tempestade", fazendo nuvens espallharem-se pelo céu e liberarem uma forte chuva, que aplacava novamente a areia, clareando completamente a visão do quarteto. Imediatamente, o rapaz ruivo reagiu – Aqua Tail! Derrube esse Onix!

Apesar da ordem rápida e precisa de Silver, o Gyarados Cintilante não teve a chance de achar o Pokémon de Pedra para golpeá-lo. Crystal e Yellow, assim como seus Pokémon, ao notarem o sumiço da criatura, começaram a observar em outras direções, da mesma forma que Gold e seu Aquático. De alguma forma o Pokémon havia desaparecido e era provável que estivesse enterrado e ocultado em algum canto do cenário. A revelação de sua posição só veio com um clarão prateado e de intensidade elevada, "vazando" pelas frestas de toda a montanha num brilho definitivamente cegante.  

– AH! Isso é um ataque Flash? – Questionou-se Yellow, tampando os olhos com o ante-braço, ao mesmo tempo que seu Seadra e seu Pikachu também viraram o rosto para não serem afetados. Gold, por outro lado, não baixou a guarda, apenas semi-cerrando os olhos e ocultando parcialmente a luz para ver o que havia. De uma parte da montanha, um estrondo se seguiu e um Pokémon saltou sobre o grupo. Não era um Onix, mas sua forma evoluída do tipo metal, um Steelix. O Pokémon "voou" na direção do quarteto e pouco havia a ser feito nesse momento. O Gyarados de Silver até tentou reagir, mas o Pokémon Selvagem, girando como uma broca, acertou o solo próximo de seus pés e o reduziu a pó, criando uma fenda que os engoliu quase de uma vez.

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Steelix

– Segurem-se em algo! – Bradou Silver, sentindo o chão abaixo dos seus pés desaparecer. Crystal e Meganium foram os primeiros a serem arrastados. Gold e Yellow logo em seguida, assim como seus Pokémon e o Gyarados Vermelho. Não havia qualquer sinal do Steelix, que provavelmente já estava no fundo daquele buraco recém-criado. Em segundos, diversas opções e desfechos passaram pela mente do rapaz de cabelos ruivos e, apesar de estar seguro agarrado a uma parte de metal cravejado numa rocha estável, Silver simplesmente deixou-se cair na escuridão do abismo. Ele certamente tinha algo em mente...

Luch
Luch
Administrador Bronzeado

Administrador Bronzeado

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Bedendo em Qua Maio 13 2020, 20:45



Viridian Forest, Kanto, 10 anos atrás.

A sensação de queda livre foi interrompida por um sobressaltado despertar. O clima seco daquele pesadelo havia sido substituído por uma agradável umidade refrescante da floresta. Yellow não sentia qualquer dor ou cansaço, mas com um clima destes não era necessário erguer-se da cama de folhas que abrigava o seu corpo. A jovem então simplesmente relaxou e respirou profundamente, mantendo seus olhos fechados e sentindo alguns poucos raios solares que achavam espaço entre as copas densas de árvores da floresta. Contudo, uma inquietante sensação começou a lhe perturbar o descanso. Era como uma cócegas, um cutucão, um chamado, mas não havia sinais claros para tal situação. Além disso, a criança tinha certeza que ali não havia mais ninguém, ao menos fisicamente falando.

– Ma... mãe...? – Questionou a garota, involuntariamente, abrindo os olhos ainda embaçados pelas horas de sono e tentando identificar o que ocorria ao seu redor. Entretanto, não havia uma figura materna, tão pouco uma humana, mas sim um clarão de luz de forma estrelada que a convidava a levantar-se. Aos poucos, obedecendo esse impulso luminoso, Yellow ergueu-se do chão e ficou sobre os dois pés. Em seguida, coçou e esfregou os olhos até quase feri-los. Pelo menos, deixando-os avermelhados pela fricção. Com isso, o emaçamento visual havia partido, mas o clarão estrelado continuava ali, em um brilho tão forte que incomodava pela sua presença e impedia que focasse o olhar por muito tempo. O fenômeno estranho já seria curioso por se só, apenas por existir, mas tudo ficou ainda mais confuso quando uma voz soou, não no seu ouvido, mas dentro de sua cabeça...

– "Me ajuda? Você... Me ajuda...?" – Questionou uma voz ressonante, que Yellow acreditou pertencer ao brilho intenso que lhe cobria a partir do alto. Sem ter muito conhecimento ou discernimento de certo ou errado e guiada por uma habilidade interna de "querer bem", a pequenina e solitária menina de cabelos dourados, simplesmente concordou com a cabeça, erguendo a mão aos céus para tentar tocar quem lhe chamava. Entretanto, assim que a garota pareceu quase tocar aquela fonte de luz, esta moveu-se fortemente pelos céus da Floresta, agitando-se para a esquerda e para a direita, surpreendendo a garota, que afastou a mão imediatamente.

– "Não, não tema! Me ajuda..." – Afirmou a luz, afastando-se um pouco mais e parando adiante, esperando talvez uma reação da jovem. Yellow compreendeu a ação também desta forma, dando um passo tímido adiante, seguido por outro e depois mais um. Quando deu por si, estava caminhando cuidadosamente atrás daquele fátuo ser florestal. Entretanto, a entidade ou criatura não parecia pertencer àquele lugar ou talvez não àquela época. Isso ficava claro pela forma como toda a fauna local a temia. Rattata, Pidgey, Caterpie, Weedle e até Pikachu afastavam-se e abriam alas com um temor desesperado, apenas para esconder-se dentro de troncos ou atrás de folhas e galhos de árvores, espiando aquela interação até partirem, sabe-se lá para onde.

Yellow perseguia a voz silenciosa por caminhos tortuosos em uma floresta que não tinha nada de especial, aparentemente. Direita, esquerda, esquerda, direita, frente, direita, esquerda... O caminho era muito bem demarcado, mesmo que a jovem não estivesse seguindo um caminho pré-definido e não fosse necessário entrar em curvas tantas vezes para alcançar seu objetivo. Se era possível só seguir em linha reta até o final, por que delimitar tantas direções? Obviamente a jovem Yellow não pensaria nisso em sua tenra idade, tão pouco parecia muito conscientemente atenta à situação que se encontrava, tanto é que quase esbarrou com um tronco de árvore quando repentinamente a luz parou de se mover – "Não se esqueça..." – Sussurrou a voz, partindo em uma forte brisa que se abateu, deixando para trás apenas uma chuva de pequenas pedras, escombros de algo maior despedaçado...

Espere um pouco, pedras?

Pedras...?

Sem tempo para raciocinar, uma voz melodiosa e familiar. Materna... Chamou pela garota em alto e bom som. Yellow virou-se imediatamente e com um sorriso no rosto, ignorou os cascalhos e a poeira acumulada na cabeça para correr na direção de uma luz mais quente e conhecida de seus sonhos...

– Yellow, levante! Yelllow!

Bedendo
Bedendo
Ace Trainer I


Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Karinna em Qua Maio 13 2020, 21:00



Valley of Steel, Hoenn, 7:15 a.m.

Um grunhido, dois grunhidos. Isso certamente despertou o rapaz, tanto para a realidade, como para a dor. Gold resistiu a abrir os olhos em um primeiro momento, mas forçou-se a mantê-los assim. Havia muita poeira, mas uma cena era marcante e ocorria a alguns metros a frente, diante de seus olhos. O Gyarados Vermelho de Silver enroscava-se ao corpo de Steelix e o imobilizava, aplicando finalmente um golpe de água para nocauteá-lo. O jovem então olhou ao redor, mas era bastante escuro... De alguma forma a iluminação era prejudicada e se concentrava apenas em um ponto, vinda do alto. Ao olhar para cima, Gold poderia notar que realmente haviam caído a uma grande distância para baixo, talvez em túneis antigos e recheados de poeira de décadas. O menino ruivo, que comandara há poucos segundos o Gyarados, parecia curiosamente bem e de pé, sobre uma pilha de escombros, descendo devagar para vir em sua direção.

– Yellow, levante! Yelllow!

Notando que era hora de levantar, o jovem de olhos dourados ergue-se dolorosamente, recebendo o apoio de Silver em seguida. Seu Politoed estava nocauteado, bem próximo e ele tratou de retorná-lo para a sua cápsula antes de seguir adiante. Havia sangue, provavelmente de seu braço que era a parte mais dolorida de todas, mas mesmo com dor e a vontade de voltar a sentar ou até deitar, o jovem caminhou até a voz feminina que chamava pela mais jovem –  Ela está...? – Tentou balbuciar o rapaz, perdendo levemente o equilíbrio para o lado e sendo amparado pelo ruivo – Bem, ela está bem. Foi só uma concussão... – Afirmou Silver, arfando indignado e irritado, ajudando Gold a sentar-se.

Já Crystal, pegou o chapéu de Yellow perdido há distância e o dobrou, colocando abaixo da cabeça da garota – Nós estamos em condição de continuar? – Questionava a menina de cabelos azulados, procurando e finalmente encontrando sua bolsa. Próximo dela, seu Meganium mantinha-se ferido e acuado, repousando. Crystal retirou um frasco de poção e aproximou-se de Megaree, aplicando o medicamento em ferimentos aleatórios, enquanto o próprio Pokémon resmungava de dor – Calma, calma... – Comentou a jovem, tão docemente e suavemente como uma mãe, enquanto Gold agitava a cabeça, pressionando a mão livre sobre o braço ferido –  Mas é claro! Nós caímos aqui! Nem sei se temos como sair! Vamos até o fim disso... Yellow vai se recuperar! – Afirmou Gold, fazendo uma careta de dor notada por Crystal, que retirou ataduras da bolsa para fazer um curativo no garoto.

– Apesar dos riscos, realmente devemos estar mais do que nunca no caminho certo. Esses túneis claramente são antigos, provavelmente da época em que esse mapa foi feito. Então... O único problema é o fato de parte dele estar desmoronado e caminhos estarem bloqueados... – Afirmou Silver, concordando em partes com Gold, mas de alguma forma duvidando da segurança desta Missão e se valeria a pena "ir até o fim disso" – Se vocês querem se matar, então ótimo! Eu vou cuidar da Yellow enquanto puder, depois vocês me encontram aqui e... – Comentava Crystal, apertando as gazes no braço do amigo e arrancando um forte gemido de dor do rapaz. Ela falava de Yellow e quando virou-se para vê-la novamente, ao fim da frase, emitiu um grito de espanto ao ver a menina de pé, mas estranhamente fora de si. Os olhos da mais jovem mantinham-se quase totalmente brancos, enquanto ela caminhava  a passos zumbificados na direção do grupo.

Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Sckar em Qua Maio 13 2020, 21:15



Valley of Steel, Hoenn, 7:28 a.m.

– Pika, Pika! Pika-Pi! Piii!

A Pikachu de Yellow tentava puxar seu cadarço com a boca e a trazer para trás ou simplesmente pará-la, mas já fazia pelo menos dez minutos que a garota caminhava às cegas pelos túneis cada vez mais escuros. Gold e Crystal haviam liberado respectivamente seus Typhlosion e Arcanine para irem na frente e iluminarem o caminho, apesar da própria Yellow não parecer precisar disso. Ela desviava de qualquer obstáculo por conta própria milésimos de segundo antes de esbarrar ou provavelmente tropeçar. Enquanto isso, bem atrás, iluminando o antigo mapa com seu Pokégear, Silver mantinha-se concentrado, analisando cada curva e desvio de acordo com o aparato cartográfico. Entretanto não emitia qualquer tipo de opinião sobre o assunto, apenas seguia o grupo em silêncio.

– Por favor Yellow, você precisa acordar. Você está caminhando na direção de um lugar cheio de Pokémon, a gente pode acabar em uma encrenca daquelas! – Afirmava Crystal, tentando não forçar a menina de uma forma física, apenas conversar e sugestionar através da palavra. O que definitivamente não estava funcionando. Gold ia a frente, pensativo e preocupado, acompanhando os Pokémon de Fogo na investigação do caminho e tratando de retirar qualquer grande obstáculo do caminho que não seria transponível naturalmente. Pelo menos não com a jovem treinadora em seu estado zumbificado. Enquanto isso, ele observava de tempos em tempos o que Crystal fazia, olhando por cima do próprio ombro. Em um desses momentos, ele pareceu não suportar apenas olhar e retornou, em passos duros até a mais nova.

– Olha aqui Yellow! É bom você acordar, ok? – Disse o garoto, claramente inconformado com a situação, elevando a voz e tentando segurar Yellow pelos ombros, com uma mão em cada um deles. O tom de voz mais alto claramente fez sua voz ecoar pelos túneis vazios da caverna por alguns segundos. Em resposta, a própria caverna respondeu com inúmeros sons que certamente seriam de diferentes Pokémon que ali habitavam. Crystal demonstrou preocupação, encolhendo-se um pouco e olhando tudo ao redor com mais incerteza. Já o próprio Gold, apenas fez uma rápida pausa esperando algo vir, mas na falta de uma presença real, voltou a encarar a menina mais nova, enquanto ela conseguia levemente arrastá-lo, apesar da diferença clara de pesos – Aaaah! Para! Vamos! Você deve estar doente! Você caiu, não está nem um pouco ferida? Nem cansada?

As insistentes palavras do garoto pareceram tocar de alguma forma a garota. Entretanto, talvez não tivessem tocado exatamente Yellow, mas alguma outra coisa que ocupava seu corpo, por assim dizer. Os olhos esbranquiçados da jovem deixaram de observar o vazio e a escuridão da caverna para focar os olhos dourados do rapaz – "Não há tempo para pausas. O seu mundo precisa de ajuda, não é?" – Questionou uma voz sufocada, que claramente não pertencia à garota, apesar da boca da jovem ter sido levemente tensionada na lateral, como se fosse forçada a um sutil sorriso atrevido – "Este corpo é sensível, de fácil manipulação, mas é frágil... Preciso de vocês para nos manter em segurança e concederei até três desejos... Mas... Um deles..." – Continuou a voz, explicando uma situação inesperada e de forma ainda mais surpreendente, jogou-se contra Gold, agarrando sua blusa para puxá-lo para perto e sussurrou em seu ouvido.

Crystal assustou-se enquanto Gold afastou-se bruscamente após ouvir os sussurros daquela "entidade" que possuía Yellow. Com os olhos arregalados, o jovem balbuciou algo, gaguejando, mas o susto não fazia com que ele pudesse expressar verbalmente seus questionamentos. Quem cortou o clima estranho foi Silver, que apenas observava e resolveu interferir de uma vez na situação – É isso mesmo... E estamos sendo gentilmente levados até nosso destino e objetivo. Interessante, não? Aliás, não está óbvio quem está falando pela Yellow? É o nosso Anfitrião... – Comentou o garoto, suspirando ao passar ao lado da garota e ficar próximo de Crystal e Gold, observando-a de frente. A atitude do ruivo arrancou um sorrisinho da menina, ou de quem estava "por trás" de suas ações, que limitou-se a dizer – "Hm. Garoto esperto..."

Sckar
Sckar
Mestre

Mestre

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


http://myanimelist.net/profile/Sckar

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Luch em Qua Maio 13 2020, 21:30



Valley of Steel, Hoenn, 7:31 a.m.

Dessa vez a Pikachu de Yellow caminhava um tanto distante da garota, observando com desconfiança os passos que não pertenciam à sua dona, apesar da aparência dizer que sim. Os demais treinadores e seus Pokémon formavam um perímetro de segurança ao redor da jovem possuída, sempre a observando com uma certa preocupação e cautela. Atrás, Gold parecia transtornado e caminhava na escuridão despreocupado, mas com os braços cruzados. Talvez sentia-se culpado por tudo o que acontecia ou apenas pressionado por algo que havia ouvido? A verdade é que ele mantinha-se distante do restante do grupo, que ia mais unido adiante. Crystal e Silver pareciam cochichar entre si e suas vozes não alcançavam aqueles que vinham mais atrás...

– Essa é a nossa melhor chance. Isso não vai afetar a mente da Yellow... Eu já vi algo do tipo, Pokémon Psíquicos podem fazer isso de uma forma bem mais sutil que uma invocação de um Fantasma, por exemplo... Fique tranquila, ela está bem em algum lugar lá dentro... – Falava Silver, animado com o avanço magnífico que estavam tendo em direção do objetivo final. Informação esta, que confirmava através da observação de seu mapa, como sempre. Crystal não falava muito, dedicando a maior parte de seu tempo a conferir se Yellow estava bem – Isso para mim é um pesadelo... E só de pensar, imagina se depois de tudo isso não conseguimos o que viemos fazer? Eu... Eu... Não sei, talvez eu já me arrependa desse plano...

– Hmm... – Resmungou Silver, fechando os olhos por um instante e observando o teto da caverna, até finalmente os abrir mais uma vez. Ele parecia manter uma mão no bolso à procura de algo, mas sua atenção era voltada a vultos na escuridão da caverna, bastante suspeitos. Além do ruivo, a Pikachu de Yellow também havia notado a presença estranha ao redor do grupo e mantinha estática ao redor de suas bochechas avermelhadas, formando raios vez ou outra, mas bastante contidos. Já Yellow, ou aquele que a controlava, cantarolava um som baixinho e quase saltitava em seus passos, mantendo aquele estranho sorriso no rosto, apesar de claramente ter notado o que os espreitava. Em certo momento contudo, a jovem de cabelos loiros simplesmente correu e passou entre Silver e Crystal, parando na frente de uma espécie de estreitamento do túnel.

– "Vejam só... Chegamos!" – Disse o ser com a voz "dela". Em seguida, desapareceu na escuridão com passos de sonoridade diferenciada, era como se o calçado tocasse mármore ou qualquer outro mineral, não exatamente terra. Todos surpreenderam-se com o movimento, até mesmo o inabalável Silver – Maldito! – Exclamou Silver, em alto e bom som – Ele já tinha manjado que estávamos sendo seguidos e deixou o "problema" na nossa conta. Gold, apresse-se, atrás de você! – Comentou o o ruivo para o menino de olhos dourados, que apesar de ter se preocupado com a corrida da garota, não havia notado a aproximação de inúmeros vultos atrás de si – Exbo, Lança-chamas! – Ordenou o garoto para seu Thyphlosion, vendo chamas engolirem o túnel, apesar de não revelarem qualquer inimigo.

– Crystal! Vá na frente! Eu tenho suspeitas de que talvez o Jirachi tenha planos nada agradáveis para nós se chegar até o lugar onde temos que ir... Não tenho como explicar em detalhes, mas impeça que ela chegue perto de qualquer estátua, altar ou coisa do tipo. Eu e Gold seguramos as coisas por aqui! – Explicou rapidamente o garoto, deixando uma atônita Crystal bastante surpresa. Ao mesmo tempo, ele retirou algo do bolso dele e colocou em sua mão, apertando e confirmando afirmativamente com a cabeça, antes de deixá-la para trás e ir para próximo de Gold, já com uma Poké Bola em mãos para também combater. Crystal observou o objeto em suas mãos e algumas lágrimas se formaram, mas seja lá o que fosse, ela o manteve ainda mais firme pressionado contra a mão e chamou seu Arcanine, subindo nele e partindo por onde Yellow havia subido, que agora demonstrava ser uma escadaria.

Luch
Luch
Administrador Bronzeado

Administrador Bronzeado

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Joul em Qua Maio 13 2020, 21:47



Olivine, Johto, 2 anos atrás.

Crystal sentia o sacolejar cada vez mais intenso das ondas. A sensação era extremamente desconfortável, pois parecia que a embarcação - que não era a das melhores - viraria de ponta a cabeça a qualquer momento. A garota então encolheu-se sobre seu próprio corpo, apertando-o contra as mãos protegidas, que por sua vez guardavam um curioso objeto, uma espécie de broche com ares de relíquia, que continha uma pena encerrada por uma cúpula de vidro. Não parecia ser novo, talvez um objeto de família... Já aos seus pés havia um Pokémon bastante escondido, agarrado a perna da menina com a ajuda da folha que pendia de sua cabeça. As duas figuras eram bem emblemáticas com a situação, pois retratavam o desespero de uma população pega de surpresa e que agora lutava pela sua vida para escapar de uma cidade desolada.

– Megaree, nós vamos ficar bem... – Comentava a garota com seu Chikorita, acariciando seu pescoço até tirar toda a tensão do corpo do Gramíneo. A interação entre treinadora e Pokémon era definitivamente acalentadora e pacificadora, pois não havia sacudida de barco que desfizesse aquela linda cena de afinidade entre os dois... Ou será que havia? Um grito desesperado, abafado por inúmeros sons da natureza parecia gelar a espinha de ambos os personagens, apesar de mais ninguém na embarcação ter parecido ouvir – Vocês não ouviram? Eu acho que é uma menina, ela deve estar presa... Veio daquela casa! – Dizia Crystal, tomando coragem de ficar de pé no barco, mesmo com as balançadas, chamando a atenção de alguns presentes, que apesar de estarem escutando ela, apenas encolhiam-se mais uns contra os outros com uma aparência de luto adiantado...

Depois de alguns minutos tentando chamar a atenção dos outros passageiros, Crystal finalmente compreendeu. Todos haviam ouvido, mas ninguém queria admitir a responsabilidade de ter escutado e não querer fazer nada. O choque de realidade foi arrebatador para a garota, que sentiu o coração palpitar mais forte e desesperado. Mais uma vez o grito feminino rasgou o ar e Crystal havia decidido que não ficaria parada... Apertou com força o broche sobre suas mãos e resolveu colocá-lo em seguida no pescoço do Chikorita, dando-lhe um beijo na "testa", logo abaixo da folha de sua cabeça – Eu já volto! – Disse a menina, carregada de amor e depois, simplesmente saltou da embarcação direto para as águas turbulentas que já invadiam a cidade ao fundo. Megaree não esperava esta reação e ficou paralisado por segundos, até entender o que havia e correr para a borda do barco, gritando desesperado por sua treinadora. Muitos passageiros também levantaram e correram para ver o que havia, apesar de não agirem muito além disso.

– Chikooooo! Chiko-Chi! –

Megaree ainda desesperava-se na proa enquanto o cabelo azulado da garota indicava a sua posição. Apesar de não ser uma exímia nadadora, Crystal sabia se virar mesmo com as ondas e não demorava a se encontrar na porta de uma das casas simples já quase completamente tomada pelas águas do mar que avançavam lentamente sobre o território de Johto. A jovem parecia tentar achar uma fresta para entrar, mas não conseguia afastar uma janela ou uma porta que fosse, talvez pelo peso das águas. A cada segundo o barco ficava mais distante e sem saber o que fazer, numa explosão de adrenalina e coragem, o Chikorita simplesmente lançou-se nas águas também. Não sabendo nadar tão bem quanto um humano, teve dificuldades em aproximar-se de Crystal, afundando e subindo algumas vezes, até que finalmente usou suas vinhas para agarrar-se na casa e aproximar-se da garota, que tendem a desesperar-se, mas apesar da surpresa, teve discernimento de manter a calma por saber que o Pokémon estava bem e ao seu lado.

– Você! Não acredito, Megaree! Precisamos entrar! – Disse Crystal, forçando a porta e recebendo ajuda do Pokémon desta vez. Com certo esforço, conseguiram abrir um espaço suficiente para que a treinadora pudesse passar, entrar e voltar com uma menina jovem, de no máximo uns cinco anos agarrada em seu pescoço. Obviamente Chikorita regojizou-se de tranquilidade ao ver que as coisas andavam bem e o trio passou a nadar o mais rápido que podia na direção do barco. Alguns passageiros que apenas observavam, pareciam começar a se mobilizar, até que um dos homens saltou na água e nadou até as jovens, ajudando Crystal a trazer a menina para o barco junto de Chikorita. Crystal finalmente conseguia retornar à embarcação e deixava os demais cuidados nas mãos de outros ao redor, que prontificaram-se a ajudar desta vez. Megaree também tratou de jogar-se contra o colo de sua treinadora, esfregando a cabeça em suas mãos, até que a jovem - através do tato - notou a ausência do colar com broche que havia deixado com seu Pokémon...

– Oh não... Não... Isso não! – Disse a menina, procurando desesperada ao redor por qualquer sinal da "relíquia", despertando o desespero também em Chikorita, que só agora havia notado a falta do objeto em seu pescoço. Provavelmente ele havia caído e se perdido para sempre quando o Pokémon jogou-se sobre as águas para ajudar sua treinadora e a culpa era inevitável para Megaree. Crystal, ao notar a tristeza de seu Pokémon, o abraçou e o acariciou, tentando manter-lhe a calma, mas era impossível não sentir-se desolada ao perder a única lembrança de seu pai, que agora devia repousar no fundo do mar, inalcançável.

Joul
Joul
Ace Trainer I


Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Renzinho em Qua Maio 13 2020, 22:00



Valley of Steel, Hoenn, 7:39 a.m.

Apesar de não entender como era possível ter reavido seu bem tão precioso, Crystal não perdia a oportunidade de segurá-lo bem firme entre as mãos novamente, pendurando-o no seu próprio pescoço em seguida. A jovem seguia nas costas de seu Arcanine, agarrara firmemente em sua pelagem, subindo uma longa escadaria, por diversas curvas diferentes até finalmente alcançar o topo. Nesse instante um forte clarão veio em direção ao seu rosto, revelando que a luz do Sol mostrava-se presente por ali. Crystal fechou os olhos e depois foi abrindo-os lentamente até acostumar-se com a nova iluminação do local. Ela havia chegado ao interior da caverna, provavelmente no alto de algum dos montes que formava a geografia do Vale do Metal, inacessível por qualquer outra rota externa.

Arcanine andava ao redor, fazendo uma patrulha do perímetro junto de sua treinadora enquanto passava através de diversas colunas formadas de cristais coloridos e translúcidos, além de projeções de metal cromado, saltando de rochas e blocos de terra. Mais ao centro do local, um altar e sobre ele, aquilo que tanto procuravam. Ou melhor, as duas coisas que buscavam... – "Então eles mandaram você, quem diria... Ou será que só você resistiu. Isso realmente seria uma pena..." – Dizia o Psíquico através da boca de Yellow, enquanto encarava uma estátua completamente de pedra e relativamente pequena que ficava bem acima do altar. O objeto representava Jirachi, apesar da aparência realística ser realmente assustadora – "Agora que estou aqui tenho as minhas dúvidas, sabe...? Eu até gosto desse corpo, sabia?" – Comentou com uma risadinha o Pokémon, despertando a ira de Crystal.

– Chega dessa loucura! Só saia do corpo dela, você não queria chegar até o seu Altar? Pois bem, aqui estamos. Você vai ter que recuar, por bem... Ou por mal... – Comentou decididamente a garota de cabelos azuis, libertando mais um de seus Pokémon, dessa vez o Pássaro Psíquico, que tomou os céus saindo da esfera num brilho prateado fortíssimo. Xatu preparou-se para um rasante sobre Yellow, tentando uma abordagem mental, mas curiosamente foi interceptado nos céus, ficando estático a centímetros de tocar a garota, enquanto era envolto por uma aura azulada de força contrária, imbatível. Com um aceno de mãos, Yellow - ou quem controlava o seu corpo - fez Xatu simplesmente voar contra uma coluna de metal, destroçando a geografia sobre o Pokémon – "Interessante, mas nada inteligente. Agora, se me permite... Deixei-me testar algo que sempre quis fazer... Como se chama mesmo? Ah é! Chuchu! Thunderbolt!" – Comandou Jirachi, com sua voz apática, fazendo a Pikachu de Yellow confusa, sem sair do lugar.

– Archy! Prepare-se... – Disse Crystal, descendo de seu Pokémon e deixando-o à postos para a batalha que provavelmente se seguiria – Acho que você desconhece algo chamado Amor, não é mesmo? – Questionou a jovem, esboçando um sorriso, confiante na situação à seu favor – "Ah, amor, claro... Caham Caaham" – Disse Jirachi, pigarreando e assumindo a voz de Yellow, a original – "Chuchu! Por favor, Chuchu! Acerte o Archy com Thunderbolt!" – Dizia, numa voz desesperada, que mais assustou a Pikachu do que a convenceu. Entretanto, junto da voz veio um truque psíquico, que gerou uma aura avermelhada ao redor da cabeça de Chuchu e a colocou numa espécie de transe, em posição de combate. Era evidente que o combate seria inevitável...

Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy I


Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Sleepy em Qua Maio 13 2020, 22:15



Valley of Steel, Hoenn, 7:46 a.m.

Passos apressados dominavam as escadas que levavam ao campo de batalha formado no topo. Sons de mármore sendo pisoteados confundiam-se com respirações ofegantes, mas eram abafados por berros e urros de criaturas cegas de ódio e violência. Talvez estivessem pressentindo o que haveria de ocorrer em poucos minutos no Vale do Metal e simplesmente queriam impedir ou tudo não passava de acaso? Enfim... O fato é que apressadamente Gold e Silver, nesta ordem, chegavam ao topo daquele lugar, esbaforidos e acompanhados de seus Pokémon, Typhlosion e Feraligatr. Gold e Exbo tomaram a dianteira e Silver ficou para trás, ordenando que seu Aquático acertasse com tudo o topo do túnel de entrada, imediatamente derrubando todos os escombros e bloqueando a passagem.

– O que?! CRYSTAL! – Gritava o jovem de olhos dourados para a menina de cabelos azuis, que mantinha-se concentrada na batalha difícil que travava contra o Pokémon Psíquico. O rapaz já iria até avançar na direção das duas para tentar impedir o combate, mas foi interceptado pelo ruivo, que o segurava pelo braço – Não seja idiota, Gold! Não está vendo que a Crystal está pegando leve? Ela só está distraindo o Jirachi com essa batalha... Vamos aproveitar todo o tempo possível. Me escuta! A gente tem que chegar até o Altar... Lembra do que conversamos? Temos que fazer três pedidos e escrever eles um em cada papel... PEDIDOS CLAROS, DIRETOS, OBJETIVOS. Ok? – Disse Silver, bastante preocupado com o entendimento de Gold sobre a explicação, segurando-o pela cabeça para que o observasse nos olhos. Reação que foi rebatida por um tapa do outro rapaz na mão do ruivo.

– Eu não sou criança, Silver! Eu lembro... É claro... Sem pedidos complexos demais... Pensar nas consequências e não pode colocar o próprio Jirachi em perigo, caso contrário ele não realizará... – Repassou o jovem de boné, com um certo pesar nas suas palavras, como se algo estivesse incomodando-o profundamente. Obviamente seu companheiro de aventuras havia notado algo, mas manteve-se quieto, afirmando com a cabeça que estava tudo certo e eles podiam agir. Os dois então prepararam-se para avançar, enquanto Arcanine e Pikachu travavam um combate terrível um contra o outro, com mordidas, raios e labaredas para todos os lados. Pikachu usava sua velocidade altíssima e o cenário para ocultar-se e atacar de tempos em tempos.



Pikachu:
-1 Attack
+1 Evasion

Hold Item:
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Lightball
Light Ball
Trait:
Lightning Rod

Lv. 27 Chuchu


24/61
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Pikachu-f
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Arcanine
Lv. 33 Archy


55/102
Trait:
Intimidate
Hold Item:
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Sitrusberry
Sitrus Berry

Arcanine:
Paralyzed

Campo: Sol Forte (4/6). Estreito "corredor" de rochas no Vale do Metal. As paredes de rochas ao redor parecem ser cravejadas de metais magnéticos reluzentes, saltando de algumas rochas.

Jirachi parecia distraído com o primeiro combate que travava como Treinador e mal notara a chegada de Silver e Gold até que o ruivo derrubou todas as rochas sobre a passagem de entrada. Ele tentava manter o foco nos dois pontos ao mesmo tempo e isso claramente lhe prejudicava, dando vantagem para o trio de treinadores avançar taticamente. Os dois rapazes começaram então uma incursão pelas laterais do local, deixando a batalha desenrolar-se entre Crystal e Yellow no centro do cenário. Entretanto, Jirachi ao notar esta aproximação perigosa, deixou Chuchu lutar sozinha, também correndo até o Altar.

– Exbo! Flamethrower entre a Yellow e o Altar!

Sleepy
Sleepy
Especialista Psychic I


Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Rin Chevalier em Qua Maio 13 2020, 22:32



Valley of Steel, Hoenn, 7:48 a.m.

As chamas do movimento de Exbo varreram a região da escadaria que separava Yellow do Altar de Jirachi, fazendo instintivamente que o corpo da jovem mais nova simplesmente freasse, antes de se jogar de vez no fogo infernal que brilhava refletido em seus olhos sem vida. Com isso, Gold claramente ganhou uma vantagem, avançando "por fora" daquele templo em ruínas e aproximando-se cada vez mais do objetivo final. Já Silver, que encontrava-se um pouco mais atrás que o garoto de olhos dourados, foi surpreendido por um novo desmoronamento na passagem de entrada, dessa vez causada pelos Pokémon Selvagens que haviam finalmente conseguido abrir caminho até o topo, ensandecidos com todos os invasores de seu habitat natural.

– "Lembranças de um corpo assustado com o calor..." – Comentou Jirachi, esperando calmamente as chamas dissiparem para iniciar uma corrida pelas escadarias. No mesmo instante, Crystal dava a ordem final para que Archy agisse... O Arcanine foi golpeado em cheio pelo movimento de Chuchu, mas recuperou parte das energias alimentando-se de uma Sitrus Berry e revidou com todas as suas forças, nocauteando a amigável Chuchu, que infelizmente não estava com sua consciência total. Crystal aproveitou a brecha para correr até o corpo de Yellow e a agarrar por trás, tão rápido quanto conseguia, acabando por fazer as duas girarem e rolarem degraus abaixo, dolorosamente. Já o Arcanine havia sido orientado a auxiliar Silver o quanto fosse possível.

Perto da entrada, dois Steelix, um Aggron e um Skarmory abriam caminho, encarando furiosamente os treinadores presentes e seus Pokémon. Eles passaram a lançar tudo o que tinham em mãos contra seus vários alvos, mas eram interceptados por Feraligatr, Gyarados e Kingdra, além de Arcanine, com quem passaram a travar uma batalha mais visceral e corpo-a-corpo. Já no Altar, Exbo e Gold finalmente chegavam onde deveriam, deparando-se com uma estátua de pedra pequena, no formato de Jirachi, adornado com expressões gentis e amenas, que contrastavam tão fortemente com a personalidade demonstrada pela forma psíquica do Pokémon Metálico. Preso em três partes de sua "cabeça" haviam três papéis bastante antigos, amarelados e bastante sujos, mas curiosamente íntegros e resistentes.

– Ok, agora preciso achar a caneta, Exbo... – Dizia Gold para seu Typhlosion, tateando o próprio corpo desesperadamente, afinal ele tinha certeza absoluta que havia guardado o objeto de importância situacional em algum de seus bolsos. Logo abaixo, alguns degraus distante, Yellow tentava desvencilhar-se dos braços de Crystal, que usava de todo sua força física não muito avantajada para segurar o corpo "potencializado" da menina, mas claramente tinha dificuldades para tal, pois Yellow usava os dedos para agarrar-se nas frestas de mármore, subindo, mesmo que precisasse arrastar a mais velha no processo – Gold! Eu não vou aguentar... Por muito tempo... Acabe com isso! Independente do que aconteça, vamos cumprir a nossa missão! Gold, vai!

– Ataquem os três ao mesmo tempo, vamos varrer eles escadaria abaixo! – Ordenava Silver, realizando um ataque conjunto, que atrasava e empurrava para trás pelo menos dois Steelix, mas ainda mantinha o resistente Aggron e o Skarmory em pé. Arcanine aproveitava para golpear com tudo o Voador Metálico, que acabou perdendo altitude e caindo sobre o solo, ainda pronto para lutar. Já o Aggron, esperava os golpes cessarem para retrucá-los pesadamente, derrubando Gyarados e Archy em um único movimento. Gold ainda lutava para achar uma caneta e recebia até advertências de Exbo, quando finalmente achou o que tanto precisava, agilizando-se em tentar escrever. Nesse instante, Yellow conseguia acertar um belo chute no rosto de Crystal, jogando-a para trás e tentando tomar forças para levantar-se e correr, mas foi frustrada pela outra, que segurou seu pé e a fez cair mais uma vez.

– Resistam! Mais um pouco! – Gritava Silver, rasgando o ar com seu punho em uma ordem decisiva. Feraligatr e Kingdra usavam tudo o que tinham para cercar e desorientar Aggron. Porém, o pesado Pokémon tinha a própria cauda como uma carta na manga, acertando e nocauteando Kingdra contra uma pontiaguda Rocha e passando a duelar mão a mão com o Aquático restante, numa espécie de duelo de valsa em que rodavam pelo Salão de Combate. Gold escrevia o primeiro dos papeis com bastante cuidado, sofrendo para conseguir raciocinar em um lugar com tanto barulho e numa situação tão crítica. Apesar de não parecer muito confiante, ele finalmente largava o primeiro dos papeis, que incendiava-se no ar e desaparecia como cinzas, partindo para o segundo.

Feraligatr abria sua boca para lançar um movimento de água contra Aggron, mas o Pokémon Metálico havia conseguido desvencilhar uma das mãos e agora agarrava a mandíbula do Aquático, fechando-a e impedindo qualquer movimento, enquanto rodopiava para lhe acertar com a cauda e por fim, usando sua Cabeça de Aço para finalizá-lo, quase jogando-o contra Silver. Em seguida, o grandioso Pokémon iniciou uma corrida na direção do Altar, com suas placas metálicas brilhando intensamente e fazendo o chão tremer em cada passo. Contudo, rapidamente Gold terminou de escrever mais um de seus pedidos, carbonizando outro papel, ao mesmo tempo que o corpo gigantesco de Aggron desaparecia no ar, como folhas finas incendiadas... Jirachi, no corpo de Yellow, arregalou os olhos e prendeu sua respiração, fazendo de tudo para desvencilhar-se, bem no momento em que o garoto de cabelos negros tocava o último do papel com a sua caneta e as palavras do Pokémon Psíquico, ditas em outrora, reverberavam em sua mente, ecoando como um prego sendo martelado... Ele precisava tomar sua última decisão.

Rin Chevalier
Rin Chevalier
Mestre

Mestre

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Katakuri em Qua Maio 13 2020, 22:45



Mountrock, Hoenn, 15 horas atrás

Ao som de uma TV com volume reduzido, que anunciava um Evento de Contest em Mauville, quatro treinadores reuniam-se ao redor de uma mesa e mantinham-se tensos... Completamente em silêncio. Um dos rapazes, com um boné desorganizado sobre a cabeça, girava uma Poké Bola sob o dedo indicador da mão esquerda, aparentemente tentando concentrar-se nisso para não lidar com o clima pesado do lugar. Debaixo da mesma mesa, pernas agitadas de uma menina agitavam-se alternadas, sem conseguir tocar o chão. Uma forma de desestressar sem chamar atenção... Contudo, de repente, esse equilíbrio dinâmico foi perturbado por um movimento de contra-ação de um segundo rapaz ruivo, que simplesmente arrancou a esfera das mãos do primeiro, interrompendo até mesmo pernas que se moviam livres no ar.

– Sem discussões, não hoje... – Imediatamente reclamou a menina mais velha, que mantinha-se soberana na parte mais distante da mesa, como uma espécie de "Matriarca" daquela família desregulada. Ela tinha personalidade e atitude em suas palavras, mas a verdade é que as mencionou por puro impulso, talvez com o mesmo propósito da ação dos outros três treinadores... Sem olhar para a garota, os dois rapazes simplesmente abandonaram qualquer tipo de réplica física e apenas ficaram observando-se um ao outro, até que o jovem de olhos dourados tomou a palavra – É o desejo de todos, não? Digo... Não todos nós, mas de todos todos! Então o que há de errado afinal? Por que parecemos estar prestes a enterrar alguém..? – Questionou enfim Gold, estourando.

– Só você aqui tem dúvidas, é por isso que estamos quietos. Acha que pode esconder com suas atitudes? – Retrucou imediatamente Silver, terminando enfim de falar e deixando apenas um vácuo no ar. Alguns segundos se passaram até outra pessoa ter coragem de responder – E... Eu... Eu acho que estamos fazendo o possível. Se sabemos de algo que ninguém sabe, temos a obrigação de agir... Mesmo que haja custos. – Emitiu sua opinião Crystal, enquanto cutucava sua própria unha das mãos, mesmo sem necessidade, apenas como "toc". Dessa vez, não houve tempo de pensamento entre esta frase e a próxima – Já disse, esqueçam se é certo ou não. É necessário, ponto. Aliás... Se fossem fazer um desejo por conta própria, o que pediriam? É claro, se não tivéssemos que gastar com nossa terra natal. Eu escolheria ser muito maior e melhor, em tudo... – Comentou o ruivo, agitando no ar o copo de bebida e depois sorrindo "de canto", enquanto os outros o observavam, ainda em silêncio.

– Você não ficaria bem mais alto, Silver... – Começou dizendo Gold, em um tom de piada, olhando para sua bebida – Eu pediria uma Fazenda bem grande, tipo aquelas de Ecruteak, para meus pais e para todos os Pokémon de lá de casa.... Tá ficando apertado... – Riu o jovem, deixando-se mais à vontade na mesa e, não oficialmente, passando a palavra para Crystal, que não parecia estar entrando tanto numa onda divertida, mas mesmo assim respondeu – Eu, traria o meu pai de volta... – Lançou a garota, deixando obviamente todos desconfortáveis, mas curiosamente parecia ter afetado com mais propriedade ao ruivo do que ao garoto de olhos dourados. Era notável que os dois buscavam palavras, mas só conseguiam pensar em calar a boca. Quem acabou falando no meio disso foi Yellow.

– Pra mim, é muito fácil, eu escolheria o Desejo mais Inquietante, eu escolheria a Liberdade! – Comentou com decisão a garota, sorrindo ao final e trazendo a atenção de todos para ela – Quando somos Livres de verdade, acho que damos valor ao que importa e não ficamos presos a nada, seja desejos, necessidades ou ao passado... Hoenn e outras Regiões abrigaram toda a população de Kanto e Johto com amor, mas... Por mais que nossos amigos e conterrâneos estejam vivendo bem, não estão vivendo livres. Estamos constantemente em dívida com eles e se pudermos ter nossa casa de volta, tudo será... Melhor? Por isso temos que fazer o que pudermos, custe o que custar! – Finalizou a mais nova, que parecia a mais sábia de todos. Yellow então ergueu um copo para os demais, que apesar de ainda estarem reflexivos sobre tudo o que foi dito, não hesitaram em brindar a estas palavras e confirmar seus futuros.

Katakuri
Katakuri
Mestre

Mestre

Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue4 / 104 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Ayzen em Qua Maio 13 2020, 23:00



Valley of Steel, Hoenn, 7:56 a.m.

As memórias de Gold passavam pela sua cabeça, como um grande flashback, seja de sua juventude, dos momentos de sua jornada ou da companhia de seus amigos. Os mesmos amigos que estavam ali, lhe apoiando e os quais dependiam de uma difícil decisão. Realmente ter a memória "refrescada" era essencial, mas a verdade é que o rapaz já havia feito sua escolha há muito tempo e não demorou nada para escrever o seu último pedido no papel que restava. Ao mesmo tempo, Silver caia sentado, sentindo um peso gigantesco ter saído de suas costas com a conclusão de suas missões. Crystal, que havia conseguido segurar a canela de Yellow até o último segundo, arrastava-se na direção de uma gargalhante menininha, semi-inconsciente nas escadarias. A voz deixava o seu corpo na mesma proporção que parecia "adentrar" a estátua de Jirachi sobre o Altar.

Apesar de não estar nem um pouco contente de fato, Gold sorria ao observar que o papel que escrevera por último começava a queimar-se como os outros, conforme uma luz parecia "vazar" de frestas nas pedras da estátua, que aos poucos rachava e deixava parte por parte cair sobre o solo – Feliz Aniversário, seu maldito... – Disse por fim, o treinador, quando a casca que protegia o Pokémon Psíquico finalmente se rompeu e de dentro dele um serzinho pequeno surgiu. Ele não tinha qualquer indicativo de maldade em sua expressão. Muito pelo contrário, parecia apenas emocionado de estar "livre", pois seus dois olhos deixavam pender lágrimas brilhantes em um fio constante. O Pokémon voou bem alto e parecia encarar o horizonte, até que o terceiro olho em sua barriga abriu-se, olhou profundamente para Gold e emitiu uma onda de luz por todo o seu corpo, em todas as direções, transformando o cenário em uma grande tela branca sem tinta...



. . .



Pokémon Broadcasting Corporation, transmissão mundial, minutos antes


– ...Sim Bettany, ao que parece essas imagens não são gravadas, são uma transmissão aérea dos Rangers em parceria com a Silph Co., uma transmissão ao vivo! – Uma voz digna de um apresentador de telejornal era ouvida na transmissão do Canal PBC. Enquanto sua imagem encontrava-se reduzida a um quadrado na ponta inferior esquerda, a maior parte da tela era preenchida por uma sequência de três câmeras. Uma delas subaquática, mostrando uma espécie de Pagoda antiga e submersa, nada impressionante. A segunda, no que parecia ser uma Rota de grande altitude que levava a uma região costeira, mostrava nuvens pesadas de chuva afastando-se na direção do Oceano, dando lugar a um Sol ainda tímido, mas cheio de potencial. Já a última era de um helicóptero e mostrava uma espécie de Ilha Tecnológica do tamanho de uma cidade pequena movendo-se entre duas curiosas formações de terra, que mais pareciam um pico de montanha do que um arquipélago.

– Olha só Michael, essa inclusive é uma vista aérea de Sienna, a Base de Operações Flutuante da Sienna CO. Vocês não estão vendo uma montagem, essa é a Região de Kanto nesse instante. A chuva simplesmente CESSOU! Depois de dois anos de um interminável temporal, as chuvas simplesmente cessaram... – Afirmava uma mulher loira e vestida formalmente, claramente a âncora do telejornal. Ela passou a ser o foco da transmissão, deixando a imagem das câmeras para um espacinho no canto inferior direito – E os Rangers acabaram de confirmar Bettany. Vocês estão vendo e ouvindo em primeira mão a notícia de que as águas estão retrocedendo velozmente sobre as Regiões de Kanto e Johto! Inclusive, conseguimos um link direto com Sienna, nosso correspondente em Kanto vai nos permitir uma palavrinha com Mia Sanders, uma das CEO da Sienna CO. – Complementou o homem, já passando a imagem para um cenário completamente diferente.

A câmera agora fitava uma espécie de cidade bastante urbanizada, muito semelhante à LaRousse, mas com ares mais artificiais do que a Cidade de Hoenn. Em primeiro plano, um repórter com um grande fone em seu ouvido e um microfone em mãos, na direção de sua entrevistada enquanto sacudia a cabeça afirmativamente, esperando o som chegar até ele. Já a entrevistada, era uma mulher não tão alta, negra, de cabelos curtos e óculos de grau. Ela possuía um ar de dominação e vestia uma espécie de uniforme amarelo e preto – Isso aí Michael, Bettany... Estamos aqui com a CEO da Sienna CO., Mia Sanders. Estamos atônitos Senhora Sanders, esse verdadeiro Milagre tem algum dedo da Sienna Co. em parceria com a Silph Co. e os Rangers? – Questionou o homem, com um claro e incontrolável sorriso esperançoso em seu rosto, bastante contrastante com a seriedade e frieza da mulher.

– Primeiramente, quero agradecer ao espaço cedido pela PBC. E em segundo lugar, serei direta. Não, nada do que aconteceu aqui tem qualquer explicação lógica até o momento, mas acreditamos que terá certamente, muito em breve. A Sienna Co. investiu pesadamente na Restauração de Tohjo e continuará seu Serviço. Nós criamos Sienna como uma Base de Operação em escala de Metrópole, mas com a facilidade de flutuar pelo mar facilmente, como um Navio. Aqui possuímos conjuntos habitacionais para refugiados das Chuvas, Reservas Naturais para Pokémon em estado de perigo e isso será apenas o início. No momento estamos nos movendo o mais rápido possível para o Mar entre as Rotas 10 e 12, entre Lavender e Fuchsia, antes que a água desça completamente e fiquemos encalhados. Lá ficaremos ancorados por tempo indeterminado e estamos abertos para todos que queriam servir como voluntários nessa próxima Etapa de Restauração das Regiões... – Afirmou Sanders, de forma categórica.



. . .



Valley of Steel, Hoenn, 08:00 a.m.


Choro era ouvido de maneira inevitável no agora silencioso ambiente. Choro de Pokémon, mas também humano. Um introspectivo Silver encontrava-se sentado sobre o Altar onde a estátua de Jirachi localizava-se anteriormente. Ele mantinha seu olhar fixo em um quase ódio silencioso, algo bastante característico do rapaz ruivo, que pouco falava, apesar de muito sentir. Das Escadarias, dois choros em uníssonos eram ouvidos, apesar de um ser mais alto do que outro. Yellow e Crystal encontravam-se abraçadas, enquanto a mais velha com os olhos vermelhos e encharcados de lágrimas, consolava a mais nova que mal conseguia respirar e chorar ao mesmo tempo. Não tão longe dali, Typhlosion não agia diferente. Acuado, o grande Pokémon parecia uma criança e murmurava algo em seu próprio modo para uma estátua de pedra de mais ou menos um metro e setenta.

O Ruivo ergueu-se do Altar e aproximou-se do petrificado Gold, que encarava o céu com uma expressão explosiva que só ele conseguia fazer. Silver notava que algo começava a crescer das frestas de rocha que formavam a sua cabeça, como três pequenos ramos de planta, cada um apontado para uma direção... Era inevitável não lembrar dos três papeis que antes ocupavam a cabeça de Jirachi para os pedidos, mas estes ainda pareciam desabrochar... – Imbecil... – Afirmou o rapaz para o jovem petrificado, dando um sorrisinho de lado e segurando sua própria emoção, enquanto no ar, há alguns muitos metros de altura, um pequeno Pokémon ganhava altitude aproveitando sua tão sonhada liberdade, até estar tão alto que poderia observar todo o Oceano ao redor, as Regiões mais próximas e uma curiosa mancha escura no mar que se afastava de Tohjo sem rumo. Com um sorrisinho maroto então, Jirachi despencou tão veloz uma estrela cadente na direção de alguma Metrópole aleatória de Hoenn... Ele certamente pressentia uma grande onda de desejos por vir...

Ayzen
Ayzen
Ace Trainer I


Alertas :
[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Rota Especial] Um Desejo Inquietante Empty Re: [Rota Especial] Um Desejo Inquietante

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum