#001 - Mama told me not to waste my life

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Sab Maio 16 2020, 00:32

Vilarejo de Verdanturf, maio, fim de tarde, pôr do sol com poucas nuvens.

Havia menos de uma hora que a comitiva da escola deixara Verdanturf, voltando para Rustboro. A despedida entre Nakeisha e o irmão fora um tanto dolorosa, é claro, principalmente porque os dois haviam se aproximado muito mais desde a mudança para Hoenn. Mais que irmãos, eram amigos. A única amizade da garota nos últimos tempos. Mas, despedir-se era necessário, e o sentimento que ficava não era a tristeza e sim a saudade.

Ainda por seu aniversário ela teve a oportunidade de ligar para os pais. Travou longas discussões até convencê-los da sua decisão, mas venceu afinal. Na oportunidade da ligação, seus pais também propuseram um roteiro para que Nakeisha começasse sua jornada. A proposta era que ela seguisse para o Leste, passando pelas cidades de Mauville, onde encontraria com o pai, e Forina, onde sua mãe poderia vê-la. Isso, é claro, considerando a agenda deles dois que, supostamente, os levaria até estes locais dali alguns dias.

O farfalhar das árvores quando uma forte lufada de ar passou por elas tirou Nakeisha de seu devaneio. Estava de pé, parada em alguma parte entre o Centro Pokémon e o caminho para o início da rota 117, que a levaria até Verdanturf. Tinha nas mãos a caixa de presente entreaberta, com a Pokébola refletindo sutilmente a luz alaranjada do poente. Antes de mergulhar nas lembranças ia conhecer sua companhia naquela aventura. Assim, quando recuperou a memória recente das ações prosseguiu.

- Não imagina o quanto te desejei, antes mesmo de te conhecer... - murmurou para a esfera fria em sua mão -  Agora, liberte-se! - atirou a Pokébola levemente para cima e ela se abriu, pousando vazia novamente em sua mão.

- Wooooobat!! - bradou o Pokémon em um tom agudo.

- Hahahaha! - gargalhou Kiki com um sorriso tão largo que lhe estreitou os olhos e lhe causou pulinhos - Que perfeito! - estendeu os braços para o Pokémon, querendo abraçá-lo.

- Woo?! - questionou sem entender, inclinando-se ligeiramente para o lado.

- Você é realmente um presente! Só pode ter sido escolha da mamãe esse... Esse coraçãozinho, que amor! - gargalhou mais um pouco e dessa vez Woobat respondeu com timidez, encostando o nariz na palma da mão da garota e sorrindo de volta, mostrando seu único e afiado dente - Ora, vejamos o que preciso saber de você...  - remexeu rapidamente na mochila e tirou de um dos bolsos a Pokédex, apontando-a para o Pokémon.

"Woobat, um Pokémon morcego. Woobat habita florestas escuras e cavernas. Ele emite ondas ultrassônicas de seu nariz para reconhecer o ambiente a sua volta. Acredita-se que marcas em formato de coração deixada por um Woobat trazem boa sorte."

- Boa sorte...

- Woobat!

- Perfeito! - ela tinha os olhos marejados de alegria, porque tudo parecia estar conectado em um feliz incentivo - Woobat, muito prazer, eu sou Nakeisha.

- Woo!!

- Tá bem, deixo você me chamar de Kiki, se me deixar te chamar de Woobie, que tal?! - estendeu uma das mãos, como a espera de um acordo.

Em resposta, Woobat deu uma guinada para frente e encostou parte do corpo peludo na mão da garota. O sorriso mudou para um que se traduzia em admiração, seguido de um suspiro. "Que fofinha!", ela sussurrou. Nakeisha então olhou para os lados da rua com curiosidade. Contemplou a luz do sol que desvanecia por trás de algumas construções. Guardou a Pokédex e a caixa de presente na mochila, enquanto Woobat lhe olhava com curiosidade.

- Vamos lá, Woobie. Sinto que com você por perto, meu melhor palpite é mesmo seguir em direção à lua que vem lá. - olhou para o Leste, mas ainda era cedo para encontrar uma lua ali - Espero que não se incomode, mas é que essa cidade é um tanto confusa e nós precisamos achar o início da rota.

- Bah?!

- Oh, sim. Eu tô ansiosa e ganhei um morceguinho de presente. Acho que o destino tá dizendo pra eu me aventurar noite a dentro. Vem comigo!

Deu o primeiro passo, caminhando pela calçada, para o Leste, tendo como orientação o sol. Verdanturf não era tão grande quanto outras cidades, mas, mais cedo, Nakeisha esteve distraída demais para aprender os pontos de referência do lugar. Teria que se localizar pela intuição e curiosidade até encontrar a estrada da rota 117 que a levaria até Mauville. Estava logo ali, ela podia sentir... Olhou um pouco acima do seu ombro direito e lá estava Woobie, voando com um frenético bater de asas para lhe acompanhar. Sorriu e foi tomada por mais uma dose de confiança.
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Sleepy em Sab Maio 16 2020, 16:17


OFF:
Seja bem vinda ao fórum serei o seu narrador e espero que se divirta. Deseja colocar uma personalidade pro Woobat? Falando em Woobat, ele vai ser um pouco dificil de treinar, mas a gente da um jeito. E por último o Discord do fórum, entra aí: https://discord.gg/sdwRSAc

A jovem Nakeisha acabara de sair de uma despedida com seu irmão, mas talvez aquilo não seja um adeus, mas sim um até logo, o futuro é algo que não se dá para prever, a não ser que você seja um pokémon como um Xatu, mas será que os Xatus conseguem mesmo prever o futuro? Mas mesmo depois de tal despedida, Nakeisha logo tinha uma "união", ela conhecia o seu primeiro parceiro de jornada, uma pequena bolinha de pelos nativa de Unova. A Woobat parecia um pouco perdida, mas se sentia confortável ao ver que tinha alguma companhia naquelas terras completamente desconhecidas para a pequena voadora. Como todo voador, adorou ficar fora da pokébola e ficar voando ao lado de Kiki.

A jovem negra tinha como objetivo chegar em Mauville pela Rota 117, queria se encontrar com o seu pai, queria se reunir mais um pouco com a sua família. Por que não fazer isso? Mas Nakeisha ainda estava em Verdanturf, nem havia chegado na rota ainda. Naquele fim de tarde, a garota seguia por uma estrada de terra, exatamente do que se esperaria do pequeno vilarejo.

Na sua caminhada ela podia notar três pontos importantes: um pequeno pátio de terra batida com umas três arenas e várias crianças e alguns pokémon, espécies bem comum do tipo Zigzagoon e Poochyena. Todas elas pareciam bastante animadas, mas parece que como crianças não tinham uma boa noção de usar o espaço com eficiência, deixando uma das arenas vazias, e a maioria delas se concentrava na batalha que estava acontecendo na arena mais a esquerda, era quase que uma grande torcida ali.

Pouco mais a frente do pequeno pátio, ela encontrava uma horta de um tamanho bem considerável com uma casa de madeira ao lado dela. Do lado de fora tinha um homem bem gordinho, que aparentava estar lá pelos seus 40 anos, vestido do jeito mais "redneck" possível e com um grande pokémon verde e espinhento na horta, com uma folha na sua cabeça que se assemelhava a um chapéu. O pokémon planta disparava espinhos em um bando de Taillows que se aproximava da horta, conseguindo levar um deles ao chão enquanto os outros fugiam assustados, voando meio que em direção a Kiki, mas entrando em uma mata a esquerda da jovem.

Falando na mata, tinha uma criaturinha misteriosa a espreitando de lá, andando bem rápido por lá, fazendo barulho nos arbustos e meio que imitando o ritmo de Nakeisha, parando enquanto ela para, mas mesmo assim andava mais rápido que ela.

Sleepy
Sleepy
Estagiário

Estagiário

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Sab Maio 16 2020, 21:31

Off:
Oi! Duplamente obrigado: pelas boas vindas e por jogar comigo ^^
Eu aceito a personalidade na Woobat sim, e o desafio de treinar também Very Happy
Se eu puder escolher a personalidade, pode ser Tímida.

Verdanturf era um vilarejo com uma essência peculiar, bastante interiorano com suas estradas de terra, cidadãos de vida simples e sem o frenesi comum de cidade grande. Numa nota mental, Nakeisha registrou esses fatos como positivos e o elencou junto a outros motivos para quando convencesse a família a deixar Rustboro.

Sem muito com o que se distrair, o cenário a sua volta tornou-se infinitamente interessante: crianças se divertindo em pequenas batalhas com seus Pokémon – “Hm, porque nunca me deixaram ter um Pokémon assim tão cedo?”, pensou; a calmaria da mata do entorno, interrompida por um incomum farfalhar de arbustos – “Deve ser o vento”, decidiu; e também um brado, mesclado com intenso bater de asas de vários Pokémon vindo em sua direção, o que lhe chamou mais atenção que tudo.

Em frente uma casa estava um homem de idade e aspecto rústico, que parecia empenhado em afastar um grupo de Taillows, com seu estranho Pokémon atirando espinhos contra eles. Chocada e determinada, Kiki não pensou duas vezes em apertar os passos na direção do sujeito, com Woobat em seu encalço. Kiki nunca via maus tratos e ficava calada!

- Mas o que senhor ‘tá fazendo? ‘Tá louco?! – pode ter soado um pouco mais grosseira do que gostaria, mas já era tarde e não tinha lá muita intenção de voltar atrás – Senhor!!! – exclamou abismada.

Enquanto se aproximava pode ver um pequeno Taillow abatido no chão, atingido pelos espinhos. Foi o Pokémon que lhe inspirou cautela, fazendo-a reduzir os passos e caminhar se agachando aos poucos, tentando se chegar até a ave sem assusta-la.
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Sleepy em Dom Maio 17 2020, 00:03


A adolescente estava maravilhada com a mudança de cenário em relação a Rustboro, era tudo mais simples mas ao mesmo tempo conseguia ser um lugar bem mais vivo, se assim pode-se dizer. Nakeisha chegava até a contemplar as crianças se divertindo com seus pokémon, não fazia muita questão do barulho nos arbustos ao lado dela, mas um desses "pontos importantes" havia chamado a atenção dela: a casa com a horta. A garota não aguentou ver os pequenos pássaros sendo atacados e logo foi confrontar o possível dono daquela horta, ele que respondia com uma antipatia bem evidente, começando a sua fala com um cuspe no chão.

- Como é que é menina? Eu não to fazendo nada, é só o meu Cacturne protegendo a minha horta, nada demais. De manhã ele ataca os Taillows e de noite ele ataca os Dustox, nada demais mesmo. Se bem que o grandão aqui prefere a noite. O que foi, tá com pena dos Taillow? - Fazia essa última pergunta ao notar Kiki se aproximando da ave machucada. O pequeno pássaro azul foi acertado bem nas asas e mal conseguia se mexer e estava agonizando, ao ver que a adolescente estava preocupada com isso, o homem voltou a falar:

- Eu sempre dou as Oran Berries que ficam de sobra "pros" pokémon que ficam machucados, só não quero que toquem na minha horta, já que eu literalmente vivo dela. Falando nisso: - O homem dava uma leve pigarreada e então começava a gritar: - Linda, quando você voltar aqui, traz umas duas Oran Berries pra um Taillow que ficou machucado! - E então se virava para Nakeisha: - Satisfeita? Agora é só esperar um pouquinho, minha esposa vai cuidar dele.

Depois de cerca de dois minutos uma mulher aparentemente muito mais nova, de longos cabelos castanhos e olhos da mesma cor, trajando um curto vestido branco. A mulher vinha de fato com as tais frutas, mas ela vinha também com uma coisa bem mais notável: uma cadeira de rodas.

-Pronto amor, já terminei de limpar a sua cadeira. E também trouxe as Oran para cuidar do Taillow.- Não demorou muito pra notar a presença de Nakeisha: -Oi menina, quem é você? Por acaso o Jake te tratou mal? E que pokémon bem estranho que você tem.

- Ela deve ser só mais uma treinadora e eu NÃO a tratei mal. - Dizia o homem em resposta. Jake e Linda era o nome do casal.

-Bem, de qualquer jeito, o que você acha de alimentar o Taillow você mesma, sabe.- Dizia Linda entregando as frutas para Nakeisha sem que ela tivesse chance de responder e logo se virava para o seu suposto marido, ajudando ele a se colocar na cadeira de rodas.

- Relaxa que o grandão aqui não vai fazer nada com você. - Dizia Jake já na cadeira de rodas, se referindo ao Cacturne.

Sleepy
Sleepy
Estagiário

Estagiário

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Dom Maio 17 2020, 16:36

Aborrecida e silenciosa, Nakeisha apenas escutou o discurso do velho, mais preocupada em dar atenção ao Taillow machucado. Mas, foi inevitável olhar quando o homem mencionou seu próprio Pokémon planta e a horta. Eram elementos para os quais a garota dera pouca atenção no começo de toda situação.

Respirando fundo para retomar a calma e a paciência, não demorou muito até que a mulher do velho chegasse ali, atendendo ao seu chamado. Chamavam-se Jake e Linda, pelo que a menina compreendeu da conversa entre ambos. Ao contrário do marido, Linda tinha um ar mais amigável, o que ajudou na restauração da calmaria de Kiki. Também, ter as berries em mãos para cuidar do Pokémon abatido lhe tocou num lugar de gratidão.

- Me desculpe, senhor. - quebrou o silêncio da sua parte, respirando fundo uma vez antes de prosseguir - Me chamo Nakeisha e essa aqui é a Woobie... Woobat. Não é uma espécie daqui. - deu uma longa olhada e um sorriso de cumplicidade para seu Pokémon, pois nem a própria Kiki era dali, de Hoenn - Sim, sou treinadora... Quero dizer, mais ou menos... Bem, sim, 'tô começando minha jornada hoje. - estava sinceramente desconcertada - É que eu não gosto que tratem mal os Pokémon, principalmente um tão indefeso como esse, que chegou aqui por instinto e não por maldade.

Kiki chegou mais perto da ave. Tirou pedacinhos da Oran Berry e a aproximou do bico e das narinas do Taillow, estimulando para ver se ele era capaz de comer sozinho, ou se ela teria que adotar outra estratégia. Naquela hora todo o tempo gasto assistindo documentários e lendo coisas sobre Pokémon, principalmente os voadores, claramente se transformava num conhecimento útil e prático. Com isso, tentava encontrar também uma forma de pegar a ave no colo sem machucar mais a asa visivelmente atingida.

- Agradeço, por mim e por eles, a boa ação dos seus cuidados quando algum se machuca. Mas, talvez, só talvez, ninguém precise se machucar desde o princípio... - olhou para o Cacturne que a observava e lançou um meio sorriso, sincero e sem julgamentos - Imagine se alguém resolve atacar seu Cacturne abertamente por... sei lá, ameaçar, sem querer, pisar na horta alheia, por exemplo. - olhava agora de Jake para Linda, e deles para o Taillow.

Nascida e criada na cidade de Violet, Nakeisha tinha uma sólida percepção do que era o convívio harmônico entre humanos e Pokémon. Sentia-se segura de lutar por essa filosofia pois sabia que não era a única a pensar assim. Afinal, até mesmo o Professor Birch, conhecido e respeitado ali em Hoenn, compartilhava dessa visão.
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Sleepy em Seg Maio 18 2020, 00:12


- Prazer em conhecê-la Nakeisha. Mas fique calma, eu também conheço bem os pokémon e sei que os que vem para a minha horta não o fazem por mal. Eu já tive meus dias de gloria como treinador, peguei o grandão aqui lá no Shimmer Desert. Linda e eu eramos um casal de treinadores e tanto. - Suspirava Jake, já na sua cadeira de rodas: - Mas aconteceu um acidente que me deixou paraplégico e agora estou aqui e a Linda resolveu ficar cuidando do homem que não era mais aquele cara lindo que ela conheceu. Não da pra manter a forma em uma cadeira de rodas, sabe. Tive até que liberar meu maior parceiro pokémon, a minha Milotic.

- Jake, eu ainda amo você e o Cacturne aqui também.- Dizia Linda, enquanto até mesmo o Cacturne olhava, parecendo ficar "sentido" com a situação: -Bem, Nakeisha, certo? Já da pra ver que ele tem muita saudade da época dele como treinador. Eu também tenho pra falar a verdade.

Depois daquele desabafo do casal, o foco era o Taillow, ele que ainda estava bem desacordado, mas conseguia morder os pedacinhos da fruta, tendo que ficar no colo de Kiki. Ele ia melhorando aos poucos e os espinhos desgrudando e ele ia pegando a fruta em pedaços maiores até que pode comer a segunda fruta por si mesmo, mas logo que já estava melhor, ele olhou para os seus arredores e acabou se assustando até mesmo com a presença de Kiki que apesar de ser uma garotinha aparentemente inofensiva, o rosto desconhecido era o suficiente para assustá-lo, junto com o casal, mas ele nem chegava a notar o Cacturne, que estava completamente parado, peculiaridade do pokémon planta para ser notado.

O pequeno pássaro se afastava de Kiki e a encarava, um tanto irritado, não parecia gostar de humanos. Jake vendo a cena fazia um comentário:

- Acho que o pequeno aqui quer batalhar. Eu adoraria ver uma batalha de novato. E aí Nakeisha, vai recusar o desafio do pequeno aí?


Sleepy
Sleepy
Estagiário

Estagiário

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Seg Maio 18 2020, 00:47

Nakeisha ouviu com atenção o desabafo de Jake, consoante com as palavras afetuosas da esposa. De fato, a garota só podia imaginar como era ter a vida mudada tão drasticamente como a de Jake foi, pois o máximo que ela tinha vivenciado foi ter deixado Johto para trás. Algo que nem se comparava a situação do homem.

Com o clima melancólico pairando entre os três, foi quase inevitável que encontrassem um ponto óbvio de distração, até para que pudessem mudar de assunto. Assim, o Taillow em nítida recuperação tornou-se o centro dos olhares. A melhora do Pokémon alegrava Kiki, que exibia um amplo sorriso ao vê-lo despertar.

A situação não podia ser mais curiosa, porque uma vez de pé e recuperado, Taillow se afastou e aprumou, com olhar desafiador e irritado para os humanos. Kiki não foi a única a se surpreender com isso, mas Jake foi o primeiro a traduzir o comportamento da ave como um desafio real.

- Hm... - resmungou, pensativa, enquanto levantava do chão. Olhou do Taillow para Jake em sua cadeira de rodas - Eu normalmente não gosto muito de batalhas, mas acho que posso dar a vocês um pouco de ação - lançou um meio sorriso - Além disso esse mocinho aí 'tá se mostrando muito ingrato...

Nakeisha olhou fixamente para Woobat. A menina tinha um olhar carregado de ânimo. Essa seria sua primeira batalha como treinadora, oficialmente. Também, a primeira com sua nova parceira de aventura. Seria uma boa oportunidade para perceber o que ambas eram capazes, juntas.
Woobat vs Taillow
Start!

- Woobie, vamos lá! - ela apontou com o indicador para o pequeno Taillow. Era hora de Kiki e Woobat se provarem - Vamos testá-lo primeiro Woobie, atraia ele com Attract e depois atinja com Confusion! - a treinadora ordenou, na intenção de que efeitos secundários das habilidades pudessem limitar o oponente.
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Sleepy em Seg Maio 18 2020, 17:53


- Todo treinador vai acabar batalhando um dia. Pelo menos você não começou com o Feebas igual eu, - Comentava Jake dando um riso bem sonoro: - E que comece o show!

O pássaro azulado ao ver que Woobie tomava posição de batalha já avançava com o seu bico para cima dela, causando um dano nada preocupante (-3) e a sua oponente revidava, com um ataque nada convencional, voava em volta do Taillow e o... acariciava? Com o seu focinho em forma de coração. Aquilo pareceu ter um efeito, pois o pássaro estava apenas olhando para o focinho de Woobie, e a sua feição furiosa e assustada foi embora por completo, estaria ele apaixonado?

O Taillow por ser o mais rápido em campo deveria se mover e fazer algo, mas não fazia nada, continuava encarando Woobie, completamente no mundo da lua, deixando o morcego livre para atacar, com uma onda psíquica que apesar de não ser forte em si, feria bastante o Taillow (-6), mas isso não fazia com que ele deixasse de fitar a sua oponente, mas o que também acontecia era que ele ficava tonto e acabava andando de um lado para o outro, sem rumo. Não bastava ficar apaixonado, mas também estava completamente confuso.

- Mas esse pokémon já faz bastante coisa apesar de parecer ser bem novinho. Aiai, o Attract me lembra da minha Milotic. Será que ela está bem lá nos mares de Sootopolis. - Jake voltava a comentar, dando um suspiro e ao perceber que já estava de volta com seus desabafos de meia idade ele  cortava a própria fala antes mesmo de continuar a falar: - Acho que é melhor eu parar de ficar falando sobre o que eu já fui um dia.




Taillow:
Attracted  Confused
Hold Item:
Nenhum
Trait:
Guts

lv4 Taillow


13/19
#001 - Mama told me not to waste my life Taillow
#001 - Mama told me not to waste my life Woobat
lv5 Woobie


18/22
Trait:
Unaware
Hold Item:
Nenhum
Woobie:
Normal

Campo: Uma estrada de terra, com a casa e horta de Jake e Linda ao fundo.
Sleepy
Sleepy
Estagiário

Estagiário

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Seg Maio 18 2020, 18:21

- Excelente Woobie! - Kiki elogiou seu Pokémon pelo desempenho.

O próprio Jake parecia impressionado com a habilidade da Woobat e isso era uma massagem no ego da treinadora novata. O homem também tornava a fazer menção ao seu tempo de aventura e agora revelava que seu inicial foi um raro Feebas... Kiki sorriu em reflexo, imaginando durante alguns segundos o Pokémon peixe se debatendo aleatoriamente ali diante dela.

De volta a batalha, Taillow parecia definitivamente afetado, com as capacidades reduzidas. Ele andava atordoado de um lado para outro, sem ter muito onde se apoiar ou esbarrar naquela área um pouco mais aberta. Mas, Nakeisha e a morceguinha não podiam baixar a guarda diante de um oponente com habilidade de ataque físico revelada.

- Woobie, não dê abertura pra ele, use Gust duas vezes pra manter o Taillow longe de você! - ordenou com convicção de sua estratégia.
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Sleepy em Seg Maio 18 2020, 22:36


OFF: Me desculpa pelo post pequeno.

O passarinho, mesmo confuso e apaixonado conseguiu atacar pelo menos mais uma vez, dando mais uma de suas fracas bicadas em Woobie (-3), ela que revidava disparando uma rajada de vento, que foi forte o suficiente para deixar o Taillow nas últimas condições (-5). Então os dois pokémon repetiram os seus movimentos, ou pelo menos era o que o Taillow queria fazer, mas saiu em um voo rasante direto para o chão (-3) e a ventania de Woobie o nocauteava (-5).

O casal que assistia a breve batalha batia palmas ao ver o resultado e Jake já dava uma risada bem sonora antes de fazer um comentário:

- Acho que você tá livre pra capturar o pequeno aí. Acho que ele vai até ficar melhor com você. Já que você já tá com um pokémon voador mesmo, porque não ter dois? - Voltava com mais de seus risos sonoros. Mas era isso, porque Nakeisha não pegaria aquele Taillow que ela mesma venceu em batalha? Uma adição ao seu time logo em sua primeira batalha. Depois disso a esposa de Jake começava a falar.

- Quer descansar um pouco aqui em casa antes de continuar? Na verdade nem sei pra onde você vai, mas comer alguma coisa antes de sair aí pelo mundo é sempre bom.

- Pra quem teve que aprender a cozinhar do nada, minha esposa tem até que uma comida muito boa. - Dizia Jake dando mais uma de suas risadas e Linda fingia estar com raiva mas logo voltava a rir e Jake complementava: - Também não sei para onde você vai mas vem cá por um tempo. Treinadores pokémon precisam comer também.




Taillow:
Fainted
Hold Item:
Nenhum
Trait:
Guts

lv5 Taillow


0/19
#001 - Mama told me not to waste my life Taillow
#001 - Mama told me not to waste my life Woobat
lv5 Woobie


16/22
Trait:
Unaware
Hold Item:
Nenhum
Woobie:
Normal

Campo: Uma estrada de terra, com a casa e horta de Jake e Linda ao fundo.
Sleepy
Sleepy
Estagiário

Estagiário

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Seg Maio 18 2020, 23:55

Off:
Sem problema, também escrevi pouco Smile

- Isso!

Nakeisha vibrou com o resultado da batalha, mas não sem antes ter ficado apreensiva quando Woobat fora atingida e Taillow se mostrava mais uma vez valente. Sua estratégia primária tinha se mostrado bastante eficiente, incapacitando o oponente de agir com plenitude. Por isso, fez uma nota mental de como poderia proceder em batalhas futuras ao lado de sua aliada.

- Woobie, você é incrível! - se lançou sem hesitação para um abraço e um afago em sua parceira.

Ao lado de Kiki, o casal também comemorava o resultado, incentivando a garota a capturar o Taillow abatido. De fato, era o que parecia mais adequado depois de ter machucado a ave. Além disso, dois outros motivos a impulsionavam: o pequenino era um bocado valente, e ela definitivamente tinha tal paixão por Pokémon voadores.

Tinha uma pokébola em mãos, pronta para ser lançada, ao passo que Linda, reforçada pelo marido, convidava a treinadora para repousar ali, com eles, antes de seguir jornada. Era difícil para Kiki confiar em estranhos, mas algo de sua intuição lhe indicou que podia dar uma chance. Caso se sentisse desconfortável demais, partiria.

- Não precisam insistir. - sorriu para Jake, pelo conselho da captura, e para Linda, pela generosidade. Segurou firme a pokébola vazia na mão  - Taillow, eu quero você! - mirou na ave e lançou a esfera rodopiando para tentar capturá-lo.
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Sleepy em Ter Maio 19 2020, 22:58


OFF:
Esqueci de colocar a EXP. E o que eu postei aqui é sobre o evento que tá tendo sobre Tohjo.

O Taillow estava lá caído e Woobie balançava suas asas bastante empolgada por ter vencido sua primeira batalha e não tinha nada impedindo Nakeisha de jogar a pokébola no derrotado e então era o que a garota fazia. A pokébola encostava e magicamente absorvia o pássaro que nem chegava a resistir. A esfera bicolor balançava as três vezes necessárias para consumar a captura e estava lá, o Taillow era o mais novo amigo de Nakeisha.

E Nakeisha não recusava o convite do casal, claro que era bom ter uma certa desconfiança de estranhos, mas os dois pareciam um simples casal que teve que se manter em casa devido a acidentes desafortunados. Ao entrar na casa de madeira, a garota via que parecia bem menos humilde no interior, os móveis pareciam caros, feito de madeira bem selecionada, uma lareira na sala de estar, que provavelmente não era muito utilzada já que Hoenn era uma região tropical, e uma cozinha cheia de máquinas para facilitar a vida, como lava-louças e um micro ondas, definitivamente caro. Além disso a casa tinha dois andares, onde o resto dos cômodos devia ficar.

- Bem vinda Nakeisha, espere aqui na sala de estar enquanto eu preparo alguma coisa pra você comer.- Dizia Linda que levava Jake em sua cadeira de rodas e também o deixava na sala de estar: - Mas antes dê isso aqui para os seus pokémon. - Era um saquinho com três Oran Berries, o suficiente para deixar Woobie e Taillow saudáveis. E então a mulher ia para a cozinha.

Enquanto isso Jake ligava a TV e a primeira coisa que estava lá era um noticiário, que na verdade estava mais para um anúncio. Informavam que as regiões de Kanto e Johto não estavam mais inundadas e daí a parte do anúncio começava: Estão recrutando treinadores, sem nenhuma restrição, para ajudar na reconstrução de várias cidades das duas regiões e oferecendo recompensas pela participação. Jake logo fazia um comentário sobre isso para Kiki.

- Olha só. Você acha que consegue dar conta de uma coisa dessas? Pelo tamanho dessa operação, as recompensas devem ser legais.



Progresso - Kiki:
#001 - Mama told me not to waste my life 527 Wobbie - Unaware: 18/24
#001 - Mama told me not to waste my life 276 Taillow - Guts: 0/19

Capturas:
- Capturou um Taillow

EXP:
- Woobat recebeu 450 de EXP e upou para o Lv. 8 [88/169] e recebeu +9 de happiness.

Itens:
---
Sleepy
Sleepy
Estagiário

Estagiário

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Qua Maio 20 2020, 00:10


Mama told me not to waste my life

As três vibrações da pokébola pareceram durar uma eternidade, depois que o Taillow foi absorvido pela esfera. A ansiedade era tanta que Nakeisha pode sentir as palpitações do coração subirem quase até a boca. Uma mescla de angústia e ânimo indescritíveis... "Então é assim que se sentem os treinadores afinal?!, refletiu, concluindo que as aulas na Escola de Treinadores estava longe de conseguir transmitir tantas nuances da realidade.

Quando enfim a captura foi concluída, a treinadora suspirou tão profundamente, aliviada, que parecia ter tirado um mundo das costas. Segurava a pokébola na mão com firmeza, como se para garantir que Taillow não sairia dali antes que ela estivesse pronta para cuidar dele. No braço livre pegou Woobie no colo, para que ela pudesse descansar e se sentir mais segura já que entrariam em um espaço fechado. Assim, entrou na casa atrás de Jake e Linda com os passos tímidos.

O interior da casa tinha uma aparência um bocado diferente, comparado com a parte externa. Kiki esperava encontrar a mesma rusticidade ali dentro, mas os móveis lhe contavam outra história. Apesar da primeira impressão, não estranhou o bom gosto e a modernidade, pois já estava acostumada àquele tipo de conforto. Enfim, uma vez lá dentro, foi convidada a ficar na sala com Jake, enquanto a esposa dele cozinhava algo. Como se o convite de repouso e comida já não fosse generosidade suficiente, Linda ainda trouxe mais algumas berries, sugerindo que a jovem treinadora cuidasse de seus Pokémon.

- Nossa! Muito obrigada! Eu... eu nem sei como agradecer a gentileza de vocês... - acostumada a ganhar as coisas por puro mimo, Kiki sentiu-se envergonhada por, de fato, receber tanta generosidade gratuita, sem saber como mostrar-se grata além das palavras.

Tímida, sentou no chão próximo a uma poltrona. A sua frente estendeu um lenço que trazia na mochila, ali colocou as frutas e, ao lado delas, depositou Woobie e Taillow, fora da pokébola, para que pudessem comer, descansar e se recuperar também. Sorriu com alegria ao ver seus Pokémon, mas sua distração durou pouco, já que o anúncio na TV roubava-lhe toda só por mencionar Johto. Por quê esse dia estava sendo assim, tão cheio de surpresas?! A mais nova: recrutavam treinadores para reestruturar Kanto e Johto! Os olhos dela brilhavam olhando para a TV.

Você acha que consegue dar conta de uma coisa dessas? - a voz de Jake parecia distante, quando a mente da garota é que estava.

- Sim! - respondeu sem hesitar - Não. Quer dizer... Não sei. Eu adoraria, mas não sei se 'tô pronta... - baixou os olhos, entrando num pequeno conflito interno de alegria e aflição - Eu vim de lá. - tornou a olhar para a televisão onde imagens das cidades apareciam - Eu vim de Johto. Seria uma honra ajudar a reerguer minha cidade. - suspirou.

Um novo e sólido propósito parecia se formar diante dos olhos de Nakeisha. E não vinham em melhor tempo, justo no começo de sua jornada! Agora ela finalmente sentia que o universo conspirava a seu favor. Sentia, também, segurança para seguir em frente, determinação e ambição para que estivesse pronta e pudesse e dar o seu melhor. Ia para Johto sim, e nada iria impedi-la!

~KOI
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Sleepy em Qua Maio 20 2020, 16:35


Os dois pokémon de Nakeisha não recusaram as berries, quer dizer, o Taillow ainda parecia bem irritado, mas ao ver as berries era como se ele dissesse por meio de um cry: "Ah, por que não?". Woobie não se sentia muito confortável com o novo parceiro que ainda não era tão parceiro, então arrastava a sua berry para longe dele. Enquanto isso Jake comentava para Kiki.

- Johto? A única região que Linda e eu visitamos nos nossos dias de glória foi Sinnoh e aquele lugar era lindo. Quer dizer, antes que eu comece a dar meus desabafos de velho, mesmo eu tendo só 40 anos, eu recomendo você ir nesse negócio aí de Tohjo. Eles não especificaram nada, então talvez até uma novata como você consiga. - Aquele comentário de Jake podia fazer com que Nakeisha ficasse ainda mais empolgada com esse anúncio de ir para Tohjo, mas antes que ela pudesse pensar, Linda já chamava os dois para a cozinha. E os dois pokémon de Nakeisha já haviam terminado as suas Oran Berries.

Linda chegava para levar Jake e seguia logo atrás da jovem. Ao chegar na cozinha, havia uma mesa redonda com duas cadeiras e três pratos postos a mesa, a refeição em si parecia uma macarronada, mas Linda logo fazia um comentário.

- Esse é o meu espaguete 100% vegetariano. Espero que você goste. Eu tive que virar vegetariana pra me acostumar a morar com esse carinha aqui.- - Ela dava uns risinhos e então se sentava em uma das cadeiras, colocando Jake no lado de frente a ela, deixando a cadeira mais próxima a janela para Kiki.

- Vai se surpreender com a comida da minha esposa, nem vai parecer que ela começou a cozinhar apenas a seis meses atrás. - Dava mais uma risada sonora e logo mudava o tom: - Hey Nakeisha, não sei para onde você vai depois, mas se importa de eu pedir algo? Você viu que tem uma mata em frente a nossa casa, e deve ter algumas berries bem interessantes lá? O que acha de ir lá pra mim? Se não for problema pra você obviamente.

- Eu vou com você. Tenho um pokémon forte, ainda mais forte que o Cacturne do Jake.- Linda se voluntariava para ajudar a garota. O que Nakeisha faria?



Progresso - Kiki:
#001 - Mama told me not to waste my life 527 Wobbie - Unaware: 24/24
#001 - Mama told me not to waste my life 276 Taillow - Guts: 19/19

Capturas:
- Capturou um Taillow

EXP:
- Woobat recebeu 450 de EXP e upou para o Lv. 8 [88/169] e recebeu +9 de happiness.

Itens:
- Bottle Caps até agora: 1
Sleepy
Sleepy
Estagiário

Estagiário

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Koi em Qua Maio 20 2020, 17:54


Mama told me not to waste my life

Depois da surpresa positiva vinda da televisão, a sombra de um sorriso estampou o rosto de Nakeisha de forma permanente.  Ela ainda parecia levemente aérea, com a mente fervilhando de ideias e planos. Esse sentimento, de fato, só foi potencializado pelo que Jake dissera e, se não fosse o chamado de Linda, era capaz do impulso levar a jovem treinadora a partir naquele mesmo instante. Mas, seria apenas impulsividade afinal. Não tinha necessidade de tanta pressa.

- Queridos, não posso dar as costas pra vocês bagunçarem a casa deles. - murmurava com afeto para seus Pokémon - Voltem um pouquinho e descansem, por favor. - estendeu as respectivas pokébolas para seus companheiros, recolhendo os dois antes que fosse levada até a cozinha.

Linda apresentou o prato feito por ela, enfatizando que era uma refeição inteiramente vegetariana. Apesar de atípico, isso não seria uma novidade uma vez que Kiki vez e outra convivia com o segundo irmão, atleta profissional adepto das mais variadas dietas. Além disso, o espaguete tinha um aroma muito bom, capaz de abrir o apetite da garota quase que instantaneamente. Portanto, deixava a mochila de canto, lavava as mãos e sentava a mesa junto com o casal.

Enquanto aguardava que seus anfitriões se servissem primeiro, Jake conduzia a conversa para fazer uma proposta a Nakeisha, que também via uma oportunidade de retribuir um pouco a generosidade do casal. Também, era uma oportunidade de ver melhor a horta que passou despercebida anteriormente, quando a situação do Taillow tomou toda atenção. A companhia de Linda também seria muito bem vinda, talvez fosse a chance de conhecer mais um pouco dela e seu tempo de treinadora.

- Eu vou sim! Não é problema algum, imagina. - respondeu ao homem - É o mínimo que posso fazer depois de vocês serem tão bons comigo. - sorria com certa timidez - O que mais precisarem também, podem pedir.... Devo um monte a vocês. - de repente, pareceu lembrar de algo e completou: - Ah, a propósito, pretendo ir até Mauville. Meu pai vai ter um tipo de conferência por lá e talvez a gente consiga se ver. Vai ser uma boa oportunidade pra falar sobre Tohjo... Enfim, ficaria ainda mais grata se pudessem me indicar o caminho pra rota 117, depois, antes de eu partir.

Sim, entre os inúmeros planos que se formaram em sua cabecinha nos últimos minutos, após o anúncio de Tohjo, permanecia a ideia de seguir na esperança de encontrar seus pais, como combinado previamente. Queria vê-los antes de deixar Hoenn. Queria encontrar, principalmente, sua mãe, a quem não via há pelo menos três meses, desde que ela partira em expedição para o grupo de pesquisa com que trabalhava. Lembrar disso causou em Kiki uma pitada de saudade. Inevitavelmente olhou para Linda e isso trouxe conforto, mesclado com um sutil sentimento de lar.

~KOI
Koi
Koi
Monotrainer - Flying

Monotrainer - Flying

Alertas :
#001 - Mama told me not to waste my life Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 - Mama told me not to waste my life Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 - Mama told me not to waste my life Empty Re: #001 - Mama told me not to waste my life

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum