Go Go, Cetta!

Ir em baixo

Go Go, Cetta! Empty Go Go, Cetta!

Mensagem por Izziellyn em Qua 13 Mar 2019, 04:42


GO GO, CETTA!
Finalmente havia chego o grande dia. Confesso que. até alguns anos atrás, eu nunca imaginei que poderia um dia sair da casa de meus pais rumo ao desconhecido. Devo isso ao meu irmão Giovanni, que sempre foi o meu maior companheiro e tomou a iniciativa de se tornar um treinador. Enquanto arrumava a mochila que me acompanharia naquela viagem, já conseguia imaginar um pouco do que eu poderia viver e até uma possível futura batalha com Anni. Abri cuidadosamente cada gaveta do meu criado mudo e observava o que poderia tirar dali e que seria útil durante minha jornada. E em meio a várias bugigangas, achei uma linda foto de todos os Popplewell. Era uma foto antiga, que haviam tirado quando eu havia ido para o hospital dar pontos no meu corte nas costas. Enquanto retirava a poeira da fotografia, conseguia lembrar daquele dia como se fosse hoje. Meus irmãos mais novos correndo pelo quarto, papai e mamãe preocupados e Anni rindo diante da situação. Realmente eu tinha uma boa família e ótimas memórias. Será que valeria a pena trocar tudo isso por uma vida incerta?

Fiquei pensativa durante alguns minutos, foi quando mamãe entrou no quarto e perguntou se estava tudo bem. — Só estou com um pouco de... medo. — Proferi a última palavra com certa dificuldade. Medo certamente era algo que eu raramente sentia. E em meio a conversa com mamãe, todos entraram no quarto e me deram um abraço coletivo. Eu sabia que eles me amavam acima de tudo. Mas não havia mais tempo a perder, me despedi de cada um de meus irmãos e me certifiquei de dizer exatamente o que cada um deveria fazer para ajudar nossos pais. Dei um longo abraço em papai e mamãe, deixando claro o quanto eu estava feliz por todo apoio que estavam me dando e quando me senti pronta, descemos todos as escadas. Assim que chegamos até a sala, a campainha tocou e isso só podia significar uma coisa. Olhei para meus pais e irmãos, recebendo um olhar em troca que dizia mais do que palavras. Era a despedida, de fato.

Papai foi quem abriu a porta e recebeu um moço de óculos e vestindo um jaleco branco. Ele carregava consigo uma maleta que parecia pesada e esperou o convite para entrar. O homem com certeza surpreendeu-se com o tamanho de nossa família, pois assim que entrou na nossa casa, parou por alguns segundos para observar, e talvez contar, quantos ruivos tinham naquela sala. Ele só voltou a si quando mamãe lhe chamou pela terceira vez, oferecendo uma bebida quente, que ele gentilmente aceitou. Foi quando tomei a iniciativa de falar com o rapaz de óculos. — Sou eu que estou partindo... O que trouxe para mim? — Perguntei para ele, no momento em que mamãe voltava com um leite quente e alguns biscoitos. O homem de óculos então abriu a maleta, revelando uma Pokéagenda, algumas Pokébolas e também utensílios de aventura, mas disse que só poderia me dar quando visse que eu realmente tinha um Pokémon comigo.

Olhei para papai, esperando que ele fizesse o que havíamos combinado. Eu via nos olhos dele que, apesar de sentir orgulho e me apoiar, estaria me entregando ao mundo no momento que me passasse a Pokébola com Growlithe. Ele parecia quase hesitar, mas com os olhos cheios de lágrimas, me entregou o objeto, que recebi com um sorriso no rosto. — Obrigada, Papai! Vou cuidar muito bem dele! Agora saia para que o moço te veja! — Disse para o Pokémon, vendo ele surgir bem na minha frente, entre todos nós. Growlithe rosnou um pouco, mas depois lambeu-se para limpar os pelos, ignorando completamente a presença do estranho. O homem sorriu com a cena e finalmente entregou cada um dos itens que tinha para mim. Ele me deu algumas orientações sobre a jornada e depois partiu, nos deixando sozinhos novamente.

Tratei de rapidamente colocar os itens recebidos junto da minha mochila já arrumada, enquanto era seguida e cheirada pelo curioso Growlithe. — Vamos nos dar muito bem não é Grow? — Disse para o Pokémon cachorro, fazendo um carinho em sua cabeça, ao mesmo tempo pensando em um nome mais fácil para ele — Acho que vou te chamar de Grow por enquanto, mas ainda não é seu apelido... O que acha? Depois penso em um nome mais criativo. — Perguntei para o Pokémon, que me respondeu feliz com alguns latidos. Era a confirmação que precisava. Papai riu da minha escolha, dizendo que nunca havia pensado em nomear um Pokémon pastor e que ficaria curioso para descobrir se minha escolha combinaria com ele. Já mamãe, quase chorando, tentava se manter forte e sorria. Ela e todos meus irmãos me escoltaram até a porta e depois até a porteira da nossa chácara, em Verdanturf. Eu ainda não tinha decidido para onde iria seguir depois dali, mas me despedi longamente de todos os Popplewells e recebi um novo abraço coletivo, prometendo a todos eles que iria me comunicar com frequência a cada nova cidade visitada. Depois dos muitos beijos, abraços e “até mais”, com os olhos cheios de lágrimas, segui ao lado de Growlithe rumo ao desconhecido de uma jornada Pokémon.
Izziellyn
Izziellyn
Treinadora

Treinadora

Alertas :
Go Go, Cetta! Left_bar_bleue0 / 100 / 10Go Go, Cetta! Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Go Go, Cetta! Empty Re: Go Go, Cetta!

Mensagem por Artie em Qua 13 Mar 2019, 13:48

Inicial entregue e perfil atualizado.

Porém, você ainda não adicionou o link de sua ficha em seu perfil. Para fazer isso, siga o passo a passo a seguir:
Spoiler:
Go Go, Cetta! PjUsY0U
1- Entre em seu perfil

Go Go, Cetta! HtrN9BC
2- Adicione o link de sua ficha no campo apropriado e depois clique em "salvar" na parte inferior da página.

Após atualizar seu perfil, estará autorizado para postar sua primeira rota em Verdanturf ou proximidades. Boa jornada!
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Go Go, Cetta! Left_bar_bleue0 / 100 / 10Go Go, Cetta! Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum