[Ficha] Tikar Kopal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Ficha] Tikar Kopal

Mensagem por Tikar Kopal em Seg Abr 07 2014, 04:24

Tikar Kopal

Sexo: Masculino

Nascimento: 25 de dezembro de 1995, Mikan, Arquipélago Laranja

Idade: 18 anos

Altura: 1,80 metros

Peso: 82 quilos

Carreira: Treinador

Descrição física: Possui um longo e sedoso cabelo preto que se estende até a região de suas nádegas, com uma franja simetricamente cortada dividida por uma coroa dourada na testa. Tem um tom pele avermelhado, característica dos índios, e um corpo não muito musculoso, mas extremamente definido. Malhou durante anos para mostrar às pessoas que o filho de Arceus também deve ser superior fisicamente. Além das Pokebolas douradas em um cinto anexado à cintura, traja uma jaqueta de couro feita com couro de Ekans, sem camisa por baixo, um cachecol confeccionado com uma carcaça de Eeve, e uma calça fashion boca de sino, feita com pelos de Ninetails, além claro de botas pontiagudas forjadas com chifres de Pinsir. Pintou com canetinha cicatrizes nas palmas das mãos, nos pés e também uma barba na tentativa de fazê-lo parecer um Messias mais convincente.

Personalidade: Diferente do Jesus do cristianismo, Tikar de puro não tem nada. É extremamente soberbo, mesquinho e metido. Possui um complexo aguçado de superioridade, julgando todos como seres inferiores que devem seguir a sua vontade, acreditando que realmente pode convencer as pessoas apenas alegando que é o filho de Arceus. Possui um grande apego ao material, sempre ostentando tudo o que tem como prova de que é soberano, fazendo coisas como pintar de dourado as suas Pokebolas e usar roupas de luxo feitas com pele de Pokemons. Gosta de ser o centro das atenções, como uma vitrine. Para ele, quanto mais puder ser visto pela sociedade, melhor. Basicamente só vive em prol do seu falso status de Messias.

Biografia: Sua mãe nasceu em uma tribo indígena situada ao norte da primeira ilha do Arquipélago Laranja, Mikan, em uma floresta afastada da população. Basicamente viviam apenas da caça e da pesca, e não interagiam com a civilização, sendo assim acreditavam que, com exceção dos Pokemons, eram a única forma de vida humana existente. O acesso à região era praticamente impossível, assim como a saída, então sua ignorância provia das próprias condições geográficas, e não de uma escolha pessoal.
Apesar da boa convivência com os Pokemons, um dia a tribo foi atacada por um bando selvagem e insano de Clefairies que, transbordando intenção assassina, começou a matar sem piedade os indígenas. Uma chacina estava ocorrendo no local e sua mãe, sem outra alternativa, começou a fugir. Ao chegar na "barreira" que os impedia de sair dali, avistou outro membro tentando passar pelo local. Vendo a aproximação de algumas furiosas Clefairies, em um ato de desespero disse para o indivíduo que seu sapato estava desamarrado e, quando ele abaixou para verificar, usou corpo do coitado como escada para que pudesse passar por ela. Por que nenhum outro idiota tentou passar dessa forma pela barreira antes? Por que raios essa merda era impossível de ser passada? Por que diabos um índio estava usando sapatos? Como as fofinhas Clefairies poderiam ser tão perigosas? Jamais saberemos.
Após vagar por minutos pela floresta de Mikan, sua mãe encontrou civilização em uma região próxima ao centro da ilha. Completamente confusa e atordoada ao notar a existência de outros humanos, começou a entrar em desespero, afinal toda a sua cultura desmoronava ali, assim como a tribo, que àquela altura provavelmente já havia sido dizimada. Ao ver a desorientação da moça, um misterioso homem, trajando um sobretudo, óculos escuros e chapéu, com apenas uma cueca por baixo da vestimenta, aproximou-se oferecendo ajuda.
Induziu-a até um beco isolado da cidade, alegando que ali poderiam tentar telefonar para a sua tribo. Ao chegarem lá, sem pensar duas vezes, o homem arrancou suas poucas vestes com a boca, tirando o badalo ereto para fora. O que ele não esperava é que fosse levar uma sova de pau em seguida, afinal ela era uma caçadora nata. Implorando por perdão e com medo de ser novamente espancado, alegou que estava apenas seguindo a vontade de Arceus, e que na verdade era um anjo incumbido do dever de enviar o filho do Deus Pokemon à terra para salvar a humanidade, e que ela era a escolhida. Esse nome já era conhecido pela moça. Sua tribo tinha o costume de cultuar Arceus no intuito de clamar por prosperidade. Já possuía o conhecimento de toda a divindade e soberania do supremo Pokemon. Refletindo sobre todos os fatos que haviam ocorrido até então, acreditou que aquele era o seu destino, aceitando ser estuprada inocentemente.
Após o nascimento de Tikar, fruto desse estupro, sua mãe, decidida a torná-lo o salvador do mundo, passou a ensiná-lo os princípios divinos e o educou como se realmente fosse o novo Messias. Trabalhava como artesã de rua, vendendo colares, pulseiras e brincos personalizados feitos à mão, e morava em uma pequena casa de madeira no centro de Mikan. Apesar de nunca mais ter visto o homem misterioso, ela fielmente continuou acreditando em suas palavras, sendo tachada como louca e indo contra tudo e todos para provar que seu filho era realmente o enviado de Arceus.
Cansados das indagações malucas da indígena e com medo que sua loucura pudesse ser perigosa, os habitantes da ilha resolveram se livrar dela, queimando-a em uma fogueira feita na praça quando saiu para trabalhar. Tikar, que na época era criança, preocupado por sua mãe ainda não ter chegado em casa, resolveu ir à praça, se deparando com o que tinha sobrado dela na fogueira já apagada. Em prantos e desesperado ao ver sua mãe morta, prometeu fazer jus às suas palavras e provar para todos que é o Jesus do mundo Pokemon, partindo para Kanto tempos depois.
Após anos vagando pela região tentando convencer as pessoas de que era o escolhido, percebeu ao assistir a Liga Índigo, principal liga Pokemon de Kanto, que aquele evento era a principal fonte de audiência de todo o continente, e também a melhor forma de conseguir a atenção da população. Determinado a pregar sua palavra à humanidade, decidiu tornar-se um treinador para chegar à tão badalada Liga Índigo e provar à todos que é o sagrado salvador do mundo.

Região de Início: [X] Kanto [ ] Johto
avatar
Tikar Kopal
Membro
Membro

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ficha] Tikar Kopal

Mensagem por Selene em Seg Abr 07 2014, 13:18

Estarei avaliando sua ficha, pois bem aprovada.

Crie seu Box e se quiser também crie um Storage, então espere eles serem aprovados. Então, você poderá ir para o laboratório de sua respectiva região pegar o Pokémon inicial. Boa sorte em sua jornada.

_________________
avatar
Selene
Estagiária de Moderação
Estagiária de Moderação

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum