#00 - Complicado...

Ir em baixo

#00 - Complicado...

Mensagem por Ammyy em Qui Maio 31 2018, 17:31



Status: Um pouco cansado || Pokédex: 001/807 || Insígnias: 0 || Lugar: Hospital > Casa > Laboratório > Centro Pokémon

— Deu tudo certo nos seus últimos exames, Evan. Eu vou preparar a sua alta. — Disse o médico da voz rouca com um sorriso, que alguns segundos atrás estava concentrado em algumas papeladas, essas que o garoto tinha 99% de certeza de serem seus exames mais recentes.

Compreendia a preocupação de todos consigo, afinal, tinha acabado de sobreviver a um náufrago. Mas já estava cansado de tantos exames, e queria ir pra casa logo. A ansiedade de ir para casa era tanta que nem a notícia da alta o animou. Ainda estava um pouco p* da vida porque seus pais tinham recebido alta antes. Por que as coisas tinham que ser tão complicadas quando se trata de crianças?

Enquanto pensava, sua mãe entrou no quarto em que estava hospitalizado, e com seu jeitinho delicado de mãe, falou:

— Você vai receber alta hoje querido! Essa é melhor notícia do dia.

Chegou mais perto do filho, passando a mão em sua cabeça com a intenção de fazer carinho.

— Sim mãe, finalmente.

— Infelizmente não me deixaram entrar com o Meowth, mas ele já está na casa nova, são e salvo.

— Ele já saiu do Centro Pokémon?

— Faz tempo, querido. Espero que você goste da casa nova, e do seu quarto novo... Sabe, Hoenn parece ser um lugar tão bom quanto Kanto pra morar.

— Eu também espero.

Sua mãe continuou falando, mas Evan estava imerso demais nos próprios pensamentos para continuar prestando atenção. Seus pensamentos estavam nos últimos acontecimentos, e principalmente no que aconteceu na Ilha Southern. Por causa de tudo que ocorreu, sabia exatamente o que faria depois que saísse do hospital... Só não tinha tanta certeza de que aquela decisão de que estava prestes a tomar seria para sua vida toda.
Seus pensamentos foram interrompidos quando o médico entrou novamente no quarto, depois de alguns minutos de espera.

— Aqui está! Agora você já pode voltar pra casa, Evan. — Ele entregou alguns papéis para a mãe de Evan, que assinou um deles.

---


A cidade de Petalburg é o seu novo lar. Não era tão turbinada quanto Saffron, mas aparentava ser calma, simples e acolhedora. Apesar de que, particularmente, Evan ainda preferia a agitação de Saffron.
Uma coisa que o deixou  surpreso e não o agradou muito logo de cara foi a sua nova casa. Super pequena comparada a o luxo que estava acostumado a morar... Não seria fácil se adaptar. Entendia que a situação de sua família não era das melhores atualmente, principalmente depois do que tinham acabado de passar na viagem para a Ilha Laranja, mas não podia evitar de ficar inconformado, de ficar com aquele gostinho amargo na garganta.

— E-esse vai ser o meu quarto??

— Você sabe da nossa situação atual, então não quero ouvir nem um “piu” sobre isso, entendeu? — Respondeu o pai com voz autoritária. Para o chefão da casa, era ainda mais difícil encarar aquela situação, se tratando de dinheiro. Então Evan apenas engoliu a seco e respeitou a ordem do pai.

Mas não pensava só em ficar de braços cruzados diante da dificuldade. Não interessa se tinha apenas quatorze anos, não interessa se aquilo era assunto de adultos... Queria muito fazer alguma coisa pra ajudar a família, e faria.

Antes, enquanto estava internado, ainda estava na dúvida, mas agora tinha certeza; Se tornaria um treinador Pokémon, e ganharia muito dinheiro. É isso. Voltariam a morar no luxo, nunca mais iriam se preocupar com dinheiro. Esse era o novo objetivo de vida de Evan.
Olhou fixamente para o seu Meowth... Ele tinha nascido de um ovo do Persian, o xodó da família. Tinha zero de experiência em luta, mas Evan acreditava que, com o treino certo, Meowth se tornaria um Pokémon experiente e poderoso.

Se fosse para se tornar um treinador Pokémon, gostaria de ser que nem o treinador que o salvou e o trouxe em segurança até a região de Hoenn. O moreno sabe reconhecer uma pessoa humilde quando vê uma.

Seus pensamentos sobre planos para o futuro foram interrompidos pela voz da sua mãe o chamando na sala:

— Querido! Tem alguém querendo te ver!

Saiu apressado do quarto até a sala na ansiedade de ver quem o esperava, e ficou não tão surpreso, mas feliz ao ver que era Liam, seu melhor amigo que não via a um bom tempo.

Liam é um treinador Pokémon mediano e, atualmente estava se aventurando em Hoenn. Esse coincidentemente é o mesmo que sempre pega no pé de Evan dizendo que o mesmo tem potencial pra se tornar um treinador e que deveria virar um.

— E ai Evan! Quanto tempo, hein?

— É, acho que nem faz tanto tempo assim... Você não mudou nada.

— Não fala isso... Eu mudei bastante ok? É você quem não mudou nada!

O moreno agachou-se para pegar o Meowth que roçava em sua perna esquerda,  e em seguida foi para mais perto de Liam,  para falar num tom em que só ele pudesse ouvir.

— Vamos lá fora. Preciso te contar uma coisa.
O amigo curioso obviamente o acompanhou,  e já do lado de fora,  os dois ficaram se encarando, acompanhados de um silêncio estranho.
— Eu decidi que vou virar um treinador.  
Evan apenas soltou a bomba, e a reação do mais velho foi até engraçada; uma expressão mista de surpresa extrema e alegria.

— Não acredito!  Será que ouvi direito?? Você finalmente aceitou o seu destino?

— Não exagera.  Eu só vou entrar nessa pra ajudar minha família.

— Eu também entrei nessa pelo mesmo motivo.

Evan apenas concordou com a cabeça. Sabia da história de Liam,  e dos “perrengues” que o mesmo passou antes de virar um treinador.  Era por isso que ele era a pessoa perfeita para o ajudar.

—  Mas e aí?  O que estamos esperando para irmos buscar sua pokédex?  O laboratório não fica muito longe daqui…  Vamos,  Evan!

— To atrás de você.

Liam disse que o laboratório não ficava muito longe,  mas para Evan,  parece que demoraram séculos para chegarem até o destino.  No caminho pensou se realmente seria uma boa ideia se tornar treinador,  já que teria que andar feito louco. Teria que comprar tênis novos,  e talvez uma bicicleta.

Quando finalmente chegaram,  deu pra perceber que a cidade em que estavam era mais simples e acolhedora do que Petalburg.  Mas aquele acolhimento todo estava começando a enjoar.

— Olá Liam,  como vai a sua jornada?  — Era o professor,  que estava na porta do laboratório esperando convidados com um sorriso.

—  Está indo tudo bem,  professor!  Hoje eu trouxe um convidado especial —  Apontou para Evan — Ele quer se tornar um treinador Pokémon.

O professor chegou mais perto e analisou tanto ele,  quanto o Pokémon que Evan carregava em seu colo.  Meowth temia ficar sem ar,  de tanto que seu companheiro o apertava por causa da tensão.

— Ok,  vamos entrar no laboratório.

Não é preciso dizer que foi obrigado a ouvir aquele discurso que todo treinador precisa ouvir antes de ganhar a pokédex e ser oficializado como um treinador Pokémon. Além da pokédex, ganhou 5 pokébolas,  e uma pokébola para colocar o Meowth.

—  Agora você é oficialmente um treinador Pokémon. Boa sorte na sua jornada.

—  Obrigado.

— Evan, quando você estiver em  nível mais avançado,  vai poder batalhar comigo.

Liam parecia empolgado com aquela ideia. Talvez às vezes se sentisse sozinho na jornada e por isso estava tão feliz de ver que agora o seu melhor amigo também é um treinador.
---

Do laboratório, foram direto para o Centro Pokémon de uma outra cidadezinha. Os Pokémon de Liam estavam cansados, então parece que passariam algum tempo por ali.

— Então…  Você finalmente mudou de opinião sobre treinadores, hein?

Liam até tentou puxar assunto,  mas foi interrompido por uma enfermeira que pediu licença e disse que tinha alguém na linha querendo falar com o garoto do boné.

— Só pra deixar claro, eu não mudei minha opinião.

Ao ver quem estava na linha era ninguém menos que sua mãe, com uma expressão típica de mãe preocupada com o filho.

— Querido onde você está?  Está ficando tarde, é perigoso ficar na rua essa hora.

— Mãe, eu sou oficialmente um treinador Pokémon.  — levantou a pokédex em uma altura que sua mãe pudesse ver,  porém,  isso não a convenceu.  

— Ok treinador Pokémon,  hora de voltar pra casa. E Liam por favor, acompanhe Evan até aqui,  proteja meu bebê,  e certifique que ele use o repelente que tá na mochila.

Liam ficou sem reação,  mesmo depois da mulher ter desligado. Não sabia se ria do amigo,  ou se chorava por ele.

— Cara…  Acho que sua mãe não entende o que é uma jornada Pokémon.

— Que seja cara.  Pega os seus Pokémon e vamos dar o fora daqui.
avatar
Ammyy
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #00 - Complicado...

Mensagem por Artie em Qui Maio 31 2018, 23:52

Inicial entregue e perfil atualizado.

Você ainda não está autorizado a postar sua primeira rota, pois o link de sua ficha não consta em perfil. Para isso, você deve seguir o seguinte procedimento:
Spoiler:

1- Entre em seu perfil


2- Adicione o link de sua ficha no campo apropriado e depois clique em "salvar" na parte inferior da página.


Assim que atualizar o seu perfil, fique a vontade para postar sua primeira rota em Petalburg ou proximidades!

Boa jornada!
avatar
Artie
Administrador Chefe
Administrador Chefe

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum