Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Capítulo 11 - Entrando numa fria

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Seg Abr 20 2015, 05:35

off:
Olá, narrador! ^^
Como poderá ver pela história, essa rota possui como objetivo principal ensinar um TM para meus pokémons. Como o TM não é meu, tenho um pouco de pressa para ensinar a técnica aos meus pokémons. Agradeço a compreensão e espero que a rota seja divertida para ambos! ^^

Última passagem pelo Centro Pokémon


Muitas pessoas acreditam no conceito de sorte, onde afirmam que há épocas com vibrações positivas e muitas coisas boas acontecendo. Blake não era de acreditar muito nisso, mas era fato que o nativo de Hoenn estava passando por uma boa fase. Em um único dia venceu seu primeiro desafio contra um líder de ginásio e, ao retornar ao Centro Pokémon, encontrou-se com um treinador chamado Nicholas, que lhe emprestou um poderoso TM: Ice Beam.

Como sua namorada estava doente e repousava tranquila em seu quarto, McBride decidiu que iria aproveitar aquele momento para treinar com seus pokémons e ensinar aquela técnica para eles. Com sua equipe organizada, o treinador retornou para o local onde Nicholas tentara ensinar Ice Beam para seu Tentacruel. O local era amplo e calmo o suficiente para treinar sem incomodar alguém.

Blake então retirou todas as seis pokébolas de seu cinto e convocou todos seus pokémons: Wartotle, Corphish, Nidorino, Froakie, Inkay e Bonsly. Enquanto os três primeiros socializavam entre si, os três últimos sufocavam Blake ao se amontoarem em seu colo. Miranda não estava brincando quando disse que Blake estava praticamente virando uma babá.

Logo ele posicionou os três filhotes próximos dos outros,  fazendo com que eles ficassem lado a lado. Com um sorriso amigável, ele começou a conversar com seus pokémons.


- Oi pessoal! Nossa equipe está ficando cada vez maior e por isso está ficando cada vez mais complicado da gente se enturmar. - Disse o treinador, olhando encabulado para seus parceiros.- Por esse motivo, decidi que hoje faremos um treinamento em conjunto para nos fortalecer ainda mais como um time!

As reações foram diversificadas. Duke e Sheldon pareciam animados com a ideia, enquanto Corphish e Bonsly demonstravam não serem fãs daquilo. Inkay e Froakie por sua vez pareciam mais interessados em ganharem a atenção de Blake do que em ficarem fortes. No caso dos dois últimos, ele ao menos teria como usar essa necessidade por atenção a seu favor.

- Como de costume, após o treinamento nós saíremos para comprar chocolate ou algo do tipo. - Aquela afirmação era tudo que McBride precisava para conquistar o interesse do time inteiro. Poderia ser uma atitude infantil, mas era uma técnica que sempre funcionou com Blake para treinar seus pokémons. - Pretendo ensinar um TM bem forte para a maioria de vocês! Será muito útil em futuras batalhas.

Sem delongas, Blake retirou de sua mochila o TM que havia recebido emprestado de Nicholas e o colocou na pokédex. Em breve o aparelho passaria as primeiras instruções para ensinar Ice Beam. Passaria as primeiras orientações para os quatro pokémos que aprendem o golpe e pensaria em algo para fazer com Inkay e Bonsly.

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Nerkon em Qui Abr 23 2015, 20:24

Off: Começar a sessão de tortura, pode crer que vai ser divertido. u.u


Chocolate: Não importa se é no verão, inferno, outono ou primavera, aquela é uma das armas motivacionais mais poderosas que alguém poderia usar para incentivar tanto humanos ou Pokémons para realizar determinada tarefa. Blake Mcbride, um treinador nativo de Slateport cuja presença naquela Goldenrod nublada era tão estranha quanto sua decisão por ignorar a namorada doente e ir treinar seus Pokémon. O treinador podia considerar-se sortudo pelo fato de que não estava chovendo, mas infelizmente era apenas uma questão de tempo até que um toró destruísse seu dia.

Não que aquilo importasse para o grupo, cuja atenção havia sido tomada pela recompensa em potencial. Quando o Technical Machine treze foi inserido na Pokédex de Blake, o aparelho levou alguns segundos para computar todas as informações e, quando concluiu tal tarefa, exibiu em sua tela todos os dados necessários, em especial a metodologia sugerida para dominar a técnica: "1. Resfriar o próprio corpo; 2. Resfriar algo exterior ao corpo; 3. Congelar água; 4. Congelar o ar". Eram, de fato, vários passos, porém o treinador provavelmente já esperava passar por tal dificuldade, tendo em mente o potencial destrutivo do movimento desejado.

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Sex Abr 24 2015, 19:13

off:
Chocolate arma motivacional até no inferno. -qqq


Após muito tempo sem ensinar um movimento de TM para seus pokémons, Blake acabou relembrando a dor de cabeça que era ensinar uma técnica dessas para suas mascotes. Como é que o treinador iria ensinar seus pokémons a esfriar seu próprio corpo?!? Talvez fosse mais fácil solicitar algo do tipo para Froakie e Wartortle por serem espécies de sangue frio. Mas e quanto ao Nidorino, que é um mamífero de sangue quente?

Enquanto ainda tentava pensar em algo mais efetivo para o quarteto, Blake explicava o primeiro passo que constava na pokédex. Tinha esperança de que algum dos monstrinhos de bolso tivesse alguma sugestão de como iniciar o treinamento.


- Pessoal, aqui na pokédex diz que para aprender o golpe, vocês devem ser capazes de reduzir a temperatura do próprio corpo. Algum de vocês consegue fazer isso?

Se fosse surpreendido e recebesse uma resposta positiva, iria solicitar que algum deles fizesse uma demonstração do primeiro passo e prosseguir o treinamento. Mas como o treinador já aguardava uma resposta negativa, planejava retornar ao Centro Pokémon em busca de algum treinador com algum pokémon do tipo Ice.

Mesmo se o pokémon não soubesse Ice Beam, provavelmente teria condições de auxiliar o treinador a ensinar aquela técnica.

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Nerkon em Sab Abr 25 2015, 18:11

Situação difícil para Blake, afinal só existem tantas coisas no mundo que podem ser resolvidas com chocolate e as demandas da Pokédex com certeza não eram uma delas. Felizmente para o treinador, aquilo não havia sido o bastante para abalar a confiança daqueles Pokémon que já haviam demonstrado algum entusiasmo com a técnica que estavam para aprender. Em especial, Froakie e Wartortle estavam confidentes de que seriam capazes de replicar o primeiro passo ordenado, ainda que possuíssem motivações diferentes.

Froakie foi a primeira a dar um passo à frente, ansiosa para roubar todos os holofotes e conseguir a fixação de seu treinador. A Pokémon sapo iniciou sua tentativa ao pôr as mãos nas bolhas em seu pescoço e então permaneceu naquela posição por alguns segundos enquanto tentava concentrar-se. Para o humano, tal cena não possuía nenhum significado em especial, porém a verdade é que Froakie estava tentando gerar água gelada no interior do próprio corpo de forma a resfriar sua pele. Quando terminou, a sapo deu um salto em direção à coxa direita de Blake e segurou o rapaz de forma a demonstrar o quão frio seu corpo estava. Um sucesso impecável para a pequena prodígio Pokémon, mas que começou a resfriar consideravelmente a parte inferior do corpo do treinador e em especial a região da cintura, assim como a perna direita do rapaz.

Wartortle, que durante todo aquele tempo não havia dado tanta atenção para Froakie, havia conseguido resultado similar. A tartaruga pôde, através de um pouco de concentração, resfriar o próprio corpo para uma temperatura menor, e ainda que não fosse um resultado tão assustador como o de Froakie, era certo de que ele havia concluído a tarefa de forma impecável. Copiando sua colega, ele também aproximou-se de seu treinador e abraçou a perna esquerda do jovem, resfriando ainda mais o corpo de Blake, mas principalmente causando grande dor por conta da força do aquático.

Nidorino, no entanto, não estava impressionado. Apesar de ser um Pokémon assim como os demais, ele não havia entendido a forma como Froakie e Wartortle resfriaram o próprio corpo, tampouco parecia desejar tentar fazer tal coisa. Corpish, apesar de ser mais apto a realizar a tarefa, também não parecia interessado em copiar os outros dois aquáticos ou fazer parte daquela tentativa de treino.

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Sab Abr 25 2015, 19:45

Para a alegria de Blake, dois de seus pokémons conseguiram cumprir suas expectativas e dominar perfeitamente o primeiro passo do aprendizado do Ice Beam. O problema é que logo a tristeza se transformou em um misto de desespero e dor ao se deparar com seus aquáticos demonstrando seu resfriamento para ele. Enquanto a pequena Froakie acabou gelando a sua região da cintura, incluído determinadas.... partes, Wartortle perdeu um pouco a noção da força e provocou dor em seu dono. No primeiro instante ele não resistiu e acabou soltando um grito de dor, assustando aos aquáticos. Percebendo isso, ele tentou dialogar com ambos tentando disfarçar a dor e o frio que ainda sentia, mesmo que com um pouco de dificuldades:

- Estou orgulhoso de vocês! Conseguiram fazer direitinho o que eu pedi! - Foram as primeiras palavras do rapaz, que ainda calculava as palavras para não dar bronca em seus pareiros. - Só peço que numa próxima vez vocês evitem demonstrar o aprendizado de seus movimentos em mim. Sou um simples humano, meu corpo é muito sensível se comparado ao de vocês.

Esperando que seus parceiros compreendessem a sua situação, ele fez um breve cafuné em cada um. Agora voltava seu olhar para seus outros quatro pokémons. Corphish e Nidorino pareciam completamente entediados e desinteressados no treino, enquanto Inkay e Bonsly brincavam inocentemente em um outro canto do parque. Blake sentia que precisaria motivar a dupla desanimada com o treino antes de fazer eles cumprirem o primeiro passo, então decidiu manter Froakie e Wartortle ocupados enquanto ele dialogava com os outros.

- Froakie, Sheldon, quero que vocês continuem treinando esse primeiro passo de reduzir a temperatura do corpo de vocês. Reduzam a temperatura de seus corpos e testem entrando em contato com seu parceiro!

Blake então caminhou até Duke, seu Nidorino. Ele até iria se sentar para dialogar melhor com o mesmo, mas a sensação de frio ainda não havia passado e continuava gerando um certo desconforto ao se abaixar. De pé mesmo, mas sorridente, ele decidiu usar o único argumento que tinha em mente para convencer seu pokémon venenoso a prosseguir com o treino: Lady, a Nidoqueen de Miranda. Assim como seus treinadores, o Nidorino e a Nidoqueen tinham uma certa faísca entre eles e Blake sabia que essa paixonite mexia com ele. Calmamente, o treinador começou a dialogar sobre a mesma:

- Então, Duke... Sabia que recentemente a Lady evoluiu para uma linda Nidoqueen? - Ao ouvir aquelas palavras, o rosto do Nidorino ficou um pouco corado. Blake preferia não saber qual tipo de pensamento pervertido passava na cabeça de seu pokémon, então continuou a conversar. - Ela pode ter ficado mais forte agora que evoluiu. Mas uma coisa que eu sei é que ela não possui nenhum movimento poderoso como Ice Beam. Já pensou que legal você impressionar ela ao exibir esse movimento?

Enquanto Duke refletia a respeito das palavras de Blake, o treinador se encaminhava até Corphish. Era seu segundo contato com o crustáceo desde que o capturou e por tal razão o nativo de Hoenn se sentia culpado em envolvê-lo em um treino assim logo de cara. Acreditou que talvez conversar um pouco com ele fosse o suficiente para animá-lo a aprender o movimento gelado.

- Oi Corphish! Como foi seu dia hoje? - Foram as primeiras palavras do treinador, já prevendo que o crustáceo fosse ficar em silêncio. - Você deve estar sentindo falta de sua terra natal, não é? Pelas pesquisas da Eva, descobrimos que você é nativo de Hoenn. Sabia que eu também sou de lá? O que acha de um dia retornamos para lá, juntos?

Blake sinceramente esperava que o crustáceo demonstrasse mais interesse na conversa e continuou conversando um pouco a respeito de Hoenn e da cidade de Slateport com o aquático. Por alguns momentos, mudava seu olhar de direção, observando Duke, a dupla de pokémons baby brincando e dos iniciais aquáticos treinando. Se ele pudesse se multiplicar e fazer várias tarefas ao mesmo tempo, com certeza ficaria aliviado.  

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Nerkon em Qui Abr 30 2015, 01:05

Off: Depois de ficar um tempão relendo esse seu post e pensando no que botar nesse meu post, fiz essa porcaria abaixo. Desculpe pela demora, pois realmente tive problemas essa semana, mas agora vamos ver se dá pra acelerar.

Se Froakie e Wartortle possuíam algo em comum, era o fato de que ambos gostavam das demonstrações de afeto do treinador. Para aquela dupla, pôr os comandos do rapaz em prática provou-se ser uma tarefa bastante simples, tão simples que eles provavelmente já deviam estar praticando algo diferente, mas que não o faziam apenas por não terem recebido tal comando. Seria aquilo obediência ou dependência? Questão demasiadamente difícil, mas cuja resposta seria útil a qualquer treinador.

Corpish e Nidorino, ao contrário dos outros dois Pokémon em treino, ainda não haviam demonstrado muito entusiasmo em relação ao treino. O coelho venenoso pelo menos possuía vontade de aprender a técnica, especialmente após o que foi dito por seu treinador, contudo a criatura sofria não só com sua falta de confiança, mas também da falta de capacidade para executá-la, fato que apenas tornava-se mais claro à medida que o Pokémon tentava seguir os passos de seus parceiros, falhando miseravelmente no processo e tendo como maior "sucesso" o fato de que ele havia conseguido uma baita dor de barriga suficiente para deixá-lo caído no chão.

O Pokémon lagosta, enquanto isso, ainda não havia sido convencido pelas palavras de seu mestre. Podia até gostar de ouvir sobre Hoenn, mas ainda carecia de confiança em relação ao humano e, acima de tudo, não enxergava necessidade em aprender o movimento. Seria necessário algo mais para fazê-lo decidir aprender a técnica, mas se Blake colocasse muito foco no crustáceo, os demais Pokémon se sentiriam negligenciados. E agora?

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Seg Maio 04 2015, 23:23

off:
Aí você fala de acelerar e eu viajo e fico quase 5 dias fora. -QQQ


Enquanto o treino seguia bem sucedido por metade da equipe, a outra metade demonstrava passar por claras dificuldades. Duke não compreendia como executar o primeiro passo do treino e parecia frustrado por isso. Enquanto isso, o caso de Corphish era um pouco diferente. Apesar de gostar de ouvir histórias de Hoenn, não compreendia a necessidade de aprender o movimento. Piorando ainda mais a situação, Bonsly parecia ter aprontado alguma sapecagem com Inkay, que logo flutuava na direção de Blake, chorando.

O treinador pegou o pequeno colo, respirou fundo por alguns segundos e começou a pensar em como prosseguir o treino. Não era fácil lidar com seis pokémons fora de suas pokébolas executando diferentes tarefas. Blake decidiu que cuidaria de Corphish depois, pois aquilo atrapalharia o desempenho de Froakie e Wartortle que já estavam mais avançados. Ele colocou Inkay gentilmente do lado do crustáceo e trouxe Bonsly para perto da dupla.


- Corphish, como você não está interessado em treinar por enquanto, fique a vontade para descansar. Como você parece ser o mais velho e responsável dos três, conto com você para manter Inkay e Bonsly longe de encrenca, ok?

O treinador então se encaminhou até a dupla de iniciais aquáticos, que prosseguia firmemente com a primeira etapa do treinamento. Eles claramente já haviam completado o primeiro passo e isso animou o treinador bastante. Sentia-se orgulhoso de ver tamanha eficiência de seus escudeiros.

- Vocês estão de parabéns! Estou gostando de ver o empenho de vocês! - Disse Blake, já esperando que a dupal respondesse com sorrisos animados. - Podemos fazer uma breve pausa no treino? Preciso da ajuda de vocês em uma coisa.

Blake então chamou Duke para se aproximar da dupla. Ele sentia-se bem na presença de Sheldon, mas ainda estranha a pequena colega de Kalos. O treinador mais uma vez apresentou os dois formalmente e a pequena era receptiva com Duke, que permanecia envergonhado.

- Eu queria que vocês me ajudassem a ensinar o Duke a resfriar o corpo dele por dentro, como vocês estavam fazendo! Ele é um pokémon de sangue quente, então ele tem um pouco mais de dificuldades para conseguir se resfriar.

Enquanto o treinador aguardava a resposta dos iniciais aquáticos - que provavelmente seria positiva - ele percebia que do sexteto atual, apenas Wartortle e Nidorino tinham nomes. Nas últimas rotas o treinador havia executado tantas capturas em tão pouco tempo que acabou tendo pouco convívio com os novatos. Talvez aquela fosse uma boa oportunidade para nomear os novos companheiros de equipe.

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Nerkon em Ter Maio 05 2015, 10:53

Off: Acho que vou começar a fazer posts bem resumidos. e.e
Enfim, não postei mais cedo porque caí no sono. q



Uma vez encarregado de cuidar dos bebês, Corpish praticamente caiu no sono assim que encontrou uma posição mais confortável. A lagosta vez ou outra abria os olhos e encarava Inkay e Bonsly, mas logo após voltava a tirar um cochilo sem ter de se preocupar com o treino do Ice Beam.

O treino em questão continuava a ter problemas. Os aquáticos responsáveis por auxiliar Nidorino eram notórios por não demonstrarem dificuldades em ajudar o colega, de forma que instruíam Nidorino de forma bastante natural e quando necessário faziam uma demonstração de seus movimentos. Psicologicamente, o mamífero havia conseguido alguns avanços, porém seus esforços continuavam sem resultado positivo e a situação chegou a tal ponto que Wartortle tentou abraçar o Pokémon e por meio desse gesto reduzir a temperatura do corpo de seu colega. Infelizmente, aquilo também não deu muito certo e apenas deixou o coelho com bastante frio e com confiança ainda pior.

Talvez seria mais fácil caso Nidorino recebesse ajuda para pular aquela parte do treino.

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Ter Maio 12 2015, 16:36

off:
Uma semana depois, cá estou eu de volta.
Não sei como tem gente que consegue trabalhar e fazer faculdade ao mesmo tempo. u_u


O treino não estava indo tão bem quanto Blake esperava. Um pokémon sem a menor força de vontade e outro sem o mínimo de confiança acabaram por atrasar o desempenho daqueles dois que estavam visivelmente mais adiantados.

Porém, após Wartortle abraçar Nidorino numa tentativa de esfriar o corpo do mesmo, Blake acabou percebendo que aquela era a oportunidade perfeita para que os aquáticos pudessem prosseguir com a segunda etapa do treino ao mesmo tempo em que ajudariam Nidorino a fazer o primeiro passo.

Calmamente, o treinador aproximou-se do trio e fez um breve cafuné em cada um, arrependendo-se do feito logo em seguida visto que o corpo de Sheldon e Froakie estavam gelados a ponto de fazer um calafrio percorrer pelo corpo do rapaz de Hoenn.


- Pessoal, tive uma ideia! Na segunda etapa do treino, vocês devem resfriar algo exterior ao corpo. Por que vocês não tentam fazer isso com o Duke? Quem sabe isso acaba ajudando ele a aprender a esfriar o próprio corpo!

O treinador então aproximou-se do pokémon venenoso e fez mais uma cafuné nele, que retribuiu com um sorriso tímido. Blake sabia que precisaria encorajá-lo para obter sucesso no treino.

- Duke, quero só deixar uma coisa bem clara para você: estamos entre amigos. Nós apenas queremos ajudar você a se tornar mais forte do que já é! Ou vai me dizer que você se esqueceu do quanto você cresceu desde que nos juntamos? Hoje em dia você não lembra em nada aquele pequeno Nidoran apavorado que conheci na Rota 22. Resta só você acreditar em sua própria força!

O treinador continuou fazendo carinho no pokémon roxo por um tempo, com a intenção de deixá-lo confortável. Isso provavelmente acabou deixando Froakie e Sheldon com ciumes, mas eles conseguiriam sobreviver. O trio então retornou ao seu treino e Blake direcionou sua atenção ao outro trio de pokémons.

Inkay logo acabou flutuando até o colo do treinador, onde começou a tirar um breve cochilo. Bonsly, por sua vez, ficou olhando feio para McBride. O treinador fez vista grossa para aquele desprezo e começou a conversar com Corphish. Pelo visto não seria nada fácil lidar com aquele crustáceo futuramente.


- Corphish, você está consciente de que futuramente nós faremos batalhas juntos, certo?

O treinador apenas aguardava a resposta do crustáceo. Esperava que ele logo de cara já entendesse a que ponto seu conterrâneo queria chegar.

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Nerkon em Sab Maio 16 2015, 15:19

Off: Le bloqueio criativo. Acabei dando um dane-se pra ele e fazendo esse post de merda mesmo. q


Corpish com toda certeza foi capaz de entender o que Blake quis dizer, no entanto o porblema permanecia sendo a forma como o crustáceo ainda não estava convencido com a necessidade daquele treino, tampouco parecia desejar aprender aquele movimento. Por outro lado, o treinador provou-se sendo bem mais competente em guiar Froakie e Wartortle ao usar a dificuldade de Nidorino como meio para que a dupla de aquáticos prosseguisse com o treino - tudo enquanto estariam a ajudar o Pokémon venenoso com a primeira parte do treinamento.

A tartaruga e o sapo aproximaram-se de Nidorino sem hesitar, ainda que o coelho não parecesse gostar muito da ideia de se tornar um picolé, mesmo que não demonstasse resistência. Sem passar por maiores problemas, a dupla segurou seu colega e então começou a resfriar o corpo do mesmo: Inicialmente diminuíram as tempraturas de seus próprios corpos, em seguida começaram a, ao invés de usar o próprio corpo para diminuir a temperatura do de Nidorino, intervirem de forma direta na temperatura do Pokémon, sem depender de esfriarem a si mesmos para esfriarem a temperatura de outro objeto.

No final das contas, a segunda parte do treino foi de forma bastante clara um sucesso total para Froakie e Wartortle. Nidorino, no entanto, permanecia desanimado e até temia ser congelado mais uma vez - ainda que, simultaneamente, seus olhos parecessem dispostos a prosseguir com o treino, talvez já fosse a hora de colocá-lo na segunda ou até terceira e quarta partes do treino.

Infelizmente, Corpish havia, por todo aquele tempo, permanecido inerte e ainda não estava convencido. Tentar dialogar provavelmente não seria o meio mais efetivo de negociar com aquele Pokémon - ele já havia deixado claro que desejava provas e não promessas em relação à utilidade da técnica que Blake desejava ensiná-lo.

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Qua Jun 03 2015, 00:45

off:
Vou encher essa porcaria de Corphish de porrada. u.u
E só pra avisar: o que você considera um "post merda" é acima da média de alguns jogadores e até mesmo narradores do fórum. Se situe. -q


Aos poucos Blake ia perdendo a paciência com seu pokémon aquático recém capturado. Ele provava ser do tipo que precisava ver para crer e por tal razão, se recusava a aprender Ice Beam. Como ainda não tinha como provar na prática a utilidade do golpe, Blake deixou um desafio lançado para o crustáceo:

- Já que você pensa que é tão superior assim e que precisa de provas para aprender Ice Beam, quero que você me explique como iria se defender se fosse atacado por um pokémon do tipo Grass. Um golpe do tipo gelo seria o ideal pra você reverter a vantagem de tipo, não acha?

Já prevendo a indiferença do pokémon, Blake fez questão de ser grosseiro com Corphish e se virar de costas para o mesmo. Inkay ainda estava no colo do treinador e parecia tenso com aquele clima pesado. McBride então voltou sua atenção para o trio que estava dedicado em treinar o poderoso golpe de gelo.

Foi possível perceber uma evolução considerável dos três. Blake inclusive cogitou fazer com que Duke prosseguisse com seu treino, ficando na mesma etapa que a dupla de aquáticos.

O treinador então pediu para que o trio se organizasse num círculo. Essa etapa seria vantajosa pra Duke, pois ele conseguiria executar as duas primeiras etapas do treino de uma vez só.


- Seguinte: quero que vocês se concentrem em usar a habilidade de resfriar novamente. Façam o possível pra diminuir a temperatura do parceiro na sua esquerda!

Se aquela etapa do treino desse certo, iriam partir para as duas últimas etapas logo em seguida.

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Nerkon em Sex Jun 05 2015, 00:44

Off: Sim, escrevi qualquer coisa nisso aí. Sim, nisso que dá ter que fazer um post corrido quando se está morrendo de fome por causa de jejum. q


Como o próprio Blake esperava, Corpish permaneceu sem vontade de prestar atenção no treino, contudo além disso o Pokémon lagosta fez questão de levantar uma das pinças e balançá-la algumas vezes, de maneira reminiscente àquela quando alguém está dando o dedo para outra pessoa, mas com a ausência do dedo nesse caso. Estava mais que óbvio: Corpish ficou bastante irritado com a grosseria do treinador, porém não parecia importar-se em ser grosseiro por conta própria.

Pelo menos o treino dos outros três Pokémon prosseguiu adequadamente. Assim como ordenado, Nidorino, Froakie e Wartortle organizaram-se num círculo e começaram a tentar deixar o parceiro na esquerda com frio. Nidorino fez sua parte do treino encostando as patas dianteiras no casco da tartaruga, a qual sentiu uma leve mudança na temperatura onde o coelho tocou, e gradualmente o Pokémon venenoso conseguiu causar mais e mais frio em seu parceiro, mesmo que não o bastante para machucá-lo como um ataque faria; Wartortle ficou encarregado de Froakie, portanto tomou cuidado ao tocar na pele da pequena Pokémon e assustou-se com as bolhas que o sapo possuía, porém teve grande sucesso em esfriar o corpo da criatura de forma similar à que Nidorino fez em seu casco; Por último, Froakie encarregou-se de Nidorino. Não foi difícil para a pequena Pokémon fazer o mesmo que seus outros dois companheiros estavam fazendo, e sem dificuldades ela conseguiu esfriar o quente corpo de Nidorino, de tal maneira que fez o coelho até mesmo tossir duas vezes.

Quando julgaram que haviam feito o bastante, os três Pokémon reuniram-se ao redor de Blake, claramente prontos para a próxima parte do treino e satisfeitos com o desempenho na atividade bastante efetiva preparada pelo rapaz.

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Sex Jun 05 2015, 02:15

off:
E novamente você fez exatamente o que eu falei que você faz. Hahahahahaha
Mas vou parar, porque vai parecer que tô querendo ser puxa saco e panelinha entre Admin pode dar treta. -QQQ


Era visível o quanto Corphish não havia gostado da atitude de Blake e o mesmo só demonstrava cada vez mais que tratava-se de um pokémon de personalidade difícil. Pelo visto seria mais um para entrar no clube junto da teimosa Bonsly.

Inclusive ao pensar a respeito dessa semelhança, McBride aproveitou o momento em que o trio que treinava ferozmente para observar o comportamento da mesma e de Corphish. Como já esperava, cada um estava em seu canto, sem intenção de socializar. Talvez fosse interessante fazer com que os dois criassem um tipo de vínculo entre eles. O fato de terem um amigo na equipe poderia facilitar a aproximação do nativo de Hoenn.

Porém, antes que o rapaz pudesse tomar uma atitude, Froakie, Wartortle e Nidorino chamaram a atenção de seu dono, demonstrando que o treino estava apresentando bons resultados. Blake exibiu um grande sorriso para a equipe e Inkay seguiu a ação, vibrando de felicidade. O rapaz estava orgulhoso do excelente trabalho deles, principalmente o de Duke, que sem perceber, superava as barreiras que ele mesmo colocava para si.


- Vocês estão indo muito bem! Acho que merecem descansar por alguns minutos antes de continuarem com o treino. O que acham?

Blake então retirou Inkay de seu braços e o acomodou nos braços de Sheldon. A tartaruga ficou um pouco assustada ao pegar um filhote em seus braços, pois tinha medo de machucá-lo. Porém, logo o medo passou ao lembrar-se que o psíquico sabia flutuar no ar.

- Descansem e cuidem de Inkay por mim. Vou tentar tomar conta dos mais problemáticos, ok?

Ao ouvirem aquele adjetivo, Froakie e Sheldon riram baixinho, enquanto Duke por alguma razão ficou um pouco cabisbaixo. Ainda assim, nenhum deles reclamou e aproveitou a pausa dada pelo treinador para repousar.

Logo Blake chegou perto de Bonsly e Corphish e fez o que pode para segurar o riso ao perceber que o crustáceo estava xingando-o novamente. Assim que o pokémon parou com sua cena, Blake se agachou para conversar mais de perto com ambos e logo começou o diálogo:


- Então... Vi que cada um estava recluso em seu canto e parecia que vocês estavam um pouco entediados. Por que vocês não tentam fazer alguma coisa juntos? Conversar, brincar, treinar... Qualquer coisa! Tenho certeza que vocês podem ser grandes amigos!

O treinador parou para prestar atenção nas reações dos dois pokémons. Esperava uma resposta positiva de ambos os lados, pelo menos nisso. Assim que os dois decidissem cooperar, retomaria ao treino dos demais pokémons.

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Nerkon em Dom Jun 07 2015, 12:13

Off: Well, esqueci de postar ontem. E preciso dormir. E preciso também tomar vergonha na cara.

Mas por enquanto, vou ao post. Ah, como não aconteceu nada ficou uma decepção minúscula mesmo. q


Wartortle, Froakie e Nidorino certamente não consideravam as ordens do treinador um problema, muito pelo contrário: O trio optou por aproveitar ao máximo o tempo de descanso. Infelizmente, a resposta de Corpish não parecia variar. Imediatamente após a sugestão de Blake, o crustáceo trocou olhares com Bonsly - a qual já não havia gostado muito dele, a julgar pela careta feita por ela - e pouco após jogou algumas bolhas próximas a ela, gesto que não a feriu, mas a fez cair para trás e se assustar. A choradeira após a queda foi barulhenta, mas quando Corpish subitamente aproximou-se e deu-lhe uma pancada com uma das pinças, ela silenciou-se, visivelmente chateada por suas lágrimas de crocodilo terem sido ignoradas tão rapidamente por aquele Pokémon.

Com certeza não havia sido um bom começo para uma possível amizade, porém aquilo ainda assim se caracterizava como socialização. O que Blake faria a partir dali?

Nerkon
Nerkon
Treinador

Treinador

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Artie em Dom Jun 07 2015, 23:50

Por alguma razão, Blake não sentia-se surpreso pela atitude da dupla de pokémons problemática. No fundo já esperava que o fato de ambos terem personalidades complicadas e autoritárias os fariam grandes rivais no princípio, porém, a longo prazo acreditava que poderiam mesmo tornar-se amigos. Não daria tanta atenção ao conflito inicial se não fosse a agressividade inicial de Corphish acompanhada das cenas desnecessárias da Bonsly. Diante daquilo, Blake precisou ser um pouco rígido e tirar um dos maiores benefícios que a dupla teve naquele momento: um momento de ar fresco fora da pokébola.

- Se vocês não querem se enturmar, tudo bem. Mas saibam que querendo ou não, são colegas de equipe e devem no mínimo se respeitar. - Blake falava com uma voz firme, tentando se impor. - Já que não querem se enturmar, pelo menos não venham com agressões. Se algo parecido com essa cena ridícula que se passou se repetir, vou retornar os dois para suas pokébolas e nenhum dos dois vai ganhar o chocolate que prometi.

Blake observaria a reação da dupla e esperava que dessa vez eles colaborassem. Enquanto isso, o tempo de descanso dos outros pokémons estava chegando ao fim e era possível perceber que Froakie e Wartortle já estavam animados para continuar com o treino.

_________________
Capítulo 11 - Entrando numa fria ZefdeCE
Capítulo 11 - Entrando numa fria E6OvPHN


Hall da Fama:
Capítulo 11 - Entrando numa fria OHHVZarCapítulo 11 - Entrando numa fria GwgKTzNCapítulo 11 - Entrando numa fria MNDnG6pCapítulo 11 - Entrando numa fria HLlz7A0Capítulo 11 - Entrando numa fria IIs2sihCapítulo 11 - Entrando numa fria 8gzktHjCapítulo 11 - Entrando numa fria XsP5RwP


Capítulo 11 - Entrando numa fria WkE8NFc
Capítulo 11 - Entrando numa fria ORIry71
Capítulo 11 - Entrando numa fria VIjy66Q
Capítulo 11 - Entrando numa fria XOulu7k


Capítulo 11 - Entrando numa fria WQTIOUX
Capítulo 11 - Entrando numa fria OinUoEd
Capítulo 11 - Entrando numa fria FGENpG0
Capítulo 11 - Entrando numa fria PZ16T9O
Capítulo 11 - Entrando numa fria XfMpn4h
Artie
Artie
Arquiteto

Arquiteto

Alertas :
Capítulo 11 - Entrando numa fria Left_bar_bleue0 / 100 / 10Capítulo 11 - Entrando numa fria Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 11 - Entrando numa fria Empty Re: Capítulo 11 - Entrando numa fria

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum