Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Página 1 de 16 1, 2, 3 ... 8 ... 16  Seguinte

Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por Nerkon Seg Set 07 2015, 18:24

Off: Seguinte, a rota vai ser em dupla com o Mahiro, mas já vou iniciar a rota com o treino dos TMs de alguns Pokémon e uma mudança na Box. Se eu for narrado antes de ele entrar, a gente já tenta avançar um pouco o treino, porque quero muito evoluir o Magby, resolver o treino de alguns Pokes e talvez até consertar a happiness da minha Aron, tudo até a copa hoenn começar.

Vou adiantar também que dia 11 eu vou começar a querer dar uma pausa na rota pra ir no Daycare em Verdanturf, mas logo depois eu volto, tá certo?

Resuminho:
Mudanças na Box: Entram Raichu e Pawniard, saem Snivy e Roseia.
Raichu: Focus Blast >> Dynamic Punch
Todos estarão treinando os TMs que precisam aprender.

Se for precisar de ajuda com as mudanças na box, só me avisar que eu ajudo com os codes.



Já que desejava participar da Copa Hoenn, Gabriel estava ciente de que era necessário treinar os elos mais fracos de sua equipe ou no mínimo conseguir novos TMs para ensiná-los. Caso não se preparasse apropriadamente, era certeza que o treinador sofreria com uma seleção relativamente pequena de Pokémon para a competição, possibilidade que poderia custar uma boa colocação.

No entanto, ele não possuía a iniciativa necessária para pedir "ajuda" a outro treinador e por isso percebeu que teria de fazer tudo sozinho, pelo menos até alguma outra pessoa se interessar por seus esforços e se oferecer para ser sua dupla de treino. Acompanhado apenas por Anna e por sua Ralts, Gabriel mais uma vez encontrava-se ocupando uma das mesas do Centro Pokémon, com a criança ao seu lado e Ralts logo à sua frente, da mesma forma como esteve em Lilycove antes de Joul Terri aparecer e o fazer a proposta de ensinar por alguns TMs. O rapaz torceu para que uma situação similar se repetisse e esperou por algum tempo, mas não demorou antes de se cansar de esperar, afinal seu tempo era curto.

Após levantar-se da poltrona, o loiro pegou Ralts em seus braços e então dirigiu-se até uma das máquinas do Storage, onde fez uma peqeua mudança em sua equipe - Depositou Snivy e Roselia para retirar Pawniard e Raichu - e então prosseguiu para o exterior do Centro Pokémon, numa das áreas disponibilizadas para os treinadores, e ali liberou os cinco Pokémon contidos em suas cápsulas. Com todos os seis Pokémon liberados, Gabriel buscou dirigir-se ao grupo.


- A situação é a seguinte: Temos uma competição se aproximando e temos que treinar rápido para ela. A maioria de vocês aprendeu o básico de algum ataque nos últimos dias, treinaremos isso primeiro. - Após dizer aquilo, ele focou seu olhar em Raichu e retirou um TM de sua mochila. - Raichu, esse TM é Focus Blast, o ensinarei para você agora. - Dito aquilo, o rapaz não tardou em usar o objeto para ensinar o golpe ao Pokémon, porém notou que o mesmo se tornou inutilizável após o primeiro uso, portanto não tardou a jogá-lo na lixeira mais próxima.

- Pois bem, vamos relaxar um pouco antes de começar o treino, quero que vocês conheçam Ralts e Pawniard, dois dos integrantes mais recentes da equipe. Receio que alguns de vocês também possam não se conhecer muito bem, aproveitem esse tempo para conversarem entre si um pouco. Irei dizer quando começaremos a treinar. - Proferiu com calma. Trabalho em equipe era importante e conhecer seus colegas mais ainda, portanto o jovem não hesitou em dar alguns minutos para que seu grupo se conhecesse melhor e aguardou num banco junto a Anna. No entanto, assim que se passaram exatos dez minutos desde aquele aviso, Gabriel levantou-se e mais uma vez se dirigiu aos Pokémon. - O tempo foi curto, mas estamos com pressa, então vamos começar. Vocês precisam dominar as técnicas que aprenderam mais recentemente, são Flamethrower para Magby e Flygon, Psyshock para Ralts, Poison Jab para Skorupi e Pawniard, e Focus Blast para Raichu. Todas são muito fortes e serão importantes, então vejamos... - Após dizer aquilo, o treinador assumiu uma postura na qual começou a ponderar sobre como iniciar o treino. Quando terminou de reunir idéias, voltou a falar.

- Magby, Flygon, Skorupi e Pawniard, vocês podem formar duas duplas. Magby, coopere com Flygon com o Flamethrower, troquem ataques entre si e quando conseguirem ganhar em força, combinem seus Flamethrower e ataquem para o alto, tentem aproveitar o treino para melhorar a velocidade com a qual atacam e também a potência de seus ataques. Pawniard e Skorupi, troquem ataques com o Poison Jab, aproveitem essa característica do treino para melhorar a evasão e precisão de movimentos similares ao que estarão treinando. Skorupi, nem pense em se esconder, preciso que faça esse treino. - Rígido, o loiro tratou de lidar com o fato de que durante todos os dez minutos de descanso que havia dado aos Pokémon, o inseto apenas se escondeu num pequeno buraco e evitou falar com os demais. A timidez de Skorupi era um problema, porém desde que Pawniard fosse insistente, a Pokémon teria de aceitar treinar segundo os desejos de seu mestre. Com dois terços da equipe sob instrução, o jovem tornou a olhar para Raichu e Ralts.

- Raichu, o maior problema do Focus Blast é a precisão, mas você nem deve saber reunir a energia do ataque ainda. Eu vou atirar pedras, quero que você tente preparar seu ataque e lançá-lo a tempo de acertar alguma das pedras antes que elas caiam no chão. Seguiremos com a mesma lógica para o seu Psyshock, Ralts. - Dito aquilo, todos os seus seis Pokémon haviam recebido instruções para o aprendizados do golpe. Gabriel começou a recolher algumas pedras do chão e, depois de assegurar que as duas duplas estavam treinando, se distanciou de Raichu e Ralts antes de começar a lançar as pedras para o alto.
Nerkon
Nerkon
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por  Seg Set 07 2015, 22:32

Era temporada de treinamento no calendário de Gabriel Paiva. Uma importante competição na região de Hoenn estava se aproximando e o jovem estava repleto de planos acerca do que ele precisava aprimorar para se julgar um competidor merecedor de atingir o pódio do evento.

Considerando tais fatos, o jovem se viu no campo de treinamento aos fundos do Centro Pokémon de uma das metrópoles da região, iniciando seu treinamento ao ensinar a técnica Focus Blast a um dos seus mais antigos monstrinhos. O Raichu, que tinha uma coloração diferente da comum para a sua espécie, estava bastante animado acerca da possibilidade de treinar um novo movimento.

O treinador dava tarefas para o seu sexteto, cada um tinha um treinamento a fazer e era melhor que cada um iniciasse o quanto antes, pois não seriam técnicas simples de se dominar. Magby e Flygon se afastaram do grupo e começaram a se esforçar a fim de liberar fogo de suas entranhas como um lança-chamas. Para o Fire-Type, era uma tarefa mais fácil do que para o dragão terrestre, afinal ele dominava movimentos flamejantes como Fire Spin. Considerando tal fato, Magby começou a concentrar o mesmo fogo produzido para seu Fire Spin, mas buscava lançá-lo de forma diferente. Em suas tentativas iniciais, o bebê não conseguia sequer um alcance mínimo para atingir Flygon. Este, por sua vez, apresentava maiores problemas, já que toda vez que o monstro voador tentava concentrar sua energia para criar uma energia de queima dentro de seu corpo, ele engasgava.

Nesse meio tempo, Skopuri e Pawniard treinavam como se brincassem de espadachins. Skopuri estava um tanto desconfortável com a proximidade de seu parceiro de treinamento, o qual avançava intermitentemente com socos utilizando seus finos braços. O metálico conseguia dominar seus socos de forma eficiente, entretanto, muitas vezes o poder do veneno em suas patas era perdido. Foco era necessário para aquele Pokémon, a fim de não perder a concentração de seu Poison Jab. Além disso, velocidade faltava nos movimentos de Pawniard, já que a técnica ensinada consistia em inúmeros disparos ágeis e venenosos contra o alvo. Skopuri desviava enquanto andava de fasto, tentando fugir de sua dupla ou impedir que ele o acertasse. Apesar das palavras de seu treinador, o Poison-Type parecia querer sair dali e se esconder em sua Poké Ball já que após alguns minutos de treinamento ele não desferiu nenhum golpe com sua cauda. Contudo, para alegria de seu treinador, sua evasão parecia estar boa, nada estupendo já que o pequeno Pawniard não estava sendo tão hábil em seus movimentos.

O terceiro núcleo de treinamento consistia em Ralts, Raichu e Gabriel. A pequena tinha uma habilidade natural graças ao seu tipo, por isso controlar seus poderes psíquicos já era intrínseco de sua espécie. Por isso, Raltas não teve dificuldade para começar a disparar raios psíquicos a partir do estranho chifre avermelhado de sua cabeça. Paiva lançava alvos para que sua Pokémon psíquica acertasse, mas devido ao pouco treinamento daquela Pokémon, nenhum das pedras foi atingida. Raichu, por sua vez, sofria para concentrar energia em suas patas para construir a bola de energia avermelhada. Logo, enquanto o Pokémon tentava e falhava, seu treinador mantinha tentando fazer com que a Psychic-Type atingisse as pedras. O elétrico shiny após muito esforço criava pequenas e voláteis esferas de energia, mais empenho e tempo seriam necessário para dominar aquela técnica antes do Pokémon começar a lançá-la pelo ar.

_________________
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? FuT9MRk
obrigado koi!
zé
Especialista Water I

Especialista Water I

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por Nerkon Seg Set 07 2015, 23:07

Off: Mandar uma Pokémon cega "olhar bem" para algo = Merecer uns tapas.


O início do treino não havia sido particularmente promissor, porém Gabriel já aguardava algo do tipo. Enquanto assistiu o desempenho de sua equipe, o loiro fez anotações mentais sobre as dificuldades pelas quais cada um passou e tentou pensar em meios para lidar com cada uma. Após um curto espaço de tempo, o jovem parou de lançar pedras para Raichu e Ralts, com o intuito de se pronunciar.

- Raichu, você está conseguindo começar a reunir energia, mas lembre-se que esse é um ataque do tipo Fight. A energia que você precisa reunir não é a mesma que a energia elétrica de seu Thunderbolt, é diferente... Como posso dizer?  - Gabriel aproximou suas mãos uma da outra, como se imitasse o movimento que Raichu fez para tentar atacar. - Acho que o termo certo é pura energia. Não é energia elétrica, é a energia de seu corpo, não é? - O loiro não sabia bem se realmente era esse o caso da técnica, portanto não sabia se sua explicação daria muito certo, mas desejava que no mínimo Raichu tentasse algo diferente de seus ataques elétricos, pois talvez a sorte sorrisse para o roedor mais do que ela costuma sorrir para o treinador. Feita a tentativa de ajudar seu Pokémon elétrico, Gabriel foi até Ralts e abaixou-se para falar com a pequena Pokémon.

- Ralts. - Enquanto falou, o loiro levantou a Pokémon com seus braços e a aproximou de seu rosto. - Você está indo muito bem apesar de ter nascido ontem, mas ainda não é o suficiente apenas atacar. Um ataque forte não adiantará de nada se você não acertar seu alvo, entende? Preciso que, ao mesmo tempo em que reúne a energia de seu ataque, você olhe bem para as pedras e calcule a trajetória delas, seu ataque precisa acertar elas no ar, tudo bem? - Quando terminou de falar, o loiro pôs a pequena Pokémon no chão e a deu um pequeno toque na cabeça antes de se levantar, desta vez seu destino eram Flygon e Magby.

- Flygon, a lógica do Flamethrower é similar à do Hyper Beam que você costumava usar antigamente. Para o Hyper Beam você tinha de reunir energia na boca para lançar em um raio, certo? - O dragão, em resposta, afirmou com a cabeça enquanto escutava seu mestre. - Pois o que você tem que fazer aqui é parecido. Você tem que criar calor e fogo ao invés de energia pura, para então lançar pela sua boca e criar uma rajada de fogo. Tente igualar os conceitos das duas técnicas e talvez você consiga progredir pela parte mais difícil. - Dito aquilo, o rapaz virou-se para Magby. - Já seu progresso foi surpreendentemente bom, mas seu ataque é fraco. Você está lançando algo mais parecido com o Fire Spin do que com seu Flamethrower, mas lembre-se do Flame Burst que era seu ataque principal. Assim como com o Flame Burst, você tem que lançar um ataque de fogo forte e explosivo, comece com rajadas pequenas, depois tente manter o ataque em andamento até que você consiga lançar uma rajada forte.

Após instruir Magby, Gabriel foi até a dupla remanescente. Pawniard não tinha muita afinidade com ataques do tipo venenoso, mas havia posto algum esforço em seus movimentos, ao contrário da pequena Pokémon inseto, cuja reação ao treino foi a de simplesmente querer meter a cara num buraco.

- Skorupi, eu sei que você não conhecia Pawniard, mas encare ela como um adversário! Ataque ela com tudo e pare de hesitar, você não precisa se socializar com ela, apenas atacá-la, do contrário é ela quem vai te machucar. - Convenientemente, Gabriel sabia que mesmo que provocasse sua Pokémon o bastante para ela levar o treino tão a sério quanto uma luta, Pawniard não sofreria dano algum de um ataque como Poison Jab, ainda que fosse sentir o impacto do ferrão de Skorupi. - Pawniard, você precisa se concentrar em seus ataques, não falta muito para você atacar, mas não adianta de nada apenas usar suas lâminas. Se seu ataque não possuir veneno, você não terá dominado a técnica, então tente manter o mesmo ritmo que você demonstrou até agora, mas ao mesmo tempo em que reune veneno em suas lâminas.

Uma vez que terminou de dar as instruções para seus Pokémon, Gabriel voltou até Raichu e Ralts e mais uma vez começou a lançar pedras para o alto.
Nerkon
Nerkon
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por  Ter Set 08 2015, 00:04

Enquanto o treinador conversava com sua recém-nascida Ralts, Raichu tentava seguir as instruções recebidas. Inúmeras tentativas eram feitas, as esferas avermelhadas lançadas era trêmulas e pequenas, até que de repente o roedor conseguiu concentrar sua energia de tal forma que ele conseguiu disparar uma grande esfera de energia. A coloração era de um vermelho forte como o barro e possuía um brilho especial. Aquele Focus Blast era disparado para longe, sem muito controle. A precisão com certeza seria o maior problema daquele movimento.

Já para Ralts, Paiva se abaixava a fim de conversar olho no olho com seu Pokémon. A coloração clara em tons de azul dos olhos da psíquica encantava o treinador. Após explicações e palavras de incentivos, Ralts tentava dimensionar onde estava seu treinador. O que o rapaz não sabia era que aquela filhote era cega e precisaria desenvolver muito seus poderes psíquicos para se guiar.

Flygon finalmente obtinha sucesso: ao tentar imitar o funcionamento de seu antigo Hyper Beam, o monstro draconiano conseguiu lançar uma densa rajada de fogo. Contudo, Flamethrower tinha uma curta duração pois novamente o Pokémon engasgava. Felizmente, a concentração da energia da combustão havia sido dominada. Magby, por sua vez, teve de desviar do lança-chamas de seu parceiro de batalhas. Foi então que ele retrucou com a mesma técnica, agora mais bem encorpada e que conseguia um alcance melhor. Flygon e Magby continuariam tentando até se sentirem seguros suficientemente para juntarem suas técnicas e lançarem-nas para o céu, como um canhão flamejante.

Skopuri procurava enxergar seu parceiro de treino com outros olhos, desferindo um certo, mas único, Poison Jab no estreio tórax do Steel-Type com seu forte ferrão. Graças ao tipo de Pawniard, a técnica não tinha efetividade. Para contra-atacar, Pawniard revidava com uma sequência, ainda não muito veloz, de Poison Jabs. Os socos utilizados não deixaram de concentrar o veneno em nenhum momento, mostrando que o foco daquele Pokémon estava aumentado. Skopuri, por sua vez, voltava a andar de fasto esquivando dos ataques do seu "oponente". Até que o inseto bloqueou um ataque com sua cauda, derrubando o metálico logo em seguida com a sua força e desferindo inúmeros e ágeis golpes, que apesar de inefetivos, eram bem executados.

Ao voltar ao treinamento com as pedras, Gabriel percebia que seu elétrico tinha mais sucessos agora em construir o golpe, mas nenhuma das pequenas pedras eram acertadas. Ralts, por sua vez, apesar de aparentar desorientada a ansiosa para acertar um dos alvos, acabava também acertando apenas o vão entre as pedras que eram jogadas no ar. Definitivamente, a precisão de uma Pokémon cega era ainda mais reduzida do que a de um golpe já naturalmente impreciso.



_________________
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? FuT9MRk
obrigado koi!
zé
Especialista Water I

Especialista Water I

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por Nerkon Ter Set 08 2015, 04:26

Off: Estou sonolento, então talvez o post tenha erros demais.


Apesar de que nenhum dos Pokémon pareceu dominar por completo alguma das técnicas praticadas, com a possível exceção de Skorupi e Pawniard, o progresso do grupo foi mais do bastante para satisfazer Gabriel, que mais uma vez pausou o treino com as pedras para instruir a equipe. O loiro, ao contrário da vez anterior, foi primeiro até a dupla que treinava o Poison Jab, pois a forma como Ralts atacou foi estranha o suficiente para fazer o treinador desejar mais algum tempo antes de se dirigir à pequena Pokémon.

- Vocês duas foram muito bem. - Logo que chegou próximo à parte do campo onde as duas treinavam o Poison Jab, Gabriel buscou elogiá-las, mas também não demorou a começar com as instruções. - Acho que não tenho muito a adicionar, apenas continuem atacando da forma que fizeram agora a pouco e peguem mais um pouco de prática com o ataque, depois podem descansar. - Suas palavras possuíam mais elogios do que ordens, pois o rapaz notou que aquela dupla havia tido mais aptidão com a técnica que os outros Pokémon, portanto ele não demorou muito antes de ir até Flygon e Magby.

- Vocês também estão indo bem, mas talvez falte prática? Continuem lançando o ataque em direção ao céu, estamos perto de terminar o treino de vocês. - Assim como com a dupla anterior, os elogios eram mais necessários ou merecidos do que orientação, por isso o rapaz não demorou mais do que alguns segundos para falar com aqueles dois Pokémon antes de voltar até a dupla do treino com pedras.

- Raichu, o Focus Blast parece ser forte o bastante, mas sua mira está muito pior do que o aceitável. - Dessa vez Gabriel foi curto e direto. Raichu foi bem em preparar a esfera de energia, contudo mirar um golpe tão impreciso quanto o Focus Blast era ainda mais importante que dominar seu poder destrutivo. - O golpe que você está tentando aprender é muito impreciso, por isso é importante que você no mínimo saiba onde está mirando e para que direção a sua esfera vai. Entenda que não precisa ser um lançamento que siga em linha reta, basta apenas que acerte seu alvo. Tente sentir seu próprio ataque e veja que direção ele vai tomar antes de lançar em direção a algo. - Apesar de saber que acertar objetos pequenos e em movimento era muito difícil mesmo com uma técnica mais precisa, Gabriel não pretendia contentar-se com nada além da perfeita execução daquele ataque.

Com Raichu instruído, restou apenas Ralts, cujas reações durante o treino ainda eram demasiadamente estranhas do ponto de vista de Gabriel. O loiro já havia treinado um Ralts antes - afinal, possuía um Gallade - e sabia que eles eram naturalmente fracos e frágeis, especialmente no caso de uma recém-nascida como a que ele estava tentando treinar, porém a imprecisão do Psyshock daquela Ralts fez o treinador se perguntar se a Pokémon conseguia realmente enxergar as pedras e, sem resposta, ele voltou a pegar a psíquica em seus braços.


- Você está mesmo conseguindo enxergar as pedras que estou atirando? Você consegue atirar na direção delas, mas não conseguiu nem chegar perto de acertar uma até agora... - O loiro comentou, sendo respondido pela suave voz da Pokémon, a qual soou entristecida o bastante para fazer o treinador sentar-se num banco e começar a mimar a bebê. - Ah, não se preocupe, você foi muito bem para uma Pokémon que nasceu a tão pouco tempo, acho que é melhor que você descanse um pouco, fique junta de Anna um pouco, tudo bem? - Proferiu com o tom de voz mais amigável que conseguiu, sem querer fazer sua Pokémon mais nova chorar. Depois de deixar Ralts nos braços de Anna, o loiro voltou até Raichu e começou a lançar mais pedras.

No final das contas, teria de torcer que Ralts tivesse dominado o Psyshock em si, pois do contrário sua única opção havia se tornado adiar o treino para depois. Independentemente, o fato de que sua Pokémon era cega ainda permanecia um completo mistério para o treinador, o qual não esperava por tal situação e tampouco era capaz de lidar com ela, pois nunca havia tido de cuidar de pessoas ou Pokémon cegos antes.

Nerkon
Nerkon
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por  Ter Set 08 2015, 10:33

Ao fim, o treino de Pawniard e Skopuri estava feito. O Steel-Type conseguia manter seu foco e desferir golpes em uma velocidade considerável, conseguindo inclusive acertar alguns no corpo do venenoso que desviava com fervor. Foi quando Skopuri parou de dar passos para trás e novamente bloqueou as lâminas da sua dupla com sua cauda, desferindo agora não só um, mas vários golpes com seu ferrão: a sorte de Pawniard era ser imune à técnica. Com palavras de gratidão, o treino dessa dupla tinha sido concluído.

Flygon e Magby se saíam melhor a cada tentativa, finalmente eles conseguiam lançar de forma intermitente a técnica flamejante um contra o outro. Eles disputavam suas forças como se as técnicas estivessem se empurrando. Aquele lança-chamas estava bem encorpado e pronto para ser fundido, sendo assim, ambos moveram a direção do Flamethrower lançando aquela estrondosa rajada de fogo para o alto. O treino fora concluído e brasas caíam sobre os Pokémons de Paiva.

Raichu, por sua vez, continuava tendo problemas. As palavras de seu treinador eram duras, mas certeiras. Dessa forma, o Pokémon elétrico insistiu com seu movimento Fighting-Type. A concentração da energia não era perdida mais, contudo, nenhuma das pedras era atingida. O roedor estava ficando inquieto e começou a lançar inúmeros Focus Blast da maneira mais rápida que conseguia. A irritação e a fadiga eram visíveis na expressão do shiny. Finalmente quando uma das esferas avermelhadas atingiu uma das rochas, Raichu sentou-se no chão e suspirou profundamente, estava em exaustão. A fadiga parecia ter dominado seu corpo, apesar da técnica estar aparentemente dominada.

No final das contas, Ralts se mostrava entristecida com sua dificuldade em acertar as pedras. Realmente a falta da visão era um grande problema, mas apenas o tempo e o treinamento faria com que ela pudesse aguçar seus outros sentidos e seus poderes psíquicos a fim de conseguir contornar tal ausência. Paiva preferiu poupar a sua recém-nascida daquele treino, talvez estivesse sendo duro demais com uma Pokémon bebê.

_________________
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? FuT9MRk
obrigado koi!
zé
Especialista Water I

Especialista Water I

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por Mahiro Ter Set 08 2015, 15:58



. . .



Aos fundos do Centro Pokémon, eu saia me espreguiçando ao ser atingido pelos dolorosos raios solares em meus olhos. Apesar do ar não ser tão puro em uma metrópole como Rustboro, era bom sair um pouco para fora. Sem pensar direito, peguei as seis pokébolas comigo e as lancei para cima, liberando meus Pokémons. Ali, na minha frente, a enorme Exeggutor me encarava com seriedade, aliás, ela não gostava muito de mim. Era um alivio ela me aceitar como treinador a ponto de não tentar me atacar mais.
Ao seu lado, o fiel Ivysaur sentado, observava atento para qualquer ordem. Poliwag ficava perdido abaixo daquele coqueiro vivo, e tentava ficar mais próximo do parceiro verde, não muito afim de se socializar. Já Honchkrow e Probopass sossegados apenas esperavam, sendo que nesse último tinha um alegre Larvitar brincando em cima de si, tentando ser o mais descolado que podia com seus óculos escuros.
_ Então galera, eu acabei enchendo vocês com novos movimentos, e aposto que já deu para se acostumar com eles em suas mentes, apesar de não terem tido a oportunidade de treiná-los. Vamos fazer isso agora ok! _ Disse, chamando todos a me seguirem, até eu parar e me surpreender que já havia alguém treinando seus Pokémons ali no local.
O rapaz era loiro e branco, aparentava ter minha idade, apesar que de acordo com os Pokémons, tem um nível de experiência em jornada superior a minha. Bem, seria falta de educação invadir o local dele, apesar de ser público. Resolvi me aproximar do rapaz e com um pouco de vergonha tocava o seu ombro.
_ Hey, licença! Ahn... Poderia treinar meus Pokémons aqui também? Meio que ensinei uma leva de TMs para eles, alguns meus e outros de um colega ai, e enfim... Creio que entende a situação.

OFF:
Hey Daddy o/


_________________
Mahiro
Mahiro
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


http://nozakiruisu.deviantart.com/

Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por Nerkon Ter Set 08 2015, 16:28

Gabriel assistiu com satisfação ao progresso de todos os seus Pokémon, os quais, com a exceção da Ralts cujo treino havia sido interrompido, haviam dominado as técnicas ensinadas por Technical Machine, fato que trouxe aquele treino a uma conclusão satisfatória. A primeira parte de seu período de preparação para a Copa Hoenn havia sido concluída com relativa facilidade, porém o loiro ainda tinha muito a fazer e por isso não poderia descansar muito. Ainda assim, ele estava ciente de que havia prometido um tempo de descanso para seu grupo e logo assumiu uma posição no centro do lugar.

- Estão todos de parabéns, podem descansar um pouco agora! - Sua declaração veio acompanhada de palmas, após as quais o grupo se dispersou por toda a área, com cada um dos Pokémon relaxando da forma que bem desejava: Flygon e Raichu sentaram-se próximo ao banco e começaram a conversar; Magby sentou no meio do lugar e começou a cochilar; Skorupi, tímida, cavou um pequeno buraco perto de onde Gabriel estava e se enfiou ali; Por último, Pawniard começou a procurar por Berries, sem sucesso, e eventualmente sentou-se próxima ao banco onde Anna estava, mas sem conversar com os dois veteranos da equipe que estavam por perto. Foi após toda aquela cena que Gabriel sentiu um leve toque em seu ombro e virou-se para ver o responsável por tal gesto. A expressão do loiro não foi de surpresa, mas sim de leve irritação por ter sido interrompido por um estranho, o qual estava logo à sua frente e acompanhado por um grupo de Pokémon. A explicação do desconhecido pouco importou para o treinador de Blackthorn, o qual simplesmente começou a caminhar até onde Anna e Ralts estavam.

- O lugar é público, faça como bem entender. - Proferiu sem se preocupar com cortesias. Estava interessado nos TMs mencionados pelo outro treinador, porém por hora contentou-se em pegar uma garrafa de água de sua mochila, sentar ao lado de Anna e começar a beber. Inicialmente pretendeu assistir ao que o outro jovem iria fazer para saciar sua curiosidade em relação aos tais TMs, mas não demorou para decidir tentar se informar de maneira mais direta. - Vai treinar TMs? Era o que eu estava fazendo agora a pouco, mas já terminei. - Vitorioso, ele declarou seu sucesso sem demonstrar um pingo de humildade.
Nerkon
Nerkon
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por  Ter Set 08 2015, 16:59

Off:
Filhote o//
[s]Esses treinos livres me matam -q[/s]

O primeiro contato entre o treinador recém chegado no campo Centro Pokémon e Gabriel não era muito amigável, ao menos por parte do loiro que tratava o outro treinador com rispidez. Como o treino de Paiva estava concluído, ele se afastou para relaxar enquanto deixava seus monstrinhos descarem também. Sentado em um banco à direita do campo ele observava atentamente os próximos movimentos do outro treinador. Apesar de não terem se apresentado um ao outro, o educado rapaz era Mahiro Fuwa e chamava a atenção de loiro graças aos TMs mencionados. Mesmo não sendo nem um pouco simpático ou humilde nas primeiras trocas de palavras, o dono da Ralts recém nascida já estava com segundas intenções.

+4702 de EXP para Raichu!
Raichu manteve o nível.

+ 2227 de EXP para Pawniard!
Pawniard aumentou um nível.

+2722 de EXP para Magby!
Magby aumentou um nível.

+6064 de EXP para Flygon!
Flygon manteve o nível.

+1856 de EXP para Skopuri!
Skopuri aumentou um nível.

+62 de EXP para Ralts!
Ralts aumentou um nível.

_________________
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? FuT9MRk
obrigado koi!
zé
Especialista Water I

Especialista Water I

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por Mahiro Ter Set 08 2015, 17:14



. . .



Após um “faça como bem entender” um tanto quanto rude, agradeci o rapaz com um gesto de mãos e me virei de costas a ele, afim de deixar meu olhar fixo aos meus parceiros. Antes de dar qualquer ordem resolvi me afastar alguns passos até encaixar o pé em um certo buraco e tropeçar para trás, deixando alguns pertences da minha mochila vazarem graças ao zíper aberto. Com isso, minha coleção de TMs se espalharam e foram parar ao pé do rapaz junto com a ability capsule que havia pego ontem.
Com vergonha do ato, que não me machucou, mas foi motivo de risadas para os meus parceiros que assistiam, inclusive do Larvitar que adorava me ver se ferrar.
Me levantei, limpando a sujeira de minhas vestes, que por tamparem todo o meu corpo fez com que não me machucasse. Desengonçado, comecei a recolher minhas coisas um a um, até me ver perto do banco aos pés do loiro e de uma certa jovenzinha Lolita de cabelos grisalhos e de um olhar rubro, o que parecia estar na moda... Não era Nicholas, o rapaz de ontem, que tinha a mesma particularidade genética? Apesar que desta vez era “fofo” e não “assustador.”

OFF:
'3'  é que tu não viu o quanto de (Em Treinamento) tem na minha box -q


_________________
Mahiro
Mahiro
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Left_bar_bleue0 / 100 / 10A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Right_bar_bleue


http://nozakiruisu.deviantart.com/

Ir para o topo Ir para baixo

A pressa é mesmo inimiga da perfeição? Empty Re: A pressa é mesmo inimiga da perfeição?

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Ir para o topo Ir para baixo

Página 1 de 16 1, 2, 3 ... 8 ... 16  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos