Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Contest #12 - Apresentações

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Contest #12 - Apresentações

Mensagem por thito Dom 13 Set 2020, 00:00


Contest de Lilycove!
"Temporada 1 - Contest 12"


Contest #12 - Apresentações 7lQ8hV4




Era o início de uma nova estação na região de Hoenn. Os botões das flores desabrochavam e montavam belíssimas paisagens com suas pétalas cheias de vida! Contudo, os parques e praças estavam vazios, pois algo a prestigiar o equinócio primaveril acontecia no coração da cidade de Lilycove. O hall onde cada movimento era considerado arte abrigava o contest da vez e estava prestes a começar!

As arquibancadas cada vez mais ficavam lotadas com o passar dos concursos. Este em questão prometia um belo espetáculo, não só porque o Lilycove Hall era conhecido pelo prestígio artístico de famosos coordenadores, mas também pela quantidade de performances que brilhariam naquele espaço. O palco do Contest lembrava muito uma arena de batalha da Liga Pokémon: era feito de terra batida, com marcações em tinta branca e com as mesmas dimensões padrões. Do lado oposto às câmeras e à entrada, os juízes ocupavam duas de três vagas. Entre eles estava o célebre Raoul Contesta, chefe do Comitê de Atividades Pokémon responsável pela organização dos Contest, em pessoa ocupando o centro da bancada. Ao lado esquerdo de Mr. Contesta estava Chaz, o Top Coordenador que participou como monitor do workshop realizado dias antes do início daquele contest, deixando o lugar da direita vago. Todos se perguntavam quem seria o terceiro jurado e o por quê do mistério, mas a hostess logo surgia e chamava a atenção dos espectadores com sua interlocução.

- Boa tarde Lilycove! E uma belíssima noite para vocês que nos assistem no conforto do seu lar! Para aqueles que não me conhecem, sou Vivian, a anfitriã dos Contests da região de Hoenn! É com grande alegria e muita honra que anuncio a vocês que a décima segunda edição da primeira temporada de concursos atingiu o recorde de inscrição! Sim! É isso mesmo que eu disse! Foram ao todo VINTE COORDENADORES INSCRITOS!

O público delirava com a notícia. Alguns já sabiam da grandiosidade do evento pelas notícias que não paravam nas redes sociais. As revistas do mundo pop não comentavam de outra coisa, pois mesmo com Tohjo sediando um parque de diversões, Lilycove estava prontíssima para arrasar e representar a força da região com competidores nativos e também muitos estrangeiros.

- Parece que Lilycove vai ficar pequena com um total de vinte apresentações, vamos apreciar um verdadeiro Fashion Week entre veteranos dos palcos e até mesmo promessas que se revelaram tardiamente, mas não se enganem, temos muitos estreantes entre os concorrentes à Fita das Pétalas! Ao que parece, depois da vitória de Ren Hughes em Mu Island e da reformulação na contagem dos pontos da Fase de Batalhas, muitos jovens treinadores estão confiantes que podem fazer um bom show e encantar nossos célebres jurados, mas devo logo avisar, não será nada fácil! Na-na-ni-na-não! Para conquistar a fita de hoje, nossos competidores terão que caprichar em suas apresentações! Afinal, hoje, as apresentações visual e artístisca terão suas pontuações duplicadas! É meu querido público, haja fôlego, pois vamos testemunhar um momento épico em nossa temporada. São muitos os candidatos e todos querem saber quem será a "Miss Equinócio Primavera", então com vocês, abrindo oficialmente o Contest de Lilycove, nossa terceira jurada, a Top Coordenadora e líder do ginásio da cidade, Mikuri Lisia!


❥ Exemplo de Apresentação

Lisia escreveu:Apresentação Visual:
A plateia vibrava com a chegada de Lisia ao palco do Contest da cidade de Lilycove. Como de costume, a belíssima jovem de cabelos azulados estava trajada com seu famoso vestido de gala com tonalidades de azul e branco com, obviamente, muito brilho. Após uma breve reverência educada para o público, a garota então retira de seus bolso uma pokébola de coloração rosa.

- É hora de começar o show! - Anunciou Lisia.

Delicadamente, a jovem pressionou o botão central da esfera e a mesma emitiu um brilho tão intenso quanto a luz do sol. E não é que era mesmo? Da esfera rosada, redesenhada por Kurt Miles, um Sunny Day iluminava o palco e dava boas vindas ao parceiro de apresentação da top coordenadora: um Bellossom! Ao ser completamente materializada em campo, a Pokémon gramínea desfilava a frente sendo acompanhava por sua estrela solar a iluminando como se fosse um holofote particular.

O percurso feito pela criatura de folhas e flores era a percorrer todo o palco, e com isto queria dizer as marcações de tinta branca que limitavam a fase de batalhas posteriormente. Bellossom, com sua habilidade ativa, caminhava como uma verdadeira modelo. Ereta! Bela! Confiante! Seus acessórios apenas complementavam o charme que a pequenina era. Duas flores de cerejeira tomavam lugar das comuns alaranjadas da espécies e ganhavam destaque pelos raios de sol, ganhando aquele brilho natural que Lisia tanto gostava. Haviam também dois pompons rosas que ela trazia junto a si na altura do peito unidos por um laço rosa muito conhecido e admirado nos concursos. Os acessórios fofuchos quase formavam o desenho de um coração naquele modelito de cropped!

Por fim, algo que só pôde ser notado após a passagem de Bellossom pelo espaço, era que ela emanava um aroma adocicado de coloração levemente rosa. Com a velocidade que caminhava, o Sweet Scent formava uma cauda, ou melhor, um véu quase translúcido e mágico, completando o desfile curto da apresentação visual de Lisia com uma pose fofa, piscando para as câmeras.

Apresentação Artística:
Quando Bellossom já estava próxima da coordenadora, Lisia imediatamente fez uma pose triunfante e preparou o público psicologicamente para o que viria: uma experiência sensorial!

- Começamos agora a performance: O aroma das flores!

Dito isso, Bellossom entendia o comando e girava em seu próprio eixo, dando início à apresentação que tinha ensaiado com sua mestra. Ao redor dela aros esverdeados se abriam para os limites do palco como pulsos de energia e em instantes o campo todo era tomado por uma vegetação de ervas poderosas trazendo o frescor e a renovação da nova estação promovidas por aquele Grassy Terrain!

Ao finalizar o giro, Bellossom começava a saltitar e Lisia ia atrás. A cada toque no novo terreno, a Pokémon de Grama soltava um novo aroma doce e um botão rosa no campo. O público era agraciado com o odor exalado por todo o espaço com aqueles Sweet Scent. Foram vários os saltos, mas estranhamente a Bellossom deixava um espaço ainda verde no centro do terreno de plantas. Eis que estava tudo programado.

Lisia então orientou sua companheira para o momento final. O pequeno foco de luz solar já estava em seus últimos instantes quando Bellossom o guiou ao centro e saltou mais alto que o "sol" mirando nele um potente Solar Beam que atravessava com as cores de um arco-íris a pequena estrela falida e acertava o centro daquele campo, causando um choque com o impacto, levantando todos os esporos das plantas germinadas durante a apresentação artística. Os fragmentos da apresentação se espalhavam pelo hall, presenteando os espectadores som a visão de flores ao vento e com o movimento que chegava tão perto, caso quisessem levar um souvenir para casa.

OFF:
Contest #12 - Apresentações Bag_Contest_Costume_F_Sprite Contest Costume
Contest #12 - Apresentações VLtgYNb PinkBall x01 // Contest #12 - Apresentações Pinkscarf Pink Scarf x01 // Contest #12 - Apresentações Accessory_Pink_Flower_Sprite Pink Flower x02 // Contest #12 - Apresentações Accessory_Pink_Fluff_Sprite Pink Fluff x02

Lisia, após abrir o concurso com sua apresentação, assumia seu lugar à direita da banca avaliadora, cumprimentando os outros jurados, e ouvia os comentários gentis de Vivian até que finalmente era dado início às apresentações dos competidores ao pódio do décimo segundo contest!




  • Todos os jogadores inscritos terão um prazo de cinco dias para postar suas apresentações nesse tópico. (Ou seja: até às 23:59h do dia 18/09, sexta-feira.)
  • Para postar suas apresentações, seus personagens devem estar na cidade de Lilycove e sem nenhuma rota ativa no momento da postagem.
  • Participantes do Contest que já estão em Lilycove City não poderão sair da cidade. Caso contrário, serão eliminados por W.O.
  • Ao final do prazo, jogadores que não postarem suas apresentações serão eliminados por W.O.
  • Imagens, vídeos e músicas são bem-vindos para complementar, mas o foco da avaliação será a parte narrativa.
  • Itens que forem utilizados na Apresentação Visual deverão ser citados durante a narrativa e também em off conforme o exemplo.
  • Em caso de dúvidas, enviar MP para os organizadores deste Contest (Mathito e Bedendo).




thito
thito
Ace Trainer III

Ace Trainer III

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Kazehaya Dom 13 Set 2020, 00:01

Off:
Itens utilizados:
Contest #12 - Apresentações VLtgYNb Pokeball rosa
Contest #12 - Apresentações Grassiumz Grassium z
Contest #12 - Apresentações Accessory_Glitter_Powder_Sprite Glitter Powder
Contest #12 - Apresentações Accessory_Shiny_Powder_SpriteShiny Powder
Contest #12 - Apresentações Accessory_Pink_Barrette_SpritePink Barrete
Contest #12 - Apresentações 3370155Foice (Daisuke que usou)
Contest #12 - Apresentações Bag_Contest_Costume_M_SpriteCapuz da morte

Referências de movimentos:
Contest #12 - Apresentações 150px-Sawyer_Slurpuff_Dazzling_Gleam Dazzling Gleam

Contest #12 - Apresentações 150px-Snowy_Snow_Cloak Snow Cloak

Contest #12 - Apresentações 150px-Cerah_Ninetales_Aurora_VeilAurora Veil

Contest #12 - Apresentações 150px-Ash_Rowlet_Bloom_Doom_textBloom doom (Flores ao redor)

Contest #12 - Apresentações 150px-Mallow_Tsareena_Bloom_DoomBloom Doom (Raio)












O florescer de um jovem coordenador




D
aisuke finalmente estava pronto para retornar aos palcos após tanto tempo sem se apresentar sequer uma vez. Seu coração palpitava cada vez mais rápido à medida que os nomes eram chamados para se apresentarem, as mãos suavam frio e o medo de falhar era grande. Ao seu lado, a Alolan Ninetales que passaria por esse desafio com ele, a raposa repousava nos pés do treinador, descansando e nem mesmo imaginava a responsabilidade de protagonizar uma apresentação junto de seu treinador.

Em meio a toda tensão, o nome da dupla finalmente foi chamado no backstage e eles puderam finalmente se preparar devidamente para a apresentação tão emblemática que haviam preparado juntos. Tachikawa fora um dos últimos a ser chamado, o que casou perfeitamente com a sua temática, que necessitária dos holofotes e da iluminação natural da lua para ter o tom necessário que buscava.  

Antes de finalmente entrarem no palco, Tachikawa escovou a pelugem branca de Alicia e lhe preparou para o que estava por vir, deixou o pelo brilhante com o auxílio do Glitter Powder e do Shiny Powder que havia adquirido no desafio contra Chaz, além disso, colocou no pescoço da raposa o laço rosado. Enquanto deixava a grande estrela da noite pronta, o jovem dizia:  

- Alicia, treinamos bastante para esse momento, lembre-se de ser graciosa e não tenha medo do público, é uma parte importante da apresentação, fora isso, apenas se divirta, ok? - Daisuke olhava no fundo dos olhos azulados da raposa. - Estou muito animado para isso, será nossa estreia juntos em um contest!

Após dizer isso, ambos se dirigiram até os fundos do grande palco. Ninetales foi recolhida para sua Pokébola rosa desenhada especialmente por Kurt Miles e Daisuke foi para os bastidores esperar seu nome ser anunciado por Lilian. E quando finalmente ouviu seu nome ser chamado e no grande letreiro do palco de apresentações sua foto aparecer, o rapaz respirou fundo e foi na direção do centro do palco, pronto para performar uma grandiosa colaboração junto de ninetales.  

- Estou pronto!!- O rapaz ponderava sozinho, queria estava confiante com a sua apresentação e tinha certeza que poderia se sair bem e quiça conseguir o primeiro lugar.  

Antes de entrar, Tachikawa fechou os olhos e respirou fundo, colocou o capuz sobre a cabeça e finalmente adentrou o palco.

Apresentação visual:


Uma música calma começou a tocar para todos na arena, se tratava de um instrumental japonês que assim como a sua apresentação progredia de forma contínua tendo um climax perfeito no último minuto, casando com o que o jovem havia planejado. O palco do contest de Lilycove estava magnífico, a pedido de Daisuke os holofotes não estavam iluminando todo o palco, deixando apenas o centro da grande arena iluminado. Em meio às sombras, a plateia não conseguia ver Tachikawa, a única coisa aparente era uma esfera rosada no centro do campo, ela repousa altiva e solitária e, antes mesmo de revelar o conteúdo da pokébola, uma tempestade de neve tomava conta do ambiente de apresentações, deixando todos atentos ao que viria a seguir.

Finalmente, após o campo ser tomado aos poucos pela neve, a esfera começava a se movimentar de forma exaustiva e inconsistente, liberando em meio a um brilho alvirrubro a grande estrela daquele espetáculo, a raposa de nove caldas, surgia brilhante no campo e observava a plateia, analisando os olhares curiosos do público que ansiavam pelo que viria a seguir. Graças a sua habilidade especial(Snow Cloak), em volta da mesma havia uma névoa densa que apenas exaltava o pelo brilhante da canídea envolta ao glitter powder e shiny powder que Tachikawa havia distribuído anteriormente, transformando a Alolan Ninetales em um espírito da neve, que chamava atenção por sua beleza e imponência.       

Foi assim que a raposa começou a apresentação, pulou alto o suficiente para que todos pudesse vê-la la de cima e logo em seguida emitiu um grito agudo, invocando um véu róseo e translucido (Aurora Veil), um verdadeiro poema visual que mais uma vez exaltava a beleza particular de Alicia. Ainda no ar, a raposa começou a emitir um brilho intenso (Dazzling Gleam) que iluminava todo o ambiente à medida que o movimento ganhava força graças a concentração intensa(Calm Mind) que ela fazia enquanto utilizava o movimento do tipo fada.  

Assim que pousou, como um raio que cortava os céus durante a tempestade, Alicia iluminou toda o restante do palco do contest tamanha a força do golpe brilhante do tipo fairy. Para a surpresa da plateia e da própria raposa de nove caldas, uma figura sinistra aparecia no ambiente iluminado, mais precisamente à apenas alguns metros da gélida raposa.
Parado, repousando sereno e olhando diretamente para o ser nevado. Aquele era Daisuke que finalmente se mostrava para o público, a fantasia por si só deixava claro a intenção do garoto em representar a morte e a grande foice negra que segurava na mão direita rapidamente foi levantada, demonstrando sua intenção em acertar o canídeo com a foice da morte.

Apresentação artística:
 

O clima ficou tenso na arena, todos da plateia pararam para observar Daisuke, o rapaz parecia verdadeiramente mal intencionado ao se movimentar na direção de Alicia de forma lenta e aos poucos aumentando a velocidade na intenção de se aproximar do ser das neves. Assim que finalmente o espaço entre ele e Alicia ficou ínfimo, num primeiro movimento o moreno encapuzado ergueu a foice e visando acertar Alicia com a arma desferiu o golpe, todavia, o monstrinho de gelo desviava graciosamente deixando um rastro de névoa(Snow Cloak) e glitter. Ao mesmo tempo, Alicia utilizava Ice Beam na posição contrária a de Daisuke, criando uma grande pétala de gelo enorme, sendo a pétala criada por Alicia um pouco maior do que Tachikawa.  

Novamente o capuz da morte corria na direção da raposa obrigando a mesma a desviar novamente, repetindo então o processo da criação de mais uma pétala com o raio congelante(Ice Beam). Se criava então um padrão. Treinador e Pokémon travavam uma batalha silenciosa, tendo como plano de fundo apenas a respiração ofegante da raposa que lutava por sua vida à medida que criava mais e mais pétalas e aos poucos formava uma grande flor de gelo. Daisuke investia contra o espírito da neve várias e várias vezes, obtendo o mesmo resultado em todas elas, graças a velocidade e a densa névoa(Snow Cloak) que rodeava Alicia.

Essa dança silenciosa durou até o momento em que a grande flor de gelo foi criada. Era deslumbrante a imagem que se formava ali. A grande flor estava posicionada estrategicamente no centro da arena, o holofote iluminava a estrutura congelada refletindo as luzes no gelo e criando uma iluminação majestosa.   

Ainda que a figura congelada chamasse atenção de todos, a batalha travada pelo Pokémon e o capuz da morte ainda era travada. Alicia era rápida e conseguia desviar de todas as tentativas de Daisuke, contudo, se notava que ela se cansava a cada vez que desviava de um ataque do moreno e arfava a cada minuto, demonstrando estar no seu limite. Para acabar de vez com aquilo, num movimento esperto e esguio, Tachikawa finalmente conseguia ferir a grande raposa de forma mortal, arrancando suspiros preocupados da plateia, que naquela altura do campeonato já tinham a preferência pela vitória do ser nevado.

O clima ficava tenso, ninguém tinha coragem de dizer uma palavra sequer, estavam vidrados no que aconteceria a seguir. A raposa ferida se dirigia para o miolo da grande flor que construiu enquanto travava uma batalha pela sua vida. Assim que repousou ali, a raposa criou uma redoma de gelo ao seu redor, como se um caixão fosse. A morte se dirigia vitoriosa até o jazigo improvisado da raposa, deixava ali uma Lonely flower e se despedia da plateia e da raposa.  

Todos pensavam que a apresentação havia acabado, alguns, indignados com o “final” daquela apresentação, ameaçavam sair da arena decepcionados com Daisuke. Contudo, um brilho tomava todo o caixão, iluminando mais uma vez a flor cristalizada com tons esverdeados e, subitamente, a tempestade de neve cessava. Ao mesmo tempo, a arena de apresentações era tomada por flores dos mais diversos tipos e cores, além disso, a aura esverdeada ganhava toda a arena e, no centro da grande flor congelada e, atual caixão de Ninetales, uma grande explosão de energia esverdeada(Bloom Doom) era jogado para o auto criando uma chuva de brilho esverdeado que pousava nas flores trazendo a boa nova da primavera.  

Aquele era o grand finale, os holofotes aumentavam o brilho e Daisuke e Ninetales finalmente se revelavam para o público novamente, aproveitando para agradecer o público e, pela primeira vez desde que foram chamados, o moreno falou:

- Muito obrigado por me receber, cidade de Lilycove! - Dizia contente. - Está apresentação é uma homenagem a todas as vítimas de Tohjo. Para todos aqueles que perderam algum ente querido diante desse desastre. - Seus olhos marejavam enquanto falava aquilo, mas se segurou e então continuou. - Lembrem-se que apesar do inverno rigoroso haverá sempre a chegada da primavera para renovar o espírito! - Era isso que Daisuke queria trazer com sua apresentação, mostrar as adversidades que o inverno podia trazer e a renovação que a primavera trazia junto com a explosão do Z- move grass.

Assim que saiu da arena, o garoto não pode conter as lágrimas, aos poucos deixava que todo os seus sentimentos fossem externalizados. Aquela apresentação não era uma simples homenagem, aquela apresentação era uma homenagem pessoal para Mimi, que havia perdido a vida durante o desastre de Tohjo. Daisuke sentia que havia cumprido seu papel e esperava que la do céu, sua mãe estivesse vendo essa homenagem e finalmente sentisse orgulho do menino que criou.

Fim.

Música usada na apresentação: Instrumental japônes


Kazehaya
Kazehaya
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Renzinho Dom 13 Set 2020, 00:01

OFF:
Olá, espero que tenha uma boa leitura. <3
Para tornar esta ainda melhor, gostaria de pontuar alguns pontos. O primeiro é para apenas começar a ouvir a música quando a Apresentação Artística começar. O link está no template (KH - Song), e o início da etapa citada está bastante evidente.
Depois disso, gostaria de dar alguns exemplos visuais dos movimentos utilizados.

Stun Spore;
Fairy Wind;
Sweet Scent;
Silver Wind.

Os itens são descritos ao decorrer do texto, além de no próprio template. Bem, acho que é isso. Obrigado pela atenção!


Lilycove. A metrópole havia acolhido Ren de uma forma que Petalburg, o local no qual nascera, nunca fizera. Ali, ele definitivamente tinha aquele sentimento de "estar em casa", ainda mais quando em comparação com sua cidade natal. E é claro que isso estava relacionado com Lisia, a Top Coordenadora e Líder de Ginásio, também mentora do rapaz. O evento da noite estava sendo organizado pela própria; sendo ela inclusive a estrela que deu início às apresentações. O que, é claro, apenas deixou Ren ainda mais animado.

Não poderia fazer feio, logo ali, certo? Ainda mais depois de Mu Island. Sentia que tinha olhares sobre si, alguns observando-o com expectativa, enquanto outros não esperavam por vê-lo cair. Bem, ele tentava não se preocupar muito com tudo isso. Tivera muito tempo para pensar no mundo dos concursos desde quando levara sua primeira fita, e decidira que apenas levaria as coisas da melhor forma possível.

Estava no camarim, esperando por sua vez. Apesar de estar um tanto quanto mais calmo — e de certa forma, confiante em si mesmo também, quando em comparação com a última vez — ainda tinha certo nervosismo dentro de si. Contudo, tentaria manter-se pleno e concentrado; sem se deixar levar pelo medo do pior acontecer. Daria seu melhor, e isso já bastava para ele. Estava colocando uma pequena flor decorativo no bolso de seu terno (Gorgeous Flower) quando finalmente ouviu seu nome.

Ren sorriu, pensativo. Sua abordagem seria razoavelmente simples; mas ainda assim, efetiva e compreensiva. Não via tanta necessidade em fantasiar e conceituar aquele belo tema. Tomou em mãos a esfera rósea que utilizaria muito em breve, então, pronto para fazer seu caminho até o palco. Tinha pedido um favor especial para a equipe de produção de palco. "Vejamos se está a cair", pensaria ele. E então partiria.




Apresentação Visual


Ping. Ping. A água caía constantemente, de algum lugar no teto. Gota atrás de gota, na marcação de inconstante que a gravidade criava. Uma pequena poça havia se formado no chão, alimentada pelos pingos que ficavam cada vez mais escassos e raros. Enquanto a água ruidosamente precipitava-se, uma voz soou, em alto e bom tom, embora seu dono ainda não pudesse ser visto em lugar algum. — A neve derrete aos poucos. A vida se abre de novo. A água começa a se acumular.

Com isso, uma esfera bicolor era jogada ao ar, liberando uma pequena explosão de confetes róseos. Mas dela, nada pareceu sair. Como eu disse, pareceu. A primeira coisa a se notar foi o zumbido. Frequente e persistente, o som espalhava-se pela arena. Então desacelerou, ficando mais lento e baixo. Acima da poça de água, um pequeno inseto amarelado voava, alegre. — É o acordar de uma nova época. Uma chance de ser diferente, uma vida a florescer. Conforme a neve se esvai, os seres vivos começam a receber o até então tímido sol com entusiasmo.

Então, alguém finalmente atravessou as cortinas, abrindo espaço no palco. Ele trajava vestimentas elegantes (Fantasia de Príncipe), mas coloridas e alegres. Segurava uma rosa (Rose) em sua mão direita, e andava como se tivesse todo o tempo do mundo. Talvez tivesse mesmo. Ele aproximou-se da insetinha, adornada por um laço rosado (Big Barrette), razoavelmente grande, mas que conseguia levantar com facilidade. Era possível notar o brilho de uma estranha e reluzente pedra também, presa ao tal laço (Psychium Z). Uma gota pingou novamente.

Nessa hora, é preciso ter foco. O reviver não acontecerá sozinho. O ciclo precisa continuar — com essa frase, o jovem de madeixas rosas ergueu os braços e fez uma breve performance bela, intrigante, e claro, poderosa. Enquanto dançava, o cristal que a Cutiefly carregava começou a brilhar, ao passo em que a pequenina parecia preparar-se para algo grande. Uma última gota de água caiu no chão. O último degelo. A insetinha sacudiu-se e fechou os olhos.

No exato instante em que a gota caíra no chão; o treinador terminou sua peculiar dança; e Cutiefly abriu os pequenos olhos. Absorvendo o poder do rútilo cristal, ela focou no tremeluzir da água, fortalecendo seu eu interior, emitindo também uma bela luz cintilante no processo (Z Calm Mind). — Com o frio invernal sendo apenas uma lembrança, e o foco estando presente, já é possível agir. Sou Ren Hughes, e com minha querida Arallya, mostrarei-lhes o ciclo da vida!




Apresentação Artística


Uma música instrumental começou a tocar também, calma e acalentadora, trazendo consigo a narração do rapaz. — Estamos acostumados com a monotonia da colheita, das mãos humanas na lavoura após o frio intenso — dissera ele, trazendo a rosa para perto de seu nariz, a fim de apreciar seu odor. — Contudo, lá fora, na mata selvagem, não há plantações a serem colhidas. Não. Mas ainda assim, a floresta desenvolve-se, abre a si mesma, diversifica e expande. Como é o florescer para aqueles que estão nos campos afora?

Ren jogou a rosa ao ar, esticando seu braço. Era a deixa de Arallya. A pequenina aproximou-se, veloz, para alimentar-se da flor. Flores. Uma de suas coisas favoritas; tão características do conceito de vida e amadurecimento. — Com a chegada da primavera, as plantas se abrem, os animais polinizam e semeiam. Nada de lavoura. A natureza tem seus próprios modos de dispersar a tão vasta vida dentro de si — outro sinal para a fada agir, chamar os holofotes.

Agora, Cutiefly agitava seu corpo, balançando asas e pelos. A pequenina estava coberta por camadas de pólen, após entrar dentro da rosa para alimentar-se. Assim sendo, não achou nada difícil jogar uma nuvem de esporos alaranjados ao ambiente em seu redor (Stun Spore). Em pouco tempo, o palco estava lotado por pequenos e inodoros esporos, que caíam lentamente. Eram simples e de aparência efêmera, mas belos.

A vida é gerada. Mas é preciso assegurar que ela encontrará um solo fértil, que irá difundir-se, que terá tudo que seja necessário para seu desenvolvimento. E é aí que a natureza age novamente — quando Ren terminou de falar isso, uma brisa suave invadiu o palco. Ela reluzia com brilhos róseos de energia (Fairy Wind), e agitava os esporos. Jogados de um lado ao outro, espalhando-se cada vez mais, misturando-se em uma desarmoniosa harmonia rosa e laranja de partículas.

E então parou.

Os esporos voltaram a cair, mais espaçados. E estranhamente, também em maior velocidade. O vento havia cessado, mas deixara consequências. Acelerara a disseminação, e agora a vida alcançara seu destino terreno. O chão cintilava com os brilhantes feéricos que contrastavam com as esferas alaranjadas. Definitivamente, algo bonito a se ver.

Com o andar do relógio, eles desenvolvem-se. Aos poucos, a primavera dá os ares de sua graça. E literalmente, podemos senti-los no ar — Ren abaixava-se para pegar a rosa caída, levantando alguns cintilantes rosados no processo. Mais uma vez, ele levava a flor ao nariz. Arallya novamente sacudia seu corpo, desta vez, liberando um nuvem de poeira colorida, rósea, que se espalhou pelo ar ao mesmo tempo que um doce aroma pôde ser sentido em todo o salão (Sweet Scent). — A vida floresce.

Como se esperando o rapaz dizer, os esporos começaram a crescer com um brilho dourado-róseo, dando origem a pequenos cogumelos alaranjados. Parecia até que o movimento da insetinha tinha agido como um acelerador no crescimento dos fungos, deixando-os mais fortes e belos. — Um ápice da criação. A funcionalidade da natureza em ação. Vida que vive, mesmo sem ter um coração.

Ren então colheu um dos cogumelos, que se desfez em suas palmas, formando um montinho de brilhantes branco-alaranjados. Quase como se o fungo não fosse real, sólido o bastante. Ele esticou o braço, voltando-o para baixo, e chamou por Arallya. A pequenina pousou sobre a mão do treinador, emitindo seu característico cry animadamente. — Como não vemos isso no restante do ano, então? Bem, do mesmo jeito que dá, a natureza toma. A primavera vai, o inverno volta. Calor e frio; brisa e ventania.

Ao dizer tais palavras, balançou a mão, impulsionando o voo da Cutiefly, obrigando todos os olhos a seguirem-na. A monstrinha novamente conjurou ventos brilhantes, mas estes pareciam mais... Destrutivos? Aquilo não era apenas uma brisa. Era um vendaval reluzente e cortante, que derruba e destrói (Silver Wind). A fadinha quebrava os cogumelos com suas rajadas, desfazendo-os em mais brilhos alaranjados. Mas não era só isso. Alguns, apenas alguns, soltavam esporos novamente, antes de desfazerem-se.

Mas é tudo pelo bem do ciclo. Ciclo este que se repete infinitamente, passando pela a escuridão de tempos mais frios até que chegue o sol radiante no horizonte azulado — terminara ele, com esporos mais uma vez flutuando pelo ar, brilhantes, enquanto o chão reluzia em tons de branco, rosa e laranja; resquícios de todos os golpes e combinações. — Contudo, agora eu pergunto-lhes, Lilycove. O quão diferente somos nós destes esporos? Giramos em torno de ciclos também, repetindo e refazendo. Temos nossos altos e baixos...

... Ainda assim, será que todos nós sabemos apreciar nossa primavera? Ou nos limitamos a ver apenas uma parcela daquilo que há; perecendo à escuridão do inverno? Quais de nós acabarão por tornar-se os esporos que darão continuidade à vida? — questionou, reflexivo. Estava tentando fazer o público pensar e refletir também. Afinal, qual seria a graça de ter uma apresentação vazia, onde apenas há brilhos e beleza?

Ren caminhou até o limite do palco e curvou-se. — Obrigado por sua atenção, minha cara Lilycove. Que sejam sempre os esporos resilientes nas estações de nossas vidas — e com isso, dava as costas à plateia, deixando o palco junto de Arallya.

Lilycove

Gorgeous Flower
Prince Costume
Pink Poké Ball
Big Barrette
Psychium Z
Rose
KH - Song



The Honey Fly

(C) Ross



_________________
Contest #12 - Apresentações OnqKzmG
Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy II

Especialista Fairy II

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Chloéthe Dom 13 Set 2020, 00:11









Fortune Teller Costume
Pink Pokeball
Purple Scarf
Black Cape
Shiny Powder
White Dominos Mask
Top Hat


Ostara


Fortune Teller Caravan

Uma música. Esta era a primeira impressão que o público tinha da apresentação do estreante Jamie Franssoá aos contests. A música tomava conta do teatro antes mesmo de ser vista qualquer movimentação no palco, a ambientação dada pelo som denotava um aspecto místico e misterioso, instigando a curiosidade. Esta melodia serviria apenas como uma introdutória à sua apresentação, sendo responsável por definir o tom da performance e preparar a atmosfera do público para o que viria a seguir. A medida que o ritmo da música aumentava e os instrumentos se tornavam mais frenéticos ao atingir as notas, a luz, que antes era quase ausente, aumentava gradualmente, revelando que no palco havia um grande ovo ornamentado.

A representação da joia Ovo Farbergé possuía cerca de dois metros e permanecia parada no proscênio, sua coloração era verde e dourada, com o exterior completamente coberto de pedras preciosas incrustadas. O pedestal dourado que o mantinha em pé, assim como as joias que ornamentavam todo ovo, eram brilhantes e cintilavam como estrelas quando tocados pela luz. Subitamente, o público percebia que algo começava a se remexer ali dentro, a movimentação fazia com que a joia se abrisse, partindo-se simetricamente em um corte vertical, revelando que dentro estava Jamie Franssoá, agora o coordenador estava em cena.

Jamie trajava a fantasia Fortuneteller, as mechas de seu cabelos estavam soltas e os tons de roxo de sua roupa roupa chamavam atenção por serem diferentes do esperado no palco, mas parecia agradar muitos, a surpresa do diferente era justamente o que buscava. Ele aparentava ser um cartomante, ou um personagem de circo, as impressões eram diversas e todas estão corretas, afinal, o que o rapaz representava era apenas um arquétipo para instigar o imaginário popular.

No momento em que se tornou visível para todos, o competidor levantou ambos braços ao alto, fazendo uma pose triunfante. A representação simbólica feita pelo coordenador durou apenas alguns segundos e antes que ficasse parado por tempo demais, ele abriu um sorriso e arremessou uma pokéball para apresentar seu Pokémon. Em sua mão direita estava uma esfera de cor rosa, que ao ser atirada ao alto, liberava uma um raio rubro, além de uma explosão cintilante de glitter rosado, revelando o parceiro de Jamie, nomeado Aztec.

A criatura que surgia possuía penugem verde, com detalhes amarelo e vermelho espalhados por todo corpo. Suas penas se destacavam pelo fato de brilharem, devido ao efeito do glitter(Shiny Powder). Este Pokémon era um Xatu, conhecido por ser um pássaro psíquico, estava vestido com uma capa preta(Black Cape), uma cartola(Top Hat), um cachecol roxo(Purple Scarf) que repousava em seu pescoço e uma máscara branca(White Domino Mask) que cobria seus olhos. A ave se mostrava imponente e séria, seu visual o fazia ser notado e admirado por toda platéia. Ao lado do Pokémon estava Jamie, a aparência dos dois reforçava propositalmente toda atmosfera esotérica e mística que estava instalada. pareciam uma bela dupla, combinavam em muitos aspectos e pareciam confortáveis em compartilhar a cena. Quando Aztec terminou de posar, soltou um piado tão alto que ultrapassava o volume da música, seus olhos adquiriam um brilho rosado, característico de movimentos do seu tipo, projetando uma força psíquica(PSYCHIC) que envolvia seu treinador em uma áurea rosada, possibilitando o rapaz a levitar livremente.

Enquanto movia-se pelo ar, Jamie tomava vantagem do momento para roubar a atenção para si, realizando piruetas, rodopios e acrobacias. As mechas de seu cabelo solto, assim como os tecidos folgados e pendurados de sua roupa, serpenteavam e se esvoaçavam durante o número aéreo. Projetando o corpo para o alto, ele era capaz de performar qualquer movimento enquanto saltava, sem nem cogitar a queda. Quando Franssoá atingiu uma altura considerável, Xatu se juntou ao coordenador, a ave fez um sobrevoo circular rasante à arquibancada, passando por cima de todos até atingir a altura que estava Jamie. Os dois posavam no alto e faziam uma reverência ao público, agradecendo pela atenção.

— Boa Noite, Lilycove! — Ele dizia, com um sorriso no rosto. Enquanto flutuava ao lado de seu Pokémon, o coordenador gesticulava e tentava ao máximo expressar todo seu carisma através da fala. Xatu não era exatamente o Pokémon mais expressivo, mas ele conseguia impressionar de outras maneiras. — Me chamo Jamie Franssoá e este é meu Pokémon psíquico Aztec, quero que se sintam bem vindos! Hoje, enquanto celebramos o Equinócio de Primavera, estaremos dando mais um salto na Roda do Ano, o início de um novo ciclo! Convido vocês a participarem de um Sabbath em homenagem a Deusa Donzela, a figura da Deusa Ostara, para que elas nos traga renascimento e abundância.



Ballet in the Purple Ballroom

Ao terminar a frase de apresentação, Franssoá deixava implícito que estava entrando na parte artística de sua apresentação performática, a música diminuía e lentamente fazia a transição para outro som ocupar o ambiente. O rapaz não era estranho aos palcos e suas marcações, portanto fora capaz de pousar ao lado de seu Pokémon justamente onde encontra-se o centro de palco, de lá, ambos começaram a coreografar um balé. As passadas do competidor de um lado ao outro do palco eram graciosas, certeiras, ele rodopiava para demonstrar a fluidez dos tecidos de suas vestes, aqueles que possuem um bom olhar aos detalhes, também conseguiam notar que ambos traçavam um círculo com seus passos. O ato era extremamente teatral, para apresentar o personagem, o treinador direcionava suas ações ao Pokémon,como se o cultuasse. Aztec direcionava olhares maliciosos direcionados a plateia, com o auxílio de  diversos maneirismo de bruxas interpretados por Jamie, tudo para encenar um ritual. Ao fim da dança, o rapaz interagia mais uma vez.

— Hoje seremos espectadores de um dos mais bonitos fenômenos do universo para os seres terrenos! A vida e a morte, que são capazes de coexistirem ao mesmo tempo, são parte de um todo, assim como o dia e a noite que fazem parte do mesmo céu. Contemplem o espetáculo dual que os deuses nos propiciam hoje, enquanto o dia possui a mesma duração da noite, suas forças se equilibram trazendo harmonia para a Terra. Nós celebramos a deusa fértil e ela nos trará abundancia. — Em seguida, o coordenador ordenava um movimento a seu Pokémon. — Aztec! Vamos começar com Reflect!

Por ter ensaiado muito, Aztec sabia exatamente o que fazer. O Pokémon pássaro passou a locomover-se novamente no ar, desta vez ele estava ainda mais ágil, concentrava a atenção em projetar um espelho esférico por onde passava. O movimento Reflect, executado na forma de um círculo posto na horizontal, para que a plateia o visse de frente, e era repetido diversas vezes, até possuir diversas cópias até que formavam um enorme desenho, os espelhos criados estavam sobrepostos e alinhados geometricamente para que a ilusão da imagem fosse perfeita, o Pokémon havia criado uma Flor da Vida.

— Aztec, utilize Dazzling Gleam e Shadow Ball, vamos iluminar esse palco o palco!

A ave apontava sua cabeça para cima e seu corpo começava a brilhar, projetando partículas brilhantes(Dazzling Gleam) naquela direção, esta energia se condensava num orbe de luz e crescia consideravelmente até se tornar independente do Pokémon, flutuando e brilhando como o sol nos céus. Em seguida, uma grande esfera negra era invocada ao lado oposto, o movimento Shadow Ball chamava atenção do público pela falta de brilho e cor, por possuir tons escuros e frios como a noite, contrastando com o movimento reproduzido anteriormente. Quando finalizou a obra, Aztec posicionou-se acima da flor da vida e em meio as duas esferas, o passáro erguia e arqueava suas asas, sua figura ereta se assemelhava a um totem, apontando aos céus.

— A vida só se torna possível porque orbitamos uma estrela e nós estamos em constante movimento assim como os astros, orbitamos o espaço e nos locomovemos pelo infinito em conjunto deles, e esta é a lei do universo. — Concluía Jamie, fazendo sua voz ser ouvida em todo hall. O rapaz então passou a avançar pelo palco, em direção ao seu Pokémon. — A dança é a apenas uma imitação deste movimento celeste, através da dança somos capazes de canalizar o próprio divino e a energia que vibra das estrelas.

Franssoá estendia a mão e convocava Xatu a valsar, e assim começaram a encenar a dança, um pelos ares, e o outro no chão. Os dois não chegavam a se tocar, mas parecia que um conduzia o outro. Era visível a sincronia entre ambos, que performavam em perfeito encaixe, muito disso vinha dos poderes sobrenaturais de Aztec, que facilmente previa quais próximos movimentos do treinador e sincronizava com os seus, fazendo uso dessa habilidade, mesmo se houvesse um erro por parte do rapaz, não seria perceptível pela platéia ou pelos jurados. Com as representações do sol e a lua levitando nos céus, metade do palco permanecia sob uma luz púrpura e escura enquanto o outro estava iluminado em branco, os dois bailavam transitando entre os espaços, era uma cena muito bonita de se ver. Ao pausarem a dança quando a música finalizou, Jamie ajoelhou-se no chão e começou a enunciar uma oração a Ostara.

— A estação negra e fria lentamente desaparece, e a terra mais uma vez renasce. Como Mitras e Osíris, que renasceram da morte, a vida novamente retorna à terra. Deusa virgem Ostara, peço que desperte. Desperte! Desperte! Desperte! Desperte do seu sono e traga no seu bendito ventre a abundância. Que a terra volte à vida e que seja bem vinda a luz da primavera.


Quando o coordenador finalizou o cântico, Aztec passou a controlar ambos orbes flutuantes e os movimentar em direção ao escudo de Reflect que formava a flor da vida, fazendo com que os três se chocassem. A luz brilhante e colorida do Dazzling Gleam era dissipada pelos espelhos, assim como a luz sombria e violeta do Shadow Ball,. A explosão pelo contato criava um verdadeiro show de luzes psicodélicas e hipnóticas, que encantavam e confundiam aqueles que viam, era o efeito esperado.
Contest #12 - Apresentações Geometria-sagrada-flor-vida
(Representação meramente ilustrativa, porque não há imagem que represente o quão bonito seria esse espetáculo de luzes.)


Quando as luzes cessaram, a flor da vida desapareceram do palco pela vontade do Pokémon, Jamie e Aztec reverenciaram mais uma vez a plateia, desta vez, para agradecer e despedir-se. — A Primavera renasceu, que a vida floresça e que a dança cósmica da natureza para sempre permaneça! Espero que tenha sido do agrado de todos, foi um prazer estar com vocês. — Sua performance havia acabado, o coordenador mostrou do que seu Pokémon era capaz e saiu do palco satisfeito com o resultado, sentindo a sensação de dever cumprindo. Sua apresentação tinha conceito e coesão, mas será que terá aclamação?
@mingicodes
Chloéthe
Chloéthe
Especialista Psychic I

Especialista Psychic I

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty A fada da primavera no circo do Akuma

Mensagem por Valentain Dom 13 Set 2020, 00:30



        Contest #12 - Apresentações Aromatisse

                Apresentação circense

O novo contest havia acabado de se iniciar. A luz do sol brilhava forte estralando a visão dos desaviados. A arena estava lotada de competidores cada qual segurando em seus braços seus pokemons, mas em seus olhos, os sonhos que ainda não puderam alcançar. O vento estava fresco, uma brisa tranquila o que seria calmante e relaxante. Isto se não tivesse uma plateia berrando ensandecida implorando por uma apresentação que lhes enchesse os olhos com beleza e conceito.

O clima dos contest para a plateia é sempre bonito e feliz. Contudo para os participantes o clima é de nervosismo e competitividade.

Contest se trata de suor, sangue e lágrimas. Comecei a me vestir. Primeiro as calças típicas de montaria, em seguida uma camisa branca social, por cima? Um sobretudo vermelho de veludo. E por fim, apenas para efeitos decorativos, um chicote negro. Eu estava usando uma belíssima fantasia de domador feita exclusivamente para essa ocasião. Agora era hora de montar a minha estrela do show. Primeiro um belíssimo par de asas de borboleta. Rosa para combinar com os seus olhos delicados com um delineado perfeito. Em seguida uma pink scarf em seu pescoço feminino aumentando ainda mais as plumas coloridas de seu peitoral. E por fim, um beijo em sua testa desejando a adorável Pokémon sorte em sua performance.

Assim que somos convidados para o palco, meu corpo treme em ansiedade dentro daquelas botas lustrosas de couro. Começo a caminhar para o palco já imaginando todo o tipo de adversidade que eu poderia encontrar, como uma plateia cansada ou até mesmo apática.

Decido adentrar a arena correndo sendo guiado pelo grito da multidão.

— Boa tarde Lilycove! — Digo enquanto estralo o chicote no ar criando estalos levando os desavisados a dar pulos em suas cadeiras.

— Eu quero ver vocês sorrirem por que o circo das criaturas místicas chegou a cidade! — Continuo com o chicote cortando o ar para atrair a atenção da plateia e dos jurados.

Um som começa a tocar.

https://www.youtube.com/watch?v=SGXp-cSsBaA&ab_channel=DaLink

— Hoje a atração que trago para vocês veio de dentro das florestas de Kalos... aquela que com sua dança elegante faz o desabrochar das flores. Aquela que tem o perfume da primavera. Estão prontos?

Coloco a mão na orelha esperando a resposta da plateia, mas antes que pudessem abrir suas bocas estalo o chicote mais uma vez para surpreende-los.

Assim que escuto a resposta que espero lanço a esfera bicolor no ar, a mesma gira e acionada pela ponta do chicote tocando o mecanismo em pleno ar.

— Com vocês, Aromatisse a dama da floresta!

Aromatisse plana em pleno ar com suas asas de borboleta (fantasia). Mas antes que a gravidade a levasse ao chão ela abre seus braços conjurando uma lufada de vento cor de rosa aromático que explode ao tocar no chão (Fairy Wind) a fazendo planar pela arena. A pequena ave passa sob a plateia levando uma leve brisa de vento refrescando a todos do clima quente.

— Aromatisse vamos lá! —Chicote estala no ar novamente — use Sweet Kiss!

A fada de plumas pisca para os jurados e com um beijo delicado conjura um grande coração cor de rosa, grande o suficiente para que ela possa pousar no mesmo.

— Vamos terminar com isso Fairy Wind!

Aromatisse pula e com os braços cria duas lâminas de vento cortando o coração. O mesmo explode em pequenas partes, parecidas com pétalas de flores, que são levadas para a plateia e para os jurados com a lufada de ar.

FIM DA PRIMEIRA PARTE.

A fada da primavera do circo mágico.

A luz do sol brilhava forte sob a arena trazendo uma luz natural para o palco. O calor esquentava o ambiente e a plateia.

— Está na hora de irmos com tudo Fada rósea! Vamos começar montando a lona do circo!

Aromatisse pulava no céu, seus olhos ganhavam uma tonalidade esverdeada, em instantes todo o campo ganhava uma tonalidade verde cristalina (Trick Room). A luz solar entrava pelas paredes dando um show de iluminação dentro da caixa cristalina como um picadeiro brilhante.

— Observem a quão poderosa é a fada de Kalos! O picadeiro esta montado, mas ainda tem mais truques para vocês. Vamos mostrar o que a Aromatisse pode fazer.

O chicote estalava contra a tela de luz gigantesca que cobria o palco criando estalos de brilho.

Aromatisse fecha os olhos absorvendo a energia dentro do trick room criando um anel arco íris brilhante. (Calm mind)  Lançando um banho de luz por toda a plateia, azul, rosa, verde, roxo todas as lindas cores do arco íris iluminando aqueles que assistiam a apresentação.

(EX DO ANEL MULTICOLORIDO PRODUZIDO PELO CALM MIND)
Contest #12 - Apresentações 340?cb=20181128163052

— Agora é o momento de derrubar o picadeiro Aromatisse! Vento da confissão! (combo fairy Wind+ confide)

A barreira de vidro começa a se quebrar, lentamente ruindo em cacos de cristal esverdeado. Contudo a pequena ave se abaixa sussurrando baixinho e em seguida lançando um sopro cor de rosa aos céus.  O vento sob rápido, porém desta vez com uma voz melodiosa sendo levado pela brisa da primavera. Um sussurro uma confidencia para a plateia. Notas musicais sobem dançando entre as lufadas de ar entrelaçadas no céu.

— Vamos completar com uma proteção doce!

A Pokémon envolve-se em uma esfera translucida e começa a sumir lentamente, a esfera se enche com pequenos corações cor de rosa.

Aos poucos o protect começa a rachar lentamente de dentro para fora, corações começam a escorrer como cascata pelo chão do palco libertando Aromatisse de sua prisão. A pokemon desfila até o centro do palco. E com um piscar de olhos agradecemos a plateia.

off: fantasia coordenador, asas de borboleta, pink scarf e pokebola pink


Contest #12 - Apresentações EHLL5tM



Última edição por Valentain em Dom 13 Set 2020, 00:35, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : esqueci o off)
Valentain
Valentain
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Delano Dom 13 Set 2020, 10:52

Lilycove Contest
Estar num palco pela primeira vez era algo muito desconfortável para qualquer um. Eu não tinha muita experiência diante do brilho dos holofotes, mas isso estava a ponto de mudar. Escolhi uma fantasia bonita, mas bem contrastante com o que eu estava acostumado a vestir, principalmente diante do calor de Hoenn. Aquela roupa era muito linda e retratava uma parte de mim que se raramente se mostrava e, talvez nos Contests, aquilo poderia vir à tona. Não que eu não tivesse ou quisesse assumir um estilo assim, mas é tão sutil esse traço da minha personalidade que eu ainda nem havia o descoberto dessa forma.

Ao passo que eu entrava no stage, eu não podia conter o nervosismo que se esvaía aos poucos. Growlithe estava comigo, não tinha o que temer ou me esconder, apenas a desabrochar – assim como as flores durante a primavera após um rigoroso inverno, que era o tema desse Contest. Confesso que ao ouvir que esse seria o assunto, eu gelei por não ter algum Pokémon com esse motivo em meu arsenal. Conforme as coisas foram acontecendo, percebi que nem sempre os clichês seriam o que me colocariam nas finais.

Apresentação Visual


Era hora. Um dos holofotes apontava para mim no centro do palco, quando soltei uma piscadela para a plateia durante um lento desfile. Fiz questão de mostrar aquela obra-prima que eu havia escolhido apenas para aquela ocasião, desde os detalhes de rosa na borda da capa até o sutil olhar diferenciado das lentes de contato azuladas. Escondi uma Poké Ball atrás de minhas costas e, numa lançada exagerada aos céus, Growlithe estava lá com um lindo visual que parecia um pouco com o que eu tinha escolhido para ele. Seu pelo brilhava pelo pó dourado, dando ênfase no cuidado que eu tinha com o seu bem-estar e com seu pelo sedoso. Vestindo uma capa e máscara brancas, nossas roupas harmonizavam-se como se eu fosse um jovem príncipe e ele o meu fiel cão de guarda, meu escudeiro. Com um laço vermelho que eu havia colado no fecho da capa, completava-se a roupa naquele detalhe. A roupa mexia-se fluida enquanto o pequeno filhote pousava nos meus braços e então, acenávamos para a plateia. – Que audiência linda temos aqui hoje! O que acha, Growlithe? – Indaguei, sendo respondido por um latido fofo de confirmação. – Sou Aiden Delano, da cidade de Olivine e sou um estreante aqui. Desde já, agradeço por virem prestigiar essa noite!

As luzes se apagavam, enquanto eu me refugiava numa parte aos fundos do palco, onde ele era um pouco mais alto. Comecei a recitar. - Ahhh... A primavera! Época que todos nós nos abrimos após o rígido Inverno assim como as flores que desabrocham sob o caloroso astro-rei. A época preferida dos enamorados, é quando justamente a nossa vida se torna muito mais deliciosa e colorida! – Enquanto eu dizia isso, Growlithe materializava uma esfera de energia branco-alaranjada que começava a flutuar próximo ao teto do teatro. Uma luz mais baixa de cor um pouco mais sutil coloria tudo, além de proporcionar uma estimulação sensorial nos espectadores, recriando o calor gostoso que acontece no auge da primavera.

Continuando o que era proposto, Growlithe concentrava-se e materializava uma grande estrela de coloração rosa-carmesim que rumava acima de sua cabeça. Lançando-se envolvido numa esfera de fogo na sua direção, o cãozinho se chocava com ela e a fazia explodir, liberando faíscas que se assemelhavam a pétalas de energia avermelhada que se desfaziam ao cair como pontos de luz. Dissipando as chamas do movimento anterior, ele enfim pousava no chão com magnificência e então finalizava com um alto rugido que ecoava por toda a amplitude do salão, assumindo uma pose de imponência e de muita fofura.

Apresentação Artística


Dessa vez, assumi o centro do palco em conjunto com meu Pokémon e, assim, comecei a próxima parte. A visual tinha sido algo contido e, se eu quisesse que fosse mais elaborado, eu tinha que participar daquele ato. Growlithe pulou novamente em meu colo e eu o lançava no ar. Envolvendo-se novamente numa esfera de fogo, ele colocava mais força no movimento e muitas estrelas tomavam conta do palco, rodando no seu próprio eixo como um planeta orbitado por anéis de asteroides. Enquanto isso, eu realizava giros no solo em sincronização com os movimentos de meu parceiro, dando ênfase aos detalhes da minha luva metálica, no corte da calça e até mesmo no balançar da peruca rosada. Ao perceber aquele anel estelar à sua volta, ele começava a disparar várias brasas que faziam as estrelas aumentarem a sua temperatura e assumirem uma coloração rosa-alaranjada, que forneciam calor a Growlithe. A sua velocidade aumentava ainda mais e então o cão materializava um pulso de fogo, estourando as estrelas em faíscas como as de fogos de artifício, mas que dessa vez se transformavam em pétalas de energia muito mais firmes e visíveis, que se juntavam com cacos no chão e forneciam uma aparência similar a um campo repleto de pequeninas flores.

Com aquela finalização, o cão caía desengonçado em meus braços, virando-se para a plateia e botando o linguão para fora, numa careta bem engraçadinha. – Que a primavera de vocês seja assim, repleta de explosões de sentimentos e muita energia, alegria! Você só vive uma vez, então sempre vá e faça. Não custa tentar. Obrigado! - Acenamos para todos como um “adeus” e inclinei meu corpo para frente em sinal de reverência. A duração daquele Sunny Day se terminava e nos escondia nas sombras.

Nos dirigimos até a sala de espera exaustos, guiados por alguém da produção, mas com o conceito entregue. Me joguei no sofá ansioso, esperando pela reação do povo. – Isso foi lindo, devíamos fazer mais vezes. Eu jamais imaginei poder fazer isso, graças a você. Vocês, afinal isso não terminou. – Proferi a Growlithe, que se encontrava sentado ao meu lado, vidrado na televisão.

Spoiler:
Utilizando:
- Fantasia Blossom Knight
- White Mask
- White Cape
- Glitter Powder
- Red Barrette
Delano
Delano
Ace Trainer I

Ace Trainer I

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Charlie H Dom 13 Set 2020, 16:45

Equinócio de PrimaveraLilycove City - Contest Hall
Charlie chegou para o Contest junto com a maioria dos participantes, olhando em volta e reparando que não conhecia ninguém. Apesar disso, tinha visto alguns deles nas Transmissões que assistiu em casa, o que lhe dava um frio na barriga de ter de enfrentá-los. Vinte participantes, o recorde de inscrições dos Contest até agora, o que deixava o garoto em questionamento se poderia se sobressair aos demais.
Guiado até o camarim, ele liberou Azurill que abria um doce sorriso de satisfação. Parecia que realmente queria estar naquele lugar, que sonhava com isso, então seu treinador não poderia oferecer menos do que ele merecia. A batalha contra Lisia não rendeu em vitória para o ruivo, mas a frase final dela mudou completamente como ele planejava fazer tudo aquilo, suas palavras ecoavam em sua mente.

“Não desista. Por mais que as coisas pareçam estar indo mal, siga em frente, dando o seu melhor. Continue a trilhar seu próprio caminho, estando de bem com o seu próprio ser”

O caminho que ele planejava seguir era o de Criador, mas se aventurar em novas experiências nunca era negativo, aprendendo isso com os diversos personagens que sua mãe ilustradora criava. Sendo assim, passou quase toda a noite em claro pensando como um Coordenador, havia obtido uma ideia que era simples, mas que refletia quem era Charlie de verdade.

Apanhando o traje “Quintal Florido”, abriu um sorriso bobo. Não era como as jardineiras que costumava usar, mas ao menos era um macacão. Antes de mais nada, ele dobrou as mangas até estar pouco acima do cotovelo e a barra até estar pouco abaixo do joelho. Ficou descalço e assim se apresentaria.  Apanhou um pincel fino da bolsa e utilizou a Tinta “Brilho Solar” para desenhar finas linhas na parte exposta da perna, como raízes e nos braços pintou delicadas pétalas.
Na vez de Azurill, apanhou um pincel comum e apenas passou a tinta por cima da marca de nascença em formato de flor, era seu ponto forte. O fada era um tanto brincalhão, lançando a cauda no rosto do dono e deixando um “carimbo” no mesmo formato. No fim, até que ele gostou.

- Vamos lá, temos um sonho para realizar - complementou piscando o olho e apanhando a cápsula com pétalas.

Apresentação Visual

Enquanto estava se aproximando do palco, o garoto conversou com um dos organizadores, solicitando que o teto estivesse aberto. Ao chegar lá, ele respirou fundo e deu uma espiada pela cortina: estava lotado. Não seria fácil, mas seguiria o conselho da mulher.
Ao se lembrar da própria família, abriu um caloroso sorriso, talvez estivessem o assistindo e ele faria questão de deixá-los confortáveis. Entrando no palco, ele manteve a feição enquanto lançava a Pokébola comum ao alto, abrindo no tradicional feixe azul para revelar o pequeno Azurill com sua cauda pintada.

Música

A tinta não mentia, a luz do Sol que entrava criava um brilho singular no produto que reluzia tanto no treinador quanto no Pokémon. Com a Cápsula de Pétalas na outra mão, ele lançou o objeto para o parceiro que rebateu com a cauda, fazendo uma pequena brincadeira de bola.
Segundos depois de algumas rebatidas, o ruivo segurou a Cápsula e viu o fada pular na própria cauda, pegando impulso para ficar no ombro do criador.

- Olá, eu sou Charlie e esse é Azurill, espero que apreciem nossa diversão - comentou.

Talvez alguns pensassem que ele havia dito diversão no lugar de apresentação, mas não era nada disso. Que coisa melhor poderia um adolescente e um Pokémon bebê fazer, senão brincar.

Apresentação Artística

- Azurill vamos começar com uma combinação, use Fonte Tripla!
O nome genérico ainda não havia sido ajustado, mas talvez jamais seria. A combinação consistia no uso de Fake Tears e Water Gun. Pulando do ombro do treinador, ele girava fazendo a água cair em espiral pelo palco. Já que o Equinócio de Primavera marcava o fim do Inverno, ele merecia ser representado pela cor azul na apresentação.

- Agora Draining Kiss, o maior que puder!
Azurill caia no chão e ganhava uma aura rosada ao redor da boca, liberando um formato de beijo rosa translucido. Subindo aproximadamente três metros sem nada ocorrer, ele explodiu em fragmentos rosados que choviam no campo, sendo a Primavera. No contraste do azul no chão e rosa no céu, o bebê roubava a cápsula e subia nela, girando como se estivesse sobre a própria cauda ao redor do campo, sendo perseguido pelo criador num “pega-pega”. A cor amarela representava a felicidade da dupla.

Atento a chuva rosa que estava desaparecendo, Azurill descia da cápsula e “inocentemente” usava Tail Whip para jogar água e brilho em Charlie. Este também pulava a cauda do parceiro que balançava de um lado para o outro, como se estivesse pulando corda.

- Azurill use seu Splash, vamos dar um belo pulo. Quando descer, use Charm!
Como fez no começo, o bebê pegava impulso na própria cauda para pular nas mãos do criador e receber mais uma força para lançá-lo aos céus. Na queda, ele pisava num botão da cápsula, que fazia as pétalas darem um pulo de sessenta centímetros, nada demais. Complementando, ele piscava os olhos diversas vezes, sendo coberto por corações rosados feitos de fumaça.

- Pronto para finalizar? Tail Whip rodopiante e Water Gun para cima!
Seguindo as ordens, Azurill lançou a cauda em sentido horário, ficando na ponta dos pés para somente ser levado pelo impulso da própria cauda. Os corações perdiam seu formato, sendo apenas uma fumaça rosa que abraçava as pétalas amarelas. Em poucos segundos, uma espécie de casulo se formava da combinação.

Na finalização, Azurill parou e cuspiu um tiro de água para cima, abrindo o casulo que desabrochava como uma flor enquanto lançava as pétalas em todas as direções, inclusive na plateia. Não só isso, como o movimento aquático produzia um arco-íris acima do palco, sendo as diversas cores que a estação traria. Assim como começaram, treinador e Pokémon reproduziam o caloroso sorriso e respiravam ofegantes, fazendo uma reverência de agradecimento por tê-los recebido.


Considerações Finais:
Obrigado por ler minha apresentação Ü pegue leve pois é minha primeira vez

Traje: Quintal Florido
Contest #12 - Apresentações Flora_Seal_E Cápsula de Pétalas (Amarelo)
Contest #12 - Apresentações B7QvKXx Tinta "Brilho Solar"

Agradecimentos Especiais:

Primeiramente ao Ren por ter criado a frase da Lisia (que está em azul), o que me ajudou a montar minha apresentação em geral <3;
E por último, mas não menos importante, aos membros da The Wolves que foram atenciosos em fazer revisões pra mim  <3.
Charlie H
Charlie H
Estagiário

Estagiário

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Gugazito Dom 13 Set 2020, 22:26

Lilycove Contest


Enquanto se preparava para entrar no palco, Mavis conversava com sua Marshtomp e acariciava suas bochechas - Confia em mim, Kipper, vai dar tudo certo, treinamos bastante para esse momento, não duvide do nosso potencial e muito menos da nossa sincronia - A peixe de lama balançava sua cabeça, com um olhar sério, mostrando que estava pronta para o que viesse - Eu confio em você, Kipper! Dizia o galariano prestes a começar a performance.

Trilha sonora

Apresentação visual

Antes de iniciar sua apresentação, Mavis havia pedido para que apenas um dos holofotes ficasse aceso, focado na entrada do galariano com sua Marshtomp. O holofote então iria segui-los pelo palco.

Sendo assim, ao dar seus primeiros passos no início do palco, com seus Zori, chinelos japoneses de palha, era possível ver apenas parte de suas pernas, onde os holofotes batiam, e na mesma linha horizontal, à sua direita estava Kipper... a peixe de lama usava um scarf rosa, e segurava um sino em uma de suas mãos.

O galariano prosseguia com sua caminhada no palco, calmamente. Ao seu lado, a sua Marshtomp seguia no mesmo ritmo, como um espelho de seu treinador.

Finalmente era possível ver o traje que o galariano usava... um kimono, utilizado normalmente por xamãs japoneses para alguns rituais. A parte de baixo do kimono era composta por uma saia larga, com a cor de um vermelho vivido como sangue. Já a parte de cima era um manto, com mangas largas, branco como a neve.

E por falar em neve... a medida em que o treinador e sua pokémon iam entrando no palco, um ar frio ia os acompanhando... Enquanto os holofotes exibiam apenas os pés de Kipper, ela havia utilizado uma versão suave de seu Ice Beam, tão suave que criava pequenos cristais de gelo e congelava aos poucos os arredores.

Finalmente estando completamente exposto pelo holofote, era possível observar que o treinador carregava consigo um sino igual ao que sua pokémon estava usando, ela carregava na mão esquerda e ele na direita, assim como a projeção de um espelho. A dupla soava o sino em harmonia, posando estilosamente com seus sinos... os cristais de gelo no chão refletiam a luz do holofote em pequenas luzes por toda a arquibancada.

Apresentação artística

Com o olhar sério em seu rosto, mas calmo como um lago, Mavis começa então a se movimentar. Era uma dança, ou melhor, um ritual, originalmente era realizada no palácio do Imperador por sacerdotisas, representando o mito da deusa do Sol, Amaterasu.

De fundo, era possível ouvir uma melodia suave, acompanhada dos sons dos sinos, que eram chacoalhados pelo treinador e sua pokémon. Começando com as mãos, uma perto da outra, e então se ajoelhando rapidamente no chão, Mavis e sua Marshtomp, voltavam a se levantar e recomeçavam a dança.

Os primeiros passos eram compostos de alguns giros, chacoalhando os sinos suavemente, que por sua vez, soltavam um brilho dourado, cada vez que era chacoalhado, seria aquilo uma benção da deusa do Sol, descongelando bem devagar aquela camada de gelo, que fora feita mais cedo ali.

Em seguida os sinos eram chacoalhados da esquerda para a direita, sempre suavemente, para que o som fosse leve e calmo como uma brisa. É claro, tudo que seu treinador fazia, a Marshtomp fazia exatamente igual, numa sincronia perfeita, mas assim como observado mais cedo, ela era um espelho de seu treinador.

No decorrer da dança, aos poucos era possível ver algumas nuvens se formando em cima do palco, e assim começava a cair uma garoa... era o efeito de Rain Dance, usado por Kipper, enquanto dançava o ritual.

Continuando com o ritual, Mavis e Kipper colocavam as mão com os sino, juntas, de frente um para o outro, e abriam, afastando seus braços de cima para baixo, verticalmente, assim como um raio de luz vindo do céu, entre as nuvens.

Conforme o gelo derretia, algo vermelho começava a se destacar...

O brilho dourado que era jogado aos poucos ao chacoalhar dos sinos, cobria já todo o chão do palco, tendo derretido completamente o gelo que havia ali antes. Sim, agora era possível ver melhor, era uma flor de verdade! seria a flor que sobreviveu ao inverno intenso e conseguiu finalmente chegar na primavera?Enquanto uma flor estivesse de pé, firme e forte, haveria esperanças. Poderia sozinha simbolizar finalmente o início da encantadora primavera.

Antes que ficasse ensopado pela chuva que era criada pela sua peixe de lama, o galariano retirava de dentro de seu kimono um Wagasa, um guarda chuva japonês, que abria e se esticava por cima de sua cabeça, o tecido era tão vermelho quanto a parte inferior de suas vestes. Finalizando a sua apresentação com mais um apelo à cultura japonesa, representando então um pouco de Hoenn e parte de sua cultura.

Mavis cortejava a plateia junto de sua Marshtomp, que havia apresentado em perfeita sincronia com seu treinador. Por fim, os dois deixaram o palco, ansiosos pelos resultados.

Spoiler:
Acessórios:
Contest #12 - Apresentações 4k5gab6 Ribbon Bells x02
Contest #12 - Apresentações GlitterPowder Glitter Powder x01
Contest #12 - Apresentações OldUmbrella Old Umbrella x01
Contest #12 - Apresentações Rose Rose x01

Fantasias:
Contest #12 - Apresentações Bag_Contest_Costume_M_Sprite Xamã

Extras:
Contest #12 - Apresentações Pinkscarf Pink Scarf
Gugazito
Gugazito
Ace Trainer I

Ace Trainer I

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Lyce Ter 15 Set 2020, 00:55


Música: WSJN 🌺 Butterfly (Instrumental)
Contest #12 - Apresentações Bag_Contest_Costume_F_Sprite Spirit Blossom
Contest #12 - Apresentações Pinkbarrette Pink Barrette
Contest #12 - Apresentações OrangeFlower Orange Flower
Contest #12 - Apresentações PinkFlower Pink Flower
Contest #12 - Apresentações BlueFlower Blue Flower
Contest #12 - Apresentações Grassiumz Grassium Z
Contest #12 - Apresentações Ka5L4VrHoly Park Cyan Lilligant


Um novo dia amanhecia em Lilycove, os primeiros sinais de que o equinócio de Primavera estava chegando aconteciam e a cidade não poderia deixar de elogiar tamanha mudança na natureza, por isso a organização dos Contest de Hoenn decidiu abraçar o evento como o tema do próximo Contest em Lilycove.

Quando a notícia se espalhou muitos coordenadores ficaram encantados com o tema e se inscreveram, o que resultou em muitas inscrições, se não, o maior Contest com um número exorbitante de inscrições de todos.

Rosemary era uma dentre diversos coordenadores que iriam participar do Contest na cidade e a jovem não poderia deixar de lado o seu nervosismo. Ela queria se redimir com os seus fãs após o fiasco que foi o Contest de Mu Island. Debutar em sétimo lugar dentre oito participantes no concurso que passaram da etapa de apresentações era deprimente para a figura que Rose representa nós concursos. A loira não sabia dizer o porquê errou tanto naquele concurso, mas agora ela queria mostrar o seu verdadeiro poder e estava vindo com tudo para o Equinócio de Primavera.

Algumas horas depois o Contest se deu por iniciado e algumas pessoas até tinham se apresentado. Rose não poderia negar, o nível havia aumentado. Mais pessoas, novas performances e ninguém queria fazer feio, afinal o que garantiria a vitória seria as apresentações. Como um Contest florido Rose estava contente em anunciar o retorno de Lilligant aos palcos após umas férias merecidas. Esse contest era dela e a loira não queria fazer feito desta vez.

Ali durante o camarim Rose tentou não pensar no pior e ensaiava mentalmente a sua coreografia, passando tudo para a amiga depois. – Seja o que Arceus quiser, vamos mostrar tudo de si Hanna! – Dissera abraçando a azulada.




APRESENTAÇÃO VISUAL

Assim que chegou a sua vez Rosemary respirou fundo e logo saiu do camarim indo na direção do palco principal.

Rose chegava ao palco acenando para o público, típico da interagir com a sua fanbase. – Olá Lilycove, é um prazer estar com vocês aqui hoje! Saia Hanna, vamos fazer esse palco florescer! – Disse Rose e pasmem, ela estava maravilhosa. Seu vestido rosa – lembrando a cor do hall – havia sido uma ótima escolha.

Hanna também não deixava a desejar, pois a gramínea estava estilosa. A Pokémon aproveitava dos holofotes para andar até o meio do palco enquanto desfilava, mostrando seus diversos acessórios.

Seu corpo estava coberto pela echarpe esverdeada, mostrando toda a sua beleza, a Pink Barrete estava grampeada no centro da echarpe, deixando Hanna ainda mais bela. Havia também uma flor azul, uma laranja e a outra rosa em cada uma da sua cabeça, como se fossem presilhas.

Vamos começar? Grassy Terrain! – Disse e então a parceira de Rose foi para o meio do palco rodopiando enquanto utilizava o seu Grassy Terrain, conferindo o campo de batalha com um anel azulado. Enquanto fazia isso o campo dava impressão que estava girando junto, como um pião.

Em sequência Rose pedia para Hanna usar o seu Aromatherapy, ainda seguindo os passos do rodopio.

A Pokémon logo concentrava e liberava de sua flor amarela na cabeça um odor cheiroso e confortante que logo foi se espalhando pelo palco com a força da ventania que emanava do corpo de Hanna. O público logo conseguia sentir o cheiro emanando em suas narinas, era como estar em um jardim florido.

Finalizando o seu visual a Pokémon parava de rodopiar e agradecia todos fazendo uma pose fofa para cativar os jurados.

Com um visual impecável era assim que Hanna encerrava a sua apresentação visual, simples e rápida utilizando do seu melhor atributo: a dança.




APRESENTAÇÃO ARTÍSTICA

Rose deu uns segundos e então estalou os dedos, pedindo para que a música que ela escolheu começasse. As luzes também se apagavam, deixando apenas Lilligant amostra.

Uma música instrumental começava e logo Hanna se movia mostrando seus atributos, o campo florido ainda estava em campo e Rose sorriu. – O palco é todo seu! – Disse rápida, dando o comando para ela repetir igual no treinamento.

Com as luzes apagadas era possível observar todo o brilho que o anel de grama azulada proporcionava, destacando a Pokémon. Lilligant logo começava a performance usando o seu Teeter Dance, hipnotizando o público enquanto ia de um lado para o outro apoiando apenas a patinha no chão. Era ainda demonstração de um passo de bailarina.

Enquanto ia para um lado e para o outro girando o público se envolvia na música e observando a gramínea. A Pokémon se multiplicava com o auxílio do Double Team, criando duas outras cópias.

O trio logo começava a liberar de sua coroa diversas pétalas rosas e enquanto fazia isso ela girava, transformando seu corpo numa espiral de pétalas, formando uma tulipa em movimento que logo se desfez no ar, espalhando as pétalas pelo palco. O trio também era desfeito, trazendo a Hanna original de volta.

A treinadora orgulhava por ver que sua combinação de rodopio e o movimento de pétalas deu certo. – Agora vamos para o ato final! É hora de deixar esse palco com a cara de um jardim de flores, não acham? – Disse Rose animada enquanto que a Pokémon se preparava.

Hanna logo usava o seu Aromatherapy envolta de si, conferindo seu corpo com uma aura azulada como se fosse asas de borboleta. Era um efeito muito bonito.

A treinadora logo pegava o Grassium Z e colocava no Z-Ring em seu braço, em seguida a coordenadora realizava a dança do movimento Z enquanto a música ainda tocava. Lilligant logo teve seu corpo coberto por uma aura azulada, em sequência ela concentrava forças para criar um campo cheio de flores devido ao movimento Z.

As flores eram diversas, geralmente as que mais floresciam durante o equinócio de primavera. Era possível observar tulipas girassóis, crisântemos, jasmins e orquídeas espalhadas pelo palco, com o auxílio do Grassy Terrain a aura das flores conferiam uma luz especial.

Após a reunião das flores, Hanna juntou todo o poder delas e criou uma esfera no alto da arena, era azulada e gigantesca que em seguida explodiu com diversos brilhos e mini pólens pelo palco.

- Obrigada Lilycove, espero que vocês tenham gostado! – Disse Rosemary sorrindo animada e agradecia o público ao acenar e mandar mil beijos para todos.

butterfly in the garden
Contest Hall
Lilycove City

Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Artie Ter 15 Set 2020, 18:21




Contest #12 - Apresentações XtBMETU
Apresentação artística – “O fim de um inverno tenebroso” Vivaldi – L'inverno (8:09-9:23)

Após o nome de Blake McBride ser anunciado, as luzes no palco do Contest Hall se apagaram e um único holofote começou a apontar na direção da entrada, onde o coordenador caminhava calmamente em direção ao centro. Diferente de sua última apresentação, onde ele utilizou roupas descontraídas e informais, ele demonstrou versatilidade ao adentrar o palco usando uma farda preta com detalhes verdes, acompanhado por um belíssimo chapéu repleto de plumas brancas, que reluziam diante dos holofotes. Em sua mão, ele carregava uma varinha de aparência simples, mas com nome e funções bem específicos: era uma batuta.

Agora localizado no centro do estádio, ele fez uma breve reverência ao público, que o aplaudiu. Num ato um tanto quanto incomum no showbiz, o coordenador virou-se de costas para a sua audiência. Alguns não entendiam ao certo o motivo daquilo, mas bastou ele estender seus braços para o alto e começar a gesticular com a sua varinha para que a proposta de sua apresentação fizesse sentido. Conforme movimentava a batuta, o som de uma orquestra tomava conta do ambiente.

A melodia inicial era calma e sutil em seus primeiros segundos, o que combinava com as luzes em tom azulado revelando um cenário típico de um inverno rigoroso: o chão ao redor do maestro estava tomado por uma camada branca e brilhante que claramente representava neve, pois um amigável boneco de neve fazia companhia a Blake ali no campo.

Para a surpresa de todos, o boneco de neve começou a se movimentar lentamente, seguindo o ritmo da melodia. Mas, os momentos de paz da curiosa figura acabaram assim que o condutor da ópera começou a se movimentar de maneira brusca e os sons de violino se intensificaram. A neve que até então estava estática, começou a se movimentar de forma descontrolada para todos os lados, criando uma confusão visual, pois os flocos de neve brilhavam intensamente e refletiam as luzes dos holofotes para os lados. No meio da confusão, o pequeno boneco de neve pulava de um lado para o outro, no que parecia ser desespero. Aquela era a representação perfeita da natureza em sua essência: por mais que toda aquela movimentação fosse algo belo de se olhar, havia um certo tom de desespero, de frieza e de medo ali. Da mesma forma como a mãe natureza é bela, ela também é mortal.

Após alguns segundos de pura intensidade e confusão, a neve já havia sido arrastada para fora do campo e, de dentro do boneco de neve, uma pequena criaturinha de coloração roxa saía e ficava no centro do palco ao lado de Blake. Era o Cherrim do coordenador, que de dentro de sua fantasia de boneco de neve, havia utilizado o seu movimento Magical Leaf para criar a ilusão de movimento da neve e conduzir o inverno tenebroso de acordo com a visão não só de Blake, mas provavelmente também de Vivaldi.

O silêncio tomou conta do ambiente. O inverno teve o seu fim, assim como o primeiro ato. O maestro Blake fazia mais uma reverência ao público e então fazia um sinal para Cherrim, indicando que o segundo ato estava para começar.

Contest #12 - Apresentações CNIVfal
Apresentação artística – “A chegada da primavera” Vivaldi – La primavera (0:00-3:18)

O segundo ato se iniciava com a cor da luz do palco sendo alterada de azul para branca. Blake mais uma vez voltava suas costas para o público, retornando a mover sua batuta e a conduzir a orquestra. Diferente do inverno, a canção da primavera começava como uma grande explosão, intensa e alegre. O pequeno Cherrim saltitava alegremente pelo palco, deixando bem claro o seu alívio de ter conseguido sobreviver ao tenebroso inverno.

A primavera sempre significava o início de um novo ciclo, da vida se renovando e o do momento de maior esplendor e euforia na natureza. A melodia de Vivaldi se intensificava mais uma vez e o pequeno Cherrim transparecia esse sentimento, dançando alegremente e iluminando o palco com um Sunny Day muito bem executado. A sua habilidade natural Flower Gift se ativava, fazendo com que o botão finalmente se desabrochasse numa linda flor. Jujubee fazia questão de acenar e sorrir para o público, demonstrando todo o seu carisma.

O tom da melodia diminuía seu volume, o que fez com que Blake abaixasse seus braços por alguns instantes, usando apenas a ponta dos dedos de sua mão esquerda para conduzir a orquestra imaginária. A criaturinha cor-de-rosa fez o mesmo, movimentando-se de forma mais sutil. Mas, assim com o ciclo da vida, a melodia da música disparou e a dupla voltou a suas movimentações mais rápida e energéticas. Cherrim agora dançava em círculos, usando seu Magical Leaf que, agora sem o revestimento de neve artificial, assumia uma grande infinidade de cores.

A música prosseguia em momento cíclicos, onde coordenador e Pokémon oscilando seus movimentos de acordo com o ritmo da canção. Até que, a última estrofe finalmente chegava e Blake delicadamente encostava em seu pulso, que começava a brilhar intensamente, emitindo uma luz esverdeada: era o Z-Ring do coordenador entrando em ação. A energia do maestro foi transferida para o pequeno Jujubee que, com muita graciosidade, utilizou um Bloom Doom estupendo pelo campo: uma grande infinidade de flores brotava no palco emitindo um grande de feixe de luz esverdeado. A cada nota aguda emitida pelos violinos, folhas brilhantes esvoaçavam pelo palco.

O recital estava prestes a acabar, mas a dupla ainda tinha uma última carta na manga. No mesmo ritmo que os violoncelos, Jujubee saltitava de uma planta para outra até atingir o ponto onde o feixe de luz verde era emitido. Chegando lá, ele utilizou seu movimento Flower Shield, revestindo as plantas originadas do Bloom Doom com flores de pétalas rosadas, criando um contraste de cores belíssimo, que encheria a mãe natureza de orgulho.

A música chegou ao fim assim que a junção do Bloom Doom e do Flower Shield começou a se desmanchar lentamente na forma de energia. O maestro agradeceu ao seu público e se retirou do palco acenando com um grande sorriso no rosto. Jujubee fazia o mesmo, retornando para sua forma original no exato momento em que pisou nos bastidores.


Itens utilizados:
- Contest #12 - Apresentações Bag_Contest_Costume_M_Sprite - Fantasia - The Green Maestro
- Contest #12 - Apresentações LzfgI8f Snowman
- Contest #12 - Apresentações ShinyPowder Shiny Powder
- Contest #12 - Apresentações XjauPV8 Simple Wand
- Contest #12 - Apresentações Grassiumz Z-Move Grass
- Contest #12 - Apresentações VLtgYNb Pokébola colorida (Rosa)

Curiosidades/Trivia:
- Como ficou bem claro na apresentação e na trilha sonora, a inspiração para esta apresentação foi "Le quattro stagioni", um conjunto de quatro concertos composto por Antonio Vivaldi. As quatro composições juntas possuem um total de 45 minutos de duração, mas para esta apresentação eu foquei em aproximadamente cinco minutos específicos: o último segmento da orquestra "L'inverno" e o primeiro segmento da orquestra "La Primavera", que ao meu ver são uma representação musical perfeita do que seria o equinócio da primavera. Apesar da ordem apresentada aqui no Contest, na orquestra de Vivaldi a ordem das apresentações é o contrário: o primeiro concerto é a primavera, enquanto o inverno é o último. Mas como as estações do ano (e a vida) são um eterno ciclo, achei coerente e interessante fazer essa alteração.

_________________
Contest #12 - Apresentações ZefdeCE
Contest #12 - Apresentações E6OvPHN


Hall da Fama:
Contest #12 - Apresentações OHHVZarContest #12 - Apresentações GwgKTzNContest #12 - Apresentações MNDnG6pContest #12 - Apresentações HLlz7A0Contest #12 - Apresentações IIs2sihContest #12 - Apresentações 8gzktHjContest #12 - Apresentações XsP5RwP


Contest #12 - Apresentações WkE8NFc
Contest #12 - Apresentações ORIry71
Contest #12 - Apresentações VIjy66Q
Contest #12 - Apresentações XOulu7k


Contest #12 - Apresentações WQTIOUX
Contest #12 - Apresentações OinUoEd
Contest #12 - Apresentações FGENpG0
Contest #12 - Apresentações PZ16T9O
Contest #12 - Apresentações XfMpn4h
Artie
Artie
Especialista Water I

Especialista Water I

Alertas :
Contest #12 - Apresentações Left_bar_bleue0 / 100 / 10Contest #12 - Apresentações Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Contest #12 - Apresentações Empty Re: Contest #12 - Apresentações

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Ir para o topo Ir para baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos