Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Prólogo - Encarando o Trauma

Ir em baixo

Prólogo - Encarando o Trauma Empty Prólogo - Encarando o Trauma

Mensagem por Akira Ter Fev 23 2021, 21:02

Prólogo
O garoto estava extremamente ansioso, aquele ele era o dia que finalmente seu pai o veria após mais um ano longe fazendo sua pesquisa - aquela que nunca falava sobre, menos com o professor Oak. O jovem se arrumou como sempre, colocando suas roupas azuis e arrumando o cabelo, tentando não pensar em mais nada à não ser no rosto feliz que o pai teria ao vê-lo maior. Havia crescido quase 20 centímetros, já era um rapazinho e agora finalmente poderia perguntar mais coisas sobre a pesquisa que ele tanto fazia pelo mundo afora.
Completamente arrumado, Akira desceu para a sala onde sua mãe havia feito vários bolinhos, ela estava com um vestido flórido enquanto seus cabelos vermelhos caiam como uma cachoeira sobre seus ombros, sorria ansiosa para o filho arrumando as últimas coisas quando à porta se abriu, revelando o pesquisador Miyaki. Seu tamanho era impressionante com seus ombros largos, seus cabelos brancos estavam enormes, indo até sua cintura enquanto sua pele tomada por tatuagens fazia um contraste que sempre fazia o filho sorrir. Sem esperar o mesmo adentrar em casa, Akira saiu correndo abraçando o velho pai com tanta força que o fez cambalear. No colo do mesmo, Akira encheu-lhe de beijos vendo que sua mãe se aproximava para também abraçar seu marido que estava longe a tanto tempo.
- OI querido. - Disse-lhe enquanto Akira ia para o chão, para ser tomado por uma surpresa e por choque.
Atrás do pai havia um pokémon de pelugem negra, parecia um gato com suas garras enquanto na sua cabeça havia uma pena vermelha, na sua cauda também havia mais três penas e seus olhos eram completamente vermelhos. O garoto agora assustado andou para trás ainda sem palavras enquanto o pokémon se aproximava timidamente.
- Calma, Akira. Esse é o Sneasel, um presente para você. - Disse Miyaki, sorrindo enquanto se afastava da esposa e ficando agachado ao lado do pokémon, lhe fazendo carinho na cabeça. O pokémon sentindo a presença do pesquisador, começou a ronronar, ficando mais a vontade e olhando atentamente para o que a criança estava fazendo.
- Para mim? - Respondeu o jovem se aproximando muito nervoso levando a mão para à cabeça do pokémon, que percebendo a intenção do mesmo tratou de se aproximar.
- Encontrei ele nas minhas caminhadas, com ajuda do professor Oak consegui também uma Pokédex e pokébolas para sua jornada, quando você decidir ir. - O pai de Akira mostrou os outros presentes enquanto via seu filho começar a se acostumar com o pokémon. O trauma estava se esvaindo com o momento e mal sabia que ali nascia uma grande amizade.


Parte II


Já havia se passado um ano e o pai de Akira ainda não havia aparecido. O garoto começava a ficar impaciente, onde ele estaria? Ele nunca havia demorado tanto para voltar para casa e sempre mandava mensagens para o professor Oak, mas nem mesmo esse tinha informações sobre seu paradeiro. Sneasel encarava atentamente seu treinador enquanto este ia de um lado para o outro em seu quarto, arrumando sua mochila e colocando todas as coisas que achava ser necessário para uma jornada. As pokébolas que seu pai havia lhe dado, a pokédex que seu pai havia conseguido com o professor Oak, dinheiro e mais coisas.
- Sneasel, nossa jornada vai começar. - O Pokémon encarou o rosto da criança e viu que havia uma determinação ali. Soltou um barulhinho de excitação enquanto começava a dar saltinhos esperando para ver qual seria o próximo passo.
Akira escreveu uma breve carta para sua mãe, deixando apenas a informação que estava saindo para sua Jornada e que iria encontrar seu pai, se tornaria um grande treinador e entraria em contato assim que possível. Ela também era treinadora, sabia que aquilo um dia iria acontecer.
Com a mochila nas costas e o Sneasel do lado, Akira saiu na surdina de casa para que sua mãe não o visse, sua Vileplume dormia na sala e não percebeu que ambos estavam saindo. Pallet estava completamente quieta naquela hora da noite, aproximadamente às 20h, ainda na porte de casa Akira olhou para trás mais uma vez vendo que à partir dali não havia mais volta. Acariciando então a cabeça do pokémon e com um sorriso no rosto, andou para o inicio do que seria uma grande aventura.
- Vamos lá, Sne.

Pokémon:
- Sneasel. Apelido - Sne.

Encarando o trauma

Akira
Akira
Treinador

Treinador

Alertas :
Prólogo - Encarando o Trauma Left_bar_bleue0 / 100 / 10Prólogo - Encarando o Trauma Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Prólogo - Encarando o Trauma Empty Re: Prólogo - Encarando o Trauma

Mensagem por Ayzen Ter Fev 23 2021, 21:30

@AKIRA

Inicial entregue. Pode começar sua rota em Pallet ou rotas adjacentes.
Ayzen
Ayzen
Ace Trainer III

Ace Trainer III

Alertas :
Prólogo - Encarando o Trauma Left_bar_bleue0 / 100 / 10Prólogo - Encarando o Trauma Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum