Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Um fantoche em minhas mãos.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Fêfê Sex Jul 26 2013, 18:06

E la estava eu de novo, acho que já era pela terceira vez, na rota sete. Mas dessa vez eu estava com um ovo pokémon em meus braços, o ovo que eu ganhei da radio, isso talvez fosse me atrapalhar um pouco caso eu achasse alguém. Então eu estava decidido a sair daquela rota o mais rápido possível. O único problema é que eu estava sem dormir por uns dias, o sono estava me tomando e eu não aguentei, acabei deitando perto de uma arvore e liberei meus pokémons para que protege-sem o ovo e comecei a dormir, torcendo para que nada acontece-se.
Fêfê
Fêfê
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Tyrant Sex Ago 09 2013, 09:34

Off: Estarei te narrando. Desculpe-nos a demora.
Off2: Nenhum dos seus Pokémon possui personalidade, está correto isso? =3

O frio tinha chegado, assim como Luckaz chegou na Rota 7. Dessa vez, um ovo Pokémon ganho por participar de um programa de rádio em Celadon. Decidido estava ele de querer sair daquela rota o mais rápido possível, mas as noites sem dormir o impediram. Antes de deitar para dar um cochilo, liberou seus companheiros para proteger o ovo, caindo assim em seus sonhos.

O pequeno Eevee não tirava sua atenção do ovo. Growlithe estava parado ao lado, vigiando qualquer um que pudesse chegar perto. Kibe e Elekid corriam pelo campo, pareciam estar brincando. Sapphire ficava ao lado de seu treinador, protegendo-o dos perigos da rota.

Estava tudo tranquilo, o descanso do treinador ia bem, a posição do sol mudava. Luckaz acordara de seu sonho, seus Pokémon o viram e foram até ele com o ovo que deveriam estar cuidando. Um grito de um pássaro podia ser ouvido de longe. Poderia ser sua primeira baralha após voltar para a rota





Rota reaberta.
Tyrant
Tyrant
Administrador

Administrador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Fêfê Sex Nov 15 2013, 05:21

Off: Nem personalidade, nem seis golpes e nem box nova.

Ao acordar logo ouvi uma espécie de grito, e como reflexo eu peguei o ovo do Shuppet e recolhi todos os meus pokémons, deixando apenas meu Growlithe para a batalha e falei quais movimentos ele deveria usar.

-Growlithe se alguma coisa vir atacar use ember junto com bite, para quando morder já lançar fogo e queimar na ferida que causou.
Fêfê
Fêfê
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Mask Ter Nov 19 2013, 13:35

Após ouvir o som estridente o jovem entrava em estado de alerta máximo, em pânico devido ao súbito movimento que o fizera acordar de seu doce sonho, Luckas agarrava-se de forma vigorosa ao seu ovulo cinzento, protegendo também seus Pokémon em cada esfera que possuía, restando somente uma, a cachorra rubra, que latia incansavelmente para um arbusto existente há no máximo cinco metros deles.

Outro grito mimetizando o primeiro fora escutado, vindo do tal arbusto, porém nem Bonboni ou sua Pokémon possuíam coragem de verificar o causador de tais ruídos.

Do arbusto uma Spearow era lançada em direção ao treinador, ela estava com uma asa e o pescoço quebrados, morta e parecia mergulhada em um líquido vermelho, mas após um curto período de apreciação notava-se ser sangue. Os arbúsculos continuavam a chacoalhar-se, quando de repente uma hipopótamo um tanto quanto alta saia do mesmo, seus olhos eram saltados e suas narinas enormes, a monstra abriu sua boca e engoliu a ave, sem qualquer problemas, fazendo com que o estômago de Luckas revirasse.

Atrás dela havia um homem, extremamente branco, tal como seu cabelo, possuía olhos num tom particular de castanho, tornando-o praticamente dourado, ostentava um sorriso amigo no rosto, vestindo uma camisa negra sobreposta por um colete e coberta por um sobretudo, completava seu visual uma calça jeans de caça, com botas altas brancas, com luvas de mesma cor.

- Olá – disse o homem, retirando a luva de sua mão direita e estendendo a mão ao treinador e em seguida desviando o olhar ao ovo que este segurava com avidez – que lindo isso que você carrega, que acha de me entregar? – Após a pergunta agachava-se, acariciando a Hippopotas – Realmente não me importo de tomar por conta própria, mas considero educação uma coisa importante. Sabe?

Com aquilo Luckas e sua Pokémon estavam sem qualquer reação, Growlithe até esquecera de latir e também de executar as ordens.
Mask
Mask
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Fêfê Ter Nov 19 2013, 15:10

Após um tempo eu percebo que não era o pássaro a minha maior ameaça no local, e sim o homem que o havia derrotado, atras dele estava um pokémon, no qual eu apontei a minha pokedex para saber qual seria, me parecia um tipo ground, e por conta da intuição eu lanço a pokébola ao ar liberando minha pokémon tipo aguá Sapphire e logo dou-lhe as instruções e converso com o oponente.

-Claro que não te darei meu ovo, se quiser vai ter que me vencer e isso irei evitar. Sapphire para diminuir a velocidade e ficar mais fácil de esquivar use Mud-Shot e caso consiga use um Water Gun em seguida.
Fêfê
Fêfê
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Mask Ter Nov 19 2013, 16:12

Luckas negava-se a entregar seu objeto oval, despertando uma certa surpresa no homem, que fazia uma pequena pausa antes de expressar suas ações, talvez calculando o que poderia fazer ou simplesmente pensando na melhor maneira de fazer aquele ousado jovem sofrer – muito – pelo desacato, levantou-se, pondo sua luva de volta e tocando em sua Pokémon, incitando Hippopotas a ir para frente de seu corpo.

- Vejo que realmente não conhece... Também a polícia não, sou um dos maiores ladrões de raridades de Kanto e meu amigo, garanto que faço meu trabalho tão bem que rezam para mim como uma lenda, algo inexistente, conheça-me como Will.

A criança tremia enquanto pegava sua PokéDex e visualizava as informações contidas na tela.

Hippopotas

Um fantoche em minhas mãos. 449
Hippopotas, o Pokémon hipopótamo, são criaturas cor de terra que vivem em terreno árido. Hippopotas fêmeas são marrom escuro com detalhes bronze, enquanto as cores do macho são invertidas. Hippopotas pode criar uma grande quantidade de areia. Embora a quantidade seja desconhecida, ela pode ser de poucos quilos até o infinito. Hippopotas também tem um poderoso conjunto de mandíbulas. Hippopotas preferem viajar em grupos de dez. Vive em lugares áridos. Ele se encobre com a areia para se proteger dos germes. Ele facilmente viaja pelas areias do deserto. Não curte ficar molhado.
Fazendo isso Luckas liberava Marshtomp, sobrepondo Growlithe como a lutadora inicial do combate, fazendo com que o homem auto identificado como Will aumentava a força de seus risos, agora quase histéricos, irritando seu oponente, que ordenava sua monstra a atacar.

- Moira, que acha daquela ali? Também seria um troféu lindo na nossa coleção, ah seu inútil, esfolarei você vivo mas levarei sua equipe comigo. – Dizia o homem, entre gargalhadas. – Moira, inicie criando uma tempestade de areia voraz usando seu Sandstorm, depois cave um buraco enorme com Dig, para isolar a oponente nele.

Acatando as ordens a Hippopotas abria seu imenso buraco que ficava em suas costas e permitia uma imensurável quantidade de areia pôr-se para fora, rodopiando como um tornado no campo, complicando a luta. Grãos de areia iam em direção a todos, Growlithe era atingida, Luckas conseguia apenas entreabrir seus olhos, caso contrário o movimento poderia cegá-lo, mas Will retirava de seu bolso um óculos escuros e conseguia observar a luta de forma tranquila. Marshtomp aproveitava o momento de distração e liberava esferas de lama, que eram parcialmente partidas pela areia potente, que as enfraquecia enquanto iam em direção a Moira, que sem qualquer reação deixava-se ser atingida, porém causando pouco. [Sandstorm – Mud Shot]

A hipopótamo então abria novamente sua boca, cravando dentes no chão e engolindo areia para dentro de si, cavando um buraco e sumindo na terra. [Dig, Turno 1]




Com pressa, depois edito aqui com o modelo de batalha, mas estão em uma clareira com o arbusto e a árvore somente, tudo afastado do local, que é plano.

E Hippopotas e Growlithe perderam 6% de vida.
Mask
Mask
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Fêfê Qua Nov 20 2013, 22:26

Off: Trecho da PMDex: "Marshtomp pode utilizar suas barbatanas como um radar. Ele também é sensível aos movimentos na terra e também no subsolo."

A batalha estava calma até agora, o único pokémon meu que levou dano foi o Growlithe que erroneamente esqueci de recolher-lo. Assim que o Hippopotas desce ao solo o faço, puxo uma esfera branca e vermelha de meu bolso e recolho meu pokémon de fogo. Ao ver o pokémon rival lembro que minha Sapphire podia sentir as vibrações do solo e por conta disso saber onde Hippopotas iria surgir.

-Sapphire use seu "radar" para sentir onde ele irá aparecer, mas antes dele chegar jogue Mud-Shot nesta areá para deixa-lo mais lerdo quando voltar, quando perceber que ele esta voltando use Water Gun nele.

Agora oque faltava era sempre ficar atento aos perigos para que não haja perdas.
Fêfê
Fêfê
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Mask Ter Nov 26 2013, 18:59

Luckas aproveitara a distração momentânea causada pela inesperada cavoucada de Hippopotas, que sumira no solo há pouco para guardar sua Pokémon canina em um recipiente bicolor que emanava um avermelhado tom de luz que chocava-se com a Growlithe e sumindo, tal como a cachorra.

Em seguida o jovem treinador alimentava sua Pokémon com instruções precisas e resumidas sobre como sua monstra azul deveria agir, mas o estranho Will conhecia toda e qualquer forma de se sobressair em batalhas com os chamados monstros de bolso, logo o homem punha-se a falar, em um tom grave e um volume alto, para que sua e

- Moira, confunda essa praga graças a movimentos enormes e distorcidos abaixo da terra, fique ai pelo tempo que achar necessário, para quando finalmente atacar com seu movimento cravar seus poderosos dentes na Marshtomp, com um Bite.

A Pokémon de Luckas esticava seus braços anfíbios e deixava-os eretos, causando pequena vibração deles, indicando movimentos suspeitos abaixo dela, que iam e viam, sumindo e reaparecendo, causando uma pequena zorra na cabeça da aquática.

Do solo uma hipopótamo saia, com velocidade brutal a monstra ia de encontro a Mashtomp, que, como combinado preparava um jato de lama que ia diretamente a sua oponente, mas Moira abria sua enorme boca e engolia sem qualquer problema a terra enviada para ela, indo de encontro a Sapphire, que sem outra escapatória era atingida por uma mordida enviada pela oponente, caindo perto de seu treinador. [Dig, Turno 2 – Mud-Shot – Bite]

- Moira, perca tempo, fique imóvel esperando movimentos e revide com Revange.

Hora da Batalha
Campo: Uma clareira rodeada por árvores e arbustos pequenos, há uma pequena quantidade de sangue caída ao chão próximo a alguns arbustos. Areia afiada voava para lá e para cá.
Um fantoche em minhas mãos. 259
Vs.
Um fantoche em minhas mãos. 449
Sapphire ♀
Torrent
Nothing
Lv. 18
78%
Status: Normal
Moira ♀
Sand Force
Nothing
Lv. 19
90%
Status: Normal
Mask
Mask
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Fêfê Qui Dez 12 2013, 11:13

A coisa agora realmente estava ficando complicada para a Marshtomp, mas eu ainda tinha fé de que ela conseguiria vencer esta dura batalha contra esse treinador. Ele com ego auto já avisou qual seria um de seus golpes que usaria contra mim, com isso já sabia que deveria ter um jeito de despistar o olhar desse monstruoso hipopótamo de meu pokémon.

Não me parecia ser muito difícil de Marsh se esconder, mas eu não podia subestimar esse meu rival, então finalmente me veio a ideia.

-Sapphire ande por entre as árvores, não fique parada, provavelmente ele lançara outro golpe em sua direção, caso o mesmo o faça apenas continua se escondendo e quando achar que chegou o momento certo lance um Water Gun na Hippopotas, e após isso de um headbutt vindo de qualquer direção menos a que você lançou Water Gun.

Agora era esperar e ver se minha estratégia dava certo.
Fêfê
Fêfê
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Mask Dom Dez 15 2013, 07:18


A batalha estava chegando em seu ápice, porém cada um mantinha-se receoso sobre atacar, Moira aguardava golpes do oponente, que mantinha uma distância, fazendo com que nenhum atacasse.

- Vamos lá, venha até mim!

O treinador se recusava, deixando sua Pokémon inerte naquela posição.

Então a rajada de areia e terra cessara e quem olhasse para cima poderia notar uma rápida formação de nuvens negras semelhantes com as que traziam chuva, porém mais pesadas, então fragmentos de granizo caiam do céu, eles tinham de se proteger.


Mask
Mask
Treinador

Treinador

Alertas :
Um fantoche em minhas mãos. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Um fantoche em minhas mãos. Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Um fantoche em minhas mãos. Empty Re: Um fantoche em minhas mãos.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Ir para o topo Ir para baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos