Rote 121 - Todos contra o tempo

Página 1 de 12 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte

Ir em baixo

Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Sab Jul 25 2015, 20:22

Off:
Olá amigo narrador, eu e meu amigo Mathito estamos nessa rota em busca dos Pokémon do Swarm, qualquer um é bem vindo, portanto espero que se divirta tanto quanto eu. ^^




O Centro Pokémon foi bem rápido, assim como minha ida até a próxima cidade, tentei ao máximo me manter calmo, sabia que haviam muitas pessoas feridas e provavelmente Pokémon também. Mimi não quis se aventurar por ai, não gostava de ver outros seres sofrerem, portanto não queria fazer parte desse tipo de caçada...

Antes de adentrar a grandiosa rota 121, mandei uma mensagem para Matthew dizendo minha localização, assim como pedindo que ele tomava cuidado, pois haviam voadores por aquelas bandas também, e, pelo que as pessoas estavam dizendo na tv, os voadores eram bem chatinhos. A mensagem dizia o seguinte:


S.M.S escreveu:Hey Thito, posso te chamar assim?

Estou entrando na rota 121, as coisas aqui parecem estar normais. Não consigo ver muita coisa, mas estarei te esperando na entrada da rota. ok? Ah, Mimi resolveu ficar em Lilycove, portanto será eu e você. Nos desejo uma boa caçada aos pokémon. Se não me encontrar me ligue...


Enfim, entrei no momento certo, a calmaria parecia ser algo comum naquela rota, porém parecia que muitos treinadores haviam passado por ali, algo que eu até entendia, afinal, um acidente como aquele não acontecia sempre. Aquele lugar me reservaria muita confusão, eu estava pressentindo. Liberei Hippo para me acompanhar, o hipopótamo ficou muito feliz ao me ver, porém, parecia envergonhado por ter perdido a batalha anterior. Sorri um pouco com aquilo, me agachei, fiz carinho nele e, por fim, falei:

- Não se preocupe, Hippo. Você vai se tornar muito forte ainda, só precisamos treinar. Aquela perda é só uma de muitas, mas saiba que perder é bom, serve para entendermos nossas fraquezas e também nos fortalecermos!

O pequeno sorriu, pareceu ter entendido bem o que eu disse. Olhei para o alto em busca de Matthew, talvez eu o encontrasse pelos arredores...
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Sab Jul 25 2015, 21:33


De olhos fechados eu podia sentir a brisa das pontas dos cabelos até o interior. Aquilo era tão revigorante. Sentindo o calor do sol e a frescura do ar em movimento com pensamentos leves e longes.

*T-lin *T-lin

Sorria ao ouvir aquilo em meio à natureza. Eros ainda me fazia companhia, junto à Tropius, minha enorme bebê voadora. Estava sendo tão divertido nossa primeira vez solo. Foi assim até os arredores de uma floresta de árvores pequenas me dando vista para a cidade de Lilycove quando recebi uma mensagem no p-gear. Era o Daisuke. Respondi o quão rápido pude.

SMS escreveu:Claro Dai! Irei te encontrar assim que puder.

Estou passando pelos arredores da rota. Adivinha só, eu to voando! Very Happy

Depois disso dei uma volta e disse à Eros:

- Fiquem atentos. Eros, temos que encontrar o Daisuke. Ele deve estar por aqui em algum lugar...


Off:
Rota reservada para Tucci


_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Tucci em Qui Jul 30 2015, 09:07

OFF:
Kaze \o\, Thito \o\!!! Bem, como não é nenhuma surpresa para vocês serei o novo narrador que terão que aguentar ^^... pois bem, tenho certeza que será muito divertido e a única coisa que peço de vocês é: paciência =x. Tanto por nunca ter narrado uma rota em dupla e tanto por algum possível atraso meu  >.<’... simbora pra ver quem será o primeiro a ser jogado no mundo reverso?



Dois jovens que até pouco tempo não se conheciam se viam firmando laços cada vez mais poderosos, quem diria que uma batalha em dupla traria tantos frutos assim? Pois é, o destino era um verdadeiro fanfarrão e sabia pregar suas peças de modos estranhos.

Tão estranhos que quase nem chegaram em um novo continente e já se viam aos arredores de um local assolado por um triste Naufrágio.  O acidente fora tão repercutido que não havia como não ter chegado nos ouvidos dos jovens treinadores, era fato que ele transportava espécimes raros, mas também era fato de que muitas pessoas ainda se encontravam desaparecidas, motivo triste que fez a fiel “companheira” de Daisuke não prosseguir viagem.

De um Lado Daisuke estava um pouco mais adentro da rota, aguardava seu companheiro que havia saído para um treinamento de voo, brincava com Hippo de um modo a deixa-lo menos constrangido pela derrota passada. O pequeno xodó de Dai pareceu entender o que o mesmo dizia e se animava, era um Pokémon doce em sua essência e neste meio tempo que conversava e se distraía com o mesmo ouviu um pequeno bip, era a resposta de seu companheiro Thito.


SMS escreveu:Claro Dai! Irei te encontrar assim que puder.

Estou passando pelos arredores da rota. Adivinha só, eu to voando! Very Happy


Foi parar para ler um pouco com a mensagem e logo ouviu um alto grito desesperado de choro, era Hippo. Ao olhar ao seu redor ele não o encontrava, onde estaria o pequeno? O som do grito claramente vinha após alguns arbustos.

....

Do outro lado, ainda com a visão longínqua da cidade em suas costas Mathew Monclar experimentava a sensação de sobrevoar sobre um de seus Pokémon, o bebê Tropius ainda que inexperiente em carregar alguém dava o seu melhor, era visível que ele necessitava da aprovação de seu treinador.

O sentimento de liberdade de sentir os ventos passar pelos cabelos loiros era algo realmente novo e ótimo, eu, mero narrador, fico até triste de imaginar as aves trancafiadas e impossibilitadas de experimentar este sentimento que um humano estava sentindo agora.

Ao lado deste humano, Eros curtia cada momento, seu rosto estava maravilhado e vívido com as coisas que via, parecia que ficar ao lado de seu treinador era uma coisa realmente emocionante. Tudo estaria perfeito não fosse a pequena raposa balançar as orelhas e se mostrar preocupado com algo, vindo a cutucar seu treinador e apontar desesperadamente para uma direção à frente. O treinador levaria em consideração seu pequeno?
avatar
Tucci
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Qui Jul 30 2015, 11:01


Estasiado, sentia o aroma da rota com um misto de emoções ampliados pelo espírito de aventura.

- Garota, você está incrível! Vamos tentar nivelar mais, ok? - fazia carícias no dorso da Voadora enquanto a elogiava. Ela precisava de estímulos e sentir que eu estava presente.

Enquanto procurava meu amigo, sentia o frescor das marés ali próximas. O som das ondas me acalmando e fazendo lembrar de meu pai. Sentimentos e pensamentos felizes que não poderão voltar mais. Felizmente os pensamentos que eram felizes e estavam a se tornar tristes foram afastados pelo Normal, que me cutucou e de maneira estranha apontava para frente.

- Que houve Eros? - perguntei acariciando o lupino tentando visualizar o que ele queria me mostrar.

_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Qui Jul 30 2015, 21:31

Off:
Hey Tucci. ^^

Estou feliz que esteja nos narrando. Sobre as possíveis demoras de boa, não tenho problema algum com atrasos.




Eu e Hippo passeamos durante um tempinho pela rota 121, era uma bela paisagem sem dúvida alguma, havia muita vegetação diferente de tudo o que eu havia visto, algumas flores muito bonitas e também formosas, contudo toda essa grande beleza era toda perdida quando eu lembrava o motivo de ter vindo até aqui... Algumas pessoas haviam morrido no acidente, e, eu e vários treinadores estávamos mais preocupados com alguns Pokémon do que as pessoas que haviam sofrido o acidente.

Me senti horrível, mas ainda assim eu continuei, como treinador eu gostava de viver aventuras, o que de certa forma não me fazia bem as vezes. Dessa vez eu não estava pensando com o coração e sim com a cabeça, o que não me deixava medir as consequências daquela acidente e nem as pessoas que haviam sido feridas ou mortas.

Ouvi um bip que me fez sair daqueles pensamentos depressivos, li a mensagem e vi que Thito havia respondido, ele havia aprendido a voar e isso era realmente animador. Não consegui nem raciocinar muito, ouvi um choro parecido com o de Hippo, fui procura-lo nos arredores e não o encontrei em lugar algum... " Que merda de pai que você é Daisuke?" pensei enquanto ia procura-lo na direção de alguns arbustos onde o choro era mais forte.

Eu estava preocupado, Hippo, mesmo sendo o Pokémon mais forte da equipe ainda era apenas um bebê que tinha eu como "mãe", o Pokémon que eu encontrei perdido em Pallet não iria se perder novamente só por causa de um descuido idiota meu!

- Hippo, vem aqui. Não tenha medo, pelo contrário, o enfrente! - Gritei um tanto desesperado.

O que estaria o afligindo tanto?
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Tucci em Sex Jul 31 2015, 14:13

Mathew logo se preocupou com o que seu canídeo tentava mostrar, perguntando para o mesmo o que ocorria e também tentando visualizar ao longe o que se passava. Ao apertar os olhos não foi difícil notar o que a raposinha queria mostrar.

Ao longe um rapaz de cabelos negros corria no meio de arbustos até uma clareira onde uma pequena bolota marrom estava parada. Não foi difícil deduzir quem era.

Já no lado de Daisuke o mesmo se embrenhou dentro do arbusto clamando por seu hipopótamo e tentando lhe dar coragem inflando seu ego. Mas ainda assim o choro continuava, mas pelo menos cada vez mais perto e mais forte, até então chegar numa clareira onde conseguiu ver a seguinte cena:




Cena clean XD:





Pois é Hippo... a curiosidade matou o gato, ou neste caso, a curiosidade picou o hipopótamo!


Off:
Hey \o, desculpa o post curto e o desenho feito às presas, eu só queria fazer um modo legal de unir vocês XD, e Thito, o próximo desenho uso seu personagem como foco 0.0'

Kaze, vi uma imagem do Kazehaya, mas foi o que deu pra fazer com o pouco tempo =[
avatar
Tucci
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Sex Jul 31 2015, 18:36


Eros tinha visto algo e eu também olhava. Estaria certo daquilo?

- Será mesmo? - duvidando brevemente da minha visão não demorei muito a dizer em contra partida - Avante Tropius!

Estava na hora do pouso, mas antes disso, uma emocionante descida até o solo. Segurei firme e aguardei a Voadora pegar impulso.

off:
Depois de ler duas vezes eu finalmente identifiquei o Matth na imagem hue
Ps.: Mal posso esperar pela ilustração <3
Ps2.: Kaze babando no desenho do Hippo em 3, 2 ...

_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Sab Ago 01 2015, 15:23

Off:
Omg, ficou demais, melhor do que eu havia imaginado, ficou maravilhoso <3

Hippo ficou demais Tucci XD




Felizmente quando fui verificar os arbustos consegui ver Hippo, o pequenino estava chorando alto, havia sido picado por uma espécie da região, era um inseto rosado parecido com uma Caterpie. O pequenino Hippopotas estava sentindo dor por causa da picada do inseto rosado, a dor era muito forte pelo visto, pois Hippo estava chorando bastante.

Me aproximei do pequeno Hippopotas ignorando o inseto que estava ali, fiz carinho no lugar do machucado e passei uma pomada cicatrizadora no local do machucado, depois lhe confortei com um biscoito próprio para Pokémon. Hippo ficou feliz com o presente e abocanhou um punhado, era um tanto guloso, como eu. Após ajudar meu Pokémon me virei para o inseto e o analisei um pouco, parecia tão assutado quanto Hippo, no final, eram dois bebês brincando com uma faca afiada, no caso, o próprio ferrão do rosado.

Olhei para o pequeno inseto a frente e lhe pedi desculpas por Hippo:

- Hey pequeno, me desculpe caso Hippo tenha feito alguma coisa de errado. Não iremos te atrapalhar mais, pode ficar tranquilo.

Olhei para o lado e vi uma grande babaneira voadora, logo associei o Pokémon com o treinador e pensei " é o Math"... Fui até ele, Hippo, com medo de ser deixado de lado tratou de me seguir. Quando o vi, disse:

- Ei Thito, que legal, aprendeu a voar! Eai, conseguiu ver algum Poké voador pelos arredores?

Eu esperava que sim, afinal, capturar um voador fazia parte dos meus objetivos naquela rota.

avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Tucci em Seg Ago 03 2015, 14:10

off:
Hey povo, se quiserem postem quantas vezes for necessário conversando sobre o que pretendem fazer, assim que acharem que está bom, me avisem e eu prossigo ^^

O susto de Daisuke não durou muito, tudo não passava de um acidente de criança com seu pequeno querido. Na realidade quando o treinador foi passar a pomada era bem visível que aquele chororo todo era muito mais de uma criança querendo atenção do que algo realmente dolorido e poderoso. Tudo então se resolveu com o biscoito, que como mágica fez o hipopótamo esquecer da picada do venenoso.

Logo a conversa passou para a pequena lagarta rosada, que simplesmente fez um sinal positivo e com olhos felizes continuou seu caminho lenta e despreocupada até os arbustos adentrando-se nos mesmos.

Já Mathew, agora apelidado de Thito por seu amigo, havia reconhecido Dai o sobrevoando, era hora do mergulho, assim conversou com sua Tropius que logo foi rumo ao chão. Talvez o maior frio na barriga desde o momento do voo foi este, sentir o chão se aproximando, o ar mais forte ainda passar por seu cabelo e o tremular da cela trazia junto uma sensação de que logo desgrudaria dali e simplesmente cairia sozinho. Por sorte isto não aconteceu! Eros também parecia sentir o mesmo frio na barriga, um frio que o deixava animado fazendo-o colocar assim sua língua para fora para sentir toda a potência do vento.

A descida seria ótima não fosse a Tropius não saber medir a força do impacto corretamente, afinal ainda era uma neném e voar ainda não era sua especialidade! Resultado do Impacto: Math parou dependurado em seu pescoço enquanto Eros se agarrava em seu cabelo desesperado para não ir ao chão! Ainda assim mesmo com o pequeno incidente, todos estavam bem e se pode se dizer assim, felizes!

Os amigos estavam agora reunidos e mais do que depressa Dai lançou sua admiração e uma pergunta. Mas qual seria a resposta de Thito já que o mesmo se prendeu tanto na emoção de voar e de avaliar a paisagem que esquecera de notar outros voadores? Fora isto, que tipo de estratégias eles pensavam para achar os Pokés raros que estavam no local?
avatar
Tucci
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Seg Ago 03 2015, 23:09


Quase voei... Não como eu gostaria, mas teria dado muito mal. Para minha sorte Tropius controlou as coisas no final. Eros estava espantado, mas parecia querer de novo. O coloquei no chão e o vi brincar com a Grass. Fui reencontrar Daisuke enquanto eles estavam interditos.

Ele também achou bem legal que agora eu podia voar com um dos meus parceiros. E pelo que me perguntava parecia que queria o mesmo para ele.

- Na verdade nem prestei atenção... Mas se quiser Tropius pode te levar lá encima para dar uma olhadinha. Só preciso que ela aprenda a controlar algumas coisas antes... Ei, você tem uns Pokémon recém nascidos, não é mesmo? Gostaria de treinar com Tropius? Seria algo mais leve, nada de batalhas pesadas. Quem fraquejar primeiro perde(ficar com 1/4 do HP). O que me diz Dai?

Aguardava com ânimo pela resposta do meu companheiro de jornada.


_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Ter Ago 04 2015, 11:59





Eu não estava confiante em batalhar, minha intensão não era nem de longe batalhar, eu queria capturar um monstrinho e só... Mathew por outro lado queria batalhar, achei meio chato uma disputa em plena rota 121, onde várias espécies diferentes estavam andando e vários treinadores buscando por elas, poderíamos perder a chance de capturar algum monstrinho raro naquelas localidades.

Pensei um pouco, não queria magoá-lo rejeitando uma batalha como aquela, também seria uma ótima oportunidade de conseguir nivelar minha equipe, portanto iria usar meu pequeno besouro contra o Pokémon escolhido por ele:

- Seria ótimo poder voar algum dia com ela. - Disse sorrindo. - Err.. Bem, eu não gostaria de batalhar, mas pensando bem seria uma ótima oportunidade... - Disse, já lançando a pokébola da Heracross no campo. - Pois bem, se me permite, irei começar com a pequena Heracross. E você?

Esperava para ver qual monstrinho ele iria usar e qual estratégia ele usaria.
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Mathito em Ter Ago 04 2015, 20:52


Aguardei pacientemente com os olhos brilhando naquela tarde. Quando ele terminou e me apresentou seu novo Bug tive um pouco de saudades da minha Ledian, mas fiz chamar os meus Pokémons para perto dizendo:

- Ótimo! Tropius, venha cá! Lhe apresento Daisuke e sua Heracross. Iremos testar nossas habilidades em combate, ok? Quando se sentir cansada, me avise que eu paro. - expliquei a situação para a Pokémon tropical. - Dai, se me permite, vamos começar!

Tomei distância e coloquei Eros pendurado sob um braço e com o outro incitava a grandona:

- Vamos começar com Leech Seed e prossiga com Growth!

Aquela não era uma batalha rela, apenas um misto de experiências.


_________________

avatar
Mathito
Estagiário
Estagiário

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Tucci em Qua Ago 05 2015, 08:54

A dupla de treinadores mal se encontrara e Mathew logo “faz uma proposta, e diz que espera uma resposta, uma resposta de João”, ops, de Daisuke!

O treinador de cabelos negros de inicio se mostra um pouco desconfortável com a situação, uma batalha não é bem o que esperava logo de inicio, ainda mais sabendo que vários Pokémon raros poderiam ser encontrados no local, mas no fim acaba por ver ali uma oportunidade de treinar um de seus mais jovens e inexperientes Pokémon, Heracross!

Já do lado de “Thito” ele queria avaliar um pouco o poder de sua Tropius, geralmente o tipo Grass possuía uma clara desvantagem contra Pokémon Bug, mas desta vez o segundo tipo de seu Pokémon bananeira o salvaria desta desvantagem e mais, poderia lhe dar certa vantagem contra ambos os tipos de seu adversário!

O treinador de madeixas louras nem esperou então e logo deu suas ordens iniciais para sua jovem e inexperiente Tropius, qual seria o contragolpe de Dai?


Off:
Kaze postando eu já dou inicio para a batalha ^^

PS: para quem não entendeu as aspas foi uma referência à Faroeste Caboclo XD
avatar
Tucci
Treinadora
Treinadora

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Kaze em Qua Ago 05 2015, 12:14




Thito nem mesmo esperou uma resposta, já foi dando continuidade a batalha de forma a deixar as coisas mais complicadas, Tropius iria com Leech Seed e Growth, dois ótimo ataques, porém, nenhum deles eram golpes muito efetivos em Heracross, dessa forma, fiquei mais tranquilo e pensei em apenas atacar:

- Heracross, vamos de um duplo Night Slash, tente acertar ela e joga-la longe, assim não dê tempo dela te atacar, ok?

Respirei fundo e esperei o resultado da batalha, independente do resultado eu ficaria feliz,afinal, a pequena ainda era muito jovem e, portanto, inexperiente, sendo assim, fiquei mais tranquilo em relação a ganhar ou perder. Independente do resultado minha pequena estaria ganhando experiência e era justamente isso que contava.
Off:
Tucci, se quiser pode narrar agora, não precisa nem esperar o Mathito postar. ^^
avatar
Kaze
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Nerkon em Sab Ago 15 2015, 16:57

A proposta de Matthew foi simples, mas incomum: Uma batalha entre Pokémon recém-nascidos que terminaria assim que um dos dois ficasse cansado. Sendo bebês, ainda que gigantes se comparados a uma criança humana ou de algumas outras espécies de Pokémon, o fato óbvio era que o treino não deveria durar muito tempo e tampouco possuiria táticas complexas ou que causassem muito dano.

Inicialmente o besouro e a Pokémon do tipo grama se encararam por alguns segundos, com o detalhe importante que a Tropius hesitou quando aproximou-se de Heracross. Claramente não sabia o que fazer, ou simplesmente temia se ferir e decepcionar seu treinador à toa. De fato, nenhuma das duas Pokémon possuía experiência de batalha ou sabia como lidar com uma derrota, o que pôs grande importância em como os treinadores reagiriam perante os resultados daquele confronto.

Quando deram suas ordens, Daisuke e Mathew perceberam que Heracross e Tropius não começaram a atacar de imediato, muito pelo contrário: Heracross curvou-se um pouco, como se preparando-se para atacar, mas por acidente caiu de quatro no chão e levou algum tempo até levantar-se, enquanto Tropius apenas alternou entre virar o rosto para olhar na direção de seu mestre ou encarar o inseto adversário. Quando Heracross começou a andar em sua direção, a Pokémon do treinador loiro parou de hesitar e cuspiu uma única semente na direção de seu alvo, o qual viu-se preso por algumas poucas vinhas que saíram da semente, mas que falharam em sugar muita energia. Heracross, sem se importar com o ataque que sofreu, chegou até Tropius de tal maneira que fez a enorme Pokémon levantar-se e ficar de pé por alguns segundos, antes de sofrer um ataque na barriga que a assustou e causou um dano relativamente alto, causando a queda imediata da Pokémon de Mathew, que viu-se de costas no chão. Sem parar o ataque, Heracross continuou com outro Night Slash e usou os espinhos num dos braços para arranhar uma das pernas de Tropius, o que fez a Pokémon se desesperar e choramingar até tal ponto que desmaiou, cessando completamente o efeitos do Leech Seed lançado anteriormente.

Vitória de Daisuke, ainda que inesperadamente aquilo tivesse terminado com o nocaute completo de Tropius. O que fariam perante tal situação?



♦ HPs e Status
• Heracross: 18/18 ☺
• Tropius:  0/13 ☻

Off: Me desculpem pela demora para postar na rota mesmo depois de ter dito que a assumiria, então vamos tentar fazer a coisa andar melhor a partir daqui!

Informações acerca de HP e tal serão incluídas no final dos meus posts quando necessário para clarificar a situação de algum Pokémon ou apenas para lembrar do HP atual dos que não estão com HP total ou que sofrem de condições de status.

Darei EXP apenas no próximo post.
avatar
Nerkon
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rote 121 - Todos contra o tempo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 12 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum