[101] O Abrir das portas

Página 8 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Qua Jan 30 2019, 14:10



Um Choque de Aventuras

Mesmo sabendo que estava sendo observado, Blaize continuou sua missão, afinal Pichu dependia dele para sobreviver. Com bastante força de vontade e garra, o jovem treinador escalou mais alguns galhos e achou um cacho de Chesto Berries bem próximo. Ele se aproximou e retirou as frutas, uma por uma, guardando-as na mochila o quanto antes. Com isso, restava apenas descer da árvore novamente, mas aquela sensação de estar sendo perseguido, ou algo parecido, ainda incomodava fortemente o rapaz. Ele pensou em lançar uma fruta para baixo e perguntar quem estava ali, mas a verdade é que não havia ninguém abaixo da árvore...

A sensação que não tinha localização, não vinha de baixo e sim de cima. Havia alguma coisa no meio dos galhos, bem próximo do garoto. Ao olhar para trás, Blaize viu um brilho quase o cegar quando o Sol refletiu em alguma coisa movimentando-se. O susto fez com que o garoto caísse do galho onde estava, acertando um outro galho mais baixo e finalmente caindo com tudo no chão. Por sorte, a grama alta havia amortecido a sua queda, mas a dor era bem forte e precisaria de um tempo para se levantar novamente. Olhando para o alto, ainda deitado sob a sombra da árvore frutífera, o garoto notou uma espécie de olho hexagonal o observando. Era brilhante e dourado, com a íris parecendo flutuar no ar. Não estava sendo hostil, mas era uma experiência estranha, principalmente por não conseguir correr por enquanto por causa da dor nas costas, então se algo desse errado, estaria em apuros. O que Blaize faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 3/26 (Poisoned)

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Blaize17 em Qua Jan 30 2019, 17:43

Blaize estava preocupado por não saber o que estava acontecendo e logo que percebeu que precisaria de tempo para se levantar, sua preocupação com seu companheiro Pichu só aumentou, por medo de não dar tempo de salva-lo, ele tinha que sair dali.
Porém não era tão simples, ele não só não podia se mover momentâneamente, mas algo vindo do alto, irreconhecível ao jovem treinador o encarava.

Discretamente ele pega sua Pokédex para identificar o que é o que ele ? E independente do que seja, Blaize só pensa em fazer as ações corretas, pois Pichu conta com ele.

Continua no próximo episódio.

Blaize17
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Qui Jan 31 2019, 00:18



Um Choque de Aventuras

O coração do garoto acelerava, não por estar diante do desconhecido e em uma situação vulnerável, mas pelo estado em que seu companheiro se encontrava e necessitava de atenção imediata. O treinador tentava levantar a todo custo, mas precisava esperar a dor dar uma aliviada para fazer movimentos mais bruscos, como correr. Com muito esforço, Blaize conseguiu sentar e nesse instante a criaturinha que o observava com bastante curiosidade finalmente resolveu aproximar-se e dar as caras de vez. Uma espécie de "gosma" toda cromada esticou-se do galho mais baixo até o chão. Ele possuía um corpo um tanto líquido e no alto de sua estrutura havia uma espécie de porca de construção, dourada. Dentro desse objeto, um olho flutuante. Claramente era um Pokémon e do seu corpo disforme surgiam inclusive braços simples, como se pedisse um abraço. Mas seria isso mesmo? Ou as aparências realmente enganavam?


Imediatamente, o rapaz sacou sua Pokédex e apontou para a criaturinha até então desconhecida. Era o passo principal de um treinador em uma situação como essa, mas o que ele não esperava era uma resposta tão estranha do aparelho: "Pokémon Desconhecido... Procurando na Base de Dados de Treinadores nas Redondezas... Pokémon Desconhecido. ... ... ... Nova Entrada Adicionada! Recolhendo fotos para análise posterior! E depois dessas falas nunca ouvidas pelo garoto, o aparelho começou a fotografar a criaturinha conforme ela se movimentava e aproximava de Blaize. Será que era amiga? Ou Inimiga? O que o rapaz faria diante disso? De todo modo, Blaize poderia agora se levantar e correr se achasse melhor, afinal suas pernas estavam bem melhores e as costas também. Qual seria a decisão de Blaize?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 3/26 (Poisoned)

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Blaize17 em Qui Jan 31 2019, 05:48

Blaize nunca havia visto esse pokémon e se surpreendeu ao ver as palavras de sua Pokédex, ele levanta:

- Não sei se pode me entender, mas eu não quero problemas, só quero ajudar um amigo. Então por favor... - Pega Blaize a fruta que está no chão e aparentemente madura e joga perto do pokémon - ... Fique com isso, estou indo. - Blaize devagar sai de onde está em direção a cabana, onde seu Pichu lhe espera.

O que Blaize pensa é em voltar o quanto antes para ajudar seu pokémon e agora a curiosidade, que pokémon era aquele ao qual o menino acaba de dar as costas?

Continua no próximo episódio.

Blaize17
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Qui Jan 31 2019, 18:11



Um Choque de Aventuras

Diante do encontro com o desconhecido, Blaize tentou oferecer uma fruta madura recém colhida da árvore para que a criatura não lhe fizesse mal, apesar do Pokémon estranho não parecer hostil ou ter qualquer intenção de lhe fazer mal. A criatura observou a fruta rolando em sua direção e não tomou qualquer atitude, apenas voltou a olhar Blaize e se aproximar. Precisando voltar para seu amigo Pichu e evitando algum possível conflito, o treinador seguiu mancando por todo o caminho que havia seguido, retornando para a Cabana de onde saiu. Blaize passou também pela última árvore de Oran Berries e não havia qualquer sinal do Poochyena, um bom sinal, já que estava atrasado.

Depois de muito esforço, o rapaz chegou novamente na Cabana do velho homem, encontrando Sara já acordada e sentada no chão, ao lado da cama de Pichu. O próprio anfitrião estava sentado em uma poltrona e aparentemente havia conseguido concluir sozinho a reforma da casa. Assim que ele viu Blaize chegando, levantou-se com pressa e pediu os materiais – Me dê pelo menos uma fruta de cada, a cada par eu consigo preparar um frasco de Antídoto para o pequeno... – Comentou ele, recebendo algumas frutas e levando-as para uma mesa, onde misturava com água e as amassava em um pilão, antes de fazer alguns procedimentos quase mágicos de mistura, até ter um líquido viscoso e de cor diferenciada, que adicionou a um frasco.

– Blaize! Você está bem? Parece ferido... Venha cá, vou usar um pouco dos utensílios de nosso anfitrião para cuidar de seus ferimentos. Senta aí na cadeira e coloca a perna para cima que eu vou fazer um curativo!  – Disse rapidamente Sara, com bastante preocupação, já preparando tudo e esperando o garoto sentar. Enquanto isso, o antídoto pronto foi colocado em um frasco e borrifado em Pichu, no local da picada, que estava bastante arroxeado. Aos poucos, a cor foi clareando e voltando ao normal, o que indicava um trabalho perfeito do rapaz em ajudar seu companheiro. Piiichu... Pi? Chu? Dizia o Pokémon com certa tontura, procurando o seu treinador.

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 3/26 (Poisoned)

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]
- Lançou uma Chesto Berries fora. [-1 Chesto Berry]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Blaize17 em Seg Fev 04 2019, 06:23

Blaize ao chegar não conseguia pensar em nada, apenas em ajudar seu amigo o quanto antes.
Blaize rapidamente deu os ingredientes para o anfitrião na esperança de que "quão mais rápido melhor" e assim o fez.
Sara preocupada com sei amigo lhe ofereceu ajuda e até mesmo usar alguns itens da casa para ajudar. Porem Blaize não tinha cabeça pra isso, mas sabia que não estava bem.

- Muito obrigado Sara, eu aceito sua ajuda mas, depois que o Pichu estiver melhor tudo bem? - Diz Blaize segurando as mãos de Sara com um olhar de preocupação.

Blaize então vê o seu anfitrião usar o antídoto em Pichu e ele fica ainda mais ansioso e de repente, como um sinal esperança, Pichu demonstra lucidez, acorda um tanto meio atordoado, fraco e a procura de seu treinador.

- Está tudo bem agora, eu estou aqui. Descanse meu amigo, você precisa de um bom período de descanso. - Diz Blaize acariciando seu companheiro com os olhos cheios de lágrimas, deixando cair algumas, porém muito aliviado de ver seu amigo acordado.

Ao dizer para Pichu voltar a descansar, Blaize debulhado em lágrimas de alívio agradece seu anfitrião com um abraço, pois por mais que tentasse, não conseguia soltar uma palavra.
Blaize então senta em uma cadeira e diz a Sara:
- Eu aceito aquela ajuda agora, se não for atrapalhar. - Blaize após essas palavras adormece, com um sorriso no rosto e lágrimas nos olhos.

Pokémon e treinador descansam agora, sabem que um grande caminho ainda está por vir e estarão prontos para tal.

Continua no próximo episódio.

OFF:
Quase chorei com essa narração kkkkk, pura emoção mano kkkk

Blaize17
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Ter Fev 05 2019, 20:54



Um Choque de Aventuras

Apesar de já ter terminado de preparar a poção e aplicá-la sobre Pichu, o Anfitrião não parava de esmagar frutas e agitar misturas que mudavam de cor com o sacudir dos frascos cônicos que segurava. Blaize, por sua vez, ficava extremamente aliviado com a recuperação de seu companheiro. O treinador até mesmo negou atendimento médico de Sara até que conseguisse dar um abraço apertado em seu amigo Pichu e foi exatamente isso que ele fez, finalmente podendo relaxar e sentar com as pernas para o alto quando o ratinho elétrico conseguiu se movimentar, recuperado. – Você é bastante teimoso, Blaize! Não há poções tão boas para suas feridas como tem para os Pokémon, a recuperação é lenta. Agora me deixe tratar de você, rapazinho! – Comentou a menina, já limpando as feridas e preparando curativos.

– Você foi bastante corajoso, rapaz! Essas frutas que trouxe, são bastante maduras e suculentas, renderam mais Antídoto do que realmente era necessário. Sendo assim, preparei mais alguns frascos para você levar em sua jornada, caso encontre algum Pokémon venenoso e termine na mesma situação...  – Disse o velho dono da Cabana, terminando de encher dois frascos de Antídoto e entregando-o para o menino – Quero agradecer também pela ajuda com as madeiras... Minha casa está bem remendada e não vou precisar me preocupar com as próximas chuvas! E sobre vocês dois, podem ficar o quanto precisarem e assim que estiverem prontos, é só partir. Certo? – Disse o senhor, sorrindo. Agora Blaize poderia descansar um pouco se assim desejasse para depois partir. O rapaz contaria a Sara e o velho sobre o Pokémon misterioso que encontrou? Ou guardaria para si? O Que Blaize faria agora?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 3/26

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]
- Lançou uma Chesto Berries fora. [-1 Chesto Berry]
- Recebeu dois Antidotes do velho Anfitrião. [+2 Antidote]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Blaize17 em Qua Fev 06 2019, 06:23

Blaize queria continuar, chegar na cidade e no centro Pokémon, porém ele sabe que sair como ele está já é ruim, agora com treinador e pokémon debilitados, seria um pedido para mais problemas e por isso decide descansar e sair pela manhã do dia seguinte, assim tanto ele quanto Pichu estariam dispostos.

- Sara, senhor, eu queria dividir com vocês eu... - Blaize boceja demonstrando sinais de puro cansaço - eu vi um pokémon diferente, nem mesmo a Pokédex identificou.

Blaize tenta puxar na memória mas o cansaço é enorme e ele só pensa em descansar.

- Eu vou descansar um pouco, por favor me lembrem ao acordar para contar a vocês, agora eu não consigo... - Blaize boceja novamente - Até mais. - Blaize vai de encontro a Pichu para ali descansar junto ao seu companheiro, mas não antes de dar um abraço em Sara e um beijo em sua testa, em forma de agradecimento por tudo que a jovem já havia passado com ele e abraço no senhor da Cabana, agradecido por tudo o que o senhor lhe havia feito, tanto pelo rapaz, quanto pelo seu pokémon.

Blaize agora repousa com seu amigo, com os planos de sair assim que acordar, como serão os próximos passos do jovem treinador e seu Pokémon? O que Sara e o senhor da Cabana dirão sobre o pokémon misterioso?

Continua no próximo episódio.

Blaize17
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Qua Fev 06 2019, 17:45



Um Choque de Aventuras

Com toda a tensão tendo passado e Pichu já estando fora de perigo, era compreensível que o peso de toda a aventura finalmente caísse sobre as costas de Blaize. O rapaz até tentou explicar sobre o Pokémon diferente que havia encontrado no meio da pradaria, mas seu sono falou mais alto e ele apenas conseguiu agradecer aos dois presentes, voltando a deitar para rapidamente adormecer. Com tanta dor e emoção, pareceria difícil que ele conseguisse dormir tão rápido, mas foi exatamente o que aconteceu. Ainda não era noite, mas mesmo assim Blaize dormiu e permaneceu dormindo por muitas horas, até que o dia seguinte raiou. O rapaz despertou apenas com o cheirinho de café no ar, enquanto Sara e o Anfitrião conversavam já pela manhã do dia seguinte. Pichu também estava acordado e brincava com Skitty, Zigzagoon e também Wurmple, capturado por Sara.

– ...Então, vou me tornar uma boa Criadora Pokémon! Me esforçarei bastante e,..  – Dizia Sara para o homem, deliciando-se com uma xícara de café, quando avistou seu amigo levantando-se – Ei! Bom dia, dorminhoco! – Brincou ela, interrompendo sua conversa e virando-se para o menino.
– Pegue uma xícara de café também se quiser e venha se sentar conosco rapaz...  – Complementou o homem, oferecendo a bebida quente e um lugar na mesa para que o garoto se sentasse. Blaize então notou que havia também ração já posta para os Pokémon, possivelmente dada pelo dono da casa. Depois que o menino se sentasse, Sara iria lhe questionar rapidamente sobre o que havia dito ontem, ela estava empolgada sobre ter um Pokémon novo pelas redondezas.

– Ei, não esconda nada Blaize! Você disse ontem que viu um Pokémon diferente, como ele era? O que a Pokédex dizia? Será que conseguimos capturar? Imagina que demais!  – Perguntava Sara, bastante animada, talvez por efeito de toda a cafeína que já havia ingerido. Apesar de estar em silêncio, o homem observava os dois jovens com interesse também, bastante curioso para saber mais sobre o achado de Blaize, enquanto alisava a própria barba em estado de contemplação. Talvez fosse realmente interessante que o jovem contasse mais sobre o Pokémon estranho que viu. Aquele senhor devia ser experiente e poderia saber mais sobre ele. O que Blaize faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 3/26

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]
- Lançou uma Chesto Berries fora. [-1 Chesto Berry]
- Recebeu dois Antidotes do velho Anfitrião. [+2 Antidote]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Blaize17 em Qui Fev 07 2019, 07:03

Blaize ainda sonolento, só ouve a voz de sua amiga e se senta na mesa, aos poucos e tendendo o que está acontecendo ouve Sara pedir por detalhes do pokémon misterioso que o jovem havia comentado no dia anterior, quando o jovem ia começar a falar ele ouve:

- Pichu, Pi Pichu. - Dizia Pichu brincando com os pokémons da menina.

Blaize fica statico, seus olhos enchem de lágrimas e ele se vira, vê seu parceiro em pé e bem. Blaize sai da mesa às pressas e abraça Pichu em lágrimas.

- Como é bom ver você bem, desculpa ter lhe colocado naquela situação, a culpa é minha. - Dizia Blaize em um abraço cheio de lágrimas.

Depois de Blaize o soltar, Pichu sacode a cabeça para limpar as lágrimas que o próprio pokémon teria deixado sair, dá uma piscada para Blaize e volta a brincar com seus amigos.

Blaize então volta a mesa. - Desculpa pessoal, eu não aguentei, tinha que fazer isso. Onde paramos? - Diz Blaize nitidamente mais feliz e com um sorriso a muito tempo não visto no jovem treinador.

Como essa aventura continuará? O que a jornada os espera?

Continua no próximo episódio.

Blaize17
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Qui Fev 07 2019, 14:28



Um Choque de Aventuras

Depois de acordar com bastante sono, Blaize avistou sua amiga e também o Anfitrião na mesa, mas não tinha muita concentração para respondê-los com clareza por enquanto. Ele avistou em seguida seu parceiro brincando já recuperado pelo chão da Cabana e tomou uma atitude quase automática de abaixar-se e abraçar seu ratinho elétrico. Primeiro Pichu assustou-se, depois entendeu o que acontecia e acabou emocionando-se também com o carinho de seu treinador. De suas bochechas até saiam faíscas elétricas, mas não eletricidade que pudesse machucar Blaize. Eram coceguinhas de carinho, ao modo de um Pokémon elétrico, que traziam uma sensação diferente, mas boa para o rapaz. Passada essa interação bastante amorosa, o menino aproximou-se de sua amiga e sentou-se na mesa, perguntando o que eles tinham perguntado – É maravilhoso ver Pichu recuperado mesmo, achei que o pior poderia acontecer... Mas nós estávamos discutindo aqui sobre a criaturinha que você disse ter encontrado ontem – Disse Sara

– Você voltou com alguns machucados bem feios, foi esse Pokémon que causou isso em você? Ou foram vários? Conta mais!
 –
Completou a garota, tomando mais um longo gole de café. O homem também parecia curioso e observava os movimentos do rapaz e da menina, enquanto tomava sua bebida – Por aqui geralmente só encontramos Zigzagoons e Poochyenas selvagens, eles podem ser raivosos com estranhos, mas são bastante gentis com moradores antigos. Se houver alguma criatura exótica por aí pode perturbar esse equilíbrio. Gostaria de saber mais  – Disse o Anfitrião, esperando uma resposta de Blaize. Enquanto isso, Pichu deixou a brincadeira no chão da Cabana e aproximou-se às pressas, subindo no colo do seu treinador para ouvir também. O que Blaize contaria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 26/26

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]
- Lançou uma Chesto Berries fora. [-1 Chesto Berry]
- Recebeu dois Antidotes do velho Anfitrião. [+2 Antidote]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Blaize17 em Qui Fev 07 2019, 17:26

Blaize feliz com tudo que estava acontecendo, se concentra para lembrar do que viu, e depois de alguns segundos ele fala:

- Bom, era pokémon meio cinza e gosmento, parecia com uma gosma, porém mais denso que um Grimmer por exemplo. Mas no seu topo, como uma cabeça ele tinha como se fosse uma porca, dessas de metal sabe? Só que dourada e bem maior do que uma porca normal, no centro dela tinha uma esfera, acho que preta ou cinza escuro. - Dizia Blaize puxando todas as informações que conseguia da memória.

Pichu levanta e fecha o rosto, em uma expressão de quem quer uma boa batalha: - Pi Pichu Pi. - Dizia o pequeno Rato elétrico.

- Não se preocupe Pichu, ele não parecia agressivo e sim curioso, eu me machuquei nas árvores e até mesmo um pequeno Poochyena, mas esse pokémon diferente, ele só me encarava, parecia muito curioso. - Terminava Blaize de falar sobre o "Pokémon misterioso".

Continua no próximo episódio.

Blaize17
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Qui Fev 07 2019, 19:09



Um Choque de Aventuras

Blaize explicou o mais detalhadamente possível sobre o Pokémon que encontrou. Enquanto isso, Pichu, Sara e o velho dono da Cabana ouviam a conversa atentamente, sacudindo a cabeça afirmativamente de tempos em tempos para informar que estavam entendendo tudo o que ele falava. Era difícil saber se eles tinham entendido, até porque Sara fazia uma cara de paisagem, como quem tenta montar mentalmente todas as informações recebidas. De qualquer modo era realmente um Pokémon único e bastante raro, uma visão única. Por fim, o treinador explicou que não sofreu aqueles ferimentos contra a criatura e sim caindo de uma árvore, informando inclusive sobre seu encontro com um Poochyena. – Você realmente atrai Poochyena e encrenca, não é Blaize? – Disse Sara em um tom provocativo, rindo em seguida. – Isso é uma descoberta realmente incrível, rapaz! Aposto que a sua Pokédex não deve ter reconhecido o Pokémon, certo? – Suspeitou o velho anfitrião, ainda alisando a própria barba – Talvez devesse falar com o Professor Birch sobre o que descobriu, é bem provável que sua Déx tenh... – Comentava ainda o senhor, quando foi interrompido por um sonoro bipe que vinha da Pokédex de Blaize.

O rapaz e Sara demoraram um certo tempo para entenderem do que se tratava, e que vinha do aparelho do garoto e não da garota. Quando finalmente identificaram a origem do som incomum, Blaize segurou o aparelho e o abriu, revelando uma notificação: "Beep! Beep! Beep! Dados Atualizados! Pokémon descoberto, Meltan! Pokémon do tipo Metal! Muitos desses Pokémon foram avistados em Hoenn, mais informações ainda não foram encontradas. Em breve, maiores atualizações! Beep! Boop!". E por fim, a tela se apagou. – Que demais! Eu quero muito ver um desses pessoalmente. Você me leva até o local onde achou esse Blaize? Por favor! É caminho para Oldale... – Pediu a garota com muito jeitinho. O velho anfitrião confirmou a informação e agradeceu novamente o rapaz, despedindo-se se ele resolvesse realmente partir. O que Blaize faria?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 26/26

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]
- Lançou uma Chesto Berries fora. [-1 Chesto Berry]
- Recebeu dois Antidotes do velho Anfitrião. [+2 Antidote]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Blaize17 em Seg Fev 11 2019, 06:23

Blaize queria muito ajudar Sara a encontrar o "pokémon metal misterioso, mas também queria continuar sua jornada, sentia que já havia perdido muito tempo por ali e não queria mais incomodar o seu anfitrião.

- Tudo bem Sara, podemos passar por lá sim, mas de lá vamos continuar nossa jornada, já estamos a muito tempo aqui e já demos muito trabalho ao nosso anfitrião. - Disse o rapaz a sua amiga, mostrando sua intenção de continuar sua jornada o quanto antes.

Esperando tudo estar pronto e a um passo de sair, Blaize se prepara para continuar em frente, agradece ao anfitrião por tudo, diz que sem ele, nem ele e muito menos seu companheiro teriam conseguido continuar.
Blaize pega Pichu e espera Sara, para seguir em frente.

O que os jovens encontraram ao continuar suas jornadas?

Continua no próximo episódio.

Blaize17
Treinador
Treinador

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Luch em Qua Fev 13 2019, 01:43



Um Choque de Aventuras

Diante do pedido de Sara, Blaize não teve como dizer não em levá-la até o Pokémon misterioso. Se é que ele ainda estivesse lá. Entretanto, antes de saírem, o tal velho da cabana pareceu ter um estalo mental ao ouvir o nome do Pokémon metálico pela voz distrocida da Pokédex. Com isso, ele se levantou e foi até o armário, procurando um livro grande, antigo e empoeirado, que assoprou para limpar e depois o abriu sobre a mesa, atraindo a curiosidade de Pichu – Meltan? Eu já ouvi falar dele. É um Pokémon Lendário! É incrível! – Comentou o homem empolgado, folheando as páginas até achar uma foto – Aqui! Meltan é um Pokémon Antigo, Lendário. Ele corrói metal para se alimentar e produzir energia elétrica. Apesar disso é do tipo Metal apenas, mas possivelmente conhece alguns golpes elétricos. Você é realmente sortudo de vê-lo... – Finalizou o Anfitrião.

– Viu? Vamos correr até lá. A gente encontra ele e depois seguimos até a Cidade. Não vamos perder praticamente tempo nenhum! – Comentou a garota, já se despedindo do velho senhor, que também fez questão de se despedir de Blaize e Pichu. Os três aventureiros então seguiram pela trilha da Pradaria que levava até a árvore solitária de Chesto Berry, onde o rapaz encontrara Meltan pela primeira vez. Ao chegarem no local, o Pokémon surpreendentemente ainda estava lá, agitando as mãozinhas para tentar comer uma fruta, mas desistindo ao notar que não era de metal. Ele viu Blaize aproximando-se de longe e emitiu um som de estática, arrastando-se pela grama para aproximar do garoto e de Sara. A menina estava pronta para correr e pegá-lo no colo, mas seria uma boa ideia? O que Blaize faria diante dessa situação?

Progresso da Rota:

Situação Pokémon:

- Pichu: HP: 26/26

Ganho de Experiência, Felicidade e Stats:

- Pichu ganhou 805 EXP [031/259], + 8 de felicidade [Happiness: 18]  e subiu para o nível 10.
- Pichu ganhou 660 EXP [123/372], + 5 de felicidade [Happiness: 23]  e subiu para o nível 12.
- Pichu ganhou 484 EXP [235/446], + 8 de felicidade [Happiness: 31]  e subiu para o nível 13.

Capturas:

-

Itens:

- Utilizou uma Poção em Pichu. [-1 Potion]
- Conseguiu três Oran Berries. [+3 Oran Berry]
- Conseguiu quatro Chesto Berries. [+4 Chesto Berry]
- Lançou uma Chesto Berries fora. [-1 Chesto Berry]
- Recebeu dois Antidotes do velho Anfitrião. [+2 Antidote]

Luch
Luch
Mestre
Mestre

Alertas :
0 / 100 / 10


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [101] O Abrir das portas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum