Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

#001

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

#001 Empty #001

Mensagem por Billie Eilish em Dom 26 Maio 2019 - 14:16



Foram poucos os momentos em que Aiko sentiu aquilo, ou talvez, apenas uma única vez; quando a sua mãe definhou até a morte em cima de uma cama, mas daquela vez parecia ser pior; estava dando adeus para o seu pai e mesmo que não fosse para "sempre", a única pessoa que ela tinha era ele e isso trazia alguns sentimentos ruins para a garota.  Ainda percorria pela sua mente a cena em que seu pai havia acabado com alguns bandidos minutos atrás. Perguntou-se se um dia seria como ele, mas logo esses pensamentos se perderam pelo ar quando deitou os olhos em sua Charmander. A Pokémon salamandra parecia estar incrivelmente feliz andando com sua treinadora pelas ruas de Littleroot. Ai deixou um leve sorriso brotar em seu rosto, enterrando as mãos em sua calça moletom, sentindo algumas Pokébolas que há pouco havia recebido do ajudante do professor Birch. A PokéDex pesava o bolso de sua camisa de frio branca. Tratou de fazer um coque com o seu próprio cabelo descolorido, deixando ainda mais aparente a raiz escura.
Aiko apenas perguntava-se qual seria a primeira situação que se meteria junto da sua Charmander.
Littleroot
POST INFO
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Karinna em Ter 28 Maio 2019 - 21:53

001!
5:55pm

O dia nas ruas de Littleroot Town era comum, não muito diferente do ordinário: com o final do entardecer, algumas pessoas se recolhiam para dentro de suas casas, enquanto outras sentavam-se à varanda para conversar e tomar um suco refrescante dentre a grande temperatura que assola a região de Hoenn. O sol começava a desaparecer dentre as altas copas das árvores que delimitavam a cidade e o vento trazia o delicioso cheiro de alguns pratos feitos à lenha no principal restaurante da cidade.

Aiko devaneava sobre seus pais enquanto caminhava pela cidade, porém seu pensamento mórbido logo era substituído pela graça que sua recém recebida Charmander exalava; a pequenina salamandra saltitava alguns centímetros na frente de sua treinadora, animada para todas as aventuras que eventualmente poderiam encontrar.

A estrada onde nossas heroínas caminhavam era um tanto quanto larga com algumas casas dispostas em ambos lados da rua asfaltada. Por seu trajeto haviam alguns arbustos pelados que enfeitavam os jardins dessas mesmas residências, porém sem qualquer fruta que pudesse ser consumida. Mais a frente, se a jovem de cabelos descoloridos prestasse atenção, havia uma casa aparentemente deserta e um tanto quanto distante das outras, com suculentas Oran Berries distribuídas por todo quintal, contudo, para entrar era necessário pular uma pequenina cerca, que não seria problema para elas.

Do lado oposto e um pouco mais próximo das duas, um burburinho chamava atenção de alguns locais. Um alto garoto de cabelos castanhos era visto à distância, rodeado por outros rapazes que pareciam torcer por algo que estava passando na televisão. Alguns gritos de torcida eram repetidos em intervalos não-recorrentes e todos ali pareciam animados para alguma coisa.

Caso Aiko ignorasse as duas opções ali presentes, poderia simplesmente seguir em frente, passando pela vazia casa ao rumo da rota mais próxima.




Off:
Bem-vinda, Billie! Serei sua narradora nessa rota, espero que se divirta tanto quanto eu sei que me divertirei!

Uma coisa que costumamos fazer é colocarmos nossos objetivos no começo de cada tópico, na intenção de ajudar nossos narradores a encontrarem um meio termo dentre o que o narrando quer e o que podemos providenciar. O que pretende? Apenas treinar a Charmander ou tem algo mais específico em mente?

Boa sorte!


_________________
#001 Oringal2
#001 EAHKxXN
#001 Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Billie Eilish em Qua 29 Maio 2019 - 20:06


Dentre as garotas que vivem em Hoenn e principalmente na idade de Aiko, podemos facilmente dizer que o seu estilo é no mínimo "incomum"; roupas pesadas e com cores vibrantes, moletons predominam seu guarda-roupa. Acontece que, mesmo estando a quase 8 anos no continente de Hoenn, ainda não havia se acostumado totalmente com o clima, especialmente naquela época do ano; o Sol dizia adeus, pondo-se no oeste, mas a brisa calorosa ainda continuava presenteando a nativa de Kanto.
— É... você me venceu. — Ai dirigiu-se ao Sol com uma expressão desgostosa. Retirou a PokéDex do bolso de sua blusa moletom, colocando-o no bolso de trás de sua calça. Retirou a camisa de frio, revelando uma regata de alça branca. Aiko amarrou a blusa em volta de sua cintura, dando uma leve arrumada em sua blusa. Odiava manter-se daquele jeito; era como se estivesse pelada com aquele decote.
— Bela forma de começar uma vida de treinadora. — Revirou os olhos, mas acabou repousando-os na pequena Charmander que saltitava alegremente naquele ambiente. — É... pelo menos alguém tem que ficar feliz, né Mandy? — Conseguiu esboçar um ligeiro sorriso para a sua companheira. Andar por Littleroot nunca fora tão entediante; todas as mesmas casas, as mesmas árvores e até mesmo algumas pessoas conhecidas; o corriqueiro aroma de comida feita em um dos restaurantes de Littleroot - que inclusive, já vira seu pai cantar nesse mesmo estabelecimento -  invadia as narinas das duas personagens, e isso foi o suficiente para despertar a fome, que até então mantinha-se adormecida. Aiko observou tudo ao redor com os seus olhos azulados, mordiscando levemente o lábio inferior - uma espécie de "tique" da garota quando precisa pensar sobre algo - e tudo em sua volta se resumia em casas e comércio, mas algo afastado de tudo isso chamou a atenção da treinadora; uma casa destacava-se das demais por apresentar árvores frutíferas, e mesmo não tendo um vasto conhecimento, aparentavam ser Oran berries. A casa não havia moradores - pelo menos era o que aparentava - e a única coisa que separava as duas era uma cerca que não seria problema para nenhuma das duas.
Aiko virou-se para falar com a pequena salamandra, mas aquilo foi o necessário para que a garota pudesse perceber uma outra coisa "interessante"; havia um grupo de pessoas, todos homens. Não sabia a idade de nenhum deles, mas por julgar um garoto de cabelos castanhos, diria que seriam pelo menos próximos de seus 17 anos. O barulho incomodava a garota de cabelos brancos, mas aparentemente chamava a atenção da salamandra. Pelo o que conhecia de sua amiga, Aiko sabia que não iria conseguir fazê-la deixar aquilo de lado. Agachou-se, ficando na altura de sua Pokémon.
— Escuta só, meu bem. Eu sei que você quer ir para lá, mas vamos nos alimentar primeiro? Eu estou com fome, e você também. E olhe para lá. — Apontou o dedo indicador para as árvores com frutos. — Que tal irmos comer lá? Depois a gente volta. É uma promessa. — Disse a última frase com um sorriso leve no rosto, tentando passar confiança para a Charmander. Ela pareceu aceitar, e as duas tomaram rumo para o quintal aparentemente vazio. O único objetivo de Aiko era pegar algumas frutas para comer, e iria fazê-lo sem pestanejar. Aquela cerca? Poderia ter mais de 3 metros de altura que a garota Sayuri arrumaria uma forma de entrar naquela área. Caminhava tranquilamente após invadir a propriedade com a sua Pokémon em direção a uma árvore repleta de Oran berries.
littleroot
OFF:
- Hey Karinna, muito obrigado por assumir a minha rota!
- Bom, eu não tenho "objetivos" em mente, saca? Pretendo só desenvolver a rota mesmo pra andar com a minha trama, mas se tenho que por um objetivo, prefiro que seja a captura/up da minha Charmander.
- Não sei se você teria permissão para isso, mas caso eu quisesse acrescentar algumas informações sobre a minha Charmander, eu poderia?
- Eu só queria te dar um toque na questão da Charmander. No seu post você diz que ela é uma recém recebida, massss na verdade a Aiko tem ela desde pequena, então meio que a relação das duas já é bem "concreta", se assim podemos dizer. Achei importante relatar isso para não ter algo incoerente na nossa narração. Enfim, obrigado mais uma vez!
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Karinna em Qui 30 Maio 2019 - 19:37

001!
6pm

O calor característico de Hoenn começava a incomodar a jovem, que apesar de gostar de manter seu look intacto, preferia por retirar seu leve moletom e amarrá-lo em seu quadril para a parte superior de seu corpo poder respirar um pouco. Charmander parecia extremamente animada em ver o que estava acontecendo e causando todo aquele alvoroço entre os homens, mas após ser levemente repreendida por sua treinadora, decidiu por segui-la até uma residência repleta de deliciosas frutinhas que avistaram ao longe.

Aiko, talvez por pura fome, não se importava com o fato daquela cerca estar ali separando-as de seu objetivo e decidiu por invadir a propriedade de qualquer jeito. A cerca era de madeira e não muito grande, sendo talvez alguns centímetros maior que nossa heroína e com algumas farpas dispostas por toda sua vertical extensão. Com um corpo apto e a disposição necessária, nossa heroína conseguia pular facilmente por ali, porém ralando um pouco sua coxa esquerda na descida.

Mandy não parecia muito feliz com a decisão de sua treinadora e reclamava baixinho enquanto repetia os movimentos para conseguir entrar também na propriedade. Após aterrissar sem nenhum dano — diferente da jovem — caminhava na frente na curiosidade de ver o que o belo quintal a reservava, apenas para parar bem de frente para uma árvore de cerca de dois metros, com quatro deliciosas Oran Berries espalhadas por toda sua copa. Imediatamente os olhos da pequena brilhavam, voltando sua atenção para Aiko, como quem pedisse autorização para subir e pegar todas.

O quintal era belíssimo e parecia extremamente bem cuidado para uma casa abandonada; se espalhava pelas bordas da casa e terminava em um backyard que poderia ser visto à distância, com alguma coisa que brilhava bem no seu final, reluzindo devido os fortes raios solares providos pelo pôr-do-sol. O vento característico da região continuava e agora o aroma de comida era substituído pelo de flores selvagens, provenientes da floresta que rodeava a cidade.



Off:
Nossa, desculpe! Troquei o adjetivo para não ser repetitiva e acabei errando! E desculpe também pela demora, acabei por não seguir o tópico e não fui notificada quando recebi sua resposta.

E posso sim, fique à vontade para definir o tamanho de sua inicial (se é menor/maior que os de sua espécie), características próprias (coisas físicas que a diferem dos demais Charmander) e personalidade. Nem todo Pokémon você será capaz de ditar o tamanho, mas o resto sim!

Me diga todas as alterações que deseja fazer na sua inicial.

P.S.: listen before I go música do ano

Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Billie Eilish em Sab 1 Jun 2019 - 10:54


Pular a cerca para Aiko não foi algo difícil; muito pelo contrário: foi fácil. Mandy nem demorou para passar a frente de sua treinadora, deparando-se com uma árvore que aproximadamente media dois metros com algumas oran berries espalhadas nos galhos. Aiko revirou os olhos ao lembrar-se do seu ensino médio; nas aulas do reino plantae Ai estava dormindo ou lendo algum livro desconexo a aula. Plantas não era um dos assuntos que a garota gostava mais, e talvez por isso não entendesse muito bem as características biológicas da árvore a sua frente. Mas de uma coisa a garota sabia; aquelas oran berries eram frutas, e frutas se resumiam a comida. Mas a grande questão era; como pegar aquelas oran berries tão acima da cabeça das duas garotas? Aiko pensou e pensou, até chegar a uma ideia que provavelmente daria certo. — Escuta, Mandy. Suba aqui. Vou te colocar lá em cima e você usará um scratch nos galhos. — Sorriu para a sua companheira, tentando passar um pouco de confiança para ela. — A gente consegue, né?  — Agachou-se, segurando os pequenos braços para a salamandra equilibrar-se. O Pokémon de fogo pôs a pata inferior na coxa esquerda de sua treinadora, bastando apenas isso para com que a garota soltasse o braço de Mandy e liberando um pequeno urro proveniente de uma mistura de ardência e dor. — Mas que diabos! — Olhou diretamente para o seu membro inferior e percebeu que tratava-se de um ralado. Sua calça moletom havia rasgado juntamente com a pele da garota, mesmo que esta ultima tenha sido de maneira superficial. — Ah. Que ótimo. — Ironizou a treinadora, observando algumas gotículas de sangue que acumulavam-se na perna, mas pelo fluxo ser fraco – e provavelmente tendo cortado apenas vasos capilares – as plaquetas já pareciam fazer o seu trabalho de coagulação. Pensamentos surgiram na cabeça da garota, e esta chegou a conclusão que, devido o clima quente e a atividade física “recém praticada”, o seu sangue estava tão quente quanto Hoenn e por isso não havia se dado conta do machucado, mas sabia que assim que esfriasse, as possibilidades de começar a mancar seriam altas. O estomago da garota roncou mais uma vez ao sentir o aroma floral invadir as suas narinas, substituindo o irresistível cheiro de comida. Dizem que o cheiro nos trás lembranças, e independente de ser verdade ou não, Aiko lembrou-se de algo que não agradou a jovem nem um pouco: o velório e enterro de sua mãe. O cheiro de flores e rosas misturavam-se com o fúnebre aroma de formol usado no embalsamento. Não só ficou triste, mas também deveras surpresa com a capacidade de seu cérebro associar coisas tão incongruentes.
Respirou fundo, na esperança de expirar todos esses pensamentos negativos junto do ar.
— Ok Mandy. Desculpe-me. — Retirou a mochila, colocando-a na base do tronco. Virou-se de costas para o seu Pokémon, olhando-a por cima do ombro. — Vamos fazer assim. Suba nas minhas costas, aí você vai conseguir usar o scratch. — Disse a garota, pegando as patas superiores de Mandy por cima do ombro, ajudando-a escalar. Sentiu o peso de quase 10 quilos subindo nela – nada muito complicado para a garota que carrega até mais do que isso na mochila – pronto para usar o scratch nos galhos. Se desse certo, Ai esperaria que aquelas quatro oran berries caíssem em perfeito estado para as duas se alimentarem. O peso da Pokémon quase não a incomodava, exceto pela sua perna arranhada. Será que iria falhar justamente naquela hora?
littleroot
OFF:

Altura/Peso: 0,7cm/9,0kg
Particularidade: Mandy é uma Charmander um pouco acima da média na questão de altura e peso dos demais de sua espécie. A salamandra possui um diferencial; é portadora de heterocromia e portanto, o seu olho direito é esverdeado e o seu esquerdo é de um azul límpido.
Personalidade: Diferente de sua treinadora, Mandy é extremamente extrovertida, gostando de interagir com pessoas e outros Pokémon. Mantém-se animada sempre, sendo o “ponto de escape” de Aiko para quando estiver triste.  O fogo de sua cauda depende de seu humor: quanto mais feliz, mais forte é a chama.
Último Cruzamento:
- Hey Karinna, desculpa por não ter postado ontem. Acontece que eu estou recebendo visitas aqui em casa e quase não tive tempo de entrar no fórum. xD
- SIMMMM, adoro essa música! Mas ainda prefiro bury a friend e wish you were gay. q
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Karinna em Dom 2 Jun 2019 - 19:04

001!
6:04pm

Após alguns momentos de leve tensão para pular a cerca que separava-as de deliciosas frutinhas, nossas heroínas elaboravam outro plano para tentar alcançar a copa da árvore. Apesar de estar com a coxa levemente ralada, Aiko parecia não sentir nada devido a bomba de adrenalina depositada em sua corrente sanguínea e, por hora, isso não seria um problema.

A despojada jovem começava a pensar em uma maneira de obter as desejadas Oran Berries, apenas para ser surpreendida por um cheiro considerado bom para a maioria da sociedade, mas que não a trazia boas lembranças. Mandy, ao reparar as duras memórias que assolaram brevemente sua companheira de longa data, sorria e tentava animá-la com alguns pulinhos, apontando na direção das frutas, talvez na intenção de fazê-la esquecer — mesmo que brevemente — da dolorosa recordação sobre sua mãe.

O chamativo e simpático sol agora deixava o ambiente para dar lugar a uma belíssima lua crescente, que gentilmente se posicionava acima de todo o limpo céu do continente de Hoenn. Estrelas, bem como planetas, poderiam ser vistos à distância, nítidos e tão brilhantes quanto o satélite natural que iluminava a região. O vento surgia mais uma vez, como quem anunciasse a chegada de sua matriarca aos gritos, agora um pouco mais forte que anteriormente, levando os cabelos descoloridos da jovem para trás.  

A treinadora respirou fundo, em fim, conseguindo focar na situação em suas mãos.

Aiko se posicionava agora de certa maneira que daria altura para sua Pokémon utilizar de Scratch para derrubar as frutas. Charmander tentou uma vez, montando nas costas da jovem e ainda assim não alcançou seu objetivo. Deu um alto cry, como quem dissesse que teve uma ideia. Desceu, correu alguns metros para trás e emitiu outro som ininteligível, avisando que estava a caminho. Correu, pulou em sua treinadora e com o impulso, derrubara três das quatro Oran Berries ali presentes, todas em perfeito estado de conservação. Mandy sorriu, animada e orgulhosa por ter tido uma ideia tão inteligente.

A felicidade das nossas heroínas em atingir seu objetivo era iminente. Em seu primeiro dia de jornada já conseguirem de cara achar uma casa vazia com um quintal tão bem conservado quanto esse e ainda com berries tão deliciosas disponíveis de graça? Quem teria uma sorte dessas?

Um barulho de janela rangendo chamava atenção. De dentro da casa, uma sombra um tanto quanto alta surgia após o acender de luzes. A figura desconhecida dava lugar à uma senhora alta, com cabelos grisalhos presos em um coque e confortáveis pijamas, segurando um cigarro em sua mão esquerda e apontando com a direita diretamente para Aiko e Mandy.

— Ora minha filha... Se desejava algumas frutinhas, por que não pedir? — sorriu gentilmente, caminhando da janela até a porta, abrindo-a com certa dificuldade — Tenho mais algumas aqui em casa, tem interesse? — respirou fundo, colocando sua mão direita sobre a testa, lamentando — Tanto tempo que não tenho visitas.



Off:
Observações sobre a Charmander editadas!


_________________
#001 Oringal2
#001 EAHKxXN
#001 Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Billie Eilish em Qua 5 Jun 2019 - 23:35


O astro rei do sistema solar parecia deixar de observar a cena das duas garotas que tentavam incessantemente pegar as oran berries, dando lugar a uma nova curiosa; o satélite natural do planeta Terra, sereno em sua meia-lua acompanhado de diversas estrelas dispostas de formas aleatórias pelo céu. Ai conseguia reconhecer algumas constelações, embora não dominasse muito bem o assunto. Lembrou-se vagamente de uma história que o seu pai lhe contava quando era criança; havia tempos - estes, tão longínquos que se tornaram incapazes de se contar - existiam duas luas que envolviam o planeta, como marido e mulher. A grande questão, que viria a ser o problema, é que a mulher possuía um brilho tão forte que acabava sendo impossível para o seu marido aproximar-se dela, mas isso não o impediu de tentar, tentar e tentar mais um pouco. Acabou que no fim, o brilho de sua esposa era tão forte que ele explodiu em zilhões de pedaços minúsculos, espalhando por toda a galáxia. Fadada a solidão, a esposa, antes uma lua, se tornou "A Lua",  única e imponente no céu, mas isso não era nada sem o seu marido. Como uma última jogada, ela abdicou-se de seu brilho, sendo iluminada apenas pelo Sol. Desde então, as estrelas tentam se juntar mais uma vez como a segunda lua para finalmente poder voltar para o seu único amor. Enquanto pensava nisso, Aiko parecia agir no automático e mal havia percebido que Mandy havia obtido sucesso ao usar o movimento certo nos galhos. O vento - agora não tão quente quanto antes - parecia fazer uma coreografia singular no ar, sendo o suficiente para desfazer o coque da menina. Seu cabelo caiu pelo seus ombros, escorrendo até as suas costas. Aiko pouco se incomodou com aquilo, já que a sua única preocupação era matar a fome. Foi quando por fim, percebeu que a pequena lagarta havia utilizado o seu corpo como um impulso para alcançar os galhos. As suculentas frutas caíram no chão. Sua coloração era de um azul intenso e vívido, além de um suave e adocicado aroma.
Pegou uma Oran berry, abocanhando-a em seguida, sentindo o gosto único da fruta, regozijando o seu corpo com o gosto doce da frutose. Olhou para a sua Pokémon que aparentava estar do mesmo jeito enquanto comia uma segunda berry. Pegou a terceira fruta no chão, guardando-a seguramente na bolsa. Estava prestes a chamar a Charmander para finalmente irem embora da propriedade quando ouviu uma janela velha rangendo. Dela, uma mulher alta e tão velha quanto a janela surgiu,  segurando um cigarro enquanto apontava para as duas invasoras. Parecia convidá-las, mas Aiko não se sentiu confortável com aquilo. Sussurrou com o canto da boca para a sua Pokémon enquanto mantinha os olhos na senhora. — Mandy... vamos correr, ok? Não confio nessa mulher. Ela mora no meio do nada e... Mandy! — Mal havia percebido que a sua companheira já estava anos luz a sua frente, correndo de encontro com a mulher parada na porta. Aiko revirou os olhos; aquilo era tão previsível e mesmo assim deixou que passasse despercebido.
— O que eu vou fazer com você, hein garota? — Murmurou para si mesma, tornando a caminhar em direção das duas com passos pesados. Aiko claramente não confiaria em alguém que invadisse o seu quintal e muito menos o convidaria para entrar em sua casa, mas aquela mulher era diferente. Estendeu a mão esquerda para ela em um claro sinal de cumprimento cordial. — Olá, e me desculpe por invadir o seu quintal.
littleroot
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Karinna em Qui 6 Jun 2019 - 22:02

001!
6:06pm

Depois de relutantemente aceitar a oferta, Aiko se aproximava em pesados passos de onde a velha se mantinha em pé com dificuldade, se apoiando na base que sustentava a antiga porta de madeira. Mandy corria na frente de sua treinadora, parando exatamente alguns centímetros na frente da alta senhora, que por sua vez começava a fazer carinho na cabeça da Pokémon.

— Bem-vinda, minha filha... — caminhou com dificuldade, dando um trago em seu cigarro e soltando a fumaça para o alto — Não repare na bagunça, por favor.

O interior da casa era belíssimo, com uma enorme sala no estilo vitoriano com paredes em creme e um enorme tapete com desenhos rupestres que ocupava todo o cômodo. Uma lareira se encontrava acesa, apesar do calor da região, com alguns quadros antigos dispostos acima dela, dando um toque acolhedor ao local. Um sofá de três lugares e duas poltronas próximas à porta enfeitavam o aposento, bem como uma baixa mesinha de centro de madeira com uma jarra de flores e um cinzeiro de prata repousado em cima.

— Me chamo Lily, muito prazer. — sentou-se com dificuldade, buscando o cinzeiro da mesinha de centro e apoiando nos braços da poltrona — Há muito tempo não recebo visitas... Tenho três filhos, mas fazem anos que não vêm me visitar.

A senhora lamentava, enquanto tossia entre uma sentença e outra. Seu estado de saúde não parecia muito bom: sua pele, alva, era mais clara que o normal, com algumas vermelhidões dispostas no pescoço e nos braços — o que era possível Aiko ver, já que o pijama recobria a maior parte de seu flácido corpo. Alguns segundos se passavam e um pequeno barulho poderia ser escutado de dentro dos aposentos. Rapidamente Lily ria, talvez para nossa heróina não se preocupar com o barulho:

— Deve ser a Eva fazendo bagunça... É uma Pokémon que apareceu aqui em casa há uns meses e eu acolhi.
— sorriu gentilmente, dando um último trago e apagando seu cigarro. — Você entrou aqui por que achou que não tinha ninguém, né? — indagou, encostando suas costas no apoio do assento — Eu possuo uma condição genética chamada xeroderma pigmentosa, então não posso sair no sol. — seu semblante agora era triste e sua voz quebrava um pouco, tentando esconder suas feridas na pele — E a idade também não ajuda... Mas sempre que posso vou lá fora e cuido das plantas, são meus chamegos.

Após o grande monólogo, Lily tentava se levantar mais uma vez, demorando alguns longos segundos para se manter em pé. Caminhou com dificuldade até a lareira, pegando um pequeno envelope fechado dentro de um baú de madeira, voltando sua atenção novamente para nossas heroínas. Mandy, à essa altura, se divertia no aconchegante tapete, rolando de um lado para o outro.

— Tenho um pedido para lhe fazer... Posso te dar Pk$500 de recompensa, somente pelo incômodo.
— sorriu gentilmente mais uma vez — Há anos tem uma encomenda parada para mim nos Correios da cidade, mas nunca pensei que precisaria buscá-la... — ficou triste novamente, abaixando o tom de voz conforme dizia a frase — Mas acho que chegou a hora.


Lily respirou fundo, posicionando o envelope em cima da mesa de centro. Caminhou com dificuldade até uma de suas janelas, fechando os olhos e aproveitando o aroma de flores que o vento carregava. Seus olhos lacrimejaram, talvez pensasse na difícil vida que levara todos esses anos com essa condição complicada.

— Não tenho ninguém mais na minha vida, todos se foram... — se apoiou na beirada da janela — Hoje fazem 10 anos que perdi o amor da minha vida. — engoliu seco, respirando fundo mais uma vez — Me perdoe por estar sendo tão mórbida, mas não converso há tanto tempo que acabo me deixando levar.

Aiko aceitaria a oferta?




_________________
#001 Oringal2
#001 EAHKxXN
#001 Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Billie Eilish em Dom 9 Jun 2019 - 2:32


A mulher alta acariciava a cabeça da lagarta enquanto cumprimentava a garota, tragando o seu cigarro. O cheiro de nicotina era algo muito presente nela, e aquilo incomodava um pouco a treinadora.
A casa da idosa era extremamente bela, provando o bom gosto de sua dona. A senhora sentou-se apresentando uma pequena dificuldade, em busca de um cinzeiro para que pudesse por o seu cigarro. Aiko sentiu-se um pouco mal ao ouvir da boca de Lily que mesmo havendo três filhos, nenhum deles a visitavam. Infelizmente, para os humanos, só se percebe o que se tinha quando se perde aquilo, e isso foi o que aconteceu com a garota de cabelos brancos em relação a sua mãe. O estado de saúde da mulher era visivelmente ruim, já que a mesma tossia sem parar. Aiko viajou em seus pensamentos, até ser puxada a realidade por um som que havia se originado no interior da casa. Aiko preocupou-se, mas logo foi tranquilizada pela senhora que afirmou que era um Pokémon. Após a primeira indagação, Aiko tornou a falar: — Me desculpe, mas é que eu e a minha companheira estávamos com fome e bem... vimos as berries no quintal e assumimos que ninguém morava aqui. — Lily não pareceu se importar, encostando-se no assento enquanto dizia a sua atual condição. Aiko não detinha o conhecimento acerca dessa doença, portanto preferiu não se pronunciar sobre, mas sentia-se triste pela senhora. Ela se levantou e a garota até pensou em ajudá-la, mas não foi necessário embora a mesma tivesse com dificuldade. A senhora ofereceu uma proposta ligeiramente tranquila para a treinadora enquanto caminhava até a janela, amargurando as suas palavras em relação a perda de sua cara metade e vitimizando-se por não ter com quem falar. Aiko suspirou. — Sabe... um pouco mais de 7 anos atrás eu perdi a minha mãe. — Desviou o olhar da senhora, olhando para um dos cantos da sala. — Nós nunca tivemos uma relação muito boa, mas mesmo assim, eu tento guardar só os bons momentos com ela. Não se entregue a esses pensamentos. Eles vão acabar te consumindo. — Aiko não era muito boa com as palavras, mas pelo menos imaginou passar uma boa mensagem para a mulher. — Bom, em relação do seu pedido, eu o aceito sim, sem problemas. Do que se trata a encomenda? — Esperou atenciosamente a resposta da senhora.
littleroot
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Karinna em Seg 10 Jun 2019 - 19:22

001!
6:08pm

Nossa heroína aceitava a oferta da velha senhora, que imediatamente sorria na direção de Aiko e Mandy. Se distanciou da janela, agora colocando o envelope em cima da mesa de centro, não sem antes afagar mais uma vez a cabeça da salamandra, que parecia adorar os carinhos de Lily; talvez suas mãos calejadas fossem boas para cafuné... Quem sabe?

— Sinto muito pela sua mãe, querida... — lamentou — Ao menos você, mesmo tão nova, consegue filtrar os sentimentos ruins e deixar somente os bons. Parabéns. — se sentou com dificuldades novamente na poltrona.

Ouviu a pergunta de Aiko referente a encomenda e ficou calada por alguns segundos, como quem pensasse exatamente nas palavras corretas que diria a seguir. Respirou fundo, ajeitando o tecido de seu pijama nas pernas com as mãos, como quem passasse-os tal qual um ferro quente. Fechou os olhos por alguns segundos.

— Digamos que irá me ajudar muito.
— sorriu — Principalmente da forma que estou hoje. — mudou seu tom de voz, agora um pouco mais séria. — No final da rua existe uma filial dos Correios, não precisa ir muito longe, tá bom? Assim que voltar eu lhe pago.

Levantou vagarosamente, indo em direção à porta e abrindo-a para nossas heroínas. Mandy, além de gostar dos carinhos de Lily, estava enormemente entretida com o tapete da sala, arranhando e rolando de uma ponta até a outra, disfarçadamente olhando para Aiko de vez em quando para saber se levaria bronca ou não.

— Abrirei a porta para que voltem em breve. — riu da própria brincadeira — Aguardarei vocês com chá e biscoitos.






_________________
#001 Oringal2
#001 EAHKxXN
#001 Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Billie Eilish em Qua 12 Jun 2019 - 18:36


Aiko ficou receosa ao perceber o tempo necessário para que a senhora finalmente respondesse a sua pergunta. Perguntou-se se a mulher não estava agindo de má fé. O que ela queria que a garota buscasse? Talvez algum documento comprometedor? Arma, drogas ou algo do tipo? "Bem, isso agora pouco importa. Já aceitei." Concluiu em seus pensamentos. Lily se pronunciou a respeito, informando a jovem sobre a existência de uma filial existente no final da rua.
— Voltaremos em breve com a sua encomenda, Lily. Pode ficar tranquila. Imagino que eu irei precisar do envelope, correto? — O tom da garota parecia passar uma tranquilidade e talvez firmeza. A senhora abriu a porta com passos lentos enquanto a pequena lagarta se enroscava no tapete posicionado no chão da sala, arranhando-o algumas vezes. Aiko, embora receosa, não pode segurar o sorriso de canto que acabara se esboçando em seu rosto alvo. Era bom ver que a sua companheira se divertia.
— Ei, garota. Vamos? — Chamou pela sua Pokémon para que finalmente pudessem ir rumo aos correios. A senhora estava um pouco mais feliz, pelo menos a garota achava, fazendo até mesmo uma piada. Aiko sorriu pela educação; o humor da garota nunca fora bem lá essas coisas.
— Ótimo, aguardarei o chá e os biscoitos. — Ajeitou a mochila, virando as costas para Lily em conjunto com a salamandra de fogo. Deu uma olhada rápida em sua coxa ralada, preocupando-se com o seu estado físico, mas aparentemente a garota não iria sofrer por causa daquilo. Bastaria caminhar alguns metros e voltar, e assim a garota ganharia o seus Pk$500; pelo menos era o que ela achava.
littleroot
off:
- Hey Karinna! Eu queria pedir desculpas pela demora, é que essa semana está um pouco complicado. Estou em semana de provas e quase não consigo flexionar o meu tempo para postar.
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Karinna em Qui 13 Jun 2019 - 10:56

001!
6:10pm

Após saírem da casa, nossas heroínas se encaminhavam aos poucos na direção dos Correios, localizado no final da rua. Aiko tinha suas dúvidas sobre as intenções da velha senhora, mantendo sempre sua postura desconfiada para si, afinal, não se sabe a real índole da mulher — enferma ou não — e qualquer cuidado era pouco. Apesar de tudo, Lily recebeu às duas muito bem em sua casa, até mesmo depois de furtarem as frutas de seu quintal. Talvez só precisasse mesmo é de companhia.

Caminharam um pouco, até passarem novamente pela casa onde havia um burburinho com vários rapazes alguns minutos atrás. Agora, estava tudo muito quieto: as luzes e TVs ainda estavam ligadas, bem como as bebidas ainda geladas. As garrafas de cerveja suavam e pingavam até atingirem a mesa, porém sem atingir o chão, o que significava que não fazia muito tempo que saíram dali. Estranho.

A rua estava pouco iluminada: o céu era surpreendido por algumas nuvens que o vento trouxera, cobrindo parte da lua que antes abrilhantava Littleroot Town.  Alguns postes metálicos de luz cobriam temporariamente bem a função do satélite natural, exceto em pontos específicos entre um e outro, com algumas partes escuras e sem visão.

Mandy não parecia muito alegre com o estranho silêncio, olhando sempre atenta para o lados, principalmente sempre que passavam pelos pontos escuros. Apesar de ser possível ver algumas famílias jantando dentro de suas casas, a rua parecia um lugar a parte. Não estava tarde, então, vez ou outra passavam algumas pessoas de bicicleta e outras conversando em pares ou trios, mas era um pouco raro. Após caminharem por alguns segundos, sabe-se lá de onde, surgia o mesmo grupo de garotos que anteriormente haviam desaparecido. Como em um flash, o maior de todos, pulava na frente de nossa heroína achando que gostaria da brincadeira... Certamente não a conhecia.

— E aí, tudo bem, gatinha? — riu, jogando um pouco sua franja acastanhada para o lado e evidenciando um pouco seus olhos azulados como o mar — Percebi que estava na casa da bruxa... Até apostei com meus amigos que você não conseguiria sair viva de lá. — abaixou o tom de voz, como quem contasse um segredo; seus amigos riam — Ela vive reclusa naquela casa e não conversa com ninguém... Dizem as más línguas até que matou seu marido e por isso é cheia de marcas no corpo. — parou por um segundo, percebendo a presença de Mandy e indo acariciá-la — Que gracinh-

Antes mesmo que pudesse terminar sua frase, a lagarta lascava uma de suas unhas no rosto do rapaz. Não era do feitio da Pokémon fazer tal coisa, mas por algum motivo a fiel escudeira de Aiko não havia gostado nada do que o rapaz havia falado; ou simplesmente estava irritada pelo susto, mas, sabe-se lá, né? Dizem que os monstrinhos de bolso sentem naturalmente a aura das pessoas.

O garoto recuava imediatamente, dando um leve grito de reflexo. Agora um pouco mais distante, Aiko conseguia ver totalmente como o garoto era: alto, com um cabelo castanho curto e mal penteado, trajando roupas despojadas porém de um marca bem famosa e cara na região de Kalos — claramente se tratava de uma pessoa bem de vida. O restante dos rapazes não eram tão bem apresentados, ficando todos extremamente chocados com a atitude de Mandy.

— Você está bem, Luke? — perguntou um dos rapazes mais atrás.

— Que merda de Pokémon idiota! — exclamou o agora nominável rapaz intrometido, que rapidamente empunhou uma esfera bicolor — Me peça desculpas ou terei que ensinar vocês a terem um pingo de educação na marra!




Off:
Não se preocupe! Se algum dia for se ausentar por muito tempo, só me avise para que eu não tranque a rota!

P.S.: O NPC é o do gif no começo do template x)


_________________
#001 Oringal2
#001 EAHKxXN
#001 Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Billie Eilish em Sab 15 Jun 2019 - 18:48


A cidade de Littleroot já não era mais a mesma desde o momento que a garota havia entrado na residência de Lily; a lua que anteriormente parecia acordar tímida já se mostrava completamente, Nuvens cobriam a mesma temporariamente, deixando alguns pontos específicos um verdadeiro breu.  Aiko, embora gostasse mais da noite do que do dia, sua companheira era totalmente o contrário; Mandy não se sentia completamente bem, sendo uma Pokémon muito mais diurna do que noturna, e por isso a Pokémon mantinha-se um pouco assustada, caminhando com o seu rabo levantado para que a pequena chama pudesse ajudar a iluminar.
— Ei, garota, vem cá. — Aiko sorriu para a sua amiga Pokémon, fazendo com que a distância entre as duas - mesmo que ínfimo - se tornasse ainda menor. A treinadora pousou a mão na cabeça da pequena lagarta, acariciando-a. — Não precisa ter medo, não vai acontecer nada. — Passaram pelo local que antes estava acontecendo algum tipo de reunião de meninos e o único barulho que vinha das redondezas era da TV que ainda estava ligada. Garrafas se espalhavam pelo local e a garota de cabelos brancos conseguiu identificar uma marca de cerveja. Mandy grunhiu, como se estivesse reclamando. A sua treinadora havia prometido anteriormente que iria levá-la até aquelas pessoas, mas ali já não havia nenhuma alma viva. As duas continuaram andando enquanto a treinadora tentava formular alguma desculpa para a Charmander, mas isso não foi mais necessário; o mesmo grupo apareceu diante das duas. Não era nem preciso olhar para a sua Pokémon para saber que a mesma havia despertado a sua atenção.
Aiko estava pensando e analisando o grupo, pensando se deveria socializar com aqueles seres; em seus pensamentos não foi capaz de ver o mais alto deles pulando na frente das duas, assustando-as.
Susto é algo que não deixa Aiko feliz e aquilo era visível pela sua expressão de raiva. O garoto, audacioso, parecia dar levemente em cima da treinadora e em seguida caçoou da velha Lily, dizendo inclusive uma preocupante história acerca de seu marido.
Aiko cruzou os braços, olhando o acastanhado diretamente nos olhos. — Dá o fora. Não tenho tempo para um moleque como você. Pouco me interessa as suas apostas e o que você diz de Lily. — Descruzou os braços apenas para retirar algumas mechas do longo cabelo branco de seu rosto. — Então, deixe-me passar. — O garoto havia percebido só agora a presença da salamandra ao lado da garota, ousando aproximar-se para acariciar a pequena. Mas o que fez Aiko sentir-se maravilhada com a cena foi ver Mandy desferir um golpe direto contra o ser, rasgando o rosto do garoto idiota. Segurou a risada a treinadora ao ouvir o grito do rapaz, distanciando-se das duas e permitindo que a garota percebesse a sua vestimenta e suas características. Diferenciava-se de seu grupo, visto que a garota reconhecia aquela marca de roupa que cobria o corpo do rapaz ensanguentado, sendo ela uma marca cara de Kalos. O pai da garota havia algumas daquela, compradas quando o cantor fez uma turnê de shows na região. Algum dos garotos perguntava sobre o rapaz, preocupados com as suas condições físicas.
A sua feição de raiva era mais do que clara, confirmando o sentimento após o garoto - Aiko agora sabia que seu nome na verdade era Luke - desferir palavras de ódio contra a Charmander. O garoto, pondo-se de pé, sacou uma Pokébola e ameaçando a garota.
— Ué, Luke Ao falar o nome do rapaz, usou do deboche para implicar, esperando deixá-lo mais irritado. — Vai fazer o que? Me desafiar para uma batalha Pokémon? Ah, faça-me o favor. Acho que vou ficar com as desculpas para mim mesmo. Talvez alguém precise mais delas do que você. — Ergueu a sobrancelha direita, esperando a reação de Luke.
littleroot
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Karinna em Seg 17 Jun 2019 - 15:15

001!
6:11pm

A situação escalou muito rápido.

Em menos de um minuto Luke aparecia na frente de nossas heroínas, debochava da velha e enferma senhora que morava há alguns metros e, por fim, ainda tomava um arranhão no rosto — este último um estimado presente de Charmander. Além disso, Aiko não parecia estar com nenhuma disposição para lidar com aqueles garotos infantis, principalmente após a ameaça vazia do jovem moreno de "ensiná-las" a ter educação, até mesmo rindo do que Mandy fez. Boa garota.

Os outros rapazes burburinhavam atrás do rapaz, alguns incrédulos com a atitude da Pokémon de fogo, enquanto outros começaram a gritar coisas como "acabe com elas!", "elas só vão passar se pedirem desculpas!" e coisas do gênero. Luke ergueu a mão e todos se calaram: claramente ele mandava e desmandava naquele grupo de garotos, talvez por ter um poder aquisitivo maior que os demais. Típico grupinho de jovens-adolescentes.

— Você não tem escolha, docinho. — riu, jogando sua esfera bicolor para o alto, revelando um Taillow tão cheio de si quanto o dono, que pousou no chão com o peito estufado — Só vai passar por aqui se me pedir desculpas ou me derrotar.

Luke deu uma gargalhada enquanto Mandy praticamente rosnava ao lado de nossa heroína. A salamandra abria seus punhos e mostrava suas garras; seu semblante era irritado, algo muito diferente do comum para a Pokémon. Olhou para Aiko como quem pedisse autorização para batalhar e calar a boca daqueles mauricinhos.

— Me parece que essa lagarta desaforada está a fim de bater de frente com meu Tufão!
— debochou, com o pássaro fazendo o mesmo em sua lingaguem ininteligível — Não vamos deixá-la de fora dessa! — deu outra gargalhada, apontando na direção de Mandy com o braço direito — Comece com Peck e em seguida Growl!



Off:
Billie, não sei se você usa discord, mas o fórum todo mundo conversa por lá e é bem ativo! Posso te mandar o link com o convite se quiser x)


_________________
#001 Oringal2
#001 EAHKxXN
#001 Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Billie Eilish em Qua 19 Jun 2019 - 21:39


Aiko estava ligeiramente tensa; aquela seria a sua primeira batalha Pokémon e provavelmente iria marcá-la pelo resto de sua jornada como treinadora. Não iria mentir; suas pernas poderiam estar levemente bambas, mas não iria demonstrar o seu nervosismo, conseguindo controlar as suas emoções. Sua expressão continuava a mesma desde o início da discussão; fria e debochada. Observar os “companheiros” de Luke apenas certificava a garota daquilo que já transitava por sua mente; era apenas um bando de pau-mandado do outro treinador. Os gritos em prol de Luke irritaram levemente a garota, resolvendo pronunciar-se.
— Ei. Por que vocês não vão buscar a identidade de vocês mesmos? Ficar as sombras de um babaca não é algo que vai lhes garantir um futuro. — Ao terminar de falar, olhou para Luke com um sorriso preenchido com escárnio, combinando com a sobrancelha erguida de Aiko. Uma mecha branca caiu por cima de seu olho, garantindo-a também uma certa sensualidade.
Atentou-se a fala do garoto enquanto este soltava de uma pokébola um Pokémon voador. Aiko reconheceu que tratava-se de um Taillow, mas não deixaria a oportunidade passar; sacou a sua PokéDex, recolhendo as informações do mais novo Pokémon adicionado.
— Docinho? — Guardou o dispositivo no bolso traseiro de sua calça, dando uma leve risada sarcástica. Cruzou os braços. — Seguinte. Se você ganhar de mim, eu irei me desculpar e de quebra ainda te dou os Pk$500 que eu iria ganhar da senhora. — Observou o Taillow de Luke; provavelmente se o garoto fosse um Pokémon, seria como o pássaro. — Agora... caso eu vença, vocês terão que ir até a casa da senhora Lily e passar o resto do dia fazendo companhia para ela. E vocês vão ser educados e gentis. — Não sabia exatamente o por quê de estar fazendo aquilo, mas Aiko sabia que companhia faria bem a senhora.  Mandy estava bem animada e voraz para a sua primeira batalha, e Aiko não poderia impedi-la; fez que sim com a cabeça. Mais ofensas partiram do garoto e a treinadora ainda continuava fria perante a situação, mas não pode segurar a gargalhada. — Como é que é? Você chama o meu Pokémon de lagarta desaforada enquanto apelida o seu de “Tufão”? — Amarrou os cabelos brancos em um coque enquanto ainda ria do garoto. — Faz-me rir. Mandy, eu confio em você, amiga. Ele é um Pokémon voador, então provavelmente vai atacar de cima para baixo sempre. Procure algum lugar que dê para se proteger e quando ele chegar para te atacar, use as suas garras para dar um Scratch e retribua com um Growl! — Esperava que a sua estratégia desse certo, mas não duvidaria de nada por se tratar de sua primeira batalha.
littleroot
OFF:
- Eu uso sim Karinna, só o nick não é o mesmo que o do fórum XD mas obrigado btw.
Billie Eilish
Billie Eilish
Treinadora

Treinadora

Alertas :
#001 Left_bar_bleue0 / 100 / 10#001 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

#001 Empty Re: #001

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum