Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

02 - A História Sem Fim

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Serafini Ter Dez 01 2020, 16:21

A História Sem Fim
Ao chegar em Lavender já fui informada por treinadores ansiosos sobre as especulações de onde eles começariam, alguns davam certeza de quais pokémon apareceriam em cada parte da rota, outros pareciam incertos, mas eu como estava de curiosa não podia perguntar nada.

Decidi que iria pelo caminho da mata, alguns dos pokémon citados me chamaram mais a atenção.

Cherry estava animada, a pokémon fada estava sempre de bom humor, apesar de já ter evoluído, Clefairy se permanecia uma grande criança, estendi a mão para que ela pudesse pegar.

Ela gostava de caminhar de mãos dadas, agora que eu não conseguia mais carregá-la no colo. Andamos pela rota por alguns minutos.

— Olha aqui! — eu disse abrindo a mochila para ela e mostrando o ovo de pokémon — Vai ser seu novo amigo!

Cherry parecia fascinada, mais um amigo para o time, apesar de ser uma criançona, Clefairy não sentia ciúmes de outros pokémon, quanto mais melhor para a fada e isso me agradava muito, eu não gostaria de ter um pokémon possessivo.
►Party
Cherry
Lv22
Cute Charm
Pitaya
Lv11
Sap Sipper
Misdreavus Egg
01/40
Levitate

Off:
Trajeto da mata, narrador, vamos nessa e vamos nos divertir!
Serafini
Serafini
Treinadora

Treinadora

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Renzinho Qui Dez 03 2020, 11:33

Endless Cuteness
Lavender havia se tornado um destino bastante popular na última semana, com várias pessoas — em sua maioria treinadores — lotando suas ruas, pousadas e quartos no Centro Pokémon. E desconfio que não seja por conta de Finados; muito menos pelo tal Día de Los Muertos ou qualquer coisa do tipo. Oh não, isso provavelmente era obra de um anúncio liberado pelo casal das Sanders, que rapidamente viralizou e espalhou-se Kanto afora; atingindo até mesmo regiões mais longínquas.

Aparentemente, saber que monstrinhos raros estavam soltos por aí; e que você poderia ir até lá para capturá-los ao mesmo tempo em que ajuda a sociedade era bastante... atraente. Algumas pessoas, no entanto, estavam ali por um motivo muito mais simples, honesto e adorável: fazer novos amigos. Era o exemplo de Felicity e sua fiel Clefairy. Haviam saído de um adorável passeio no parque; onde encontraram um gentil dragão ancião, que fez questão de ser um grande companheiro.

Depois, ganharam alguns mimos; ainda que eu fosse ficar um pouco desconfiado — imagine só, uma garota punk com tatuagens e adornos faciais metálicos, saindo por aí dando ovos e emblemas de corações para a primeira moçoila fofa que via em sua frente. Felizmente, Felicity era inocente e carismática demais para isso. No dia em que alguém fizesse algo de errado para aquela menina, o mundo ria chorar — e logo em seguida, espancar o responsável com a maior chuva de meteoros que conseguisse. Ainda bem que ela era amiga das fadas, normalmente invulneráveis a estrelas cadentes dracônicas. Não que eu saiba o por quê de isso fazer algum sentido, claro.

De qualquer forma, ambas treinadora e Pokémon pareciam ansiosas para sua próxima aventura. Era até animador de se ver, a alegria que Felicity e Cherry pareciam emitir. Em certo ponto, nas extremidades exteriores de Lavender, enquanto ambas caminhavam em rumo ao seu suposto destino, um garotinho aproximou-se, com a face voltada para baixo. Ele tinha cabelos castanho claros, espetados, grandes olhos também castanhos, e vestia um largo moletom esverdeado.

E-ei tia... — disse ele, quando estava próximo o bastante, puxando as mangas de sua blusa. — Será que você pode me ajudar...? — perguntou então, sem tirar os olhos da grama que cobria o chão, visivelmente envergonhado. Não parecia ser nada muito sério, provavelmente apenas algum drama infantil — e ele tinha noção disso. Mas não significava que não tentaria pedir o que desejava; seja lá o que fosse.

...E então?


02 - A História Sem Fim E6edd08e2e447c3b7ae41410246dd631


OFF:
Aaaaaaaaaaaaa
Oie :3
Serei seu narrador, espero que goste da rota <3

Felicity | Route Ten | Zoo Swarm


_________________
02 - A História Sem Fim YcHeqFO
Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy II

Especialista Fairy II

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Serafini Qui Dez 03 2020, 12:21

A História Sem Fim
Perdida nos meus pensamentos fui interrompida por uma criança, a surpresa de ser chamada de tia me fez soltar uma gargalhada inocente e espontânea, eu não era tão velha assim, mas aceitei a forma carinhosa de ser chamada.

— Oh! Claro, o que aconteceu?

E então eu agachei para ficar na altura do menino, nada pior do que conversar com alguém e ela não fazer um esforço para manter um contato visual ou te transparecer confiança.

Eu sabia bem como era isso, diversas vezes tentava conversar com adultos e era tratada como um grande neném ambulante, mesmo estando nos meus 10, 12 anos.

Cherry logo se aproximou do menino, tão curiosa e atenciosa quanto podia. A pequena fada rosada soltava pequenos grunhidos encorajadores, queria que o menino se sentisse confiante para conversar, essa pokémon não existia, sinceramente.

— Como você se chama?
►Party
Cherry
Lv22
Cute Charm
Pitaya
Lv11
Sap Sipper
Misdreavus Egg
02/40
Levitate

Off:
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA *3* <3 tenho certeza que vamos nos divertir, já dei uma cascada aqui kkkkkkkkk
Serafini
Serafini
Treinadora

Treinadora

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Renzinho Qui Dez 03 2020, 15:24

Endless Cuteness
As palavras costumam ser ditas, pela maior parte das pessoas, sem muito pensar. Apenas proferidas, jogadas ao vento, sem pouco se preocupar com qual efeito ou consequência elas poderiam trazer. Mas... Vez ou outra, elas são enunciadas com ternura, cuidadosamente calculadas. Ainda sendo ditas com inocência e certa espontaneidade, é claro, mas trazendo por trás de si mesmas uma preocupação muito maior. E são estas que mais importam.

Era possível notar esse quê na fala do pequenino, que parecia um pouco envergonhado, mas continuou ali, ao lado da mais velha. Ele conseguiu esboçar um sorriso tímido com a aproximação de Felicity, aparentemente grato por ela ter se abaixado. Sinceramente, esses adultos de hoje em dia... As crianças vão acabar tendo torcicolo, de tanto olhar para cima. Céus, onde está a empatia nos dias de hoje? Todo mundo só quer saber de sair jogando bolas em monstros selvagens...

Felizmente, havia ainda algumas boas almas naquele mundo, que paravam para olhar para baixo. Até por que, convenhamos, também não estavam lá muito no alto. E estes alguém eram justamente a jovem de claríssimas mechas castanhas, junta à fada amiga. Os olhinhos do garotinho brilharam, inclusive, quando este viu a pequena grunhindo e sorrindo, tentando conversar com ele. Então, o pequeno apontou para Cherry, fazendo um biquinho com a boca.

—  Será que... Será que você poderia me ajudar a encontrar algum amiguinho bonitinho igual a sua? —  perguntou ele, observando a Clefairy com seus grande globos castanhos. Depois, balançou a cabeça, como que tentando sair de um transe, após alguns poucos minutos sem responder o próximo questionamento da nativa de Hearthome. —  Meu nome...? E-eu sou o Houi! —  disse por fim, piscando repetidamente, quase como se fosse para assegurar que estava acordado, e pronunciando as palavras de forma correta.

Às vezes, permanecer sob as camadas da notoriedade tinha seus benefícios. Como, por exemplo, o encontro de duas almas igualmente puras e adoráveis. Mas... O que o destino poderia ter guardado para ambos? Bem, provavelmente só conseguiriam saber se continuassem ali, a interagir. As oportunidades eram relativamente vastas. E apesar de o caminho ser pré-determinado...

Só você pode dizer por qual caminho seguir.

OFF:
itiii
vai ser um prazer narrar uma gracinha igual a Felicity :3

Felicity | Route Ten | Zoo Swarm


_________________
02 - A História Sem Fim YcHeqFO
Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy II

Especialista Fairy II

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Serafini Qui Dez 03 2020, 15:41

A História Sem Fim
— Muito prazer, Houi, me chamo Felicity e essa aqui é a Cherry!

Eu disse apertando a mãozinha do garoto e logo em seguida Clefairy veio cumprimentá-lo com um abraço. A pokémon fada era assim mesmo, extremamente carinhosa e amigável.

— Claro que ajudo, vamos procurar um bem carinhoso igual a Cherry, o que você acha?

E então levantei procurando um lugar bom para caçar pokémon, eu precisaria ver um pokémon fofinho e inteligente para dar pro menino, assim ele se tornaria um bom treinador pokémon e no futuro poderia espalhar bons modos por toda região de Kanto.

Tive alguns encontros não muito agradáveis com crianças e pré-adolescentes e se eu pudesse encontrar pessoas mais amigáveis e torná-las exemplo eu o faria, nada pior que uma criança sem educação alguma.

— Você é daqui de Lavender mesmo, Houi? — enquanto caminhava a procura de um pokémo puxei assunto com a criança.
►Party
Cherry
Lv22
Cute Charm
Pitaya
Lv11
Sap Sipper
Misdreavus Egg
03/40
Levitate

Off:
achei esses gifs desse anime e to passando mal de fofuraaaaaaaaaaaa
Serafini
Serafini
Treinadora

Treinadora

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Renzinho Sex Dez 04 2020, 08:01

Endless Cuteness
A criança sorriu, aceitando de bom grado o abraço da feérica. Depois, colocou suas mãos pequeninas sobre a cabeça da Clefiry, acariciando-a. Pareciam realmente aproveitar a presença um do outro. Ele acenou para Felicity quando esta disse seu nome, como se estivesse cumprimentando-a também. Uma graça, de fato. E logo mais, os grandes olhos de Houi começaram a brilhar novamente, na clara expectativa daquilo que lhe fora dito.

É-é sério?! — perguntou, como se não pudesse acreditar. Ele bateu suas palmas, animado, e deu alguns pequenos pulinhos de alegria. — Eu tentei pedir para alguns moços que passaram aqui antes, mas eles mal olharam para mim... O único que chegou a me encarar, fez com que eu saísse correndo... — disse então, voltando sua face para baixo ao lembrar-se daquilo. Conforme foi dizendo as últimas palavras, aproximou-se da treinadora, para sussurrar a conclusão no ouvido da mesma. — E-ele dava medo.

Ele parecia ser realmente uma criança bastante inocente, alheio dentro de sua própria mente. Não que isso fosse ruim. Melhor assim que sendo uma grande conhecedor do pequeno e cruel mundo dos homens. Aparentemente, Felicity já havia encontrado outros jovens que não tiveram a mesma sorte. E imagino eu, que não tenha aproveitado muito a experiência; um dos motivos pelos quais decidira ajudar o pequeno. Manter uma alma pura é... importante, pois não.

O próximo questionamento pareceu deixar Houi um tanto quanto cabisbaixo. Ele colocou os braços para baixo, enrolando as mãozinhas em sua blusa, contorcendo-a. Parecia não ser um tratamento muito bom para o tecido, mas de alguma forma, fazia com que o menino relaxasse. — Eu... A gente mora em Ce-ru-le-an — disse, soletrando o nome da cidade, talvez para garantir que estava dizendo a palavra corretamente. Pareceu ficar relativamente satisfeito com o resultado, mas isso não amenizou sua expressão tristonha.

Ma-mas alguns dias atrás... Mamãe começou a não passar muito bem... — continuou por fim, dizendo a frase com certa dificuldade; mas provavelmente pela emoção. — Então, ela disse para o Papai que queria vir para cá. Para... facilitar tudo? — perguntou a si mesmo, tentando lembrar-se do que ouvira ser dito. — E agora ela está descansando em um quartinho, na melhor cama que consegui encontrar! — concluiu por fim, batendo no peito, orgulhoso de seu feito.

Logo em seguida, ele tornou a olhar para cima, para o céu longínquo. Estava relativamente nublado; e os pequenos pedaços de azul no céu pareciam, de certa forma, tristes e fracos. Quase como se, ao pintar aquela tela, a tinta azulada estivesse acabando, deixando tudo imerso em uma imensidão cinza. Houi ficou olhando para o céu um tempo, antes de voltar a conversar. — É por isso que eu quero capturar um monstrinho que seja fofinha igual a sua! Para fazer mamãe melhorar. Ela dizia que seus pais nunca deixavam ela brincar com os Pokémon...

OFF:
aaaa eles são um amor mesmo ksdkdsksdksd
acho que já vi alguém usando em uma rota minha, mas não lembro direito

Felicity | Route Ten | Zoo Swarm


_________________
02 - A História Sem Fim YcHeqFO
Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy II

Especialista Fairy II

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Serafini Sab Dez 05 2020, 22:02

A História Sem Fim
Enquanto caminhávamos, Houi começou a contar sua história, como eu havia pensado ele tinha por encontrado alguns treinadores egoístas e mesquinhos no caminho. Todo mundo já foi criança um dia, sem saber direito sobre o mundo, apenas tentando o seu melhor para se sair bem e fazer amigos.

— Não ligue para eles... — eu dizia perdida nos pensamentos — Principalmente para quem te assusta, saia de perto e procure por ajuda!

Mas logo sua história tomou um rumo pelo qual eu não me sentia tão confortável assim. A criança, na sua inocência, não entendia a gravidade da situação. Lavender era uma cidade famosa por ter um dos melhores cemitérios da região de Kanto, tanto pokémon quanto humano...

— Que bom, Houi, que você conseguiu o melhor lugar para sua mãe, ela deve estar muito contente! — disse enquanto engolia seco, era algo que mexia comigo.

Uma criança não merecia perder sua mãe, principalmente uma criança tão inocente quanto o garoto. Fiquei pensativa por um tempo, voltando à realidade quanto o menino me contara o motivo pelo qual ele estava procurando um pokémon, sem saber, ele estaria realizando um último desejo de sua mãe.

Sem saber, Houi estava procurando por um pokémon para lhe fazer companhia quando sua mãe partisse, por isso o pokémon deveria ser o mais perfeito possível, e eu faria questão de encontrá-lo.

— Tenho certeza que sua mãe vai se divertir muito com o seu novo pokémon, o que você está fazendo é muito nobre... — e então parei de supetão, agachando novamente para conversar com a criança — É uma atitude muito bonita, você está atrás de um presente perfeito para sua mamãe, continue sempre sendo essa criança doce e atenciosa, nunca se esqueça disso!
►Party
Cherry
Lv22
Cute Charm
Pitaya
Lv11
Sap Sipper
Misdreavus Egg
04/40
Levitate

Off:
Eita pesou o clima kkkkkkkk
Serafini
Serafini
Treinadora

Treinadora

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Renzinho Dom Dez 06 2020, 14:00

Endless Cuteness
Às vezes, encontramos pequenos bolhas de tempo e sentimentos, espelhadas por aí. Um pequeno mundo, isolado daquele tão maior e mais... cruel. Um lugar no qual a esperança perpetua-se, ou então, consome a si mesma. O planeta é de fato vasto, mas vez ou outra, o melhor que podemos fazer é esquecer dele. Viver algo apenas nosso, à parte. Alguns diriam que é egoísmo, mas quem sabe, é apenas uma necessidade da alma, um ímpeto irracional que posteriormente, será motivo de crescimento.

Como por exemplo, a vontade de ajudar. De ser útil. Não importa muito o que os outros irão pensar ou dizer: a insistência na tarefa estará ali, perpetuando até que o sucesso seja encontrado. Para alguns, não importa muito o que há nos arredores; desde que o objetivo seja concluído. Chame de inocência ou ignorância, mas é um feitio humano, que acomete até mesmo a menor das existências da espécie. Como as doces crianças, que davam o seu máximo para serem notadas, mas sem notar o que está ao seu redor.

Tal qual o pequeno Houi. Com algumas poucas palavras, ele depositava sobre Felicity uma preocupação; mesmo sem saber que havia feito. O jovenzinho brincava com Cherry, batendo suas delicadas palmas contra as mãozinhas da feérica, mas prestava atenção em cada uma das palavras da mais velha, balançando a cabeça afirmativamente para demonstrar que ouvia. Parecia contente em escutar as palavras da treinadora, que incentivava sua ação de carinho para a mãe.

Ele mostrou um sorriso por fim, soltando a mão da monstrinha. — O-obrigado... — murmurou, ainda um pouquinho tímido. Então, parou subitamente de andar, e apontou para um ponto à sua frente, onde a grama tornava-se um pouco mais densa. — Deveríamos ir até ali...? A tia da escola sempre falava que os bichinhos gostam de ficar no matinho. Mas eu nunca... parei para ver, acho.

OFF:
pode fazer o sorteio de Alola-Lavender :3

Felicity | Route Ten | Zoo Swarm


_________________
02 - A História Sem Fim YcHeqFO
Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy II

Especialista Fairy II

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Serafini Dom Dez 06 2020, 14:28

A História Sem Fim
Os dois pequenos se divertiam, fiquei grata por Cherry saber distrair o menino num momento tão delicado. Ambos eram puros de coração, duas crianças, independente de serem humano e pokémon, eles se entendiam num nível que eu não mais conseguia.

Eu já era uma mulher adulta, apesar de ser como sou, eu já não tinha a inocência de uma criança, e ter Clefairy ao meu lado me permite acessar esse sentimento de pureza, essa conexão.

— Será? Vamos ver! — respondi animada.

E agarrei a mão do menino, o trazendo para mais perto, às vezes um pokémon poderia atacar ou sair de sua toca e assustar Houi, e eu não deixaria que ele acabasse correndo pela rota e se perdendo por ela, afinal estávamos numa área mais afastada, de mata.

O que será que encontraríamos? Um pokémon raro? Eu esperava por um pokémon carinhoso e atencioso para que Houi pudesse se sentir bem e criasse uma ligação.
►Party
Cherry
Lv22
Cute Charm
Pitaya
Lv11
Sap Sipper
Misdreavus Egg
05/40
Levitate
Serafini
Serafini
Treinadora

Treinadora

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Red Dom Dez 06 2020, 14:28

O membro 'Serafini' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'[SWARM] Alola-Lavend' :
02 - A História Sem Fim Cutiefly

_________________
02 - A História Sem Fim B6gINSq
Red
Red
Administrador

Administrador

Alertas :
02 - A História Sem Fim Left_bar_bleue0 / 100 / 1002 - A História Sem Fim Right_bar_bleue


https://pokemyrpg.forumeiros.com

Ir para o topo Ir para baixo

02 - A História Sem Fim Empty Re: 02 - A História Sem Fim

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Ir para o topo Ir para baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos