Pokémon Mythology RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Rayssa.bolt em Qui 30 Abr - 15:46

Remember Me


Mattew era quem chegava primeiro, se muito um minuto antes do horário combinado, uma pontualidade britânica de quem já estava começando a se acostumar com o trajeto entre a sede e o restaurante. ao chegar no estabelecimento começava a divagar a respeito da pokemon que era o símbolo do Senkyuu Cabaret, Flogers, e se atrairia pessoas caso fizesse algo ao estilo Kimono girls, e espalhar a beleza daquele pokemon que tanto apreciava pelo mundo... suas divagações o levaram a pensar em Isis, a pokemon que estava com Ren, e a aspirante a coordenadora que tinha sido a inspiração para seu nome... Com tanto em mente foi a voz de Lilith que lhe trouxe de volta lhe chamando a atenção, lhe mostrando sua mesa (havia separado a melhor do estabelecimento, e perguntando se ja desejava pedir algo. pediu alguns aperitivos de entrada e aguardava o rapas rosáceo...
Ren havia se dado ao luxo de ficar mais cinco minutinhos em companhia da pokemon ao qual tanto se afeiçoara, e chegava alguns segundos depois dos aperitivos serem servidos, cumprimentava o Ás meio sem jeito e incerto sobre o quão formal deveria soar, se esquecendo de desfaçar o ar melancólico pela despedida. Lilith logo retornava, e perguntava se gostariam de olhar o cardápio, agia de maneira extremamente profissional, e sempre com um largo sorriso no rosto



PROGRESSOS DA ROTA - Thito:


(time temporário e interpretativo
Fera - Emboar - Electabuzz - Druddigon - Clefable - Pachirisu

EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:
Ládôn recebeu 1278 de xp e 3 de felicidade por dominar Facade, subiu para o Lvl 33
Electabuzz recebeu 1752 de xp e +2 de bonus def
Fera recebeu 2745 de Xp e mais 2 de Hap por vitória contra Pelipper
Pelipper foi capturado com sucesso
Electabuzz recebeu 4500 de experiência subindo para o level 40
Electabuzz evoluiu em Electivire +10 de hap pela batalha e evo


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02


Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]

Total: 13

+1 por captura de sealvagem
+1 por vitória sobre um sealvagem
+3 evo pokemon com lvl 31 ou mais como requisito


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:



Total: 00



-

PROGRESSOS DA ROTA - Renzinho:


EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]

Total: 00


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:


Total: 00


-


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Mathito em Qui 30 Abr - 17:19


A Lembrança de um Pai



Assim que recebido, fui direcionado a mesa que reservei. Ficava bem no centro do estabelecimento, iluminado por um lustre belíssimo. Estava muito contente pelo resultado na decoração. Os detalhes em ouro apresentavam a elegância de um restaurante classe S, mesmo sendo nosso primeiro.

Me sentava após retirar o sobretudo, depositando-o nas costas da cadeira. Me trouxeram uma pasta de humus acompanhado por broas e uma taça de água. Não muito depois de mim, avistava o jovem que encontrei no Centro Pokémon logo antes de me aventurar em Forina. Ela não sabia muito bem o que eu, ou melhor, o Thito, usei ela no Teatro, mas foi de boa ajuda. E como sempre, estava ali para honrar minha palavra e devolver o que não era meu.

Ren! Obrigado por aceitar o convite — me levantei, apontando a cadeira para que ele se sentasse. — Vou pedir para adiantarem nossa refeição.

Levantava o indicador e aguardava até que fosse novamente atendido para fazer nosso pedido. Não queria um tratamento diferenciado do restante do nosso público, que aliás, pareciam gostar muito das opções veganas. Eu gostava muito de carnes, mas depois de ter uma relação tão profunda com os meus Pokémon me parecia cruel oferecer matança num restaurantes de treinadores. Aquele ambiente devia beirar vida e alegria. Ao menos assim desejava.

Pode trazer as entradas e o prato principal... nos surpreenda. Para beber, uma jarra de gin com frutos vermelhos. Suave, por favor! — Pedia, assim que atendido.

Pisquei para o garoto de madeixas rosadas ao pedir gin. Sabia que Ren era menor de idade, mas estava acompanhado de alguém maior e atualmente responsável por ele, então só permitiria que bebesse uma taça. Meu sorriso quase entregava que éramos dois jovens aprontando na noite, mas não esperava que ninguém ali contrariasse minha decisão. E eu também tive o cuidado de me vestir com elegância. Quando se está nos bastidores de grandes eventos, meio que somos obrigados a aprender a nos vestir para toda ocasião.

Me conta Ren, como está sendo sua jornada! Não tivemos muito tempo para conversar da primeira vez que nos encontramos. Gostaria de conhecer melhor o mais recente agente da Ouros.

Comia uma broa com a pasta enquanto aguardava por sua história. Queria saber mais dele para entender como enquadraria o menino na divisão. Tatsuo era meu redator. Dominic não reclamava em batalhas - tanto de bater quanto apanhar. Quem Ren seria, se eu já era o rostinho bonito e a mente arquiteta da divisão?


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 W5hlBHq Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 NlM6DDG Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Gmru5YM Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 YBCZFBe Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 JGaVm8I
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Jm9antl Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 GPrrVl7 Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 PIqk3hZ Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 M0fV8si
THITO É UMA MÁSCARA/PERSONA CRIADA PARA ESCONDER A IDENTIDADE DO MATTHEW. SE ELE NÃO CONTOU PARA VOCÊ OU NÃO DEIXOU PISTAS, POR FAVOR, EVITE AS RELAÇÕES ENTRE AS PERSONALIDADES, GRATO.
Mathito
Mathito
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Renzinho em Qui 30 Abr - 18:24

 
❁      Memories of Today

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Pokemaster_270384



Slateport Streets


Como foi-lhe pedido (e como já pretendia fazer), Ren sentou-se na outra cadeira da mesa em que Matthew estava. Lillith, a atendente, logo aproximou-se para anotar o pedido de seu chefe. — Ah, não foi nada! Eu que agradeço. — respondeu o mono treinador.

O loiro logo tomava a iniciativa e pedia. Parecia conhecer bem aquele cardápio, com todas suas maravilhas veganas. Era reconfortante saber que nenhum pokémon fora machucado em processo algum. Ren arqueara uma de suas sobrancelhas, exibindo um sorriso de canto quanto Matthew pedia pela bebida alcoólica. Ah, ele parecia saber muito bem que o garoto era um menor de idade, mas isso não parecia impedi-lo. Além disso, não era como se o chefe de Ren estivesse tentando deixá-lo bêbado, certo? Seriam apenas alguns goles...

O que mais pegou o aprendiz de surpresa fora a pergunta de seu chefe, em relação a sua jornada. — Eu diria que está sendo... Corrida. — começou ele, sorrindo um pouco, como se pensasse em todas as coisas que andou fazendo. — Foram tantas as coisas que aconteceram desde que saí de casa... Nem sei mais se parece muito ou pouco tempo. — riu de si mesmo.

Mas estou gostando. Definitivamente melhor que ficar trancafiado em Petalburg. Participei do Teatro de Forina, enfrentei a estranha tempestade da Rota 121, até consegui participar do Battle Tower! — exclamou, animado consigo mesmo, como se não pudesse acreditar que havia passado por tantas coisas em um intervalo tão curto de tempo. Poderia-se dizer que os olhos do mono treinador brilhavam enquanto citava os fatos.

Recentemente, ontem, sendo mais exato, eu voltei para Forina. Mas por motivos bem distintos daqueles de quando nos vimos pela primeira vez. — disse, enquanto escolhia um pedacinho da broa para apreciar. — Foi um pedido de Lisia. Fui atrás dela, pedindo conselhos, uma oportunidade. Afinal, ela é uma grande treinadora de tipos fada, além de uma exímia coordenadora e pop star. — comentou, após encarar a broa em suas mãos por cerca de um minuto, para enfim saboreá-la lentamente. Estava perfeita.

Estava na creche local. Kindergarten's Rainbow, já ouviu falar? Bem, o fato é que a cidade está passando por algumas dificuldades financeiras, não é mais como um dia já foi. — continuou, agora brincando com uma mecha de seus fios rosas, um pouco distraído. — Passei um dia com as crianças, fazendo um evento de reabertura da creche, após terem recebido alguns investimentos. Ajudei na decoração, entretenimento, e até mesmo com uma burocracia interna!

Ren arrepiou-se apenas de lembrar da sala circular na qual tanto fora julgado pelas três feiras. Era grato a sua amiga Lily que também estava lá, e salvou-o das monstruosas irmãs. — Acho que posso chamar de... Serviço voluntário? Senão, algo semelhante. Foi bem gostoso, foram poucas as vezes em que me senti tão bem. Até fiz uma pequena apresentação aos moldes de Contests! — disse, mais uma vez orgulhoso de si mesmo. Então notou que talvez estivesse sendo arrogante demais, então fez questão de "baixar a bola". — Mas nada demais, apenas algo belo para que pudéssemos divertir-nos e relaxar.

Acima de tudo, devo dizer que conheci pessoas, pokémon e lugares maravilhosos, que vou guardar dentro de meu coração e memórias para sempre. — concluiu, após uma longa inspiração. Parecia-lhe ser um bom resumo dos fatos importantes que havia feito até então. — Ah, desculpe, acho que acabei falando demais. —  repreendeu a si mesmo assim que terminou, temendo ter excedido o limite.

E você, Matthew? Já é treinador há um bom tempo, não? Como foram as coisas desde então? Imagino que tenha passado por muita coisa... —  perguntou, em uma mistura de curiosidade e dúvida. Tinha falado bastante sobre si mesmo. Gostaria de ouvir um pouco sobre o Ás também.

Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy I

Especialista Fairy I

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Rayssa.bolt em Qui 30 Abr - 19:25

@Rayssa.bolt escreveu:
Remember Me


Assim que era recebido pelo Ás Ren era convidado a se sentar para comer e beber um pouco junto com Mattew, que sempre era pego admirando o belo resultado da decoração do estabelecimento, mas com a chegada do jovem, passou a lhe dar atenção e fazer algumas perguntas a respeito da jornada jo jovem de cabelos rosas. Esse então se distrai em uma longa fala onde fala a respeito de várias experiências que vivera desde que o tinha visto pela primeira vez, e não conseguia deixar de se pagar imaginando o quão distante aquele dia parecia... e de sua partida de Petalburg então.. pareciam mesmo eras atrás... Ao perceber que poderia estar falando demais, o jovem mono treinador devolve a pergunta, igualmente curioso a respeito da jornada do loiro. Mas eis que antes que o Ás pudesse responder, ouviam um educado "-Com licença.." e lilith lhes servia uma bela entrada, uma variação vegana da deliciosa salada de alface


Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 SSUgtqX




PROGRESSOS DA ROTA - Thito:


(time temporário e interpretativo
Fera - Emboar - Electabuzz - Druddigon - Clefable - Pachirisu

EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:
Ládôn recebeu 1278 de xp e 3 de felicidade por dominar Facade, subiu para o Lvl 33
Electabuzz recebeu 1752 de xp e +2 de bonus def
Fera recebeu 2745 de Xp e mais 2 de Hap por vitória contra Pelipper
Pelipper foi capturado com sucesso
Electabuzz recebeu 4500 de experiência subindo para o level 40
Electabuzz evoluiu em Electivire +10 de hap pela batalha e evo


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02


Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]


Total: 13

+1 por captura de sealvagem
+1 por vitória sobre um sealvagem
+3 evo pokemon com lvl 31 ou mais como requisito


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:




Total: 00



-

PROGRESSOS DA ROTA - Renzinho:


EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]


Total: 00


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:



Total: 00


-


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Mathito em Qui 30 Abr - 21:21


A Lembrança de um Pai



Não havia nada em mal por falar demais, aliás, não fora eu quem o tinha pedido para falar? Pois bem, Ren era realmente um jovem treinador, mas que parecia estar bem focado, principalmente com concursos e o tipo do ginásio de Lisia. Ainda não tinha tido a oportunidade de desafiá-la, e pensava muito se o faria tão logo, mas me recordava dele comentar de estar se especializando em apenas um tipo. Seria os Fairy? Me recordo de ter pensado muito em me tornar especialista em Water, assim como meu pai, mas não me via tão preso a um recorte de criação tendo inúmeros Pokémon para se criar relações. Se eu tivesse escolhido esse caminho, nunca teria conhecido Mr. Pig e meu Eros provavelmente seria um Vaporeon a esta altura. Então escolhi meu Totodile, como forma de honrar meu velho e seguir meu coração.

Estava para respondê-lo quando as entradas chegaram. Agradeci e pedi para que Ren aproveitasse a refeição. Antes de comer, eu aproveitava para falar.

Estou em jornada tem alguns anos. Vi e vivi muitas coisas, sempre em aventuras e cheio de adrenalina, passando por Kanto e agora Hoenn — eu dava uma gargalhada tímida até lembra o desastre que me aprisiona por aqui. — Mas penso sempre em voltar para Johto assim que possível. É lá que está minha mãe e o meu futuro.

Baixei o olhar para a salada. Estava bem colorida, mas ainda permitia que o verde saudável das folhas sobressaíssem o prato.

Desculpa, o passado para mim é sempre um desafio. É por isso que prefiro viver o presente e planejar o futuro a remoer o que já passou! Acredito que tudo que vivemos até hoje ajuda a nos moldar. É preciso ter consciência disso sem olhar demais para trás, só o suficiente para lembrar das origens, das vitórias e das derrotas que não ajudam a evoluir todos os dias.

Gostaria de poder viver aquele conselho, mas enquanto não houvesse justiça sobre a memória de meu pai, eu não teria paz. Mas isso era pessoal demais. Não iria incomodar ninguém, nunca, com isso a menos que precisasse de ajuda para realizar algo que fosse perigoso sozinho.

Comia um pouco mais da minha entrada antes do prato principal chegar. Não precisávamos terminar de comer aquilo tudo, apenas por tempo o suficiente do prato ser trocado.

Hm.. mas é interessante que goste de concursos. Temos poucos membros na agência que tenham habilidades e carisma com público. Só não se permita nunca ficar à sombra de alguém, principalmente se for muito famosa.

Claro que era uma farpa à Lisia. Tivemos nossas diferenças quando ela esteve presente para julgar o contest de Lillycove na qual Thito foi premiado, mas ao invés de tê-lo escolhido como aprendiz, preferiu Ruby. Desde então Lisia não passa de mais uma rival a ser superada no palco.


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 W5hlBHq Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 NlM6DDG Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Gmru5YM Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 YBCZFBe Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 JGaVm8I
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Jm9antl Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 GPrrVl7 Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 PIqk3hZ Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 M0fV8si
THITO É UMA MÁSCARA/PERSONA CRIADA PARA ESCONDER A IDENTIDADE DO MATTHEW. SE ELE NÃO CONTOU PARA VOCÊ OU NÃO DEIXOU PISTAS, POR FAVOR, EVITE AS RELAÇÕES ENTRE AS PERSONALIDADES, GRATO.
Mathito
Mathito
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Renzinho em Qui 30 Abr - 21:55

 
❁      Memories of Today

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Pokemaster_270384



Slateport Streets


Ren gostava de saladas. Ah, se gostava. A entrada trazida por Lillith, então, era uma agradável surpresa. E saborosa também. O mono treinador comeu toda a porção que tinha em seu prato enquanto ouvia Matthew falar. E de fato, o loiro parecia ter passado por bastantes coisas.

Entendo. Nunca viajei muito antes de sair de casa, mas quem sabe um dia não me torno tão experiente quanto você? — comentou rindo, assim que terminou de engolir seu pedaço de rabanete. — Que bom que você tem uma boa relação com seus pais. Não posso dizer o mesmo de mim.

Tal como o loiro, Ren também tinha seus fatos passados com os quais não se sentia à vontade para comentar, então respeitou a decisão de seu superior, concordando com a cabeça quando este terminou de falar. Todos têm seus próprios demônios. E eles não costumam ser bonitos.

Esperou pelo próximo prato enquanto escutava o Ás comentar sobre o interesse que Ren dizia ter. — Eu gosto do espírito e ideias que os concursos trazem. É algo diferente das incessantes batalhas, e gosto disso. Ver a beleza no laço entre pokémon e treinadores, enfim materializada.

Ah, pode ficar tranquilo. Já estive oculto nas sombras por tempo demais. Não planejo ficar novamente. — respondeu, apesar de sentir uma ligeira alfinetada para com o nome do Lisia. Matthew não parecia ser o melhor simpatizante da top coordenadora. Bem, quem poderia julgar?



OFF:
Ah, Naty, eu esqueci de dizer. Será que tem como tirar o Power Anklet do Mr. Mime e equipar um Fairy Dust, por favor?
Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy I

Especialista Fairy I

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Rayssa.bolt em Qui 30 Abr - 22:31

Remember Me

Bem verdade que Ren havia falado bastante, mas igualmente verdade que o fizera para responder uma pergunta feita pelo seu ouvinte, então não seria uma problema, nem precisaria se preocupar. o Ás por sua vez de como se sentia a respeito, evitando falar do passado, ainda havia questões pessoais ainda pendentes, nas quais ele não tinha intenção alguma de envolver ninguém, não se houvesse qualquer outra opção

Ao ouvir os sonhos do Jovem, Mattew se mostrava bastante interessado. a conversa estava agradável, e a comida muito saborosa, então talvez não tenha sido espanto ao perceberem que os pratos de entrada estavam vazios ao serem substituídos pelo prato principal, uma verdadeira sinfonia de cheiros, texturas e sabores únicos, proporcionados pela flora local, perfeitamente harmonizados pelo habilidoso cozinheiro, servido com mais um educado "-Licença" de Lilith
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 QSd5oJ0


PROGRESSOS DA ROTA - Thito:


(time temporário e interpretativo
Fera - Emboar - Electabuzz - Druddigon - Clefable - Pachirisu

EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:
Ládôn recebeu 1278 de xp e 3 de felicidade por dominar Facade, subiu para o Lvl 33
Electabuzz recebeu 1752 de xp e +2 de bonus def
Fera recebeu 2745 de Xp e mais 2 de Hap por vitória contra Pelipper
Pelipper foi capturado com sucesso
Electabuzz recebeu 4500 de experiência subindo para o level 40
Electabuzz evoluiu em Electivire +10 de hap pela batalha e evo


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02


Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]


Total: 13

+1 por captura de sealvagem
+1 por vitória sobre um sealvagem
+3 evo pokemon com lvl 31 ou mais como requisito


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:



Total: 00



-

PROGRESSOS DA ROTA - Renzinho:


EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]

Total: 00


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:


Total: 00


-


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Mathito em Qui 30 Abr - 22:58


A Lembrança de um Pai



Assentia ao ouvir os planos e aspirações do novo vingador. No entanto, quando fez o comentário "incessantes batalhas" fiquei na dúvida quanto ao seu talento enquanto treinador, o que me questionava para onde poderia usar seus interesses para servir à agência enquanto melhorava seus atributos pessoais. Gostaria que assim como para os outros, sua estadia conosco fosse uma via de mão dupla. Um crescimento horizontal.

Logo chegava nosso prato principal e eu sentia aquele aroma divino invadir minhas narinas. Se o ar condicionado do lugar não estivesse ligado, nos proporcionando um clima agradável, tenho certeza que estaria suando por aquele ratatouille.

Obrigado, querida. O cheiro está ótimo.

Antes de comer, nos servia com a bebida que nada mais era que uma água tonificada com pequenos frutos vermelhos. Não era alcoólico o suficiente para deixar alguém embragado, mas o bastante para relaxar alguém tenso ou inibido. Entreguei um taça cheia até a metade para Ren e decidi tomar o mesmo.

Um brinde. Que a glória seja associada à divisão de Ouro, tanto por prestígio quanto por poder! Saúde — dizia ao esticar meu copo esperando que ele fizesse o mesmo para só então aproveitar daquela comida e bebida.

...

Logo que terminávamos o jantar, pedia sorvete de ananas com mel para a sobremesa e ficava encarando Ren, com um sorriso fraco por alguns segundos, pela ressaca do dia tranquilo, quando me lembrei de algo.

Oh, espero que não tenha feito falta. Agradeço por ter me emprestado naquela ocasião.

Eu falava isso tirando do bolso do casaco às costas da cadeira a echarpe rosa que aprimorava o ganho de pontos em golpes fofos executados nos concursos oficiais. Levava o objeto até ele, esperando que o pegasse.


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 W5hlBHq Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 NlM6DDG Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Gmru5YM Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 YBCZFBe Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 JGaVm8I
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Jm9antl Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 GPrrVl7 Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 PIqk3hZ Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 M0fV8si
THITO É UMA MÁSCARA/PERSONA CRIADA PARA ESCONDER A IDENTIDADE DO MATTHEW. SE ELE NÃO CONTOU PARA VOCÊ OU NÃO DEIXOU PISTAS, POR FAVOR, EVITE AS RELAÇÕES ENTRE AS PERSONALIDADES, GRATO.
Mathito
Mathito
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Renzinho em Qui 30 Abr - 23:44

 
❁      Memories of Today

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Pokemaster_270384



Slateport Streets


Logo Lillith chegava, interrompendo educadamente o diálogo que já havia acabado (pera que) ao trazer o prato principal. Cheiroso, belo, e claro, delicioso. Os chefs realmente estavam esforçando-se muito! Para acompanhar, Matthew entregou ao mono treinador uma taça com a bebida de frutos vermelhos. Era adocicada, gasosa, e muito, muito boa. Quando reparou, Ren já tinha virado a taça sem nem mesmo tocar seu prato, após brindar com seu Ás.

Terminaram a comilança com um sorvete vegano, que o mono treinador estava muito curioso para experimentar. Era cremoso e doce, e o mel certamente fazia uma total diferença! Ren estava contente — talvez até demais — e o dia fora incrível. Mas... Havia esse "porém" que Matthew fizera questão de relembrar. A troca. Aquela maldita troca.

Ah... Acho que sou suposto a pegar a Poké Ball, certo...? Deixe-me ver onde eu coloquei... — disse o garoto, meio confuso. O álcool definitivamente não fizera bem a ele. Parecia... Embriagado. Mas puxa vida, ele mal bebera! Ainda assim, parecia que Ren Hughes já não era mais dono de sua própria língua. Maldita substância inebriante que afeta o cérebro.

Sabe, eu acho que não queria muito te ver... — começou ele, levantando-se, após encontrar a Poké Ball de Ísis. Sua fala parecia um pouco enrolada e estranha. — É que eu sabia que seria a hora em que eu diria adeus para ela... Nós sabíamos que a hora chegaria, mas não pudemos evitar...

Ela é tão doce... Passamos por tanta coisa juntos... É injusto, eu sei, Mas eu não consigo evitar! — seu tom de voz começava a mudar, tornando-se um pouco mais agudo, além de alto. Ren estava oficialmente bêbado, produção! — Desculpe por isso, mas... Eu não quero deixar Ísis! — agora ele chorava, fazendo um certo drama ali. Mas ainda assim, ele estendia a Poké Ball para o dono original dela.

Um coração partido. Mas desta vez, não fora por nenhum garoto ou pai. Fora por si mesmo, por ter deixado seus sentimentos tomarem conta, por ter permitido a criação de um vínculo mais forte do que deveria ser. O mono treinador provavelmente não teria feito nada daquilo se não estivesse alterado pelo álcool. Agora estava fazendo seu chefe passar vergonha dentro de seu próprio restaurante. Eba!

Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy I

Especialista Fairy I

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Mathito em Sex 1 Maio - 0:46


A Lembrança de um Pai



O sabor do alimento bem feito em minhas papilas gustativas me fazia querer guardar aquele momento de glória. Para alguém que já tinha varrido estádios de treinamento por alguns trocados, ser dono de um estabelecimento como aquele e poder saborear uma refeição quente e maravilhosa como aquela era privilégio demais. Gostava de prover essa oportunidade a Ren. Não sabia da realidade dele, mas se dependesse de mim, nem ele nem os outros meninos precisariam passar pelas dificuldades que passei em jornada para chegar num lugar de respeito. Aqui eles tinham casa, comida e família. Queria que sentissem que isso era real e verdadeiro. E contanto que não traíssem minha confiança, eu não tinha motivos para lhes negar algo.

Quando Ren também terminou a refeição e saboreou a sobremesa, agiu com emoção. Talvez um pouquinho demais. Ele se levantou do seu assento, fazendo barulho e falando num tom mais alto que o de uma conversa normal. Ele ao menos disse o que seu coração sentia, estendendo ainda a esfera que continha minha Fada de pétalas amarelas. Demorei alguns segundos observando sua atitude e ao redor, com minha visão periférica.

Hughes... por favor, se recomponha. Os clientes estão olhando.

Apoiava o cotovelo na mesa, segurando o rosto enquanto pensava, mas fui rápido nessa. Nem deixei que ele se acomodasse na cadeira.

Vem, vamos dar uma volta — dizia ao mesmo tempo que me erguia da cadeira e ignorava tanto o choro dele quanto os olhares dos estranhos — Agradeça ao chefe pela refeição, Lilith. Devo deixar Slateport pela manhã, mas volto no final do mês para a inauguração. Obrigado pelo atendimento, e ah! ofereça uma sobremesa gratuita aos clientes que aparentam ter se incomodado, ok?

Abria a porta e esperava que Ren passasse para só então sair e fechar a entrada do restaurante.

Com o sobretudo sobre os ombros, sem estarem cobrindo os braços, procurei caminhar ao lado do garoto por algum tempo, sem dizer nada, convivendo apenas com sua presença e as pessoas que passavam por nós, iluminados pela luz da lua, provavelmente fraca, ofuscada pelas luzes da cidade. mantinha minhas mãos nos bolsos da calça e inspirava o ar marinho salgado da região litorânea, que tanto adorava. Sentia de leve uma ardência nos seios da face pela exposição ao sol, horas mais cedo.

Depois de alguns minutos chegamos ao Centro Pokémon da cidade. A esta altura, esperava que tanto o álcool quanto as lágrimas do rapaz tinham se apagado. Não entramos no edifício. Caminhamos pela lateral, onde havia um campo um pouco menor que da liga oficial, mas perfeito para um desafio.

Eu acredito que a relação mais pura entre Pokémon e Treinador se estabelece durante um desafio de perigo real. É nesse momento que sabemos se entregaríamos nossa vida pelo do outro, mesmo que algumas decisões sejam irracionais. Ren, me prova que você tem a lealdade da Isis numa batalha de duplas. Quero ver se o que me disse é verdade e se ela confia em você e nos seus Pokémon como se fossem família.

Revelava Eros e Ymir como seus oponentes. Aquilo não era um desafio de vida ou morte, mas um teste. Queria provar, não só a lealdade de Ren, como sua força enquanto treinador.


Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Sylveon Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Vulpix-alola



_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 W5hlBHq Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 NlM6DDG Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Gmru5YM Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 YBCZFBe Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 JGaVm8I
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Jm9antl Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 GPrrVl7 Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 PIqk3hZ Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 M0fV8si
THITO É UMA MÁSCARA/PERSONA CRIADA PARA ESCONDER A IDENTIDADE DO MATTHEW. SE ELE NÃO CONTOU PARA VOCÊ OU NÃO DEIXOU PISTAS, POR FAVOR, EVITE AS RELAÇÕES ENTRE AS PERSONALIDADES, GRATO.
Mathito
Mathito
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Renzinho em Sex 1 Maio - 1:16

 
❁      Memories of Today

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Pokemaster_270384



Slateport Streets


Típico. Ren era convidado para um jantar por um moço bonito, que também era seu chefe, e é claro que daria um jeito de estragar tudo. As coisas iam bem até que o álcool aliou-se aos sentimentos do rapaz, e ele não foi mais capaz de segurar-se, abrindo seu coração

E sim, fazendo uma cena no restaurante. Não que Matthew fosse deixar. Pensando rápido, chamou o mono treinador para uma caminhada, evitando assim uma vergonha completa. Parecia que Ren estava devendo uma ao seu Ás.

O trajeto até o Centro Pokémon fora silencioso, mas reconfortante. Dera tempo o suficiente para que o aprendiz respirasse fundo, pensasse e acalmasse a si mesmo. Slateport era um tanto quanto diferente durante a noite.

A brisa continuava agradável como sempre, mas sem o sol e tão próximo do mar, acabava por ficar com um clima fresco. Era bom que Ren estivesse com um casaco azul por cima, poderia gripar caso contrário.

O mono treinador, já mais racional, ficou confuso quando passaram direto pela entrada do Centro Pokémon e foram até a área de treinamento. Será que ele apanharia por ter se comportado mal?

Uma... Batalha? Mas... — Ren foi interrompido antes que pudesse continuar. Pelo quê? Ah, por Ísis, que saiu de sua Poké Ball voluntariamente. Parecia concordar com o pensamento do loiro, e estava decidida a batalhar para mostrar seu amor pelo garoto de cabelos róseos.

Ísis... Tudo bem então. Aceito seu desafio. — disse ele, secando uma das gotas que escorriam por sua face, após o aparecimento da fadinha. Ele pediu desculpas para Matthew, relembrando do vexame do restaurante. Puxa vida, por que tinha que estragar tudo sempre?!!!

Sacou então uma outra esfera. Uma outra fada. Era Hokori, seu leal inicial. Parecia justo deixar o mímico ajudar Ísis, o primeiro dos pokémon de Ren a proteger oa que vieram depois de si. — Hokori? Acho que vou precisar de você, de novo. Uma batalha. Para provar nosso amor por Ísis. O que acha?

Comece com Taunt em Eros. Já você, querida, prossiga com um Toxic no Sylveon. Mostre que sabemos lutar com garra e venenos quando em nome daqueles que amamos! — começou, dando suas ordens. Disse também um “É um belo Sylveon”, apreciando a beleza do féerico. — Hokori, Mimic em Eros. Ísis, prossiga com Giga Drain, no mesmo alvo. Use a energia de seus adversários para fazer sua própria força!

O psíquico e a fada pareciam dispostos. Pois então, que começasse a batalha. Será que Ren seria capaz de demonstrar os sentimentos que dissera sentir? Ou seria apenas o efeito do álcool? Só o tempo (e a narradora) diriam...

Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy I

Especialista Fairy I

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Mathito em Sex 1 Maio - 2:10


A Lembrança de um Pai



Ren tentou de desculpar pelo vexame no restaurante, mas isso não me incomodou. Só não queria incomodar os outros com nossos assuntos. Ali, distante de tudo e todos os olhares, poderíamos gritar e nos expressar de corpo e alma. Só que algo me fez perder a confiança por alguns instantes. Ao revelar Isis, a Pokémon Fada da flor amarela já não era mais tão pequena. Uma lágrima quis escorrer dos meus olhos, mas impedi antes que alguém percebesse, o coçando como se tivesse com sono.

O treinador das criaturas Feéricas era o primeiro a comandar. Eu acompanhava atento, mas não conseguia parar de analisar Isis. Ela estava tão bonita. E mais madura que aquele broto que chocou em Sootopolis. Ao chegar nossa vez, olhei para a pequena raposa albina e suspirei pesado, procurando focar.

Hm.. Foi esperto em focar no meu mais experiente. Bem, Ymir use Hail quantas vezes precisar para dominá-lo. Caso consiga de primeira, avance com Aurora Veil.

Não sabia se ele já tinha me visto em batalhas, mas um Sylveon e uma Alolan Vulpix não faziam parte do meu time principal. Elas eram companheiras de palco do Thito, por isso tinham muitos movimentos não ofensivos, pois a estratégia, como bem colocado pelo rapaz, não era chegar a um nocaute, como aconteciam nas provas de ginásio. De toda forma, aquele Taunt me deixaria sem muitas alternativas, mas se ele nos provocara assim, então que aguentasse.

Parceiro, vamos ver o quanto Isis cresceu. — Pressionava o cristal em meu bracelete e sentia a energia fluir entre nós num paço de mágica. — Twinkle Tackle!

Não me preocupava com o Mime copiando um movimento z do meu Sylveon. Pelo contrário! Queria ver toda sua força e resistência diante do desafio.

Eros, por fim, use Dazzling Gleam!

OFF: Base do Twinkle Tackle = Moonblast


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 W5hlBHq Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 NlM6DDG Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Gmru5YM Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 YBCZFBe Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 JGaVm8I
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Jm9antl Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 GPrrVl7 Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 PIqk3hZ Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 M0fV8si
THITO É UMA MÁSCARA/PERSONA CRIADA PARA ESCONDER A IDENTIDADE DO MATTHEW. SE ELE NÃO CONTOU PARA VOCÊ OU NÃO DEIXOU PISTAS, POR FAVOR, EVITE AS RELAÇÕES ENTRE AS PERSONALIDADES, GRATO.
Mathito
Mathito
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Rayssa.bolt em Sex 1 Maio - 3:48

Remember Me
Spoiler:
Corrijindo as danos, para incluir o que Hokori também levou

Desafiados a mostrar em batalha o que sentiam um pelo outro, Ísis surgia ao lado de Ren, disposta a aceitar, o rapaz então chama seu inicial e fiel amigo Hokoripara batalhar ao lado dos dois. Mattew se emociona ao ver que Ísis já não é mais o pequeno e tímido broto que havia sido emprestado, havia crescido, embora ainda conservasse um pouco da sua timidez. seus oponentes seriam Eros e Ymir, pai e filha. Todos em posição... ao ouvires os comandos, agiram para acatá-los

o Mímico usava seu Taunt limitando a gama de ataques possíveis da raposa feérica, mas seu oponente não via problemas, e demonstrava que iria pegar pesado nesse combate usando um z-move muito poderoso contra a já-não-tão-pequena flor, que apesar do grande dano sofrido, se mantinha de pé, e revidava com uma lama venenosa que fazia a Eevolution começar a passa mal... quase alheia a tudo isso, inspirada pela performance do pai, a bebe giganta de gelo se concentra para sua tentativa de evocar uma nevasca, como ordenado por seu treinador, mas o que surgiu foi um breve vislumbre, mas a pequena estava no caminho certo

Na segunda rodada o pisíquico faz jus ao nome, e imita o poderoso golpe de Sylveon, que sentira bem a pancada, mas não tanto quanto Floette, que caía ao ser mais uma vez atacada, apesar de sua força de vontade e garra, o oponente se mostrava além de suas capacidades no momento. O golpe também atingia Hokori, que sentia bastante os efeitos do golpe mas o veneno que havia lançado mais cedo fazie efeito, e era visivelmente sentido pelo pokemon que a abatera... Ymir por sua vez, consegue evocar uma nevasca, e saltitava feliz e orgulhosa antes de enfim, se posicionar par uma novos comandos...


       
Ymir:
Eros:
Badly poisoned
Hold Item 1:
Soothe Bell
Hold Item 2:
Fairium Z
Trait 1:
Snow Cloack
Trait 2:
Cute Charm

lv1 Ymir


38/38
lv37 Eros


95/117
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Vulpix-alolaRuas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Sylveon
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 MrmimeRuas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Floette
lv29 Hokori


42/62
lv24 Isis


0/59
Trait 1:
Filter
Trait 2:
Flower Vail
Hold Item 1:
Fairy Dust
Hold Item 2:
Power Belt
Hokori:
Isis:
fainted


Campo: Campo de batalha oficial pokemon de um centro pokemon  -  Nevasca 1/6


PROGRESSOS DA ROTA - Thito:


(time temporário e interpretativo
Fera - Emboar - Electabuzz - Druddigon - Clefable - Pachirisu

EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:
Ládôn recebeu 1278 de xp e 3 de felicidade por dominar Facade, subiu para o Lvl 33
Electabuzz recebeu 1752 de xp e +2 de bonus def
Fera recebeu 2745 de Xp e mais 2 de Hap por vitória contra Pelipper
Pelipper foi capturado com sucesso
Electabuzz recebeu 4500 de experiência subindo para o level 40
Electabuzz evoluiu em Electivire +10 de hap pela batalha e evo


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02


Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]

Total: 13

+1 por captura de sealvagem
+1 por vitória sobre um sealvagem
+3 evo pokemon com lvl 31 ou mais como requisito


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:



Total: 00



-

PROGRESSOS DA ROTA - Renzinho:


EXP, FELICIDADE, STATS E CAPTURA:


ITENS E DINHEIRO:
-Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bag_Heart_Scale_SpriteHeart Scale x02

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Bottlecap BOTTLE CAP:
[/color]

Total: 00


-

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Goldbottlecap GOLD BOTTLE CAP:


Total: 00


-



Última edição por Rayssa.bolt em Sex 1 Maio - 16:32, editado 2 vez(es)

_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 XhGMIer
Rayssa.bolt
Rayssa.bolt
Estagiária

Estagiária

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Mathito em Sex 1 Maio - 14:06


A Lembrança de um Pai



Isis aguentou firme o movimento liberado por Eros. Não quis esboçar expressão alguma, muito menos deixar transparente meus pensamentos, então me contive apenas em observar. Quando ela caiu, abaixei a cabeça por um instante, mas observava Ren a todo momento.

Eros, Moonblast duas vezes no Mime.

Mais que nunca eu fui objetivo. Para mim aquele embate estava terminado, a menos que ele pensasse o contrário. Aproveitava o tempo para poder dar alguma experiência para a Pokémon nevada.

Ymir, treine seu Aurora Veil até construir um show de luzes naturais perfeito no céu.


_________________
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 W5hlBHq Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 NlM6DDG Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Gmru5YM Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 YBCZFBe Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 JGaVm8I
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Jm9antl Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 GPrrVl7 Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 PIqk3hZ Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 M0fV8si
THITO É UMA MÁSCARA/PERSONA CRIADA PARA ESCONDER A IDENTIDADE DO MATTHEW. SE ELE NÃO CONTOU PARA VOCÊ OU NÃO DEIXOU PISTAS, POR FAVOR, EVITE AS RELAÇÕES ENTRE AS PERSONALIDADES, GRATO.
Mathito
Mathito
Ace Trainer II

Ace Trainer II

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Renzinho em Sex 1 Maio - 16:08

 
❁      Memories of Today

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Pokemaster_270384



Slateport Streets


Desestimulante era o mínimo que podia ser utilizado para descrever a primeira rodada. Não teve graça nenhuma. Matthew provavelmente já sabia que iria ganhar, de qualquer forma. O que será que estaria passando por sua mente? Talvez apenas quisesse um pouco de experiência gratuita em cima de Ren, por que não? O fato era que Ísis fora derrubada com duas pancadas.

O choque no rosto do mono treinador era evidente. Falava tudo aquilo de sentimentos,da força de seu laço, e então fora derrubado com algo mais simples que a própria facilidade. Ren olhou tristonho para a Floette desmaiada. "Desculpe.", sussurrou enquanto recolhia a fada para dentro de sua Poké Ball.

Então olhou para Matthew com um olhar de desafio. O loiro havia gastado seu movimento Z. Talvez ainda desse, não...?  — Vamos continuar alvejando Sylveon. Use o Moonblast que copiou da base do Z Move. Vamos ver quem a lua prefere, então. Prossiga com Protect.  — Ísis havia caído. Mas ele ainda não.
Renzinho
Renzinho
Especialista Fairy I

Especialista Fairy I

Alertas :
Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ruas de Slateport - A lembrança de um pai - Página 3 Empty Re: Ruas de Slateport - A lembrança de um pai

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum