[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Página 1 de 13 1, 2, 3 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Noah Agron em Seg Ago 03 2015, 03:07

Off:
Hell-o! o/ I'm back <3
Como não sabia qual seria o sexo da Torchic, não mencionei o nome dela ou dele anteriormente. Como agora sei que é fêmea, gostaria que colocasse o nome dela de Quinn na box. Noah vai chamá-la pelo nome também, afinal não faria sentido sua Pokémon de infância ser nomeada só agora (eu acho). -q

Com os olhos ainda marejados, Noah e sua Torchic vagavam pelas ruas tão conhecidas da cidade de Slateport. O rapaz havia acabado de se despedir de sua família e finalmente iniciado o que para ele era um grande passo, era o início do seu amadurecimento como indivíduo, era a sua própria jornada. Andar pela sua cidade natal não deveria ser nada desafiador, mas agora ele esperava conseguir enxergar o mundo ao seu redor com outros olhos, com olhos de um treinador. A adrenalina ainda estava exacerbada em sua corrente sanguínea, ele não poderia dizer se além da ansiedade sentia também medo, contudo, ao mesmo tempo ele sentia ânsia por explorar o novo.

As praias, o porto, as feiras, as indústrias, os hotéis e restaurantes, tudo para ele era familiar. Encontraria Noah o primeiro desafio de sua jornada em meio a uma paisagem tão comum e pacata para ele ou ele teria de ir até o subúrbio de Slateport ou até as praias mais afastadas e pouco visitadas? O jovem estava indeciso e Quinn não esboçava intenções, apenas seguia fielmente seu treinador, que para a pequena é como um pai, afinal ela nasceu nos braços do garoto.
Noah Agron
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Lily em Ter Ago 04 2015, 16:07






Ir para um novo lugar com certeza melhorou o humor da treinadora. Poderia dizer que quase esquecera o episódio infeliz do Mt. Moon. Porém tudo que realmente esperava era não ter problemas, pois pareciam que estavam sempre atrás dela, espreitando e esperando o momento certo para atacá-la.

A escolha de cidade fora pelo fato de muitos treinadores estarem indo para lá. O motivo ainda não sabia, contudo adoraria descobrir. Além disso, após seus ultimos planos não darem certo, estava um tanto perdida com seu trajeto. Não que suas metas finais fossem mudadas, mas o caminho era um tanto incerto.





Reservada:
Para Djow
Lily
Lily
Treinadora
Treinadora

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Joul em Ter Ago 04 2015, 22:04

Off:
Lily e Noah, meus melhores <3 (tomara que Artie, Nanda, Lyce, Pandelicia, Meme e Tyrant não vejam isso) HAHAHAHA. Enfim, vai ser um prazer narrar ambos em uma nova oportunidade. Estou feliz com o retorno dos dois, e se depender de mim, espero que vocês se divirtam com a aventura que já está pronta na minha cabeça HAHAHAHA.

Só que antes de começar, peço um favor a vocês. Sei o quanto as nossas vidas são corridas, e com o retorno das aulas, as coisas poderão se complicar. Por isso, vamos fazer um trato, nem que demore este resto de ano HAHAHAHA, tentemos fazer o possível para postar pelo menos uma vez ao dia. Assim, a rota flui e o trabalho deste narrador aqui não é jogado fora HAHAAHA

Pronto, parei o falatório, agora, que comece a obra-prima HAHAHAHA

Em todas as partes do mundo, indivíduos das mais variadas  raças, classes sociais e culturas seguem suas vidas ao lado das curiosas criaturas conhecidas como pokémons. Para alguns, tal forma de vida é algo completamente contrário à fórmula de sociedade padrão criada por eles. Porém, em contra partida, pesquisadores e estudiosos acreditam que quando uma pessoa tem a chance de passar parte de seus dias ao lado de seres de características tão distintas como os pokémons, eles se tornam profissionais mais dedicados e conscientes a respeito do quanto se deve respeitar, e valorizar, cada pessoa independentemente de sua personalidade.

Slateport, por sua vez, é mais uma das famosas metrópoles onde pessoas que, muitas vezes sem saber, comungam dessa ideia e seguem suas vidas ao lado de seus respectivos amigos pokémons. Por falar neste tipo de indivíduo, um em questão, o novato Noah, que era acompanhado por sua fiel Torchic chamada Quinn, acabou por atrair a atenção de muitos que transitavam ao seu lado nas ruas da cidade, pois, nitidamente, graças aos resquícios das lágrimas em sua face, notou-se o quanto a decisão de seguir esta vida como treinador foi algo realmente difícil para uma pessoa tão apegada a família como Noah. No entanto, o fato de estar nas familiares vias de sua terra natal minimizou, momentaneamente, os efeitos dessa decisão tomada por ele.

Já haviam se passado alguns minutos desde o início de sua jornada, contudo a conhecida paisagem que rodeava o rapaz ainda não tinha trazido nada que chamasse a atenção de Noah e Quinn.  Só que, contrapondo tal afirmação, quando se viu próximo a praça onde acontecia a costumeira feira de Slateport, Noah foi surpreendido por um amontoado de pessoas que circundavam algum ponto em específico no lugar. Sendo assim, ao visualizar todo aquele cenário, o que se poderá esperar do jovem Agron a partir deste momento?




Jornadas pokémons sempre são decisões que mudam drasticamente a vida dos jovens que optam por segui-las, mas, quando iniciadas, o tempo acaba sendo o principal responsável para que estes indivíduos se adaptem a esta vida. Selena Montgomery, por exemplo, é uma jovem que, depois de tanto tempo de caminhada, já demonstrava o quanto a disposição de viajar juntamente dos pokémons não causava mais nenhum tipo de transtorno a ela, afinal, a ida para um continente completamente diferente do seu é algo que comprova o quanto a moça já trata isso tudo como algo trivial.

Assim, depois de sair da zona portuária, a treinadora de Blackthorn se via nas animadas vias de Slateport, cidade que, naquele primeiro momento, era uma das responsáveis por receber os cidadãos de Kanto e Johto que fugiam do estranho clima que açoitava ambos os continentes. Para a surpresa da garota, não demorou muito para que uma paisagem diferente chamasse sua atenção, já que, nas imediações da região portuária, uma tumultuada feira fluía vigorosamente e, isso, era algo que despontava um pingo de curiosidade na garota, pois, querendo ou não, uma feira ao ar livre é sempre uma feira ao ar livre.

Com isso, restava saber o que a moça faria, uma vez que, para uma turista como ela, aquela feira poderia ser o melhor meio para aprender um pouco mais sobre aquele novo continente que ela tinha decidido conhecer. Enfim, agora, bastava a Selena definir o que ela faria durante sua travessia, ou não, por aquele característico espaço da cidade de Slateport.


Última edição por Joul em Qua Ago 05 2015, 01:26, editado 1 vez(es)
Joul
Joul
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Noah Agron em Ter Ago 04 2015, 22:27

Enxugando pela última vez as retidas lágrimas na manga direita de sua camiseta, Noah caminhava em direção à feira da cidade. Como um verdadeiro apaixonado por todas as atrações da cidade, o rapaz adorava sair as compras na tal feira. Muitas vezes ele ia ao lado da sua mãe comprar ingredientes especiais utilizados na culinária local dos restaurantes da família, outras ele simplesmente acompanhava sua irmã nas barracas que vendiam inúmeras peças de roupa a baixos preços.

Após enxugar seus olhos marejados e suspirar rapidamente, Agron interrompeu seus passos, algo havia chamado a sua atenção. Quinn, que o seguia cegamente, não percebeu que seu treinador havia parado e chocou-se alegremente contra a panturrilha deste.

- Hey, Quinn! - Exclamou o treinador quando percebeu que sua Pokémon tinha trombado com a sua perna. - Você está bem? - Disse enquanto pegava a pequena no colo.

Torchic apenas tinha se desequilibrado, mas nem chegara a cair no chão. Estava completamente bem. Entretanto, o que estava prendendo a atenção do jovem naquele momento era um amontoado de pessoas que circundavam um ponto específico da feira. Como muitas pessoas estavam ali o rapaz não podia dizer se era uma barraca que estava atraindo tanta atenção, um Pokémon, um ladrão ou uma batalha... Ele apenas pôde observar que muitos compradores que passavam pelo amontoado simplesmente desviavam do aglomerado, enquanto outros se sentiam atraídos pelo que estava acontecendo ali e se juntavam aos demais.

A curiosidade guiou o rapaz que seguiu diretamente para o ponto. Ele foi se infiltrando, desviando conforme era possível e pedindo licença para outros a fim de se aproximar o máximo possível do centro das atenções. Não era possível que não era algo interessante o bastante! Com certeza valeria a pena toda aquela curiosidade.
Noah Agron
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Lily em Ter Ago 04 2015, 22:46






A treinadora estava, a certo ponto, distraída com o que acontecia ao seu redor, apenas apreciava a vista. Slateport era uma bonita cidade, que se destacava em relação as outras em que havia estado. Uma paisagem até acolhedora, segundo seu ponto de vista e deveria ser um bom lugar para morar.
Contudo a jovem fora desperta de seus devaneios graças a constante movimentação em seus braços. Luke tentava chamar atenção da treinadora por algum motivo e não foi difícil adivinhar o por que. Uma grande aglomeração de pessoas se concentrava em uma espécie de feira ao ar livre. Selena não fazia ideia o que havia ali, mas com certeza iria descobrir. Dessa forma seguiu em direção a concentração de pessoas, ao mesmo tempo que tentava não receber uma cotovelada.



Lily
Lily
Treinadora
Treinadora

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Joul em Qua Ago 05 2015, 10:39

Off:
Legal a dupla de sem coração não respondeu meu OFF. Obrigado pela consideração

A curiosidade é, e sempre será, um sentimento que, muitas vezes, faz com que as pessoas tenham atitudes impensadas e que os levam a grandes problemas devido a seus próprios comportamentos. No entanto, a curiosidade sentida por Noah, sobre o que acontecia naquele ponto logo na entrada da feira, parecia que não lhe traria nenhum tipo de problema, já que, o grande número de indivíduos que compartilhava desta mesma sensação comprovava que as coisas ali poderiam ser mais fáceis de esclarecer.

Assim, depois de um breve momento de descuido de Quinn, fato que demonstrava o quanto tudo aquilo também era novo para a inicial de fogo de Hoenn, Noah, decido a descobrir o motivo de toda aquela movimentação, tratou de caminhar em direção ao lugar em busca de respostas.  E, isso, não demorou a acontecer, pois, quando se viu entre os indivíduos que se encontravam ao final da aglomeração, o novato treinador avistou uma espécie de palco onde alguns homens trabalhavam na instalação de alguns equipamentos de som, dentre eles, alguns microfones.

No entanto, o que prendeu realmente a atenção do herdeiro dos Agron, aguçando ainda mais sua curiosidade, foi à presença de uma faixa estendida há poucos metros de altura através de dois bastões fixados nas extremidades do palco e, nela, se podia ler as seguintes informações:


XII CAÇA AO TESOURO POKÉMON DEVON CORPORATION




Em outro ponto da feira, Selena, que era acompanhada de seu file escudeiro Luke, percebia o quanto aquele lugar era realmente farto em diversidade, uma vez que, a cada barraca, a treinadora se deparava com as mais diferentes e inesperadas mercadorias. Eram desde itens alimentícios como: frutas, legumes, verduras, doces e condimentos em geral, a vestuários de todos os tamanhos e modelos, além do mais, em algumas barracas em especifico, notava-se a existência de itens para treinadores pokémons, fato que poderia tornar a caminhada da jovem Montgomery por aquele ambiente algo até vantajoso para ela.

Contudo, uma situação em específico acabou por desviar a atenção de Selena, porque, mesmo com todos os esforços para se proteger de futuras cotoveladas, a garota não se deu conta da rápida passagem de um casal por ela que, visivelmente sem a intenção, acabou chocando-se contra as costas da treinadora, fato que desequilibrou a despreparada moça. Só que antes que Selena pudesse reagir a tudo aquilo, o casal, mostrando toda a educação e vergonha pela desatenção, logo se pronunciou em quanto a ajudava:

- Peço perdão por nossa desatenção. Estamos com tanta pressa para participar da caça ao tesouro pokémon da Devon Corporation que acabamos não prestando atenção no caminho. – Dizia uma afoita e avermelhada jovem de pele clara, cabelos loiros, olhos em um castanho esverdeado e um fino vestido em um tom de azul.

- Realmente não foi nossa intenção. Se te machucamos, peço realmente desculpas. Entretanto.... -  E se virando para sua acompanhante, o rapaz de cabelos pretos e lisos, olhos negros e roupas esportivas continuou: - ... Nós precisamos ir agora, não é mesmo?

Diante da resposta positiva da jovem que o acompanhava através de um simples acenar de cabeça, a dupla logo tomou rapidamente o corredor da movimentada feira. Selena, por sua vez, ficou presa na cena que acabara de acontecer a ela.
Joul
Joul
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Noah Agron em Qua Ago 05 2015, 13:21

Off:
EU JURO DE TODO O MEU CORAÇÃO JOULZINHO QUE EU NÃO VI SEU OFF DO PRIMEIRO POST. D: A gente também te ama Djow e o resto dos recalcados não vão ver isso não -q ADOREI o fato da aventura estar pronta na sua cabeça e com certeza vai ser dos mais massa, porque eu tava morrendo de vontade de jogar e tô feliz por ter voltado! <3

TRATO FEITO! Minhas aulas voltam segunda que vem, mas todo dia dá pra eu fazer pelo menos um post aqui na rota! Por mim fica ótimo e com certeza é o melhor jeito pra fluir. Thanks Joulzinho e copiei o azul porque achei ryko e foi em sua homenagem. *aquela carinha*

O novato treinador avistou uma espécie de palco onde alguns homens trabalhavam na instalação de alguns equipamentos de som, dentre eles, alguns microfones. Ao presenciar essa cena o coração de Noah começou a palpitar. Microfones? Palco? Era o momento perfeito para uma chance de se apresentar! Os olhos do jovem músico brilhavam, mas nesse momento ele se tocou que não sabia do que se tratava aquela espécie de evento. Isso o intrigou muito, pois normalmente todos os eventos de Slateport eram tremendamente divulgados e se não fossem divulgados para a população em geral, o setor de turismo ao menos seria informado, e isso incluía a sua própria família. Logo ele notou uma faixa sendo estendida nas extremidades superiores das instalações: "XII CAÇA AO TESOURO POKÉMON DEVON CORPORATION".

Noah realmente não tinha ideia que a décima segunda edição da Caça ao Tesouro Pokémon realizada pela Devon Corporation seria realizada na sua cidade natal! Ele ficou deslumbrado e repleto de excitação. Ele cria em duas possibilidades para que o evento estivesse sendo sediado em Slateport: ou a Devon Corporation havia feito uma decisão de última hora ou o evento que aconteceria em outra cidade fora cancelado e trazido para a cidade portuária em forma de surpresa. De qualquer froma, Agron queria participar. Ele não conhecia muito bem como funcionava a Caça, apesar de não ser novidade para ele. Sendo assim ele se aproximou de um dos trabalhadores que instalavam o palco e o indagou:

- Oi... Tudo joia? - O menino fez uma breve pausa. - Você saberia me informar onde eu posso fazer inscrição para participar do evento? - Torchic, que estava no braço do rapaz, encarava o homem atentamente, seguindo cada um dos seus movimentos.

Noah imaginava o que poderia ser a premiação da Caça. Algum Pokémon ou algum item raro e tecnológico fabricado pela importante Devon Corporation de Rustboro?
Noah Agron
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Lily em Qua Ago 05 2015, 16:28

OFF:
Djooooooooow, me perdoa. Eu esqueci de responder, mas achei que foi super fofolético <3 Nós te amamos. <3 Falar com o Noah para você ser o padrinho do nosso próximo filho ok?
E por mim tudo bem, um post por dia pelo menos eu posso dar conta tranquilamente.






De certa forma, Selena tinha de concordar que a feira era bem interessante. Além da boa energia de pessoas, que pareciam ser simpáticas, havia a venda de muitas coisas interessantes para si. Talvez pensasse em comprar algo, logo que descobrisse o motivo do tumulto. Entretanto, qualquer pensamento que estivesse tendo no momento, foi interrompido pelo esbarrão que levou nas costas. Por sorte, a treinadora tinha um ótimo reflexo e não caiu no chão. Assim, deixou que o casal se explicasse, assentindo com a cabeça, porém não teve tempo de fazer perguntas sobre a tal caça ao tesoura, já que ambos pareciam bem apressados. A garota acabou seguindo a movimentação de pessoas, em busca de mais informações sobre o evento repentino. Poderia ser bom se ocupar com uma atividade assim.



Lily
Lily
Treinadora
Treinadora

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Joul em Qua Ago 05 2015, 23:37

Off:
Finalmente o casal a dupla deu alguma importância a meu OFF. Então, tá bom, estamos acertados assim <3


Todo aquele inesperado cenário vislumbrado por Noah acabou fazendo com que o treinador, sem demonstrar nenhum tipo de vergonha, procurasse o primeiro trabalhador mais disponível para questioná-lo a respeito do que ele precisaria fazer para se inscrever no evento. Assim, por um tempo, o homem em questão apenas observou o garoto, e deixando que um singelo sorriso brotasse em sua face, o indivíduo, que aparentava ter trinta e poucos anos, falou:

- Estou bem sim! Um pouco cansado, mas bem... – E enquanto acertava sua maleta de ferramentas, já que ele tinha acabado a atividade que executava, o trabalhador prosseguiu: - Então, não sei muitos detalhes sobre as regras do evento e muito menos sobre as inscrições. Apenas posso te dizer que, daqui a alguns minutos, a equipe organizadora irá se pronunciar. E devido a todas essas duvidas, sim, você não foi o primeiro a me questionar, eu tenho quase certeza que eles esclarecerão tudo sobre a caçada. Enfim, junte-se a estas outras pessoas que, logo logo, as respostas surgirão.

Ao final de suas palavras, o homem tomou seu caminho deixando Noah com todos os questionamentos que tumultuavam sua mente. Afinal, para ele, um habitante de Slateport, aquele evento era algo novo e que deveria ter sido anunciado corretamente para toda a cidade, pois, querendo ou não, era certo que muitas pessoas gostariam de participar de tal desafio caso tivessem sido avisadas com antecedência.

Sendo assim, a partir daquele momento, o que o aspirante a mestre pokémon fará? Já que, caso ele tenha mesmo interesse de participar da caça ao tesouro, ele precisará conter sua curiosidade até o momento que a equipe organizadora tome seu lugar e trate de esclarecer todas às duvidas. Pronto, estava certo, as coisas, neste momento, não mais dependiam de Noah para que acontecessem.



Enquanto restava a Noah apenas esperar, Selena, por sua vez, depois de toda aquela sequência de acontecimentos que a envolveram, tratou de seguir o mesmo caminho feito pelo casal encontrado anteriormente, uma vez que, graças à conversa com eles, a jovem acabou sendo envolta em uma curiosidade a respeito do que poderia ser essa tal caça ao tesouro. Assim, por alguns minutos, Selena e Luke caminharam dentre aquelas pessoas a procura de qualquer sinal de algo que os ajudasse a entender o que realmente seria aquele evento.

E tais respostas não demoraram a surgir à frente da garota, pois, quando já se encontrava na extremidade da feira de Slateport, a treinadora se deparou com um estranho e improvisado palco que havia sido montado ali. Entretanto, não foi só tal imagem que chamou a atenção da herdeira dos Montgomery, pois, uma faixa muito bem posicionada sobre aquele tablado fez com que a curiosidade de Selena fosse ainda mais aguçada:

XII CAÇA AO TESOURO POKÉMON DEVON CORPORATION


Enfim, agora, o lugar onde a caçada iria acontecer tinha sido descoberto. No entanto, uma resposta realmente válida ainda não tinha sido encontrada e, isso, era um fato de fácil constatação, porque, todo o aglomerado de pessoas que se misturava a frente do palco, provava que não era só Selena que buscava algum tipo de informação. Portanto, restava a moça, caso ela quisesse mesmo entender tudo aquilo, esperar o que não tardaria a acontecer naquela espécie de palanque, já que, nitidamente, uma movimentação sobre o lugar já podia ser observada.

Joul
Joul
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Noah Agron em Qui Ago 06 2015, 00:08

OFF:
Não fale a palavra com C, tenho medo do Dani. Ele é militar. -q E eu dei muita importância QUANDO eu vi. ._.

Com as informações obtidas do trabalhador trintão, Agron conteve a sua ansiedade acerca do evento. O jovem agradeceu enquanto o educado homem tomava seu caminho, seu semblante além de gentil também estava bastante cansado.

O rapaz da tradicional família Agron de Slateport decidiu então se afastar um pouco do palanque e aguardar a chegada da equipe organizadora para que ele finalmente descobrisse como participar. Entretanto, uma ideia bastante artística ainda estava em sua mente, a qual ele compartilhou com Quinn:

- Quinn? - Chamou o garoto e instantaneamente a Pokémon em seus braços se voltou para ele soltando um breve pio em resposta. - Você acha que se a gente ganhar isso deixarão a gente cantar uma música no palco? - Dizia entre risos para Torchic, a qual sabia o quanto seria difícil para seu treinador ficar sem tocar seus instrumentos enquanto estivesse em viagem.
Noah Agron
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Lily em Qui Ago 06 2015, 13:26

OFF:
HAUAHSUAS Tá parecendo meus amigos da faculdade. Eles falam essas coisas "não fala assim com ela que o marido dela é militar"






Como não havia muito o que fazer a respeito, por isso a treinadora seguiu o casal até deparar-se com um palco improvisado, ali também tinha uma aglomeração de pessoas, juntamente com uma grande faixa anunciando o evento. Não que isso tirasse metade das suas duvidas, porque na verdade não explicou nada. Porém o prêmio deveria ser algo realmente valioso, pois haviam muitos interessados.. interessados demais.

Dessa forma acabou afastando-se um pouco dali, para não ter risco de machucarem seu teimoso chikorita que insistia nunca entrar na pokebola. Mas Luke não parecia se importar, era tão curioso quanto a própria treinadora. Contudo com um palco daqueles, seja lá o que fosse, alguém iria anunciar. Ela não precisava acabar esmagada no meio de tanta gente para isso.



Lily
Lily
Treinadora
Treinadora

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Joul em Qui Ago 06 2015, 23:11

Off:
Pessoal, desculpem a demora na narração. Tive um dia muito cheio hoje e, isso, acabou comprometendo a minha narração, por isso, caso encontrem algum erro, me perdoem.

Enfim, fiz uma brincadeira, espero que gostem HAHAAHHA

A curiosidade sentida por todos ali era algo cada vez mais nítido, pois graças à inquietude de grande parte das pessoas que se amontoavam naquele ponto da feira de Slateport, ficava claro para qualquer desavisado que algo muito importante estava prestes a acontecer. E tal acontecimento não demorou a ser esclarecido, já que, no momento em que ninguém estava esperando, um homem, que trajava um belo terno, sapatos reluzentes, de um intenso cabelo ruivo e olhos verdes, tomando o microfone, que havia acabado de ser instalado, começou a falar enquanto um agradável sorriso acompanhava cada dizer:

- Olá a todos, me chamo David Hyadro e, em nome da Davon Corporation, estou aqui para abrir a grande caça ao tesoura. – Enquanto caminhava pelo palco, com uma envolvente musica ao fundo, o homem prosseguiu: - Vocês devem estar se perguntando o motivo deste inesperado evento aqui em Slatoport. Pois bem, vou tratar de deixar tudo claro para vocês. Devido aos últimos acontecimentos em nossos continentes irmãos, grande parte da população destas terras acabou sendo obrigada a se mudar para nossa região. E como Slateport foi uma das metrópoles que, gentilmente, se dispôs a receber tais pessoas, nós, uma empresa que se importa com o bem estar de seus clientes, decidimos trazer este envolvente evento para a bela Slateport. Mas, agora, vou deixar o resto com nossos animadores. Sejam bem-vindos, Miá Porchat e Fábio Mello!!!

De repente, uma densa fumaça branca tomou conta do palco, fato que aguçava ainda mais a curiosidade das pessoas que se amontoavam ali, e enquanto David Hyadro deixava o tablado, dois belos apresentadores, um homem e uma mulher, surgiram em meio a todo aquele efeito. A dupla parecia realmente famosa, uma vez que, enquanto cumprimentavam a plateia, gritos, palmas e assovios podiam ser escutados de todas as partes, até os pokémons que ali estavam cumprimentavam a dupla da forma que podiam.

O carisma de ambos os animadores, um jovem homem de cabelos loiros, grande sorriso e uma movimentação divertida, que se somava a beleza de uma moça de cabelos castanhos, pele em um moreno claro e de feição admirável, era algo que chamou ainda mais a atenção, pois, de todos os lados, mais pessoas surgiam. Assim, depois de toda aquela farra, o homem, que havia sido apresentado como Fábio Mello, falou:

- Olá a todos!!!!! Sejam Bem-vindos a caça ao tesouro pokémon de Slateport. Eu sou Fábio Mello e estarei aqui para conduzir o evento. – Dizia o homem enquanto o frenesi das pessoas ficava cada vez mais evidente.

- Não se esqueça de mim Fábio!! Me Chamo Miá Porchat e acompanharei esse doente no decorrer do evento. Sejam realmente bem-vindos pessoal!! - Eram as palavras da jovem que, depois de dar um tapa em seu companheiro, voltou a cumprimentar a plateia.

Mais e mais gritos podiam ser escutados. Por sua vez, Noah e Selena, que se encontravam em pontos distintos daquele lugar, tinham que conciliar aquele momento com o acalmar de seus pokémons, afinal, tanto Luke quanto Quinn se mostravam impacientes com tudo aquilo. Sendo assim, diante de tudo o que já foi dito, restava à dupla decidir se continuaria ali, com seus pokémons afoitos, ou desistiriam da participação no evento e voltariam a traçar seus distintos caminhos.

Joul
Joul
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Noah Agron em Qui Ago 06 2015, 23:56

OFF:
Eu nem sei o que tá acontecendo nos outros continentes. LOL PADRE FÁBIO DE MELO <3 KKKKKKK
E sem problemas Joulzinho, a gente super entende! (: E ótimo post, btw

Assim que o ruivo engravatado subiu no palanque a multidão silenciou. Todos que estavam conversando tentando tirar alguma informação uns dos outros simplesmente pararam para ouvir o que parecia ser um dos superiores da Devon Corporation.

Agron ouviu atentamente e sabia que não precisava se preocupar, pois com toda certeza ele estaria dentro da competição. O silêncio finalmente se quebrou quando David Hyadro terminou seu pronunciamento e anunciou a dupla famosa que iria animar a multidão. Ambos eram bem apessoados, as palmas e gritos eram intermitentes à partir daquele momento que eles assumiram o palco para conduzir o evento.

O aglomerado de pessoas estava totalmente afoito com a iminência da Caça ao Tesouro e com a presença das celebridades. Noah não estava se incomodando com a movimentação, mas Quinn, por sua vez, estava inquieta e bastante desconfortável com tudo aquilo que estava acontecendo diante das instalações de madeira. Quando o treinador percebeu ele se voltou mais uma vez para a pequena:

- Q, acalme-se, garota! - A expressão nos olhos da pequena ave era de medo e um sentimento de pânico. - Está tudo bem, é apenas uma comemoração. Essas pessoas estão apenas animadas, talvez um pouco mais do que a gente... Mas você não quer participar disso? Tenho certeza que vai ser dos mais legal! - A Pokémon olhava para seu treinador, que notava que ela estava com a respiração ofegante. - Eu entendo que esse tumulto deve ser bem amedrontador para você. Quando você crescer você vai se sentir diferente, eu prometo... Então o que me diz de descansar na Poké Ball até tudo ficar mais sereno?

O rapaz oferecia buscando a sua esfera bicolor no bolso.
Noah Agron
Noah Agron
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Lily em Sab Ago 08 2015, 13:11






Algumas informações foram dadas pelas pessoas que subiram ao palco, porém nada que interessasse tanto a Selena. Para ela, não passava de enrolação e, a certo ponto, não queria perder seu tempo. Por isso decidiu esperar somente um pouco mais para ver se acontecia o desenrolar do evento.

Entretanto, os outros não pensavam como ela. Estavam bem animados com o "possível" evento e com as pessoas ali presentes. Se elas eram ou não conhecidas, a treinadora não fazia ideia. Nunca esteve "alerta" nessa parte do mundo. As pessoas como ela estavam treinando nesse tempo. E o treino não tinha nada a ver com batalhas Pokémon. Infelizmente toda aquela euforia atingia seu Pokémon planta. Por sua vez, a loira tentou o acalmar abraçando-o e alisando a folha na cabeça do mesmo.

- Luke, essas pessoas estão apenas muito animadas.. Ainda não sei porque, já que o evento nem começou, mas não se preocupe. Nenhuma delas podem fazer algo de ruim. E se fizerem, podemos dar conta. Já demos conta outras vezes, lembra? - As palavras da treinadora eram completamente tranquilas, como seu tom de voz. Realmente haviam passado por muitas situações piores do que aquela juntos e não havia muitos motivos para que seu Pokémon ficasse daquela maneira por muito tempo.


Lily
Lily
Treinadora
Treinadora

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Joul em Dom Ago 09 2015, 00:25



As informações que soavam como algo completamente irrelevante para muitos, foram esclarecimentos visivelmente necessários para outros, uma vez que, querendo ou não, todas as palavras ditas por David Hyadro foram explicações que grande parte das pessoas que ali estavam buscavam. Afinal, os habitantes de Slateport gostariam de entender o real motivo para a Caça ao Tesouro Pokémon da Devon Corporation ser transferida para a cidade de uma forma tão repentina.

Mas para à alegria das pessoas que não estavam nem um pouco preocupadas com a necessidade de tais informações, a dupla de famosos apresentadores, Fabio Mello e Miá Porchat, depois de todo o momento de descontração junto à plateia, logo começou a explicar as regras que conduziriam a caça ao tesouro:

- Vamos parar de enrolação Fábio!! – Dizia uma Miá completamente diferente da vista anteriormente

- Vamos sim Miá! Pois bem pessoal, sei que muitos já devem estar cansados de toda essa baboseira.  –  E depois de uma curiosa seriedade ser exibida, o animador continuou: - A primeira coisa que vocês precisam saber sobre a caça ao tesouro, é que ela acontecerá em todo o território da cidade. Qualquer lugar poderá estar participando do evento. E caberá a vocês interpretar as dicas recebidas e torcer para que a sua conclusão realmente os leve aos lugares certos.

- E por falar em dicas, vocês terão que decifrar cinco enigmas interligados até a chegada ao gran finale. Explicando melhor, desde a saída de vocês, uma dica sempre irá os acompanhar, pois, ela, será a responsável por guia-los até o próximo esconderijo de uma nova charada.

- Mas eles não precisam pensar que será uma coisa fácil Miá, porque não será mesmo. As dicas necessitarão de tempo de raciocínio, afinal, uma decisão errada por acabar com as chances daquela dupla.

- Falando em duplas Fábio, é isso mesmo, vocês trabalharão em equipe. Vocês deverão escolher um parceiro para lhes acompanhar nessa caçada. Mas, lembrem-se, ele ou ela será seu companheiro até durante a batalha em dupla que fechará o evento.

- Vocês ouviram direito sim. A última charada será responsável por levar vocês a um esconderijo onde existem duas chaves.  As duplas que conseguirem apanhar tais objetos, serão as responsáveis por travar uma intensa batalha pokémon que decidirá o campeão do evento.

- Antes que se perguntem, a Devon Corporation preparou um valioso prêmio, porém nós só iremos divulga-lo na grande final da caçada.

- Enfim, agora, vocês podem partir em busca de sua dupla. E quando a encontrarem, se dirijam a uma das três funcionários que se encontram ao lado do palco para concretizar a inscrição e receber seus respectivos números de identificação.

- Por último, como é uma caçada pokémon, cada um dos membros da dupla tem direito de participar do evento acompanhado de um de seus pokémons. Escolham bem, afinal, a ajuda de tais criaturas poderá ser essencial para a concretização de alguma das charadas.

- Agora é com vocês! Se decidam e voltem para cá, já que, aqui, é o ponto de partida da CAÇA AO TESOURO POKÉMON DEVON CORPORATION

Ao final do diálogo promovido pela dupla, enquanto explicavam as regras da caçada, pôde se observar uma intensa movimentação entre os presentes, já que, no fim, eles, caso quisessem mesmo participar, teriam que encontrar alguma pessoa, se ainda não o tivessem, para acompanhá-los naquela corrida. Sendo assim, agora, restava saber como Selena e Noah iriam se portar, afinal, todos que os rodeavam já buscavam intensamente uma dupla para o desafio.
Joul
Joul
Treinador
Treinador

Alertas :
[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Right_bar_bleue


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Chapter I] Slateport City - Hometown Glory Empty Re: [Chapter I] Slateport City - Hometown Glory

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 13 1, 2, 3 ... 11, 12, 13  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum