Ato 01 — O início.

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Ter Maio 05 2020, 23:26

— Certo, Charmander, daqui em diante, ficaremos juntos, entendeu?

O pequeno lagarto concordou, demonstrando clara empolgação com seu mais novo treinador.

O sol estava a pino. O vento soprava, fazendo a vegetação alta e as folhas das copas das árvores mais a oeste da rota 101 dançarem, e algumas, caíam suavemente no tapete verde daquela estrada. O céu estava limpo, com uma pequena nuvem ou outra pairando no céu. Raras eram as manchas de pássaros passando devido à forte insolação daquele horário. Mesmo no meio do dia e com o calor, parecia um clima aprazível e propício ao início de uma jornada.

Para não suar, Nico retira seu blazer e o coloca sob sua mochila, constantemente tomando cuidado para que ele não caia no chão ou seja roubado por travessas criaturas que residem na rota 101. Apesar de novato, tinha conhecimento o suficiente de que não poderia andar na grama alta sem atenção, pois é ali que os pokémons selvagens costumam atacar sorrateiramente treinadores inexperientes.

Com o clima limpo, Nico olhou para a sua esquerda, percebendo algumas árvores, que forneciam sombra e um bom lugar para descanso, mesmo que sucinto. Ora, lá Nicholas estaria mais suscetível ao ataque de criaturas selvagens; ele estava ciente disso. Contudo, ainda precisava capturar alguns novos companheiros para jornada e também reunir experiência, afinal, o próximo desafio não seria nada fácil.

— Venha, Charmander, vamos descansar um pouco naquela parte da floresta.

Charmander concordou. Ele não passava o mesmo aperto de seu treinador, já que se sentia mais a vontade com um dia ensolarado. O pequeno alaranjado concordou, abrindo um sorriso logo em seguida. Andou um pouco mais rápido que Nico, que teve de esforçar-se para alcançá-lo. A empolgação do pokémon de fogo era notória.

Nicholas, apesar de andando, parecia aéreo, em qualquer outro lugar. Num emaranhado de euforia com preocupação, sabia que o caminho até Rustboro não era fácil. E chegar lá era o menor dos problemas. O garoto ouvira falar muito sobre Roxanne, a guardiã da primeira insígnia da liga de Hoenn, especializada em pokémons do tipo rocha.

Ainda havia muito a se percorrer. E mesmo no começo, o rapaz tentava vislumbrar com certa racionalidade o futuro. Mas é impossível. Tudo ainda era muito novo e incerto. A única coisa que Nico podia fazer era para que as correntezas o levassem para o destino mais favorável possível, ao menos naquele início.

Já sob a copa de uma árvore, jazia Nicholas, sentado, tomando um pouco de água para recuperar suas energias, enquanto Charmander olhava para cima estupefato, olhando de relance às vezes para Nico. O jovem lhe retribuía com um leve sorriso no canto dos lábios. E permaneceram ali.


Olá, caro narrador. Primeiramente, que tenhamos uma boa aventura nessa rota. Bom, os objetivos aqui são apenas achar alguns novos pokémons pra colocar na equipe e também treino do Charmander — ou do que mais vier. It's we!
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Karinna em Qua Maio 06 2020, 16:17

OFF:
Olá, Nico! Me chamo Karinna (ou KB como o pessoal prefere me chamar). Tudo bem? Espero que se divirta com que reservei para sua rota x)

P.S.: Usamos muito o Discord para conversar, tirar dúvidas e tudo mais. Se quiser é só entrar por lá acessando o Portal aqui do fórum! No mais, se precisar de alguma coisa, sinta-se livre para me mandar MP tanto aqui quanto no Discord :)

Ato O1 — O início.


Nada como mais um dia corriqueiro na rota cento-e-um.

O relógio já marcava além do meio-dia e as nuvens que trouxeram uma terrível tempestade na noite passada haviam desaparecido completamente. O céu que iluminava a conexão entre Littleroot e Oldale estava tão limpo que era possível até mesmo desconfiar da sanidade de quem presenciou a tormenta que ocorreu poucas horas atrás; aliás, há quem diga que fora um dos maiores temporais de todos os tempos, mesmo não havendo sequer uma poça d'água em vista para contar história. Mas, oh, essa é magia de Hoenn, certo? Sua alta temperatura e clima imprevisível é o que faz a região ser tão... única.

A grande e principal estrada de terra estava como de costume: lotadas barracas de sorvetes Castelia e grupos de treinadores montavam piqueniques sobre as características árvores de alta copa da região, enquanto outros preferiam se aventurar na floresta atrás de frutas, Pokémon ou um repouso adequeado — o que era o caso do nosso mais novo treinador, Nicholas. Junto com seu mais novo escudeiro, o loiro divagava sobre o futuro e aproveitava para descansar embaixo de um dos vegetais após alguns minutos de caminhada; nada além do normal, afinal de contas, não há ser humano que aguente caminhar por horas a fio embaixo do escaldante sol da região. Charmander, por sua vez, parecia encantado com tudo que acontecia a sua volta, suas pequenas orbes azuladas brilhavam ao observar o ambiente e o pequenino girava e girava tentando assimilar tudo aquilo que via, até que em certo ponto ficou tonto e acabou caindo de bumbum em cima do folhiço. Sem graça, o réptil coçava a cabeça e fitava Nico, como quem pedisse desculpas pela trapalhada.

Pode-se dizer que a vista do rapaz era digna de uma bela fotografia. A harmonia das árvores que introduzia a profundidade da floresta era admirável: vegetais menores e de folhagem colorida funcionavam como um portal e, mais a frente, as maiores escondiam os segredos que a selva reservava aqueles que decidiam adentrá-la. Era um completo mistério o que havia após toda aquela vegetação, mas isso não impedia que muitos transeuntes — em sua maioria também recém-treinadores — decidissem passar animados e seguir por ali.

Encostada em um dos coloridos vegetais estava uma garota, provavelmente por volta de seus 18-20 anos, observando nossos heróis à distância. Suas longas madeixas loiras e seu vestido azulado pareciam refletir ainda mais os raios solares, chamando bastante atenção. Ao seu lado estava um Jigglypuff, que corria de um lado para o outro se divertindo com o folhiço. Apesar de sua beleza estonteante, a jovem parecia fitar fixamente o lagarto, que ao perceber que estava sendo observado logo a encarava de volta, fazendo uma careta no processo, o que fez com que a jovem desse uma risada e desviasse o olhar. Ao perceber a careta em sua direção, a fada que acompanhava a loira retribuía a feição... E assim ambos Pokémon começaram uma competição de quem se mantinha mais tempo fazendo isso.

... Nem é preciso dizer que nenhum dos dois desistiria fácil, né?



Progresso da Rota:

Ganho de Experiência e Felicidade:

Capturas:

Itens:



_________________
Ato 01 — O início. Oringal2

Ato 01 — O início. Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Qua Maio 06 2020, 19:28

Eram como fogo e a água. Como sol e lua. Dia e noite. Apesar de opostos em muitos os sentidos, se completavam. Enquanto Charmander brincava e estatelava espalhafatosamente no tapete verde da relva, Nico deixou escapar um sucinto riso em seus lábios. O pequeno lagarto parecia se desculpar de suas trapalhadas, mas apesar do semblante sério do loiro, ele divertia-se em seu interior.

Não muito longe deles, jazia uma garota loira. Seu vestido era azul como o céu límpido do dia, e seus cabelos amarelos como os raios do grande astro que presenteava toda aquela paisagem com seu esplendor. Junto à moça, uma criaturinha. Era rosa e rechonchuda, com seu semblante demonstrado a inocência de pokémons novos ou até mesmo crianças. Chamavam a atenção pela união harmoniosa e de beleza singular poucas vezes dantes vista. Os olhares de Nicholas repousaram sobre aquele pokémon.

Era familiar para ele. Durante seus trabalhos em Kanto, no pokémarket, viu inúmeras pessoas carregarem aquela criatura rechonchuda. Apesar de Nico reconhecê-la, resolveu apontá-la a sua pokédex recém ganha de Birch. Bastou alguns segundos para que o dispositivo desse algum sinal, e então, uma voz robótica — apesar de suave — murmurou o que sabia a respeito de Jigglypuff.

"Jigglypuff, o pokémon balão. As cordas vocais de Jigglypuff podem ajustar livremente o comprimento de onda de sua voz. Este Pokémon usa essa capacidade de cantar exatamente no comprimento de onda certo para deixar seus inimigos mais sonolentos."

Abstraído sobre o pequeno pokémon rosa, é como se Nico tornasse à realidade. O outrora atabalhoado Charmander encarava a bela moça, fazendo uma careta em seguida. Ela gargalhou e desviou seu olhar. Jigglypuff respondera do mesmo modo que o alaranjado em brasas. Os dois se encaravam, como se estivessem competindo quem agüentava mais tempo.

Ah, a inocência de doces criaturas. Nicholas deixou escapar mais uma leve gargalhada, enquanto repousou seus olhos sobre a garota loira.

— É uma treinadora iniciante também? — inquiriu Nico, olhando de relance mais uma vez para os dois pokémons, quase que alheios ao mundo a sua volta. — Estou sentindo que esses dois vão se dar muito bem. Aliás, qual seu nome? Sou Nicholas, mas pode me chamar apenas de Nico.

O loiro dirigiu palavra à menina. A aparência jovial da moça escancarava que a faixa etária de ambos serem praticamente a mesma.

Lançado algumas apresentações juntos com perguntas, Nico relaxou seu corpo sentando mais espalhafatosamente sobre o tronco da árvore em que repousava.

— Charmander, não precisa encará-las assim. Dê as boas vindas de um modo mais adequado.

Terminado o pedido ao pequeno lagarto, fitou a garota, dessa vez mais sereno apesar de sério. Aguardaria, então, a resposta da mesma.

off.:
Muito prazer, Karinna/KB (ainda estou pensando em como te chamar kkkkkkkk). Aliás, obgd por narrar minha rota, e tô com o pressentimento de que vai ser muito divertido.

Aliás, sobre a citação da pokédex, peguei a do Omega Ruby (as outras, sinceramente, beeeem fracas) e espero que não haja problema algum sobre isso. Vou agradecer também por detalhar um pouco mais a personalidade do Charmander, e mais pra frente, vou escrever algo pra adicionar na personalidade dele (falta ainda ver uma batalha pra eu fazer uma descrição melhor).

No mais, já entrei no canal do discord e pd deixar, qq coisa, te contato por lá. c:
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Karinna em Qui Maio 07 2020, 14:07

OFF:
Pode deixar, assim que você escrever a personalidade do Charmander eu edito na sua ficha!

E tudo bem, sinta-se livre para conversar com o pessoal por lá, é todo mundo muito receptivo x)

P.S.: Que estilo de rota você prefere? Algo mais sombrio, mais complexo, mais simples? Quais são suas preferências narrativas? Só para saber como devo moldar o plot que criei x)

Ato O1 — O início.


Apesar das visíveis diferenças em personalidade, era possível dizer que Nico e Charmander se entediam como se fossem amigos de longa data. É corriqueiro ver pela rota cento e um treinadores tendo dificuldades com seus Pokémon, principalmente se forem iniciantes e não tiverem ideia do que estão fazendo; claro, isso também se dava pela sorte do loiro ter conseguido um monstrinho de personalidade aconchegante, caso contrário, imagina a dificuldade em treinar um lagarto de fogo emburrado?

A disputa de caretas arrancava risadas espontâneas da loira, que ao ser dirigida à palavra por nosso herói, se aproximava e estendia a mão em saudação. Sua Jigglypuff, por sua vez, se aproximava timidamente dos nossos heróis, encerrando a competição Pokémon acirrada após Nicholas chamar atenção de seu pequeno; um sinal de extrema educação, aparentemente dada por sua treinadora, que com somente um olhar agradecia à reação da rechonchuda fada.

Era possível para Nico observar perfeitamente a jovem agora que estava próxima: seus cabelos brilhosos como a luz do sol estendiam-se até seu cóccix, seu vestido, extremamente detalhado, possuía a gola em um tom azul mais escuro, enquanto toda sua extensão era em azul-bebê, seus olhos, tão azuis quanto a cor do céu se destacavam diante de sua leve maquiagem e gloss e um pequeno lenço vermelho terminava de enfeitar suas penteadas madeixas. Atravessada pelo peito estava uma bolsa, aparentemente cheia e com o que parecia ser alguns Oran Berries saindo por fora do zíper.

— Me chamo Emma, tudo bem? — a atenção da jovem voltava para Charmander, que após uma simples introdução à Jigglypuff, logo focava seus olhinhos nas frutas em sua bolsa — Você quer uma? — acariciou com a mão direita a testa do lagarto, que parecia adorar a oferta e o chamego — Toma. — a loira retirava três, dando uma nas mãos do pequeno e estendendo as demais na direção de Nicholas — Guarda com você, aparentemente ele gosta bastante. — um sorriso simpático estendeu-se de orelha a orelha — Sou novata sim, acabei de capturar meu segundo Pokémon. — voltou sua atenção para sua fada, que agora brincava com Charmander em volta da árvore que Nico estava encostado — Difícil ver um Charmander tão simpático, por isso estava observando ao longe; bem curioso. — ajeitou seu cabelo, colocando-o completamente na parte da frente de seu ombro direito — O que procura por aqui? — encostou na mesma árvore que o loiro, aproveitando para observar as folhas que caíam e volumavam ainda mais o folhiço — Ouvi alguns treinadores dizerem que mais para dentro da floresta tem um Pokémon bem bravo, mas que parece ser bem forte. — deu de ombros — Não sou muito de ouvir os outros, mas confesso que fiquei curiosa. — sorriu novamente, por algum motivo envergonhada por parecer bisbilhoteira — Acho que seria legal investigar, mas tenho medo de ir sozinha. Se me meter em problemas meus pais me matam, já foi um sufoco convencê-los a me deixar sair em jornada, mesmo tendo dezenove anos. — revirou os olhos, agora sem graça por ter compartilhado demais com um estranho; algo sobre o modo como falava parecia demonstrar claramente que a loira era de personalidade simpática e inocente, provavelmente por não ter sofrido muito na vida — Desculpa se falo demais... Sei que tem gente que não gosta.

E, talvez, Nicholas fosse uma dessas pessoas. Sempre cauteloso e atento, era difícil saber se o rapaz abaixaria sua guarda com uma garota que acabara de conhecer. Por outro lado, Charmander continuava correndo para lá e para cá com Jigglypuff, de vez em quando rolando em cima das folhas e jogando-as para o alto em brincadeira.



Progresso da Rota:

Ganho de Experiência e Felicidade:

Capturas:

Itens:



_________________
Ato 01 — O início. Oringal2

Ato 01 — O início. Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Qui Maio 07 2020, 16:21

As apresentações foram feitas. Charmander se encantou com a gentileza da bela moça treinadora daquele Jigglypuff ao receber de suas mãos uma fruta. Os olhos azuis do pequeno lagarto brilharam, que começou a pular alegremente. O pokémon alaranjado voltara a sua atenção para a mais nova amiga, e começaram a correr em círculos daquela grandiosa árvore como duas pequenas crianças que se conheceram no parquinho. Quanto às demais frutas, Nico estendeu a mão para recolhê-las, agradecendo a oferta logo em seguida.

Emma. Esse era seu nome.

De cândida personalidade, Emma ficou frente a frente do loiro, que abrira um espaço para que esta ficasse ao seu lado. Dissera que acabava de capturar o seu segundo pokémon. De início quase simultâneo, apesar de ela já ter dado passos mais largos, pensou Nico. Os olhos límpidos azuis e joviais da menina agora encaravam Charmander, que brincava em perfeita harmonia com seu Jigglypuff. A menina comentou que é difícil ver a figura simpática de um monstrinho como ele.

De fato. Em um lapso de memória, Nico lembrara que sempre que os treinadores mais destemidos começavam com o Charmander por sua atroz aparência, principalmente de sua evolução. Como Charizard. Um grande pokémon que passa o espírito de gladiador nato enquanto abre suas suntuosas asas, grunhindo como uma feroz besta à procura de seu inimigo. Em batalha, magnífico.

Nicholas tornou ao mundo real ao ver a pálida mão da garota arrumar seus áureos cabelos. Emma indagara o que Nico fazia por ali. Quando o treinador pensou em respondê-la, a inocente Emma seguia a falar, sentando-se ao seu lado, de que mais ao interior daquela floresta, residia um bravo, porém forte pokémon que despertara seu interesse. Um sorriso envergonhado enfeitava o já belo rosto da jovem treinadora ao dividir aquelas informações com Nico.

— Estou aqui para treinar Charmander em batalha, e aumentar nossa sintonia também — respondeu. — Caso apareça algum pokémon interessante, provavelmente irei capturá-lo. Preciso de companheiros fortes o suficiente para encarar os ginásios. Ouvi dizer que Roxanne é tão durona quanto seus pokémons.

Emma continuou. Mesmo com interesse, não queria aventurar-se sozinha por medo de seus pais — apesar da idade. Talvez sem graça, ela pediu desculpas por dividir coisas pessoais a quem não conhecia e até mesmo falar demais. Nico deu um leve sorriso. De personalidade inocente, viu poucas pessoas, ainda mais se aventurando em uma vida tão incerta quanto a de um treinador.

— Eu não tenho problema algum, por mim, pode falar o quanto quiser — os olhos azuis de Nicholas repousaram sobre os orbes tão azuis quanto o oceano de Emma. — Me parece interessante. Se não for um problema, podemos ir investigar a floresta juntos.

Ao terminar de falar, Nicholas voltou a olhar seu Charmander com a rechonchuda fada de Emma. Brincavam e se jogavam no chão da maneira mais pura possível. Um sorriso surgiu nos finos lábios do treinador, que voltou a fitar a garota sentada ao seu lado.

— E então, quando partimos?

off.:
Por mim, pode conduzir a rota da maneira que bem entender e como for melhor pra vc, porque eu mesmo gosto de todos os estilos possíveis. Vc tem carta branca pra conduzir o plot como bem entender. \o/
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Karinna em Sex Maio 08 2020, 15:16

OFF:
Tudo bem! Divirta-se <3

Ato O1 — O início.


E tão simples quanto o mormaço que a alta temperatura de Hoenn trazia consigo era sentir Nicholas já formando laços com a treinadora, por mais que não quisesse admitir: bastou algumas frases e perceber a inocência na voz da garota que o loiro rapidamente criou simpatia pela mesma, ao ponto de querer investigar a floresta ao seu lado. Sempre reservado, quem passa e repara no semblante não-muito-simpático do rapaz jamais imaginaria que aceitaria um convite tão rápido quanto esse; oras, mas o que fazer, não é? novos treinadores até tentam, mas não conseguem fugir do esteriótipo de se meterem onde não foram chamados, o que na maioria das vezes não dá em nada...

Mas será que Nicholas e Emma teriam a mesma sorte?

Ao sentir sinceridade na aceitação e perceber o tom amigável do rapaz às suas frases atrapalhadas, Emma abria outro sorriso, agora de orelha a orelha e radiando felicidade. Prontamente a loira voltava a jogar seus cabelos para trás e levantava em um impulso só: com a mesma mão que ajeitou suas madeixas, puxava Jigglypuff pelo topete, jogando-a no alto algumas vezes como um verdadeiro balão de ar. Rindo da situação, Charmander erguia também seus dois bracinhos para Emma, que logo colocava a fada no chão e fazia o mesmo com o lagarto, que gargalhava com a brincadeira. Era uma cena belíssima de se ver, não pelo simples fato do Pokémon ser de Nicholas e estar aproveitando suas primeiras horas fora de sua esfera metálica, mas sim pela pureza que emanava daquela situação... Dá para contar nos dedos quantos treinadores e monstrinhos experientes que já passaram por poucas e boas se dão ao luxo de brincar dessa maneira.

— Pode ser agora? — a garota colocava Charmander no chão, que corria até Nico e abraçava suas pernas em afeição — Podemos depois fazer uma batalha entre os dois, mas não sei se eles vão querer batalhar um contra o outro... — Emma riu, voltando sua atenção para a floresta que os aguardava — Nada como explorar o desconhecido, né? — começou a caminhar até lá em passos largos, porém lentos, sinalizando para que Nicholas a acompanhasse — Vamos lá.

Estranhamente o movimento de pessoas que passavam por aquela área diminuía drasticamente. Não é como se ficasse tudo deserto, alguns ainda transitavam de um lado para o outro, apesar da maioria já ter adentrado a mata. Retirando alguns galhos do caminho, Emma abria passagem pela densa floresta que os aguardava e, diferente de onde estavam, a quantidade de árvores ali presentes diminuía a luz que entrava pela relva. Com plantas de alta copa e diversas epífitas que dificultavam a visualização apropriada do ambiente, todo passo deveria ser cauteloso, afinal, o folhiço agora era molhado, um souvenir que a tempestade do dia anterior havia deixado na natureza.

— Engraçado... Vimos tanta gente entrar por aqui e ainda assim não consigo ouvir ninguém. — Emma tinha um ponto, a floresta estava calada, sendo possível escutar somente alguns barulhos do que parecia ser de Pokémon se esgueirando pelas árvores — Deviam estar com pressa. — deu de ombros, seguindo em frente e parando ao observar uma pequenina e apetitosa fruta avermelhada posicionada cautelosamente sobre um tronco caído — Que estranho, essa árvore é de Oran Berries... — a loira fitou Nicholas, apontando para cima e mostrando os frutos azulados pendurados no alto do vegetal que recaía sobre o tronco — Sei que pareço burra, mas isso não me cheira bem. — enquanto isso Charmander puxava a barra da calça de Nicholas, encarando com um semblante não muito amigável o que parecia ser um arbusto do lado aposto de onde a fruta se encontrava — Acha que devemos mexer?




Progresso da Rota:

Ganho de Experiência e Felicidade:


Capturas:


Itens:
— +2 Oran Berries;



_________________
Ato 01 — O início. Oringal2

Ato 01 — O início. Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Sex Maio 08 2020, 18:20

Trabalhando em Viridian, Nicholas viu poucas vezes cenas tão alvas quanto aquela. Seu Charmander sentia-se seguro e se divertia com a garota. Até mesmo ele, que muitas vezes tendia a se reservar, começou a inspirar confiança naquela garota. O lagarto ria, e como ria. Subia e descia, encaixando nos braços de Emma, se sentindo radiante. A loira passara uma imagem inocente e confiável; era impossível recusar um convite, ainda mais, naquela situação, em que ele seria apenas beneficiado com uma companhia.

Charmander corria, abraçando a perna do mais novo treinador enquanto Emma o chamava para adentrar a densa floresta mais a frente. Nico levou sua mão canhota até a cabeça de seu inicial, afagando-o. Risonho, o lagarto parecia gostar de um tratamento mais meloso; Nicholas não era bem assim, mas tinha de fazê-lo: agradar seu primeiro companheiro era fundamental.

Levantou-se.

A ingênua garota convidou Nico a se enfrentarem, terminada a expedição.

Não vejo porque não — respondeu Nico, em um sorriso, olhando para Charmander, que se escondia detrás de sua calça.

E seguiram juntos até a floresta. A floresta, outrora mais esparsa, começava a se compactar e tornava-se mais densa. Diferente de antes de a dupla passar por alguns galhos, a grama agora estava úmida graças à tempestade do dia anterior. Emma exprimiu que apesar de haver muita gente entrando ali, não podia ouvi-las. O único ruído audível era de galhos e folhagens se mexendo, típicos de monstrinhos se esgueirando.

Mais uma observação da loira. Nicholas, taciturno, atentava seus ouvidos na direção daqueles sons. Pelo fato de estar mais concentrado, tentava gravar bem a localização de cada som. Olhou para Charmander, fazendo questão de mantê-lo o mais perto possível. O loiro, cauteloso como de costume, já tinha como certeza de que estavam sendo vigiados por pokémons nativos. Desde quando? Suspeitava que fora no momento em que a floresta mudou seu perfil.

Emma parou. Olhou para algum tronco caído, onde repousava uma fruta. Seus olhos azuis pairaram sobre a vista do treinador, enquanto com seus pálidos dedos apontava para cima. Era uma árvore de oran berries. A garota fez observações, proferindo de que aquilo estava errado. Lançou em seguida uma indagação a Nicholas, que quase simultaneamente olhou para um incômodo em sua perna.

Era Charmander. Ele grunhia, como se estivesse esperando algum inimigo ao redor do pequeno grupo.

Não, vamos continuar parados aqui. Não temos muita escolha — prontamente, respondeu o loiro.

Seus olhos azuis correram o ambiente mais uma vez. A suspeita que levantara outrora veio à tona. Nico pensava que já estavam sendo vigiados, e ao fitar aquela fruta sobre o tronco, ligou, pensando que ali estava o gatilho de uma emboscada. Quando qualquer um se aproximasse da fruta, seriam surpreendidos por todos os ângulos possíveis de criaturas selvagens.

Charmander, pegue isto e segure bem. Não aja até minhas ordens, entendeu? — Nicholas abaixou-se, entregando uma das frutas de Emma deu justo no início do encontro. Charmander balançou a cabeça, segurando a semente, como lhe fora pedido.

Nico aproximou-se de Emma, fazendo um sinal com a mão para que a mesma aproximasse seus ouvidos, murmurando então:

Desde o momento em que entramos, acho que já estávamos sendo vigiados. Tenho a suspeita de que, quem quer que seja a nossa volta, quer que nos aproximemos daquela fruta. Olhando o ambiente ao nosso redor, não temos tantas opções para agir assim, mas eu sei o que fazer: — aproximou ainda mais dos ouvidos de Emma. — cubra a minha retaguarda, porque assim, vamos ter visão do que acontece de tudo ao nosso redor. Vou atacar com Charmander onde ele suspeita de que há alguém, portanto, prepare-se.

Agora, o loiro voltou toda a sua atenção ao pequeno lagarto. Mais calmo e atento, ele sentiu que seu treinador tornou sua atenção para ele. Bastou um sinal de cabeça do loiro, e eles entraram se sintonizaram: era a hora de entrar em batalha. Charmander afastou suas pequenas pernas, esperando o comando de Nico.

Use o Ember naquele lugar! — Nicholas apontou para onde o lagarto grunhia até pouco tempo atrás.

Mesmo sendo um iniciante, Nicholas sabia do que um Charmander novo era capaz. Ora, sua experiência no pokémarket com treinadores novos e experientes lhe dava bagagem para que ele soubesse o que fazer sem antes consultar a pokédex.

Lançado o comando, o loiro cerrou mais seu olhar. Passava um ar mais atento, e já pensava em alguma estratégia para o que fazer logo em seguida. As armas que tinham na mão não eram muitas, mas já permitiam que ele pudesse agir à altura. E ainda tinha mais um elemento: Emma. Inúmeros cenários passavam-se na cabeça de Nico, mas ele contava com um, dado suas suspeitas: quem quer que estivesse vigiando a dupla, anteciparia o ataque no momento em que Charmander disparava suas brasas.

off.:
só esclarecendo uns pontinhos (vai que eu n expliquei bem na narração q): antes de o que quer q for q vem pela frente, já queria equipar uma oran berry no charmander (vai q né, melhor previnir do q remediar qqqqq)
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Karinna em Sab Maio 09 2020, 16:13

OFF:
Ok, pode deixar.

Ato O1 — O início.


Não há nada como um desafio para treinadores que mal saíram das fraldas, não é? O fato daquela fruta de cor diferenciada poderia não ser nada, mas logo chamava atenção de Emma, que por sua vez comunicava sua preocupação à Nico; no final das contas, a garota parecia não estar errada, já que Charmander percebia algo diferente observando-os do lado oposto de onde estavam. Nosso herói rapidamente bolou um efetivo plano para tentar pegar quem aparentemente havia causado aquilo tudo e Emma, um tanto quanto amedrontada, somente consentia com a cabeça e sinalizava para que Jigglypuff prestasse atenção no que estava acontecendo.

Seguindo as ordens de Nicholas, o lagarto abriu sua boca o máximo que conseguiu e lançou uma brasa na direção da árvore... Mas nada aconteceu. A brasa passou pelo arbusto e bateu no tronco de uma das árvores que lhe cercava, dissipando-se para baixo, dentro de outro arbusto. Emma suspirou aliviada e, bom, a surpresa vinha a seguir: antes mesmo que Charmander pudesse relaxar, um fio de seda voou na direção do lagarto, que se não fosse por Jigglypuff empurrando-o para longe, teria levado o golpe. O verdadeiro culpado por ter colocado aquela fruta ali não havia aparecido, de fato, mas ao que tudo indicava o ataque do fiel escudeiro de Nicholas parecia haver incomodado alguns dos monstrinhos que dormiam por ali. Não demorou muito e o atacante decidia revelar-se, para nossa surpresa não somente um Pokémon, como dois:

Ato 01 — O início. Dustox-fAto 01 — O início. Wurmple

Parecia ser um pouco óbvio — ainda mais pelo aspecto sonolento de ambos insetos — que não eram Dustox e Wurmple os responsáveis por colocar aquela fruta ali. Algo que era confirmado quase de imediato: atrás dos selvagens era possível ver uma silhueta bem rápida correndo ainda mais para dentro da relva, fugindo dos nossos heróis.

— Parece que eles não são muito amigáveis, Nico. — a jovem engolia seco, enquanto sua Jigglypuff já tomava a frente junto com Charmander para que começassem uma batalha; este último, por sua vez, um tanto quanto sem graça por ter sido o causador da fúria dos insetos. — Não se preocupe, rapazinho. Foi só falta de sorte. — a loira acariciou a cabeça do lagarto, dando alguns tapinhas leves logo em seguida — Precisamos vencê-los logo, essa mariposa é venenosa e pode dar trabalho depois. — respirou fundo — Posso contar com você? — fitou Nicholas por alguns segundos, abrindo um sorriso simpático, porém preocupado, no processo — Vamos lá. — apontou para frente — Jigglypuff, Sing e Pound na Dustox!



Progresso da Rota:

Ganho de Experiência e Felicidade:


Capturas:


Itens:
— +2 Oran Berries (1 equipada em Charmander);



_________________
Ato 01 — O início. Oringal2

Ato 01 — O início. Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Sab Maio 09 2020, 23:51

E o plano foi por água abaixo.

Charmander executou seu ataque com maestria, contudo, não atingira nada além de um tronco vazio. Na sequência, um tiro de teias irrompeu na direção do inicial de fogo, salvo por um pequeno empurrão do balão rosa. Os autores do ataque logo apareceram: tratava-se de uma mariposa roxa junto a uma lagarta vermelha. Encararam Nicholas e Emma, com sinais de que acabaram de acordar. E não era o único detalhe. O verdadeiro autor da emboscada tratou de adentrar mais fundo naquela densa mata, deixando os novos treinadores à mercê de pokémons insetos furiosos.

Natural de Kanto, Nico não tinha tanto conhecimento assim acerca das criaturas daquela região, a não ser o básico. Nesse lapso temporal de a silhueta começar a desvanecer em direção ao interior da floresta da rota 101, Nicholas apanhou a sua pokédex. Não tardou muito para a mesma voz robótica de outrora trazer-lhe mais informações.

"Wurmple, o pokémon minhoca. Usando os espinhos na extremidade traseira, Wurmple descasca a casca das árvores e se alimenta da seiva que escorre. Os pés deste Pokémon são inclinados com ventosas que permitem agarrar-se ao vidro sem escorregar."

"Dustox, o pokémon mariposa venenosa. Dustox é instintivamente atraído pela luz. Os enxames deste pokémon são atraídos pelas luzes brilhantes das cidades, onde causam estragos ao arrancar as folhas das árvores à beira da estrada em busca de comida."

Simultaneamente, Emma alertara ao loiro de que eles não pareciam muito amigáveis. Era até óbvio, mas Nicholas não a julgava, pois a garota parecia extremamente nervosa com a situação. Apesar disso, a garota dotada de cabelos áureos acariciava o pequeno Charmander, que mostrava estar constrangido por atrair os insetos venenosos. Bastaram uns afagos da delicada mão da treinadora para que o lagarto tornasse à sua confiança costumeira. Ainda, proferira sobre os perigos de Dustox.

Treinadores iniciantes tinham problemas com uma criatura análoga: Beedrill. Em Kanto, mais precisamente na floresta de Viridian, Nicholas viu inúmeros aventureiros imperitos arfar até o mercado da cidade em busca de potions para curar seus companheiros de ataques das abelhas. Um cenário horripilante, mas que agora, era vivido pelo loiro.

Mas é claro que pode — Nico encarou Emma de volta, respondendo-a sobre se unirem naquele cenário melindroso.

Sem muitas delongas, Emma deu as ordens à Jigglypuff. Sua intenção era deixá-lo dormindo para que não incomodasse tanto no combate, seguido de um ataque físico. Nico não tinha ainda tantas armas assim para tentar algo diferente, então, recorreu à estratégia corriqueira de treinadores novos: ataque total.

Charmander, dessa vez, você consegue. Ember, duas vezes na Dustox.

Seus olhos azuis centravam nos seus inimigos. Quase que de extinto, suas mãos foram aos seus bolsos, para que ficasse mais relaxado e pudesse analisar mais precisamente a situação do combate — nada mais que um capricho de Nicholas. Era sua primeira luta ao lado de Charmander, mas o treinador não podia ceder ao nervosismo e simplesmente largar de lado seu lado estratégico e pensativo.
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Karinna em Dom Maio 10 2020, 20:05

Ato O1 — O início.


E assim, a primeira batalha de Nicholas e Charmander se iniciava, algo que deveria acontecer em outras circunstâncias, mas não era como se nossos heróis pudessem escolher; Dustox e Wurmple procuravam briga e, bom, era exatamente isso que conseguiram.

Mais rápido em campo, o lagarto de fogo começava: abrindo sua bocarra o máximo que conseguia, uma pequena brasa era lançada na direção de Dustox, acertando-a em cheio super-efetivamente. Irritada por não somente ter sido acordada mas também levar um golpe em cheio de primeira, a mariposa batia suas asas e lançava um pequeno furacão de vento em Charmander, que até cambaleava um pouco, mas não sofria tanto assim com Gust. Wurmple seguiu, lançando seus fios de seda sobre os pequenos de Emma e Nicholas, deixando-os emaranhados e diminuindo drasticamente sua velocidade — algo que não era nada demais, mas deixava a fada aliada extremamente irritada. Por fim, Jigglypuff até tentava, mas praticamente imóvel pelo String Shot, acabava errando sua canção de ninar.

Charmander repetia seu Ember, mirando novamente em Dustox, que agora levava um dano crítico do lagarto. Novamente a mariposa repetia Gust, só que dessa vez em Jigglypuff, que conseguia se desmaranhar dos fios de seda e retribuir o golpe com Pound. Por fim, Wurmple diminuiu ainda mais a velocidade dos nossos heróis, deixando a fada aliada extremamente aborrecida.

— Perfeito. — Emma dizia, apesar de sua fada ter errado o golpe — A habilidade da Jigglypuff é nosso ás na manga. — sorriu, apoiando sua mão direita sobre o ombro esquerdo de Nico — Vocês dois tem uma conexão natural, sabe-se lá quanto tempo tive que treinar com Jigglypuff para ela seguir meus comandos direitinho. — apertou, gentilmente — Parabéns. — voltou sua atenção para a batalha — Vamos lá, Jiggly! Duplo Disarming Voice!


Dustox:
Normal
Wurmple:
Normal
Hold Item 1:

Hold Item 2:
Trait 1:
Shield Dust
Trait 2:
Shield Dust

lv10 Dustox


24/32
lv07 Wurmple


23/23
Ato 01 — O início. DustoxAto 01 — O início. Wurmple
Ato 01 — O início. CharmanderAto 01 — O início. Jigglypuff
lv05 Charmander


14/18
lv11 Jigglypuff


40/46
Trait 1:
Blaze
Trait 2:
Competitive
Hold Item 1:
Oran Berry
Hold Item 2:

Charmander:
-4 Speed;
Jigglypuff:
+4 Sp. Atk; -4 Speed;

Campo: Floresta com iluminação precária; chão coberto de folhiço e árvores enfeitam ao redor.

Progresso da Rota:

Ganho de Experiência e Felicidade:


Capturas:


Itens:
— +2 Oran Berries (1 equipada em Charmander);



_________________
Ato 01 — O início. Oringal2

Ato 01 — O início. Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Dom Maio 10 2020, 23:01

Nicholas sentiu o calor das pálidas mãos de Emma sobre seu ombro. A loira fizera uma observação sobre a habilidade especial de Jigglypuff. Ela tinha propriedade, afinal, o pokémon pertencia a ela e a convivência vale — em alguns casos — mais do que estudos ou conhecimentos prévios; como ela era mais experiente, com certeza sua palavra tinha mais valor que a do treinador. E não foi apenas isso: fez questão de ressaltar a conexão de Charmander com Nico, parabenizando por um feito que inconsciente do loiro.

Ela era terna, até demais. Nicholas é um garoto mais reservado, e tem um ar mais gélido ao seu redor. Era como se no meio de um grande pedregulho, crescesse e florescesse uma bela cerejeira, que espalhava suas pétalas rosadas cercada de boas energias por todo aquele recinto acinzentado.

Enquanto Emma falava, o loiro apenas fitava seus olhos anis, que transpassavam a mesma sensação serena de se olhar o céu em um dia limpo, como era esse mesmo dia.

Perdido nesse devaneio, Emma deu seu comando a Jigglypuff. A fada era muito bem treinada, e, segundo os olhares analíticos de Nico — até mesmo um olhar débil perceberia aquilo —, a criaturinha rechonchuda garantiria a vitória, no final das contas. Não hesitou, comandando a seguir:

Continue. Ataque Dustox com Ember mais duas vezes!
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Karinna em Ter Maio 12 2020, 07:22

Ato O1 — O início.


Nicholas começava a sentir a ternura de Emma chegar ao seu âmago; a energia da loira era não só pura, como também genuína e amável... Realmente uma ótima pessoa para o rapaz conhecer em seu primeiro dia de jornada. A jovem retirava a mão do ombro do nosso herói, agora colocando-as uma ao junto da outra, como em prece -- talvez pedindo a Arceus que tivesse força suficiente para derrotar os inimigos de uma vez por todas.

Praticamente presos embaixo de seda, tanto Charmander quanto Jigglypuff demorariam para poder atacar. Por outro lado, Dustox e Wurmple já se movimentavam em campo, com a lagarta lançando um pequeno dardo super-efetivo venenoso sobre a fada e a mariposa lançando mais um de seus fracos furacões no lagarto. Rapidamente o fiel escudeiro de Nico repetia seu Ember e Jigglypuff lançava sua poderosa melodia contra ambos adversários, deixando Wurmple em estado crítico. Vendo o poder do ataque da fada, Dustox decidia focá-la, lançando seu Gust sobre ela; o lagarto fazia o mesmo, repetindo seu Poison Sting. Por fim, Charmander conseguia queimar Dustox com mais um de seus Ember e Jigglypuff conseguia derrubar Wurmple fora de combate.

— Você tem interesse em capturar algum deles? — Emma dizia, preocupada ao ver que Jigglypuff já começava a demonstrar sinais de cansaço — Por sorte Jiggly não ficou envenenada, se não seria um grande problema. — bufou — Precisamos prestar atenção direito onde mexemos e pisamos quando seguirmos atrás da sombra que fugiu... — apontou na direção — Tenho algumas Oran Berries ainda, na verdade. Mas não muitas. Pode ser de alguma ajuda. — apontou na direção de Dustox — Jiggly, repita seu Disarming Voice!



Dustox:
Burned;
Wurmple:
Fainted
Hold Item 1:

Hold Item 2:
Trait 1:
Shield Dust
Trait 2:
Shield Dust

lv10 Dustox


02/32
lv07 Wurmple


00/23
Ato 01 — O início. DustoxAto 01 — O início. Wurmple
Ato 01 — O início. CharmanderAto 01 — O início. Jigglypuff
lv05 Charmander


10/18
lv11 Jigglypuff


20/46
Trait 1:
Blaze
Trait 2:
Competitive
Hold Item 1:
Oran Berry
Hold Item 2:

Charmander:
-4 Speed;
Jigglypuff:
+4 Sp. Atk; -4 Speed;

Campo: Floresta com iluminação precária; chão coberto de folhiço e árvores enfeitam ao redor.

Progresso da Rota:

Ganho de Experiência e Felicidade:


Capturas:


Itens:
— +2 Oran Berries (1 equipada em Charmander);



_________________
Ato 01 — O início. Oringal2

Ato 01 — O início. Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Ter Maio 12 2020, 09:06

Não, não quero capturar nenhum deles.

O combate, pouco a pouco, aproximava de seu fim. Os últimos comandos feitos por ambos os treinadores foram parte do clímax da batalha. Emma parecia rezar para Arceus torcendo para que nada acontecesse aos dois monstrinhos, ao contrário de Nicholas, irredutível em sua postura analítica. Seus olhos cerúleos perfaziam o trajeto entre ambos os insetos que foram duros adversários, dando apenas o sinal do óbvio: a luta já tinha um vencedor naquele embate. O efeito de queimadura implicado pelos ataques de Charmander definiram isso, em conjunto ao poderoso ataque com a voz da fada.

Poucos recursos sobraram a Emma, segundo ela. O cuidado a partir de então era essencial. Terminada aquela ponderação por parte da loira, Nico ficou taciturno por alguns segundos, culpando-se colocar naquela situação que se não fosse Jigglypuff e Charmander, poderia ser o fim da linha para os novos treinadores. Ele não sabia ainda se de todos os cenários, ele contou com o mais óbvio e levou um duro golpe do improvável, ou se por simples sorte, os ventos dos destinos sopraram a favor do desconhecido. O faro era único: falhou, e sentia-se inquieto por isso.

Os comandos seguidos de Emma trouxeram Nicholas de volta ao mundo real. Mais um de seu poderoso ataque com a voz. Por mais que a queimadura viria daqui a não muito tempo, era hora de, enfim, acabar com aquela laboriosa batalha. Deu, por fim, o derradeiro comando ao réptil alaranjado.

Ember!
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Karinna em Ter Maio 12 2020, 19:09

Ato O1 — O início.


E, então, a primeira vitória veio. A primeira de muitas, diga-se de passagem, mas a cena que Nicholas veria na frente dele provavelmente jamais se repetiria: se desvencilhando dos fios de seda e com uma expressão impaciente, Charmander lançava uma poderosa esfera de fogo contra Dustox, com um impacto tão forte que o inseto simplesmente aceitou a força da gravidade e caiu sem qualquer força para levantar. Mas a surpresa não veio aí: os olhos do lagarto brilhavam, seus bracinhos, curtos e sempre inquietos, balançavam de um lado para o outro em euforia; suas orbes azuladas voltavam sua atenção para Nico lacrimejantes, emocionados pela conquista que havia acabado de conseguir. A injeção de felicidade era tão, mas tão grande, que Charmander saltou no ar para cima do colo de seu treinador, falando e falando como se o loiro pudesse entender seu idioma Pokémon ininteligível.

— Que gracinha, Arceus do céu! — Emma sorria, enquanto afagava a cabeça de Jigglypuff e entregava uma Oran Berry para a pequena — Você quer? — buscou outra, mas o lagarto estava em tanta euforia que sequer prestou atenção — Toma, Nico, dá para ele depois. — a garota tomou a liberdade de colocar a fruta na mochila do rapaz; um tanto quanto invasiva, mas não era como se Nicholas fosse conseguir pegar com os braços ocupados — Huh? — Emma voltou sua atenção o arbusto de onde anteriormente haviam saído os insetos — O que é aquilo?

Em passos largos e curiosos a garota se dirigiu até a planta, somente para agachar para pegar algo e erguer no alto... Um ovo? Será que estava perdido? Jigglypuff adentrava o arbusto também e, pasmem, saía com outro ovo em suas gordinhas mãos. Dois ovos! Será que os insetos estavam tentando protegê-los?

— Nossa, tadinhos. — a loira estendia as mãos, entregando um dos ovos para Nicholas — Você fica com um e eu com o outro... Precisamos cuidar deles. — sorriu — Mesmo se não quiser, depois você entrega no Centro Pokémon. — respirou fundo — Imagina alguém passa desavisado por aqui e acaba pisando... — pegou o ovo que estava nas mãos de Jigglypuff — Que Pokémon será que tem aqui? — perguntou curiosa, fitando Nico nos olhos, como se de alguma maneira o rapaz pudesse lhe dar a resposta — Er... — corou, quando percebeu que encarou demais o loiro — Desculpa, é uma mania que tenho. — sorriu sem graça — Então... Acredito que a sombra tenha ido por aquela direção... — guardou o ovo em sua bolsa, apontando para sua direita logo em seguida — Vamos?



Progresso da Rota:

Ganho de Experiência e Felicidade:
— Charmander recebeu +912 de EXP e +5 de felicidade pela vitória contra Dustox e Wurmple. Upou para o Lv. 10 [180/239]. Aprendeu SmokeScreen!

Capturas:
— +1 Egg de Pichu;

Itens:
— +3 Oran Berries (1 equipada em Charmander);

Pokémon:
— Charmander - Status: Normal / HP: 10/18.



_________________
Ato 01 — O início. Oringal2

Ato 01 — O início. Ihjnzau
Karinna
Karinna
Mestre

Mestre

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Nico' em Ter Maio 12 2020, 23:11

As chamas que irrompiam da bocarra do réptil alaranjado atingiam com todo vigor a mariposa. Dado o decorrer da luta, os danos que sofrera eram incontáveis e mesmo um ataque efetivo de uma criatura claramente mais fraca era o suficiente para que estatelasse contra a grama. Enfim, acabou. Os novos treinadores saíam vitoriosos depois de uma laboriosa luta, contra adversários insólitos; e ainda ali, deveriam existir mais daqueles pokémons, pensara Nicholas.

Charmander era de fato diferente. Seu comportamento eufórico mais uma vez assomou, mesmo depois de um combate extremamente complicado contra Dustox e Wurmple. Seus braços e pernas agitavam como pétalas de cerejeira pairando pelo ar no sibilar dos ventos. Sua reação estranhava o loiro, que mesmo assim, cedeu à atmosfera alegre criada por seu escudeiro. Como uma criança quando vê seu pai após um longo dia de serviço, correu na direção de Nico. Agarrou-o no colo, jogando o lagarto para cima, que gargalhava orgulhosamente de seu feito.

— Meus parabéns, Charmander. Você é realmente muito forte. Estou orgulhoso — um sorriso no canto dos finos lábios de Nicholas surgiu. Apesar de não ser tão emotivo quanto seu companheiro, seus olhos cerúleos serviam como um espelho que refletia a ufania para com Charmander. Sabe-se Arceus como ele entendera. Era uma conexão profunda, irreal, que até mesmo pessoas com o título de mestres não saberiam explicar.

A atitude do pequeno lagarto arrancou espasmos de Emma, claramente empolgada com a demonstração de felicidade de Charmander. Tentara oferecer mais uma fruta, mas a empolgação do inicial era tamanha que até mesmo deu de ombros a uma oferta tentadora. A garota então — mesmo que sem permissão — guardara outra daquela fruta na velha mochila de Nicholas. De início, olhou-a de cima abaixo, cautelosamente, contudo, como poderia desconfiar daquela garota depois de inúmeras provas de que era realmente uma companheira? Sorriu para ela, agradecendo apenas com um aceno de cabeça.

Nico então, com Charmander nos braços, apoiou-o sobre a sua cabeça. O réptil agarrou seus finos e lisos cabelos áureos quase como uma cela, e hora ou outra, mexia nele, como alguém curioso cutuca a grama. O loiro dava de ombros e apenas deixava seu pequeno brincar.

A loira então volvia para os arbustos de onde aqueles insetos raivosos emergiram. Em passos descuidados e curiosos, Emma revirou o arbusto e tomou em suas mãos um ovo. Ora, que estranho, ainda mais em um canto tão inóspito da rota 101. E isso não era tudo. Jigglypuff saíra do interior daquela mesma planta com um segundo em suas mãos. “O que diabos estes dois ovos estão fazendo aqui? Seriam os filhotes daquela Dustox?”, refletiu o loiro, mas descartou a hipótese logo em seguida. A treinadora estendeu suas pálidas mãos ao garoto, que segurara o ovo então.

Nico concordou logo de cara de ficar com o ovo, tentando analisá-lo após tê-lo nas mãos. Mesmo vivendo uma parte importante de sua vida no pokémarket, não tinha ideia alguma de qual filhote poderia surgir dali. Emma perguntara se ele sabia quais pokémons ali estariam, e seus olhos cerúleos corriam pela forma oval no colo da garota. Decepcionado, Nicholas balançou sua cabeça em sinal de negação, guardando o ovo em sua mochila logo em seguida.

A pele alva do rosto de Emma mudou seu tom para vermelho. Em sinal de vergonha, sua circulação sobre sua face aumentara, diferindo completamente de sua tez branca. Olhando em seus olhos, divertindo-se por seu jeito ora extrovertido, ora envergonhado, o garoto fitou seus olhos em um terno e sucinto sorriso.

— Sem problemas, Emma.

A garota olhou para o caminho que aquela figura incógnita fugiu, indagando em seguida, para irem. De prontidão, o treinador concordou. Seus olhos agora se dirigiam a Charmander, apenas para chamar a sua atenção ao franzir sua testa. Era um sinal para que ele ficasse atento, já que, agora, jazia em posição privilegiada para observações. Ele entendera o recado imediatamente.

Deus alguns passos antes de entrar de fato na trilha que a silhueta fizera outrora.

— Desculpas por mais cedo. Tudo o que bolei não deu certo e nos colocou em uma situação complicada — era possível sentir um leve tom melancólico na fala de Nico. Logo ele que tratava a racionalidade como um ponto importante de uma jornada falhara. Um único deslize quase findou precocemente a jornada de ambos. Tudo bem, treinadores devem correr o risco, isso era óbvio; mas o peso recaía sobre suas costas. A partir de agora, a prudência era fundamental. — Vamos seguir pela trilha que ele fugiu. Temos de ficar atentos, o máximo possível, e não dar um passo em falso uma única vez.

Uma última vez, seus orbes anis correram sobre a angelical e delicada face de Emma. Um sorriso de canto de lábios surgira em Nicholas, que balançava a cabeça para talvez acalentar a garota. O gesto queria dizer que eles estariam juntos naquela situação. Tornou sua cabeça à frente, e seguiu, cautelosamente.

A energia que radiava do corpo de Emma era afável e aprazível. Era estranho para alguém como Nicholas alguém com traços tão adoráveis nem ao menos se incomodar com seu jeito, talvez... bruto. Ele sentia-se privilegiado. No fundo gostava disso; para ele, era como um porto seguro. Quem sabe, o destino armou essa arapuca para que se completasse, e quem sabe também, os objetivos dela coincidiam com ele. Nico torcia para que depois de toda essa loucura, Emma permanecesse ao seu lado.

Claro, não externava isso; traço de sua personalidade. Volvendo ao mundo real, começou a olhar o chão, em busca de pegadas, enquanto Charmander olhava os arredores.

off.:
agora que a batalha terminou, resolvi tomar nota da personalidade do Charmander. Aliás, realmente obgd por desenvolver o traço de personalidade dele tão bem assim ^^

Altura/Peso: 0,6 m / 8,5 Kg
Particularidade:
Personalidade: Brincalhão, atabalhoado e muitíssimo afável. Essas três palavras resumem a personalidade de Charmander. Tende muitas vezes a se distrair com a paisagem ao redor, e sempre que possível, corre e brinca, interagindo com o ambiente, lembrando muitas vezes uma criança que sai para um parque de diversões. Por ser inocente, constrói laços, seja com pessoas ou pokémons com invejável facilidade. O réptil extravasa sempre sua felicidade, tal como mostrou após vencer a sua primeira batalha.

O laço com seu treinador é algo simplesmente inexplicável. Mesmo se conhecendo recentemente, parece que se conhecem faz anos, e tudo isso ocorreu após uma simples troca de olhares no laboratório de Birch. Por conta disso, confia piamente em Nico e seus comandos, acreditando que ele sempre faz o melhor para ambos. Em batalha, sua personalidade deleitosa dá lugar a um monstrinho focado e receptivo às ordens de Nicholas, tornando ao “normal” apenas caso acabe. Não obstante, tende a ficar extremamente orgulhoso caso vença e caso perca, sente-se melancólico por não corresponder as expectativas nele colocadas.
Último Cruzamento:
Nico'
Nico'
Treinador

Treinador

Alertas :
Ato 01 — O início. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ato 01 — O início. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ato 01 — O início. Empty Re: Ato 01 — O início.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum